SlideShare uma empresa Scribd logo
1Série Figuras da SalvaçãoTópico 1 - Atualizado em 18082013
“Descendo à casa do Oleiro...”
(SERMÃO )
Texto central: Jeremias 18:1 a 6
1“PALAVRA do Senhor, que veio a Jeremias, dizendo:
2 Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas
palavras.
3 E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra
sobre as rodas,
4 Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro,
tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos
do oleiro fazer.
5 Então veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:
6 Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel?
diz o Senhor.
Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão,
ó casa de Israel.”
Introdução
Se conta que em Sevilla, cidade da Espanha, há um bairro, no qual
durante anos tem sido um lugar de olarias e oleiros, por ser assim
tem uma das suas ruas com o nome de “Alfareria”, que significa
olaria.
Quando um turista passa por ali podem-se ver até hoje, comércios
que fabricam e vendem cerâmicas.
O interessante é que na fachada de um desses comércios há um
azulejo (um ladrilho vidrado grande) com uma frase que diz:
Alfareria: "Oficio noble y bizarro, de entre todos el primero, pues en
el oficio del barro, Dios fue el primer alfarero y el hombre el primer
cacharro.“
Ouvi dizer que virou ditado, que traduzido seria mais o menos assim:
Olaria: “Ofício nobre e bizarro, entre todos o primeiro, é o ofício do
barro, pois Deus foi o primeiro dos oleiros e o homem o primeiro
vaso”
2
Porque Deus nos fez do barro?
Porque Deus escolheu a “olaria
para nos fabricar”?
-Deus sempre faz as coisas com
sentido, tudo tem um porquê e
um para quê.
-Porque Deus escolheu o barro
e se fez oleiro?
Veja assim diz Gênesis 2:7
“E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou
em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma
vivente.” Versão Almeida Revista e corrigida. (ARC)
Entre outros motivos estão estes:
1º Deus não quer que você e eu esqueçamos que temos limitações. Somos
totalmente dependentes. De Deus e do resto da criação, mensagem
inserida no capítulo 1 de Gênesis.
2º Que somos seres terrenos. Pois, somos parte da criação, junto com a
terra, e somos parte dela.
3 4Entre outros motivos talvez (Cont.):
3º Somos formados dos mesmos constituintes do pó da terra, dos mesmos
elementos. E é surpreendente o grande mistério da vida!
4º Quando o homem morre vai para o pó. Gên. 3:19 - É a dura realidade,
consequência fatal do pecado.
Esta mensagem de Jeremias está fundamentada na mensagem central da palavra de Deus, o
plano de salvação.
O Senhor tem muitas maneiras de revelar tudo o concernente ao plano, o fez em forma
progressiva e para isso utilizou figuras extraordinárias!!
Podemos compactar o plano, em palavras simples, mais o menos assim:
1 - O homem foi criado por Deus, para obediência, é a mensagem de Gên. 2:16 e 17
2 – E o homem tinha a capacidade de obedecer, caráter perfeito, criado à “imagem e
semelhança de Deus” Gên. 1:26 – Hebreus 2: 6 e 7
3 – Mas, entrou o pecado e pecado na sua primeira definição é desobediência. Gên. 3. Isto é:
Daí em diante o homem perdeu a capacidade de obedecer, assim nascemos a “a imagem e
semelhança de Adão”, Gên. 5:3
O que trouxe como consequência a morte, Gên. 3.
4 - Então o criador começa a revelar o seu plano, por iniciativa Sua e pelo Seu amor pela raça
caída, de como vai resgatar e restaurar a capacidade de obediência no homem.
a)Primeiro entrega a Lei dos dez mandamentos, que serve para pôr em evidência a
desobediência. Como diz Paulo: “ Sobreveio a Lei para que avultasse a ofensa, (desobediência
ou pecado)...” Rom. 5:20*
b)Depois estabelece a Lei cerimonial, que tinha como fundamento, mostrar a gravidade da
desobediência, na qual o cordeiro inocente morto e todos os serviços apontam o Salvador.
Nota: Fica claro o que diz Paulo no texto anterior, a Lei inclui toda a revelação dos cinco livros
de Moisés, inclusive a Lei cerimonial.
6 – Então veio a “CRUZ”, ali o verdadeiro cordeiro é morto, como dizia a profecia (Isaías 53: 1 a
11), O substituto leva sobre si o castigo. Na cruz começa a ser resolvido o problema:
Recuperar a capacidade de obedecer e tudo “pela obediência de um só”, Cristo. Rom. 5:19
Veja agora a salvação é uma só, mas inclui dois aspectos, o que Deus fez
em nosso favor na pessoa de Cristo e o que Deus faz no crente.
O primeiro aspecto, garantido pela obediência de Cristo, aceito pela fé,
garante o segundo, se crê e se há entrega. É ali onde começa a obra de
Deus para recuperar a capacidade de obedecer no homem.
Na Bíblia a obediência é fruto da salvação.
Confira: Ezequiel 36:27 - Efésios 2:8 a 10 - I Pedro 1:2
Examine o quadro:
Nota: Recomendamos fazer o Novo Curso Bíblico Ideal Cristão, de
nossa autoria, para mais detalhes do plano da salvação, veja em:
http://www.novocbic.blogspot.com.br/
Assim é a didática de Deus:
Voltando ao nosso texto: Quando a palavra proclamada,
anunciada, há encontrado um ponto final, isto é quando a
palavra já não produz efeito na vida de um ser humano ou
de um povo, Deus recorre a um elemento muito
interessante...!
Alguns a chamam de, “uma ação dramática”, que é a
compreensão das palavras através de uma figura, e é disto que
trata o contexto de Jeremias 18:1 a 6
Trata-se do mesmo método de ensino de Jesus nos
evangelhos a traves das parábolas; é a sua didática.
As palavras já não mexem na espiritualidade de Israel, o
Senhor, agora se volta para o profeta para mostrar através de
uma figura, para que ele possa descobrir razões e verdades.
“A PALAVRA do Senhor, que veio a Jeremias, dizendo:
Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as
minhas palavras”
Ele quis dizer:
“Através da observação do oleiro receberás a mensagem”
v.3 - O texto diz que Jeremias se levantou e foi e lá estava o
oleiro trabalhando sobre a roda... É o que esperava ver...!
“... ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas.”
Se observamos bem encontramos três elementos mais
importantes:
O oleiro, a roda, e de maneira implícita o barro.
1 2 3
Suas mãos, (as mãos do oleiro), estão postas no barro
trabalhando sobre a roda.
Notou?
As mãos do oleiro estão no barro, o barro não está nas
mãos, porém sobre a roda e de uma forma direta diz que ele
trabalhava sobre a roda.
Para nossa imaginação ser desafiada, o quadro nos leva ao
relato da criação:
1 - Em Gênesis 2:7, Onde Deus parte do barro para criar o
homem.
2 - No plano da salvação, não é diferente, nesta figura, o
criador, também parte do barro. Trata-se de uma nova
criação!!
>>> Há um simbolismo aqui, na figura da roda:
Sim o oleiro representa Deus e o barro representa o homem
e a vida do homem é representada pela roda.
É por esse motivo que a mão está no barro e o barro está
na roda.
Eu vejo uma figura extraordinária, muito interessante interpretar
e poder entender o que Deus disse a Jeremias.
Ao olhar a roda, a roda representa a vida, e não é uma ideia
louca imaginar-se a vida como uma roda, a roda do oleiro girava
constantemente e a vida parece uma roda – Notou?
5 6
Como é a perda de um esposo, de um filho...! A nossa vida é assim,
onde havia risos de pronto a alegria se transformou em luto.
E há pessoas que vivem assim castigadas pelos giros da vida.
Para alguns outros, ao contrário, a velocidade dos giros da vida é lenta,
monótona, é o costumeiro, sempre o mesmo, faz sentir que a vida é
lenta...lhes parece que as horas não passam nunca.
Sempre é assim quando as coisas vão bem parece que o tempo passa
voando. Os momentos felizes passam rápido demais...e nos
lamentamos, “como passou rápido o tempo!”
Claro que o tempo é sempre o mesmo, mas segundo a perspectiva
parece ser um giro repentino ou lento.
Quando há felicidade o tempo voa...!!!!!!
Quando há tristeza o tempo parece que se detém!!!!!
Eu penso que ao ver a roda do oleiro girar, logicamente representa
a vida, a vida gira.
Para alguns sempre é mais do mesmo....sempre a mesma miséria,
sempre a mesma dívida, sempre as doenças, as queixas ...etc.
Há coisas que passam muito rápido e outras que passam muito
lentamente.
É assim a roda da vida.
É assim que o ser humano põe seu olhar sobre a roda da vida...e
pode dizer: A alguém lhe vá melhor...ou a outro lhe vá pior.
7 8
Vamos abrir um parênteses:
Para alguns a vida dá um giro
inesperado, violentamente
gira mudando o quadro, de
situação e de cenário de uma
maneira veloz, por uma
catástrofe, por uma perda,
por uma ausência.
Hoje feliz, amanhã triste, e há
um grande número de
pessoas que se vem
envolvidas em giros
repentinos que dá a vida! Agora Jeremias estava olhando para a roda e o Senhor lhe
disse:
O oleiro está trabalhando sobre a roda...e paro aqui para
salientar, não há outra maneira do oleiro trabalhar que
não seja sobre a roda ... O oleiro não trabalha sobre um
banco, sobre uma mesa, o faz exclusivamente sobre a roda.
Há uma afirmação que fala de algo lógico...é assim que ele
trabalha.
É como se Deus estivesse falando:
“Observa a roda, a roda é como a vida , gira, não anda de um
lado para outro, parece estar sempre no mesmo ponto, o que
pode mudar é a velocidade com o qual acontecem os fatos.”
“É assim durante a vida do homem que escolheu voltar a
ser o barro nas mãos do criador, o barro não tem vontade
própria e deixa o grande oleiro fazer a sua obra, Ele vai
trabalhar durante toda a sua vida.
Vamos pensar um pouco!
Todo o mundo deve ter a noção de que um bom trabalho de oleiro,
