SlideShare uma empresa Scribd logo
Dinâmica de populações
Fatores que limitam o crescimento populacional Suprimento de alimentos Densidade populacional Competição intraespecífica Competição interespecífica Predatismo Parasitismo
Experiência de crescimento populacional Universidade de Winconsin
Densidade Espaço ocupado: área para populações terrestres e volume para populações aquáticas. Densidade =  n° de indivíduos espaço ocupado Fatores que afetam a densidade:  Natalidade Migração Mortalidade
- Taxa de Natalidade:  número de nascimentos durante certo tempo num determinado local - Taxa de Mortalidade:  número de mortes durante certo tempo Influenciada por diversos fatores como disponibilidade de alimento e clima. T a  =  n° de nascimentos Tempo T m  =  n° de mortes Tempo
Taxa de migração Movimento de saída -  taxa de emigração : T e   Movimento de entrada -  taxa de imigração : T i Densidade populacional T n T i T m T e
Predatismo A relação predador-presa demonstra o acompanhamento do número de indivíduos entre as populações. Aumenta a população de presas, aumenta a disponibilidade de alimento para o predador que se reproduz e aumenta em número.
Parasitismo Relação desarmônica entre duas espécies em que uma espécie se nutre de partes do outro. Traz prejuízos nutricionais e de outras ordens ao ser parasitado (biosado). Organismo parasita – bionte.
Crescimento Populacional Ambiente favorável  -> crescimento populacional exponencial (Potencial biótico – capacidade de crescimento) Resistência do meio: fatores que limitam o crescimento de uma população. Resistência do Meio
Curva sigmóide do crescimento populacional
Sucessão Ecológica Processo em que comunidades se substituem numa seqüência ordenada e gradual até atingir uma situação de equilíbrio com o ambiente. Três fases: - Comunidade pioneira ou ecese; - Comunidades secundárias ou séries; - Comunidade clímax.
Ecese ou Comunidade pioneira Solo exposto, sem cobertura vegetal, não-fértil e seco. Organismos devem ser resistentes: líquens e cianofíceas. Algumas espécies de gramíneas e pequenos animas, como insetos. Baixa diversidade de espécies.
Sere ou Comunidade Intermediárias Maior proteção do solo, mais fértil e úmido. Ervas diversas e arbustos. Novas espécies de animais.
Comunidade Clímax Clímax: máximo que flora e fauna podem atingir num biótopo, com domínio do meio. Florestas nas regiões tropicais. Tundra na região ártica.
Sucessão Ecológica
Tipos de Sucessão Ecológica Sucessão primária:  Locais onde nunca houve vida ou que tenha sido completamente destruída. Sucessão secundária:  Desenvolvimento em áreas anteriormente povoadas que se apresentam desocupadas, como florestas derrubadas e terras de culturas abandonadas.
Krakatoa 26/08/1883 – erupção em Krakatoa Toda a vida foi extinta. 3 anos depois – cianofíceas e plantas de porte pouco maior; animais de pequeno porte – artrópodes. 1930 – Floresta jovem mas densa, com cerca de 570 espécies de animais.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
Prof.Paulo/geografia
 
Aula relações ecológicas
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicas
Gabriela de Lima
 
III.1 Adolescência
III.1 AdolescênciaIII.1 Adolescência
III.1 Adolescência
Rebeca Vale
 
2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas
Ana Castro
 
A sociedade de consumo e a degradação do
A sociedade de consumo e a degradação doA sociedade de consumo e a degradação do
A sociedade de consumo e a degradação do
Professor
 
Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanos
Fatima Freitas
 
DesequilíBrios Ambientais Completo
DesequilíBrios Ambientais CompletoDesequilíBrios Ambientais Completo
DesequilíBrios Ambientais Completo
profatatiana
 
Especiação
EspeciaçãoEspeciação
Especiação
giovannimusetti
 
Teorias evolutivas
Teorias evolutivasTeorias evolutivas
Teorias evolutivas
Raphaell Garcia
 
