SlideShare uma empresa Scribd logo
Processadores


                                   Daiana Paula de Ávila
                                <daiana_avila@live.com>
                   Universidade do Contestado - UnC Concórdia - 11/2011


Resumo

Este trabalho tem como finalidade fazer uma breve comparação entre os
processadores, bem como apontar e destacar suas principais funções e destacar os
tipos de arquiteturas presentes em sua construção de acordo com cada modelo.
Sabe-se que o processador é quem gerencia tudo o que se passa dentro do
computador, distribuindo conforme a prioridade, e executando as operações
solicitadas. Cada processador tem a sua especificidade, no entanto é preciso fazer
uma análise antes de comprar ou adquirir um, pois de nada adianta colocar um
motor de Ferrari em um fusca, e ou, vice-versa. Escolhendo um processador
adequado para o computador, e para determinado uso, praticamente não haverá
problemas, até mesmo porque a vida útil de um processador é longa. Também será
feita uma breve comparação entre os melhores processadores atualmente.


Abstract

This work aims to make a brief comparison between the processors, and to identify
and highlight its main functions and highlight the types of architectures present in its
construction according to each model. It is known that the processor is who manages
everything that goes on inside the computer, distributed according to priority and
performing the requested operations. Each processor has its specificity, however you
need to do an analysis before purchase or acquire one, since there is no use
putting a Ferrari engine in a VW, and or, vice versa. Choosing an appropriate
processor for your computer, and for a certain use, virtually no problems, even as
the life of a processor is long. It will also be a brief comparison of the best
processors today.


   1. Introdução

      De acordo com Alves (2010), o processador é o cérebro de computador, é
responsável por praticamente todos os cálculos e processamento feito num
computador.
      O processador é a unidade central de processamento de computador ou
sistema computacional. Ele é um circuito integrado que executa instruções de
máquina, realizando diversos cálculos e tomadas de decisão. Deste modo o
processador processa os dados que recebe, transformando-os em outros dados que
chamamos de informação, e também é denominado CPU (Central Processing Unit)
ou UCP (Unidade Central de Processamento). (PROCESSADOR).
As principais funções do processador são manter a UCP sempre ocupada
balanceando o uso dela entre os processos, operar nos processos e nas threads,
onde ocorrem os escalonamentos.


   2. História

        As CPUs antigas eram compostas por vários componentes separados, mas
desde meados da década de 1970 elas vem sendo feitas em um único circuito
integrado, tendo recebido ao nome de microprocessadores. Assim, atualmente, a
CPU é implementada fisicamente no processador, que tem um único chip,
constituído por milhões de transistores, divididos em vários grupos de componentes,
podendo-se citar entre eles as unidades de execução (onde as instruções são
realmente processadas) e os caches. (PROCESSADOR).
        Conforme afirma Ulysses Ronquillo, 2009, com o conceito de processadores
somente surgiu em 1970, os computadores das décadas anteriores (40, 50 e 60)
utilizavam formas primitivas de processamento comparadas com as atuais. Por
exemplo, em uma máquina como o Eniac (lançado em 1945), que possuía
quilômetros de fios e cabos espalhados por todo lado, os programas não eram
executados em um mesmo local. Na verdade, para executar operações diferentes,
era necessário trocar cabos manualmente entre conectores distintos. Grande parte
do processamento era executado por válvulas e transistores muito primitivos.


   3. O processador

3.1 Função

       A função do processador é executar instruções obtidas a partir da memória
principal. (PINTO (2007).
    A UFPA, destaca que o processador tem 3 funções básicas:
    • Realizar cálculos de operações aritméticas e comparações lógicas;
    • Manter o funcionamento de todos os equipamentos e programas, pois a
       unidade de controle interpreta e gerencia a execução de cada instrução do
       programa e
    • Administrar na memória central (principal) além do programa submetido, os
       dados transferidos de um elemento ao outro da máquina, visando o
       seu processamento.

3.2 O conjunto de instruções do processador

       A respeito do conjunto de instruções do processador, Tusset menciona que
um processador pode realizar todas as operações com um número bem pequeno de
instruções. Como os primeiros processadores eram de 8/16 bits, as instruções
manipulavam então 8 e 16 bits. Aponta ainda que para garantir a compatibilidade
com o processador anterior a cada novo processador são mantidas as anteriores e
introduzidas novas instruções para garantir um aproveitamento maior do seu novo
potencial. Isto torna a execução dos programas mais rápidos quando os tradutores e
compiladores forem converter o código fonte para o código de máquina, por gerar
um código de máquina menor e mais eficiente. Abaixo podemos ver uma tabela que
mostra o número de instruções desde o 8088 (usado no PC-XT até o MMX).


   4. Arquiteturas x86 e x64

4.1 Arquitetura x86 de 16 bits

        Para Dias (2010), o processador x86 é assim chamado devido ao fato de os
primeiros processadores dessa linha terem os nomes de 8086, 80186, 80286, 80386
e o 80486 (esses 3 últimos popularmente conhecidos por 286, 386 e 486). Como
não é possível registrar marca sobre números, os fabricantes de processadores
passaram a usar nomes como Pentium, Athlon, entre outros. Dias ainda comenta
que esse termo se refere a uma família de processadores com base no processador
8086 da Intel, que foi lançado em 1978 e tinha 16 bits, porém só se tornou comum
após o surgimento do 80386, que já possuía 32 bits. Até hoje associamos esse
termo a processadores de 32 bits.
        A arquitetura x86, lançada em meados da década de 70, ainda serve como
base para boa parte dos computadores atuais. O primeiro processador que
aproveitou todo o seu potencial foi o Intel 8086, de 1978. Pela primeira vez, a
velocidade do clock alcançava 5 MHz, utilizando instruções reais de 16 bits. O nome
"x86" veio do fato de que o nome dos processadores que vieram depois do Intel
8086 também terminavam em "86". Ainda no mesmo ano, foi lançado o 8088,
sucessor que possuía barramento externo de 8 bits, porém, com registradores de 16
bits e faixa de endereçamento de 1 MB, como no 8086. Esse foi o chip utilizado no
IBM PC original. (ARRUDA, 2011).

