SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIVERSIDADE FEDERAL DO
        MARANHÃO
PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE
      PROFESSORES
        PROFBPAR
    CURSO: PEDAGOGIA
  PROF : MARIA DA GLORIA
Acadêmico
   Ana Kennya
   Cícero Luciano
   Claudionor
   Diana Pereira
   Evanuza Santos
   Francisco Marcone
   Hudineia Rosa
Festa Afro – Descendente
 Umbanda – Grajaú/MA
   Umbanda é uma religião formada dentro de uma cultura religiosa
    brasileira que sincrética vários elementos, inclusive como o
    catolicismo, o espiritismo, as religiões afro-brasileiras e
    religiosidade indígena.

   História
    Segundo as umbandistas, ela foi criada em 1908 pelo Médium Zélio
    Fernandino de Morais, sob a influencia do caboclo das sete
    Encruzilhadas.

   Em 1939 é formada a Federação Espírita de Umbanda, que, em
    1941, promove o I Congresso Brasileiro de Espiritualismo de
    Umbanda.
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda
Cultura afro brasileira umbanda

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Religião tradicional africana e o mundo religioso dos indígenas americanos.
Religião tradicional africana e o mundo religioso dos indígenas americanos.Religião tradicional africana e o mundo religioso dos indígenas americanos.
Religião tradicional africana e o mundo religioso dos indígenas americanos.
Leandro Nazareth Souto
 
Candomblé (intolerância religiosa)
Candomblé (intolerância religiosa)Candomblé (intolerância religiosa)
Candomblé (intolerância religiosa)
Suany Reis
 
Religião africana
Religião africanaReligião africana
Religião africana
Iasmin Padilha
 
Introdução ao Candomblé e seus Orixás
Introdução ao Candomblé e seus OrixásIntrodução ao Candomblé e seus Orixás
Introdução ao Candomblé e seus Orixás
nina rizzi
 
Seminário de Antropologia Cultural: candomblé
Seminário de Antropologia Cultural: candombléSeminário de Antropologia Cultural: candomblé
Seminário de Antropologia Cultural: candomblé
Alysson Rocha
 
Candomble
CandombleCandomble
Candomble
27101992
 
Candomble nacoes
Candomble nacoesCandomble nacoes
Candomble nacoes
Itamar Silva
 
Religiões de matriz africana
Religiões de matriz africanaReligiões de matriz africana
Religiões de matriz africana
Portal do Vestibulando
 
Ensino religioso 2º ano ensino médio
Ensino religioso  2º ano ensino médioEnsino religioso  2º ano ensino médio
Ensino religioso 2º ano ensino médio
Rafael Noronha
 
As religiões de matriz africana e a escola apostila
As religiões de matriz africana e a escola apostilaAs religiões de matriz africana e a escola apostila
As religiões de matriz africana e a escola apostila
Carmen Prisco
 
Os primeiros terreiros de candomblé do Brasil.
Os primeiros terreiros de candomblé do Brasil.Os primeiros terreiros de candomblé do Brasil.
Os primeiros terreiros de candomblé do Brasil.
Carmen Prisco
 
Diversidade religiosa!
Diversidade religiosa!Diversidade religiosa!
Diversidade religiosa!
Leonardo Pereira
 
O Candomblé e o Tempo - Reginaldo Prandi
O Candomblé e o Tempo - Reginaldo PrandiO Candomblé e o Tempo - Reginaldo Prandi
O Candomblé e o Tempo - Reginaldo Prandi
ENJT | Encontro Nacional da Juventude de Terreiro
 
Um candomblé em Fortaleza-CE
Um candomblé em Fortaleza-CEUm candomblé em Fortaleza-CE
Um candomblé em Fortaleza-CE
José Alberto Almeida Junior
 
Religião e africanidade
Religião e africanidadeReligião e africanidade
Religião e africanidadefespiritacrista
 

Mais procurados (15)

Religião tradicional africana e o mundo religioso dos indígenas americanos.
Religião tradicional africana e o mundo religioso dos indígenas americanos.Religião tradicional africana e o mundo religioso dos indígenas americanos.
Religião tradicional africana e o mundo religioso dos indígenas americanos.
 
