SlideShare uma empresa Scribd logo
Foi um movimento social e político ocorrido na França no final do século XVIII
que teve por objetivo principal derrubar o Antigo Regime e instaurar um
Estado democrático que representasse e assegurasse os direitos de todos
os cidadãos.
O alto clero e a nobreza perderam seus privilégios com a abolição do
feudalismo (por exemplo, agora tinham que pagar impostos) e foi
estabelecida a igualdade jurídica entre os cidadãos.
Assinalou a ascensão política da burguesia e o triunfo de seus ideais e
aspirações.
O lema dos revolucionários era "Liberdade, Igualdade e Fraternidade
", pois ele resumia muito bem os desejos do terceiro estado francês
Com a revolução a França virou uma república e quem comandava o governo
era a alta burguesia, foi instituída uma constituição e a autonomia dos
poderes.
Deu início a um processo de separação entre a Igreja e o Estado.
Deu origem às instituições político-ideológicas que caracterizam o mundo
contemporâneo.
Estimulou o desenvolvimento capitalista da França
Significou a derrubada do Antigo regime com a queda do Absolutismo
Estimulou os movimentos liberais e constitucionalistas na Europa.
Influenciou os movimentos de independência das colônias latino-americanas.
Foi a transição para novos processos de manufatura no período entre 1760 a
algum momento entre 1820 e 1840.
Esta transformação incluiu a transição de métodos de
produção artesanais para a produção por máquinas, a fabricação de novos
produtos químicos, novos processos de produção de ferro, maior eficiência
da energia da água, o uso crescente da energia a vapor e o
desenvolvimento das máquinas-ferramentas, além da substituição da
madeira e de outros biocombustíveis pelo. carvão
Êxodo rural e pelo crescimento da vida urbana; começaram a formar as
cidades industriais; ocorreu também um aumento da população mundial; a
burguesia industrial se fortaleceu e começou a ganhar cada vez mais
destaque a classe operária.
A substituição da ferramenta manual pela máquina; o artesanato, a única
forma de produção conhecida, dá lugar à produção mecanizada e em
série, e o meio rural, lar e local de trabalho de todo o cidadão
médio, deixará de ser tão relevante.
Houve a queda do estado absolutista, disputa entre os países europeus pelo
domínio das colônias na África e na Ásia com o objetivo de obter matériasprimas para a indústria e consumidores para os produtos manufaturados;
começaram a aparecer ideias políticas, sociais e econômicas tentando
explicar a nova situação e solucionar os novos problemas.
Formaram-se grandes empresas industriais e o trabalho assalariado passou a
predominar em toda a parte; em outras palavras impõe-se o capitalismo
industrial. Produção massiva e consequentemente pela incorporação mais
intensiva do capital.
Revolução Francesa e Industrial

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Portugal no primeiro pós-guerra.
Portugal no primeiro pós-guerra.Portugal no primeiro pós-guerra.
Portugal no primeiro pós-guerra.
home
 
construção da democracia
construção da democraciaconstrução da democracia
construção da democracia
Bruno Rafael Tavares Sousa
 
6 02 a sociedade industrial e urbana
6 02 a sociedade industrial e urbana6 02 a sociedade industrial e urbana
6 02 a sociedade industrial e urbana
Vítor Santos
 
6 01 as transformacoes economicas na europa e no mundo
6 01 as transformacoes economicas na europa e no mundo6 01 as transformacoes economicas na europa e no mundo
6 01 as transformacoes economicas na europa e no mundo
Vítor Santos
 
11 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 111 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 1
Carla Freitas
 
00 3 preparação_exame_nacional_2017
00 3 preparação_exame_nacional_201700 3 preparação_exame_nacional_2017
00 3 preparação_exame_nacional_2017
Vítor Santos
 
Os Maias - Capítulo XVI
Os Maias - Capítulo XVIOs Maias - Capítulo XVI
Os Maias - Capítulo XVI
Sara Leonardo
 
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/PoéticoFernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Alexandra Canané
 
New deal
New dealNew deal
New deal
Susana Simões
 
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
Vítor Santos
 
Crise 1929
Crise 1929Crise 1929
Crise 1929
Rui Neto
 
5 05 a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos
5 05  a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos5 05  a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos
5 05 a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos
Vítor Santos
 
5 03 a geografia dos movimentos revolucionários
5 03 a geografia dos movimentos revolucionários5 03 a geografia dos movimentos revolucionários
5 03 a geografia dos movimentos revolucionários
Vítor Santos
 
Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítuloOs Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
Daniela Filipa Sousa
 