4.2 Arquitetura x86 de 32 bits

       Ulysses Ronquillo (2009) destaca que sobre a arquitetura x86-32, como seu
nome sugere, é arquitetura x86 para 32 bits, utilizada até hoje nos computadores.
Em outras palavras, todo processador de 32 bits vendido atualmente roda sobre a
arquitetura x86-32 (os de 64 bits rodam sobre a x86-64).

4.3 Arquitetura x64

       De acordo com Dias (2010), esse é um nome genérico para a família de
processadores de 64 bits, que é um superconjunto da arquitetura de 32 bits, a
x86. Seu nome inclusive descende dessa arquitetura, e por uma questão de
convenção passou-se a chamar os processadores de 64 bits como x64, mantendo
uma similaridade de nomenclaturas.
       Dias ainda comenta que essa arquitetura foi desenhada pela AMD (Advanced
Micro Devices) e a primeira família a possuir suporte a ela foi o AMD K8. Foi a
primeira empresa, fora a Intel, a fazer uma modificação significativa na arquitetura
x86. A Intel se viu obrigada a seguir o caminho da concorrente e então lançou seu
primeiro processador 64 bits, porém sob uma licença da AMD para uso de sua
arquitetura (assim a AMD ficaria liberada a fazer toda e qualquer alteração que
quisesse no x86). Portanto, os processadores Intel 64 são feitos com base na
arquitetura desenvolvida pela AMD, sua principal concorrente. Como essa
arquitetura nasceu de uma adaptação da x86, ela herdou todas suas características,
sendo assim os processadores x64 são totalmente compatíveis com os sistemas x86
de 32 e 16 bits.


   5. Intel X AMD


        A Intel e a AMD são os mais conhecidos fabricantes de processadores ambos
tiveram uma grande evolução em termos de fabricação dos mesmos, e atualmente
são os mais vendidos e procurados no mercado.
        Tanto a Intel como a AMD, contam com tecnologia de ponta e
desenvolvimento exclusivo no desempenho de processadores. Porém não é muito
fácil dizer qual dos dois é o melhor, pois isso depender muito da relação custo
benefício que os produtos poderão fornecer ao usuário.

      5.1 Intel

       De acordo com o site Update Freud, o Core i7-980X de 3.33GHz (com
overclock automático para 3.6GHz) é o carro-chefe da Intel em processadores para
o consumidor. Com seis núcleos físicos, ele é o melhor modelo para desktops, mas
a tecnologia hyperthreading faz com que o sistema operacional "enxergue" 12
núcleos virtualizados. Os seis núcleos dividem 12MB de cache L3 integrada. O
resultado final é um ganho de desempenho mensurável para aplicativos otimizados
para multithreading.

      5.2 AMD

        Update Freud destaca que, a AMD com o seu novo modelo de seis núcleos: o
processador Phenom II X6 1090T, de 3.2GHz, essa CPU de 45 nanômetros pode
atingir velocidades de até 3.6GHz, resultado do Turbo Core, o equivalente da AMD a
tecnologia de overlocking automático da Intel (chamada Turbo Boost).
        O X6 1090T, com cache L3 de 6 MB, oferece um ganho de desempenho de
20% em comparação com o Intel Core i7-980X. O chip carece de uma resposta à
tecnologia hyperthreading, componente fundamental da linha principal de CPUs da
Intel.

      5.3 Relação custo-benefício

   O processador da Intel tem mais performance, desempenho, porém consome
mais energia do que o Phenom x4. A comparação do preço entre os dois
processadores também revelou uma grande diferença, de modo que o AMD pode
custar até 43% menos. (CASTRO, 2010).


   6. Conclusão

    Com o avanço da tecnologia na arquitetura de computadores, é possível ter
disponível no mercado processadores modernos, potentes e de preço acessível. A
rivalidade entre a AMD e a Intel para desenvolver o melhor processador é vista
sempre que uma delas lança um modelo novo, e desta forma a outra é claro busca
lançar um ainda, melhor. Vendo deste lado quem sai ganhando são os usuários,
pois quanto melhor for o trabalho do processador, maior será a sua aquisição.
    O tempo de vida de um processador varia muito de acordo como ele é utilizado,
em que tipos de trabalhos é empregado, que tipo de programas ele processa, então
estima-se que para uso simples, de utilidade básicas, duraria um tempo médio de 15
anos. Quando é feito o processo de overlock com frequência ele pode durar de 7 a 8
anos. Porém se feito de forma inadequada, o overlock pode danificar o processador,
e desse modo reduzir consideravelmente o tempo de vida útil deste componente.
Pode inclusive “matar”ele na hora de do processo, este caso é muito raro, mas pode
acontecer.
    Nestes últimos anos, o principal motivo para a compra e desenvolvimento de
processadores velozes, superiores e potentes tem se dado ao uso principal de
jogos, onde os gráficos cada vez mais próximos da realidade, exigem uma
velocidade de processamento maior, e assim, estabelece que os processadores
evoluam juntamente com eles. Os softwares também pedem isso, programas cada
vez mais complexos são desenvolvidos, então num âmbito geral tudo precisa evoluir
conjuntamente, para que não aja problemas durante o funcionamento completo do
computador.
Referências


ALVES, Hugo. Funcionamento e tipos                de    processadores.     (http://irc-
hugo.webnode.pt/o-que-aprendi-/ ). 2010.


ARRUDA, Felipe. A história dos processadores
(http://www.tecmundo.com.br/2157-a-historia-dos-processadores.htm). Junho 2011.


