SlideShare uma empresa Scribd logo
Conferência
Aplicação do Acordo Ortográfico nos
          manuais escolares
 2011/2012


  1.º e 2.º anos de escolaridade (todas as disciplinas)


  4.º ano de escolaridade de Matemática


  5.º e 6.º anos de escolaridade (todas as disciplinas exceto Educação Física,
            Educação Musical, Educação Visual e Tecnológica
            e Língua Portuguesa do 6.ºano)



  7.º ano de escolaridade de Língua Portuguesa


  8.º ano de escolaridade de Matemática
Professor Doutor João Malaca Casteleiro


Professor catedrático na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Foi diretor de investigação do Centro de Linguística da Universidade de Lisboa, conselheiro científico do Instituto

Nacional de Investigação Científica e presidente do Conselho Científico da Faculdade entre 1984 e 1987.

É professor convidado na Universidade da Beira Interior. É membro da Academia das Ciências de Lisboa, desde

1979, e foi presidente do seu Instituto de Lexicologia e Lexicografia entre 1991 e 2008.

Em representação da Academia das Ciências de Lisboa, o professor Malaca Casteleiro fez parte da delegação

portuguesa ao Encontro de Unificação Ortográfica da Língua Portuguesa, realizado na Academia Brasileira de

Letras, no Rio de Janeiro, sendo, também, um dos principais mentores dos trabalhos que conduziram ao Acordo

Ortográfico de 1990.
Características genéricas

 Privilegia-se mais o critério fonético do que o critério etimológico.


 Inclusão de três novas letras no alfabeto português.


 Sistematização do uso de maiúsculas e minúsculas.


 Redução e sistematização das regras de emprego do hífen.


 Supressão de consoantes mudas.


 Supressão de alguns acentos gráficos.


 Definição de duplas grafias, incluindo também casos de dupla
acentuação, no universo da língua portuguesa.
Alfabeto da Língua Portuguesa

As letras “k”,“w” e “y” passam a constar do alfabeto da língua portuguesa


   Nomes próprios e derivados   Kant, kantiano

   Unidades monetárias          kwanza, yuan

   Símbolos internacionais      kg, km, W

   Topónimos e derivados        Washington, washingtoniano

   Desportos e desportistas     windsurfe, windsurfista
Uso de maiúsculas e minúsculas
Uso de minúscula

   Meses do ano
         janeiro, março, junho, dezembro...

   Estações do ano
     primavera, verão, outono, inverno.

   Pontos cardeais e colaterais
     norte, sul, sudoeste, nor-nordeste...

  Maiusculizado na designação de região
        Norte está em festa.

   Vocábulos que nomeiam pessoas de forma vaga
     fulano, sicrano, beltrano
Uso de maiúsculas e minúsculas
Emprego opcional de maiúscula ou minúscula

   Títulos de livros ou obras equiparadas
        As Pupilas do Senhor Reitor
        As pupilas do senhor reitor

   Formas de tratamento, expressões que exprimem reverência, hierarquia, cortesia
     Senhor Professor ou senhor professor
     Vossa Santidade ou vossa santidade

   Nomes que designam domínios do saber, cursos e disciplinas escolares
        Matemática ou matemática

   Logradouros públicos, templos ou edifícios
        Torre dos Clérigos ou torre dos Clérigos
Supressão gráfica de consoantes
mudas não articuladas

Sequências consonânticas

   CC
     abstracionismo, acionamento, colecionador, confecionar, direcional, fracionar,
     lecionar, protecional, selecionamento, transacionado

   CÇ
     ação, coleção, contração, correção, deteção, direção, distração, ejeção, ereção,
     extração, fração, infração, injeção, objeção, projeção, proteção, reação, seleção

   CT
     ata (s. f.), ativar, ator, atual, adjetivo, afeto, arquitetura, coletivo, correto, defetivo,
     detetar, dialeto, direto, diretor, elétrico, espetáculo, exatamente, letivo, objetivo,
     objeto, projeto, refletir, teto (s.m.)
Supressão gráfica de consoantes
mudas não articuladas

Sequências consonânticas

   PC
    anticoncecional, dececionante, excecional, percecionismo, rececionista

   PÇ
     aceção, adoção, conceção, deceção, interceção, receção

   PT
     Egito, adotar, batismo, ótimo, otimismo, otimista
Ocorrência de duplas grafias
nas duas normas cultas

Oscilação na pronúncia das sequências consonânticas
-cc-, -cç- e -ct-

característica                 caraterística
dáctilo                        dátilo
dactilografia                  datilografia
dêictico ou deíctico           dêitico ou deítico
infecção                       infeção
infeccioso                     infecioso
infectar                       infetar
intersecção                    interseção
interseccionar                 intersecionar
reactância                     reatância
sector                         setor
sectorial                      setorial
Coexistência de duplas grafias no universo da língua
portuguesa

-bd-, -bt-, -gd-, -mn-, e -tm-

Norma luso-afro-asiática         Norma brasileira

     súbdito                     súbdito ou súdito
     subtil                      subtil ou sutil
     amígdala                    amígdala ou amídala
     amigdalite                  amigdalite ou amidalite
     amnistia                    amnistia ou anistia
     indemnizar                  indenizar
     omnipotente                 omnipotente ou onipotente
     omnívoro                    omnívoro ou onívoro
     aritmética                  aritmética ou arimética
Coexistência de duplas grafias no universo da língua
portuguesa
Oscilação na pronúncia entre a norma culta luso-afro-asiática e a norma culta
brasileira das sequências consonânticas


