SlideShare uma empresa Scribd logo
Barroco é um movimento que vai da segunda metade do século XVI (1550) à
primeira metade do século XVIII (1760), caracteriza-se por um estilo
rebuscado, repleto de metáforas e antíteses e por uma volta às questões
espirituais em oposição ao racionalismo renascentista.
Características principais:






Gosto pelo movimento, com a aplicação de volumes, curvas e
contracurvas, sensualidade das formas e contraste de cor, luz e sombra.
Expressão de sentimentos através de um dramatismo invulgar.
Decoração sumptuosa com um horror ao vazio ( excesso de enfeitos)
Ilusões de ótica utilizando a perspectiva e planos assimétricos.

Estes aspetos referem-se numa nova mentalidade.
Caravaggio, famoso pelas pinturas religiosas nas quais os
contrastes entre a luz e sombra na modelação dos corpos e dos
espaços introduz uma atmosfera dramática de intensa
espiritualidade.

Medusa

Morte da Virgem
Peter Paul Rubens, autor de uma pintura vigorosa, sensual e teatral.

O Julgamento de Páris
O rapto das filhas de Leucipo
Rembrandt Van Rijn, pintor mais introvertido, executou
inúmeros autorretratos inspirados na linguagem intensa e
dramática de Caravaggio.

Aula de Anatomia do Dr. Tulp
O Martírio de São Estevão
Vários países aderiram ao movimento na Europa:






Inglaterra - Eufuísmo
Itália – Marinismo
França – Preciosismo
Espanha – Gongorismo
Portugal – Gongorismo

Recursos estilísticos:
•
•
•
•
•
•
•

Metáforas
Hipérbatos
Comparações
Anáforas
Hipérboles
Antíteses
Trocadilhos
Na prosa de Manuel Bernardes e Frei António das Chagas como se pode ver a forma
como é transmitida a doutrina espiritual, cultivando o medo do inferno é uma
característica Barroca.

Entre nós, A Arte Poética de José Freire, em 1739, é o primeiro grande golpe dado no
seiscentismo; depois, é a publicação do Verdadeiro Método de Estudar de Verney em
1746 e, por último, a fundação da Arcádia Ulissiponense em 1756.

Arcádia Ulissiponense

“Verdadeiro Método de Estudar” de Verney
“A Arte Poética” de José Freire
De cariz barroco é a obra moralista como a vemos representada por D. Francisco Manuel
de Melo (Feira de Anexins, Apólogos Dialogais, Carta de Guia de Casados), em Diogo
Bernardes na Nova Floresta, nos Sermões de António Vieira, na Corte na Aldeia de
Rodrigues Lobo.

Sermão de António Vieira
Nova Floresta de Diogo Bernardes
Apólogos Dialogais de D. Francisco Manuel de Melo

Corte na Aldeia de Rodrigues Lobo
Barroco

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
Josue Jorge Cruz
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
Ana Paula Brisolar
 
Simbolismo brasil(1)
Simbolismo brasil(1)Simbolismo brasil(1)
Simbolismo brasil(1)
FACETEG - UPE
 
Simbolismo renan
Simbolismo renanSimbolismo renan
Simbolismo renan
Renan Arantes
 
Rubens
RubensRubens
O que é simbolismo
O que é simbolismoO que é simbolismo
O que é simbolismo
William Barcellos
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
CarolinaVieira741
 
Zurbaran
ZurbaranZurbaran
Zurbaran
hcaslides
 
A poesia parnasiana.
A poesia parnasiana.A poesia parnasiana.
A poesia parnasiana.
Adriano Barros
 
Texto Simbolismo
Texto   SimbolismoTexto   Simbolismo
Texto Simbolismo
hsjval
 
Simbolismo by trabalho da hora
Simbolismo by trabalho da horaSimbolismo by trabalho da hora
Simbolismo by trabalho da hora
Douglas Maga
 
Simbolismo x impressionismo
Simbolismo x impressionismoSimbolismo x impressionismo
Simbolismo x impressionismo
Gabriel Caetano
 
Antonio Canova
Antonio CanovaAntonio Canova
Antonio Canova
hcaslides
 
Parnasianismo slide
Parnasianismo slideParnasianismo slide
Parnasianismo slide
Ellenn Walleska
 
Simbolismo 2
Simbolismo 2Simbolismo 2
Simbolismo 2
patrick sousa
 
Simbolismo no brasil
Simbolismo no brasilSimbolismo no brasil
Simbolismo no brasil
Don Veneziani
 
Parnasianismo - Professora Vivian Trombini
Parnasianismo - Professora Vivian TrombiniParnasianismo - Professora Vivian Trombini
Parnasianismo - Professora Vivian Trombini
VIVIAN TROMBINI
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
Wericles Sobrenome
 

