SlideShare uma empresa Scribd logo
Como instalar tudo em Ubuntu
Ir para: navegação, pesquisa




Introdução
Tens problemas ao instalar alguma coisa no teu novo Sistema Operativo Ubuntu? "Onde
está o EXE?", "Tenho de extrair isto para onde?", "Como corro isto?", "Para onde vai
isto?" - Alguma vez fizeste perguntas como estas? Não te preocupes, instalar software,
temas, entre outras coisas no Ubuntu é na verdade muito simples! Este guia vai ajudar-te
a entender com screenshots, videos de instruções e linguagem acessivel.




Tabela de conteúdo
[esconder]

      1 Introdução
      2 Gerenciador de pacotes
      3 Instalar software com Synaptic
           o 3.1 Os três passos: Procurar, marcar, aplicar
           o 3.2 Mas e se o meu programa não estiver no Synaptic?
           o 3.3 Instalei-o, mas para onde foi o meu programa?
           o 3.4 Como desinstalo um programa?
      4 Instalar software pelo terminal
      5 Instalar um pacote manualmente (.deb, .rpm, .tar.gz, .sh, .bin, .exe, ...)
           o 5.1 Pacote Debian (.deb)
           o 5.2 Pacote RPM (.rpm)
           o 5.3 Desktop Theme (.tar, .tar.gz, .tgz, ...)
           o 5.4 Login Screen Theme (.tar, .tar.gz, .tgz, ...)
           o 5.5 Pacote com Source (.tar, .tar.gz, .tgz, ...)
           o 5.6 Autopackage (.package)
           o 5.7 Klik package (klik:// → .cmg)
           o 5.8 Shell Script Installer (.sh, .bash)
           o 5.9 Binary Installer (.bin, ...)
           o 5.10 Executável Windows (.exe)
      6 Apêndice
           o 6.1 Activar repositórios extra
           o 6.2 Usar o CD como repositórios de pacotes offline
           o 6.3 Navegar no Terminal
           o 6.4 Como adicionar um launcher/atalho ao teu desktop
           o 6.5 Permissões
           o 6.6 Porque foi criado este guia
   7 Créditos




Gerenciador de pacotes
As aplicações Linux são quase todas open-source (código livre) e, ao contrário dos
programas típicos do Windows, dependem muito de bibliotecas externas para funcionar.
Não precisas de perceber o que são bibliotecas, mas apenas que os programas do
Windows normalmente icluem partes dessas bibliotecas nos seus instaladores, ocupando
demasiado espaço no disco depois de serem instaladas, porque essa mesma biblioteca
fica duplicada em muitos locais no disco; os programas de Linux normalmente não
fazem isto.

A maior parte dos Sistemas Operativos Linux desenvolveu um sistema em que podes
fazer o download de um programa, com qualquer dependência, sem ter ficheiros
duplicados por todo o disco poupando muito espaço. Ao mesmo tempo, este sistema
permite-te ter uma localização central de cada pacote de instalação e actualização. Este
sistema é chamado de Gerenciador de Pacotes e no Ubuntu ele aparece-te em forma de
apt-get, aptitude, Add/Remove..., Update Manager e Synaptic. Todos estes programas
são ligações ao mesmo Gestor de pacotes desenvolvido para Ubuntu.




Instalar software com Synaptic
O Synaptic é um programa gráfico para instalar pacotes e provavelmente aquele em que
te sentes mais confortável. Podes iniciá-lo a partir de Sistema - Administração -
Gestor de Pacotes Synaptic; como precaução ao abri-lo pede-te uma password antes
de continuar! Não é por ser um programa perigoso, o Ubuntu é que é muito restrito em
tentar que tu, e o mais importante, utilizadores não administrativos, estraguem o
sistema.



 http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic.png Gerenciador de
                                 Pacotes Synaptic




Os três passos: Procurar, marcar, aplicar
1 - http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic_search_icon.png
Em primeiro lugar procura o pacote que queres instalar. De notar que existem centenas
de temas, aplicações, bibliotecas e documentação no Synaptic. Todos esses pacotes
estão alojados nos servidores do Ubuntu para poderes fazer o download ou updates; o
gerenciador de pacotes funciona um pouco como o Windows Update que não só
mantém o teu sistema actualizado, mas também programas secundários que tenhas
instalado com ele. Podes encontrar pacotes explorando as categorias da barra lateral à
esquerda ou procurando por eles. Clica em Procurar na barra de ferramentas.



 http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic_search.png A janela
                                     Procurar


2 - Quando encontrares o pacote que queres instalar, clica com o botão direito do rato
sobre ele e marca-o para ser instalado. Uma grande parte deles vai informar-te sobre as
dependências que também vão ser instaladas ao mesmo tempo! Também podes apagar
esses mesmos pacotes da mesma forma (botão direito do rato, e clicar em marcar para
remoção. Também podes instalar mais que um programa ao mesmo tempo, poupando
assim bastante tempo.



  http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic_mark_install.png
                  Selecção dos pacotes para instalação no Synaptic


3 - http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic_apply_icon.png
Uma vez marcados todos os pacotes que queres instalar, podes agora clicar no botão
Aplicar. O que vai fazer com que o Synaptic faça o download, instale e configure todos
os programas marcados. Mais fácil é difícil.



                               Link : Video de exemplo




Mas e se o meu programa não estiver no Synaptic?
Acredita, provavelmente está. Se não estiver, aqui estão algumas razões porque não está
e como resolver isso:



      O gerenciador de pacotes do Ubuntu recebe a sua lista de pacotes dos
       repositórios principais do Ubuntu, mas existem mais repositórios do que estes
       principais. Existem outros repositórios oficiais do Ubuntu! Tenta activar os
       repositórios extra, e depois tens mais pacotes disponíveis.

      Se não estás ligado à internet, não estás completamente sem sorte. Pode ser que
       o pacote que procuras esteja disponível no CD.
   Mesmo que o pacote não esteja disponível em nenhum repositório, podes
       sempre instalá-lo manualmente. Mas lembra-te, existem mais tipos de pacotes
       no Linux do que possas imaginar. Dá uma olhadela a esta explicação.




Instalei-o, mas para onde foi o meu programa?
Normalmente o teu menu Aplicações é actualizado com um link para o teu novo
programa, mas às vezes ele não aparece automaticamente. Aqui estão algumas maneiras
para encontrar um link para o teu novo programa:

      Instala o Debian Menu. O Debian Menu tem uma lista muito mais completa das
       tuas aplicações instaladas, e estará disponível como uma categoria no menu
       Aplicações. Tens de instalar um pacote chamado menu-xdg e possivelmente
       reiniciar o X (ctrl + alt + backspace) para o menu aparecer.



   http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Debian_menu.png Menu
                                      Debian



      Estarão muito provavelmente disponíveis como um comando na consola com o
       mesmo nome do pacote. Tenta correr o nome do pacote como um comando na
       consola. Imaginando que instalaste o programa muine (um player de musica)
       através do Synaptic, abre uma consola e escreve muine e carrega na tecla enter.
       O muine abrirá. De notar que o muine será encerrado quando encerrares a
       consola! Para evitar este problema, clica em Alt+F2 e abrirá uma janela com o
       nome Executar Aplicação; escreves muine para o abrir. Às vezes o comando
       para abrir o programa não é exactamente igual ao nome do pacote, tenta digitar
       na consola as letras iniciais do pacote e depois carrega na tecla TAB. Isto vai
       mostrar o nome do comando ou uma lista de comandos para escolheres.



      Clica com o botão direito do rato no Synaptic, selecciona Propriedades no menu
       e clica no separador chamado Ficheiros Instalados. Vai aparecer uma lista de
       programas instalados; aquele que estiver na pasta /usr/bin é o nome do
       comando.




Como desinstalo um programa?
Quando queres remover um programa, fazes o mesmo que quando instalas - só precisas
de marcar para Remover em vez de marcar para Instalar no passo 2. Se quiseres
remover os ficheiros de configuração também (por exemplo para tirar umas
configurações estranhas) selecciona "Remoção Completa". Lembra-te de aplicar as
alterações.