depende da elasticidade, a maciez do barro e docilidade que tenha para
ser moldado e transformado.
Ninguém imagina um barro cheio de pedras ou pedrinhas, qualquer
sujeira e endurecido, tem que estar macio, flexível e homogêneo,
porque assim ele fica firme sobre a roda.
Há pessoas que não conseguem se adaptar a vida, quando a vida gira
como não podem se adaptar a vida elas quebram; e há outros que são
mais flexíveis e se acomodam mais rápido ás mudanças.
Podemo-nos adaptar a essa vida...ou então renunciar a vida.
De uma maneira mais simples, esquecendo a fé cristã, há pessoas que
se acostumam com a vida e há outros que renegam toda a vida
independente de como se apresenta.
Do ponto de vista espiritual acontece a mesma coisa, a pessoa
pode Nascer de novo, iniciar o processo de salvação, porém isto
não anula a vontade humana, pelo livre arbítrio, pode resistir,
abandonar o oleiro e até voltar atrás ou esfriar na fé.
At 7.51 – “... vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim vós
sois como vossos pais”
O que é resistir ao Espírito Santo. É recusar, de forma
consciente, a vontade divina transmitida pelo Espírito Santo
mediante a Palavra de Deus e por meio de seu trabalho em
nossos corações.
Mas, a qualquer momento pode haver um reavivamento e o
processo continua.
9 10
A santificação:
No plano de salvação, Deus efetuou a primeira fase plano, na pessoa do
salvador, e essa obra garantida pela obediência de Cristo, tem que ser
apresentada de livre espontânea vontade, a Deus como única justificativa,
para que o Seu plano possa ter continuidade.
1 - Sem isso Deus não pode, foi Ele que diz, após a entrada do pecado,
“...é certo que morrereis” e não poderia levantar a penalidade.
E se o fizesse seria acusado de injusto ou de mentiroso. Está em jogo o
seu caráter.
2 – Por outro lado, tendo em conta que o homem foi criado um ser livre,
não poderia invadir o coração do homem.
É a justificação pela fé, a porta de entrada para a restauração do
homem.
O barro que somos nós, que pela fé chegamos Deus, está sobre a roda da
vida, e o criador enquanto vivemos está fazendo a sua obra. É um
processo longo, demorado porque depende da submissão, da entrega de
cada um.
Isto é o que a palavra de Deus chama de santificação.
Ou como diz o apóstolo Paulo: “ ... somos transformados de glória em
glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.” II Cor. 3:18
>>> Agora veja, a figura central da
revelação, não é a roda, o que importa é
o que está encima da roda, e é o
“Barro”, e o barro, é o ser humano, é
você e Eu.
Então poderíamos dizer que a visão fala
da qualidade do ser humano.
Neste processo o homem pode falhar, abandonar, porém,
Deus está sempre disposto a continuar a Sua obra.
>>> Jeremias está olhando e o Senhor está dizendo:
1 - Olha ali o oleiro que é Deus
2 - Ali estão as rodas, que representam a vida.
3 - E o barro que representa o homem.
Porém, quero dizer que no cenário, nem a roda, nem o barro que
está sobre a roda, ainda não são os mais importantes.
Então o que é mais importante na visão?
Nem a roda...nem o barro...nem o oleiro que representa Deus são
importantes...
1 - Há pessoas acreditam que Deus existe,..
2 - mas, que conseguem viver sem Deus...até com um certo
equilíbrio e sucesso, só enquanto a ”roda gira” (enquanto a vida
dura)
Agora Jeremias está olhando e há uma expectativa no ar...!
A pergunta mais importante até aqui:
O que quis Deus mostrar ao ver o oleiro, a roda e o barro?
11 12
- O detalhe é bem simples, o importante da visão são as
mãos do oleiro.
v. 4 - A palavra de Deus diz: “...o vaso, que ele fazia de
barro, quebrou-se na mão do oleiro...”
Resumindo:
Ele está dizendo que:
“a roda é a vida, o barro é você, o oleiro sou Eu e você se
quebrou em minhas mãos.”
Eu vou tentar explicar com esta história:
Uma vez um turista parou enfrente de um oleiro, a roda
estava girando com muita velocidade, o barro estava sobre a
roda, o oleiro tinha colocado suas mãos sobre o barro e
estava lhe dando formas.
Num momento determinado a vasilha se quebrou nas
mãos do oleiro, e o turista lhe disse:
- “Por quê a quebrou ela estava perfeita? Eu vi quando suas
mãos a esmagaram.”
E o oleiro respondeu:
- “Amigo, você pode vela perfeita, é verdade, aos olhos de qualquer
pessoa estava perfeita, porém eu que pus minhas mãos nela senti
pelo tato de meus dedos que nas entranhas do barro havia uma
dureza; uma impureza sabe?
-Eu poderia ter deixado a vasilha assim e ninguém teria levantado
suspeitas que dentro das paredes da vasilha teria alguma dureza,
porém, amigo eu a toquei com as minhas próprias mãos, palpei com
as minhas gemas dos dedos e senti que esse pedaço de barro não
era o que eu queria para a minha vasilha. Então a quebrei em minhas
mãos para retirar a impureza”
Sim, diz Deus: Jeremias...!!
“Vá a casa do oleiro, e ali ele trabalha sobre a roda e o vaso se
quebrou em suas mãos.”
A mensagem de Deus a Jeremias foi:
Não importa quantas voltas a vida dá, não interessa o flexível que
você seja, o que interessa realmente são Suas mãos.
Nas mão do Oleiro.
Pela justificação pela fé, isto é se crê, Ele tira limpa de toda
impureza, do pecado e reinicia todo de novo, quantas vezes
cada um permitir. I João 2:1 a 2
Se o “Oleiro” há podido meter as mãos no barro, que é você, eles
tocarão a impureza, e sem que ninguém veja ou saiba o oleiro sabe
o que há dentro e “o bom Oleiro” deixará que se quebre para tirar
a impureza e voltar a dar-lhe forma.
13 14
v.4 - “Como o vaso, que ele fazia
de barro, quebrou-se na mão do
oleiro, tornou a fazer dele outro
vaso, conforme o que pareceu
bem aos olhos do oleiro fazer.”
Temos que ser quebrados...
Daí que a palavra de Deus fala
dos quebrantados de coração:
>>> Quero chegar a conclusão de que a vida sempre gira, de
que os homens e mulheres somos barro, que Deus pode, é
o grande Oleiro, mas há homens e mulheres que sabem que
Deus os fez do barro, que em certa forma conhecem a Deus,
porém nunca deixaram Deus por as suas mãos sobre eles...
Sobre a sua vida...!
Tem muitos “Cristãos” que dizem ter aceito Jesus como o
seu salvador pessoal. E pela fé acreditam que serão
justificados ante Deus e perdoados os seus pecados
passados.
Porém não entendem ou não aceitam, que a obra da
salvação continue na sua pessoa, que é a santificação.
Olhar para o oleiro, para a roda, e para o barro... é bom!
Olhar para Deus, olhar para a vida e para você ...é bom...
Mas antes, olhe para as mãos do oleiro, você tem permitido
que Ele ponha Suas mãos em você ... há permitido a Deus,
por suas mãos no barro e há encontrar as impurezas ...?
Só você poder lhe permitir, ser submisso assim como o
barro.
Então entenda se assim for, Deus, o Oleiro, quer refazer
você “segundo a Ele lhe pareça”.
V.6 “Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó
casa de Israel? diz o Senhor.
Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós
na minha mão, ó casa de Israel.”
“Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro?”
Se o barro estiver nas mãos do oleiro, a obra poderá ser
refeita.
15 16O agente criador
Permita-me ainda continuar com a analogia:
Se pisa o barro – O barro tal como é retirado do solo tem
impurezas, então é necessário acrescentar água e é
pisado.
Durante este processo vão se separando as pedras e algumas
outras coisas que fariam dano a obra final...
Também vai dar a consistência necessária para poder
trabalhar com ele.
>>> Irmãos e amigos, Deus quer fazer a Sua obra em nós,
e primeiro quer retirar as impurezas. A justificação
garante isso!
A água nas escrituras representam o agente de Deus, a
pessoa, O Espírito santo, que executa os planos de Deus.
João 3: 5 a 6 - Ezequiel 36: 25 a 27
Para isso Ele submete a cada um de nós à prova, situações
em que somos pisados, quebrados, esmagados e junto com a
água (a Sua Palavra e o Espírito Santo), vá tirando todo o que
atrapalha.
”Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as
coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” 2 cor.
5:17
Isto é o plano da salvação em andamento:
” Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as
boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos
nelas.” Efes. 2:10
>>> Estas são as promessas!
Entregue hoje a sua vida nas mãos de Deus ...
A justificação pela fé, é a obra de Deus em Cristo por
nós, se você crê nisso, os seus pecados passados são
perdoados.
A santificação é a continuação, da sua obra, agora em
cada um de nós, si apresentamos Jesus como a nossa
justificativa.
Mesmo antes de começar a Sua obra em nós, já está preocupado
com a limpeza.
As vezes doem as pisadas, essas impurezas faziam à muito tempo
parte de nossa vida, e só assim poderemos ser boas peças de
oleiro.
Sem a limpeza nunca seremos o que Deus desenhou para que
fôssemos.
- É por este motivo que as pessoas que brincam com o pecado
nunca chegam a nenhum lugar.
- Temos que deixar Deus pôr as suas mãos em nós!
Diz a Escritura:
“Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma
massa fazer um vaso para honra ... e outro para
desonra?” Hebreus 9:21
Acredita nisso?
Adaptado por: Prof. Ramón Zazatt
Atualizado em 18082013
17 18
http://www.homerzatt.blogspot.com.br/
Recomende e Veja outros temas escolhidos em:
Homerzatt - Princípios teológicos básicos.
Gostou?
Estude a Bíblia conosco:
Novo Curso Bíblico Ideal Cristão
Online: http://novocbic.blogspot.com.br/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espíritoLição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Erberson Pinheiro
 