Mais procurados (19)

Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
 
Simbolismo brasil(1)
Simbolismo brasil(1)Simbolismo brasil(1)
Simbolismo brasil(1)
 
Simbolismo renan
Simbolismo renanSimbolismo renan
Simbolismo renan
 
Rubens
RubensRubens
Rubens
 
O que é simbolismo
O que é simbolismoO que é simbolismo
O que é simbolismo
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Zurbaran
ZurbaranZurbaran
Zurbaran
 
A poesia parnasiana.
A poesia parnasiana.A poesia parnasiana.
A poesia parnasiana.
 
Texto Simbolismo
Texto   SimbolismoTexto   Simbolismo
Texto Simbolismo
 
Simbolismo by trabalho da hora
Simbolismo by trabalho da horaSimbolismo by trabalho da hora
Simbolismo by trabalho da hora
 
Simbolismo x impressionismo
Simbolismo x impressionismoSimbolismo x impressionismo
Simbolismo x impressionismo
 
Antonio Canova
Antonio CanovaAntonio Canova
Antonio Canova
 
Parnasianismo slide
Parnasianismo slideParnasianismo slide
Parnasianismo slide
 
Simbolismo 2
Simbolismo 2Simbolismo 2
Simbolismo 2
 
Simbolismo no brasil
Simbolismo no brasilSimbolismo no brasil
Simbolismo no brasil
 
Parnasianismo - Professora Vivian Trombini
Parnasianismo - Professora Vivian TrombiniParnasianismo - Professora Vivian Trombini
Parnasianismo - Professora Vivian Trombini
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 

Semelhante a Barroco

Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
mirandakika
 
Barroco nota de aula -
Barroco nota de aula    - Barroco nota de aula    -
Barroco nota de aula -
Péricles Penuel
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
Lú Carvalho
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
Lú Carvalho
 
A Arte Barroca
A Arte BarrocaA Arte Barroca
A Arte Barroca
ggmota93
 
MANEIRISMO.pptx
MANEIRISMO.pptxMANEIRISMO.pptx
MANEIRISMO.pptx
SciaFalco1
 
Aleijadinho
AleijadinhoAleijadinho
Aula 4 art em
Aula 4   art emAula 4   art em
Aula 4 art em
Walney M.F
 
Barroco contexto e caract
Barroco   contexto e caractBarroco   contexto e caract
Barroco contexto e caract
Helena Coutinho
 
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na RenascençaRenascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
CRAFTA
 
Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo
Elaine Blogger
 
Os contraste do barroco
Os contraste do barrocoOs contraste do barroco
Os contraste do barroco
Edinair Alves
 
Texto Para As Fotos Do Barroco Prof
Texto Para As Fotos Do Barroco   ProfTexto Para As Fotos Do Barroco   Prof
Texto Para As Fotos Do Barroco Prof
hsjval
 
Barroco em Portugal
Barroco em PortugalBarroco em Portugal
Barroco em Portugal
suellenromere
 
Barroco - Um estudo sobre o Estilo
Barroco - Um estudo sobre o EstiloBarroco - Um estudo sobre o Estilo
Barroco - Um estudo sobre o Estilo
Ana Clara Almeida
 
O Barroco
O BarrocoO Barroco
O Barroco
Rita
 
Resumo renascimento-rococó
Resumo renascimento-rococóResumo renascimento-rococó
Resumo renascimento-rococó
Gliciane S. Aragão
 
B Arroco E Maneirismo
B Arroco E ManeirismoB Arroco E Maneirismo
B Arroco E Maneirismo
Isidro Santos
 
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750
Professor Gilson Nunes
 

Semelhante a Barroco (20)

Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Barroco nota de aula -
Barroco nota de aula    - Barroco nota de aula    -
Barroco nota de aula -
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
A Arte Barroca
A Arte BarrocaA Arte Barroca
A Arte Barroca
 
MANEIRISMO.pptx
MANEIRISMO.pptxMANEIRISMO.pptx
MANEIRISMO.pptx
 
Aleijadinho
AleijadinhoAleijadinho
Aleijadinho
 
Aula 4 art em
Aula 4   art emAula 4   art em
Aula 4 art em
 
Barroco contexto e caract
Barroco   contexto e caractBarroco   contexto e caract
Barroco contexto e caract
 
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na RenascençaRenascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
 
Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo
 
Os contraste do barroco
Os contraste do barrocoOs contraste do barroco
Os contraste do barroco
 
