SlideShare uma empresa Scribd logo
ALGORITMOS
Rodrigo Kiyoshi Saito / rodrigok@anchieta.br
Referência Bibliográfica
• EDELVEISS, Nina, LIVI, Maria Aparecida Castro.
ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO COM
EXEMPLOS EM PASCAL E C. ed. Porto Alegre:
Bookman, 2014.
Construção de um algoritmo
• Voce fará uma viagem para os Estados Unidos
e receberá uma bolsa mensal de R$ 1500,00.
Quanto dinheiro, em dólares, você receberá
de bolsa?
Construção de um algoritmo
faça um algoritmo para encontrar a solução
desse problema. Represente a solução em
descrição narrativa, fluxograma e
pseudocódigo.
PADRÃO DE RESPOSTA
ESPERADO
Descrição narrativa:
Passo 1: obter taxa de câmbio do dólar.
Passo 2: calcular o valor da bolsa em dólar. Bolsa
= 1500 / taxa
Passo 3: mostrar o valor da bolsa em dólar.
PADRÃO DE RESPOSTA
ESPERADO
fluxograma:
PADRÃO DE RESPOSTA
ESPERADO
Pseudocódigo:
algoritmo câmbio
var taxa, bolsa : real
inicio
leia(taxa)
bolsa <- 1500 / taxa
escreva(bolsa em dólar: bolsa)
fimalgoritmo
Comandos básicos executados
por um computador
Analisando o exemplo anterior, identificamos as
primeiras ações que podem ser executadas por
um computador:
- Obter um dado de uma unidade de entrada de
dados, também chamada de leitura de um
dado;
Comandos básicos executados
por um computador
- Informar um resultado através de uma
unidade de saída, também chamada de escrita
de uma informação ou saída de um dado;
- Resolver expressões aritméticas e lógicas;
- Colocar o resultado de uma expressão em
uma variável;
Comandos básicos executados
por um computador
Essas ações são denominadas instruções ou
comandos.
Da necessidade do
desenvolvimento de
algoritmos para solucionar
problemas computacionais
Nas atividades cotidianas já vistas, é sem dúvida
necessária alguma organização por parte de
quem vai realizar a tarefa.
Grande parte das pessoas não necessita colocar
por escrito os passas a realizar para cumprir a
tarefa.
Da necessidade do
desenvolvimento de
algoritmos para solucionar
problemas computacionais
Quando se trata de problemas a solucionar por
computador, a sequência de ações que o
computador deve realizar é por vezes bastante
extensa e nem sempre conhecida e obvia
Da necessidade do
desenvolvimento de
algoritmos para solucionar
problemas computacionais
Para a programação de computadores, a análise
cuidadosa dos elementos envolvidos em um
problema e a organização criteriosa da
sequencia de passos necessário à sua solução
(algoritmo) devem obrigatoriamente preceder a
escrita do programa que busque solucionar o
problema.
Da necessidade do
desenvolvimento de
algoritmos para solucionar
problemas computacionais
Para problemas mais complexos, o
recomendável é desenvolver um algoritmo
detalhado antes de passar à etapa de
codificação, mas para problemas mais simples,
algoritmo pode especificar apenas os passos
principais.
Formas de expressar um
algoritmo
No geral, no desenvolvimento de algoritmo
computacionais não são utilizados nem as
linguagens de programação nem a linguagem
natural, mas formas mais simplificadas de
linguagens. As formas mais usuais de
representação de algoritmos são a linguagem
textual, alguma pseudolinguagem e o
fluxograma.
Exemplo: soma de dois valores
quaisquer
Linguagem textual: Analisando o problema
colocado, para obter a soma de dois valores é
preciso realizar três operações na ordem a
seguir:
1 – obter dois valores
2 – realizar a soma
3 – informar o resultado
Exemplo: soma de dois valores
quaisquer
Pseudolinguagem: Para padronizar a forma de
expressar algoritmos são definidas
pseudolinguagens.
Uma pseudolinguagem geralmente é bastante
semelhante a uma linguagem de programação,
sem, entretanto, entrar em detalhes como, por
exemplo, formatação de informações de entrada
e saída.
Exemplo: soma de dois valores
quaisquer
As operações básicas que podem ser executadas
pelo computador são representadas através de
palavras padronizadas, expressas na linguagem
falada (no nosso caso o Português)
Exemplo: soma de dois valores
quaisquer
Exemplo de pseudocódigo:
Exemplo: soma de dois valores
quaisquer
Fluxograma: Trata-se de uma representação