1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações
Gesiel Oliveira
 
Corpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E EspíritoCorpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E Espírito
Catedral de Adoração
 
Ministrações do encontro
Ministrações do  encontroMinistrações do  encontro
Ministrações do encontro
Pastora Rosinha Silva
 
Intercessão e batalha espiritual
Intercessão e batalha espiritualIntercessão e batalha espiritual
Intercessão e batalha espiritual
Marcos Fernando Moreira
 
Vasos de bençãos nas mãos do Senhor - Esposas de Obreiros
Vasos de bençãos nas mãos do Senhor - Esposas de Obreiros Vasos de bençãos nas mãos do Senhor - Esposas de Obreiros
Vasos de bençãos nas mãos do Senhor - Esposas de Obreiros
Cacilda Barbosa Santiago
 
Pecado segundo a Bíblia
Pecado segundo a BíbliaPecado segundo a Bíblia
Pecado segundo a Bíblia
Ariana Garrett
 
Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado
Geversom Sousa
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
guestc5d870
 
Manual do diacono
Manual do diaconoManual do diacono
Manual do diacono
diaconosdapituba
 
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionaisVencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Michel Plattiny
 
Estudo bíblico PERDOAR PARA SER PERDOADO
Estudo bíblico PERDOAR  PARA SER  PERDOADOEstudo bíblico PERDOAR  PARA SER  PERDOADO
Estudo bíblico PERDOAR PARA SER PERDOADO
Samuel Oliveira
 
2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo
2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo
2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo
iceanapolis
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Joanilson França Garcia
 
Do esfriamento espiritual à queda
Do esfriamento espiritual à quedaDo esfriamento espiritual à queda
Do esfriamento espiritual à queda
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Três campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritualTrês campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritual
Paulo Roberto
 
O poder do arrependimento
O poder do arrependimento O poder do arrependimento
O poder do arrependimento
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Estudo para adolescentes
Estudo para adolescentesEstudo para adolescentes
Estudo para adolescentes
Edson_2012.A-F
 
Seguindo o exemplo de naamã 2 reis 5 1-18
Seguindo o exemplo de naamã   2 reis 5 1-18Seguindo o exemplo de naamã   2 reis 5 1-18
Seguindo o exemplo de naamã 2 reis 5 1-18
Paulo Dias Nogueira
 
Lição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus
Lição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de JesusLição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus
Lição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus
Éder Tomé
 

Mais procurados (20)

Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espíritoLição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
 
1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações
 
Corpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E EspíritoCorpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E Espírito
 
Ministrações do encontro
Ministrações do  encontroMinistrações do  encontro
Ministrações do encontro
 
Intercessão e batalha espiritual
Intercessão e batalha espiritualIntercessão e batalha espiritual
Intercessão e batalha espiritual
 
Vasos de bençãos nas mãos do Senhor - Esposas de Obreiros
Vasos de bençãos nas mãos do Senhor - Esposas de Obreiros Vasos de bençãos nas mãos do Senhor - Esposas de Obreiros
Vasos de bençãos nas mãos do Senhor - Esposas de Obreiros
 
Pecado segundo a Bíblia
Pecado segundo a BíbliaPecado segundo a Bíblia
Pecado segundo a Bíblia
 
Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
 
Manual do diacono
Manual do diaconoManual do diacono
Manual do diacono
 
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionaisVencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionais
 
Estudo bíblico PERDOAR PARA SER PERDOADO
Estudo bíblico PERDOAR  PARA SER  PERDOADOEstudo bíblico PERDOAR  PARA SER  PERDOADO
Estudo bíblico PERDOAR PARA SER PERDOADO
 
2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo
2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo
2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
 
Do esfriamento espiritual à queda
Do esfriamento espiritual à quedaDo esfriamento espiritual à queda
Do esfriamento espiritual à queda
 
Três campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritualTrês campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritual
 
O poder do arrependimento
O poder do arrependimento O poder do arrependimento
O poder do arrependimento
 
Estudo para adolescentes
Estudo para adolescentesEstudo para adolescentes
Estudo para adolescentes
 
Seguindo o exemplo de naamã 2 reis 5 1-18
Seguindo o exemplo de naamã   2 reis 5 1-18Seguindo o exemplo de naamã   2 reis 5 1-18
Seguindo o exemplo de naamã 2 reis 5 1-18
 
Lição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus
Lição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de JesusLição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus
Lição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus
 