A censura antes do 25 de Abril
A censura antes do 25 de AbrilA censura antes do 25 de Abril
A censura antes do 25 de Abril
João Camacho
 
Almeida Garrett Biografia
Almeida Garrett BiografiaAlmeida Garrett Biografia
Almeida Garrett Biografia
Helena Coutinho
 
Modulo
ModuloModulo
O Arranque Industrial
O Arranque IndustrialO Arranque Industrial
O Arranque Industrial
Inês Alexandre
 
Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
angelamoliveira
 
Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820
Joana Filipa Rodrigues
 

Mais procurados (20)

Portugal no primeiro pós-guerra.
Portugal no primeiro pós-guerra.Portugal no primeiro pós-guerra.
Portugal no primeiro pós-guerra.
 
construção da democracia
construção da democraciaconstrução da democracia
construção da democracia
 
6 02 a sociedade industrial e urbana
6 02 a sociedade industrial e urbana6 02 a sociedade industrial e urbana
6 02 a sociedade industrial e urbana
 
6 01 as transformacoes economicas na europa e no mundo
6 01 as transformacoes economicas na europa e no mundo6 01 as transformacoes economicas na europa e no mundo
6 01 as transformacoes economicas na europa e no mundo
 
11 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 111 Ha M5 u5 1
11 Ha M5 u5 1
 
00 3 preparação_exame_nacional_2017
00 3 preparação_exame_nacional_201700 3 preparação_exame_nacional_2017
00 3 preparação_exame_nacional_2017
 
Os Maias - Capítulo XVI
Os Maias - Capítulo XVIOs Maias - Capítulo XVI
Os Maias - Capítulo XVI
 
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/PoéticoFernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
 
New deal
New dealNew deal
New deal
 
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
 
Crise 1929
Crise 1929Crise 1929
Crise 1929
 
5 05 a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos
5 05  a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos5 05  a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos
5 05 a o legado do liberalismo na primeira metade do seculo xix alunos
 
5 03 a geografia dos movimentos revolucionários
5 03 a geografia dos movimentos revolucionários5 03 a geografia dos movimentos revolucionários
5 03 a geografia dos movimentos revolucionários
 
Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítuloOs Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
 
A censura antes do 25 de Abril
A censura antes do 25 de AbrilA censura antes do 25 de Abril
A censura antes do 25 de Abril
 
Almeida Garrett Biografia
Almeida Garrett BiografiaAlmeida Garrett Biografia
Almeida Garrett Biografia
 
Modulo
ModuloModulo
Modulo
 
O Arranque Industrial
O Arranque IndustrialO Arranque Industrial
O Arranque Industrial
 
Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
 
Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820
 

Semelhante a Revolução Francesa e Industrial

Revoluçao francesa
Revoluçao francesaRevoluçao francesa
Revoluçao francesa
cristianatontinha
 
Revoluçao francesa
Revoluçao francesaRevoluçao francesa
Revoluçao francesa
cristianatontinha
 
Revoluçao francesa
Revoluçao francesaRevoluçao francesa
Revoluçao francesa
cristianatontinha
 
Revoluçao francesa
Revoluçao francesaRevoluçao francesa
Revoluçao francesa
tontinhasilva
 
surgimento da sociologia (3).pptx
surgimento da sociologia (3).pptxsurgimento da sociologia (3).pptx
surgimento da sociologia (3).pptx
BenildeRosa2
 
Projeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuro
Projeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuroProjeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuro
Projeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuro
Fernando Alcoforado
 
Projeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuro
Projeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuroProjeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuro
Projeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuro
Fernando Alcoforado
 
GUIA DE ESTUDOS CB SIA 2013 .1
GUIA DE ESTUDOS CB SIA 2013 .1GUIA DE ESTUDOS CB SIA 2013 .1
GUIA DE ESTUDOS CB SIA 2013 .1
Déborah Guedes
 
Guia de Estudos CB SIA 2013
Guia de Estudos CB SIA 2013Guia de Estudos CB SIA 2013
Guia de Estudos CB SIA 2013
Déborah Guedes
 
Resumo de história
Resumo de históriaResumo de história
Resumo de história
Marcos Schwartz
 
Educaosociedadeetrabalho 110906101528-phpapp01
Educaosociedadeetrabalho 110906101528-phpapp01Educaosociedadeetrabalho 110906101528-phpapp01
Educaosociedadeetrabalho 110906101528-phpapp01
Célia Ferreira da Silva
 
Aula-12-As-revolucoes-da-modernidade.pptx
Aula-12-As-revolucoes-da-modernidade.pptxAula-12-As-revolucoes-da-modernidade.pptx
Aula-12-As-revolucoes-da-modernidade.pptx
ANA CLÁUDIA OLIVEIRA
 