Instalar software pelo terminal
Muito frequentemente, verás outros utilizadores de Ubuntu a dizer "podes instalar o
programa ABC com este código..." e então vão fornecer-te com um comando que podes
escrever no terminal. Isto não é diferente do que o Synaptic faz. De facto, o Synaptic
usa estes comandos por baixo da interface amigável do utilizador! Podes encontrar o
terminal em aplicações -> Acessórios -> Terminal. Os dois comandos que podes usar
são:



      sudo apt-get install ABC ou sudo aptitude install ABC


O ABC é só um exemplo, este pacote não existe. A parte do comando sudo significa
que tu temporariamente cedes direitos de super-user/administrador ao comando, desde
que forneças uma senha correcta do utilizador. É a mesma coisa que acontece quando
abres o Synaptic, só que no terminal! Se correres o aptitude sozinho assim sudo
aptitude, começas com algo que se parece com uma versão em linha do comandos do
Synaptic.



   http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Aptitude.png Interface do
                                      Aptitude


Também é possivel procurar na linha de comandos como no Synaptic. Tenta isto:

      apt-cache search ABC ou aptitude search ABC

Para remover um pacote:

      sudo apt-get remove ABC e sudo aptitude remove ABC

Remover também os ficheiros de configuração:

      sudo apt-get remove --purge ABC e sudo aptitude purge ABC


Apesar da linha de comandos parecer assustadora para novos utilizadores, como podes
ver é simples e fácil de perceber como usar e tem tantas opções como o Synaptic na
parte de instalar software. Alguns utilizadores preferem instalar software pelo terminal,
outros não. Decide por ti próprio qual gostas mais.
Vê um video sobre o processo de procura e instalação no Terminal




Instalar um pacote manualmente (.deb,
.rpm, .tar.gz, .sh, .bin, .exe, ...)
Tens a certeza que não encontras o pacote no Synaptic? Tentaste adicionar repositórios
extra? Se tentaste isto tudo com pouco ou nenhum sucesso, aqui está como o fazer ao
estilo Windows. Faz download do pacote (.deb, .rpm, .tar.gz, .sh, .bin, .exe) depois:




Pacote Debian (.deb)
Quando fazes download de um programa pelo gestor de pacotes, estás na verdade a
fazer download de pacotes Debian! É possivel instalar individualmente os pacotes de
que fizeste download, mas a não ser que tenham sido compilados especificamente para
Ubuntu, não é garantido que funcionem. Instalá-los é simples no Ubuntu 6.06 Dapper
Drake: Duplo-clique no pacote no Nautilus ou no teu Desktop e o instalador de pacotes
vai aparecer:



  http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Gdebi.png O instalador de
                             Pacotes Debian (GDebI)


Simplesmente carregas no Install Package para instalar. Se te faltarem dependências, ele
vai informar-te quais são. Também vai informar se existe uma nova versão disponível
nos repositórios!


Outra forma de instalar pacotes Debian é usando o comando dpkg, que é o que o gestor
de pacotes usa para manipular os pacotes Debian (ou simplesmente: debs). A sintaxe é
como a seguite: se o teu pacote está localizado no Desktop e o teu username é
UbuntuPT, então instalas o pacote teste.deb com dpkg -i
/home/UbuntuPT/Desktop/teste.deb. Vais ter de tratar das dependências sozinho, logo
não é uma maneira óptima para instalar software.




Pacote RPM (.rpm)
RPM é outra forma popular de empacotar software, e é usado por distribuições
populares como Suse ou Fedora Core. RPM não é usado pelo gestor de pacotes do
Ubuntu, mas existe um comando para converter um RPM num DEB; isto não significa
que qualquer RPM vai funcionar no teu sistema. Este programa pode instalar o RPM
directamente para que não tenhas de o fazer tu próprio. O comando não está disponivel,
logo é preciso instalá-lo - chama-se alien e está disponível pelo Synaptic. Se o teu
username é UbuntuPT e queres instalar um pacote RPM chamado teste.rpm localizado
no teu Desktop faz sudo alien -i /home/UbuntuPT/Destkop/teste.rpm.




Desktop Theme (.tar, .tar.gz, .tgz, ...)
Instalar temas é relativamente simples no Gnome. Abre as Preferências Do Tema que
encontrarás em Sistema -> Preferências-> Tema. Com esta aplicação podes mudar
ícones, controlos e bordos da janela ao teu gosto. Para instalar temas, simplesmente
arrasta e o pacote para a janela das Preferências Do Tema e confirma na janela de
diálogo que irá aparecer. Para usar o tema novo, edita um dos temas existentes para usar
os teus novos ícones, controlos ou bordos da janela.



http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Theme.png Carrega no Instalar
                     para instalar um tema novo para o desktop




Login Screen Theme (.tar, .tar.gz, .tgz, ...)
Instalar temas para o ecrã de login de uma sessão é tão simples quanto instalar temas
para o ambiente de trabalho. Abre as Preferências da Janela de Início em - Sistema ->
Administração -> Ecra de Login. Arrasta e o tema para a janela. Confirma na janela de
diálogo que aparece. Para usar o tema novo, selecciona-o na lista dos temas.



http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Gdm.png Clica em Instalar para
                        instalar o novo tema de ecrã de login




Pacote com Source (.tar, .tar.gz, .tgz, ...)
Nota: nem sempre os ficheiros com extenção .tar, .tar.gz, etc, são arquivos com Codigo
fonte dentro deles - estes podem estar pre-compilados! Se o arquivo está pre-compilado,
deve haver um instalador ou um binário para executar dentro do pacote.

Às vezes o que vais ter é um pacote com o source code não compilado. Felizmente, não
é preciso ser um programador para saber como compilar e instalar um pacote com
source code. Antigamente, esta era a única forma de instalar software em Linux e existe
uma forma standard para instalar estes ficheiros. Pode não funcionar em todos os casos,
mas irá funcionar na maioria (se tiveres as dependências instaladas). Para compilar um
pacote é preciso primeiro extrair para algum lado. Isto é fácil de fazer, simplesmente
clica com o botão direito do rato no pacote e selecciona Extrair para Aqui.



  http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Extract.png Vê um pequeno
                    video a demonstrar um pacote a ser extraido


Para continuar é preciso ter os programas de compilação instalados. Eles veem todos no
pacote build-essential, disponível no Synaptic. Quando tiveres os programas de
compilação instalados, abre um terminal e muda para a directoria que acabaste de
extrair (se não tens a certeza de como fazer isto vê : #Navegar no Terminal). Quando
estiveres na pasta certa, tens de executar um script de configuração: ./configure. Não te
preocupes se ele se queixar que não há nenhum script - muitos pacotes não o têm!
Depois compilas com o comando make e depois de compilado pode ser instalado.
Existem 2 maneiras:


Instalação Normal: Se queres instalar da forma "primitiva" normal, escreve sudo make
install. Para remover os ficheiros temporários corre make clean. Para remover o
programa corre make uninstall. Estes dois comandos de limpeza podem não funcionar
sempre, no entanto, o programador precisa de os ter activos.


Instalação usando Gestor de Pacotes: Se queres instalar de maneira a poderes
remover facilmente pelo Gestor de Pacotes, primeiro instala o pacote checkinstall ( sudo
apt-get install checkinstall ). Para instalar o pacote depois faz sudo checkinstall. Isto vai
demorar um pouco mais que a instalação normal e provavelmente será preciso escrever
uma descrição do programa.

             Vê um pequeno video de um pacote a ser instalado pela source




Autopackage (.package)
O formato Autopackage é suposto ser um instalador de pacotes nas distribuições Linux
"Neutra". Este usa o seu próprio sistema de gestão de pacote, que é feito um download
da Internet e instalado com o primeiro Autopackage que se instalar. Para instalar um
autopackage chamado teste.package, localizado no Desktop do utilizador UbuntuPT,
primeiro confirma que tem #Permissões para executar no sistema, depois corre
/home/UbuntuPT/Desktop/test.package. O instalador irá fazer umas perguntas,
provavelmente qual a tua password.

Tambem pode ver : http://www.autopackage.org/docs/howto-install/
Klik package (klik:// → .cmg)
Klik é um repositório online de software que usa o seu próprio protocolo chamado
klik:// ( semelhante a http:// ) para permitir instalar um pacote a partir do seu site
clicando num link no Web Browser. Para usar o Klik é primeiro preciso instalar os
pacotes binutils libstdc++5 rpm gnome-about usando o Synaptic e depois correr este
comando na Consola: wget klik.atekon.de/client/install -O -|sh que irá fazer o download
e instalar o cliente klik. O Klik dá a volta tanto ao Gestor de Pacotes como ao sistema
de ficheiros; tudo o que é preciso para correr o programa está incluido num ficheiro
.cmg localizado no Desktop depois da instalação estar pronta. Para correr simplesmente
Duplo-clique no ficheiro para correr a aplicação. Para remover é só preciso apagar o
ficheiro .cmg .




Shell Script Installer (.sh, .bash)
Podes correr um shell script pela consola com o comando sh. Se o script se chama
teste.sh e est´s no desktop do utilizador UbuntuPT, pode ser instalado correndo : sh
/home/UbuntuPT/Desktop/teste.sh .




Binary Installer (.bin, ...)
Se o instalador é chamado de teste.bin e está localizado no Desktop do utilizador
UbuntuPT, pode ser corrido a partir da Consola com
/home/UbuntuPT/Desktop/teste.bin. Atenção que o instalador pode precisar de
#Permissões para executar no teu Sistema de Ficheiros

Você também pode dar alt+F2 e escolher o arquivo para executar

Executável Windows (.exe)
Se, depois de procurar na Internet por um programa Linux equivalente a um programa
de Windows que queres instalar, e não houver programa para o substituir, existe uma
possibilidade do programa correr em Linux. Isto não é uma solução correcta para o
problema, de todo, mas para algumas pessoas é a única maneira. Para correr programas
executáveis de Windows é preciso instalar um pacote chamado wine. Quando estiver,
corre no terminal o comando wine CAMINHO em que CAMINHO é o caminho para o
EXE. Se o utilizador UbuntuPT tem um EXE chamado teste.exe na pasta home, é
preciso correr o comando wine /home/UbuntuPT/teste.exe para o executar. Atenção que
correr programas Windows com o wine é na maioria dos casos problemático, e pode
não funcionar a nível satisfatório; muitas vezes nem funcionam.