CASTRO,        Paulo.    (http://www.castroinfonet.com/tecnologia/amd-x-intel-qual-e-
melhor-intel-core-i7-vs-amd-phenom-x4). 12 de abril de 2010.


DIAS, André. Processadores x86 e x64, uma breve                          explicação.
(http://blogideias.com/2010/10/processadores-x86-e-x64-uma-breve-
explicacao.html). Outubro 2010.


UFPA. Hardware – Processador. (http://ufpa.br/dicas/mic/mic-proc.htm).


LIMA,        Cássio.      Todos         os        modelos        Pentium             4
(http://www.clubedohardware.com.br/artigos/1122). Setembro 2007.


PINTO,                 Rossano              Pablo.                  Processadores.
(http://dc385.4shared.com/doc/8VRo40gf/preview.html). 2007.


PROCESSADOR. O que é processador? Definição, Conceito, Informações e
Detalhes de Processador . (http://www.trofia.com/informatica/processador-definicao).


RONQUILLO, Ulysses.          (http://worldinternet2009.wordpress.com/a-historia-dos-
processadores/). 2009.


TUSSET,             Felipe.          Evolução         dos           Processadores
(equipe.nce.ufrj.br/gabriel/arqcomp2/Histórico.pdf)
(http://www.docpdf.info/articles/evolu+o+dos+processadores.html)


UPDATEFREUD (http://updatefreud.blogspot.com/2010/06/como-escolher-o-melhor-
processador.html) Junho 2010

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 07 - Fontes
Aula 07 - FontesAula 07 - Fontes
Aula 07 - Fontes
Suzana Viana Mota
 
Arquitetura Interna do Computador
Arquitetura Interna do ComputadorArquitetura Interna do Computador
Arquitetura Interna do Computador
Sara Gonçalves
 
Placa-Mãe
Placa-Mãe Placa-Mãe
Placa-Mãe
Evandro Júnior
 
Aula 12 - Processador
Aula 12 - ProcessadorAula 12 - Processador
Aula 12 - Processador
Suzana Viana Mota
 
Motherboard
MotherboardMotherboard
Motherboard
Bernardo Marinheiro
 
Sistemas Operativos
Sistemas OperativosSistemas Operativos
Barramento
BarramentoBarramento
Barramento
wendhel
 
Arquitetura interna do computador
Arquitetura interna do computadorArquitetura interna do computador
Arquitetura interna do computador
Andleloli
 
Equipamentos de Rede
Equipamentos de RedeEquipamentos de Rede
Equipamentos de Rede
Ana Julia F Alves Ferreira
 
Módulo 5 Arquitetura de Computadores
Módulo 5 Arquitetura de ComputadoresMódulo 5 Arquitetura de Computadores
Módulo 5 Arquitetura de Computadores
Luis Ferreira
 
Avarias mais comuns nos computadores
Avarias mais comuns nos computadoresAvarias mais comuns nos computadores
Avarias mais comuns nos computadores
edlander
 
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fioAula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
camila_seixas
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
Paula Peres
 
Correção da ficha de trabalho 4 e 5
Correção da ficha de trabalho 4 e 5Correção da ficha de trabalho 4 e 5
Correção da ficha de trabalho 4 e 5
Issuf Lion
 
Processador intel 4040
Processador intel 4040Processador intel 4040
Processador intel 4040
Elaine Cecília Gatto
 
Sistemas Digitais - Aula 04 - Internet das Coisas
Sistemas Digitais - Aula 04 - Internet das CoisasSistemas Digitais - Aula 04 - Internet das Coisas
Sistemas Digitais - Aula 04 - Internet das Coisas
Suzana Viana Mota
 
Caixa de computador
Caixa de computadorCaixa de computador
Caixa de computador
H P
 
03 - Placa-Mãe.pdf
03 - Placa-Mãe.pdf03 - Placa-Mãe.pdf
03 - Placa-Mãe.pdf
DaniloPereira341965
 
Slide placa mãe
Slide placa mãeSlide placa mãe
Slide placa mãe
Juninho Martuscelli
 
Aula05 - Arquitetura e manutanção de Computadores
Aula05 - Arquitetura e manutanção de ComputadoresAula05 - Arquitetura e manutanção de Computadores
Aula05 - Arquitetura e manutanção de Computadores
Jorge Ávila Miranda
 

Mais procurados (20)

Aula 07 - Fontes
Aula 07 - FontesAula 07 - Fontes
Aula 07 - Fontes
 
Arquitetura Interna do Computador
Arquitetura Interna do ComputadorArquitetura Interna do Computador
Arquitetura Interna do Computador
 
Placa-Mãe
Placa-Mãe Placa-Mãe
Placa-Mãe
 
Aula 12 - Processador
Aula 12 - ProcessadorAula 12 - Processador
Aula 12 - Processador
 
Motherboard
MotherboardMotherboard
Motherboard
 
Sistemas Operativos
Sistemas OperativosSistemas Operativos
Sistemas Operativos
 
Barramento
BarramentoBarramento
Barramento
 
Arquitetura interna do computador
Arquitetura interna do computadorArquitetura interna do computador
Arquitetura interna do computador
 
Equipamentos de Rede
Equipamentos de RedeEquipamentos de Rede
Equipamentos de Rede
 
Módulo 5 Arquitetura de Computadores
Módulo 5 Arquitetura de ComputadoresMódulo 5 Arquitetura de Computadores
Módulo 5 Arquitetura de Computadores
 
Avarias mais comuns nos computadores
Avarias mais comuns nos computadoresAvarias mais comuns nos computadores
Avarias mais comuns nos computadores
 
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fioAula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
 
Correção da ficha de trabalho 4 e 5
Correção da ficha de trabalho 4 e 5Correção da ficha de trabalho 4 e 5
Correção da ficha de trabalho 4 e 5
 