Destaque

Transfomando barro em vaso de Honra.
Transfomando barro em vaso de Honra.Transfomando barro em vaso de Honra.
Transfomando barro em vaso de Honra.
Dário Melo
 
Conversas do Oleiro - Sobre o Caráter
Conversas do Oleiro - Sobre o CaráterConversas do Oleiro - Sobre o Caráter
Conversas do Oleiro - Sobre o Caráter
Tiago de Souza
 
Deus é o Oleiro Nós o Barro
Deus é o Oleiro Nós o BarroDeus é o Oleiro Nós o Barro
Deus é o Oleiro Nós o Barro
Carlos Oliveira
 
Vasos ou cacos?
Vasos ou cacos?Vasos ou cacos?
Vasos ou cacos?
Ramón Zazatt
 
"Ao vencedor... lhe darei uma pedrinha branca"
"Ao vencedor... lhe darei uma pedrinha branca""Ao vencedor... lhe darei uma pedrinha branca"
"Ao vencedor... lhe darei uma pedrinha branca"
Ramón Zazatt
 
"Lança o teu pão sobre as águas..."
"Lança o teu pão sobre as águas...""Lança o teu pão sobre as águas..."
"Lança o teu pão sobre as águas..."
Ramón Zazatt
 
Descendo a casa do oleiro
Descendo a casa do oleiroDescendo a casa do oleiro
Descendo a casa do oleiro
Gisele Natal
 
Deus não desiste de mim
Deus não desiste de mimDeus não desiste de mim
Deus não desiste de mim
marcos64
 
A caminho de Emaús
A caminho de EmaúsA caminho de Emaús
A caminho de Emaús
Ramón Zazatt
 
Como Barro nas Mãos do Oleiro
Como Barro nas Mãos do OleiroComo Barro nas Mãos do Oleiro
Como Barro nas Mãos do Oleiro
IBMemorialJC
 
Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.
Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.
Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.
Ramón Zazatt
 
Profetas maiores ibadep o livro de lamentações
Profetas maiores ibadep o livro de lamentaçõesProfetas maiores ibadep o livro de lamentações
Profetas maiores ibadep o livro de lamentações
Natalino das Neves Neves
 
Jeremias
JeremiasJeremias
Jeremias
profsempre
 
Profeta jeremias
Profeta jeremiasProfeta jeremias
Profeta jeremias
Presbítero Maurício
 
30. O Livro do profeta Jeremias
30. O Livro do  profeta Jeremias30. O Livro do  profeta Jeremias
30. O Livro do profeta Jeremias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Profetas Maiores
Profetas MaioresProfetas Maiores
Profetas Maiores
Tsushya marco
 
Profeta Jeremías
Profeta JeremíasProfeta Jeremías
Profeta Jeremías
Rafael Sanz
 
Santo espírito - Laura Souguellis
Santo espírito - Laura SouguellisSanto espírito - Laura Souguellis
Santo espírito - Laura Souguellis
Diegodmo
 
Viverei, viverás
Viverei, viverásViverei, viverás
Viverei, viverás
daniellijovino
 
A casa de zaqueu
A casa de zaqueuA casa de zaqueu
A casa de zaqueu
Gilmar Taty
 

Destaque (20)

Transfomando barro em vaso de Honra.
Transfomando barro em vaso de Honra.Transfomando barro em vaso de Honra.
Transfomando barro em vaso de Honra.
 
Conversas do Oleiro - Sobre o Caráter
Conversas do Oleiro - Sobre o CaráterConversas do Oleiro - Sobre o Caráter
Conversas do Oleiro - Sobre o Caráter
 
Deus é o Oleiro Nós o Barro
Deus é o Oleiro Nós o BarroDeus é o Oleiro Nós o Barro
Deus é o Oleiro Nós o Barro
 
Vasos ou cacos?
Vasos ou cacos?Vasos ou cacos?
Vasos ou cacos?
 
"Ao vencedor... lhe darei uma pedrinha branca"
"Ao vencedor... lhe darei uma pedrinha branca""Ao vencedor... lhe darei uma pedrinha branca"
"Ao vencedor... lhe darei uma pedrinha branca"
 
"Lança o teu pão sobre as águas..."
"Lança o teu pão sobre as águas...""Lança o teu pão sobre as águas..."
"Lança o teu pão sobre as águas..."
 
Descendo a casa do oleiro
Descendo a casa do oleiroDescendo a casa do oleiro
Descendo a casa do oleiro
 
Deus não desiste de mim
Deus não desiste de mimDeus não desiste de mim
Deus não desiste de mim
 
A caminho de Emaús
A caminho de EmaúsA caminho de Emaús
A caminho de Emaús
 
Como Barro nas Mãos do Oleiro
Como Barro nas Mãos do OleiroComo Barro nas Mãos do Oleiro
Como Barro nas Mãos do Oleiro
 
Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.
Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.
Intercessão dos pais pelos filhos e filhos pelos pais.
 
Profetas maiores ibadep o livro de lamentações
Profetas maiores ibadep o livro de lamentaçõesProfetas maiores ibadep o livro de lamentações
Profetas maiores ibadep o livro de lamentações
 
Jeremias
JeremiasJeremias
Jeremias
 
Profeta jeremias
Profeta jeremiasProfeta jeremias
Profeta jeremias
 
30. O Livro do profeta Jeremias
30. O Livro do  profeta Jeremias30. O Livro do  profeta Jeremias
30. O Livro do profeta Jeremias
 
Profetas Maiores
Profetas MaioresProfetas Maiores
Profetas Maiores
 
Profeta Jeremías
Profeta JeremíasProfeta Jeremías
Profeta Jeremías
 
Santo espírito - Laura Souguellis
Santo espírito - Laura SouguellisSanto espírito - Laura Souguellis
Santo espírito - Laura Souguellis
 
Viverei, viverás
Viverei, viverásViverei, viverás
Viverei, viverás
 
A casa de zaqueu
A casa de zaqueuA casa de zaqueu
A casa de zaqueu
 

Semelhante a "Descendo à casa do oleiro"

Sem fé é impossivel agradar a deus 20-10-2013
Sem fé é impossivel agradar a deus   20-10-2013Sem fé é impossivel agradar a deus   20-10-2013
Sem fé é impossivel agradar a deus 20-10-2013
Bevilaqua José
 
Lição 4 - Diga não ao ritmo de vida deste mundo
Lição 4 - Diga não ao ritmo de vida deste mundoLição 4 - Diga não ao ritmo de vida deste mundo
Lição 4 - Diga não ao ritmo de vida deste mundo
Erberson Pinheiro
 
como barro na mão do oleiro parte 4.ppt
como barro na mão do oleiro parte 4.pptcomo barro na mão do oleiro parte 4.ppt
como barro na mão do oleiro parte 4.ppt
DulcyneiaGama
 
Construção de um vaso de benção
Construção de um vaso de bençãoConstrução de um vaso de benção
Construção de um vaso de benção
Joselito Machado
 
Tema a Deus em Todo o Tempo.
Tema a Deus em Todo o Tempo.Tema a Deus em Todo o Tempo.
Tema a Deus em Todo o Tempo.
Antonio Fernandes
 
O Romance Da Redenção - Tema II
O Romance Da Redenção - Tema IIO Romance Da Redenção - Tema II
O Romance Da Redenção - Tema II
Ramón Zazatt
 
Invocando o nome do Senhor
Invocando o nome do SenhorInvocando o nome do Senhor
Invocando o nome do Senhor
Pastor Robson Colaço
 
Unidade 5 - A Natureza do Homem criado 1 - V2018
Unidade 5 - A Natureza do Homem criado 1 - V2018Unidade 5 - A Natureza do Homem criado 1 - V2018
Unidade 5 - A Natureza do Homem criado 1 - V2018
Ramón Zazatt
 
Sem fé é impossivel agradar a deus 20-10-2013
Sem fé é impossivel agradar a deus   20-10-2013Sem fé é impossivel agradar a deus   20-10-2013
Sem fé é impossivel agradar a deus 20-10-2013
Bevilaqua José
 
Ebook jesus o nosso modelo
Ebook jesus o nosso modeloEbook jesus o nosso modelo
Ebook jesus o nosso modelo
fabiteodoro
 