gráfica que possibilita uma interpretação visual
do algoritmo.
Exemplo: soma de dois valores
quaisquer
A representação através de fluxograma não é
adequada para algoritmos muitos extensos.
Utilizaremos a representação de fluxogramas
somente como apoio para compreensão das
diferentes construções que podem ser utilizadas
nos algoritmos.
Exemplo: soma de dois valores
quaisquer
Exemplo: soma de dois valores
quaisquer
Eficiência de um algoritmo
A solução de um problema através de um
algoritmo não é necessariamente única. Na
maioria dos casos, algoritmos diferentes podem
ser construídos para realizar a mesma tarefa.
Estrutura de um algoritmo
Um algoritmo deve sempre iniciar com um
cabeçalho, no qual o objetivo do algoritmo deve
ser claramente identificado.
Exemplo
Algoritmo Soma2
{Informa a soma de 2 valores lidos}
Estrutura de um algoritmo
Logo após o cabeçalho vem a seção de
declarações de variáveis, de constantes e de
tipos.
É importante identificar claramente as variáveis
de entrada e de saída, pois elas fazem a
interface com o programa.
Estrutura de um algoritmo
As demais variáveis utilizadas no programa são
denominadas variáveis auxiliares.
Estrutura de um algoritmo
A declaração de variáveis do Algoritmo Soma2 é:
Entradas: valor1, valor2 (real) {Valores lidos}
Saídas: soma (real)
Estrutura de um algoritmo
Os nomes escolhidos para as variáveis devem
ser curtos e indicar qual a informação que elas
irão armazenar.
Para melhor compreensão, pode-se escrever
comentários;
Estrutura de um algoritmo
Após a seção de declarações, vem a área de
comandos, delimitadas pelas palavras
reservadas início e fim.
Cada comando deve ser escrito em uma linha
separada
Estrutura de um algoritmo
É importante utilizar comentários ao longo do
algoritmo, indicando as ações que estão sendo
executadas em cada passo.
Isso auxilia muito os testes e a depuração de
programas.
Estrutura de um algoritmo
A estrutura básica de um algoritmo, com os
elementos discutidos até o momento, é:
Algoritmo
{descrição do objetivo do algoritmo}
início
<comandos>
fim
Estrutura de um algoritmo
Em declarações aparecem com frequência
alguns ou todos os seguintes elementos:
Entradas: <lista de variáveis com seus tipos>
Saídas: <lista de variáveis com seus tipos>
Auxiliares: <lista de variáveis com seus tipos>
Estrutura de um algoritmo
O algoritmo completo do exemplo da soma de
dois valores é:
Exercício
Fazer um programa que recebe três notas de
alunos e fornece, como saídas, as três notas
lidas, sua soma e a média aritmética entre elas.
Represente o fluxograma para este problema.
Resposta
Fluxograma de programa
sequenciais
Um programa pode ter vários comandos de
entrada e de saída de dados em lugares
diferentes.
O comando de atribuição é representado
através de um retângulo, dentro do qual é
escrito o nome da variável, o símbolo que
representa atribuição  e a expressão,
Fluxograma de programa
sequenciais
em sua forma matemática, ou seja, sem
necessidade de presentá-la em uma só linha.
Fluxograma de programa
sequenciais
Fazendo um paralelo, os espaços desenhados na
grade do Quadro constituem a memória
principal do computador, que é composta por
espaços acessados pelos programas através de
nomes pelo programador.
Fluxograma de programa
sequenciais
Nesses espaços são guardadas, durante o
processamento, informações lidas na entrada e
resultados de processamentos.
Cada um desses espaços só pode conter um
valor a cada momento, perdendo o valor
anterior se um novo valor for armazenado nele.
Fluxograma de programa
sequenciais
Denomina-se variável cada um desses espaços
utilizados para guardar valores, denotando que
seu valor pode variar ao longo do tempo.
As instruções de um programa que está sendo
executado também são armazenados na
memória principal.
Fluxograma de programa
sequenciais
Todas as informações armazenadas nas variáveis
da memória principal são perdidas no momento
em que termina a execução do programa.
Fluxograma de programa
sequenciais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução ao Arduino
Introdução ao ArduinoIntrodução ao Arduino
Introdução ao Arduino
Helder da Rocha
 
