SlideShare uma empresa Scribd logo
Processadores 
1971 até 1981 
Em 1971, a Intel lançou seu primeiro processador. O Intel 4004 era usado apenas 
em calculadoras e tinha capacidade de processamento de 8 bits, mas mostrou na 
prática a idéia usada até hoje nos processadores: a capacidade de reunir todos os 
componentes necessários num único chip.
Processadores 
Usando o processador 8088 da Intel, lançado em 1978 como uma versão mais 
barata do modelo 8086 (ambos de 16 bits), o IBM PC (Personal Computer) foi 
um sucesso absoluto, vendendo cinco vezes mais do que o planejado pela 
empresa em seu ano de lançamento. Um dos pontos mais interessantes do IBM 
PC estava em sua arquitetura
Processadores 
1981 até 1984 
Um dos 'problemas' da IBM antes do lançamento do IBM PC estava na escolha do sistema 
operacional para a máquina. Após tentativas frustradas com a Digital Research, a IBM 
procurou a Microsoft, que adquiriu o sistema QDOS (criado por Tim Patterson), melhorou-o e 
o licenciou como PC-DOS (quando vinha com o IBM PC) ou MS-DOS (quando adquirido 
separadamente). 
Em 1982, a Intel lançou seu novo processador 80286, sucessor do 8086/8088, com 
velocidades entre 6 MHz e 25 MHz. Neste mesmo ano, a AMD surgiu como uma empresa 
de processadores, trabalhando com os modelos da Intel, já que a IBM começou a exigir 
pelo menos duas indústrias para o fornecimento de processadores para suas máquinas
Processadores 
1984 até 1985 
Também em 1985, a Intel lança o sucessor do processador 80286. O 80386, com 
velocidades entre 12 MHz e 40 MHz, foi o primeiro processador a trazer instruções de 32 
bits (as mesmas instruções usadas até hoje). O chip também foi o primeiro a receber 
variações dentro da mesma arquitetura, com versões SX (de baixo custo), SL (com 
instruções próprias para computadores portáteis) e DX (versão original, que recebeu a sigla 
para se destacar perante as variações).
Processadores 
1985 até 1993 
nasceu a empresa Cyrix, que fabricava co-processadores matemáticos, que aumentavam de 
forma visível o desempenho de processadores 80286 e 80386 - processadores Intel 486 
vinham com este co-processador embutido. A partir de 1992, a Cyrix também começou a 
criar processadores compatíveis com os da Intel, o que rendeu processos entre as empresas 
(já que, ao contrário da AMD, a Cyrix não tinha autorização da Intel para tal). Os nomes dos 
processadores da Cyrix, com numeração semelhante à usada pela Intel, juntamente com 
decisões legais, fizeram a Intel adotar uma marca registrada para seus futuros 
processadores.
Processadores 
1993 até 1998 
Em 1993, a Intel lançou o sucessor do 486. O processador Pentium, com velocidades entre 
60 MHz e 300 MHz, foi um sucesso de mercado graças também ao sucesso do Windows 
95, que usava (e abusava) do processamento. Um ano depois, surgiu a linha Pentium MMX, 
com as mesmas características, com instruções de processamento voltadas para 
aplicações multimídia.
Processadores 
No ano seguinte, a AMD lançou seu primeiro processador rival do Pentium feito com 
tecnologia própria. O AMD K5 não conseguiu uma porcentagem significativa de mercado, 