Licao 9 3 t - 2019 - a mordomia do trablaho
Licao 9   3 t - 2019 - a mordomia do trablahoLicao 9   3 t - 2019 - a mordomia do trablaho
Licao 9 3 t - 2019 - a mordomia do trablaho
Vilma Longuini
 
Licao 9 3 t - 2019 - a mordomia do trabalho pdf para a grupo
Licao 9   3 t - 2019 - a mordomia do trabalho pdf para a grupoLicao 9   3 t - 2019 - a mordomia do trabalho pdf para a grupo
Licao 9 3 t - 2019 - a mordomia do trabalho pdf para a grupo
Vilma Longuini
 
❉ Respostas 6 - Atos simbólicos_GGR
❉ Respostas 6 - Atos simbólicos_GGR❉ Respostas 6 - Atos simbólicos_GGR
❉ Respostas 6 - Atos simbólicos_GGR
Gerson G. Ramos
 
Em cristo, todas as coisas são redimidas
Em cristo, todas as coisas são redimidasEm cristo, todas as coisas são redimidas
Em cristo, todas as coisas são redimidas
Leonardo Sousa Corrêa
 
Kairós para crianças RCC
Kairós para crianças RCCKairós para crianças RCC
Kairós para crianças RCC
Rogerio Souza
 
Como devemos viver - Paul Washer
Como devemos viver - Paul WasherComo devemos viver - Paul Washer
Como devemos viver - Paul Washer
Andrea Leite
 
U.VI - O Princípio Da Humanidade 2 - 2009
U.VI - O Princípio Da Humanidade 2 - 2009U.VI - O Princípio Da Humanidade 2 - 2009
U.VI - O Princípio Da Humanidade 2 - 2009
Ramón Zazatt
 
Slide pdf
Slide pdfSlide pdf
Slide pdf
Jesildo Seixas
 
Tema a deus em todo tempo
Tema a deus em todo tempoTema a deus em todo tempo
Tema a deus em todo tempo
Moisés Sampaio
 
Hans k la rondelle
Hans k la rondelleHans k la rondelle
Hans k la rondelle
Eliel Pereira Piment pimenta
 

Semelhante a "Descendo à casa do oleiro" (20)

Sem fé é impossivel agradar a deus 20-10-2013
Sem fé é impossivel agradar a deus   20-10-2013Sem fé é impossivel agradar a deus   20-10-2013
Sem fé é impossivel agradar a deus 20-10-2013
 
Lição 4 - Diga não ao ritmo de vida deste mundo
Lição 4 - Diga não ao ritmo de vida deste mundoLição 4 - Diga não ao ritmo de vida deste mundo
Lição 4 - Diga não ao ritmo de vida deste mundo
 
como barro na mão do oleiro parte 4.ppt
como barro na mão do oleiro parte 4.pptcomo barro na mão do oleiro parte 4.ppt
como barro na mão do oleiro parte 4.ppt
 
Construção de um vaso de benção
Construção de um vaso de bençãoConstrução de um vaso de benção
Construção de um vaso de benção
 
Tema a Deus em Todo o Tempo.
Tema a Deus em Todo o Tempo.Tema a Deus em Todo o Tempo.
Tema a Deus em Todo o Tempo.
 
O Romance Da Redenção - Tema II
O Romance Da Redenção - Tema IIO Romance Da Redenção - Tema II
O Romance Da Redenção - Tema II
 
Invocando o nome do Senhor
Invocando o nome do SenhorInvocando o nome do Senhor
Invocando o nome do Senhor
 
Unidade 5 - A Natureza do Homem criado 1 - V2018
Unidade 5 - A Natureza do Homem criado 1 - V2018Unidade 5 - A Natureza do Homem criado 1 - V2018
Unidade 5 - A Natureza do Homem criado 1 - V2018
 
Sem fé é impossivel agradar a deus 20-10-2013
Sem fé é impossivel agradar a deus   20-10-2013Sem fé é impossivel agradar a deus   20-10-2013
Sem fé é impossivel agradar a deus 20-10-2013
 
Ebook jesus o nosso modelo
Ebook jesus o nosso modeloEbook jesus o nosso modelo
Ebook jesus o nosso modelo
 
Licao 9 3 t - 2019 - a mordomia do trablaho
Licao 9   3 t - 2019 - a mordomia do trablahoLicao 9   3 t - 2019 - a mordomia do trablaho
Licao 9 3 t - 2019 - a mordomia do trablaho
 
Licao 9 3 t - 2019 - a mordomia do trabalho pdf para a grupo
Licao 9   3 t - 2019 - a mordomia do trabalho pdf para a grupoLicao 9   3 t - 2019 - a mordomia do trabalho pdf para a grupo
Licao 9 3 t - 2019 - a mordomia do trabalho pdf para a grupo
 
❉ Respostas 6 - Atos simbólicos_GGR
❉ Respostas 6 - Atos simbólicos_GGR❉ Respostas 6 - Atos simbólicos_GGR
❉ Respostas 6 - Atos simbólicos_GGR
 
Em cristo, todas as coisas são redimidas
Em cristo, todas as coisas são redimidasEm cristo, todas as coisas são redimidas
Em cristo, todas as coisas são redimidas
 
Kairós para crianças RCC
Kairós para crianças RCCKairós para crianças RCC
Kairós para crianças RCC
 
Como devemos viver - Paul Washer
Como devemos viver - Paul WasherComo devemos viver - Paul Washer
Como devemos viver - Paul Washer
 
U.VI - O Princípio Da Humanidade 2 - 2009
U.VI - O Princípio Da Humanidade 2 - 2009U.VI - O Princípio Da Humanidade 2 - 2009
U.VI - O Princípio Da Humanidade 2 - 2009
 
Slide pdf
Slide pdfSlide pdf
Slide pdf
 
Tema a deus em todo tempo
Tema a deus em todo tempoTema a deus em todo tempo
Tema a deus em todo tempo
 
Hans k la rondelle
Hans k la rondelleHans k la rondelle
Hans k la rondelle
 

Mais de Ramón Zazatt

Unidade 15 - O fim das Nações
Unidade 15 -  O fim das NaçõesUnidade 15 -  O fim das Nações
Unidade 15 - O fim das Nações
Ramón Zazatt
 
Unidade 14 - O Grande e Terrível Dia do Senhor
Unidade 14 - O Grande e Terrível Dia do SenhorUnidade 14 - O Grande e Terrível Dia do Senhor
Unidade 14 - O Grande e Terrível Dia do Senhor
Ramón Zazatt
 
Unidade 13 - O Plano da Salvação 3 - Salvação Plena
Unidade 13  - O Plano da Salvação 3 - Salvação PlenaUnidade 13  - O Plano da Salvação 3 - Salvação Plena
Unidade 13 - O Plano da Salvação 3 - Salvação Plena
Ramón Zazatt
 
Unidade 12 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 2
Unidade 12 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 2Unidade 12 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 2
Unidade 12 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 2
Ramón Zazatt
 
Unidade 11 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 1
Unidade 11 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 1Unidade 11 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 1
Unidade 11 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 1
Ramón Zazatt
 
Bem-aventurados os Mansos e os Humildes
Bem-aventurados os Mansos e os HumildesBem-aventurados os Mansos e os Humildes
Bem-aventurados os Mansos e os Humildes
Ramón Zazatt
 
Unidade 10 - O Centro do Evangelho
Unidade 10 - O Centro do EvangelhoUnidade 10 - O Centro do Evangelho
Unidade 10 - O Centro do Evangelho
Ramón Zazatt
 
Unidade 9 - O Principio do Evangelho
Unidade 9 -  O Principio do EvangelhoUnidade 9 -  O Principio do Evangelho
Unidade 9 - O Principio do Evangelho
Ramón Zazatt
 
Unidade 8 - A Dura Realidade da Morte
Unidade 8 - A Dura Realidade da MorteUnidade 8 - A Dura Realidade da Morte
Unidade 8 - A Dura Realidade da Morte
Ramón Zazatt
 
Unidade 7 - A Natureza da Tentacão e do Pecado
Unidade 7 - A Natureza da Tentacão e do PecadoUnidade 7 - A Natureza da Tentacão e do Pecado
Unidade 7 - A Natureza da Tentacão e do Pecado
Ramón Zazatt
 