50 questoes de word windows e informatica basica
50 questoes de word windows e informatica basica50 questoes de word windows e informatica basica
50 questoes de word windows e informatica basica
Fernanda Firmino
 
Introdução a Algoritmos: Conceitos Básicos
Introdução a Algoritmos: Conceitos BásicosIntrodução a Algoritmos: Conceitos Básicos
Introdução a Algoritmos: Conceitos Básicos
Elaine Cecília Gatto
 
Processadores - CPU
Processadores - CPUProcessadores - CPU
Processadores - CPU
Roney Sousa
 
Excel formulas
Excel formulasExcel formulas
Excel formulas
Paulo Rodrigues
 
Sistemas Operacionais - Aula 4 - Revisão e Exercícios
Sistemas Operacionais - Aula 4 - Revisão e ExercíciosSistemas Operacionais - Aula 4 - Revisão e Exercícios
Sistemas Operacionais - Aula 4 - Revisão e Exercícios
Charles Fortes
 
Descritiva Narrativa (Lógica de Programação)
Descritiva Narrativa (Lógica de Programação)Descritiva Narrativa (Lógica de Programação)
Descritiva Narrativa (Lógica de Programação)
Gercélia Ramos
 
Lógica de Programação e Algoritmos
Lógica de Programação e AlgoritmosLógica de Programação e Algoritmos
Lógica de Programação e Algoritmos
Mario Jorge Pereira
 
Estrutura de dados - Aula de Revisão (Linguagem C/C++, Função, Vetor, Matriz,...
Estrutura de dados - Aula de Revisão (Linguagem C/C++, Função, Vetor, Matriz,...Estrutura de dados - Aula de Revisão (Linguagem C/C++, Função, Vetor, Matriz,...
Estrutura de dados - Aula de Revisão (Linguagem C/C++, Função, Vetor, Matriz,...
Leinylson Fontinele
 
Aula sobre Linux.
Aula sobre Linux. Aula sobre Linux.
Aula sobre Linux.
Armando Rivarola
 
Lista de exercicios algoritmos resolvida-
Lista de exercicios   algoritmos  resolvida-Lista de exercicios   algoritmos  resolvida-
Lista de exercicios algoritmos resolvida-
Mauro Pereira
 
Algoritmos e Técnicas de Programação - Curso Completo
Algoritmos e Técnicas de Programação - Curso CompletoAlgoritmos e Técnicas de Programação - Curso Completo
Algoritmos e Técnicas de Programação - Curso Completo
thomasdacosta
 
Aula 02 - Introdução ao PHP
Aula 02 - Introdução ao PHPAula 02 - Introdução ao PHP
Aula 02 - Introdução ao PHP
Daniel Brandão
 
Aula 0. introdução ao scratch 1.4
Aula 0. introdução ao scratch 1.4Aula 0. introdução ao scratch 1.4
Aula 0. introdução ao scratch 1.4
Scratch_TCC
 
Gestão do Tempo e Foco
Gestão do Tempo e FocoGestão do Tempo e Foco
Gestão do Tempo e Foco
Daniel de Carvalho Luz
 
Introdução à programação
Introdução à programaçãoIntrodução à programação
Introdução à programação
12anogolega
 
2 maquina de post
2 maquina de post2 maquina de post
2 maquina de post
Davi Felipe Russi
 
Aula 12 - Processador
Aula 12 - ProcessadorAula 12 - Processador
Aula 12 - Processador
Suzana Viana Mota
 
Metodologias de Desenvolvimento de Software
Metodologias de Desenvolvimento de SoftwareMetodologias de Desenvolvimento de Software
Metodologias de Desenvolvimento de Software
Álvaro Farias Pinheiro
 
Algoritmos e lp parte3-pseudocódigo
Algoritmos e lp parte3-pseudocódigoAlgoritmos e lp parte3-pseudocódigo
Algoritmos e lp parte3-pseudocódigo
Mauro Pereira
 

Mais procurados (20)

Introdução ao Arduino
Introdução ao ArduinoIntrodução ao Arduino
Introdução ao Arduino
 
50 questoes de word windows e informatica basica
50 questoes de word windows e informatica basica50 questoes de word windows e informatica basica
50 questoes de word windows e informatica basica
 
Introdução a Algoritmos: Conceitos Básicos
Introdução a Algoritmos: Conceitos BásicosIntrodução a Algoritmos: Conceitos Básicos
Introdução a Algoritmos: Conceitos Básicos
 
Processadores - CPU
Processadores - CPUProcessadores - CPU
Processadores - CPU
 
Excel formulas
Excel formulasExcel formulas
Excel formulas
 
Sistemas Operacionais - Aula 4 - Revisão e Exercícios
Sistemas Operacionais - Aula 4 - Revisão e ExercíciosSistemas Operacionais - Aula 4 - Revisão e Exercícios
Sistemas Operacionais - Aula 4 - Revisão e Exercícios
 
Descritiva Narrativa (Lógica de Programação)
Descritiva Narrativa (Lógica de Programação)Descritiva Narrativa (Lógica de Programação)
Descritiva Narrativa (Lógica de Programação)
 
Lógica de Programação e Algoritmos
Lógica de Programação e AlgoritmosLógica de Programação e Algoritmos
Lógica de Programação e Algoritmos
 
Estrutura de dados - Aula de Revisão (Linguagem C/C++, Função, Vetor, Matriz,...
Estrutura de dados - Aula de Revisão (Linguagem C/C++, Função, Vetor, Matriz,...Estrutura de dados - Aula de Revisão (Linguagem C/C++, Função, Vetor, Matriz,...
Estrutura de dados - Aula de Revisão (Linguagem C/C++, Função, Vetor, Matriz,...
 
Aula sobre Linux.
Aula sobre Linux. Aula sobre Linux.
Aula sobre Linux.
 
