SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
Baixar para ler offline
Aromaterapia
e Emoções
Conceitos Básicos
Aromaterapia
É a ciência e a arte na utilização de óleos
essenciais na promoção da saúde física, mental,
emocional.
Aromatologia
É o estudo científico dos óleos essenciais a partir de
evidências in vivo e in vitro. Esta vertente está
baseada na metodologia francesa.
Aromacologia
É o estudo do aroma no comportamento das pessoas.
Absorvendo o Mundo
São cinco os sentidos da espécie humana, sendo que cada
um tem uma relação direta com uma parte diferente do
cérebro.
Os seis sentidos fundamentais – Conjunto de funções que
propicia seu relacionamento com o ambiente.
Pelo Tato - Sentimos o frio, o calor, a pressão
atmosférica, etc...
Pela Gustação - Identificamos os sabores
Pelo Olfato - Sentimos o odor ou o cheiro
Pela Audição - Captamos os sons
Pela Visão - Observamos as cores, as formas, os
contornos, etc...
Pelo Paladar - Sentimos o gosto
atmosférica, etc...
Pela Gustação - Identificamos os sabores
Pelo Olfato - Sentimos o odor ou o cheiro
Pela Audição - Captamos os sons
Pela Visão - Observamos as cores, as formas, os
contornos, etc...
Pelo Paladar - Sentimos o gosto
Do latim “emotio”, onde a emoção é uma alteração interna e
passageira do ânimo, podendo ser agradável ou penosa, que
surge na sequência de uma certa comoção somática.
A Emoção
O Olfato
O olfato é um dos seis sentidos encontrados no ser humano,
mas ainda é considerado um fenômeno, subjetivo, incerto, já
que ainda não existem estudos que o apresente de uma forma
totalmente completa, grande parte devido a sua complexidade.
Como o ser humano depende da respiração, já que esta é uma
das funções essenciais para qualquer organismo, o olfato pode
ser uma poderosa arma para o nosso bem estar.
A mente é o estado da consciência onde a subconsciência
que traz a possibilidade de expressarmos a natureza humana.
“Mente” como conceito básico, é bastante utilizado para
descrever funções superiores do cérebro humano.
A Mente
Emoções são reações psicofisiológicas que representam
modos eficazes de adaptação face às mudanças ambientais,
contextuais e/ou situacionais.
Reações
Sob o aspecto biológico, são reações químicas neurais,
provenientes de respostas comportamentais básicas
(atávicas), relacionadas à sobrevivência dos animais.
Biologia
Os 3 da Emoção
Sentir - Intrapsíquico
Expressar - Palavras
O Atuar - Pelo Corpo
Por meio da neurobiologia, sabemos hoje que as
emoções se originam no sistema límbico (hipotálamo,
hipocampo, giro cingulado, tálamo e amígdala).
A Emoção
Anatomofisiológico
Graças às pesquisas, ficou evidenciado
experimentalmente o papel da amígdala, um
corpúsculo amigdaloide (em forma de amêndoa), que
funciona como gatilho detonador das emoções, em
que o impulso nervoso passa primeiro pelo cortéx
cerebral.
corpúsculo amigdaloide (em forma de amêndoa), que
funciona como gatilho detonador das emoções, em
que o impulso nervoso passa primeiro pelo cortéx
É na amígdala neural que são detonadas as emoções
de raiva, como a ira, e de medo, como a ansiedade e
pânico.
Amígdala
A carga gerada pela emoção, sendo uma energia, é
indestrutível.
A amígdala, por sua função adaptativa importante,
aparece nos mamíferos e na espécie humana como
funcionalmente vital.
Energia
Parte da energia gerada pelas emoções, uma segue
para o cortéx, a outra desce pelos feixes nervosos do
tronco encefálico e medula espinhal, sendo conduzida
pelos nervos cranianos e medulares, atingindo todos
os setores do corpo.
Ao atingir os orgãos e as vísceras diversas, vasos
sanguíneos e músculos, a energia da emoção
provocará um determinado efeito somático, na
dependência do setor corporal alcançado pelo
impulso nervoso.
O mecanismo pelo qual se realiza essa interação
(psicossomática) envolve as conexões dos centros
emocionais entre si, mais hormônios e
neurotransmissores sinápticos.
Como o corpo fala, os problemas interpessoais
angustiantes que não podem ser resolvidos pela
mente racional serão “absorvidos” por alguma outra
parte do corpo, e podem ser convertidos ao processo
de transdução da informação recebida.
Psicossomatizações
de transdução da informação recebida.
Pele
A pele é citada, com frequência, como espelho fiel
dos fatores emocionais, sendo conhecida todas as
expressões: corar de vergonha, empalidecer de
ansiedade, suar frio de estresse, etc...
São substâncias naturais produzidas pelas plantas em seu
metabolismo secundário, podendo estar presentes em flores,
folhas, caule, hastes, pecíolos, cascas, rizomas, raízes, bagas
e sementes.
São voláteis em temperaturas ambiente, lipossolúveis,