pois era mais lento do que os modelos Pentium compatíveis. Em 1997, a Intel lança o 
Pentium II, com velocidades entre 233 MHz e 450 MHz, e a AMD lança o sucessor do K5. 
Seu processador K6, com velocidades entre 166 MHz e 300 MHz, é a primeira ameaça real 
ao mercado da Intel, já que oferecia o mesmo processamento do Pentium II com preços 
menor
Processadores 
A Intel decidiu contra atacar em 1998, dividindo sua família de processadores em três: 
Pentium para o mercado doméstico; Celeron, para computadores de baixo custo; e Xeon, 
para servidores que precisavam de alto desempenho. Embora o formato dos processadores 
fisicamente não tenha mudado muito, a Intel resolveu inserir seus recursos numa espécie 
de placa própria de circuito integrado, o que fez com que os chips viessem numa espécie 
de ‘cartucho’.
Processadores 
1999 até 2004 
Em 1999, Intel e AMD lançaram seus novos processadores. Enquanto o Pentium III 
apresentava velocidades entre 450 MHz e 1.4 GHz, o AMD Athlon ganhou várias 
revisões, que permitiram velocidades entre 500 MHz e 2.33 GHz. Ambas as empresas 
mudaram levemente a arquitetura de seus chips, mas melhorias feitas nas revisões do 
Athlon permitiram que o mesmo tivesse uma vida comercial bem maior do que os 
processadores Pentium III.
Processadores 
Os processadores Pentium IV nunca foram realmente bem aceitos pelo mercado, já que, 
com o tempo, esta afirmação pode ser comprovada nos próprios produtos. Como grande 
novidade, estes processadores apresentaram a tecnologia Hyper-threading (HT), que 
permite que um único processador opere como dois processadores virtuais.
Processadores 
Enquanto isso, a AMD lançava a revisão mais famosa do Athlon, chamada de Athlon XP 
(uma referência não oficial ao Windows XP) e lançava o primeiro processador doméstico 
com tecnologia 64 bits (mantendo a compatibilidade com a atual tecnologia 32 bits). O 
Athlon 64 foi um sucesso de mercado e obrigou a Intel a adotar a mesma arquitetura 64 
bits um ano após sua grande rival.
Processadores 
2004 até 2008 
Com a AMD obtendo cada vez mais espaço, a Intel decidiu contra-atacar com base na 
arquitetura mais recente do Pentium III (provando que a arquitetura do Pentium IV evoluiu 
pelo caminho errado). No entanto, a AMD mais uma vez inovou no mercado de 
processadores domésticos, sendo a primeira empresa a lançar um processador dual-core 
(Athlon 64 X2, em Junho de 2005) para o mercado de PCs. A nova arquitetura permitiu ter 
dois núcleos de processamento num único chip de processador, aumentando o desempenho 
do mesmo sem a necessidade de aumentar a velocidade de processamento.
Processadores 
A Intel chamou a atenção do mercado em 2006 com a linha de processadores Core Duo e 
Core Solo (respectivamente com dois e um núcleo), resultantes das várias melhorias 
aplicadas na plataforma dos processadores Pentium Mobile (para Notebooks), que por sua 
vez são derivados do Pentium III. No ano seguinte, os sucessores da linha Core 2 
apresentam versões Solo (com um chip), Duo (com dois chips), Quad (com quatro chips) e 
Extreme (com dois ou quatro núcleos, voltada para entusiastas).
Processadores