Lista de exercicios algoritmos resolvida-
Lista de exercicios   algoritmos  resolvida-Lista de exercicios   algoritmos  resolvida-
Lista de exercicios algoritmos resolvida-
 
Algoritmos e Técnicas de Programação - Curso Completo
Algoritmos e Técnicas de Programação - Curso CompletoAlgoritmos e Técnicas de Programação - Curso Completo
Algoritmos e Técnicas de Programação - Curso Completo
 
Aula 02 - Introdução ao PHP
Aula 02 - Introdução ao PHPAula 02 - Introdução ao PHP
Aula 02 - Introdução ao PHP
 
Aula 0. introdução ao scratch 1.4
Aula 0. introdução ao scratch 1.4Aula 0. introdução ao scratch 1.4
Aula 0. introdução ao scratch 1.4
 
Gestão do Tempo e Foco
Gestão do Tempo e FocoGestão do Tempo e Foco
Gestão do Tempo e Foco
 
Introdução à programação
Introdução à programaçãoIntrodução à programação
Introdução à programação
 
2 maquina de post
2 maquina de post2 maquina de post
2 maquina de post
 
Aula 12 - Processador
Aula 12 - ProcessadorAula 12 - Processador
Aula 12 - Processador
 
Metodologias de Desenvolvimento de Software
Metodologias de Desenvolvimento de SoftwareMetodologias de Desenvolvimento de Software
Metodologias de Desenvolvimento de Software
 
Algoritmos e lp parte3-pseudocódigo
Algoritmos e lp parte3-pseudocódigoAlgoritmos e lp parte3-pseudocódigo
Algoritmos e lp parte3-pseudocódigo
 

Semelhante a Algoritmos - Aula 02 - Construcao de algoritmos

Aula02
Aula02Aula02
Algoritmos e linguagem pascal
Algoritmos e linguagem pascalAlgoritmos e linguagem pascal
Algoritmos e linguagem pascal
angelicamenegassi
 
Algoritmos e linguagem pascal
Algoritmos e linguagem pascalAlgoritmos e linguagem pascal
Algoritmos e linguagem pascal
angelicamenegassi
 
Apostila de algoritimos
Apostila de algoritimosApostila de algoritimos
Apostila de algoritimos
Cleide Soares
 
Algoritmos
AlgoritmosAlgoritmos
Algoritmos
jormad
 
Algoritmos e Lógica de Programação
Algoritmos e Lógica de ProgramaçãoAlgoritmos e Lógica de Programação
Algoritmos e Lógica de Programação
Jose Augusto Cintra
 
mod1-algoritmia
mod1-algoritmiamod1-algoritmia
mod1-algoritmia
diogoa21
 
Algoritmo estruturado
Algoritmo estruturadoAlgoritmo estruturado
Algoritmo estruturado
dasko
 
Lista exercicios algoritmos
Lista exercicios algoritmosLista exercicios algoritmos
Lista exercicios algoritmos
slashmelhor
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Aula02
Aula02Aula02
Alg aula 03 - construcao algoritmos2 tp1
Alg   aula 03 - construcao algoritmos2 tp1Alg   aula 03 - construcao algoritmos2 tp1
Alg aula 03 - construcao algoritmos2 tp1
Thalles Anderson
 
Introdução aos algoritmos e à algoritmia.pptx
Introdução aos algoritmos e à algoritmia.pptxIntrodução aos algoritmos e à algoritmia.pptx
Introdução aos algoritmos e à algoritmia.pptx
Paulo Cardoso
 
Aula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdf
Aula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdfAula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdf
Aula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdf
EizoKato
 
Aula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdf
Aula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdfAula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdf
Aula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdf
EizoKato
 
Algoritmia (Conceitos)
Algoritmia (Conceitos)Algoritmia (Conceitos)
Algoritmia (Conceitos)
Sandro Lopes
 
Cap03
Cap03Cap03
Cap03
mvbahamut
 
Cap03
Cap03Cap03
Cap03
mvbahamut
 
Cap03
Cap03Cap03
Cap03
mvbahamut
 
Logica de Programacao
Logica de ProgramacaoLogica de Programacao
Logica de Programacao
Rogério Fernandes da Costa
 

Semelhante a Algoritmos - Aula 02 - Construcao de algoritmos (20)

Aula02
Aula02Aula02
Aula02
 
Algoritmos e linguagem pascal
Algoritmos e linguagem pascalAlgoritmos e linguagem pascal
Algoritmos e linguagem pascal
 
Algoritmos e linguagem pascal
Algoritmos e linguagem pascalAlgoritmos e linguagem pascal
Algoritmos e linguagem pascal
 
Apostila de algoritimos
Apostila de algoritimosApostila de algoritimos
Apostila de algoritimos
 
Algoritmos
AlgoritmosAlgoritmos
Algoritmos
 
Algoritmos e Lógica de Programação
Algoritmos e Lógica de ProgramaçãoAlgoritmos e Lógica de Programação
Algoritmos e Lógica de Programação
 
mod1-algoritmia
mod1-algoritmiamod1-algoritmia
mod1-algoritmia
 
Algoritmo estruturado
Algoritmo estruturadoAlgoritmo estruturado
Algoritmo estruturado
 