Se o executável é um Instalador, o programa vai ser instalado numa pasta escondida
localizada na home. Se o utilizador UbuntuPT instalar um programa chamado Teste,
este vai provavelmente ser instalado na pasta "/home/UbuntuPT/.wine/drive_c/Program
Files/Teste" (Lembra-te de incluir aspas em caminhos com espaços no nome quando se
escreve num terminal). Os EXE's dentro dessa directoria podem ser executados com o
wine. Podes criar um atalho/launcher no desktop, de modo a facilitar o acesso à
aplicação. Aqui fica um exemplo de um programa Windows a correr com wine:



     http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Graph.png Aplicação
                                 Windows: Graph




Apêndice
O que vem a seguir não está directamente ligado com instalação de software e temas.




Activar repositórios extra
Numa instalação básica do Ubuntu, este está configurado para usar o repositório
principal (main). Existem no entanto outros repositórios oficiais (ou secções no servidor
Ubuntu) que não estão logo disponíveis. Existe um chamado Universe que é o maior. É
uma fonte de software mantido pela comunidade, mas que não é suportado oficialmente
pelo Ubuntu. Existe também uma secção chamada Multiverse que contêm software sob
licensas problemáticas. A terceira secção é chamada de Restricted e é uma pequena
fonte de software restrito sob copyright.

Para activar o resto dos repositórios, abre o Synaptic e selecciona a opção no menu :
Configurações -> Repositórios. Aqui está uma lista dos repositórios actuais. Para activar
repositórios que faltam escolhe os repositórios marcados como binários, clica no
Adicionar e selecciona as caixas dos repositórios que queres activar.



   http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic_repositories.png
               Activar os repositórios universe, restricted e multiverse



             Vê um pequeno video a mostar como activar repositórios extra


Quando estiver feito, o Synaptic deve perguntar se queres actualizar a tua lista de
pacotes: aceita. Agora a lista de pacotes disponíveis deve aumentar significativamente.


Outra forma : Como adicionar repositórios extra (Dapper)
Usar o CD como repositórios de pacotes offline
A melhor forma de instalar novo software no Ubuntu é estar ligado a Internet, mas às
vezes isso não é possível. Quando se instala o Ubuntu pela primeira vez, o CD de
instalação deve ter sido adicionado como um repositório. Se não estiver, pode ser
adicionado na mesma janela em que se activou os repositórios extra. Existe um botão
marcado como Adicionar CD; carrega no botão, insere o CD e este vai ser adicionado
como um repositório.



     http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic_add_cd.png
                      Adicionar um CD ao Gestor de Pacotes


Pode-se instalar software pelo Synaptic estando desligado da Internet, tendo o CD
inserido. Atenção que o CD só tem software do repositório MAIN, não tem Universe,
Multiverse nem Restricted!




Navegar no Terminal
Por defeito, o terminal no Ubuntu é o Gnome Terminal. Este pode ser encontrado em
Applications → Accessories → Terminal. Um terminal é de certa forma bastante
semelhante a um file manager, visto que se encontra sempre numa determinada pasta,
sendo capaz de entrar noutras pastas e gerir os ficheiros regularmente. Quando o corres,
estará geralmente na tua home. Caso desejes confirmar q este se encontra na tua home,
digita `pwd', premindo a tecla enter. O output("resultado") do comando pwd é o
caminho da pasta actual. Exemplo: Se o utilizador UbuntuPT se encontra na sua home,
o output será /home/UbuntuPT.

Para veres a lista de ficheiros e pastas q se encontram na pasta actual, corre o comando
`ls'. Se queres subir na árvore de directorias, usa o comando `cd ..'. Se queres descer na
árvore de directorias, usa o comando `cd NOME' onde NOME é o nome da pasta para
onde desejas ir. Exemplo: se o utilizador UbuntuPT está na sua home e nesta pasta se
encontra outra chamada teste, ele vai fazer `cd teste' para entrar na pasta teste. Caso
queira voltar para trás, corre o comando `cd ..'. Caso se perca, pode apenas fazer `cd';
isto vai trazê-lo de volta à sua home.




Como adicionar um launcher/atalho ao teu desktop
Estes são bem conhecidos no windows. Os launchers sao atalhos para as tuas aplicações
q têm como objectivo facilitar a execução destas. Para adicionares um launcher, clica
com o botão direito em qualquer sítio do teu desktop e selecciona Create Launcher...
Com isto é aberto um dialogo onde inseres a informação acerca do launcher. Lembra-te
de meter o nome, bem como o caminho do executável. É isto que um utilizador carl
deve fazer, caso deseje um launcher para o executável teste localizado na sua home:

         http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Launcher.png

                              Criando um novo launcher

                      Ver vídeo q mostra como criar um launcher




Permissões
Para alterar as permissões para que o ficheiro possa ser executável, clica com o botão
direito no ficheiro e selecciona Propriedades; uma janela vai abrir. Clica na aba
Permissões. Dentro da janela vão estar umas caixas que podes clicar para dizer ao
sistema o que tens permissão de fazer com o ficheiro. Escolhe a caixa que diz Executar
na parte de diz Dono.



  http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Permissions.png Todos os
                       ficheiros no sistema têm permissões


Também podes executar na consola o comando chmod +x
/home/UbuntuPT/Desktop/teste.bin para tornar o ficheiro executável.



              Vê um video a mostar um ficheiro a ser tornado executável




Porque foi criado este guia
Como o Simon Gray ( Criador da versão original deste texto ) mencionou:

As they say in China: "Give a man a fish and you feed him for a day. Teach a man to
fish and you feed him for a lifetime."


Créditos
Versão original criada por Simon Gray em - http://monkeyblog.org/ubuntu/installing/

Traduzido por Toukas e iGama
Esta versão do Ubuntu está espetacular. Supreendeu-me em todos os aspectos. Sou
utilizador do Ubuntu deste a versão 7.04. A Canonical de 6 em 6 meses tem me
supreendido bastante.

Ao vasculhar a internet encontrei o tutorial que me ajudou a instalar e configurar o
Ubuntu 9.04 (Jaunty Jackalope) com sucesso. Deixo aqui o link, e espero que ajude a
que tiver necessidade: http://online.iguga.com/2009/04/27/como-instalar-e-configurar-
no-teu-computador-o-ubuntu-904-jaunty-jackalope

Categoria: PorTraduzir

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fedora 11 Release Party
Fedora 11 Release PartyFedora 11 Release Party
Fedora 11 Release Party
Thiago Mosqueiro
 
Ubuntu – Configurando gerenciador de atualizações
Ubuntu – Configurando gerenciador de atualizaçõesUbuntu – Configurando gerenciador de atualizações
Ubuntu – Configurando gerenciador de atualizações
linuxInfo
 
Workshop Ubuntu Linux: O desktop perfeito - Arlei Silveira Silva
Workshop Ubuntu Linux: O desktop perfeito - Arlei Silveira SilvaWorkshop Ubuntu Linux: O desktop perfeito - Arlei Silveira Silva
Workshop Ubuntu Linux: O desktop perfeito - Arlei Silveira Silva
Tchelinux
 
Ubuntu Fábio Alves
Ubuntu Fábio AlvesUbuntu Fábio Alves
Ubuntu Fábio Alves
flukso
 
Instalação
InstalaçãoInstalação
Instalação
Alisson Silva
 
Ubuntu linux - Apt-GET
Ubuntu linux - Apt-GETUbuntu linux - Apt-GET
Ubuntu linux - Apt-GET
Roney Sousa
 
400 Dicas Xp.Erivanildo.Thegenius.Us
400 Dicas Xp.Erivanildo.Thegenius.Us400 Dicas Xp.Erivanildo.Thegenius.Us
400 Dicas Xp.Erivanildo.Thegenius.Us
sifja
 
Slackware Zine #1
Slackware Zine #1Slackware Zine #1
Slackware Zine #1
alchemikos
 
Aula4
Aula4Aula4
Aula4
willians
 
Como usar o virtualbox-passo a passo
Como usar o virtualbox-passo a passoComo usar o virtualbox-passo a passo
Como usar o virtualbox-passo a passo
Décio Araújo
 
Audacity
AudacityAudacity
Audacity
sueli
 
C:\Fakepath\Manual Antivirus
C:\Fakepath\Manual AntivirusC:\Fakepath\Manual Antivirus
C:\Fakepath\Manual Antivirus
Planilhao
 
Aula de revisão de windows
Aula de revisão de windowsAula de revisão de windows
Aula de revisão de windows
Daniel da Silva
 