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 12 - Processador
Aula 12 - ProcessadorAula 12 - Processador
Aula 12 - Processador
Suzana Viana Mota
 
Aula 15 processadores
Aula 15 processadoresAula 15 processadores
Aula 15 processadores
Alexandrino Sitoe
 
Aula sobre Placa-mãe
Aula sobre Placa-mãeAula sobre Placa-mãe
Aula sobre Placa-mãe
Filipe Flores
 
Aula 08 instalação de hardware
Aula 08 instalação de hardwareAula 08 instalação de hardware
Aula 08 instalação de hardware
Jorge Ávila Miranda
 
Evolução dos processadores
Evolução dos processadoresEvolução dos processadores
Evolução dos processadores
Tiago Garcia
 
Motherboard
MotherboardMotherboard
Motherboard
drogapraisso
 
3° unidade (placa mãe)
3° unidade (placa mãe)3° unidade (placa mãe)
3° unidade (placa mãe)
André Lopes
 
Slide placa mãe
Slide placa mãeSlide placa mãe
Slide placa mãe
Juninho Martuscelli
 
Tipos de Placa-Mãe
Tipos de Placa-MãeTipos de Placa-Mãe
Tipos de Placa-Mãe
Airin A.
 
3 placa mãe
3 placa mãe3 placa mãe
3 placa mãe
Sandra Minhós
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Luiz Pereira
 
Motherboard
MotherboardMotherboard
Motherboard
Bernardo Marinheiro
 
Disco rígido
Disco rígidoDisco rígido
Disco rígido
sergiocef96
 
Bus ou Barramento
Bus ou BarramentoBus ou Barramento
Bus ou Barramento
Carlos Pereira
 
Motherboard.pdf
Motherboard.pdfMotherboard.pdf
Motherboard.pdf
fmtpereira
 
Placas mãe
Placas mãePlacas mãe
Placas mãe
Jéssica Duarte
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Felipe Weizenmann
 
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de ComputadoresAula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Jorge Ávila Miranda
 
03º aula placa mãe painel frontal
03º aula placa mãe  painel frontal03º aula placa mãe  painel frontal
03º aula placa mãe painel frontal
Roney Sousa
 
Correção da ficha de trabalho 4 e 5
Correção da ficha de trabalho 4 e 5Correção da ficha de trabalho 4 e 5
Correção da ficha de trabalho 4 e 5
Issuf Lion
 

Mais procurados (20)

Aula 12 - Processador
Aula 12 - ProcessadorAula 12 - Processador
Aula 12 - Processador
 
Aula 15 processadores
Aula 15 processadoresAula 15 processadores
Aula 15 processadores
 
Aula sobre Placa-mãe
Aula sobre Placa-mãeAula sobre Placa-mãe
Aula sobre Placa-mãe
 
Aula 08 instalação de hardware
Aula 08 instalação de hardwareAula 08 instalação de hardware
Aula 08 instalação de hardware
 
Evolução dos processadores
Evolução dos processadoresEvolução dos processadores
Evolução dos processadores
 
Motherboard
MotherboardMotherboard
Motherboard
 
3° unidade (placa mãe)
3° unidade (placa mãe)3° unidade (placa mãe)
3° unidade (placa mãe)
 
Slide placa mãe
Slide placa mãeSlide placa mãe
Slide placa mãe
 
Tipos de Placa-Mãe
Tipos de Placa-MãeTipos de Placa-Mãe
Tipos de Placa-Mãe
 
3 placa mãe
3 placa mãe3 placa mãe
3 placa mãe
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Motherboard
MotherboardMotherboard
Motherboard
 
Disco rígido
Disco rígidoDisco rígido
Disco rígido
 
Bus ou Barramento
Bus ou BarramentoBus ou Barramento
Bus ou Barramento
 
Motherboard.pdf
Motherboard.pdfMotherboard.pdf
Motherboard.pdf
 
Placas mãe
Placas mãePlacas mãe
Placas mãe
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de ComputadoresAula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
 
03º aula placa mãe painel frontal
03º aula placa mãe  painel frontal03º aula placa mãe  painel frontal
03º aula placa mãe painel frontal
 
Correção da ficha de trabalho 4 e 5
Correção da ficha de trabalho 4 e 5Correção da ficha de trabalho 4 e 5
Correção da ficha de trabalho 4 e 5
 

Destaque

Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Vinicius
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
dsde
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Daniela Oura
 
Processadores intel 4000 a 4004
Processadores intel 4000 a 4004Processadores intel 4000 a 4004
Processadores intel 4000 a 4004
Elaine Cecília Gatto
 
Microprocessadores
MicroprocessadoresMicroprocessadores
Microprocessadores
Anderson Galvao
 
Trabalhos dos alunos: Processadores
Trabalhos dos alunos: ProcessadoresTrabalhos dos alunos: Processadores
Trabalhos dos alunos: Processadores
teixeiraafm1
 
Processadores
Processadores Processadores
Processadores
Alceu Bernardino
 
Aula 07-oac-processadores
Aula 07-oac-processadoresAula 07-oac-processadores
Aula 07-oac-processadores
Cristiano Pires Martins
 