Processador intel 4040
Processador intel 4040Processador intel 4040
Processador intel 4040
 
Sistemas Digitais - Aula 04 - Internet das Coisas
Sistemas Digitais - Aula 04 - Internet das CoisasSistemas Digitais - Aula 04 - Internet das Coisas
Sistemas Digitais - Aula 04 - Internet das Coisas
 
Caixa de computador
Caixa de computadorCaixa de computador
Caixa de computador
 
03 - Placa-Mãe.pdf
03 - Placa-Mãe.pdf03 - Placa-Mãe.pdf
03 - Placa-Mãe.pdf
 
Slide placa mãe
Slide placa mãeSlide placa mãe
Slide placa mãe
 
Aula05 - Arquitetura e manutanção de Computadores
Aula05 - Arquitetura e manutanção de ComputadoresAula05 - Arquitetura e manutanção de Computadores
Aula05 - Arquitetura e manutanção de Computadores
 

Destaque

Trabalhos dos alunos: Processadores
Trabalhos dos alunos: ProcessadoresTrabalhos dos alunos: Processadores
Trabalhos dos alunos: Processadores
teixeiraafm1
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Vinicius
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Tecnologia de processadores
Tecnologia de processadoresTecnologia de processadores
Tecnologia de processadores
Campus Party Brasil
 
Evolução dos processadores
Evolução dos processadoresEvolução dos processadores
Evolução dos processadores
Tiago Garcia
 
Processadores
Processadores Processadores
Processadores
Alceu Bernardino
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
spidi_pt
 
Senac-TCC-Marilia FINAL-formatado2 (1)
Senac-TCC-Marilia FINAL-formatado2 (1)Senac-TCC-Marilia FINAL-formatado2 (1)
Senac-TCC-Marilia FINAL-formatado2 (1)
Marilia Fredini Alves
 
Trabalho de tec
Trabalho de tecTrabalho de tec
Trabalho de tec
power400
 
Intel vs amd
Intel vs amdIntel vs amd
Intel vs amd
marlonestebanh
 
Microprocessadores
MicroprocessadoresMicroprocessadores
Microprocessadores
SOL RIBEIRO
 
Trabalho de Conclusão do Módulo de Hardware TI 2012/B Senac Jundiaí
Trabalho de Conclusão do Módulo de Hardware TI 2012/B Senac JundiaíTrabalho de Conclusão do Módulo de Hardware TI 2012/B Senac Jundiaí
Trabalho de Conclusão do Módulo de Hardware TI 2012/B Senac Jundiaí
Luiz Celso Freitas - Royallogic Comunicação Visual
 
04 hardwere (microprocessador)
04   hardwere (microprocessador)04   hardwere (microprocessador)
04 hardwere (microprocessador)
Elizeu Ferro
 
O que não te contaram sobre pré-processadores
O que não te contaram sobre pré-processadoresO que não te contaram sobre pré-processadores
O que não te contaram sobre pré-processadores
Eduardo Matos
 
Curso MMM - Aula 02 - Processadores
Curso MMM - Aula 02 - ProcessadoresCurso MMM - Aula 02 - Processadores
Curso MMM - Aula 02 - Processadores
Spartan Digital
 
Amd vs intel
Amd vs intelAmd vs intel
Amd vs intel
BLACKDUCK Company
 
Conceitos de hardwere e Dispositivos de entrada e saida
 Conceitos de hardwere e Dispositivos de entrada e saida Conceitos de hardwere e Dispositivos de entrada e saida
Conceitos de hardwere e Dispositivos de entrada e saida
Bevenides Freitas
 
Intel vs amd
Intel vs amdIntel vs amd
Intel vs amd
Ahmed Vic
 
Slide processadores (backup)2
Slide processadores (backup)2Slide processadores (backup)2
Slide processadores (backup)2
leandrocovre
 
Processadores intel de 6º geração
Processadores intel de 6º geraçãoProcessadores intel de 6º geração
Processadores intel de 6º geração
Valdeir Frizzera
 

Destaque (20)

Trabalhos dos alunos: Processadores
Trabalhos dos alunos: ProcessadoresTrabalhos dos alunos: Processadores
Trabalhos dos alunos: Processadores
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Tecnologia de processadores
Tecnologia de processadoresTecnologia de processadores
Tecnologia de processadores
 
Evolução dos processadores
Evolução dos processadoresEvolução dos processadores
Evolução dos processadores
 
Processadores
Processadores Processadores
Processadores
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Senac-TCC-Marilia FINAL-formatado2 (1)
Senac-TCC-Marilia FINAL-formatado2 (1)Senac-TCC-Marilia FINAL-formatado2 (1)
Senac-TCC-Marilia FINAL-formatado2 (1)
 
Trabalho de tec
Trabalho de tecTrabalho de tec
Trabalho de tec
 
Intel vs amd
Intel vs amdIntel vs amd
Intel vs amd
 
Microprocessadores
MicroprocessadoresMicroprocessadores
Microprocessadores
 
Trabalho de Conclusão do Módulo de Hardware TI 2012/B Senac Jundiaí
Trabalho de Conclusão do Módulo de Hardware TI 2012/B Senac JundiaíTrabalho de Conclusão do Módulo de Hardware TI 2012/B Senac Jundiaí
Trabalho de Conclusão do Módulo de Hardware TI 2012/B Senac Jundiaí
 
04 hardwere (microprocessador)
04   hardwere (microprocessador)04   hardwere (microprocessador)
04 hardwere (microprocessador)
 
O que não te contaram sobre pré-processadores
O que não te contaram sobre pré-processadoresO que não te contaram sobre pré-processadores
O que não te contaram sobre pré-processadores
 
Curso MMM - Aula 02 - Processadores
Curso MMM - Aula 02 - ProcessadoresCurso MMM - Aula 02 - Processadores
Curso MMM - Aula 02 - Processadores
 