Tutorial
TutorialTutorial
Tutorial
secesar
 
Ubuntu
UbuntuUbuntu
Quebra de pacoes linux
Quebra de pacoes linux Quebra de pacoes linux
Quebra de pacoes linux
alecsvupt
 
Openshot Manual de Uso
Openshot Manual de UsoOpenshot Manual de Uso
Openshot Manual de Uso
Volney F Pereira
 
Utilizando o openshot do Linux-Editor de imagens e música
Utilizando o openshot do Linux-Editor de imagens e músicaUtilizando o openshot do Linux-Editor de imagens e música
Utilizando o openshot do Linux-Editor de imagens e música
elizetearantes
 
Podcast Completo
Podcast CompletoPodcast Completo
Podcast Completo
sueli
 

Mais procurados (19)

Fedora 11 Release Party
Fedora 11 Release PartyFedora 11 Release Party
Fedora 11 Release Party
 
Ubuntu – Configurando gerenciador de atualizações
Ubuntu – Configurando gerenciador de atualizaçõesUbuntu – Configurando gerenciador de atualizações
Ubuntu – Configurando gerenciador de atualizações
 
Workshop Ubuntu Linux: O desktop perfeito - Arlei Silveira Silva
Workshop Ubuntu Linux: O desktop perfeito - Arlei Silveira SilvaWorkshop Ubuntu Linux: O desktop perfeito - Arlei Silveira Silva
Workshop Ubuntu Linux: O desktop perfeito - Arlei Silveira Silva
 
Ubuntu Fábio Alves
Ubuntu Fábio AlvesUbuntu Fábio Alves
Ubuntu Fábio Alves
 
Instalação
InstalaçãoInstalação
Instalação
 
Ubuntu linux - Apt-GET
Ubuntu linux - Apt-GETUbuntu linux - Apt-GET
Ubuntu linux - Apt-GET
 
400 Dicas Xp.Erivanildo.Thegenius.Us
400 Dicas Xp.Erivanildo.Thegenius.Us400 Dicas Xp.Erivanildo.Thegenius.Us
400 Dicas Xp.Erivanildo.Thegenius.Us
 
Slackware Zine #1
Slackware Zine #1Slackware Zine #1
Slackware Zine #1
 
Aula4
Aula4Aula4
Aula4
 
Como usar o virtualbox-passo a passo
Como usar o virtualbox-passo a passoComo usar o virtualbox-passo a passo
Como usar o virtualbox-passo a passo
 
Audacity
AudacityAudacity
Audacity
 
C:\Fakepath\Manual Antivirus
C:\Fakepath\Manual AntivirusC:\Fakepath\Manual Antivirus
C:\Fakepath\Manual Antivirus
 
Aula de revisão de windows
Aula de revisão de windowsAula de revisão de windows
Aula de revisão de windows
 
Tutorial
TutorialTutorial
Tutorial
 
Ubuntu
UbuntuUbuntu
Ubuntu
 
Quebra de pacoes linux
Quebra de pacoes linux Quebra de pacoes linux
Quebra de pacoes linux
 
Openshot Manual de Uso
Openshot Manual de UsoOpenshot Manual de Uso
Openshot Manual de Uso
 
Utilizando o openshot do Linux-Editor de imagens e música
Utilizando o openshot do Linux-Editor de imagens e músicaUtilizando o openshot do Linux-Editor de imagens e música
Utilizando o openshot do Linux-Editor de imagens e música
 
Podcast Completo
Podcast CompletoPodcast Completo
Podcast Completo
 

Destaque

áLgebra booleana e circuitos lógicos
áLgebra booleana e circuitos lógicosáLgebra booleana e circuitos lógicos
áLgebra booleana e circuitos lógicos
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Conjuntos numéricos
Conjuntos numéricosConjuntos numéricos
Conjuntos numéricos
Celi Jandy Moraes Gomes
 
0105 gs3 introducaoaocalc-ptbr
0105 gs3 introducaoaocalc-ptbr0105 gs3 introducaoaocalc-ptbr
0105 gs3 introducaoaocalc-ptbr
Celi Jandy Moraes Gomes
 
0104 gs3 introducaoaowriter-ptbr
0104 gs3 introducaoaowriter-ptbr0104 gs3 introducaoaowriter-ptbr
0104 gs3 introducaoaowriter-ptbr
Celi Jandy Moraes Gomes
 
0106 gs3 introducaoaoimpress-ptbr
0106 gs3 introducaoaoimpress-ptbr0106 gs3 introducaoaoimpress-ptbr
0106 gs3 introducaoaoimpress-ptbr
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Sistemas digitais
Sistemas digitaisSistemas digitais
Sistemas digitais
Luiz Henrique
 
Indiquer la destination et la provenance (A1)
Indiquer la destination et la provenance (A1)Indiquer la destination et la provenance (A1)
Indiquer la destination et la provenance (A1)
lebaobabbleu
 

Destaque (7)

áLgebra booleana e circuitos lógicos
áLgebra booleana e circuitos lógicosáLgebra booleana e circuitos lógicos
áLgebra booleana e circuitos lógicos
 
Conjuntos numéricos
Conjuntos numéricosConjuntos numéricos
Conjuntos numéricos
 
0105 gs3 introducaoaocalc-ptbr
0105 gs3 introducaoaocalc-ptbr0105 gs3 introducaoaocalc-ptbr
0105 gs3 introducaoaocalc-ptbr
 
0104 gs3 introducaoaowriter-ptbr
0104 gs3 introducaoaowriter-ptbr0104 gs3 introducaoaowriter-ptbr
0104 gs3 introducaoaowriter-ptbr
 
0106 gs3 introducaoaoimpress-ptbr
0106 gs3 introducaoaoimpress-ptbr0106 gs3 introducaoaoimpress-ptbr
0106 gs3 introducaoaoimpress-ptbr
 
Sistemas digitais
Sistemas digitaisSistemas digitais
Sistemas digitais
 
Indiquer la destination et la provenance (A1)
Indiquer la destination et la provenance (A1)Indiquer la destination et la provenance (A1)
Indiquer la destination et la provenance (A1)
 

Semelhante a Como instalar tudo em ubuntu

Como usar GNOME Boxes.pdf
Como usar GNOME Boxes.pdfComo usar GNOME Boxes.pdf
Como usar GNOME Boxes.pdf
IRMA GISLANE SIMOES CAMPOS
 
Tutorial de instalação do PlayerStageGazebo no ubuntu linux 10.10 maverick me...
Tutorial de instalação do PlayerStageGazebo no ubuntu linux 10.10 maverick me...Tutorial de instalação do PlayerStageGazebo no ubuntu linux 10.10 maverick me...
Tutorial de instalação do PlayerStageGazebo no ubuntu linux 10.10 maverick me...
Danilo Ricardo
 
Como gerenciar de forma correta os pacotes em debian e distribuições derivadas
Como gerenciar de forma correta os pacotes em debian e distribuições derivadasComo gerenciar de forma correta os pacotes em debian e distribuições derivadas
Como gerenciar de forma correta os pacotes em debian e distribuições derivadas
Antonio Paulo
 
Grupo 7 Ubunto
Grupo 7 UbuntoGrupo 7 Ubunto
Grupo 7 Ubunto
Xanica Costa
 
Instalação VirtualBox
Instalação VirtualBoxInstalação VirtualBox
Instalação VirtualBox
Vinicius Karnopp
 
Linux - Customização e Repositórios Off-line
Linux - Customização e Repositórios Off-lineLinux - Customização e Repositórios Off-line
Linux - Customização e Repositórios Off-line
Átila Camurça
 
Manual linux de_uma_pagina
Manual linux de_uma_paginaManual linux de_uma_pagina
Manual linux de_uma_pagina
Marcos Oliveira
 
Instalação de softwares em sistemas baseados no Debian - Vinícius Alves Hax
Instalação de softwares em sistemas baseados no Debian - Vinícius Alves HaxInstalação de softwares em sistemas baseados no Debian - Vinícius Alves Hax
Instalação de softwares em sistemas baseados no Debian - Vinícius Alves Hax
Tchelinux
 
Instalação de softwares em sistemas baseados no Debian
Instalação de softwares em sistemas baseados no DebianInstalação de softwares em sistemas baseados no Debian
Instalação de softwares em sistemas baseados no Debian
Vinícius Hax
 
Linux - Instalação de Programas
Linux - Instalação de ProgramasLinux - Instalação de Programas
Linux - Instalação de Programas
Átila Camurça
 
Ubuntu 8.04 LTS 2008
Ubuntu 8.04 LTS 2008Ubuntu 8.04 LTS 2008
Ubuntu 8.04 LTS 2008
SergioSouza
 
Instalação personalizada do Debian Wheezy (testing)
Instalação personalizada do Debian Wheezy (testing)Instalação personalizada do Debian Wheezy (testing)
Instalação personalizada do Debian Wheezy (testing)
Victor Eloy
 