Lista exercicios algoritmos
Lista exercicios algoritmosLista exercicios algoritmos
Lista exercicios algoritmos
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Aula02
Aula02Aula02
Aula02
 
Alg aula 03 - construcao algoritmos2 tp1
Alg   aula 03 - construcao algoritmos2 tp1Alg   aula 03 - construcao algoritmos2 tp1
Alg aula 03 - construcao algoritmos2 tp1
 
Introdução aos algoritmos e à algoritmia.pptx
Introdução aos algoritmos e à algoritmia.pptxIntrodução aos algoritmos e à algoritmia.pptx
Introdução aos algoritmos e à algoritmia.pptx
 
Aula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdf
Aula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdfAula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdf
Aula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdf
 
Aula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdf
Aula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdfAula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdf
Aula 01 Logica de Programacao - Logica Matematica 1.pdf
 
Algoritmia (Conceitos)
Algoritmia (Conceitos)Algoritmia (Conceitos)
Algoritmia (Conceitos)
 
Cap03
Cap03Cap03
Cap03
 
Cap03
Cap03Cap03
Cap03
 
Cap03
Cap03Cap03
Cap03
 
Logica de Programacao
Logica de ProgramacaoLogica de Programacao
Logica de Programacao
 

Mais de Rodrigo Kiyoshi Saito

Algoritmos - Aula 16 B - Arquivos
Algoritmos - Aula 16 B - ArquivosAlgoritmos - Aula 16 B - Arquivos
Algoritmos - Aula 16 B - Arquivos
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
Algoritmos - Aula 16 B - Arquivos - Exercicios
Algoritmos - Aula 16 B - Arquivos - ExerciciosAlgoritmos - Aula 16 B - Arquivos - Exercicios
Algoritmos - Aula 16 B - Arquivos - Exercicios
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
Algoritmos - Aula 16 - Registros - Exercicio Enunciado
Algoritmos - Aula 16 - Registros - Exercicio EnunciadoAlgoritmos - Aula 16 - Registros - Exercicio Enunciado
Algoritmos - Aula 16 - Registros - Exercicio Enunciado
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
Algoritmos - Aula 16 - Registros
Algoritmos - Aula 16 - RegistrosAlgoritmos - Aula 16 - Registros
Algoritmos - Aula 16 - Registros
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
BD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelas
BD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelasBD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelas
BD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelas
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
BD I - Aula 15 B - Criacao de tabelas
BD I - Aula 15 B - Criacao de tabelasBD I - Aula 15 B - Criacao de tabelas
BD I - Aula 15 B - Criacao de tabelas
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
BD I - Aula 15 A - Comandos DML
BD I - Aula 15 A - Comandos DMLBD I - Aula 15 A - Comandos DML
BD I - Aula 15 A - Comandos DML
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
BD I - Aula 14 B - Exercicios - Enunciado
BD I - Aula 14 B - Exercicios - EnunciadoBD I - Aula 14 B - Exercicios - Enunciado
BD I - Aula 14 B - Exercicios - Enunciado
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
BD I - Aula 14 A - Limitando Conj Dados e Sub Selects
BD I - Aula 14 A - Limitando Conj Dados e Sub SelectsBD I - Aula 14 A - Limitando Conj Dados e Sub Selects
BD I - Aula 14 A - Limitando Conj Dados e Sub Selects
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis - Exercicios Enunc...
Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis - Exercicios Enunc...Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis - Exercicios Enunc...
Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis - Exercicios Enunc...
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis
Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de VariaveisAlgoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis
Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados - Parte 04 - Exercicios Enunciado
BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados  - Parte 04 - Exercicios EnunciadoBD I - Aula 13 B - Agrupando Dados  - Parte 04 - Exercicios Enunciado
BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados - Parte 04 - Exercicios Enunciado
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados - Parte 04
BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados  - Parte 04BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados  - Parte 04
BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados - Parte 04
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
BD I - Aula 13 B - Agrupando dados - Parte 04 - Exercicios Enunciado
BD I - Aula 13 B - Agrupando dados  - Parte 04 - Exercicios EnunciadoBD I - Aula 13 B - Agrupando dados  - Parte 04 - Exercicios Enunciado
BD I - Aula 13 B - Agrupando dados - Parte 04 - Exercicios Enunciado
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
BD I - Aula 13 A - Funcoes de string datas numeros e conversao - parte 03
BD I - Aula 13 A - Funcoes de string datas numeros e conversao - parte 03BD I - Aula 13 A - Funcoes de string datas numeros e conversao - parte 03
BD I - Aula 13 A - Funcoes de string datas numeros e conversao - parte 03
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
Algoritmos - Aula 13 C - Matrizes em C
Algoritmos - Aula 13 C - Matrizes em CAlgoritmos - Aula 13 C - Matrizes em C
Algoritmos - Aula 13 C - Matrizes em C
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
Algoritmos - Aula 13 B - Vetores em C
Algoritmos - Aula 13 B - Vetores em CAlgoritmos - Aula 13 B - Vetores em C
Algoritmos - Aula 13 B - Vetores em C
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
Algoritmos - Aula 13 A - Lacos em C
Algoritmos - Aula 13 A - Lacos em CAlgoritmos - Aula 13 A - Lacos em C
Algoritmos - Aula 13 A - Lacos em C
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
Algoritmos - Aula 12 B - Traducao Ling C - Condicoes
Algoritmos - Aula 12 B - Traducao Ling C - CondicoesAlgoritmos - Aula 12 B - Traducao Ling C - Condicoes
Algoritmos - Aula 12 B - Traducao Ling C - Condicoes
Rodrigo Kiyoshi Saito
 