Texto Para As Fotos Do Barroco Prof
Texto Para As Fotos Do Barroco   ProfTexto Para As Fotos Do Barroco   Prof
Texto Para As Fotos Do Barroco Prof
 
Barroco em Portugal
Barroco em PortugalBarroco em Portugal
Barroco em Portugal
 
Barroco - Um estudo sobre o Estilo
Barroco - Um estudo sobre o EstiloBarroco - Um estudo sobre o Estilo
Barroco - Um estudo sobre o Estilo
 
O Barroco
O BarrocoO Barroco
O Barroco
 
Resumo renascimento-rococó
Resumo renascimento-rococóResumo renascimento-rococó
Resumo renascimento-rococó
 
B Arroco E Maneirismo
B Arroco E ManeirismoB Arroco E Maneirismo
B Arroco E Maneirismo
 
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750
 

Mais de flaviacorreia0

CPCJ - Entidades de Segurança Publica
CPCJ - Entidades de Segurança PublicaCPCJ - Entidades de Segurança Publica
CPCJ - Entidades de Segurança Publica
flaviacorreia0
 
Psicologia - Direito das Crianças - Bullying
Psicologia - Direito das Crianças - BullyingPsicologia - Direito das Crianças - Bullying
Psicologia - Direito das Crianças - Bullying
flaviacorreia0
 
Área de Integração - Clonagem Reprodutiva
Área de Integração - Clonagem ReprodutivaÁrea de Integração - Clonagem Reprodutiva
Área de Integração - Clonagem Reprodutiva
flaviacorreia0
 
Módulo 7- Frei Luís de Sousa
Módulo 7- Frei Luís de SousaMódulo 7- Frei Luís de Sousa
Módulo 7- Frei Luís de Sousa
flaviacorreia0
 
Jardim de infância
Jardim de infânciaJardim de infância
Jardim de infância
flaviacorreia0
 
Organização do Espaço da Sala
Organização do Espaço da SalaOrganização do Espaço da Sala
Organização do Espaço da Sala
flaviacorreia0
 
Tipos de Aprendizagem
Tipos de AprendizagemTipos de Aprendizagem
Tipos de Aprendizagem
flaviacorreia0
 
Sociologia transformaçoes
Sociologia transformaçoesSociologia transformaçoes
Sociologia transformaçoes
flaviacorreia0
 
Doenças Infeciosas
Doenças InfeciosasDoenças Infeciosas
Doenças Infeciosas
flaviacorreia0
 
Modelo Pedagógico
Modelo PedagógicoModelo Pedagógico
Modelo Pedagógico
flaviacorreia0
 
Modelo Pedagógico
Modelo PedagógicoModelo Pedagógico
Modelo Pedagógico
flaviacorreia0
 
Barroco
Barroco Barroco
Barroco
flaviacorreia0
 
Luta pelos direitos humanos
Luta pelos direitos humanos Luta pelos direitos humanos
Luta pelos direitos humanos
flaviacorreia0
 
Tabagismo e Alcoolismo
Tabagismo e AlcoolismoTabagismo e Alcoolismo
Tabagismo e Alcoolismo
flaviacorreia0
 
Revolução Francesa e Industrial
Revolução Francesa e IndustrialRevolução Francesa e Industrial
Revolução Francesa e Industrial
flaviacorreia0
 
Eritema infecioso
Eritema infeciosoEritema infecioso
Eritema infecioso
flaviacorreia0
 
Síndrome de bloom
Síndrome de bloomSíndrome de bloom
Síndrome de bloom
flaviacorreia0
 
Família e deficiência
Família e deficiênciaFamília e deficiência
Família e deficiência
flaviacorreia0
 
Direito das Crianças
Direito das Crianças Direito das Crianças
Direito das Crianças
flaviacorreia0
 
Direito das crianças (filme)
Direito das crianças (filme)Direito das crianças (filme)
Direito das crianças (filme)
flaviacorreia0
 

Mais de flaviacorreia0 (20)

CPCJ - Entidades de Segurança Publica
CPCJ - Entidades de Segurança PublicaCPCJ - Entidades de Segurança Publica
CPCJ - Entidades de Segurança Publica
 
Psicologia - Direito das Crianças - Bullying
Psicologia - Direito das Crianças - BullyingPsicologia - Direito das Crianças - Bullying
Psicologia - Direito das Crianças - Bullying
 
Área de Integração - Clonagem Reprodutiva
Área de Integração - Clonagem ReprodutivaÁrea de Integração - Clonagem Reprodutiva
Área de Integração - Clonagem Reprodutiva
 
Módulo 7- Frei Luís de Sousa
Módulo 7- Frei Luís de SousaMódulo 7- Frei Luís de Sousa
Módulo 7- Frei Luís de Sousa
 