Soa#cap4.1 gestor de pacotes
Soa#cap4.1   gestor de pacotesSoa#cap4.1   gestor de pacotes
Soa#cap4.1 gestor de pacotes
portal_Do_estudante
 
Soa#cap4.1 gestor de pacotes
Soa#cap4.1   gestor de pacotesSoa#cap4.1   gestor de pacotes
Soa#cap4.1 gestor de pacotes
portal_Do_estudante
 
So-mod-4
So-mod-4So-mod-4
So-mod-4
diogoa21
 
Aula V
Aula VAula V
Módulo II - Desktop e Arquivos
Módulo II  -  Desktop e ArquivosMódulo II  -  Desktop e Arquivos
Módulo II - Desktop e Arquivos
Mayara Mônica
 
Remover virus que transforma pastas em atalhos
Remover virus que  transforma pastas em atalhosRemover virus que  transforma pastas em atalhos
Remover virus que transforma pastas em atalhos
Carlos Elson Cunha
 
Quero Arch! (Parte 1)
Quero Arch! (Parte 1)Quero Arch! (Parte 1)
Quero Arch! (Parte 1)
Felipe Santos
 
Sistema Operacional Windows (versão 11)
Sistema Operacional Windows (versão 11)Sistema Operacional Windows (versão 11)
Sistema Operacional Windows (versão 11)
DaviMatos25
 

Semelhante a Como instalar tudo em ubuntu (20)

Como usar GNOME Boxes.pdf
Como usar GNOME Boxes.pdfComo usar GNOME Boxes.pdf
Como usar GNOME Boxes.pdf
 
Tutorial de instalação do PlayerStageGazebo no ubuntu linux 10.10 maverick me...
Tutorial de instalação do PlayerStageGazebo no ubuntu linux 10.10 maverick me...Tutorial de instalação do PlayerStageGazebo no ubuntu linux 10.10 maverick me...
Tutorial de instalação do PlayerStageGazebo no ubuntu linux 10.10 maverick me...
 
Como gerenciar de forma correta os pacotes em debian e distribuições derivadas
Como gerenciar de forma correta os pacotes em debian e distribuições derivadasComo gerenciar de forma correta os pacotes em debian e distribuições derivadas
Como gerenciar de forma correta os pacotes em debian e distribuições derivadas
 
Grupo 7 Ubunto
Grupo 7 UbuntoGrupo 7 Ubunto
Grupo 7 Ubunto
 
Instalação VirtualBox
Instalação VirtualBoxInstalação VirtualBox
Instalação VirtualBox
 
Linux - Customização e Repositórios Off-line
Linux - Customização e Repositórios Off-lineLinux - Customização e Repositórios Off-line
Linux - Customização e Repositórios Off-line
 
Manual linux de_uma_pagina
Manual linux de_uma_paginaManual linux de_uma_pagina
Manual linux de_uma_pagina
 
Instalação de softwares em sistemas baseados no Debian - Vinícius Alves Hax
Instalação de softwares em sistemas baseados no Debian - Vinícius Alves HaxInstalação de softwares em sistemas baseados no Debian - Vinícius Alves Hax
Instalação de softwares em sistemas baseados no Debian - Vinícius Alves Hax
 
Instalação de softwares em sistemas baseados no Debian
Instalação de softwares em sistemas baseados no DebianInstalação de softwares em sistemas baseados no Debian
Instalação de softwares em sistemas baseados no Debian
 
Linux - Instalação de Programas
Linux - Instalação de ProgramasLinux - Instalação de Programas
Linux - Instalação de Programas
 
Ubuntu 8.04 LTS 2008
Ubuntu 8.04 LTS 2008Ubuntu 8.04 LTS 2008
Ubuntu 8.04 LTS 2008
 
Instalação personalizada do Debian Wheezy (testing)
Instalação personalizada do Debian Wheezy (testing)Instalação personalizada do Debian Wheezy (testing)
Instalação personalizada do Debian Wheezy (testing)
 
Soa#cap4.1 gestor de pacotes
Soa#cap4.1   gestor de pacotesSoa#cap4.1   gestor de pacotes
Soa#cap4.1 gestor de pacotes
 
Soa#cap4.1 gestor de pacotes
Soa#cap4.1   gestor de pacotesSoa#cap4.1   gestor de pacotes
Soa#cap4.1 gestor de pacotes
 
So-mod-4
So-mod-4So-mod-4
So-mod-4
 
Aula V
Aula VAula V
Aula V
 
Módulo II - Desktop e Arquivos
Módulo II  -  Desktop e ArquivosMódulo II  -  Desktop e Arquivos
Módulo II - Desktop e Arquivos
 
Remover virus que transforma pastas em atalhos
Remover virus que  transforma pastas em atalhosRemover virus que  transforma pastas em atalhos
Remover virus que transforma pastas em atalhos
 
Quero Arch! (Parte 1)
Quero Arch! (Parte 1)Quero Arch! (Parte 1)
Quero Arch! (Parte 1)
 
Sistema Operacional Windows (versão 11)
Sistema Operacional Windows (versão 11)Sistema Operacional Windows (versão 11)
Sistema Operacional Windows (versão 11)
 

Mais de Celi Jandy Moraes Gomes

0101 gs3 introducaoaolibo-ptbr
0101 gs3 introducaoaolibo-ptbr0101 gs3 introducaoaolibo-ptbr
0101 gs3 introducaoaolibo-ptbr
Celi Jandy Moraes Gomes
 
O impacto das novas tecnologias na sociedade
O impacto das novas tecnologias na sociedadeO impacto das novas tecnologias na sociedade
O impacto das novas tecnologias na sociedade
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Entrada e saida
Entrada e saidaEntrada e saida
Entrada e saida
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Dispositivos de entrada e saída de dados
Dispositivos de entrada e saída de dadosDispositivos de entrada e saída de dados
Dispositivos de entrada e saída de dados
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Lei 10.639 2003
Lei 10.639 2003Lei 10.639 2003
Lei 10.639 2003
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Constituição do estado do pará
Constituição do estado do paráConstituição do estado do pará
Constituição do estado do pará
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Formação social da mente
Formação social da menteFormação social da mente
Formação social da mente
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Saberes docentes e formação profissional
Saberes docentes e formação profissionalSaberes docentes e formação profissional
Saberes docentes e formação profissional
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Resolução nº 2 conselho nacional de educação câmara de educação superior
Resolução nº 2 conselho nacional de educação câmara de educação superiorResolução nº 2 conselho nacional de educação câmara de educação superior
Resolução nº 2 conselho nacional de educação câmara de educação superior
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Resolução conselho nacional de educação câmara de educação básica (ceb) nº 1
Resolução conselho nacional de educação   câmara de educação básica (ceb) nº 1Resolução conselho nacional de educação   câmara de educação básica (ceb) nº 1
Resolução conselho nacional de educação câmara de educação básica (ceb) nº 1
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Resolução ceb nº 3, de 26 de junho de 1998
Resolução ceb nº 3, de 26 de junho de 1998Resolução ceb nº 3, de 26 de junho de 1998
Resolução ceb nº 3, de 26 de junho de 1998
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Resolução câmara de educação básica, nº 2, de 7 de abril de 1998
Resolução câmara de educação básica, nº 2, de 7 de abril de 1998Resolução câmara de educação básica, nº 2, de 7 de abril de 1998
Resolução câmara de educação básica, nº 2, de 7 de abril de 1998
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Pedagogia do oprimido
Pedagogia do oprimidoPedagogia do oprimido
Pedagogia do oprimido
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Os sete saberes necessários à educação do futuro
Os sete saberes necessários à educação do futuroOs sete saberes necessários à educação do futuro
Os sete saberes necessários à educação do futuro
Celi Jandy Moraes Gomes
 
O ensino na sociedade do conhecimento
O ensino na sociedade do conhecimentoO ensino na sociedade do conhecimento
O ensino na sociedade do conhecimento
Celi Jandy Moraes Gomes
 
O diálogo entre o ensino e aprendizagem
O diálogo entre o ensino e aprendizagemO diálogo entre o ensino e aprendizagem
O diálogo entre o ensino e aprendizagem
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Introdução ao pensamento de baktin
Introdução ao pensamento de baktinIntrodução ao pensamento de baktin
Introdução ao pensamento de baktin
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Gabaritos 100 questões sobre legislação educacional
Gabaritos 100 questões sobre legislação educacionalGabaritos 100 questões sobre legislação educacional
Gabaritos 100 questões sobre legislação educacional
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Bibliografia geral
Bibliografia geralBibliografia geral
Bibliografia geral
Celi Jandy Moraes Gomes
 

Mais de Celi Jandy Moraes Gomes (20)

0101 gs3 introducaoaolibo-ptbr
0101 gs3 introducaoaolibo-ptbr0101 gs3 introducaoaolibo-ptbr
0101 gs3 introducaoaolibo-ptbr
 
O impacto das novas tecnologias na sociedade
O impacto das novas tecnologias na sociedadeO impacto das novas tecnologias na sociedade
O impacto das novas tecnologias na sociedade
 