odoríferos, líquidas e instáveis à luz, ar, calor e umidade.
Óleos Essenciais
Química dos Óleos Essenciais
H, O e C
Compostos
s hidrocarbonos
Terpenos
Compostos oxigenados
Álcoois
Álcoois
Ácidos
Ácidos
Aldeídos
Aldeíd
íd
í os
Esteres
Esteres
Cetonas
Lactonas
actonas
Óxidos
Óxidos
Fenóis Monoterpenos
Sesquiterpenos
Terpenóides
Diterpenos
Derivado
o
Lavanda - Insônia
Alguns Óleos Essenciais
Bergamota - Ansiedade
Ho Wood - Preocupação
Litsea Cubeba - Antidepressivo
Aliviar o Estresse
Como os Óleos Essenciais
podem ajudar?
Lavanda - Insônia
Alguns Óleos Essenciais
Bergamota - Ansiedade
Ho Wood - Preocupação
Litsea Cubeba - Antidepressivo
Reduzir a Ansiedade
Melhorar a Insônia
Criar um ambiente mais agradável
Dosagem para Velas
Bem Estar - Ansiedade
Refrescante - Estimulante
Energizante - Energizante
Relaxante - Insônia
Blends by Samia
Zen - Calmante
Sensual - Afrodisíaco
Mulher - Emoções Femininas
Ao produzir uma vela, a quantidade de óleo essencial
necessário possui uma variação de 15 à 20ml para
cada 500 gramas de cera.
A quantia a ser adicionada depende do seu gosto.
Haverá a tendência do aroma, após a vela secar, ficar
mais fraca.
E seus efeitos terapêuticos na área emocional
Sinopse das
Famílias Químicas
Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos
1. Monoterpeno
Calmante do SNC
Analgésico
Antiespasmódico
Fresco
Oxigenante
Leve
Canfeno
Beta-Pineno
Felandreno
Mirceno
Limoneno
Terpineno
Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos
2. Sesquiterpeno
Sedativo
Hipotensivo
Antialérgico
Anti-inflamatório potente
Antiespasmódico
Calmante e suavizante do sistema nervoso
Relaxante muscular
Forte
Poderoso
Penetrante
Bisaboleno
Cedreno
Zingibereno
Curcumeno
Camazuleno
Germacreno
Beta-cariofileno
Cariofileno
Vetiveron
Valeranon
Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos
3. Álcool
monoterpênico
(monoterpenol)
Suporte do sistema imunológico
Sedativo
Neurotônico
Tônico cardíaco
Fresco
Floral
Oxigenante
Borneol
Citronelol
Geraniol
Linalol
Mentol
Nerol
Alfa-Terpineol
Globulol
Terpin-4-ol
Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos
4. Álcool
sesquiterpênico
(sesquiterpenol)
Suporte do sistema imunológico
Sedativo
Neurotônico
Poderoso
Quente
Penetrante
Farnesol
Bisabolol
Santalol
Cedrol
E seus efeitos terapêuticos na área emocional
Sinopse das
Famílias Químicas
Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos
5. Fenol
Estimulante do sistema imunológico
Estimulante do sistema nervoso
Estimulante
Muito poderoso
Quente
Penetrante
Timol
Eugenol
Carvacrol
Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos
6. Ésteres
Relaxante do sistema nervoso central
Tônico do sistema nervoso
Tônico cardíaco
Doce
Frutado
Acetato de geranila
Acetato de eugenila
Acetato de citronelila
Acetato bornílla
Acetato de benzila
E seus efeitos terapêuticos na área emocional
Sinopse das
Famílias Químicas
E seus efeitos terapêuticos na área emocional
Sinopse das
Famílias Químicas
Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos
7. Aldeídos
Calmante
Sedativo do sistema nervoso central
Anti-inflamatório
Hipotensor
Espasmolítico
Cítrico
Frutado
Doce
Neral
Felandral
Geranial
Citronelal
Citral
Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos
8. Cetona
Hipotérmico
Anti-inflamatório
Poderoso agente de cura de lesões
Calmante
Sedativo do sistema nervoso
Poderoso
Frio
Penetrante
Mentona
Jasmona
Carvona
Verbenona
Borneona
Jasmona
E seus efeitos terapêuticos na área emocional
Sinopse das
Famílias Químicas
Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos
9. Óxido
Estimulante Mental
Estimulante respiratório
Descongestionante
Fino
Floral
Oxigenante
1,8-cineol
Óxido de linalol
Óxido de rosa
Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos
10. Lactonas
Mucolítico e expectorante
Anti-inflamatório
Suave relaxante muscular
Aromático
Alantolactona
Santalolactona
Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos
11. Furanocumarina
Anticonvulsivante
Sedativo
Neurotônico
Fresco
Cítrico
Bergapteno
Os óleos essenciais auxiliam muito nos estados alterados das
emoções. Porém, vale a pena lembrar que os pensamentos e
comportamentos deverão ser trabalhados no dia a dia.
Ao utilizar os óleos essenciais para criar métodos, hoje muito
usados nas terapias cognitivas, comportamentais, tais como
a psicologia positiva, PNL, entre outras abordagens, fazendo
associações diretas entre inalar e pensar.
Conclusão
Contatos:
@samiamaluf_oficial
institutosamiamaluf
bysamiaaromaterapia
Youtube: By Samia Aromaterapia
Cursos: @institutosamiamaluf
Obrigada pela atenção!
Youtube: By Samia Aromaterapia
Cursos: @institutosamiamaluf