-cc-, -cç- e -ct-
Norma luso-afro-asiática                      Norma brasileira
   facto                                                fato
   contactar                                            contatar
   defetivo                                             defectivo


-pc-, -pç- e -pt-
Norma luso-afro-asiática                        Norma brasileira
   conceção                                             concepção
   contracetivo                                         contraceptivo
   dececionar                                           decepcionar
   receção                                              recepção
Mudanças na acentuação gráfica

Supressão de acentos gráficos em palavras graves

As palavras que contêm um e tónico oral fechado em hiato com a terminação -em da 3.ª
pessoa do plural do presente do indicativo ou do conjuntivo deixam de receber acento
circunflexo.

Antes                                                 Depois
crêem                                                 creem
dêem                                                  deem
lêem                                                  leem
vêem                                                  veem
descrêem                                              descreem
desdêem                                               desdeem
relêem                                                releem
revêem                                                reveem
Mudanças na acentuação gráfica

Supressão de acento agudo ou circunflexo em palavras homógrafas
O contexto em que a palavra ocorre permite estabelecer a distinção.


Palavras com vogal tónica                        Palavras proclíticas
aberta ou fechada
para (á), flexão de parar                        para, preposição
pela(s) (é), substantivo e flexão de pelar       pela(s), combinação de per e la(s)
pelo (é), flexão de pelar                        pelo(s) (ê), substantivo ou combinação
de                                               per e lo(s)

polo(s) (ó), substantivo                         polo(s), combinação antiga e popular de
por                                              e lo(s)

coa(s) (ô), flexão de coar                       coa(s), combinação de com e a

pera (ê), substantivo                            pera, preposição arcaica

pero (ê), substantivo                            pero, conjunção arcaica
Mudanças na acentuação gráfica

Supressão do acento gráfico em palavras graves com o ditongo oi aberto na
sílaba tónica

Antes                                   Depois

asteróide                               asteroide

heróico                                 heroico

espermatozóide                          espermatozoide

jibóia                                  jiboia

jóia                                    joia

tróia                                   troia
Coexistência de dupla
acentuação no universo da língua portuguesa

Emprego de acento agudo ou circunflexo
Palavras graves

A oscilação de timbre, entre as duas normas cultas, das vogais tónicas e e o em final de sílaba,
seguidas de consoantes nasais m e n, também se verifica em palavras graves.

Norma luso-afro-asiática                Norma brasileira

          fémur                                   fêmur
          Fénix                                   Fênix
          sémen                                   sêmen
          ténis                                   tênis
          Vénus                                   Vênus
          xénon                                   xênon
          abdómen                                 abdômen
          bónus                                   bônus
          pónei                                   pônei
Coexistência de dupla
acentuação no universo da língua portuguesa

Emprego de acento agudo ou circunflexo
Palavras esdrúxulas
As palavras esdrúxulas que têm vogais tónicas e e o, seguidas das consoantes nasais m e n,
com as quais não formam sílaba, são abertas em Portugal, pronunciadas (é e ó), e em
grande parte do Brasil são de timbre fechado (ê e ô).


Norma luso-afro-asiática          Norma brasileira
      académico                       acadêmico
      gémeo                           gêmeo
      género                          gênero
      milénio                         milênio
      polémico                        polêmico
      cómico                          cômico
      fenómeno                        fenômeno
      insónia                         insônia
      tónico                          tônico
Coexistência de dupla
acentuação no universo da língua portuguesa
Emprego de acento agudo ou circunflexo
Palavras agudas

Algumas divergências de timbre são também encontradas em palavras agudas terminadas em
e e o tónico, sobretudo em palavras de origem francesa.

Norma luso-afro-asiática            Norma brasileira

         caraté                               caratê
         bebé                                 bebê
         matiné                               matinê
         puré                                 purê
         cocó                                 cocô
         judo                                 judô
         metro                                metrô
Coexistência de dupla
acentuação no universo da língua portuguesa

Emprego ou supressão de acentos gráficos

Existe também oscilação entre as duas normas cultas na colocação de acento agudo, nos
verbos regulares da primeira conjugação, na primeira pessoa do plural do pretérito perfeito.


          Norma luso-afro-asiática           Norma brasileira
          andámos                                andamos
          cantámos                               cantamos
          lavámos                                lavamos

A primeira pessoa do plural do presente do conjuntivo do verbo dar apresenta também
oscilação, assim como o substantivo forma.