INTRODUÇÃO AO MUNDO DO TRABALHO 01.pdf
INTRODUÇÃO AO MUNDO DO TRABALHO 01.pdfINTRODUÇÃO AO MUNDO DO TRABALHO 01.pdf
INTRODUÇÃO AO MUNDO DO TRABALHO 01.pdf
ConsulPereira
 
Efeito estufa
Efeito estufaEfeito estufa
Efeito estufa
Luiz Henrique Ferreira
 
Ecologia de Populações
Ecologia de PopulaçõesEcologia de Populações
Ecologia de Populações
Gabriela de Lima
 
Fluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistemaFluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistema
Reinan Santos
 
Matriz energética brasileira
Matriz energética brasileiraMatriz energética brasileira
Matriz energética brasileira
Daniel Moura
 
Reprodução sexuada e assexuada
Reprodução sexuada e assexuadaReprodução sexuada e assexuada
Reprodução sexuada e assexuada
Jocimar Araujo
 
Evolução humana
Evolução humanaEvolução humana
Evolução humana
unesp
 
Genética e evolução: mecanismos de especiação
Genética e evolução: mecanismos de especiaçãoGenética e evolução: mecanismos de especiação
Genética e evolução: mecanismos de especiação
Roulber Carvalho
 
Fontes de energia
Fontes de energiaFontes de energia
Fontes de energia
Artur Lara
 
Fatores bióticos - Biologia
Fatores bióticos - BiologiaFatores bióticos - Biologia
Fatores bióticos - Biologia
Matheus Augusto
 
Os Recursos Naturais
Os Recursos NaturaisOs Recursos Naturais
Os Recursos Naturais
Diogo Mateus
 

Mais procurados (20)

Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 
Aula relações ecológicas
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicas
 
III.1 Adolescência
III.1 AdolescênciaIII.1 Adolescência
III.1 Adolescência
 
2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas
 
A sociedade de consumo e a degradação do
A sociedade de consumo e a degradação doA sociedade de consumo e a degradação do
A sociedade de consumo e a degradação do
 
Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanos
 
DesequilíBrios Ambientais Completo
DesequilíBrios Ambientais CompletoDesequilíBrios Ambientais Completo
DesequilíBrios Ambientais Completo
 
Especiação
EspeciaçãoEspeciação
Especiação
 
Teorias evolutivas
Teorias evolutivasTeorias evolutivas
Teorias evolutivas
 
INTRODUÇÃO AO MUNDO DO TRABALHO 01.pdf
INTRODUÇÃO AO MUNDO DO TRABALHO 01.pdfINTRODUÇÃO AO MUNDO DO TRABALHO 01.pdf
INTRODUÇÃO AO MUNDO DO TRABALHO 01.pdf
 
Efeito estufa
Efeito estufaEfeito estufa
Efeito estufa
 
Ecologia de Populações
Ecologia de PopulaçõesEcologia de Populações
Ecologia de Populações
 
Fluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistemaFluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistema
 
Matriz energética brasileira
Matriz energética brasileiraMatriz energética brasileira
Matriz energética brasileira
 
Reprodução sexuada e assexuada
Reprodução sexuada e assexuadaReprodução sexuada e assexuada
Reprodução sexuada e assexuada
 
Evolução humana
Evolução humanaEvolução humana
Evolução humana
 
Genética e evolução: mecanismos de especiação
Genética e evolução: mecanismos de especiaçãoGenética e evolução: mecanismos de especiação
Genética e evolução: mecanismos de especiação
 
Fontes de energia
Fontes de energiaFontes de energia
Fontes de energia
 
Fatores bióticos - Biologia
Fatores bióticos - BiologiaFatores bióticos - Biologia
Fatores bióticos - Biologia
 
Os Recursos Naturais
Os Recursos NaturaisOs Recursos Naturais
Os Recursos Naturais
 