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções.pdf

Sistema Neuro-hormonal....
Sistema Neuro-hormonal....Sistema Neuro-hormonal....
Sistema Neuro-hormonal....
Gabriela Bruno
 
Quarto Módulo - 6ª aula - Glandula pineal
Quarto Módulo - 6ª aula - Glandula pinealQuarto Módulo - 6ª aula - Glandula pineal
Quarto Módulo - 6ª aula - Glandula pineal
CeiClarencio
 
SISTEMA NEURO-HORMANAL --> 9ºANO
SISTEMA NEURO-HORMANAL --> 9ºANOSISTEMA NEURO-HORMANAL --> 9ºANO
SISTEMA NEURO-HORMANAL --> 9ºANO
Raquel Dias
 

Semelhante a Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções.pdf (20)

CóPia De Sistema LíMbico 14
CóPia De Sistema LíMbico 14CóPia De Sistema LíMbico 14
CóPia De Sistema LíMbico 14
 
Caracterização dos fenómenos psíquicos
Caracterização dos fenómenos psíquicosCaracterização dos fenómenos psíquicos
Caracterização dos fenómenos psíquicos
 
Aula de cerebro
Aula de cerebroAula de cerebro
Aula de cerebro
 
Sistema neuro hormonal (aulas)
Sistema neuro   hormonal (aulas)Sistema neuro   hormonal (aulas)
Sistema neuro hormonal (aulas)
 
As emoções
As emoçõesAs emoções
As emoções
 
Snh
SnhSnh
Snh
 
orgãos dos sentidos do corpo humano.pptx
orgãos dos sentidos do corpo humano.pptxorgãos dos sentidos do corpo humano.pptx
orgãos dos sentidos do corpo humano.pptx
 
Missionários da luz resumo capítulo ii
Missionários da luz  resumo capítulo iiMissionários da luz  resumo capítulo ii
Missionários da luz resumo capítulo ii
 
Desvende o Mistério das Emoções: Um Guia Prático para Autoconhecimento Emocional
Desvende o Mistério das Emoções: Um Guia Prático para Autoconhecimento EmocionalDesvende o Mistério das Emoções: Um Guia Prático para Autoconhecimento Emocional
Desvende o Mistério das Emoções: Um Guia Prático para Autoconhecimento Emocional
 
Qu mica do-corpo1-2
Qu mica do-corpo1-2Qu mica do-corpo1-2
Qu mica do-corpo1-2
 
Sistema Neuroendócrino e o Estresse
Sistema Neuroendócrino e o EstresseSistema Neuroendócrino e o Estresse
Sistema Neuroendócrino e o Estresse
 
Sistema Neuro-hormonal....
Sistema Neuro-hormonal....Sistema Neuro-hormonal....
Sistema Neuro-hormonal....
 