          Norma luso-afro-asiática         Norma brasileira
          dêmos                                demos
          forma                                fôrma
Alterações específicas na norma
culta brasileira

  Supressão do acento gráfico em palavras graves com o ditongo ei aberto na sílaba
  tónica

  assembleia, boleia, epopeia, ideia, onomatopeico, plateia, proteico, ureia


  Eliminação do trema (¨), exceto em palavras estrangeiras e derivadas


                 Aguentar (e não agüentar)
                 Linguista (e não lingüista)
                 sequência (e não seqüência)

            Mas:

                 mülleriano, de Müller
Alterações específicas na norma culta brasileira
Supressão de acentos gráficos em palavras graves
Eliminação do acento circunflexo nas formas verbais e nominais das palavras graves em que
   um o tónico fechado faz hiato com outro o.

abençoo, flexão de abençoar (em vez de abençôo)
enjoo substantivo e flexão de enjoar (em vez de enjôo)
moo, flexão de moer (em vez de môo)
povoo, flexão de povoar (em vez de povôo)
voo, substantivo e flexão de voar (em vez de vôo)

Eliminação do acento agudo em palavras graves com vogais tónicas grafadas com i e u,
quando precedidas de ditongo

baiuca (em vez de baiúca)
boiuno (em vez de boiúno)
feiura (em vez de feiúra)
Alterações relativas à hifenização
Clarificação e simplificação do emprego do hífen, sobretudo em relação a formas derivadas
por prefixação e em formações por recomposição.


aero-, agro-, ante-, anti-, arqui-, auto-, bio-, circum-, contra-, eletro-,
entre-, extra-, geo-, hidro-, hiper-, infra-, inter-, intra-, macro-, maxi-,
mega-, micro-, mini-, multi-, neo-, pan-, pluri-, pós-, pré-, pró-, proto-,
pseudo-, retro-, semi-, sobre-, sub-, super-, supra-, tele-, ultra-...

Eliminação do hífen


Quando o elemento termina em vogal e o elemento seguinte começa por r ou s,
dobrando-se estas consoantes.

antirreligioso, autorrádio, autosserviço, contrarreação, contrarrelógio,
cosseno, microssistema, minissaia, semisselvagem, semirreta
Alterações relativas à hifenização
Eliminação do hífen


Quando o elemento termina em vogal e o elemento seguinte começa por vogal diferente
  daquela.

agroindustrial, antiaéreo, autoestrada, coautor, codireção, extraescolar, hidroelétrico,
   plurianual

Nas ligações da preposição de com as formas monossilábicas do presente do indicativo do
  verbo haver.

hei de, hás de, há de, heis de, hão de
Alterações relativas à hifenização
Emprego do hífen


Quando o primeiro elemento termina em vogal e o segundo começa por vogal igual àquela.

anti-ibérico, contra-almirante, infra-axilar, intra-arterial, micro-ondas, semi-interno.

NB: Com os prefixos co- e re- não se emprega neste caso o hífen.
coobrigação, coocorrente, reescrever, reexaminar

Nas formações com prefixos e pseudo-prefixos em que o segundo elemento começa por h.
anti-higiénico, extra-humano, pré-história, super-homem, semi-hospitalar

NB: Em formações com co-, des- e in- suprime-se o hífen e o h, como já era habitual.
coabitação, desumano, inábil
Alterações relativas à hifenização
Emprego do hífen
Nas formações com os prefixos circum- e pan-, quando o segundo elemento começa por
vogal, h, m ou n.

circum-escolar, circum-hospitalar, circum-murado,circum-navegação; pan-africano, pan-
helenismo, pan-mágico, pan-negritude
Nas formações com os prefixos sub-, hiper-, inter- e super- quando o segundo elemento
começa pela mesma consoante com que estes terminam.
sub-bibliotecário, hiper-requintado, inter-resistente, super-revista


Emprego do hífen

Em palavras compostas que designam espécies na área da botânica e da zoologia,
estejam ou não ligadas por preposição ou qualquer outro elemento.
abóbora-menina, couve-flor, erva-doce, feijão-verde; erva-do-chá,
ervilha-de-cheiro, bem-me-quer; cobra-capelo, formiga-branca; andorinha-do-mar
o prazer de aprender




                  http://www.lisboaeditora.pt

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Acordo ortografico
Acordo ortograficoAcordo ortografico
Acordo ortografico
encontrosemrede
 
Acordo ortográfico
Acordo ortográficoAcordo ortográfico
Acordo ortográfico
Susana Figueiredo
 
Acentuacao grafica exercicios
Acentuacao grafica exerciciosAcentuacao grafica exercicios
Acentuacao grafica exercicios
Emerson Assis
 
... e lê com atenção!
... e lê com atenção!... e lê com atenção!
... e lê com atenção!
acordortografico
 
Portugues (1)
Portugues (1)Portugues (1)
Portugues (1)
jhon souza
 
Língua portuguesa - novo acordo ortográfico
Língua portuguesa - novo acordo ortográficoLíngua portuguesa - novo acordo ortográfico
Língua portuguesa - novo acordo ortográfico
Rosarioaleite
 
Descubra acordo
Descubra acordoDescubra acordo
Descubra acordo
Maria João Marques
 
Acordo ortográfico - o que mudou?
Acordo ortográfico - o que mudou?Acordo ortográfico - o que mudou?
Acordo ortografico LP
Acordo ortografico LPAcordo ortografico LP
Acordo ortografico LP
Mfx
 
Descubra o acordo
Descubra o acordo Descubra o acordo
Descubra o acordo
Ana Arminda Moreira
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
mariaanliaf
 
O acordo ortográfico da língua portuguesa
O acordo ortográfico da língua portuguesaO acordo ortográfico da língua portuguesa
O acordo ortográfico da língua portuguesa
Rita Teixeira d'Azevedo
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
Biblioteca Escolar ESJD
 