Candomblé (intolerância religiosa)
Candomblé (intolerância religiosa)Candomblé (intolerância religiosa)
Candomblé (intolerância religiosa)
 
Religião africana
Religião africanaReligião africana
Religião africana
 
Introdução ao Candomblé e seus Orixás
Introdução ao Candomblé e seus OrixásIntrodução ao Candomblé e seus Orixás
Introdução ao Candomblé e seus Orixás
 
Seminário de Antropologia Cultural: candomblé
Seminário de Antropologia Cultural: candombléSeminário de Antropologia Cultural: candomblé
Seminário de Antropologia Cultural: candomblé
 
Candomble
CandombleCandomble
Candomble
 
Candomble nacoes
Candomble nacoesCandomble nacoes
Candomble nacoes
 
Religiões de matriz africana
Religiões de matriz africanaReligiões de matriz africana
Religiões de matriz africana
 
Ensino religioso 2º ano ensino médio
Ensino religioso  2º ano ensino médioEnsino religioso  2º ano ensino médio
Ensino religioso 2º ano ensino médio
 
As religiões de matriz africana e a escola apostila
As religiões de matriz africana e a escola apostilaAs religiões de matriz africana e a escola apostila
As religiões de matriz africana e a escola apostila
 
Os primeiros terreiros de candomblé do Brasil.
Os primeiros terreiros de candomblé do Brasil.Os primeiros terreiros de candomblé do Brasil.
Os primeiros terreiros de candomblé do Brasil.
 
Diversidade religiosa!
Diversidade religiosa!Diversidade religiosa!
Diversidade religiosa!
 
O Candomblé e o Tempo - Reginaldo Prandi
O Candomblé e o Tempo - Reginaldo PrandiO Candomblé e o Tempo - Reginaldo Prandi
O Candomblé e o Tempo - Reginaldo Prandi
 
Um candomblé em Fortaleza-CE
Um candomblé em Fortaleza-CEUm candomblé em Fortaleza-CE
Um candomblé em Fortaleza-CE
 
Religião e africanidade
Religião e africanidadeReligião e africanidade
Religião e africanidade
 

Destaque

02 o que umbanda
02   o que  umbanda02   o que  umbanda
1 história da umbanda
1   história da umbanda1   história da umbanda
1 história da umbanda
Vania Gomes
 
Edicao Nº 2 Umbanda
Edicao Nº 2   UmbandaEdicao Nº 2   Umbanda
Edicao Nº 2 Umbanda
Rodrigo heck
 
Cultura Afro Brasileira
Cultura Afro BrasileiraCultura Afro Brasileira
Cultura Afro Brasileira
Pizzaria Athenas
 
Umbanda sem medo vol iv
Umbanda sem medo vol ivUmbanda sem medo vol iv
Umbanda sem medo vol iv
Cristiano1983delf
 
Estudos de umbanda
Estudos de umbandaEstudos de umbanda
Estudos de umbanda
Tatiana Krzyk
 

Destaque (6)

02 o que umbanda
02   o que  umbanda02   o que  umbanda
02 o que umbanda
 
1 história da umbanda
1   história da umbanda1   história da umbanda
1 história da umbanda
 
Edicao Nº 2 Umbanda
Edicao Nº 2   UmbandaEdicao Nº 2   Umbanda
Edicao Nº 2 Umbanda
 
Cultura Afro Brasileira
Cultura Afro BrasileiraCultura Afro Brasileira
Cultura Afro Brasileira
 
Umbanda sem medo vol iv
Umbanda sem medo vol ivUmbanda sem medo vol iv
Umbanda sem medo vol iv
 
Estudos de umbanda
Estudos de umbandaEstudos de umbanda
Estudos de umbanda
 

Semelhante a Cultura afro brasileira umbanda

Folder candomblé
Folder candombléFolder candomblé
Folder candomblé
Emanuelle Alcântara
 
As religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostila
As religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostilaAs religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostila
As religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostila
Fátima Brito
 
As religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostila
As religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostilaAs religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostila
As religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostila
MODER85
 
Religiões Afro Macumba, Umbanda e Candomblé em Bom Jardim - MA
Religiões Afro   Macumba, Umbanda e Candomblé  em Bom Jardim - MAReligiões Afro   Macumba, Umbanda e Candomblé  em Bom Jardim - MA
Religiões Afro Macumba, Umbanda e Candomblé em Bom Jardim - MA
Adilson P Motta Motta
 