Palestra - Pense Green - Rosana De Rosa
Palestra - Pense Green - Rosana De RosaPalestra - Pense Green - Rosana De Rosa
Palestra - Pense Green - Rosana De Rosa
 
Quarto Módulo - 6ª aula - Glandula pineal
Quarto Módulo - 6ª aula - Glandula pinealQuarto Módulo - 6ª aula - Glandula pineal
Quarto Módulo - 6ª aula - Glandula pineal
 
SISTEMA NEURO-HORMANAL --> 9ºANO
SISTEMA NEURO-HORMANAL --> 9ºANOSISTEMA NEURO-HORMANAL --> 9ºANO
SISTEMA NEURO-HORMANAL --> 9ºANO
 
Sentidos
SentidosSentidos
Sentidos
 
Apostila neuropsicanálise atual
Apostila neuropsicanálise atualApostila neuropsicanálise atual
Apostila neuropsicanálise atual
 
Fisiologia do pensamento
Fisiologia do pensamentoFisiologia do pensamento
Fisiologia do pensamento
 
Aulasenacbh
AulasenacbhAulasenacbh
Aulasenacbh
 
Trabalho de fisiologia
Trabalho de  fisiologiaTrabalho de  fisiologia
Trabalho de fisiologia
 

Último

fratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferiorfratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferior
IvaneSales
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
IANAHAAS
 

Último (10)

TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptx
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptxTEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptx
TEORIA DE ENFERMAGEM DE IMOGENE M. KING.pptx
 
Apresentação Fispq.pptx apresentação sobre fispq fds
Apresentação Fispq.pptx apresentação sobre fispq fdsApresentação Fispq.pptx apresentação sobre fispq fds
Apresentação Fispq.pptx apresentação sobre fispq fds
 
Atividade sistema muscular.pdfatividfades
Atividade sistema muscular.pdfatividfadesAtividade sistema muscular.pdfatividfades
Atividade sistema muscular.pdfatividfades
 
Apresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para AdolescentesApresentação Saúde Mental para Adolescentes
Apresentação Saúde Mental para Adolescentes
 
fratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferiorfratura e imobilização de membros superior e inferior
fratura e imobilização de membros superior e inferior
 
Puerpério normal e patológico em obstetrícia
Puerpério normal e patológico em obstetríciaPuerpério normal e patológico em obstetrícia
Puerpério normal e patológico em obstetrícia
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
 
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemas
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemasSISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemas
SISTEMA ARTICULAR.pptxarticulações sistemas
 
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuronios
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuroniosTecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuronios
Tecido_Nervoso.pptxsistema nervoso neuronios
 
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
 

Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções-Aromaterapia e emoções.pdf