Revisão I - Acentuação - Ortografia - Fonologia (com gabarito)
Revisão  I - Acentuação - Ortografia - Fonologia (com gabarito)Revisão  I - Acentuação - Ortografia - Fonologia (com gabarito)
Revisão I - Acentuação - Ortografia - Fonologia (com gabarito)
jasonrplima
 
Porto ed. acordo ortogr
Porto ed.   acordo ortogrPorto ed.   acordo ortogr
Porto ed. acordo ortogr
aasf
 
Descubra o acordo ortográfico
Descubra o acordo ortográficoDescubra o acordo ortográfico
Descubra o acordo ortográfico
Biblioteca Escolar ESJD
 

Mais procurados (16)

Acordo ortografico
Acordo ortograficoAcordo ortografico
Acordo ortografico
 
Acordo ortográfico
Acordo ortográficoAcordo ortográfico
Acordo ortográfico
 
Acentuacao grafica exercicios
Acentuacao grafica exerciciosAcentuacao grafica exercicios
Acentuacao grafica exercicios
 
... e lê com atenção!
... e lê com atenção!... e lê com atenção!
... e lê com atenção!
 
Portugues (1)
Portugues (1)Portugues (1)
Portugues (1)
 
Língua portuguesa - novo acordo ortográfico
Língua portuguesa - novo acordo ortográficoLíngua portuguesa - novo acordo ortográfico
Língua portuguesa - novo acordo ortográfico
 
Descubra acordo
Descubra acordoDescubra acordo
Descubra acordo
 
Acordo ortográfico - o que mudou?
Acordo ortográfico - o que mudou?Acordo ortográfico - o que mudou?
Acordo ortográfico - o que mudou?
 
Acordo ortografico LP
Acordo ortografico LPAcordo ortografico LP
Acordo ortografico LP
 
Descubra o acordo
Descubra o acordo Descubra o acordo
Descubra o acordo
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
 
O acordo ortográfico da língua portuguesa
O acordo ortográfico da língua portuguesaO acordo ortográfico da língua portuguesa
O acordo ortográfico da língua portuguesa
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
 
Revisão I - Acentuação - Ortografia - Fonologia (com gabarito)
Revisão  I - Acentuação - Ortografia - Fonologia (com gabarito)Revisão  I - Acentuação - Ortografia - Fonologia (com gabarito)
Revisão I - Acentuação - Ortografia - Fonologia (com gabarito)
 
Porto ed. acordo ortogr
Porto ed.   acordo ortogrPorto ed.   acordo ortogr
Porto ed. acordo ortogr
 
Descubra o acordo ortográfico
Descubra o acordo ortográficoDescubra o acordo ortográfico
Descubra o acordo ortográfico
 

Semelhante a Conferência AO Lisboa Editora

Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
gracielaloss
 
Acentuacao grafica
Acentuacao graficaAcentuacao grafica
Acentuacao grafica
Dai Novaes
 
Apostila De Portugues Especifico Concurso
Apostila De Portugues Especifico ConcursoApostila De Portugues Especifico Concurso
Apostila De Portugues Especifico Concurso
mauricio souza
 
O acordo ortogr+ífico da l+¡ngua portuguesa
O acordo ortogr+ífico da l+¡ngua portuguesaO acordo ortogr+ífico da l+¡ngua portuguesa
O acordo ortogr+ífico da l+¡ngua portuguesa
aasf
 
Reforma
ReformaReforma
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
MkrH Uniesp
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
MkrH Uniesp
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
MkrH Uniesp
 
Powerpoint sore o novo acordo
Powerpoint sore o novo acordoPowerpoint sore o novo acordo
Powerpoint sore o novo acordo
carinaceu
 
Powerpoint sobre o novo acordo
Powerpoint sobre o novo acordoPowerpoint sobre o novo acordo
Powerpoint sobre o novo acordo
carinaceu
 
Porto ed. acordo ortogr
Porto ed.   acordo ortogrPorto ed.   acordo ortogr
Porto ed. acordo ortogr
aasf
 
Língua portuguesa
Língua portuguesaLíngua portuguesa
Língua portuguesa
EDILENE CABRAL
 
Acordo ortográfico.pdf
Acordo ortográfico.pdfAcordo ortográfico.pdf
Acordo ortográfico.pdf
mariasaborida
 
Apresentação Novo Acordo Ortográfico
Apresentação Novo Acordo OrtográficoApresentação Novo Acordo Ortográfico
Apresentação Novo Acordo Ortográfico
Marisa Paço
 
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráficaAcentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
GrasiellePardinhoRod1
 
Conceito prosódia
Conceito prosódiaConceito prosódia
Conceito prosódia
Santana Filé
 
1ª série E. M. - Fonética
1ª série E. M. - Fonética1ª série E. M. - Fonética
1ª série E. M. - Fonética
Angélica Manenti
 
Novo acordo
Novo acordoNovo acordo
Novo acordo
Axy Peña Mena
 
Relações de palavras e de sentido
Relações de palavras e de sentidoRelações de palavras e de sentido
Relações de palavras e de sentido
ma.no.el.ne.ves
 
Acordo ortográfico
Acordo ortográficoAcordo ortográfico
Acordo ortográfico
Carla Luís
 

Semelhante a Conferência AO Lisboa Editora (20)

Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
 
Acentuacao grafica
Acentuacao graficaAcentuacao grafica
Acentuacao grafica
 
Apostila De Portugues Especifico Concurso
Apostila De Portugues Especifico ConcursoApostila De Portugues Especifico Concurso
Apostila De Portugues Especifico Concurso
 
O acordo ortogr+ífico da l+¡ngua portuguesa
O acordo ortogr+ífico da l+¡ngua portuguesaO acordo ortogr+ífico da l+¡ngua portuguesa
O acordo ortogr+ífico da l+¡ngua portuguesa
 
Reforma
ReformaReforma
Reforma
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
 
Powerpoint sore o novo acordo
Powerpoint sore o novo acordoPowerpoint sore o novo acordo
Powerpoint sore o novo acordo
 
Powerpoint sobre o novo acordo
Powerpoint sobre o novo acordoPowerpoint sobre o novo acordo
Powerpoint sobre o novo acordo
 
Porto ed. acordo ortogr
Porto ed.   acordo ortogrPorto ed.   acordo ortogr
Porto ed. acordo ortogr
 
Língua portuguesa
Língua portuguesaLíngua portuguesa
Língua portuguesa
 
Acordo ortográfico.pdf
Acordo ortográfico.pdfAcordo ortográfico.pdf
Acordo ortográfico.pdf
 
Apresentação Novo Acordo Ortográfico
Apresentação Novo Acordo OrtográficoApresentação Novo Acordo Ortográfico
Apresentação Novo Acordo Ortográfico
 
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráficaAcentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
Acentuação gráfica. regras de acentuação gráfica
 
Conceito prosódia
Conceito prosódiaConceito prosódia
Conceito prosódia
 
1ª série E. M. - Fonética
1ª série E. M. - Fonética1ª série E. M. - Fonética
1ª série E. M. - Fonética
 
Novo acordo
Novo acordoNovo acordo
Novo acordo
 
Relações de palavras e de sentido
Relações de palavras e de sentidoRelações de palavras e de sentido
Relações de palavras e de sentido
 
Acordo ortográfico
Acordo ortográficoAcordo ortográfico
Acordo ortográfico
 

Mais de paulasalvador

Fep.pwp. apresentação
Fep.pwp. apresentaçãoFep.pwp. apresentação
Fep.pwp. apresentação
paulasalvador
 
Powerpoint formação de palavras
Powerpoint   formação de palavrasPowerpoint   formação de palavras
Powerpoint formação de palavras
paulasalvador
 
Planif. form. palavras
Planif. form. palavrasPlanif. form. palavras
Planif. form. palavras
paulasalvador
 
Final apresentaçao tic rosa _falcão
Final apresentaçao tic rosa _falcãoFinal apresentaçao tic rosa _falcão
Final apresentaçao tic rosa _falcão
paulasalvador
 
Acção das Andorinhas.Cidália
Acção das Andorinhas.CidáliaAcção das Andorinhas.Cidália
Acção das Andorinhas.Cidália
paulasalvador
 
Som, Imagem e as TIC
Som, Imagem e as TICSom, Imagem e as TIC
Som, Imagem e as TIC
paulasalvador
 
A lenda de S. Martinho
A lenda de S. MartinhoA lenda de S. Martinho
A lenda de S. Martinho
paulasalvador
 
Receita de bolo de castanha
Receita de bolo de castanhaReceita de bolo de castanha
Receita de bolo de castanha
paulasalvador
 
Grupo da Matemática - ficha
Grupo da Matemática - fichaGrupo da Matemática - ficha
Grupo da Matemática - ficha
paulasalvador
 
Apresentação - Acção de Formação TIC
Apresentação - Acção de Formação TICApresentação - Acção de Formação TIC
Apresentação - Acção de Formação TIC
paulasalvador
 
Exp agua mena
Exp agua menaExp agua mena
Exp agua mena
paulasalvador
 
Exp filomena
Exp filomenaExp filomena
Exp filomena
paulasalvador
 
As enfermeiras na escola
As enfermeiras na escolaAs enfermeiras na escola
As enfermeiras na escola
paulasalvador
 
Poemas confraria
Poemas confrariaPoemas confraria
Poemas confraria
paulasalvador
 
Concurso de Poesia
Concurso de PoesiaConcurso de Poesia
Concurso de Poesia
paulasalvador
 
Prevencao rodoviaria
Prevencao rodoviariaPrevencao rodoviaria
Prevencao rodoviaria
paulasalvador
 
Novo apresentação do microsoft office power point tic as formas
Novo apresentação do microsoft office power point tic as formasNovo apresentação do microsoft office power point tic as formas
Novo apresentação do microsoft office power point tic as formas
paulasalvador
 
Tic plano de aula do 4º ano lp
Tic plano de aula do 4º ano   lpTic plano de aula do 4º ano   lp
Tic plano de aula do 4º ano lp
paulasalvador
 
Powerpoint do casamento do diospiro e da noz
Powerpoint do casamento do diospiro e da nozPowerpoint do casamento do diospiro e da noz
Powerpoint do casamento do diospiro e da noz
paulasalvador
 
O capuchinho vermelho
O capuchinho vermelhoO capuchinho vermelho
O capuchinho vermelho
paulasalvador
 

Mais de paulasalvador (20)