Algoritmos - Aula 12 A - Traducao ling C - Ent Proc Saida
Algoritmos - Aula 12 A - Traducao ling C - Ent Proc SaidaAlgoritmos - Aula 12 A - Traducao ling C - Ent Proc Saida
Algoritmos - Aula 12 A - Traducao ling C - Ent Proc Saida
Rodrigo Kiyoshi Saito
 

Mais de Rodrigo Kiyoshi Saito (20)

Algoritmos - Aula 16 B - Arquivos
Algoritmos - Aula 16 B - ArquivosAlgoritmos - Aula 16 B - Arquivos
Algoritmos - Aula 16 B - Arquivos
 
Algoritmos - Aula 16 B - Arquivos - Exercicios
Algoritmos - Aula 16 B - Arquivos - ExerciciosAlgoritmos - Aula 16 B - Arquivos - Exercicios
Algoritmos - Aula 16 B - Arquivos - Exercicios
 
Algoritmos - Aula 16 - Registros - Exercicio Enunciado
Algoritmos - Aula 16 - Registros - Exercicio EnunciadoAlgoritmos - Aula 16 - Registros - Exercicio Enunciado
Algoritmos - Aula 16 - Registros - Exercicio Enunciado
 
Algoritmos - Aula 16 - Registros
Algoritmos - Aula 16 - RegistrosAlgoritmos - Aula 16 - Registros
Algoritmos - Aula 16 - Registros
 
BD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelas
BD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelasBD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelas
BD I - Aula 15 C - Manutencao de tabelas
 
BD I - Aula 15 B - Criacao de tabelas
BD I - Aula 15 B - Criacao de tabelasBD I - Aula 15 B - Criacao de tabelas
BD I - Aula 15 B - Criacao de tabelas
 
BD I - Aula 15 A - Comandos DML
BD I - Aula 15 A - Comandos DMLBD I - Aula 15 A - Comandos DML
BD I - Aula 15 A - Comandos DML
 
BD I - Aula 14 B - Exercicios - Enunciado
BD I - Aula 14 B - Exercicios - EnunciadoBD I - Aula 14 B - Exercicios - Enunciado
BD I - Aula 14 B - Exercicios - Enunciado
 
BD I - Aula 14 A - Limitando Conj Dados e Sub Selects
BD I - Aula 14 A - Limitando Conj Dados e Sub SelectsBD I - Aula 14 A - Limitando Conj Dados e Sub Selects
BD I - Aula 14 A - Limitando Conj Dados e Sub Selects
 
Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis - Exercicios Enunc...
Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis - Exercicios Enunc...Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis - Exercicios Enunc...
Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis - Exercicios Enunc...
 
Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis
Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de VariaveisAlgoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis
Algoritmos - Aula 15 - Modularizacao e Escopo de Variaveis
 
BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados - Parte 04 - Exercicios Enunciado
BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados  - Parte 04 - Exercicios EnunciadoBD I - Aula 13 B - Agrupando Dados  - Parte 04 - Exercicios Enunciado
BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados - Parte 04 - Exercicios Enunciado
 
BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados - Parte 04
BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados  - Parte 04BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados  - Parte 04
BD I - Aula 13 B - Agrupando Dados - Parte 04
 
BD I - Aula 13 B - Agrupando dados - Parte 04 - Exercicios Enunciado
BD I - Aula 13 B - Agrupando dados  - Parte 04 - Exercicios EnunciadoBD I - Aula 13 B - Agrupando dados  - Parte 04 - Exercicios Enunciado
BD I - Aula 13 B - Agrupando dados - Parte 04 - Exercicios Enunciado
 
BD I - Aula 13 A - Funcoes de string datas numeros e conversao - parte 03
BD I - Aula 13 A - Funcoes de string datas numeros e conversao - parte 03BD I - Aula 13 A - Funcoes de string datas numeros e conversao - parte 03
BD I - Aula 13 A - Funcoes de string datas numeros e conversao - parte 03
 