Unidade 6 - A natureza do Homem criado 2 - V2018
Unidade 6 -  A natureza do Homem criado 2 - V2018Unidade 6 -  A natureza do Homem criado 2 - V2018
Unidade 6 - A natureza do Homem criado 2 - V2018
Ramón Zazatt
 
Unidade 4 - Descobrindo em parte "O Mistério da Trindade" - versão 2018.
 Unidade 4 - Descobrindo em parte "O Mistério da Trindade" - versão 2018. Unidade 4 - Descobrindo em parte "O Mistério da Trindade" - versão 2018.
Unidade 4 - Descobrindo em parte "O Mistério da Trindade" - versão 2018.
Ramón Zazatt
 
Unidade 3 - Deus no Relato da Criação - versão 2018
Unidade 3 - Deus no Relato da Criação - versão 2018Unidade 3 - Deus no Relato da Criação - versão 2018
Unidade 3 - Deus no Relato da Criação - versão 2018
Ramón Zazatt
 
Unidade 1 - Descobrindo a Bíblia- Introdução - versão 2018
Unidade 1 -  Descobrindo a Bíblia-  Introdução - versão 2018Unidade 1 -  Descobrindo a Bíblia-  Introdução - versão 2018
Unidade 1 - Descobrindo a Bíblia- Introdução - versão 2018
Ramón Zazatt
 
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
Ramón Zazatt
 
Viver para glória de Deus
Viver para glória de DeusViver para glória de Deus
Viver para glória de Deus
Ramón Zazatt
 
Um espelho chamado cristão.
Um espelho chamado cristão.Um espelho chamado cristão.
Um espelho chamado cristão.
Ramón Zazatt
 
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 3
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 3Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 3
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 3
Ramón Zazatt
 
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 2
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 2Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 2
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 2
Ramón Zazatt
 
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1
Ramón Zazatt
 

Mais de Ramón Zazatt (20)

Unidade 15 - O fim das Nações
Unidade 15 -  O fim das NaçõesUnidade 15 -  O fim das Nações
Unidade 15 - O fim das Nações
 
Unidade 14 - O Grande e Terrível Dia do Senhor
Unidade 14 - O Grande e Terrível Dia do SenhorUnidade 14 - O Grande e Terrível Dia do Senhor
Unidade 14 - O Grande e Terrível Dia do Senhor
 
Unidade 13 - O Plano da Salvação 3 - Salvação Plena
Unidade 13  - O Plano da Salvação 3 - Salvação PlenaUnidade 13  - O Plano da Salvação 3 - Salvação Plena
Unidade 13 - O Plano da Salvação 3 - Salvação Plena
 
Unidade 12 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 2
Unidade 12 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 2Unidade 12 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 2
Unidade 12 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 2
 
Unidade 11 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 1
Unidade 11 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 1Unidade 11 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 1
Unidade 11 - Descobrindo o Plano de Salvação - Aspecto 1
 
Bem-aventurados os Mansos e os Humildes
Bem-aventurados os Mansos e os HumildesBem-aventurados os Mansos e os Humildes
Bem-aventurados os Mansos e os Humildes
 
Unidade 10 - O Centro do Evangelho
Unidade 10 - O Centro do EvangelhoUnidade 10 - O Centro do Evangelho
Unidade 10 - O Centro do Evangelho
 
Unidade 9 - O Principio do Evangelho
Unidade 9 -  O Principio do EvangelhoUnidade 9 -  O Principio do Evangelho
Unidade 9 - O Principio do Evangelho
 
Unidade 8 - A Dura Realidade da Morte
Unidade 8 - A Dura Realidade da MorteUnidade 8 - A Dura Realidade da Morte
Unidade 8 - A Dura Realidade da Morte
 
Unidade 7 - A Natureza da Tentacão e do Pecado
Unidade 7 - A Natureza da Tentacão e do PecadoUnidade 7 - A Natureza da Tentacão e do Pecado
Unidade 7 - A Natureza da Tentacão e do Pecado
 
Unidade 6 - A natureza do Homem criado 2 - V2018
Unidade 6 -  A natureza do Homem criado 2 - V2018Unidade 6 -  A natureza do Homem criado 2 - V2018
Unidade 6 - A natureza do Homem criado 2 - V2018
 
Unidade 4 - Descobrindo em parte "O Mistério da Trindade" - versão 2018.
 Unidade 4 - Descobrindo em parte "O Mistério da Trindade" - versão 2018. Unidade 4 - Descobrindo em parte "O Mistério da Trindade" - versão 2018.
Unidade 4 - Descobrindo em parte "O Mistério da Trindade" - versão 2018.
 
Unidade 3 - Deus no Relato da Criação - versão 2018
Unidade 3 - Deus no Relato da Criação - versão 2018Unidade 3 - Deus no Relato da Criação - versão 2018
Unidade 3 - Deus no Relato da Criação - versão 2018
 
Unidade 1 - Descobrindo a Bíblia- Introdução - versão 2018
Unidade 1 -  Descobrindo a Bíblia-  Introdução - versão 2018Unidade 1 -  Descobrindo a Bíblia-  Introdução - versão 2018
Unidade 1 - Descobrindo a Bíblia- Introdução - versão 2018
 
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
 
Viver para glória de Deus
Viver para glória de DeusViver para glória de Deus
Viver para glória de Deus
 
Um espelho chamado cristão.
Um espelho chamado cristão.Um espelho chamado cristão.
Um espelho chamado cristão.
 
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 3
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 3Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 3
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 3
 
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 2
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 2Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 2
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 2
 
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1
Uma Visão do Discipulado Cristão - Parte 1
 

Último

O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 

Último (11)

O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 

"Descendo à casa do oleiro"