História do processador
História do processadorHistória do processador
História do processador
Marcos Amauri
 
Intel 4004
Intel 4004Intel 4004
Intel 4004
kajolpatel2607
 
Processador intel 4040
Processador intel 4040Processador intel 4040
Processador intel 4040
Elaine Cecília Gatto
 
Maquinas multinivel
Maquinas multinivelMaquinas multinivel
Maquinas multinivel
Marcelle Guiné
 
Maquinas multinivel
Maquinas multinivelMaquinas multinivel
Maquinas multinivel
Marcelle Guiné
 
Curso MMM - Aula 02 - Processadores
Curso MMM - Aula 02 - ProcessadoresCurso MMM - Aula 02 - Processadores
Curso MMM - Aula 02 - Processadores
Spartan Digital
 
O que não te contaram sobre pré-processadores
O que não te contaram sobre pré-processadoresO que não te contaram sobre pré-processadores
O que não te contaram sobre pré-processadores
Eduardo Matos
 
Máquinas Multiníveis - Nível da Microarquitetura
Máquinas Multiníveis - Nível da MicroarquiteturaMáquinas Multiníveis - Nível da Microarquitetura
Máquinas Multiníveis - Nível da Microarquitetura
Lincoln Lamas
 
Slide processadores (backup)2
Slide processadores (backup)2Slide processadores (backup)2
Slide processadores (backup)2
leandrocovre
 
Processadores intel de 6º geração
Processadores intel de 6º geraçãoProcessadores intel de 6º geração
Processadores intel de 6º geração
Valdeir Frizzera
 
Processadores, placas de vídeo, de som
Processadores, placas de vídeo, de somProcessadores, placas de vídeo, de som
Processadores, placas de vídeo, de som
Baguiasri
 
Processadores ARM
Processadores ARMProcessadores ARM
Processadores ARM
Lucas Jacinto
 

Destaque (20)

Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Processadores intel 4000 a 4004
Processadores intel 4000 a 4004Processadores intel 4000 a 4004
Processadores intel 4000 a 4004
 
Microprocessadores
MicroprocessadoresMicroprocessadores
Microprocessadores
 
Trabalhos dos alunos: Processadores
Trabalhos dos alunos: ProcessadoresTrabalhos dos alunos: Processadores
Trabalhos dos alunos: Processadores
 
Processadores
Processadores Processadores
Processadores
 
Aula 07-oac-processadores
Aula 07-oac-processadoresAula 07-oac-processadores
Aula 07-oac-processadores
 
História do processador
História do processadorHistória do processador
História do processador
 
Intel 4004
Intel 4004Intel 4004
Intel 4004
 
Processador intel 4040
Processador intel 4040Processador intel 4040
Processador intel 4040
 
Maquinas multinivel
Maquinas multinivelMaquinas multinivel
Maquinas multinivel
 
Maquinas multinivel
Maquinas multinivelMaquinas multinivel
Maquinas multinivel
 
Curso MMM - Aula 02 - Processadores
Curso MMM - Aula 02 - ProcessadoresCurso MMM - Aula 02 - Processadores
Curso MMM - Aula 02 - Processadores
 
O que não te contaram sobre pré-processadores
O que não te contaram sobre pré-processadoresO que não te contaram sobre pré-processadores
O que não te contaram sobre pré-processadores
 
Máquinas Multiníveis - Nível da Microarquitetura
Máquinas Multiníveis - Nível da MicroarquiteturaMáquinas Multiníveis - Nível da Microarquitetura
Máquinas Multiníveis - Nível da Microarquitetura
 
Slide processadores (backup)2
Slide processadores (backup)2Slide processadores (backup)2
Slide processadores (backup)2
 
Processadores intel de 6º geração
Processadores intel de 6º geraçãoProcessadores intel de 6º geração
Processadores intel de 6º geração
 