Destaque

3 s dinâmica de populações 21_11_2012
3 s dinâmica de populações 21_11_20123 s dinâmica de populações 21_11_2012
3 s dinâmica de populações 21_11_2012
Ionara Urrutia Moura
 
Teorias de crescimento populacional segundo dr Ivomboa
Teorias de crescimento populacional segundo dr IvomboaTeorias de crescimento populacional segundo dr Ivomboa
Teorias de crescimento populacional segundo dr Ivomboa
Ivaristo Americo
 
Populacao mundial e teorias demográficas
Populacao mundial e teorias demográficasPopulacao mundial e teorias demográficas
Populacao mundial e teorias demográficas
dela28
 
Teorias demográficas e estrutura da população
Teorias demográficas e estrutura da populaçãoTeorias demográficas e estrutura da população
Teorias demográficas e estrutura da população
robertobraz
 
Dinâmica de populações
Dinâmica de populaçõesDinâmica de populações
Dinâmica de populações
Sérgio Luiz
 
Dinamica pulacoes + biomas
Dinamica pulacoes + biomasDinamica pulacoes + biomas
Dinamica pulacoes + biomas
João Marcos
 
Dialogo florestal arnaldo.sae
Dialogo florestal   arnaldo.saeDialogo florestal   arnaldo.sae
Dialogo florestal arnaldo.sae
The Forests Dialogue
 
Dinâmica dos ecossistemas factores abióticos parte2-cn8ano
Dinâmica dos ecossistemas   factores abióticos parte2-cn8anoDinâmica dos ecossistemas   factores abióticos parte2-cn8ano
Dinâmica dos ecossistemas factores abióticos parte2-cn8ano
Jean Dos Santos Souza
 
Dinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessãoDinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessão
guest9e1225
 
Demografia 2012
Demografia 2012Demografia 2012
Demografia 2012
aroudus
 
Elementos climáticos - temperatura e umidade
Elementos climáticos - temperatura e umidadeElementos climáticos - temperatura e umidade
Elementos climáticos - temperatura e umidade
Franciele Costa
 
Aula 1 -_conceitos_e_elementos_climáticos
Aula 1 -_conceitos_e_elementos_climáticosAula 1 -_conceitos_e_elementos_climáticos
Aula 1 -_conceitos_e_elementos_climáticos
matteusperrud
 
Fatores e elementos climáticos
Fatores e elementos climáticosFatores e elementos climáticos
Fatores e elementos climáticos
anaatlemos
 
Vapor de Agua na Atmosfera
Vapor de Agua na AtmosferaVapor de Agua na Atmosfera
Vapor de Agua na Atmosfera
Mussagy Sidine Massango
 
Trabalho De Florestas
Trabalho De FlorestasTrabalho De Florestas
Trabalho De Florestas
Leo França
 
Aula de interação dos elementos do clima com os fatores do clima
Aula de interação dos elementos do clima com os fatores do climaAula de interação dos elementos do clima com os fatores do clima
Aula de interação dos elementos do clima com os fatores do clima
Gabriel Lecoque Francisco
 
Manual silvicultura tropical
Manual silvicultura tropicalManual silvicultura tropical
Manual silvicultura tropical
Credencio Maunze
 
Indicadores demográficos
Indicadores demográficosIndicadores demográficos
Indicadores demográficos
Yerko Bravo
 
B I O M A S2150
B I O M A S2150B I O M A S2150
B I O M A S2150
guestf41ff0
 
Vegetacao
VegetacaoVegetacao
Vegetacao
profleofonseca
 

Destaque (20)

3 s dinâmica de populações 21_11_2012
3 s dinâmica de populações 21_11_20123 s dinâmica de populações 21_11_2012
3 s dinâmica de populações 21_11_2012
 
Teorias de crescimento populacional segundo dr Ivomboa
Teorias de crescimento populacional segundo dr IvomboaTeorias de crescimento populacional segundo dr Ivomboa
Teorias de crescimento populacional segundo dr Ivomboa
 