Algoritmos - Aula 13 C - Matrizes em C
Algoritmos - Aula 13 C - Matrizes em CAlgoritmos - Aula 13 C - Matrizes em C
Algoritmos - Aula 13 C - Matrizes em C
 
Algoritmos - Aula 13 B - Vetores em C
Algoritmos - Aula 13 B - Vetores em CAlgoritmos - Aula 13 B - Vetores em C
Algoritmos - Aula 13 B - Vetores em C
 
Algoritmos - Aula 13 A - Lacos em C
Algoritmos - Aula 13 A - Lacos em CAlgoritmos - Aula 13 A - Lacos em C
Algoritmos - Aula 13 A - Lacos em C
 
Algoritmos - Aula 12 B - Traducao Ling C - Condicoes
Algoritmos - Aula 12 B - Traducao Ling C - CondicoesAlgoritmos - Aula 12 B - Traducao Ling C - Condicoes
Algoritmos - Aula 12 B - Traducao Ling C - Condicoes
 
Algoritmos - Aula 12 A - Traducao ling C - Ent Proc Saida
Algoritmos - Aula 12 A - Traducao ling C - Ent Proc SaidaAlgoritmos - Aula 12 A - Traducao ling C - Ent Proc Saida
Algoritmos - Aula 12 A - Traducao ling C - Ent Proc Saida
 