Entrada e saida
Entrada e saidaEntrada e saida
Entrada e saida
 
Dispositivos de entrada e saída de dados
Dispositivos de entrada e saída de dadosDispositivos de entrada e saída de dados
Dispositivos de entrada e saída de dados
 
Lei 10.639 2003
Lei 10.639 2003Lei 10.639 2003
Lei 10.639 2003
 
Constituição do estado do pará
Constituição do estado do paráConstituição do estado do pará
Constituição do estado do pará
 
Formação social da mente
Formação social da menteFormação social da mente
Formação social da mente
 
Saberes docentes e formação profissional
Saberes docentes e formação profissionalSaberes docentes e formação profissional
Saberes docentes e formação profissional
 
Resolução nº 2 conselho nacional de educação câmara de educação superior
Resolução nº 2 conselho nacional de educação câmara de educação superiorResolução nº 2 conselho nacional de educação câmara de educação superior
Resolução nº 2 conselho nacional de educação câmara de educação superior
 
Resolução conselho nacional de educação câmara de educação básica (ceb) nº 1
Resolução conselho nacional de educação   câmara de educação básica (ceb) nº 1Resolução conselho nacional de educação   câmara de educação básica (ceb) nº 1
Resolução conselho nacional de educação câmara de educação básica (ceb) nº 1
 
Resolução ceb nº 3, de 26 de junho de 1998
Resolução ceb nº 3, de 26 de junho de 1998Resolução ceb nº 3, de 26 de junho de 1998
Resolução ceb nº 3, de 26 de junho de 1998
 
Resolução câmara de educação básica, nº 2, de 7 de abril de 1998
Resolução câmara de educação básica, nº 2, de 7 de abril de 1998Resolução câmara de educação básica, nº 2, de 7 de abril de 1998
Resolução câmara de educação básica, nº 2, de 7 de abril de 1998
 
Pedagogia do oprimido
Pedagogia do oprimidoPedagogia do oprimido
Pedagogia do oprimido
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
 
Os sete saberes necessários à educação do futuro
Os sete saberes necessários à educação do futuroOs sete saberes necessários à educação do futuro
Os sete saberes necessários à educação do futuro
 
O ensino na sociedade do conhecimento
O ensino na sociedade do conhecimentoO ensino na sociedade do conhecimento
O ensino na sociedade do conhecimento
 
O diálogo entre o ensino e aprendizagem
O diálogo entre o ensino e aprendizagemO diálogo entre o ensino e aprendizagem
O diálogo entre o ensino e aprendizagem
 
Introdução ao pensamento de baktin
Introdução ao pensamento de baktinIntrodução ao pensamento de baktin
Introdução ao pensamento de baktin
 
Gabaritos 100 questões sobre legislação educacional
Gabaritos 100 questões sobre legislação educacionalGabaritos 100 questões sobre legislação educacional
Gabaritos 100 questões sobre legislação educacional
 