Populacao mundial e teorias demográficas
Populacao mundial e teorias demográficasPopulacao mundial e teorias demográficas
Populacao mundial e teorias demográficas
 
Teorias demográficas e estrutura da população
Teorias demográficas e estrutura da populaçãoTeorias demográficas e estrutura da população
Teorias demográficas e estrutura da população
 
Dinâmica de populações
Dinâmica de populaçõesDinâmica de populações
Dinâmica de populações
 
Dinamica pulacoes + biomas
Dinamica pulacoes + biomasDinamica pulacoes + biomas
Dinamica pulacoes + biomas
 
Dialogo florestal arnaldo.sae
Dialogo florestal   arnaldo.saeDialogo florestal   arnaldo.sae
Dialogo florestal arnaldo.sae
 
Dinâmica dos ecossistemas factores abióticos parte2-cn8ano
Dinâmica dos ecossistemas   factores abióticos parte2-cn8anoDinâmica dos ecossistemas   factores abióticos parte2-cn8ano
Dinâmica dos ecossistemas factores abióticos parte2-cn8ano
 
Dinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessãoDinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessão
 
Demografia 2012
Demografia 2012Demografia 2012
Demografia 2012
 
Elementos climáticos - temperatura e umidade
Elementos climáticos - temperatura e umidadeElementos climáticos - temperatura e umidade
Elementos climáticos - temperatura e umidade
 
Aula 1 -_conceitos_e_elementos_climáticos
Aula 1 -_conceitos_e_elementos_climáticosAula 1 -_conceitos_e_elementos_climáticos
Aula 1 -_conceitos_e_elementos_climáticos
 
Fatores e elementos climáticos
Fatores e elementos climáticosFatores e elementos climáticos
Fatores e elementos climáticos
 
Vapor de Agua na Atmosfera
Vapor de Agua na AtmosferaVapor de Agua na Atmosfera
Vapor de Agua na Atmosfera
 
Trabalho De Florestas
Trabalho De FlorestasTrabalho De Florestas
Trabalho De Florestas
 
Aula de interação dos elementos do clima com os fatores do clima
Aula de interação dos elementos do clima com os fatores do climaAula de interação dos elementos do clima com os fatores do clima
Aula de interação dos elementos do clima com os fatores do clima
 
Manual silvicultura tropical
Manual silvicultura tropicalManual silvicultura tropical
Manual silvicultura tropical
 
Indicadores demográficos
Indicadores demográficosIndicadores demográficos
Indicadores demográficos
 
B I O M A S2150
B I O M A S2150B I O M A S2150
B I O M A S2150
 
Vegetacao
VegetacaoVegetacao
Vegetacao
 

Semelhante a DinâMica De PopulaçõEs

Dinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessãoDinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessão
Maicon Azevedo
 
1o Ano Cadeias E Teias Alimentares
1o Ano   Cadeias E Teias Alimentares1o Ano   Cadeias E Teias Alimentares
1o Ano Cadeias E Teias Alimentares
SESI 422 - Americana
 
Ecologia 2012 1.0
Ecologia 2012 1.0Ecologia 2012 1.0
Ecologia 2012 1.0
rnogueira
 
Dinâmica das comunidades
Dinâmica das comunidadesDinâmica das comunidades
Dinâmica das comunidades
SESI 422 - Americana
 
1o ano - Dinâmica das comunidades
1o ano - Dinâmica das comunidades1o ano - Dinâmica das comunidades
1o ano - Dinâmica das comunidades
SESI 422 - Americana
 
SucessãO EcolóGica
SucessãO EcolóGicaSucessãO EcolóGica
SucessãO EcolóGica
profatatiana
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
BIOGERALDO
 
Introducao a ecologia
Introducao a ecologiaIntroducao a ecologia
Introducao a ecologia
Altair Hoepers
 