Amd vs intel
Amd vs intelAmd vs intel
Amd vs intel
 
Conceitos de hardwere e Dispositivos de entrada e saida
 Conceitos de hardwere e Dispositivos de entrada e saida Conceitos de hardwere e Dispositivos de entrada e saida
Conceitos de hardwere e Dispositivos de entrada e saida
 
Intel vs amd
Intel vs amdIntel vs amd
Intel vs amd
 
Slide processadores (backup)2
Slide processadores (backup)2Slide processadores (backup)2
Slide processadores (backup)2
 
Processadores intel de 6º geração
Processadores intel de 6º geraçãoProcessadores intel de 6º geração
Processadores intel de 6º geração
 

Semelhante a Processadores

Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptxTrabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
BernardoPinto20
 
Processador
ProcessadorProcessador
Processador
actin8mining
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Moises Melo
 
Unitec processador
Unitec processadorUnitec processador
Unitec processador
Samot Oiralih Eznam
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Luiz Pereira
 
História do processador
História do processadorHistória do processador
História do processador
Marcos Amauri
 
Introdução risc x cisc
Introdução risc x ciscIntrodução risc x cisc
Introdução risc x cisc
uembley
 
Informática - Aula 2
Informática - Aula 2Informática - Aula 2
Informática - Aula 2
IBEST ESCOLA
 
Apresentação1
 Apresentação1 Apresentação1
Apresentação1
gutka3
 
Trabalho processadores vanessa
Trabalho processadores vanessaTrabalho processadores vanessa
Trabalho processadores vanessa
Vanessa Costa
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
dsde
 
Aula 3 processadores
Aula 3   processadoresAula 3   processadores
Aula 3 processadores
Paulo Carvalho, MSc.
 
Sistemas microprocessados historia microcontroladores
Sistemas microprocessados historia microcontroladoresSistemas microprocessados historia microcontroladores
Sistemas microprocessados historia microcontroladores
Lucas Willam
 
Aquitetura dos Processadores Multicore
Aquitetura dos Processadores MulticoreAquitetura dos Processadores Multicore
Aquitetura dos Processadores Multicore
IsraelCunha
 
INTEL vs AMD
INTEL vs AMDINTEL vs AMD
INTEL vs AMD
Petterson Castro
 
Aula 3 processadores
Aula 3   processadoresAula 3   processadores
Aula 3 processadores
redesinforma
 
Hardware questionario 01
Hardware   questionario 01Hardware   questionario 01
Hardware questionario 01
Tiago
 
1984
19841984
1984
Pelo Siro
 
Arquitetura de Computadores: Unidade central de processamento
Arquitetura de Computadores: Unidade central de processamentoArquitetura de Computadores: Unidade central de processamento
Arquitetura de Computadores: Unidade central de processamento
Alex Camargo
 
Processador
ProcessadorProcessador

Semelhante a Processadores (20)

Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptxTrabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
 
Processador
ProcessadorProcessador
Processador
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Unitec processador
Unitec processadorUnitec processador
Unitec processador
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
História do processador
História do processadorHistória do processador
História do processador
 
Introdução risc x cisc
Introdução risc x ciscIntrodução risc x cisc
Introdução risc x cisc
 
Informática - Aula 2
Informática - Aula 2Informática - Aula 2
Informática - Aula 2
 
Apresentação1
 Apresentação1 Apresentação1
Apresentação1
 
Trabalho processadores vanessa
Trabalho processadores vanessaTrabalho processadores vanessa
Trabalho processadores vanessa
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Aula 3 processadores
Aula 3   processadoresAula 3   processadores
Aula 3 processadores
 
Sistemas microprocessados historia microcontroladores
Sistemas microprocessados historia microcontroladoresSistemas microprocessados historia microcontroladores
Sistemas microprocessados historia microcontroladores
 
Aquitetura dos Processadores Multicore
Aquitetura dos Processadores MulticoreAquitetura dos Processadores Multicore
Aquitetura dos Processadores Multicore
 
INTEL vs AMD
INTEL vs AMDINTEL vs AMD
INTEL vs AMD
 
Aula 3 processadores
Aula 3   processadoresAula 3   processadores
Aula 3 processadores
 
Hardware questionario 01
Hardware   questionario 01Hardware   questionario 01
Hardware questionario 01
 
1984
19841984
1984
 
Arquitetura de Computadores: Unidade central de processamento
Arquitetura de Computadores: Unidade central de processamentoArquitetura de Computadores: Unidade central de processamento
Arquitetura de Computadores: Unidade central de processamento
 
Processador
ProcessadorProcessador
Processador
 

Mais de Daiana de Ávila

Projeto Informática na Escola
Projeto Informática na EscolaProjeto Informática na Escola
Projeto Informática na Escola
Daiana de Ávila
 
Qual é o seu maior sonho?
Qual é o seu maior sonho? Qual é o seu maior sonho?
Qual é o seu maior sonho?
Daiana de Ávila
 
Utilizando o audacity para editar e cortar músicas
Utilizando o audacity para editar e cortar músicasUtilizando o audacity para editar e cortar músicas
Utilizando o audacity para editar e cortar músicas
Daiana de Ávila
 
Projeto Sonhos
Projeto SonhosProjeto Sonhos
Projeto Sonhos
Daiana de Ávila
 
Windows Movie Maker
Windows Movie MakerWindows Movie Maker
Windows Movie Maker
Daiana de Ávila
 
Projeto sonhos (Preto e Branco)
Projeto sonhos (Preto e Branco)Projeto sonhos (Preto e Branco)
Projeto sonhos (Preto e Branco)
Daiana de Ávila
 
Projeto sonhos
Projeto sonhosProjeto sonhos
Projeto sonhos
Daiana de Ávila
 
Dicas de como pesquisar no Google
Dicas de como pesquisar no GoogleDicas de como pesquisar no Google
Dicas de como pesquisar no Google
Daiana de Ávila
 