Fep.pwp. apresentação
Fep.pwp. apresentaçãoFep.pwp. apresentação
Fep.pwp. apresentação
 
Powerpoint formação de palavras
Powerpoint   formação de palavrasPowerpoint   formação de palavras
Powerpoint formação de palavras
 
Planif. form. palavras
Planif. form. palavrasPlanif. form. palavras
Planif. form. palavras
 
Final apresentaçao tic rosa _falcão
Final apresentaçao tic rosa _falcãoFinal apresentaçao tic rosa _falcão
Final apresentaçao tic rosa _falcão
 
Acção das Andorinhas.Cidália
Acção das Andorinhas.CidáliaAcção das Andorinhas.Cidália
Acção das Andorinhas.Cidália
 
Som, Imagem e as TIC
Som, Imagem e as TICSom, Imagem e as TIC
Som, Imagem e as TIC
 
A lenda de S. Martinho
A lenda de S. MartinhoA lenda de S. Martinho
A lenda de S. Martinho
 
Receita de bolo de castanha
Receita de bolo de castanhaReceita de bolo de castanha
Receita de bolo de castanha
 
Grupo da Matemática - ficha
Grupo da Matemática - fichaGrupo da Matemática - ficha
Grupo da Matemática - ficha
 
Apresentação - Acção de Formação TIC
Apresentação - Acção de Formação TICApresentação - Acção de Formação TIC
Apresentação - Acção de Formação TIC
 
Exp agua mena
Exp agua menaExp agua mena
Exp agua mena
 
Exp filomena
Exp filomenaExp filomena
Exp filomena
 
As enfermeiras na escola
As enfermeiras na escolaAs enfermeiras na escola
As enfermeiras na escola
 
Poemas confraria
Poemas confrariaPoemas confraria
Poemas confraria
 
Concurso de Poesia
Concurso de PoesiaConcurso de Poesia
Concurso de Poesia
 
Prevencao rodoviaria
Prevencao rodoviariaPrevencao rodoviaria
Prevencao rodoviaria
 
Novo apresentação do microsoft office power point tic as formas
Novo apresentação do microsoft office power point tic as formasNovo apresentação do microsoft office power point tic as formas
Novo apresentação do microsoft office power point tic as formas
 
Tic plano de aula do 4º ano lp
Tic plano de aula do 4º ano   lpTic plano de aula do 4º ano   lp
Tic plano de aula do 4º ano lp
 
Powerpoint do casamento do diospiro e da noz
Powerpoint do casamento do diospiro e da nozPowerpoint do casamento do diospiro e da noz
Powerpoint do casamento do diospiro e da noz
 
O capuchinho vermelho
O capuchinho vermelhoO capuchinho vermelho
O capuchinho vermelho
 

Último

Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
ssuser701e2b
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Acrópole - História & Educação
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
GiselaAlves15
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
 