02 o que é umbanda a
02   o que é umbanda a02   o que é umbanda a
02 o que é umbanda a
02   o que é umbanda a02   o que é umbanda a
02 o que umbanda
02   o que  umbanda02   o que  umbanda
02 o que umbanda
02   o que  umbanda02   o que  umbanda
Estudos de aruanda i introdução à umbanda
Estudos de aruanda i introdução à umbandaEstudos de aruanda i introdução à umbanda
Estudos de aruanda i introdução à umbanda
Denise Tamaê
 
Candomblé
CandombléCandomblé
Candomblé
J. Alfredo Bião
 
O Brasil com axé: candomblé e umbanda no mercado religioso
O Brasil com axé: candomblé e umbanda no mercado religiosoO Brasil com axé: candomblé e umbanda no mercado religioso
O Brasil com axé: candomblé e umbanda no mercado religioso
Geraa Ufms
 
Sincretismo Religioso na Umbanda
Sincretismo Religioso na UmbandaSincretismo Religioso na Umbanda
Sincretismo Religioso na Umbanda
paikachambi
 
Umbanda
UmbandaUmbanda
Umbanda Mod. 1 Mãe Santana.pptx
Umbanda Mod. 1 Mãe Santana.pptxUmbanda Mod. 1 Mãe Santana.pptx
Umbanda Mod. 1 Mãe Santana.pptx
williammachado46
 
Resam
ResamResam
Africanos no brasil dominação e resistência
Africanos no brasil dominação e resistênciaAfricanos no brasil dominação e resistência
Africanos no brasil dominação e resistência
Graciley Borges
 
Trabalho religioes afro brasileira
Trabalho religioes afro brasileiraTrabalho religioes afro brasileira
Trabalho religioes afro brasileira
Gabriel Mayer
 
As religiões de matriz africana e a escola
As religiões de matriz africana e a escolaAs religiões de matriz africana e a escola
As religiões de matriz africana e a escola
Carmen Prisco
 
Diversidade Cultural no Brasil.docx
Diversidade Cultural no Brasil.docxDiversidade Cultural no Brasil.docx
Diversidade Cultural no Brasil.docx
NayanaNayllah
 
Celestino artigo
Celestino artigoCelestino artigo
Celestino artigo
sanlena
 

Semelhante a Cultura afro brasileira umbanda (20)

Folder candomblé
Folder candombléFolder candomblé
Folder candomblé
 
As religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostila
As religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostilaAs religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostila
As religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostila
 
As religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostila
As religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostilaAs religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostila
As religiões-de-matriz-africana-e-a-escola apostila
 
Religiões Afro Macumba, Umbanda e Candomblé em Bom Jardim - MA
Religiões Afro   Macumba, Umbanda e Candomblé  em Bom Jardim - MAReligiões Afro   Macumba, Umbanda e Candomblé  em Bom Jardim - MA
Religiões Afro Macumba, Umbanda e Candomblé em Bom Jardim - MA
 
02 o que é umbanda a
02   o que é umbanda a02   o que é umbanda a
02 o que é umbanda a
 
02 o que é umbanda a
02   o que é umbanda a02   o que é umbanda a
02 o que é umbanda a
 
02 o que umbanda
02   o que  umbanda02   o que  umbanda
02 o que umbanda
 
02 o que umbanda
02   o que  umbanda02   o que  umbanda
02 o que umbanda
 
Estudos de aruanda i introdução à umbanda
Estudos de aruanda i introdução à umbandaEstudos de aruanda i introdução à umbanda
Estudos de aruanda i introdução à umbanda
 
Candomblé
CandombléCandomblé
Candomblé
 
O Brasil com axé: candomblé e umbanda no mercado religioso
O Brasil com axé: candomblé e umbanda no mercado religiosoO Brasil com axé: candomblé e umbanda no mercado religioso
O Brasil com axé: candomblé e umbanda no mercado religioso
 
Sincretismo Religioso na Umbanda
Sincretismo Religioso na UmbandaSincretismo Religioso na Umbanda
Sincretismo Religioso na Umbanda
 
Umbanda
UmbandaUmbanda
Umbanda
 
Umbanda Mod. 1 Mãe Santana.pptx
Umbanda Mod. 1 Mãe Santana.pptxUmbanda Mod. 1 Mãe Santana.pptx
Umbanda Mod. 1 Mãe Santana.pptx
 
Resam
ResamResam
Resam
 
Africanos no brasil dominação e resistência
Africanos no brasil dominação e resistênciaAfricanos no brasil dominação e resistência
Africanos no brasil dominação e resistência
 