Iluminismo-Revolução Industrial-Revolução Francesa-Napoleao.pptx
Iluminismo-Revolução Industrial-Revolução Francesa-Napoleao.pptxIluminismo-Revolução Industrial-Revolução Francesa-Napoleao.pptx
Iluminismo-Revolução Industrial-Revolução Francesa-Napoleao.pptx
ProfGaby2
 
Segunda Revolução Industrial
Segunda Revolução IndustrialSegunda Revolução Industrial
Segunda Revolução Industrial
Francisco Neto
 
O futuro precário do estado-nação - 2
O futuro precário do estado-nação - 2O futuro precário do estado-nação - 2
O futuro precário do estado-nação - 2
GRAZIA TANTA
 
A social democracia é a solução para o fracasso do liberalismo, do socialismo...
A social democracia é a solução para o fracasso do liberalismo, do socialismo...A social democracia é a solução para o fracasso do liberalismo, do socialismo...
A social democracia é a solução para o fracasso do liberalismo, do socialismo...
Fernando Alcoforado
 
Ilumijsdifixicvhuxchvucx
IlumijsdifixicvhuxchvucxIlumijsdifixicvhuxchvucx
Ilumijsdifixicvhuxchvucx
joaotavares
 
Iluminismo, Revolução Industrial e Revolução Francesa
Iluminismo, Revolução Industrial e Revolução FrancesaIluminismo, Revolução Industrial e Revolução Francesa
Iluminismo, Revolução Industrial e Revolução Francesa
Carlos Glufke
 
Revolução Industrial (Inglaterra, século XVIII).ppt
Revolução Industrial (Inglaterra, século XVIII).pptRevolução Industrial (Inglaterra, século XVIII).ppt
Revolução Industrial (Inglaterra, século XVIII).ppt
EvertonDemetrio
 
A revolucao-francesa (2)
A revolucao-francesa (2)A revolucao-francesa (2)
A revolucao-francesa (2)
Evanilde Chuva
 

Semelhante a Revolução Francesa e Industrial (20)

Revoluçao francesa
Revoluçao francesaRevoluçao francesa
Revoluçao francesa
 
Revoluçao francesa
Revoluçao francesaRevoluçao francesa
Revoluçao francesa
 
Revoluçao francesa
Revoluçao francesaRevoluçao francesa
Revoluçao francesa
 
Revoluçao francesa
Revoluçao francesaRevoluçao francesa
Revoluçao francesa
 
surgimento da sociologia (3).pptx
surgimento da sociologia (3).pptxsurgimento da sociologia (3).pptx
surgimento da sociologia (3).pptx
 
Projeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuro
Projeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuroProjeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuro
Projeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuro
 
Projeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuro
Projeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuroProjeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuro
Projeto de novo modelo de sociedade a ser edificado no futuro
 
GUIA DE ESTUDOS CB SIA 2013 .1
GUIA DE ESTUDOS CB SIA 2013 .1GUIA DE ESTUDOS CB SIA 2013 .1
GUIA DE ESTUDOS CB SIA 2013 .1
 
Guia de Estudos CB SIA 2013
Guia de Estudos CB SIA 2013Guia de Estudos CB SIA 2013
Guia de Estudos CB SIA 2013
 
Resumo de história
Resumo de históriaResumo de história
Resumo de história
 
Educaosociedadeetrabalho 110906101528-phpapp01
Educaosociedadeetrabalho 110906101528-phpapp01Educaosociedadeetrabalho 110906101528-phpapp01
Educaosociedadeetrabalho 110906101528-phpapp01
 
Aula-12-As-revolucoes-da-modernidade.pptx
Aula-12-As-revolucoes-da-modernidade.pptxAula-12-As-revolucoes-da-modernidade.pptx
Aula-12-As-revolucoes-da-modernidade.pptx
 
Iluminismo-Revolução Industrial-Revolução Francesa-Napoleao.pptx
Iluminismo-Revolução Industrial-Revolução Francesa-Napoleao.pptxIluminismo-Revolução Industrial-Revolução Francesa-Napoleao.pptx
Iluminismo-Revolução Industrial-Revolução Francesa-Napoleao.pptx
 
Segunda Revolução Industrial
Segunda Revolução IndustrialSegunda Revolução Industrial
Segunda Revolução Industrial
 
O futuro precário do estado-nação - 2
O futuro precário do estado-nação - 2O futuro precário do estado-nação - 2
O futuro precário do estado-nação - 2
 
A social democracia é a solução para o fracasso do liberalismo, do socialismo...
A social democracia é a solução para o fracasso do liberalismo, do socialismo...A social democracia é a solução para o fracasso do liberalismo, do socialismo...
A social democracia é a solução para o fracasso do liberalismo, do socialismo...
 