Bibliografia geral
Bibliografia geralBibliografia geral
Bibliografia geral
 

Como instalar tudo em ubuntu

  • 1. Como instalar tudo em Ubuntu Ir para: navegação, pesquisa Introdução Tens problemas ao instalar alguma coisa no teu novo Sistema Operativo Ubuntu? "Onde está o EXE?", "Tenho de extrair isto para onde?", "Como corro isto?", "Para onde vai isto?" - Alguma vez fizeste perguntas como estas? Não te preocupes, instalar software, temas, entre outras coisas no Ubuntu é na verdade muito simples! Este guia vai ajudar-te a entender com screenshots, videos de instruções e linguagem acessivel. Tabela de conteúdo [esconder]  1 Introdução  2 Gerenciador de pacotes  3 Instalar software com Synaptic o 3.1 Os três passos: Procurar, marcar, aplicar o 3.2 Mas e se o meu programa não estiver no Synaptic? o 3.3 Instalei-o, mas para onde foi o meu programa? o 3.4 Como desinstalo um programa?  4 Instalar software pelo terminal  5 Instalar um pacote manualmente (.deb, .rpm, .tar.gz, .sh, .bin, .exe, ...) o 5.1 Pacote Debian (.deb) o 5.2 Pacote RPM (.rpm) o 5.3 Desktop Theme (.tar, .tar.gz, .tgz, ...) o 5.4 Login Screen Theme (.tar, .tar.gz, .tgz, ...) o 5.5 Pacote com Source (.tar, .tar.gz, .tgz, ...) o 5.6 Autopackage (.package) o 5.7 Klik package (klik:// → .cmg) o 5.8 Shell Script Installer (.sh, .bash) o 5.9 Binary Installer (.bin, ...) o 5.10 Executável Windows (.exe)  6 Apêndice o 6.1 Activar repositórios extra o 6.2 Usar o CD como repositórios de pacotes offline o 6.3 Navegar no Terminal o 6.4 Como adicionar um launcher/atalho ao teu desktop o 6.5 Permissões o 6.6 Porque foi criado este guia
  • 2. 7 Créditos Gerenciador de pacotes As aplicações Linux são quase todas open-source (código livre) e, ao contrário dos programas típicos do Windows, dependem muito de bibliotecas externas para funcionar. Não precisas de perceber o que são bibliotecas, mas apenas que os programas do Windows normalmente icluem partes dessas bibliotecas nos seus instaladores, ocupando demasiado espaço no disco depois de serem instaladas, porque essa mesma biblioteca fica duplicada em muitos locais no disco; os programas de Linux normalmente não fazem isto. A maior parte dos Sistemas Operativos Linux desenvolveu um sistema em que podes fazer o download de um programa, com qualquer dependência, sem ter ficheiros duplicados por todo o disco poupando muito espaço. Ao mesmo tempo, este sistema permite-te ter uma localização central de cada pacote de instalação e actualização. Este sistema é chamado de Gerenciador de Pacotes e no Ubuntu ele aparece-te em forma de apt-get, aptitude, Add/Remove..., Update Manager e Synaptic. Todos estes programas são ligações ao mesmo Gestor de pacotes desenvolvido para Ubuntu. Instalar software com Synaptic O Synaptic é um programa gráfico para instalar pacotes e provavelmente aquele em que te sentes mais confortável. Podes iniciá-lo a partir de Sistema - Administração - Gestor de Pacotes Synaptic; como precaução ao abri-lo pede-te uma password antes de continuar! Não é por ser um programa perigoso, o Ubuntu é que é muito restrito em tentar que tu, e o mais importante, utilizadores não administrativos, estraguem o sistema. http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic.png Gerenciador de Pacotes Synaptic Os três passos: Procurar, marcar, aplicar 1 - http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic_search_icon.png Em primeiro lugar procura o pacote que queres instalar. De notar que existem centenas de temas, aplicações, bibliotecas e documentação no Synaptic. Todos esses pacotes estão alojados nos servidores do Ubuntu para poderes fazer o download ou updates; o
  • 3. gerenciador de pacotes funciona um pouco como o Windows Update que não só mantém o teu sistema actualizado, mas também programas secundários que tenhas instalado com ele. Podes encontrar pacotes explorando as categorias da barra lateral à esquerda ou procurando por eles. Clica em Procurar na barra de ferramentas. http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic_search.png A janela Procurar 2 - Quando encontrares o pacote que queres instalar, clica com o botão direito do rato sobre ele e marca-o para ser instalado. Uma grande parte deles vai informar-te sobre as dependências que também vão ser instaladas ao mesmo tempo! Também podes apagar esses mesmos pacotes da mesma forma (botão direito do rato, e clicar em marcar para remoção. Também podes instalar mais que um programa ao mesmo tempo, poupando assim bastante tempo. http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic_mark_install.png Selecção dos pacotes para instalação no Synaptic 3 - http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic_apply_icon.png Uma vez marcados todos os pacotes que queres instalar, podes agora clicar no botão Aplicar. O que vai fazer com que o Synaptic faça o download, instale e configure todos os programas marcados. Mais fácil é difícil. Link : Video de exemplo Mas e se o meu programa não estiver no Synaptic? Acredita, provavelmente está. Se não estiver, aqui estão algumas razões porque não está e como resolver isso:  O gerenciador de pacotes do Ubuntu recebe a sua lista de pacotes dos repositórios principais do Ubuntu, mas existem mais repositórios do que estes principais. Existem outros repositórios oficiais do Ubuntu! Tenta activar os repositórios extra, e depois tens mais pacotes disponíveis.  Se não estás ligado à internet, não estás completamente sem sorte. Pode ser que o pacote que procuras esteja disponível no CD.
  • 4. Mesmo que o pacote não esteja disponível em nenhum repositório, podes sempre instalá-lo manualmente. Mas lembra-te, existem mais tipos de pacotes no Linux do que possas imaginar. Dá uma olhadela a esta explicação. Instalei-o, mas para onde foi o meu programa? Normalmente o teu menu Aplicações é actualizado com um link para o teu novo programa, mas às vezes ele não aparece automaticamente. Aqui estão algumas maneiras para encontrar um link para o teu novo programa:  Instala o Debian Menu. O Debian Menu tem uma lista muito mais completa das tuas aplicações instaladas, e estará disponível como uma categoria no menu Aplicações. Tens de instalar um pacote chamado menu-xdg e possivelmente reiniciar o X (ctrl + alt + backspace) para o menu aparecer. http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Debian_menu.png Menu Debian  Estarão muito provavelmente disponíveis como um comando na consola com o mesmo nome do pacote. Tenta correr o nome do pacote como um comando na consola. Imaginando que instalaste o programa muine (um player de musica) através do Synaptic, abre uma consola e escreve muine e carrega na tecla enter. O muine abrirá. De notar que o muine será encerrado quando encerrares a consola! Para evitar este problema, clica em Alt+F2 e abrirá uma janela com o nome Executar Aplicação; escreves muine para o abrir. Às vezes o comando para abrir o programa não é exactamente igual ao nome do pacote, tenta digitar na consola as letras iniciais do pacote e depois carrega na tecla TAB. Isto vai mostrar o nome do comando ou uma lista de comandos para escolheres.  Clica com o botão direito do rato no Synaptic, selecciona Propriedades no menu e clica no separador chamado Ficheiros Instalados. Vai aparecer uma lista de programas instalados; aquele que estiver na pasta /usr/bin é o nome do comando. Como desinstalo um programa? Quando queres remover um programa, fazes o mesmo que quando instalas - só precisas de marcar para Remover em vez de marcar para Instalar no passo 2. Se quiseres remover os ficheiros de configuração também (por exemplo para tirar umas
  • 5. configurações estranhas) selecciona "Remoção Completa". Lembra-te de aplicar as alterações. Instalar software pelo terminal Muito frequentemente, verás outros utilizadores de Ubuntu a dizer "podes instalar o programa ABC com este código..." e então vão fornecer-te com um comando que podes escrever no terminal. Isto não é diferente do que o Synaptic faz. De facto, o Synaptic usa estes comandos por baixo da interface amigável do utilizador! Podes encontrar o terminal em aplicações -> Acessórios -> Terminal. Os dois comandos que podes usar são:  sudo apt-get install ABC ou sudo aptitude install ABC O ABC é só um exemplo, este pacote não existe. A parte do comando sudo significa que tu temporariamente cedes direitos de super-user/administrador ao comando, desde que forneças uma senha correcta do utilizador. É a mesma coisa que acontece quando abres o Synaptic, só que no terminal! Se correres o aptitude sozinho assim sudo aptitude, começas com algo que se parece com uma versão em linha do comandos do Synaptic. http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Aptitude.png Interface do Aptitude Também é possivel procurar na linha de comandos como no Synaptic. Tenta isto:  apt-cache search ABC ou aptitude search ABC Para remover um pacote:  sudo apt-get remove ABC e sudo aptitude remove ABC Remover também os ficheiros de configuração:  sudo apt-get remove --purge ABC e sudo aptitude purge ABC Apesar da linha de comandos parecer assustadora para novos utilizadores, como podes ver é simples e fácil de perceber como usar e tem tantas opções como o Synaptic na parte de instalar software. Alguns utilizadores preferem instalar software pelo terminal, outros não. Decide por ti próprio qual gostas mais.
  • 6. Vê um video sobre o processo de procura e instalação no Terminal Instalar um pacote manualmente (.deb, .rpm, .tar.gz, .sh, .bin, .exe, ...) Tens a certeza que não encontras o pacote no Synaptic? Tentaste adicionar repositórios extra? Se tentaste isto tudo com pouco ou nenhum sucesso, aqui está como o fazer ao estilo Windows. Faz download do pacote (.deb, .rpm, .tar.gz, .sh, .bin, .exe) depois: Pacote Debian (.deb) Quando fazes download de um programa pelo gestor de pacotes, estás na verdade a fazer download de pacotes Debian! É possivel instalar individualmente os pacotes de que fizeste download, mas a não ser que tenham sido compilados especificamente para Ubuntu, não é garantido que funcionem. Instalá-los é simples no Ubuntu 6.06 Dapper Drake: Duplo-clique no pacote no Nautilus ou no teu Desktop e o instalador de pacotes vai aparecer: http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Gdebi.png O instalador de Pacotes Debian (GDebI) Simplesmente carregas no Install Package para instalar. Se te faltarem dependências, ele vai informar-te quais são. Também vai informar se existe uma nova versão disponível nos repositórios! Outra forma de instalar pacotes Debian é usando o comando dpkg, que é o que o gestor de pacotes usa para manipular os pacotes Debian (ou simplesmente: debs). A sintaxe é como a seguite: se o teu pacote está localizado no Desktop e o teu username é UbuntuPT, então instalas o pacote teste.deb com dpkg -i /home/UbuntuPT/Desktop/teste.deb. Vais ter de tratar das dependências sozinho, logo não é uma maneira óptima para instalar software. Pacote RPM (.rpm)
  • 7. RPM é outra forma popular de empacotar software, e é usado por distribuições populares como Suse ou Fedora Core. RPM não é usado pelo gestor de pacotes do Ubuntu, mas existe um comando para converter um RPM num DEB; isto não significa que qualquer RPM vai funcionar no teu sistema. Este programa pode instalar o RPM directamente para que não tenhas de o fazer tu próprio. O comando não está disponivel, logo é preciso instalá-lo - chama-se alien e está disponível pelo Synaptic. Se o teu username é UbuntuPT e queres instalar um pacote RPM chamado teste.rpm localizado no teu Desktop faz sudo alien -i /home/UbuntuPT/Destkop/teste.rpm. Desktop Theme (.tar, .tar.gz, .tgz, ...) Instalar temas é relativamente simples no Gnome. Abre as Preferências Do Tema que encontrarás em Sistema -> Preferências-> Tema. Com esta aplicação podes mudar ícones, controlos e bordos da janela ao teu gosto. Para instalar temas, simplesmente arrasta e o pacote para a janela das Preferências Do Tema e confirma na janela de diálogo que irá aparecer. Para usar o tema novo, edita um dos temas existentes para usar os teus novos ícones, controlos ou bordos da janela. http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Theme.png Carrega no Instalar para instalar um tema novo para o desktop Login Screen Theme (.tar, .tar.gz, .tgz, ...) Instalar temas para o ecrã de login de uma sessão é tão simples quanto instalar temas para o ambiente de trabalho. Abre as Preferências da Janela de Início em - Sistema -> Administração -> Ecra de Login. Arrasta e o tema para a janela. Confirma na janela de diálogo que aparece. Para usar o tema novo, selecciona-o na lista dos temas. http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Gdm.png Clica em Instalar para instalar o novo tema de ecrã de login Pacote com Source (.tar, .tar.gz, .tgz, ...) Nota: nem sempre os ficheiros com extenção .tar, .tar.gz, etc, são arquivos com Codigo fonte dentro deles - estes podem estar pre-compilados! Se o arquivo está pre-compilado, deve haver um instalador ou um binário para executar dentro do pacote. Às vezes o que vais ter é um pacote com o source code não compilado. Felizmente, não é preciso ser um programador para saber como compilar e instalar um pacote com