Conhecendo o funcionamento do sistema operacional
Conhecendo o funcionamento do sistema operacionalConhecendo o funcionamento do sistema operacional
Conhecendo o funcionamento do sistema operacional
Daiana de Ávila
 
Sistemas operacionais
Sistemas operacionaisSistemas operacionais
Sistemas operacionais
Daiana de Ávila
 
Criando um e-mail no Gmail
Criando um e-mail no GmailCriando um e-mail no Gmail
Criando um e-mail no Gmail
Daiana de Ávila
 
Resumo básico de introdução à informática
Resumo básico de introdução à informáticaResumo básico de introdução à informática
Resumo básico de introdução à informática
Daiana de Ávila
 
Relatório de Estágio Sistemas de Informação
Relatório de Estágio Sistemas de InformaçãoRelatório de Estágio Sistemas de Informação
Relatório de Estágio Sistemas de Informação
Daiana de Ávila
 
Sistema Operacional iOS
Sistema Operacional iOSSistema Operacional iOS
Sistema Operacional iOS
Daiana de Ávila
 
Protocolos de Segurança
Protocolos de SegurançaProtocolos de Segurança
Protocolos de Segurança
Daiana de Ávila
 
10 de março dia do Assistente de Educação
10 de março dia do Assistente de Educação10 de março dia do Assistente de Educação
10 de março dia do Assistente de Educação
Daiana de Ávila
 
Dados atuais sobre a água
Dados atuais sobre a águaDados atuais sobre a água
Dados atuais sobre a água
Daiana de Ávila
 
Sistema Gerenciador Para um Salão de Beleza
Sistema Gerenciador Para um Salão de BelezaSistema Gerenciador Para um Salão de Beleza
Sistema Gerenciador Para um Salão de Beleza
Daiana de Ávila
 
O que é ideologia
O que é ideologiaO que é ideologia
O que é ideologia
Daiana de Ávila
 
Vírus informático
Vírus informáticoVírus informático
Vírus informático
Daiana de Ávila
 

Mais de Daiana de Ávila (20)

Projeto Informática na Escola
Projeto Informática na EscolaProjeto Informática na Escola
Projeto Informática na Escola
 
Qual é o seu maior sonho?
Qual é o seu maior sonho? Qual é o seu maior sonho?
Qual é o seu maior sonho?
 
Utilizando o audacity para editar e cortar músicas
Utilizando o audacity para editar e cortar músicasUtilizando o audacity para editar e cortar músicas
Utilizando o audacity para editar e cortar músicas
 
Projeto Sonhos
Projeto SonhosProjeto Sonhos
Projeto Sonhos
 
Windows Movie Maker
Windows Movie MakerWindows Movie Maker
Windows Movie Maker
 
Projeto sonhos (Preto e Branco)
Projeto sonhos (Preto e Branco)Projeto sonhos (Preto e Branco)
Projeto sonhos (Preto e Branco)
 
Projeto sonhos
Projeto sonhosProjeto sonhos
Projeto sonhos
 
Dicas de como pesquisar no Google
Dicas de como pesquisar no GoogleDicas de como pesquisar no Google
Dicas de como pesquisar no Google
 
Conhecendo o funcionamento do sistema operacional
Conhecendo o funcionamento do sistema operacionalConhecendo o funcionamento do sistema operacional
Conhecendo o funcionamento do sistema operacional
 
Sistemas operacionais
Sistemas operacionaisSistemas operacionais
Sistemas operacionais
 
Criando um e-mail no Gmail
Criando um e-mail no GmailCriando um e-mail no Gmail
Criando um e-mail no Gmail
 
Resumo básico de introdução à informática
Resumo básico de introdução à informáticaResumo básico de introdução à informática
Resumo básico de introdução à informática
 
Relatório de Estágio Sistemas de Informação
Relatório de Estágio Sistemas de InformaçãoRelatório de Estágio Sistemas de Informação
Relatório de Estágio Sistemas de Informação
 
Sistema Operacional iOS
Sistema Operacional iOSSistema Operacional iOS
Sistema Operacional iOS
 
Protocolos de Segurança
Protocolos de SegurançaProtocolos de Segurança
Protocolos de Segurança
 
10 de março dia do Assistente de Educação
10 de março dia do Assistente de Educação10 de março dia do Assistente de Educação
10 de março dia do Assistente de Educação
 
Dados atuais sobre a água
Dados atuais sobre a águaDados atuais sobre a água
Dados atuais sobre a água
 
Sistema Gerenciador Para um Salão de Beleza
Sistema Gerenciador Para um Salão de BelezaSistema Gerenciador Para um Salão de Beleza
Sistema Gerenciador Para um Salão de Beleza
 