Módulo 24 - 3COL Aula Dinâmica das populações.ppt
Módulo 24 - 3COL Aula  Dinâmica das populações.pptMódulo 24 - 3COL Aula  Dinâmica das populações.ppt
Módulo 24 - 3COL Aula Dinâmica das populações.ppt
PastoralUniSALESIANO
 
fundamentos da ecologia (1).pdf
fundamentos da ecologia (1).pdffundamentos da ecologia (1).pdf
fundamentos da ecologia (1).pdf
MilkaMartins2
 
Aula 1 ecologia
Aula 1   ecologiaAula 1   ecologia
Aula 1 ecologia
Natália Michelan
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
Jézili Dias
 
biodiversidade (1).pdf
biodiversidade (1).pdfbiodiversidade (1).pdf
biodiversidade (1).pdf
PabloFirmino2
 
201 x pires-dinamica-de-populacoes
201 x pires-dinamica-de-populacoes201 x pires-dinamica-de-populacoes
201 x pires-dinamica-de-populacoes
Thiago Martins da Silva
 
Slide de biodiversidade iury souza.
Slide de biodiversidade iury souza.Slide de biodiversidade iury souza.
Slide de biodiversidade iury souza.
netolimask89
 
Populacoes Biologicas
Populacoes BiologicasPopulacoes Biologicas
Populacoes Biologicas
Estude Mais
 
1.1. modulo a1.1 divers.organ.resumo
1.1. modulo a1.1 divers.organ.resumo1.1. modulo a1.1 divers.organ.resumo
1.1. modulo a1.1 divers.organ.resumo
Leonor Vaz Pereira
 
Crescimento das populações
Crescimento das populaçõesCrescimento das populações
Crescimento das populações
Rita Pereira
 
Aula de biodiversidade para o 9° ano.ppt
Aula de biodiversidade para o 9° ano.pptAula de biodiversidade para o 9° ano.ppt
Aula de biodiversidade para o 9° ano.ppt
ayanakarine1
 
enemem100dias-apostila-biologia.pdf
enemem100dias-apostila-biologia.pdfenemem100dias-apostila-biologia.pdf
enemem100dias-apostila-biologia.pdf
Jaqueline Silveira
 

Semelhante a DinâMica De PopulaçõEs (20)

Dinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessãoDinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessão
 
1o Ano Cadeias E Teias Alimentares
1o Ano   Cadeias E Teias Alimentares1o Ano   Cadeias E Teias Alimentares
1o Ano Cadeias E Teias Alimentares
 
Ecologia 2012 1.0
Ecologia 2012 1.0Ecologia 2012 1.0
Ecologia 2012 1.0
 
Dinâmica das comunidades
Dinâmica das comunidadesDinâmica das comunidades
Dinâmica das comunidades
 
1o ano - Dinâmica das comunidades
1o ano - Dinâmica das comunidades1o ano - Dinâmica das comunidades
1o ano - Dinâmica das comunidades
 
SucessãO EcolóGica
SucessãO EcolóGicaSucessãO EcolóGica
SucessãO EcolóGica
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
Introducao a ecologia
Introducao a ecologiaIntroducao a ecologia
Introducao a ecologia
 
Módulo 24 - 3COL Aula Dinâmica das populações.ppt
Módulo 24 - 3COL Aula  Dinâmica das populações.pptMódulo 24 - 3COL Aula  Dinâmica das populações.ppt
Módulo 24 - 3COL Aula Dinâmica das populações.ppt
 
fundamentos da ecologia (1).pdf
fundamentos da ecologia (1).pdffundamentos da ecologia (1).pdf
fundamentos da ecologia (1).pdf
 
Aula 1 ecologia
Aula 1   ecologiaAula 1   ecologia
Aula 1 ecologia
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
biodiversidade (1).pdf
biodiversidade (1).pdfbiodiversidade (1).pdf
biodiversidade (1).pdf
 
201 x pires-dinamica-de-populacoes
201 x pires-dinamica-de-populacoes201 x pires-dinamica-de-populacoes
201 x pires-dinamica-de-populacoes
 
Slide de biodiversidade iury souza.
Slide de biodiversidade iury souza.Slide de biodiversidade iury souza.
Slide de biodiversidade iury souza.
 