Ilumijsdifixicvhuxchvucx
IlumijsdifixicvhuxchvucxIlumijsdifixicvhuxchvucx
Ilumijsdifixicvhuxchvucx
 
Iluminismo, Revolução Industrial e Revolução Francesa
Iluminismo, Revolução Industrial e Revolução FrancesaIluminismo, Revolução Industrial e Revolução Francesa
Iluminismo, Revolução Industrial e Revolução Francesa
 
Revolução Industrial (Inglaterra, século XVIII).ppt
Revolução Industrial (Inglaterra, século XVIII).pptRevolução Industrial (Inglaterra, século XVIII).ppt
Revolução Industrial (Inglaterra, século XVIII).ppt
 
A revolucao-francesa (2)
A revolucao-francesa (2)A revolucao-francesa (2)
A revolucao-francesa (2)
 

Mais de flaviacorreia0

CPCJ - Entidades de Segurança Publica
CPCJ - Entidades de Segurança PublicaCPCJ - Entidades de Segurança Publica
CPCJ - Entidades de Segurança Publica
flaviacorreia0
 
Psicologia - Direito das Crianças - Bullying
Psicologia - Direito das Crianças - BullyingPsicologia - Direito das Crianças - Bullying
Psicologia - Direito das Crianças - Bullying
flaviacorreia0
 
Área de Integração - Clonagem Reprodutiva
Área de Integração - Clonagem ReprodutivaÁrea de Integração - Clonagem Reprodutiva
Área de Integração - Clonagem Reprodutiva
flaviacorreia0
 
Módulo 7- Frei Luís de Sousa
Módulo 7- Frei Luís de SousaMódulo 7- Frei Luís de Sousa
Módulo 7- Frei Luís de Sousa
flaviacorreia0
 
Jardim de infância
Jardim de infânciaJardim de infância
Jardim de infância
flaviacorreia0
 
Organização do Espaço da Sala
Organização do Espaço da SalaOrganização do Espaço da Sala
Organização do Espaço da Sala
flaviacorreia0
 
Tipos de Aprendizagem
Tipos de AprendizagemTipos de Aprendizagem
Tipos de Aprendizagem
flaviacorreia0
 
Sociologia transformaçoes
Sociologia transformaçoesSociologia transformaçoes
Sociologia transformaçoes
flaviacorreia0
 
Doenças Infeciosas
Doenças InfeciosasDoenças Infeciosas
Doenças Infeciosas
flaviacorreia0
 
Modelo Pedagógico
Modelo PedagógicoModelo Pedagógico
Modelo Pedagógico
flaviacorreia0
 
Modelo Pedagógico
Modelo PedagógicoModelo Pedagógico
Modelo Pedagógico
flaviacorreia0
 
Barroco
Barroco Barroco
Barroco
flaviacorreia0
 
Barroco
Barroco Barroco
Barroco
flaviacorreia0
 
Luta pelos direitos humanos
Luta pelos direitos humanos Luta pelos direitos humanos
Luta pelos direitos humanos
flaviacorreia0
 
Tabagismo e Alcoolismo
Tabagismo e AlcoolismoTabagismo e Alcoolismo
Tabagismo e Alcoolismo
flaviacorreia0
 
Eritema infecioso
Eritema infeciosoEritema infecioso
Eritema infecioso
flaviacorreia0
 
Síndrome de bloom
Síndrome de bloomSíndrome de bloom
Síndrome de bloom
flaviacorreia0
 
Família e deficiência
Família e deficiênciaFamília e deficiência
Família e deficiência
flaviacorreia0
 
Direito das Crianças
Direito das Crianças Direito das Crianças
Direito das Crianças
flaviacorreia0
 
Direito das crianças (filme)
Direito das crianças (filme)Direito das crianças (filme)
Direito das crianças (filme)
flaviacorreia0
 

Mais de flaviacorreia0 (20)

CPCJ - Entidades de Segurança Publica
CPCJ - Entidades de Segurança PublicaCPCJ - Entidades de Segurança Publica
CPCJ - Entidades de Segurança Publica
 
Psicologia - Direito das Crianças - Bullying
Psicologia - Direito das Crianças - BullyingPsicologia - Direito das Crianças - Bullying
Psicologia - Direito das Crianças - Bullying
 
Área de Integração - Clonagem Reprodutiva
Área de Integração - Clonagem ReprodutivaÁrea de Integração - Clonagem Reprodutiva
Área de Integração - Clonagem Reprodutiva
 