Jardim de infância
Jardim de infânciaJardim de infância
Jardim de infância
 
Organização do Espaço da Sala
Organização do Espaço da SalaOrganização do Espaço da Sala
Organização do Espaço da Sala
 
Tipos de Aprendizagem
Tipos de AprendizagemTipos de Aprendizagem
Tipos de Aprendizagem
 
Sociologia transformaçoes
Sociologia transformaçoesSociologia transformaçoes
Sociologia transformaçoes
 
Doenças Infeciosas
Doenças InfeciosasDoenças Infeciosas
Doenças Infeciosas
 
Modelo Pedagógico
Modelo PedagógicoModelo Pedagógico
Modelo Pedagógico
 
Modelo Pedagógico
Modelo PedagógicoModelo Pedagógico
Modelo Pedagógico
 
Barroco
Barroco Barroco
Barroco
 
Luta pelos direitos humanos
Luta pelos direitos humanos Luta pelos direitos humanos
Luta pelos direitos humanos
 
Tabagismo e Alcoolismo
Tabagismo e AlcoolismoTabagismo e Alcoolismo
Tabagismo e Alcoolismo
 
Revolução Francesa e Industrial
Revolução Francesa e IndustrialRevolução Francesa e Industrial
Revolução Francesa e Industrial
 
Eritema infecioso
Eritema infeciosoEritema infecioso
Eritema infecioso
 
Síndrome de bloom
Síndrome de bloomSíndrome de bloom
Síndrome de bloom
 
Família e deficiência
Família e deficiênciaFamília e deficiência
Família e deficiência
 
Direito das Crianças
Direito das Crianças Direito das Crianças
Direito das Crianças
 
Direito das crianças (filme)
Direito das crianças (filme)Direito das crianças (filme)
Direito das crianças (filme)
 

Barroco

  • 1.
  • 2. Barroco é um movimento que vai da segunda metade do século XVI (1550) à primeira metade do século XVIII (1760), caracteriza-se por um estilo rebuscado, repleto de metáforas e antíteses e por uma volta às questões espirituais em oposição ao racionalismo renascentista.
  • 3. Características principais:     Gosto pelo movimento, com a aplicação de volumes, curvas e contracurvas, sensualidade das formas e contraste de cor, luz e sombra. Expressão de sentimentos através de um dramatismo invulgar. Decoração sumptuosa com um horror ao vazio ( excesso de enfeitos) Ilusões de ótica utilizando a perspectiva e planos assimétricos. Estes aspetos referem-se numa nova mentalidade.
  • 4. Caravaggio, famoso pelas pinturas religiosas nas quais os contrastes entre a luz e sombra na modelação dos corpos e dos espaços introduz uma atmosfera dramática de intensa espiritualidade. Medusa Morte da Virgem
  • 5. Peter Paul Rubens, autor de uma pintura vigorosa, sensual e teatral. O Julgamento de Páris O rapto das filhas de Leucipo
  • 6. Rembrandt Van Rijn, pintor mais introvertido, executou inúmeros autorretratos inspirados na linguagem intensa e dramática de Caravaggio. Aula de Anatomia do Dr. Tulp O Martírio de São Estevão
  • 7. Vários países aderiram ao movimento na Europa:      Inglaterra - Eufuísmo Itália – Marinismo França – Preciosismo Espanha – Gongorismo Portugal – Gongorismo Recursos estilísticos: • • • • • • • Metáforas Hipérbatos Comparações Anáforas Hipérboles Antíteses Trocadilhos
  • 8. Na prosa de Manuel Bernardes e Frei António das Chagas como se pode ver a forma como é transmitida a doutrina espiritual, cultivando o medo do inferno é uma característica Barroca. Entre nós, A Arte Poética de José Freire, em 1739, é o primeiro grande golpe dado no seiscentismo; depois, é a publicação do Verdadeiro Método de Estudar de Verney em 1746 e, por último, a fundação da Arcádia Ulissiponense em 1756. Arcádia Ulissiponense “Verdadeiro Método de Estudar” de Verney “A Arte Poética” de José Freire
  • 9. De cariz barroco é a obra moralista como a vemos representada por D. Francisco Manuel de Melo (Feira de Anexins, Apólogos Dialogais, Carta de Guia de Casados), em Diogo Bernardes na Nova Floresta, nos Sermões de António Vieira, na Corte na Aldeia de Rodrigues Lobo. Sermão de António Vieira Nova Floresta de Diogo Bernardes Apólogos Dialogais de D. Francisco Manuel de Melo Corte na Aldeia de Rodrigues Lobo