Processadores, placas de vídeo, de som
Processadores, placas de vídeo, de somProcessadores, placas de vídeo, de som
Processadores, placas de vídeo, de som
 
Processadores ARM
Processadores ARMProcessadores ARM
Processadores ARM
 

Semelhante a Processadores

Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
spidi_pt
 
Tabela de processadores
Tabela de processadoresTabela de processadores
Tabela de processadores
Jose Silva
 
Apresentação1
 Apresentação1 Apresentação1
Apresentação1
gutka3
 
Unitec processador
Unitec processadorUnitec processador
Unitec processador
Samot Oiralih Eznam
 
Evolução dos processadores
Evolução dos processadoresEvolução dos processadores
Evolução dos processadores
Celso Mauricio
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Jose Silva
 
3 ufcd 0749 - processadores1
3   ufcd 0749 - processadores13   ufcd 0749 - processadores1
3 ufcd 0749 - processadores1
CarlosSardinha7
 
Aula 3 processadores
Aula 3   processadoresAula 3   processadores
Aula 3 processadores
Paulo Carvalho, MSc.
 
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptxTrabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
BernardoPinto20
 
Intel64bits
Intel64bitsIntel64bits
Intel64bits
Lucas Machado
 
Sebenta
SebentaSebenta
Sebenta
lbernasl
 
Sebenta
SebentaSebenta
Sebenta
lbernasl
 
Trabalho de tec
Trabalho de tecTrabalho de tec
Trabalho de tec
power400
 
Tecnologia dos computadores
Tecnologia dos computadoresTecnologia dos computadores
Da VáLvula Até 1990
Da VáLvula Até 1990Da VáLvula Até 1990
Da VáLvula Até 1990
SOL RIBEIRO
 
Processadores de servidores apresentação
Processadores de servidores apresentaçãoProcessadores de servidores apresentação
Processadores de servidores apresentação
Miguel Ferreira
 
Processadores de servidores apresentação
Processadores de servidores apresentaçãoProcessadores de servidores apresentação
Processadores de servidores apresentação
Miguel Ferreira
 
A Evolução dos Computadores
A Evolução dos ComputadoresA Evolução dos Computadores
A Evolução dos Computadores
guest4818f8
 
A Evolução dos Computadores
A Evolução dos ComputadoresA Evolução dos Computadores
A Evolução dos Computadores
plinioalmeida
 
A Evolução dos Computadores
A Evolução dos ComputadoresA Evolução dos Computadores
A Evolução dos Computadores
Ana Paula Trindade
 

Semelhante a Processadores (20)

Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Tabela de processadores
Tabela de processadoresTabela de processadores
Tabela de processadores
 
Apresentação1
 Apresentação1 Apresentação1
Apresentação1
 
Unitec processador
Unitec processadorUnitec processador
Unitec processador
 
Evolução dos processadores
Evolução dos processadoresEvolução dos processadores
Evolução dos processadores
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
3 ufcd 0749 - processadores1
3   ufcd 0749 - processadores13   ufcd 0749 - processadores1
3 ufcd 0749 - processadores1
 
Aula 3 processadores
Aula 3   processadoresAula 3   processadores
Aula 3 processadores
 
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptxTrabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
 
Intel64bits
Intel64bitsIntel64bits
Intel64bits
 
Sebenta
SebentaSebenta
Sebenta
 
Sebenta
SebentaSebenta
Sebenta
 
Trabalho de tec
Trabalho de tecTrabalho de tec
Trabalho de tec
 
Tecnologia dos computadores
Tecnologia dos computadoresTecnologia dos computadores
Tecnologia dos computadores
 
Da VáLvula Até 1990
Da VáLvula Até 1990Da VáLvula Até 1990
Da VáLvula Até 1990
 
Processadores de servidores apresentação
Processadores de servidores apresentaçãoProcessadores de servidores apresentação
Processadores de servidores apresentação
 
Processadores de servidores apresentação
Processadores de servidores apresentaçãoProcessadores de servidores apresentação
Processadores de servidores apresentação
 