  • 1.
  • 2. 1Série Figuras da SalvaçãoTópico 1 - Atualizado em 18082013 “Descendo à casa do Oleiro...” (SERMÃO ) Texto central: Jeremias 18:1 a 6 1“PALAVRA do Senhor, que veio a Jeremias, dizendo: 2 Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras. 3 E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas, 4 Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer. 5 Então veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: 6 Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o Senhor. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.” Introdução Se conta que em Sevilla, cidade da Espanha, há um bairro, no qual durante anos tem sido um lugar de olarias e oleiros, por ser assim tem uma das suas ruas com o nome de “Alfareria”, que significa olaria. Quando um turista passa por ali podem-se ver até hoje, comércios que fabricam e vendem cerâmicas. O interessante é que na fachada de um desses comércios há um azulejo (um ladrilho vidrado grande) com uma frase que diz: Alfareria: "Oficio noble y bizarro, de entre todos el primero, pues en el oficio del barro, Dios fue el primer alfarero y el hombre el primer cacharro.“ Ouvi dizer que virou ditado, que traduzido seria mais o menos assim: Olaria: “Ofício nobre e bizarro, entre todos o primeiro, é o ofício do barro, pois Deus foi o primeiro dos oleiros e o homem o primeiro vaso” 2 Porque Deus nos fez do barro? Porque Deus escolheu a “olaria para nos fabricar”? -Deus sempre faz as coisas com sentido, tudo tem um porquê e um para quê. -Porque Deus escolheu o barro e se fez oleiro? Veja assim diz Gênesis 2:7 “E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.” Versão Almeida Revista e corrigida. (ARC) Entre outros motivos estão estes: 1º Deus não quer que você e eu esqueçamos que temos limitações. Somos totalmente dependentes. De Deus e do resto da criação, mensagem inserida no capítulo 1 de Gênesis. 2º Que somos seres terrenos. Pois, somos parte da criação, junto com a terra, e somos parte dela.
  • 3. 3 4Entre outros motivos talvez (Cont.): 3º Somos formados dos mesmos constituintes do pó da terra, dos mesmos elementos. E é surpreendente o grande mistério da vida! 4º Quando o homem morre vai para o pó. Gên. 3:19 - É a dura realidade, consequência fatal do pecado. Esta mensagem de Jeremias está fundamentada na mensagem central da palavra de Deus, o plano de salvação. O Senhor tem muitas maneiras de revelar tudo o concernente ao plano, o fez em forma progressiva e para isso utilizou figuras extraordinárias!! Podemos compactar o plano, em palavras simples, mais o menos assim: 1 - O homem foi criado por Deus, para obediência, é a mensagem de Gên. 2:16 e 17 2 – E o homem tinha a capacidade de obedecer, caráter perfeito, criado à “imagem e semelhança de Deus” Gên. 1:26 – Hebreus 2: 6 e 7 3 – Mas, entrou o pecado e pecado na sua primeira definição é desobediência. Gên. 3. Isto é: Daí em diante o homem perdeu a capacidade de obedecer, assim nascemos a “a imagem e semelhança de Adão”, Gên. 5:3 O que trouxe como consequência a morte, Gên. 3. 4 - Então o criador começa a revelar o seu plano, por iniciativa Sua e pelo Seu amor pela raça caída, de como vai resgatar e restaurar a capacidade de obediência no homem. a)Primeiro entrega a Lei dos dez mandamentos, que serve para pôr em evidência a desobediência. Como diz Paulo: “ Sobreveio a Lei para que avultasse a ofensa, (desobediência ou pecado)...” Rom. 5:20* b)Depois estabelece a Lei cerimonial, que tinha como fundamento, mostrar a gravidade da desobediência, na qual o cordeiro inocente morto e todos os serviços apontam o Salvador. Nota: Fica claro o que diz Paulo no texto anterior, a Lei inclui toda a revelação dos cinco livros de Moisés, inclusive a Lei cerimonial. 6 – Então veio a “CRUZ”, ali o verdadeiro cordeiro é morto, como dizia a profecia (Isaías 53: 1 a 11), O substituto leva sobre si o castigo. Na cruz começa a ser resolvido o problema: Recuperar a capacidade de obedecer e tudo “pela obediência de um só”, Cristo. Rom. 5:19 Veja agora a salvação é uma só, mas inclui dois aspectos, o que Deus fez em nosso favor na pessoa de Cristo e o que Deus faz no crente. O primeiro aspecto, garantido pela obediência de Cristo, aceito pela fé, garante o segundo, se crê e se há entrega. É ali onde começa a obra de Deus para recuperar a capacidade de obedecer no homem. Na Bíblia a obediência é fruto da salvação. Confira: Ezequiel 36:27 - Efésios 2:8 a 10 - I Pedro 1:2 Examine o quadro: Nota: Recomendamos fazer o Novo Curso Bíblico Ideal Cristão, de nossa autoria, para mais detalhes do plano da salvação, veja em: http://www.novocbic.blogspot.com.br/
  • 4. Assim é a didática de Deus: Voltando ao nosso texto: Quando a palavra proclamada, anunciada, há encontrado um ponto final, isto é quando a palavra já não produz efeito na vida de um ser humano ou de um povo, Deus recorre a um elemento muito interessante...! Alguns a chamam de, “uma ação dramática”, que é a compreensão das palavras através de uma figura, e é disto que trata o contexto de Jeremias 18:1 a 6 Trata-se do mesmo método de ensino de Jesus nos evangelhos a traves das parábolas; é a sua didática. As palavras já não mexem na espiritualidade de Israel, o Senhor, agora se volta para o profeta para mostrar através de uma figura, para que ele possa descobrir razões e verdades. “A PALAVRA do Senhor, que veio a Jeremias, dizendo: Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras” Ele quis dizer: “Através da observação do oleiro receberás a mensagem” v.3 - O texto diz que Jeremias se levantou e foi e lá estava o oleiro trabalhando sobre a roda... É o que esperava ver...! “... ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas.” Se observamos bem encontramos três elementos mais importantes: O oleiro, a roda, e de maneira implícita o barro. 1 2 3 Suas mãos, (as mãos do oleiro), estão postas no barro trabalhando sobre a roda. Notou? As mãos do oleiro estão no barro, o barro não está nas mãos, porém sobre a roda e de uma forma direta diz que ele trabalhava sobre a roda. Para nossa imaginação ser desafiada, o quadro nos leva ao relato da criação: 1 - Em Gênesis 2:7, Onde Deus parte do barro para criar o homem. 2 - No plano da salvação, não é diferente, nesta figura, o criador, também parte do barro. Trata-se de uma nova criação!! >>> Há um simbolismo aqui, na figura da roda: Sim o oleiro representa Deus e o barro representa o homem e a vida do homem é representada pela roda. É por esse motivo que a mão está no barro e o barro está na roda. Eu vejo uma figura extraordinária, muito interessante interpretar e poder entender o que Deus disse a Jeremias. Ao olhar a roda, a roda representa a vida, e não é uma ideia louca imaginar-se a vida como uma roda, a roda do oleiro girava constantemente e a vida parece uma roda – Notou? 5 6
  • 5. Como é a perda de um esposo, de um filho...! A nossa vida é assim, onde havia risos de pronto a alegria se transformou em luto. E há pessoas que vivem assim castigadas pelos giros da vida. Para alguns outros, ao contrário, a velocidade dos giros da vida é lenta, monótona, é o costumeiro, sempre o mesmo, faz sentir que a vida é lenta...lhes parece que as horas não passam nunca. Sempre é assim quando as coisas vão bem parece que o tempo passa voando. Os momentos felizes passam rápido demais...e nos lamentamos, “como passou rápido o tempo!” Claro que o tempo é sempre o mesmo, mas segundo a perspectiva parece ser um giro repentino ou lento. Quando há felicidade o tempo voa...!!!!!! Quando há tristeza o tempo parece que se detém!!!!! Eu penso que ao ver a roda do oleiro girar, logicamente representa a vida, a vida gira. Para alguns sempre é mais do mesmo....sempre a mesma miséria, sempre a mesma dívida, sempre as doenças, as queixas ...etc. Há coisas que passam muito rápido e outras que passam muito lentamente. É assim a roda da vida. É assim que o ser humano põe seu olhar sobre a roda da vida...e pode dizer: A alguém lhe vá melhor...ou a outro lhe vá pior. 7 8 Vamos abrir um parênteses: Para alguns a vida dá um giro inesperado, violentamente gira mudando o quadro, de situação e de cenário de uma maneira veloz, por uma catástrofe, por uma perda, por uma ausência. Hoje feliz, amanhã triste, e há um grande número de pessoas que se vem envolvidas em giros repentinos que dá a vida! Agora Jeremias estava olhando para a roda e o Senhor lhe disse: O oleiro está trabalhando sobre a roda...e paro aqui para salientar, não há outra maneira do oleiro trabalhar que não seja sobre a roda ... O oleiro não trabalha sobre um banco, sobre uma mesa, o faz exclusivamente sobre a roda. Há uma afirmação que fala de algo lógico...é assim que ele trabalha. É como se Deus estivesse falando: “Observa a roda, a roda é como a vida , gira, não anda de um lado para outro, parece estar sempre no mesmo ponto, o que pode mudar é a velocidade com o qual acontecem os fatos.” “É assim durante a vida do homem que escolheu voltar a ser o barro nas mãos do criador, o barro não tem vontade própria e deixa o grande oleiro fazer a sua obra, Ele vai trabalhar durante toda a sua vida.