  • 8. source code. Antigamente, esta era a única forma de instalar software em Linux e existe uma forma standard para instalar estes ficheiros. Pode não funcionar em todos os casos, mas irá funcionar na maioria (se tiveres as dependências instaladas). Para compilar um pacote é preciso primeiro extrair para algum lado. Isto é fácil de fazer, simplesmente clica com o botão direito do rato no pacote e selecciona Extrair para Aqui. http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Extract.png Vê um pequeno video a demonstrar um pacote a ser extraido Para continuar é preciso ter os programas de compilação instalados. Eles veem todos no pacote build-essential, disponível no Synaptic. Quando tiveres os programas de compilação instalados, abre um terminal e muda para a directoria que acabaste de extrair (se não tens a certeza de como fazer isto vê : #Navegar no Terminal). Quando estiveres na pasta certa, tens de executar um script de configuração: ./configure. Não te preocupes se ele se queixar que não há nenhum script - muitos pacotes não o têm! Depois compilas com o comando make e depois de compilado pode ser instalado. Existem 2 maneiras: Instalação Normal: Se queres instalar da forma "primitiva" normal, escreve sudo make install. Para remover os ficheiros temporários corre make clean. Para remover o programa corre make uninstall. Estes dois comandos de limpeza podem não funcionar sempre, no entanto, o programador precisa de os ter activos. Instalação usando Gestor de Pacotes: Se queres instalar de maneira a poderes remover facilmente pelo Gestor de Pacotes, primeiro instala o pacote checkinstall ( sudo apt-get install checkinstall ). Para instalar o pacote depois faz sudo checkinstall. Isto vai demorar um pouco mais que a instalação normal e provavelmente será preciso escrever uma descrição do programa. Vê um pequeno video de um pacote a ser instalado pela source Autopackage (.package) O formato Autopackage é suposto ser um instalador de pacotes nas distribuições Linux "Neutra". Este usa o seu próprio sistema de gestão de pacote, que é feito um download da Internet e instalado com o primeiro Autopackage que se instalar. Para instalar um autopackage chamado teste.package, localizado no Desktop do utilizador UbuntuPT, primeiro confirma que tem #Permissões para executar no sistema, depois corre /home/UbuntuPT/Desktop/test.package. O instalador irá fazer umas perguntas, provavelmente qual a tua password. Tambem pode ver : http://www.autopackage.org/docs/howto-install/
  • 9. Klik package (klik:// → .cmg) Klik é um repositório online de software que usa o seu próprio protocolo chamado klik:// ( semelhante a http:// ) para permitir instalar um pacote a partir do seu site clicando num link no Web Browser. Para usar o Klik é primeiro preciso instalar os pacotes binutils libstdc++5 rpm gnome-about usando o Synaptic e depois correr este comando na Consola: wget klik.atekon.de/client/install -O -|sh que irá fazer o download e instalar o cliente klik. O Klik dá a volta tanto ao Gestor de Pacotes como ao sistema de ficheiros; tudo o que é preciso para correr o programa está incluido num ficheiro .cmg localizado no Desktop depois da instalação estar pronta. Para correr simplesmente Duplo-clique no ficheiro para correr a aplicação. Para remover é só preciso apagar o ficheiro .cmg . Shell Script Installer (.sh, .bash) Podes correr um shell script pela consola com o comando sh. Se o script se chama teste.sh e est´s no desktop do utilizador UbuntuPT, pode ser instalado correndo : sh /home/UbuntuPT/Desktop/teste.sh . Binary Installer (.bin, ...) Se o instalador é chamado de teste.bin e está localizado no Desktop do utilizador UbuntuPT, pode ser corrido a partir da Consola com /home/UbuntuPT/Desktop/teste.bin. Atenção que o instalador pode precisar de #Permissões para executar no teu Sistema de Ficheiros Você também pode dar alt+F2 e escolher o arquivo para executar Executável Windows (.exe) Se, depois de procurar na Internet por um programa Linux equivalente a um programa de Windows que queres instalar, e não houver programa para o substituir, existe uma possibilidade do programa correr em Linux. Isto não é uma solução correcta para o problema, de todo, mas para algumas pessoas é a única maneira. Para correr programas executáveis de Windows é preciso instalar um pacote chamado wine. Quando estiver, corre no terminal o comando wine CAMINHO em que CAMINHO é o caminho para o EXE. Se o utilizador UbuntuPT tem um EXE chamado teste.exe na pasta home, é preciso correr o comando wine /home/UbuntuPT/teste.exe para o executar. Atenção que correr programas Windows com o wine é na maioria dos casos problemático, e pode não funcionar a nível satisfatório; muitas vezes nem funcionam. Se o executável é um Instalador, o programa vai ser instalado numa pasta escondida localizada na home. Se o utilizador UbuntuPT instalar um programa chamado Teste, este vai provavelmente ser instalado na pasta "/home/UbuntuPT/.wine/drive_c/Program
  • 10. Files/Teste" (Lembra-te de incluir aspas em caminhos com espaços no nome quando se escreve num terminal). Os EXE's dentro dessa directoria podem ser executados com o wine. Podes criar um atalho/launcher no desktop, de modo a facilitar o acesso à aplicação. Aqui fica um exemplo de um programa Windows a correr com wine: http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Graph.png Aplicação Windows: Graph Apêndice O que vem a seguir não está directamente ligado com instalação de software e temas. Activar repositórios extra Numa instalação básica do Ubuntu, este está configurado para usar o repositório principal (main). Existem no entanto outros repositórios oficiais (ou secções no servidor Ubuntu) que não estão logo disponíveis. Existe um chamado Universe que é o maior. É uma fonte de software mantido pela comunidade, mas que não é suportado oficialmente pelo Ubuntu. Existe também uma secção chamada Multiverse que contêm software sob licensas problemáticas. A terceira secção é chamada de Restricted e é uma pequena fonte de software restrito sob copyright. Para activar o resto dos repositórios, abre o Synaptic e selecciona a opção no menu : Configurações -> Repositórios. Aqui está uma lista dos repositórios actuais. Para activar repositórios que faltam escolhe os repositórios marcados como binários, clica no Adicionar e selecciona as caixas dos repositórios que queres activar. http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic_repositories.png Activar os repositórios universe, restricted e multiverse Vê um pequeno video a mostar como activar repositórios extra Quando estiver feito, o Synaptic deve perguntar se queres actualizar a tua lista de pacotes: aceita. Agora a lista de pacotes disponíveis deve aumentar significativamente. Outra forma : Como adicionar repositórios extra (Dapper)
  • 11. Usar o CD como repositórios de pacotes offline A melhor forma de instalar novo software no Ubuntu é estar ligado a Internet, mas às vezes isso não é possível. Quando se instala o Ubuntu pela primeira vez, o CD de instalação deve ter sido adicionado como um repositório. Se não estiver, pode ser adicionado na mesma janela em que se activou os repositórios extra. Existe um botão marcado como Adicionar CD; carrega no botão, insere o CD e este vai ser adicionado como um repositório. http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Synaptic_add_cd.png Adicionar um CD ao Gestor de Pacotes Pode-se instalar software pelo Synaptic estando desligado da Internet, tendo o CD inserido. Atenção que o CD só tem software do repositório MAIN, não tem Universe, Multiverse nem Restricted! Navegar no Terminal Por defeito, o terminal no Ubuntu é o Gnome Terminal. Este pode ser encontrado em Applications → Accessories → Terminal. Um terminal é de certa forma bastante semelhante a um file manager, visto que se encontra sempre numa determinada pasta, sendo capaz de entrar noutras pastas e gerir os ficheiros regularmente. Quando o corres, estará geralmente na tua home. Caso desejes confirmar q este se encontra na tua home, digita `pwd', premindo a tecla enter. O output("resultado") do comando pwd é o caminho da pasta actual. Exemplo: Se o utilizador UbuntuPT se encontra na sua home, o output será /home/UbuntuPT. Para veres a lista de ficheiros e pastas q se encontram na pasta actual, corre o comando `ls'. Se queres subir na árvore de directorias, usa o comando `cd ..'. Se queres descer na árvore de directorias, usa o comando `cd NOME' onde NOME é o nome da pasta para onde desejas ir. Exemplo: se o utilizador UbuntuPT está na sua home e nesta pasta se encontra outra chamada teste, ele vai fazer `cd teste' para entrar na pasta teste. Caso queira voltar para trás, corre o comando `cd ..'. Caso se perca, pode apenas fazer `cd'; isto vai trazê-lo de volta à sua home. Como adicionar um launcher/atalho ao teu desktop Estes são bem conhecidos no windows. Os launchers sao atalhos para as tuas aplicações q têm como objectivo facilitar a execução destas. Para adicionares um launcher, clica com o botão direito em qualquer sítio do teu desktop e selecciona Create Launcher...
  • 12. Com isto é aberto um dialogo onde inseres a informação acerca do launcher. Lembra-te de meter o nome, bem como o caminho do executável. É isto que um utilizador carl deve fazer, caso deseje um launcher para o executável teste localizado na sua home: http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Launcher.png Criando um novo launcher Ver vídeo q mostra como criar um launcher Permissões Para alterar as permissões para que o ficheiro possa ser executável, clica com o botão direito no ficheiro e selecciona Propriedades; uma janela vai abrir. Clica na aba Permissões. Dentro da janela vão estar umas caixas que podes clicar para dizer ao sistema o que tens permissão de fazer com o ficheiro. Escolhe a caixa que diz Executar na parte de diz Dono. http://www.guiaubuntupt.org/wiki/images/instalar_tudo/Permissions.png Todos os ficheiros no sistema têm permissões Também podes executar na consola o comando chmod +x /home/UbuntuPT/Desktop/teste.bin para tornar o ficheiro executável. Vê um video a mostar um ficheiro a ser tornado executável Porque foi criado este guia Como o Simon Gray ( Criador da versão original deste texto ) mencionou: As they say in China: "Give a man a fish and you feed him for a day. Teach a man to fish and you feed him for a lifetime." Créditos Versão original criada por Simon Gray em - http://monkeyblog.org/ubuntu/installing/ Traduzido por Toukas e iGama
  • 13. Esta versão do Ubuntu está espetacular. Supreendeu-me em todos os aspectos. Sou utilizador do Ubuntu deste a versão 7.04. A Canonical de 6 em 6 meses tem me supreendido bastante. Ao vasculhar a internet encontrei o tutorial que me ajudou a instalar e configurar o Ubuntu 9.04 (Jaunty Jackalope) com sucesso. Deixo aqui o link, e espero que ajude a que tiver necessidade: http://online.iguga.com/2009/04/27/como-instalar-e-configurar- no-teu-computador-o-ubuntu-904-jaunty-jackalope Categoria: PorTraduzir