A Evolução dos Computadores
A Evolução dos ComputadoresA Evolução dos Computadores
A Evolução dos Computadores
 
A Evolução dos Computadores
A Evolução dos ComputadoresA Evolução dos Computadores
A Evolução dos Computadores
 
A Evolução dos Computadores
A Evolução dos ComputadoresA Evolução dos Computadores
A Evolução dos Computadores
 

Mais de Inacia Lucia Medeiros

Agronegócio
AgronegócioAgronegócio
Agronegócio
Inacia Lucia Medeiros
 
Agroecologia
AgroecologiaAgroecologia
Agroecologia
Inacia Lucia Medeiros
 
Memória ram
Memória ramMemória ram
Memória ram
Inacia Lucia Medeiros
 
Placa mãe2
Placa mãe2Placa mãe2
Bits bytes
Bits bytesBits bytes
Apresentação 2014 4
Apresentação 2014 4Apresentação 2014 4
Apresentação 2014 4
Inacia Lucia Medeiros
 
Saúde do trabalho
Saúde do trabalhoSaúde do trabalho
Saúde do trabalho
Inacia Lucia Medeiros
 
Palestra a influência da língua inglesa no mercado de trabalho
Palestra a influência da língua inglesa no mercado de trabalhoPalestra a influência da língua inglesa no mercado de trabalho
Palestra a influência da língua inglesa no mercado de trabalho
Inacia Lucia Medeiros
 
Slids inss
Slids inssSlids inss
Apresentação markson
Apresentação markson Apresentação markson
Apresentação markson
Inacia Lucia Medeiros
 
Projeto de direitos humanos
Projeto  de  direitos humanosProjeto  de  direitos humanos
Projeto de direitos humanos
Inacia Lucia Medeiros
 
Números de idosos no brasil
Números de idosos no brasilNúmeros de idosos no brasil
Números de idosos no brasil
Inacia Lucia Medeiros
 
Exploração mineral e os impactos ambientais no município
Exploração mineral e os impactos ambientais no municípioExploração mineral e os impactos ambientais no município
Exploração mineral e os impactos ambientais no município
Inacia Lucia Medeiros
 
Apresentação do jornal escolar
Apresentação do jornal escolarApresentação do jornal escolar
Apresentação do jornal escolar
Inacia Lucia Medeiros
 
Projeto meio ambiente
Projeto meio ambienteProjeto meio ambiente
Projeto meio ambiente
Inacia Lucia Medeiros
 
apresentação de Química - 1º ano do Ensino Médio Noturno diferenciado
apresentação de Química - 1º ano do Ensino Médio Noturno diferenciadoapresentação de Química - 1º ano do Ensino Médio Noturno diferenciado
apresentação de Química - 1º ano do Ensino Médio Noturno diferenciado
Inacia Lucia Medeiros
 
Como é a cidade dos nossos sonhos
Como é a cidade dos nossos sonhosComo é a cidade dos nossos sonhos
Como é a cidade dos nossos sonhos
Inacia Lucia Medeiros
 

Mais de Inacia Lucia Medeiros (17)

Agronegócio
AgronegócioAgronegócio
Agronegócio
 
Agroecologia
AgroecologiaAgroecologia
Agroecologia
 
Memória ram
Memória ramMemória ram
Memória ram
 
Placa mãe2
Placa mãe2Placa mãe2
Placa mãe2
 
Bits bytes
Bits bytesBits bytes
Bits bytes
 
Apresentação 2014 4
Apresentação 2014 4Apresentação 2014 4
Apresentação 2014 4
 
Saúde do trabalho
Saúde do trabalhoSaúde do trabalho
Saúde do trabalho
 
Palestra a influência da língua inglesa no mercado de trabalho
Palestra a influência da língua inglesa no mercado de trabalhoPalestra a influência da língua inglesa no mercado de trabalho
Palestra a influência da língua inglesa no mercado de trabalho
 