O que é ideologia
O que é ideologiaO que é ideologia
O que é ideologia
 
Vírus informático
Vírus informáticoVírus informático
Vírus informático
 

Processadores

  • 1. Processadores Daiana Paula de Ávila <daiana_avila@live.com> Universidade do Contestado - UnC Concórdia - 11/2011 Resumo Este trabalho tem como finalidade fazer uma breve comparação entre os processadores, bem como apontar e destacar suas principais funções e destacar os tipos de arquiteturas presentes em sua construção de acordo com cada modelo. Sabe-se que o processador é quem gerencia tudo o que se passa dentro do computador, distribuindo conforme a prioridade, e executando as operações solicitadas. Cada processador tem a sua especificidade, no entanto é preciso fazer uma análise antes de comprar ou adquirir um, pois de nada adianta colocar um motor de Ferrari em um fusca, e ou, vice-versa. Escolhendo um processador adequado para o computador, e para determinado uso, praticamente não haverá problemas, até mesmo porque a vida útil de um processador é longa. Também será feita uma breve comparação entre os melhores processadores atualmente. Abstract This work aims to make a brief comparison between the processors, and to identify and highlight its main functions and highlight the types of architectures present in its construction according to each model. It is known that the processor is who manages everything that goes on inside the computer, distributed according to priority and performing the requested operations. Each processor has its specificity, however you need to do an analysis before purchase or acquire one, since there is no use putting a Ferrari engine in a VW, and or, vice versa. Choosing an appropriate processor for your computer, and for a certain use, virtually no problems, even as the life of a processor is long. It will also be a brief comparison of the best processors today. 1. Introdução De acordo com Alves (2010), o processador é o cérebro de computador, é responsável por praticamente todos os cálculos e processamento feito num computador. O processador é a unidade central de processamento de computador ou sistema computacional. Ele é um circuito integrado que executa instruções de máquina, realizando diversos cálculos e tomadas de decisão. Deste modo o processador processa os dados que recebe, transformando-os em outros dados que chamamos de informação, e também é denominado CPU (Central Processing Unit) ou UCP (Unidade Central de Processamento). (PROCESSADOR).
  • 2. As principais funções do processador são manter a UCP sempre ocupada balanceando o uso dela entre os processos, operar nos processos e nas threads, onde ocorrem os escalonamentos. 2. História As CPUs antigas eram compostas por vários componentes separados, mas desde meados da década de 1970 elas vem sendo feitas em um único circuito integrado, tendo recebido ao nome de microprocessadores. Assim, atualmente, a CPU é implementada fisicamente no processador, que tem um único chip, constituído por milhões de transistores, divididos em vários grupos de componentes, podendo-se citar entre eles as unidades de execução (onde as instruções são realmente processadas) e os caches. (PROCESSADOR). Conforme afirma Ulysses Ronquillo, 2009, com o conceito de processadores somente surgiu em 1970, os computadores das décadas anteriores (40, 50 e 60) utilizavam formas primitivas de processamento comparadas com as atuais. Por exemplo, em uma máquina como o Eniac (lançado em 1945), que possuía quilômetros de fios e cabos espalhados por todo lado, os programas não eram executados em um mesmo local. Na verdade, para executar operações diferentes, era necessário trocar cabos manualmente entre conectores distintos. Grande parte do processamento era executado por válvulas e transistores muito primitivos. 3. O processador 3.1 Função A função do processador é executar instruções obtidas a partir da memória principal. (PINTO (2007). A UFPA, destaca que o processador tem 3 funções básicas: • Realizar cálculos de operações aritméticas e comparações lógicas; • Manter o funcionamento de todos os equipamentos e programas, pois a unidade de controle interpreta e gerencia a execução de cada instrução do programa e • Administrar na memória central (principal) além do programa submetido, os dados transferidos de um elemento ao outro da máquina, visando o seu processamento. 3.2 O conjunto de instruções do processador A respeito do conjunto de instruções do processador, Tusset menciona que um processador pode realizar todas as operações com um número bem pequeno de instruções. Como os primeiros processadores eram de 8/16 bits, as instruções manipulavam então 8 e 16 bits. Aponta ainda que para garantir a compatibilidade com o processador anterior a cada novo processador são mantidas as anteriores e introduzidas novas instruções para garantir um aproveitamento maior do seu novo potencial. Isto torna a execução dos programas mais rápidos quando os tradutores e compiladores forem converter o código fonte para o código de máquina, por gerar
  • 3. um código de máquina menor e mais eficiente. Abaixo podemos ver uma tabela que mostra o número de instruções desde o 8088 (usado no PC-XT até o MMX). 4. Arquiteturas x86 e x64 4.1 Arquitetura x86 de 16 bits Para Dias (2010), o processador x86 é assim chamado devido ao fato de os primeiros processadores dessa linha terem os nomes de 8086, 80186, 80286, 80386 e o 80486 (esses 3 últimos popularmente conhecidos por 286, 386 e 486). Como não é possível registrar marca sobre números, os fabricantes de processadores passaram a usar nomes como Pentium, Athlon, entre outros. Dias ainda comenta que esse termo se refere a uma família de processadores com base no processador 8086 da Intel, que foi lançado em 1978 e tinha 16 bits, porém só se tornou comum após o surgimento do 80386, que já possuía 32 bits. Até hoje associamos esse termo a processadores de 32 bits. A arquitetura x86, lançada em meados da década de 70, ainda serve como base para boa parte dos computadores atuais. O primeiro processador que aproveitou todo o seu potencial foi o Intel 8086, de 1978. Pela primeira vez, a velocidade do clock alcançava 5 MHz, utilizando instruções reais de 16 bits. O nome "x86" veio do fato de que o nome dos processadores que vieram depois do Intel 8086 também terminavam em "86". Ainda no mesmo ano, foi lançado o 8088, sucessor que possuía barramento externo de 8 bits, porém, com registradores de 16 bits e faixa de endereçamento de 1 MB, como no 8086. Esse foi o chip utilizado no IBM PC original. (ARRUDA, 2011). 