  • 2. Conceitos Básicos Aromaterapia É a ciência e a arte na utilização de óleos essenciais na promoção da saúde física, mental, emocional. Aromatologia É o estudo científico dos óleos essenciais a partir de evidências in vivo e in vitro. Esta vertente está baseada na metodologia francesa. Aromacologia É o estudo do aroma no comportamento das pessoas.
  • 3. Absorvendo o Mundo São cinco os sentidos da espécie humana, sendo que cada um tem uma relação direta com uma parte diferente do cérebro. Os seis sentidos fundamentais – Conjunto de funções que propicia seu relacionamento com o ambiente. Pelo Tato - Sentimos o frio, o calor, a pressão atmosférica, etc... Pela Gustação - Identificamos os sabores Pelo Olfato - Sentimos o odor ou o cheiro Pela Audição - Captamos os sons Pela Visão - Observamos as cores, as formas, os contornos, etc... Pelo Paladar - Sentimos o gosto atmosférica, etc... Pela Gustação - Identificamos os sabores Pelo Olfato - Sentimos o odor ou o cheiro Pela Audição - Captamos os sons Pela Visão - Observamos as cores, as formas, os contornos, etc... Pelo Paladar - Sentimos o gosto
  • 4. Do latim “emotio”, onde a emoção é uma alteração interna e passageira do ânimo, podendo ser agradável ou penosa, que surge na sequência de uma certa comoção somática. A Emoção O Olfato O olfato é um dos seis sentidos encontrados no ser humano, mas ainda é considerado um fenômeno, subjetivo, incerto, já que ainda não existem estudos que o apresente de uma forma totalmente completa, grande parte devido a sua complexidade. Como o ser humano depende da respiração, já que esta é uma das funções essenciais para qualquer organismo, o olfato pode ser uma poderosa arma para o nosso bem estar. A mente é o estado da consciência onde a subconsciência que traz a possibilidade de expressarmos a natureza humana. “Mente” como conceito básico, é bastante utilizado para descrever funções superiores do cérebro humano. A Mente
  • 5. Emoções são reações psicofisiológicas que representam modos eficazes de adaptação face às mudanças ambientais, contextuais e/ou situacionais. Reações Sob o aspecto biológico, são reações químicas neurais, provenientes de respostas comportamentais básicas (atávicas), relacionadas à sobrevivência dos animais. Biologia Os 3 da Emoção Sentir - Intrapsíquico Expressar - Palavras O Atuar - Pelo Corpo
  • 6. Por meio da neurobiologia, sabemos hoje que as emoções se originam no sistema límbico (hipotálamo, hipocampo, giro cingulado, tálamo e amígdala). A Emoção Anatomofisiológico Graças às pesquisas, ficou evidenciado experimentalmente o papel da amígdala, um corpúsculo amigdaloide (em forma de amêndoa), que funciona como gatilho detonador das emoções, em que o impulso nervoso passa primeiro pelo cortéx cerebral. corpúsculo amigdaloide (em forma de amêndoa), que funciona como gatilho detonador das emoções, em que o impulso nervoso passa primeiro pelo cortéx
  • 7. É na amígdala neural que são detonadas as emoções de raiva, como a ira, e de medo, como a ansiedade e pânico. Amígdala A carga gerada pela emoção, sendo uma energia, é indestrutível. A amígdala, por sua função adaptativa importante, aparece nos mamíferos e na espécie humana como funcionalmente vital. Energia Parte da energia gerada pelas emoções, uma segue para o cortéx, a outra desce pelos feixes nervosos do tronco encefálico e medula espinhal, sendo conduzida pelos nervos cranianos e medulares, atingindo todos os setores do corpo. Ao atingir os orgãos e as vísceras diversas, vasos sanguíneos e músculos, a energia da emoção provocará um determinado efeito somático, na dependência do setor corporal alcançado pelo impulso nervoso.
  • 8. O mecanismo pelo qual se realiza essa interação (psicossomática) envolve as conexões dos centros emocionais entre si, mais hormônios e neurotransmissores sinápticos. Como o corpo fala, os problemas interpessoais angustiantes que não podem ser resolvidos pela mente racional serão “absorvidos” por alguma outra parte do corpo, e podem ser convertidos ao processo de transdução da informação recebida. Psicossomatizações de transdução da informação recebida. Pele A pele é citada, com frequência, como espelho fiel dos fatores emocionais, sendo conhecida todas as expressões: corar de vergonha, empalidecer de ansiedade, suar frio de estresse, etc...
  • 9. São substâncias naturais produzidas pelas plantas em seu metabolismo secundário, podendo estar presentes em flores, folhas, caule, hastes, pecíolos, cascas, rizomas, raízes, bagas e sementes. São voláteis em temperaturas ambiente, lipossolúveis, odoríferos, líquidas e instáveis à luz, ar, calor e umidade. Óleos Essenciais Química dos Óleos Essenciais H, O e C Compostos s hidrocarbonos Terpenos Compostos oxigenados Álcoois Álcoois Ácidos Ácidos Aldeídos Aldeíd íd í os Esteres Esteres Cetonas Lactonas actonas Óxidos Óxidos Fenóis Monoterpenos Sesquiterpenos Terpenóides Diterpenos Derivado o