Conferência AO Lisboa Editora

  • 2. Aplicação do Acordo Ortográfico nos manuais escolares 2011/2012  1.º e 2.º anos de escolaridade (todas as disciplinas)  4.º ano de escolaridade de Matemática  5.º e 6.º anos de escolaridade (todas as disciplinas exceto Educação Física, Educação Musical, Educação Visual e Tecnológica e Língua Portuguesa do 6.ºano)  7.º ano de escolaridade de Língua Portuguesa  8.º ano de escolaridade de Matemática
  • 3. Professor Doutor João Malaca Casteleiro Professor catedrático na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Foi diretor de investigação do Centro de Linguística da Universidade de Lisboa, conselheiro científico do Instituto Nacional de Investigação Científica e presidente do Conselho Científico da Faculdade entre 1984 e 1987. É professor convidado na Universidade da Beira Interior. É membro da Academia das Ciências de Lisboa, desde 1979, e foi presidente do seu Instituto de Lexicologia e Lexicografia entre 1991 e 2008. Em representação da Academia das Ciências de Lisboa, o professor Malaca Casteleiro fez parte da delegação portuguesa ao Encontro de Unificação Ortográfica da Língua Portuguesa, realizado na Academia Brasileira de Letras, no Rio de Janeiro, sendo, também, um dos principais mentores dos trabalhos que conduziram ao Acordo Ortográfico de 1990.
  • 4.
  • 5. Características genéricas  Privilegia-se mais o critério fonético do que o critério etimológico.  Inclusão de três novas letras no alfabeto português.  Sistematização do uso de maiúsculas e minúsculas.  Redução e sistematização das regras de emprego do hífen.  Supressão de consoantes mudas.  Supressão de alguns acentos gráficos.  Definição de duplas grafias, incluindo também casos de dupla acentuação, no universo da língua portuguesa.
  • 6. Alfabeto da Língua Portuguesa As letras “k”,“w” e “y” passam a constar do alfabeto da língua portuguesa  Nomes próprios e derivados Kant, kantiano  Unidades monetárias kwanza, yuan  Símbolos internacionais kg, km, W  Topónimos e derivados Washington, washingtoniano  Desportos e desportistas windsurfe, windsurfista
  • 7. Uso de maiúsculas e minúsculas Uso de minúscula  Meses do ano janeiro, março, junho, dezembro...  Estações do ano primavera, verão, outono, inverno.  Pontos cardeais e colaterais norte, sul, sudoeste, nor-nordeste... Maiusculizado na designação de região Norte está em festa.  Vocábulos que nomeiam pessoas de forma vaga fulano, sicrano, beltrano
  • 8. Uso de maiúsculas e minúsculas Emprego opcional de maiúscula ou minúscula  Títulos de livros ou obras equiparadas As Pupilas do Senhor Reitor As pupilas do senhor reitor  Formas de tratamento, expressões que exprimem reverência, hierarquia, cortesia Senhor Professor ou senhor professor Vossa Santidade ou vossa santidade  Nomes que designam domínios do saber, cursos e disciplinas escolares Matemática ou matemática  Logradouros públicos, templos ou edifícios Torre dos Clérigos ou torre dos Clérigos
  • 9. Supressão gráfica de consoantes mudas não articuladas Sequências consonânticas  CC abstracionismo, acionamento, colecionador, confecionar, direcional, fracionar, lecionar, protecional, selecionamento, transacionado  CÇ ação, coleção, contração, correção, deteção, direção, distração, ejeção, ereção, extração, fração, infração, injeção, objeção, projeção, proteção, reação, seleção  CT ata (s. f.), ativar, ator, atual, adjetivo, afeto, arquitetura, coletivo, correto, defetivo, detetar, dialeto, direto, diretor, elétrico, espetáculo, exatamente, letivo, objetivo, objeto, projeto, refletir, teto (s.m.)
  • 10. Supressão gráfica de consoantes mudas não articuladas Sequências consonânticas  PC anticoncecional, dececionante, excecional, percecionismo, rececionista  PÇ aceção, adoção, conceção, deceção, interceção, receção  PT Egito, adotar, batismo, ótimo, otimismo, otimista
  • 11. Ocorrência de duplas grafias nas duas normas cultas Oscilação na pronúncia das sequências consonânticas -cc-, -cç- e -ct- característica caraterística dáctilo dátilo dactilografia datilografia dêictico ou deíctico dêitico ou deítico infecção infeção infeccioso infecioso infectar infetar intersecção interseção interseccionar intersecionar reactância reatância sector setor sectorial setorial
  • 12. Coexistência de duplas grafias no universo da língua portuguesa -bd-, -bt-, -gd-, -mn-, e -tm- Norma luso-afro-asiática Norma brasileira súbdito súbdito ou súdito subtil subtil ou sutil amígdala amígdala ou amídala amigdalite amigdalite ou amidalite amnistia amnistia ou anistia indemnizar indenizar omnipotente omnipotente ou onipotente omnívoro omnívoro ou onívoro aritmética aritmética ou arimética
  • 13. Coexistência de duplas grafias no universo da língua portuguesa Oscilação na pronúncia entre a norma culta luso-afro-asiática e a norma culta brasileira das sequências consonânticas -cc-, -cç- e -ct- Norma luso-afro-asiática Norma brasileira facto fato contactar contatar defetivo defectivo -pc-, -pç- e -pt- Norma luso-afro-asiática Norma brasileira conceção concepção contracetivo contraceptivo dececionar decepcionar receção recepção
  • 14. Mudanças na acentuação gráfica Supressão de acentos gráficos em palavras graves As palavras que contêm um e tónico oral fechado em hiato com a terminação -em da 3.ª pessoa do plural do presente do indicativo ou do conjuntivo deixam de receber acento circunflexo. Antes Depois crêem creem dêem deem lêem leem vêem veem descrêem descreem desdêem desdeem relêem releem revêem reveem
  • 15. Mudanças na acentuação gráfica Supressão de acento agudo ou circunflexo em palavras homógrafas O contexto em que a palavra ocorre permite estabelecer a distinção. Palavras com vogal tónica Palavras proclíticas aberta ou fechada para (á), flexão de parar para, preposição pela(s) (é), substantivo e flexão de pelar pela(s), combinação de per e la(s) pelo (é), flexão de pelar pelo(s) (ê), substantivo ou combinação de per e lo(s) polo(s) (ó), substantivo polo(s), combinação antiga e popular de por e lo(s) coa(s) (ô), flexão de coar coa(s), combinação de com e a pera (ê), substantivo pera, preposição arcaica pero (ê), substantivo pero, conjunção arcaica