Slids inss
Slids inssSlids inss
Slids inss
 
Apresentação markson
Apresentação markson Apresentação markson
Apresentação markson
 
Projeto de direitos humanos
Projeto  de  direitos humanosProjeto  de  direitos humanos
Projeto de direitos humanos
 
Números de idosos no brasil
Números de idosos no brasilNúmeros de idosos no brasil
Números de idosos no brasil
 
Exploração mineral e os impactos ambientais no município
Exploração mineral e os impactos ambientais no municípioExploração mineral e os impactos ambientais no município
Exploração mineral e os impactos ambientais no município
 
Apresentação do jornal escolar
Apresentação do jornal escolarApresentação do jornal escolar
Apresentação do jornal escolar
 
Projeto meio ambiente
Projeto meio ambienteProjeto meio ambiente
Projeto meio ambiente
 
apresentação de Química - 1º ano do Ensino Médio Noturno diferenciado
apresentação de Química - 1º ano do Ensino Médio Noturno diferenciadoapresentação de Química - 1º ano do Ensino Médio Noturno diferenciado
apresentação de Química - 1º ano do Ensino Médio Noturno diferenciado
 
Como é a cidade dos nossos sonhos
Como é a cidade dos nossos sonhosComo é a cidade dos nossos sonhos
Como é a cidade dos nossos sonhos
 

Último

Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 

Último (7)

Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 

Processadores

  • 1. Processadores 1971 até 1981 Em 1971, a Intel lançou seu primeiro processador. O Intel 4004 era usado apenas em calculadoras e tinha capacidade de processamento de 8 bits, mas mostrou na prática a idéia usada até hoje nos processadores: a capacidade de reunir todos os componentes necessários num único chip.
  • 2. Processadores Usando o processador 8088 da Intel, lançado em 1978 como uma versão mais barata do modelo 8086 (ambos de 16 bits), o IBM PC (Personal Computer) foi um sucesso absoluto, vendendo cinco vezes mais do que o planejado pela empresa em seu ano de lançamento. Um dos pontos mais interessantes do IBM PC estava em sua arquitetura
  • 3. Processadores 1981 até 1984 Um dos 'problemas' da IBM antes do lançamento do IBM PC estava na escolha do sistema operacional para a máquina. Após tentativas frustradas com a Digital Research, a IBM procurou a Microsoft, que adquiriu o sistema QDOS (criado por Tim Patterson), melhorou-o e o licenciou como PC-DOS (quando vinha com o IBM PC) ou MS-DOS (quando adquirido separadamente). Em 1982, a Intel lançou seu novo processador 80286, sucessor do 8086/8088, com velocidades entre 6 MHz e 25 MHz. Neste mesmo ano, a AMD surgiu como uma empresa de processadores, trabalhando com os modelos da Intel, já que a IBM começou a exigir pelo menos duas indústrias para o fornecimento de processadores para suas máquinas
  • 4. Processadores 1984 até 1985 Também em 1985, a Intel lança o sucessor do processador 80286. O 80386, com velocidades entre 12 MHz e 40 MHz, foi o primeiro processador a trazer instruções de 32 bits (as mesmas instruções usadas até hoje). O chip também foi o primeiro a receber variações dentro da mesma arquitetura, com versões SX (de baixo custo), SL (com instruções próprias para computadores portáteis) e DX (versão original, que recebeu a sigla para se destacar perante as variações).
  • 5. Processadores 1985 até 1993 nasceu a empresa Cyrix, que fabricava co-processadores matemáticos, que aumentavam de forma visível o desempenho de processadores 80286 e 80386 - processadores Intel 486 vinham com este co-processador embutido. A partir de 1992, a Cyrix também começou a criar processadores compatíveis com os da Intel, o que rendeu processos entre as empresas (já que, ao contrário da AMD, a Cyrix não tinha autorização da Intel para tal). Os nomes dos processadores da Cyrix, com numeração semelhante à usada pela Intel, juntamente com decisões legais, fizeram a Intel adotar uma marca registrada para seus futuros processadores.
  • 6. Processadores 1993 até 1998 Em 1993, a Intel lançou o sucessor do 486. O processador Pentium, com velocidades entre 60 MHz e 300 MHz, foi um sucesso de mercado graças também ao sucesso do Windows 95, que usava (e abusava) do processamento. Um ano depois, surgiu a linha Pentium MMX, com as mesmas características, com instruções de processamento voltadas para aplicações multimídia.
  • 7. Processadores No ano seguinte, a AMD lançou seu primeiro processador rival do Pentium feito com tecnologia própria. O AMD K5 não conseguiu uma porcentagem significativa de mercado, pois era mais lento do que os modelos Pentium compatíveis. Em 1997, a Intel lança o Pentium II, com velocidades entre 233 MHz e 450 MHz, e a AMD lança o sucessor do K5. Seu processador K6, com velocidades entre 166 MHz e 300 MHz, é a primeira ameaça real ao mercado da Intel, já que oferecia o mesmo processamento do Pentium II com preços menor
  • 8. Processadores A Intel decidiu contra atacar em 1998, dividindo sua família de processadores em três: Pentium para o mercado doméstico; Celeron, para computadores de baixo custo; e Xeon, para servidores que precisavam de alto desempenho. Embora o formato dos processadores fisicamente não tenha mudado muito, a Intel resolveu inserir seus recursos numa espécie de placa própria de circuito integrado, o que fez com que os chips viessem numa espécie de ‘cartucho’.
  • 9. Processadores 1999 até 2004 Em 1999, Intel e AMD lançaram seus novos processadores. Enquanto o Pentium III apresentava velocidades entre 450 MHz e 1.4 GHz, o AMD Athlon ganhou várias revisões, que permitiram velocidades entre 500 MHz e 2.33 GHz. Ambas as empresas mudaram levemente a arquitetura de seus chips, mas melhorias feitas nas revisões do Athlon permitiram que o mesmo tivesse uma vida comercial bem maior do que os processadores Pentium III.
  • 10. Processadores Os processadores Pentium IV nunca foram realmente bem aceitos pelo mercado, já que, com o tempo, esta afirmação pode ser comprovada nos próprios produtos. Como grande novidade, estes processadores apresentaram a tecnologia Hyper-threading (HT), que permite que um único processador opere como dois processadores virtuais.
  • 11. Processadores Enquanto isso, a AMD lançava a revisão mais famosa do Athlon, chamada de Athlon XP (uma referência não oficial ao Windows XP) e lançava o primeiro processador doméstico com tecnologia 64 bits (mantendo a compatibilidade com a atual tecnologia 32 bits). O Athlon 64 foi um sucesso de mercado e obrigou a Intel a adotar a mesma arquitetura 64 bits um ano após sua grande rival.
  • 12. Processadores 2004 até 2008 Com a AMD obtendo cada vez mais espaço, a Intel decidiu contra-atacar com base na arquitetura mais recente do Pentium III (provando que a arquitetura do Pentium IV evoluiu pelo caminho errado). No entanto, a AMD mais uma vez inovou no mercado de processadores domésticos, sendo a primeira empresa a lançar um processador dual-core (Athlon 64 X2, em Junho de 2005) para o mercado de PCs. A nova arquitetura permitiu ter dois núcleos de processamento num único chip de processador, aumentando o desempenho do mesmo sem a necessidade de aumentar a velocidade de processamento.
  • 13. Processadores A Intel chamou a atenção do mercado em 2006 com a linha de processadores Core Duo e Core Solo (respectivamente com dois e um núcleo), resultantes das várias melhorias aplicadas na plataforma dos processadores Pentium Mobile (para Notebooks), que por sua vez são derivados do Pentium III. No ano seguinte, os sucessores da linha Core 2 apresentam versões Solo (com um chip), Duo (com dois chips), Quad (com quatro chips) e Extreme (com dois ou quatro núcleos, voltada para entusiastas).