  • 6. Vamos pensar um pouco! Todo o mundo deve ter a noção de que um bom trabalho de oleiro, depende da elasticidade, a maciez do barro e docilidade que tenha para ser moldado e transformado. Ninguém imagina um barro cheio de pedras ou pedrinhas, qualquer sujeira e endurecido, tem que estar macio, flexível e homogêneo, porque assim ele fica firme sobre a roda. Há pessoas que não conseguem se adaptar a vida, quando a vida gira como não podem se adaptar a vida elas quebram; e há outros que são mais flexíveis e se acomodam mais rápido ás mudanças. Podemo-nos adaptar a essa vida...ou então renunciar a vida. De uma maneira mais simples, esquecendo a fé cristã, há pessoas que se acostumam com a vida e há outros que renegam toda a vida independente de como se apresenta. Do ponto de vista espiritual acontece a mesma coisa, a pessoa pode Nascer de novo, iniciar o processo de salvação, porém isto não anula a vontade humana, pelo livre arbítrio, pode resistir, abandonar o oleiro e até voltar atrás ou esfriar na fé. At 7.51 – “... vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim vós sois como vossos pais” O que é resistir ao Espírito Santo. É recusar, de forma consciente, a vontade divina transmitida pelo Espírito Santo mediante a Palavra de Deus e por meio de seu trabalho em nossos corações. Mas, a qualquer momento pode haver um reavivamento e o processo continua. 9 10 A santificação: No plano de salvação, Deus efetuou a primeira fase plano, na pessoa do salvador, e essa obra garantida pela obediência de Cristo, tem que ser apresentada de livre espontânea vontade, a Deus como única justificativa, para que o Seu plano possa ter continuidade. 1 - Sem isso Deus não pode, foi Ele que diz, após a entrada do pecado, “...é certo que morrereis” e não poderia levantar a penalidade. E se o fizesse seria acusado de injusto ou de mentiroso. Está em jogo o seu caráter. 2 – Por outro lado, tendo em conta que o homem foi criado um ser livre, não poderia invadir o coração do homem. É a justificação pela fé, a porta de entrada para a restauração do homem. O barro que somos nós, que pela fé chegamos Deus, está sobre a roda da vida, e o criador enquanto vivemos está fazendo a sua obra. É um processo longo, demorado porque depende da submissão, da entrega de cada um. Isto é o que a palavra de Deus chama de santificação. Ou como diz o apóstolo Paulo: “ ... somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.” II Cor. 3:18 >>> Agora veja, a figura central da revelação, não é a roda, o que importa é o que está encima da roda, e é o “Barro”, e o barro, é o ser humano, é você e Eu. Então poderíamos dizer que a visão fala da qualidade do ser humano.
  • 7. Neste processo o homem pode falhar, abandonar, porém, Deus está sempre disposto a continuar a Sua obra. >>> Jeremias está olhando e o Senhor está dizendo: 1 - Olha ali o oleiro que é Deus 2 - Ali estão as rodas, que representam a vida. 3 - E o barro que representa o homem. Porém, quero dizer que no cenário, nem a roda, nem o barro que está sobre a roda, ainda não são os mais importantes. Então o que é mais importante na visão? Nem a roda...nem o barro...nem o oleiro que representa Deus são importantes... 1 - Há pessoas acreditam que Deus existe,.. 2 - mas, que conseguem viver sem Deus...até com um certo equilíbrio e sucesso, só enquanto a ”roda gira” (enquanto a vida dura) Agora Jeremias está olhando e há uma expectativa no ar...! A pergunta mais importante até aqui: O que quis Deus mostrar ao ver o oleiro, a roda e o barro? 11 12 - O detalhe é bem simples, o importante da visão são as mãos do oleiro. v. 4 - A palavra de Deus diz: “...o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro...” Resumindo: Ele está dizendo que: “a roda é a vida, o barro é você, o oleiro sou Eu e você se quebrou em minhas mãos.” Eu vou tentar explicar com esta história: Uma vez um turista parou enfrente de um oleiro, a roda estava girando com muita velocidade, o barro estava sobre a roda, o oleiro tinha colocado suas mãos sobre o barro e estava lhe dando formas. Num momento determinado a vasilha se quebrou nas mãos do oleiro, e o turista lhe disse: - “Por quê a quebrou ela estava perfeita? Eu vi quando suas mãos a esmagaram.”
  • 8. E o oleiro respondeu: - “Amigo, você pode vela perfeita, é verdade, aos olhos de qualquer pessoa estava perfeita, porém eu que pus minhas mãos nela senti pelo tato de meus dedos que nas entranhas do barro havia uma dureza; uma impureza sabe? -Eu poderia ter deixado a vasilha assim e ninguém teria levantado suspeitas que dentro das paredes da vasilha teria alguma dureza, porém, amigo eu a toquei com as minhas próprias mãos, palpei com as minhas gemas dos dedos e senti que esse pedaço de barro não era o que eu queria para a minha vasilha. Então a quebrei em minhas mãos para retirar a impureza” Sim, diz Deus: Jeremias...!! “Vá a casa do oleiro, e ali ele trabalha sobre a roda e o vaso se quebrou em suas mãos.” A mensagem de Deus a Jeremias foi: Não importa quantas voltas a vida dá, não interessa o flexível que você seja, o que interessa realmente são Suas mãos. Nas mão do Oleiro. Pela justificação pela fé, isto é se crê, Ele tira limpa de toda impureza, do pecado e reinicia todo de novo, quantas vezes cada um permitir. I João 2:1 a 2 Se o “Oleiro” há podido meter as mãos no barro, que é você, eles tocarão a impureza, e sem que ninguém veja ou saiba o oleiro sabe o que há dentro e “o bom Oleiro” deixará que se quebre para tirar a impureza e voltar a dar-lhe forma. 13 14 v.4 - “Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer.” Temos que ser quebrados... Daí que a palavra de Deus fala dos quebrantados de coração: >>> Quero chegar a conclusão de que a vida sempre gira, de que os homens e mulheres somos barro, que Deus pode, é o grande Oleiro, mas há homens e mulheres que sabem que Deus os fez do barro, que em certa forma conhecem a Deus, porém nunca deixaram Deus por as suas mãos sobre eles... Sobre a sua vida...! Tem muitos “Cristãos” que dizem ter aceito Jesus como o seu salvador pessoal. E pela fé acreditam que serão justificados ante Deus e perdoados os seus pecados passados. Porém não entendem ou não aceitam, que a obra da salvação continue na sua pessoa, que é a santificação. Olhar para o oleiro, para a roda, e para o barro... é bom! Olhar para Deus, olhar para a vida e para você ...é bom...
  • 9. Mas antes, olhe para as mãos do oleiro, você tem permitido que Ele ponha Suas mãos em você ... há permitido a Deus, por suas mãos no barro e há encontrar as impurezas ...? Só você poder lhe permitir, ser submisso assim como o barro. Então entenda se assim for, Deus, o Oleiro, quer refazer você “segundo a Ele lhe pareça”. V.6 “Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o Senhor. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.” “Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro?” Se o barro estiver nas mãos do oleiro, a obra poderá ser refeita. 15 16O agente criador Permita-me ainda continuar com a analogia: Se pisa o barro – O barro tal como é retirado do solo tem impurezas, então é necessário acrescentar água e é pisado. Durante este processo vão se separando as pedras e algumas outras coisas que fariam dano a obra final... Também vai dar a consistência necessária para poder trabalhar com ele. >>> Irmãos e amigos, Deus quer fazer a Sua obra em nós, e primeiro quer retirar as impurezas. A justificação garante isso! A água nas escrituras representam o agente de Deus, a pessoa, O Espírito santo, que executa os planos de Deus. João 3: 5 a 6 - Ezequiel 36: 25 a 27 Para isso Ele submete a cada um de nós à prova, situações em que somos pisados, quebrados, esmagados e junto com a água (a Sua Palavra e o Espírito Santo), vá tirando todo o que atrapalha. ”Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” 2 cor. 5:17 Isto é o plano da salvação em andamento: ” Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.” Efes. 2:10 >>> Estas são as promessas! Entregue hoje a sua vida nas mãos de Deus ... A justificação pela fé, é a obra de Deus em Cristo por nós, se você crê nisso, os seus pecados passados são perdoados. A santificação é a continuação, da sua obra, agora em cada um de nós, si apresentamos Jesus como a nossa justificativa.
  • 10. Mesmo antes de começar a Sua obra em nós, já está preocupado com a limpeza. As vezes doem as pisadas, essas impurezas faziam à muito tempo parte de nossa vida, e só assim poderemos ser boas peças de oleiro. Sem a limpeza nunca seremos o que Deus desenhou para que fôssemos. - É por este motivo que as pessoas que brincam com o pecado nunca chegam a nenhum lugar. - Temos que deixar Deus pôr as suas mãos em nós! Diz a Escritura: “Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra ... e outro para desonra?” Hebreus 9:21 Acredita nisso? Adaptado por: Prof. Ramón Zazatt Atualizado em 18082013 17 18 http://www.homerzatt.blogspot.com.br/ Recomende e Veja outros temas escolhidos em: Homerzatt - Princípios teológicos básicos. Gostou? Estude a Bíblia conosco: Novo Curso Bíblico Ideal Cristão Online: http://novocbic.blogspot.com.br/