  • 16. Mudanças na acentuação gráfica Supressão do acento gráfico em palavras graves com o ditongo oi aberto na sílaba tónica Antes Depois asteróide asteroide heróico heroico espermatozóide espermatozoide jibóia jiboia jóia joia tróia troia
  • 17. Coexistência de dupla acentuação no universo da língua portuguesa Emprego de acento agudo ou circunflexo Palavras graves A oscilação de timbre, entre as duas normas cultas, das vogais tónicas e e o em final de sílaba, seguidas de consoantes nasais m e n, também se verifica em palavras graves. Norma luso-afro-asiática Norma brasileira fémur fêmur Fénix Fênix sémen sêmen ténis tênis Vénus Vênus xénon xênon abdómen abdômen bónus bônus pónei pônei
  • 18. Coexistência de dupla acentuação no universo da língua portuguesa Emprego de acento agudo ou circunflexo Palavras esdrúxulas As palavras esdrúxulas que têm vogais tónicas e e o, seguidas das consoantes nasais m e n, com as quais não formam sílaba, são abertas em Portugal, pronunciadas (é e ó), e em grande parte do Brasil são de timbre fechado (ê e ô). Norma luso-afro-asiática Norma brasileira académico acadêmico gémeo gêmeo género gênero milénio milênio polémico polêmico cómico cômico fenómeno fenômeno insónia insônia tónico tônico
  • 19. Coexistência de dupla acentuação no universo da língua portuguesa Emprego de acento agudo ou circunflexo Palavras agudas Algumas divergências de timbre são também encontradas em palavras agudas terminadas em e e o tónico, sobretudo em palavras de origem francesa. Norma luso-afro-asiática Norma brasileira caraté caratê bebé bebê matiné matinê puré purê cocó cocô judo judô metro metrô
  • 20. Coexistência de dupla acentuação no universo da língua portuguesa Emprego ou supressão de acentos gráficos Existe também oscilação entre as duas normas cultas na colocação de acento agudo, nos verbos regulares da primeira conjugação, na primeira pessoa do plural do pretérito perfeito. Norma luso-afro-asiática Norma brasileira andámos andamos cantámos cantamos lavámos lavamos A primeira pessoa do plural do presente do conjuntivo do verbo dar apresenta também oscilação, assim como o substantivo forma. Norma luso-afro-asiática Norma brasileira dêmos demos forma fôrma
  • 21. Alterações específicas na norma culta brasileira Supressão do acento gráfico em palavras graves com o ditongo ei aberto na sílaba tónica assembleia, boleia, epopeia, ideia, onomatopeico, plateia, proteico, ureia Eliminação do trema (¨), exceto em palavras estrangeiras e derivadas Aguentar (e não agüentar) Linguista (e não lingüista) sequência (e não seqüência) Mas: mülleriano, de Müller
  • 22. Alterações específicas na norma culta brasileira Supressão de acentos gráficos em palavras graves Eliminação do acento circunflexo nas formas verbais e nominais das palavras graves em que um o tónico fechado faz hiato com outro o. abençoo, flexão de abençoar (em vez de abençôo) enjoo substantivo e flexão de enjoar (em vez de enjôo) moo, flexão de moer (em vez de môo) povoo, flexão de povoar (em vez de povôo) voo, substantivo e flexão de voar (em vez de vôo) Eliminação do acento agudo em palavras graves com vogais tónicas grafadas com i e u, quando precedidas de ditongo baiuca (em vez de baiúca) boiuno (em vez de boiúno) feiura (em vez de feiúra)
  • 23. Alterações relativas à hifenização Clarificação e simplificação do emprego do hífen, sobretudo em relação a formas derivadas por prefixação e em formações por recomposição. aero-, agro-, ante-, anti-, arqui-, auto-, bio-, circum-, contra-, eletro-, entre-, extra-, geo-, hidro-, hiper-, infra-, inter-, intra-, macro-, maxi-, mega-, micro-, mini-, multi-, neo-, pan-, pluri-, pós-, pré-, pró-, proto-, pseudo-, retro-, semi-, sobre-, sub-, super-, supra-, tele-, ultra-... Eliminação do hífen Quando o elemento termina em vogal e o elemento seguinte começa por r ou s, dobrando-se estas consoantes. antirreligioso, autorrádio, autosserviço, contrarreação, contrarrelógio, cosseno, microssistema, minissaia, semisselvagem, semirreta
  • 24. Alterações relativas à hifenização Eliminação do hífen Quando o elemento termina em vogal e o elemento seguinte começa por vogal diferente daquela. agroindustrial, antiaéreo, autoestrada, coautor, codireção, extraescolar, hidroelétrico, plurianual Nas ligações da preposição de com as formas monossilábicas do presente do indicativo do verbo haver. hei de, hás de, há de, heis de, hão de
  • 25. Alterações relativas à hifenização Emprego do hífen Quando o primeiro elemento termina em vogal e o segundo começa por vogal igual àquela. anti-ibérico, contra-almirante, infra-axilar, intra-arterial, micro-ondas, semi-interno. NB: Com os prefixos co- e re- não se emprega neste caso o hífen. coobrigação, coocorrente, reescrever, reexaminar Nas formações com prefixos e pseudo-prefixos em que o segundo elemento começa por h. anti-higiénico, extra-humano, pré-história, super-homem, semi-hospitalar NB: Em formações com co-, des- e in- suprime-se o hífen e o h, como já era habitual. coabitação, desumano, inábil
  • 26. Alterações relativas à hifenização Emprego do hífen Nas formações com os prefixos circum- e pan-, quando o segundo elemento começa por vogal, h, m ou n. circum-escolar, circum-hospitalar, circum-murado,circum-navegação; pan-africano, pan- helenismo, pan-mágico, pan-negritude Nas formações com os prefixos sub-, hiper-, inter- e super- quando o segundo elemento começa pela mesma consoante com que estes terminam. sub-bibliotecário, hiper-requintado, inter-resistente, super-revista Emprego do hífen Em palavras compostas que designam espécies na área da botânica e da zoologia, estejam ou não ligadas por preposição ou qualquer outro elemento. abóbora-menina, couve-flor, erva-doce, feijão-verde; erva-do-chá, ervilha-de-cheiro, bem-me-quer; cobra-capelo, formiga-branca; andorinha-do-mar
  • 27. o prazer de aprender http://www.lisboaeditora.pt