4.2 Arquitetura x86 de 32 bits Ulysses Ronquillo (2009) destaca que sobre a arquitetura x86-32, como seu nome sugere, é arquitetura x86 para 32 bits, utilizada até hoje nos computadores. Em outras palavras, todo processador de 32 bits vendido atualmente roda sobre a arquitetura x86-32 (os de 64 bits rodam sobre a x86-64). 4.3 Arquitetura x64 De acordo com Dias (2010), esse é um nome genérico para a família de processadores de 64 bits, que é um superconjunto da arquitetura de 32 bits, a x86. Seu nome inclusive descende dessa arquitetura, e por uma questão de convenção passou-se a chamar os processadores de 64 bits como x64, mantendo uma similaridade de nomenclaturas. Dias ainda comenta que essa arquitetura foi desenhada pela AMD (Advanced Micro Devices) e a primeira família a possuir suporte a ela foi o AMD K8. Foi a primeira empresa, fora a Intel, a fazer uma modificação significativa na arquitetura x86. A Intel se viu obrigada a seguir o caminho da concorrente e então lançou seu primeiro processador 64 bits, porém sob uma licença da AMD para uso de sua arquitetura (assim a AMD ficaria liberada a fazer toda e qualquer alteração que quisesse no x86). Portanto, os processadores Intel 64 são feitos com base na arquitetura desenvolvida pela AMD, sua principal concorrente. Como essa arquitetura nasceu de uma adaptação da x86, ela herdou todas suas características,
  • 4. sendo assim os processadores x64 são totalmente compatíveis com os sistemas x86 de 32 e 16 bits. 5. Intel X AMD A Intel e a AMD são os mais conhecidos fabricantes de processadores ambos tiveram uma grande evolução em termos de fabricação dos mesmos, e atualmente são os mais vendidos e procurados no mercado. Tanto a Intel como a AMD, contam com tecnologia de ponta e desenvolvimento exclusivo no desempenho de processadores. Porém não é muito fácil dizer qual dos dois é o melhor, pois isso depender muito da relação custo benefício que os produtos poderão fornecer ao usuário. 5.1 Intel De acordo com o site Update Freud, o Core i7-980X de 3.33GHz (com overclock automático para 3.6GHz) é o carro-chefe da Intel em processadores para o consumidor. Com seis núcleos físicos, ele é o melhor modelo para desktops, mas a tecnologia hyperthreading faz com que o sistema operacional "enxergue" 12 núcleos virtualizados. Os seis núcleos dividem 12MB de cache L3 integrada. O resultado final é um ganho de desempenho mensurável para aplicativos otimizados para multithreading. 5.2 AMD Update Freud destaca que, a AMD com o seu novo modelo de seis núcleos: o processador Phenom II X6 1090T, de 3.2GHz, essa CPU de 45 nanômetros pode atingir velocidades de até 3.6GHz, resultado do Turbo Core, o equivalente da AMD a tecnologia de overlocking automático da Intel (chamada Turbo Boost). O X6 1090T, com cache L3 de 6 MB, oferece um ganho de desempenho de 20% em comparação com o Intel Core i7-980X. O chip carece de uma resposta à tecnologia hyperthreading, componente fundamental da linha principal de CPUs da Intel. 5.3 Relação custo-benefício O processador da Intel tem mais performance, desempenho, porém consome mais energia do que o Phenom x4. A comparação do preço entre os dois processadores também revelou uma grande diferença, de modo que o AMD pode custar até 43% menos. (CASTRO, 2010). 6. Conclusão Com o avanço da tecnologia na arquitetura de computadores, é possível ter disponível no mercado processadores modernos, potentes e de preço acessível. A rivalidade entre a AMD e a Intel para desenvolver o melhor processador é vista sempre que uma delas lança um modelo novo, e desta forma a outra é claro busca
  • 5. lançar um ainda, melhor. Vendo deste lado quem sai ganhando são os usuários, pois quanto melhor for o trabalho do processador, maior será a sua aquisição. O tempo de vida de um processador varia muito de acordo como ele é utilizado, em que tipos de trabalhos é empregado, que tipo de programas ele processa, então estima-se que para uso simples, de utilidade básicas, duraria um tempo médio de 15 anos. Quando é feito o processo de overlock com frequência ele pode durar de 7 a 8 anos. Porém se feito de forma inadequada, o overlock pode danificar o processador, e desse modo reduzir consideravelmente o tempo de vida útil deste componente. Pode inclusive “matar”ele na hora de do processo, este caso é muito raro, mas pode acontecer. Nestes últimos anos, o principal motivo para a compra e desenvolvimento de processadores velozes, superiores e potentes tem se dado ao uso principal de jogos, onde os gráficos cada vez mais próximos da realidade, exigem uma velocidade de processamento maior, e assim, estabelece que os processadores evoluam juntamente com eles. Os softwares também pedem isso, programas cada vez mais complexos são desenvolvidos, então num âmbito geral tudo precisa evoluir conjuntamente, para que não aja problemas durante o funcionamento completo do computador.
  • 6. Referências ALVES, Hugo. Funcionamento e tipos de processadores. (http://irc- hugo.webnode.pt/o-que-aprendi-/ ). 2010. ARRUDA, Felipe. A história dos processadores (http://www.tecmundo.com.br/2157-a-historia-dos-processadores.htm). Junho 2011. CASTRO, Paulo. (http://www.castroinfonet.com/tecnologia/amd-x-intel-qual-e- melhor-intel-core-i7-vs-amd-phenom-x4). 12 de abril de 2010. DIAS, André. Processadores x86 e x64, uma breve explicação. (http://blogideias.com/2010/10/processadores-x86-e-x64-uma-breve- explicacao.html). Outubro 2010. UFPA. Hardware – Processador. (http://ufpa.br/dicas/mic/mic-proc.htm). LIMA, Cássio. Todos os modelos Pentium 4 (http://www.clubedohardware.com.br/artigos/1122). Setembro 2007. PINTO, Rossano Pablo. Processadores. (http://dc385.4shared.com/doc/8VRo40gf/preview.html). 2007. PROCESSADOR. O que é processador? Definição, Conceito, Informações e Detalhes de Processador . (http://www.trofia.com/informatica/processador-definicao). RONQUILLO, Ulysses. (http://worldinternet2009.wordpress.com/a-historia-dos- processadores/). 2009. TUSSET, Felipe. Evolução dos Processadores (equipe.nce.ufrj.br/gabriel/arqcomp2/Histórico.pdf) (http://www.docpdf.info/articles/evolu+o+dos+processadores.html) UPDATEFREUD (http://updatefreud.blogspot.com/2010/06/como-escolher-o-melhor- processador.html) Junho 2010