Módulo 7- Frei Luís de Sousa
Módulo 7- Frei Luís de SousaMódulo 7- Frei Luís de Sousa
Módulo 7- Frei Luís de Sousa
 
Jardim de infância
Jardim de infânciaJardim de infância
Jardim de infância
 
Organização do Espaço da Sala
Organização do Espaço da SalaOrganização do Espaço da Sala
Organização do Espaço da Sala
 
Tipos de Aprendizagem
Tipos de AprendizagemTipos de Aprendizagem
Tipos de Aprendizagem
 
Sociologia transformaçoes
Sociologia transformaçoesSociologia transformaçoes
Sociologia transformaçoes
 
Doenças Infeciosas
Doenças InfeciosasDoenças Infeciosas
Doenças Infeciosas
 
Modelo Pedagógico
Modelo PedagógicoModelo Pedagógico
Modelo Pedagógico
 
Modelo Pedagógico
Modelo PedagógicoModelo Pedagógico
Modelo Pedagógico
 
Barroco
Barroco Barroco
Barroco
 
Barroco
Barroco Barroco
Barroco
 
Luta pelos direitos humanos
Luta pelos direitos humanos Luta pelos direitos humanos
Luta pelos direitos humanos
 
Tabagismo e Alcoolismo
Tabagismo e AlcoolismoTabagismo e Alcoolismo
Tabagismo e Alcoolismo
 
Eritema infecioso
Eritema infeciosoEritema infecioso
Eritema infecioso
 
Síndrome de bloom
Síndrome de bloomSíndrome de bloom
Síndrome de bloom
 
Família e deficiência
Família e deficiênciaFamília e deficiência
Família e deficiência
 
Direito das Crianças
Direito das Crianças Direito das Crianças
Direito das Crianças
 
Direito das crianças (filme)
Direito das crianças (filme)Direito das crianças (filme)
Direito das crianças (filme)
 

Revolução Francesa e Industrial

  • 1.
  • 2. Foi um movimento social e político ocorrido na França no final do século XVIII que teve por objetivo principal derrubar o Antigo Regime e instaurar um Estado democrático que representasse e assegurasse os direitos de todos os cidadãos.
  • 3. O alto clero e a nobreza perderam seus privilégios com a abolição do feudalismo (por exemplo, agora tinham que pagar impostos) e foi estabelecida a igualdade jurídica entre os cidadãos. Assinalou a ascensão política da burguesia e o triunfo de seus ideais e aspirações. O lema dos revolucionários era "Liberdade, Igualdade e Fraternidade ", pois ele resumia muito bem os desejos do terceiro estado francês
  • 4. Com a revolução a França virou uma república e quem comandava o governo era a alta burguesia, foi instituída uma constituição e a autonomia dos poderes. Deu início a um processo de separação entre a Igreja e o Estado. Deu origem às instituições político-ideológicas que caracterizam o mundo contemporâneo. Estimulou o desenvolvimento capitalista da França Significou a derrubada do Antigo regime com a queda do Absolutismo
  • 5. Estimulou os movimentos liberais e constitucionalistas na Europa. Influenciou os movimentos de independência das colônias latino-americanas.
  • 6. Foi a transição para novos processos de manufatura no período entre 1760 a algum momento entre 1820 e 1840. Esta transformação incluiu a transição de métodos de produção artesanais para a produção por máquinas, a fabricação de novos produtos químicos, novos processos de produção de ferro, maior eficiência da energia da água, o uso crescente da energia a vapor e o desenvolvimento das máquinas-ferramentas, além da substituição da madeira e de outros biocombustíveis pelo. carvão
  • 7. Êxodo rural e pelo crescimento da vida urbana; começaram a formar as cidades industriais; ocorreu também um aumento da população mundial; a burguesia industrial se fortaleceu e começou a ganhar cada vez mais destaque a classe operária. A substituição da ferramenta manual pela máquina; o artesanato, a única forma de produção conhecida, dá lugar à produção mecanizada e em série, e o meio rural, lar e local de trabalho de todo o cidadão médio, deixará de ser tão relevante.
  • 8. Houve a queda do estado absolutista, disputa entre os países europeus pelo domínio das colônias na África e na Ásia com o objetivo de obter matériasprimas para a indústria e consumidores para os produtos manufaturados; começaram a aparecer ideias políticas, sociais e econômicas tentando explicar a nova situação e solucionar os novos problemas.
  • 9. Formaram-se grandes empresas industriais e o trabalho assalariado passou a predominar em toda a parte; em outras palavras impõe-se o capitalismo industrial. Produção massiva e consequentemente pela incorporação mais intensiva do capital.