  • 10. Lavanda - Insônia Alguns Óleos Essenciais Bergamota - Ansiedade Ho Wood - Preocupação Litsea Cubeba - Antidepressivo Aliviar o Estresse Como os Óleos Essenciais podem ajudar? Lavanda - Insônia Alguns Óleos Essenciais Bergamota - Ansiedade Ho Wood - Preocupação Litsea Cubeba - Antidepressivo Reduzir a Ansiedade Melhorar a Insônia Criar um ambiente mais agradável
  • 11. Dosagem para Velas Bem Estar - Ansiedade Refrescante - Estimulante Energizante - Energizante Relaxante - Insônia Blends by Samia Zen - Calmante Sensual - Afrodisíaco Mulher - Emoções Femininas Ao produzir uma vela, a quantidade de óleo essencial necessário possui uma variação de 15 à 20ml para cada 500 gramas de cera. A quantia a ser adicionada depende do seu gosto. Haverá a tendência do aroma, após a vela secar, ficar mais fraca.
  • 12. E seus efeitos terapêuticos na área emocional Sinopse das Famílias Químicas Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos 1. Monoterpeno Calmante do SNC Analgésico Antiespasmódico Fresco Oxigenante Leve Canfeno Beta-Pineno Felandreno Mirceno Limoneno Terpineno Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos 2. Sesquiterpeno Sedativo Hipotensivo Antialérgico Anti-inflamatório potente Antiespasmódico Calmante e suavizante do sistema nervoso Relaxante muscular Forte Poderoso Penetrante Bisaboleno Cedreno Zingibereno Curcumeno Camazuleno Germacreno Beta-cariofileno Cariofileno Vetiveron Valeranon
  • 13. Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos 3. Álcool monoterpênico (monoterpenol) Suporte do sistema imunológico Sedativo Neurotônico Tônico cardíaco Fresco Floral Oxigenante Borneol Citronelol Geraniol Linalol Mentol Nerol Alfa-Terpineol Globulol Terpin-4-ol Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos 4. Álcool sesquiterpênico (sesquiterpenol) Suporte do sistema imunológico Sedativo Neurotônico Poderoso Quente Penetrante Farnesol Bisabolol Santalol Cedrol E seus efeitos terapêuticos na área emocional Sinopse das Famílias Químicas
  • 14. Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos 5. Fenol Estimulante do sistema imunológico Estimulante do sistema nervoso Estimulante Muito poderoso Quente Penetrante Timol Eugenol Carvacrol Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos 6. Ésteres Relaxante do sistema nervoso central Tônico do sistema nervoso Tônico cardíaco Doce Frutado Acetato de geranila Acetato de eugenila Acetato de citronelila Acetato bornílla Acetato de benzila E seus efeitos terapêuticos na área emocional Sinopse das Famílias Químicas
  • 15. E seus efeitos terapêuticos na área emocional Sinopse das Famílias Químicas Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos 7. Aldeídos Calmante Sedativo do sistema nervoso central Anti-inflamatório Hipotensor Espasmolítico Cítrico Frutado Doce Neral Felandral Geranial Citronelal Citral Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos 8. Cetona Hipotérmico Anti-inflamatório Poderoso agente de cura de lesões Calmante Sedativo do sistema nervoso Poderoso Frio Penetrante Mentona Jasmona Carvona Verbenona Borneona Jasmona
  • 16. E seus efeitos terapêuticos na área emocional Sinopse das Famílias Químicas Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos 9. Óxido Estimulante Mental Estimulante respiratório Descongestionante Fino Floral Oxigenante 1,8-cineol Óxido de linalol Óxido de rosa Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos 10. Lactonas Mucolítico e expectorante Anti-inflamatório Suave relaxante muscular Aromático Alantolactona Santalolactona Família Química Ação Terapêutica no emocional e mental Aroma Ativos 11. Furanocumarina Anticonvulsivante Sedativo Neurotônico Fresco Cítrico Bergapteno
  • 17. Os óleos essenciais auxiliam muito nos estados alterados das emoções. Porém, vale a pena lembrar que os pensamentos e comportamentos deverão ser trabalhados no dia a dia. Ao utilizar os óleos essenciais para criar métodos, hoje muito usados nas terapias cognitivas, comportamentais, tais como a psicologia positiva, PNL, entre outras abordagens, fazendo associações diretas entre inalar e pensar. Conclusão
  • 18. Contatos: @samiamaluf_oficial institutosamiamaluf bysamiaaromaterapia Youtube: By Samia Aromaterapia Cursos: @institutosamiamaluf Obrigada pela atenção! Youtube: By Samia Aromaterapia Cursos: @institutosamiamaluf