Populacoes Biologicas
Populacoes BiologicasPopulacoes Biologicas
Populacoes Biologicas
 
1.1. modulo a1.1 divers.organ.resumo
1.1. modulo a1.1 divers.organ.resumo1.1. modulo a1.1 divers.organ.resumo
1.1. modulo a1.1 divers.organ.resumo
 
Crescimento das populações
Crescimento das populaçõesCrescimento das populações
Crescimento das populações
 
Aula de biodiversidade para o 9° ano.ppt
Aula de biodiversidade para o 9° ano.pptAula de biodiversidade para o 9° ano.ppt
Aula de biodiversidade para o 9° ano.ppt
 
enemem100dias-apostila-biologia.pdf
enemem100dias-apostila-biologia.pdfenemem100dias-apostila-biologia.pdf
enemem100dias-apostila-biologia.pdf
 

Mais de profatatiana

Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
profatatiana
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
profatatiana
 
Tecidos de condução de seiva novo
Tecidos de condução de seiva novoTecidos de condução de seiva novo
Tecidos de condução de seiva novo
profatatiana
 
Introdução à biologia celular
Introdução à biologia celularIntrodução à biologia celular
Introdução à biologia celular
profatatiana
 
Reino monera
Reino moneraReino monera
Reino monera
profatatiana
 
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
profatatiana
 
Peixes
PeixesPeixes
Peixes
profatatiana
 
Filo chordata
Filo chordataFilo chordata
Filo chordata
profatatiana
 
Procariotos e eucariotos
Procariotos e eucariotosProcariotos e eucariotos
Procariotos e eucariotos
profatatiana
 
áCidos nucléicos parcial
áCidos nucléicos parcialáCidos nucléicos parcial
áCidos nucléicos parcial
profatatiana
 
Composição química das células
Composição química das célulasComposição química das células
Composição química das células
profatatiana
 
Composição química celular continuação
Composição química celular continuaçãoComposição química celular continuação
Composição química celular continuação
profatatiana
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
profatatiana
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
profatatiana
 
Mutações
MutaçõesMutações
Mutações
profatatiana
 
Filo echinodermata
Filo echinodermataFilo echinodermata
Filo echinodermata
profatatiana
 
Lentes esféricas delgadas
Lentes esféricas delgadasLentes esféricas delgadas
Lentes esféricas delgadas
profatatiana
 
Sistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor feminino Sistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor feminino
profatatiana
 
Sistema reprodutor masculino ensino médio
Sistema reprodutor masculino ensino médioSistema reprodutor masculino ensino médio
Sistema reprodutor masculino ensino médio
profatatiana
 

Mais de profatatiana (20)

Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
 
Tecidos de condução de seiva novo
Tecidos de condução de seiva novoTecidos de condução de seiva novo
Tecidos de condução de seiva novo
 
Introdução à biologia celular
Introdução à biologia celularIntrodução à biologia celular
Introdução à biologia celular
 
Reino monera
Reino moneraReino monera
Reino monera
 
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
 
Peixes
PeixesPeixes
Peixes
 
Filo chordata
Filo chordataFilo chordata
Filo chordata
 
Procariotos e eucariotos
Procariotos e eucariotosProcariotos e eucariotos
Procariotos e eucariotos
 
áCidos nucléicos parcial
áCidos nucléicos parcialáCidos nucléicos parcial
áCidos nucléicos parcial
 
Composição química das células
Composição química das célulasComposição química das células
Composição química das células
 
Composição química celular continuação
Composição química celular continuaçãoComposição química celular continuação
Composição química celular continuação
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
 
Mutações
MutaçõesMutações
Mutações
 
Filo echinodermata
Filo echinodermataFilo echinodermata
Filo echinodermata
 
Lentes esféricas delgadas
Lentes esféricas delgadasLentes esféricas delgadas
Lentes esféricas delgadas
 
Sistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor feminino Sistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor feminino
 
Sistema reprodutor masculino ensino médio
Sistema reprodutor masculino ensino médioSistema reprodutor masculino ensino médio
Sistema reprodutor masculino ensino médio
 
Tecido nervoso
Tecido nervosoTecido nervoso
Tecido nervoso
 

Último

ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebuliçãoExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão
 
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
ronaldos10
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Ismael Ash
 
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptxSegurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Divina Vitorino
 
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ismael Ash
 
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdfEletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
barbosajucy47
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
Faga1939
 

Último (7)

ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebuliçãoExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
 
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
 
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptxSegurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
 
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
 
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdfEletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
 

DinâMica De PopulaçõEs

  • 2. Fatores que limitam o crescimento populacional Suprimento de alimentos Densidade populacional Competição intraespecífica Competição interespecífica Predatismo Parasitismo
  • 3. Experiência de crescimento populacional Universidade de Winconsin
  • 4. Densidade Espaço ocupado: área para populações terrestres e volume para populações aquáticas. Densidade = n° de indivíduos espaço ocupado Fatores que afetam a densidade: Natalidade Migração Mortalidade
  • 5. - Taxa de Natalidade: número de nascimentos durante certo tempo num determinado local - Taxa de Mortalidade: número de mortes durante certo tempo Influenciada por diversos fatores como disponibilidade de alimento e clima. T a = n° de nascimentos Tempo T m = n° de mortes Tempo
  • 6. Taxa de migração Movimento de saída - taxa de emigração : T e Movimento de entrada - taxa de imigração : T i Densidade populacional T n T i T m T e
  • 7. Predatismo A relação predador-presa demonstra o acompanhamento do número de indivíduos entre as populações. Aumenta a população de presas, aumenta a disponibilidade de alimento para o predador que se reproduz e aumenta em número.
  • 8. Parasitismo Relação desarmônica entre duas espécies em que uma espécie se nutre de partes do outro. Traz prejuízos nutricionais e de outras ordens ao ser parasitado (biosado). Organismo parasita – bionte.
  • 9. Crescimento Populacional Ambiente favorável -> crescimento populacional exponencial (Potencial biótico – capacidade de crescimento) Resistência do meio: fatores que limitam o crescimento de uma população. Resistência do Meio
  • 10. Curva sigmóide do crescimento populacional
  • 11. Sucessão Ecológica Processo em que comunidades se substituem numa seqüência ordenada e gradual até atingir uma situação de equilíbrio com o ambiente. Três fases: - Comunidade pioneira ou ecese; - Comunidades secundárias ou séries; - Comunidade clímax.
  • 12. Ecese ou Comunidade pioneira Solo exposto, sem cobertura vegetal, não-fértil e seco. Organismos devem ser resistentes: líquens e cianofíceas. Algumas espécies de gramíneas e pequenos animas, como insetos. Baixa diversidade de espécies.
  • 13. Sere ou Comunidade Intermediárias Maior proteção do solo, mais fértil e úmido. Ervas diversas e arbustos. Novas espécies de animais.
  • 14. Comunidade Clímax Clímax: máximo que flora e fauna podem atingir num biótopo, com domínio do meio. Florestas nas regiões tropicais. Tundra na região ártica.
  • 16. Tipos de Sucessão Ecológica Sucessão primária: Locais onde nunca houve vida ou que tenha sido completamente destruída. Sucessão secundária: Desenvolvimento em áreas anteriormente povoadas que se apresentam desocupadas, como florestas derrubadas e terras de culturas abandonadas.
  • 17. Krakatoa 26/08/1883 – erupção em Krakatoa Toda a vida foi extinta. 3 anos depois – cianofíceas e plantas de porte pouco maior; animais de pequeno porte – artrópodes. 1930 – Floresta jovem mas densa, com cerca de 570 espécies de animais.