Trabalho religioes afro brasileira
Trabalho religioes afro brasileiraTrabalho religioes afro brasileira
Trabalho religioes afro brasileira
 
As religiões de matriz africana e a escola
As religiões de matriz africana e a escolaAs religiões de matriz africana e a escola
As religiões de matriz africana e a escola
 
Diversidade Cultural no Brasil.docx
Diversidade Cultural no Brasil.docxDiversidade Cultural no Brasil.docx
Diversidade Cultural no Brasil.docx
 
Celestino artigo
Celestino artigoCelestino artigo
Celestino artigo
 

Mais de CRIS TORRES

Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
CRIS TORRES
 
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
CRIS TORRES
 
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2 Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
CRIS TORRES
 
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIAPalestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
CRIS TORRES
 
Aula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogiaAula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogia
CRIS TORRES
 
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE” DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
CRIS TORRES
 
50 dicas para 2014
50 dicas para 201450 dicas para 2014
50 dicas para 2014
CRIS TORRES
 
Reflexão e atitude
Reflexão e atitudeReflexão e atitude
Reflexão e atitude
CRIS TORRES
 
Orientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisaOrientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisa
CRIS TORRES
 
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
CRIS TORRES
 
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
CRIS TORRES
 
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
CRIS TORRES
 
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalhoDicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
CRIS TORRES
 
O PARFOR no Estado do Maranhão
O PARFOR  no Estado do MaranhãoO PARFOR  no Estado do Maranhão
O PARFOR no Estado do Maranhão
CRIS TORRES
 
SALVE O LIVRO
SALVE O LIVROSALVE O LIVRO
SALVE O LIVRO
CRIS TORRES
 
História e politica educacional percurso
História e politica educacional   percursoHistória e politica educacional   percurso
História e politica educacional percurso
CRIS TORRES
 
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRECOMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
CRIS TORRES
 
Psicologia genética piaget
Psicologia genética   piagetPsicologia genética   piaget
Psicologia genética piaget
CRIS TORRES
 
Não há docência sem discência
Não há docência sem discênciaNão há docência sem discência
Não há docência sem discência
CRIS TORRES
 
Parâmetros curriculares nacionais
Parâmetros curriculares nacionaisParâmetros curriculares nacionais
Parâmetros curriculares nacionais
CRIS TORRES
 

Mais de CRIS TORRES (20)

Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
 
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
 
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2 Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
 
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIAPalestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
 
Aula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogiaAula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogia
 
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE” DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
 
50 dicas para 2014
50 dicas para 201450 dicas para 2014
50 dicas para 2014
 
Reflexão e atitude
Reflexão e atitudeReflexão e atitude
Reflexão e atitude
 
Orientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisaOrientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisa
 
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
 
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
 
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
 
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalhoDicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
 
O PARFOR no Estado do Maranhão
O PARFOR  no Estado do MaranhãoO PARFOR  no Estado do Maranhão
O PARFOR no Estado do Maranhão
 
SALVE O LIVRO
SALVE O LIVROSALVE O LIVRO
SALVE O LIVRO
 
História e politica educacional percurso
História e politica educacional   percursoHistória e politica educacional   percurso
História e politica educacional percurso
 
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRECOMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
 
Psicologia genética piaget
Psicologia genética   piagetPsicologia genética   piaget
Psicologia genética piaget
 
Não há docência sem discência
Não há docência sem discênciaNão há docência sem discência
Não há docência sem discência
 
Parâmetros curriculares nacionais
Parâmetros curriculares nacionaisParâmetros curriculares nacionais
Parâmetros curriculares nacionais
 

Cultura afro brasileira umbanda

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES PROFBPAR CURSO: PEDAGOGIA PROF : MARIA DA GLORIA
  • 2. Acadêmico  Ana Kennya  Cícero Luciano  Claudionor  Diana Pereira  Evanuza Santos  Francisco Marcone  Hudineia Rosa
  • 3. Festa Afro – Descendente Umbanda – Grajaú/MA
  • 4. Umbanda é uma religião formada dentro de uma cultura religiosa brasileira que sincrética vários elementos, inclusive como o catolicismo, o espiritismo, as religiões afro-brasileiras e religiosidade indígena.  História Segundo as umbandistas, ela foi criada em 1908 pelo Médium Zélio Fernandino de Morais, sob a influencia do caboclo das sete Encruzilhadas.  Em 1939 é formada a Federação Espírita de Umbanda, que, em 1941, promove o I Congresso Brasileiro de Espiritualismo de Umbanda.