Último

Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 

Algoritmos - Aula 02 - Construcao de algoritmos

  • 1. ALGORITMOS Rodrigo Kiyoshi Saito / rodrigok@anchieta.br
  • 2. Referência Bibliográfica • EDELVEISS, Nina, LIVI, Maria Aparecida Castro. ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO COM EXEMPLOS EM PASCAL E C. ed. Porto Alegre: Bookman, 2014.
  • 3. Construção de um algoritmo • Voce fará uma viagem para os Estados Unidos e receberá uma bolsa mensal de R$ 1500,00. Quanto dinheiro, em dólares, você receberá de bolsa?
  • 4. Construção de um algoritmo faça um algoritmo para encontrar a solução desse problema. Represente a solução em descrição narrativa, fluxograma e pseudocódigo.
  • 5. PADRÃO DE RESPOSTA ESPERADO Descrição narrativa: Passo 1: obter taxa de câmbio do dólar. Passo 2: calcular o valor da bolsa em dólar. Bolsa = 1500 / taxa Passo 3: mostrar o valor da bolsa em dólar.
  • 7. PADRÃO DE RESPOSTA ESPERADO Pseudocódigo: algoritmo câmbio var taxa, bolsa : real inicio leia(taxa) bolsa <- 1500 / taxa escreva(bolsa em dólar: bolsa) fimalgoritmo
  • 8. Comandos básicos executados por um computador Analisando o exemplo anterior, identificamos as primeiras ações que podem ser executadas por um computador: - Obter um dado de uma unidade de entrada de dados, também chamada de leitura de um dado;
  • 9. Comandos básicos executados por um computador - Informar um resultado através de uma unidade de saída, também chamada de escrita de uma informação ou saída de um dado; - Resolver expressões aritméticas e lógicas; - Colocar o resultado de uma expressão em uma variável;
  • 10. Comandos básicos executados por um computador Essas ações são denominadas instruções ou comandos.
  • 11. Da necessidade do desenvolvimento de algoritmos para solucionar problemas computacionais Nas atividades cotidianas já vistas, é sem dúvida necessária alguma organização por parte de quem vai realizar a tarefa. Grande parte das pessoas não necessita colocar por escrito os passas a realizar para cumprir a tarefa.
  • 12. Da necessidade do desenvolvimento de algoritmos para solucionar problemas computacionais Quando se trata de problemas a solucionar por computador, a sequência de ações que o computador deve realizar é por vezes bastante extensa e nem sempre conhecida e obvia
  • 13. Da necessidade do desenvolvimento de algoritmos para solucionar problemas computacionais Para a programação de computadores, a análise cuidadosa dos elementos envolvidos em um problema e a organização criteriosa da sequencia de passos necessário à sua solução (algoritmo) devem obrigatoriamente preceder a escrita do programa que busque solucionar o problema.
  • 14. Da necessidade do desenvolvimento de algoritmos para solucionar problemas computacionais Para problemas mais complexos, o recomendável é desenvolver um algoritmo detalhado antes de passar à etapa de codificação, mas para problemas mais simples, algoritmo pode especificar apenas os passos principais.
  • 15. Formas de expressar um algoritmo No geral, no desenvolvimento de algoritmo computacionais não são utilizados nem as linguagens de programação nem a linguagem natural, mas formas mais simplificadas de linguagens. As formas mais usuais de representação de algoritmos são a linguagem textual, alguma pseudolinguagem e o fluxograma.
  • 16. Exemplo: soma de dois valores quaisquer Linguagem textual: Analisando o problema colocado, para obter a soma de dois valores é preciso realizar três operações na ordem a seguir: 1 – obter dois valores 2 – realizar a soma 3 – informar o resultado
  • 17. Exemplo: soma de dois valores quaisquer Pseudolinguagem: Para padronizar a forma de expressar algoritmos são definidas pseudolinguagens. Uma pseudolinguagem geralmente é bastante semelhante a uma linguagem de programação, sem, entretanto, entrar em detalhes como, por exemplo, formatação de informações de entrada e saída.
  • 18. Exemplo: soma de dois valores quaisquer As operações básicas que podem ser executadas pelo computador são representadas através de palavras padronizadas, expressas na linguagem falada (no nosso caso o Português)
  • 19. Exemplo: soma de dois valores quaisquer Exemplo de pseudocódigo:
  • 20. Exemplo: soma de dois valores quaisquer Fluxograma: Trata-se de uma representação gráfica que possibilita uma interpretação visual do algoritmo.
  • 21. Exemplo: soma de dois valores quaisquer A representação através de fluxograma não é adequada para algoritmos muitos extensos. Utilizaremos a representação de fluxogramas somente como apoio para compreensão das diferentes construções que podem ser utilizadas nos algoritmos.
  • 22. Exemplo: soma de dois valores quaisquer
  • 23. Exemplo: soma de dois valores quaisquer
  • 24. Eficiência de um algoritmo A solução de um problema através de um algoritmo não é necessariamente única. Na maioria dos casos, algoritmos diferentes podem ser construídos para realizar a mesma tarefa.
  • 25. Estrutura de um algoritmo Um algoritmo deve sempre iniciar com um cabeçalho, no qual o objetivo do algoritmo deve ser claramente identificado. Exemplo Algoritmo Soma2 {Informa a soma de 2 valores lidos}
  • 26. Estrutura de um algoritmo Logo após o cabeçalho vem a seção de declarações de variáveis, de constantes e de tipos. É importante identificar claramente as variáveis de entrada e de saída, pois elas fazem a interface com o programa.
  • 27. Estrutura de um algoritmo As demais variáveis utilizadas no programa são denominadas variáveis auxiliares.
  • 28. Estrutura de um algoritmo A declaração de variáveis do Algoritmo Soma2 é: Entradas: valor1, valor2 (real) {Valores lidos} Saídas: soma (real)
  • 29. Estrutura de um algoritmo Os nomes escolhidos para as variáveis devem ser curtos e indicar qual a informação que elas irão armazenar. Para melhor compreensão, pode-se escrever comentários;
  • 30. Estrutura de um algoritmo Após a seção de declarações, vem a área de comandos, delimitadas pelas palavras reservadas início e fim. Cada comando deve ser escrito em uma linha separada
  • 31. Estrutura de um algoritmo É importante utilizar comentários ao longo do algoritmo, indicando as ações que estão sendo executadas em cada passo. Isso auxilia muito os testes e a depuração de programas.
  • 32. Estrutura de um algoritmo A estrutura básica de um algoritmo, com os elementos discutidos até o momento, é: Algoritmo {descrição do objetivo do algoritmo} início <comandos> fim
  • 33. Estrutura de um algoritmo Em declarações aparecem com frequência alguns ou todos os seguintes elementos: Entradas: <lista de variáveis com seus tipos> Saídas: <lista de variáveis com seus tipos> Auxiliares: <lista de variáveis com seus tipos>
  • 34. Estrutura de um algoritmo O algoritmo completo do exemplo da soma de dois valores é:
  • 35. Exercício Fazer um programa que recebe três notas de alunos e fornece, como saídas, as três notas lidas, sua soma e a média aritmética entre elas. Represente o fluxograma para este problema.
  • 37. Fluxograma de programa sequenciais Um programa pode ter vários comandos de entrada e de saída de dados em lugares diferentes. O comando de atribuição é representado através de um retângulo, dentro do qual é escrito o nome da variável, o símbolo que representa atribuição  e a expressão,
  • 38. Fluxograma de programa sequenciais em sua forma matemática, ou seja, sem necessidade de presentá-la em uma só linha.
  • 39. Fluxograma de programa sequenciais Fazendo um paralelo, os espaços desenhados na grade do Quadro constituem a memória principal do computador, que é composta por espaços acessados pelos programas através de nomes pelo programador.
  • 40. Fluxograma de programa sequenciais Nesses espaços são guardadas, durante o processamento, informações lidas na entrada e resultados de processamentos. Cada um desses espaços só pode conter um valor a cada momento, perdendo o valor anterior se um novo valor for armazenado nele.
  • 41. Fluxograma de programa sequenciais Denomina-se variável cada um desses espaços utilizados para guardar valores, denotando que seu valor pode variar ao longo do tempo. As instruções de um programa que está sendo executado também são armazenados na memória principal.
  • 42. Fluxograma de programa sequenciais Todas as informações armazenadas nas variáveis da memória principal são perdidas no momento em que termina a execução do programa.