SlideShare uma empresa Scribd logo
Professora: Ana Paula Silva
1- Esquema da comunicação
2- Intencionalidade comunicativa da carta
3- Tipos de carta
4- Estrutura da carta
5- Sobrescrito
Índice
1- Esquema de comunicação
Papel
(canal)
mensagem
EU TU
Destinador
(Emissor)
Destinatário
(Receptor)
envia
a mensagem
recebe
a mensagem
2- Intencionalidade da carta
Permite comunicarcomalguémque se encontra ausente para:
- dar notícias;
- mandar cumprimentos;
- fazer pedidos;
- reclamar;
- apresentar-se.
Porisso, é necessário adequaros diferentes registos de língua em
função das situações e dos interlocutores:
- registo corrente;
- registo familiar;
- registo cuidado
3- Tipos de carta
Carta Formal:
- carta comercial;
- carta resposta a um pedido de emprego.
Carta Informal:
- familiar (a um amigo ou familiar);
- de amor.
António Oliveira
R. De S. Francisco, 101, R/C VILA MAIOR,
05/01/08
5742 VILA MAIOR
Ao Senhor Director
do Departamento de Pessoal
do Ministério da Justiça
Rua da Prata
1000 Lisboa
Exmo. Sr.
Tendo conhecimento de que V. Exa. abriu inscrições para o lugar de
monitores de Informática, venho candidatar-me, apresentando, em
separado, o meu curriculum vitae .
Apresento a V. Exa. Os meus respeitosos cumprimentos.
António Oliveira
Identifica o tipo de carta
Mirandela, 18 de Maio de 2010
Amigo António
Depois de tão grande ausência de notícias, decidi escrever-te
para te falarde mim e para te dizerque aguardo novas tuas.
Cheguei ontem de férias, que, este ano, foram bastante
variadas: quinze dias no Algarve e um mês no campo.
E tu, como passaste as tuas férias? Estou ansiosa por
saberporonde e com quem tens andado. A tua família continua fixe? Já
sabes quando começam as aulas na tua escola?
Eporaqui me fico, esperando que, em breve, cheguem várias
notícias tuas.
Saudades aos teus pais e irmãs e um grande abraço para ti da
tua amiga.
Júlia
Identifica o tipo de carta
Faro, 15 de Dezembro de 2010
Ilmos. Srs. Castro & Irmão
Rua do Bonjardim, 150
Porto
Amigos e Srs.
Muito grato lhes ficarei se me remeterem, com a maior brevidade
possível, amostras de riscados e sedas de todas as qualidades e padrões
que tiverem em armazém.
Se os preços e as qualidades me agradarem, farei imediatamente uma
encomenda.
Aguardando a resposta, subscrevo-me com estima e consideração.
Camilo Arantes
Identifica o tipo de carta
4- Estrutura da carta
Cabeçalho;
Fórmulas de saudação;
Corpo da carta;
Fórmulas de despedida;
Po st-scriptum
- local e data
- denominação e saudação ao destinatário
- Exemplo:
Mirandela, 02 de Novembro 2009
Amiga Joana,
Cabeçalho
Fórmulas de saudação
Carta informal
Caro João
Querido pai
Amigo João
Carta formal
Exmo Senhor(a)
Exmo Senhor + título
Exmos Senhores
Corpo da carta

INTRODUÇÃO: - para saudar ou apresentar brevemente o objectivo
da carta;
DESENVOLVIMENTO: - para tratar com algum pormenor o
assunto principal, introduzir outros assuntos e apresentar argumentos,
se necessário;
CONCLUSÃO: - para encerraro assunto e fazerdespedidas
Fórmulas finais de despedida
Carta informal
-Umabraço
- Um beijo
- Cumprimentos
- Chau
- Beijinhos
- Saudades
Carta formal
-Com os nossos melhores
cumprimentos
- Com toda a atenção
- Apresento a V. Exa os meus
respeitosos cumprimentos
Post-scriptum(facultativo)
- do latim: de po is de e scrito ;
- registo de algo após conclusão da carta
-EX:
-P.S. – Esqueci-me de te dizer que espero ir a tua casa nas férias do Natal.
5- Sobrescrito
De: Maria das Flores
Rua do Vaso, n.º2
Floreira
8000-200 Florelândia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Carta formal e informal
Carta formal e informalCarta formal e informal
Carta formal e informal
Murtinheira1964
 
Escrever uma carta
Escrever uma cartaEscrever uma carta
Escrever uma carta
anabelasilvasobral
 
A carta
A cartaA carta
A carta
pief2
 
Acartaformaleinformal 100804042251-phpapp01
Acartaformaleinformal 100804042251-phpapp01Acartaformaleinformal 100804042251-phpapp01
Acartaformaleinformal 100804042251-phpapp01
Elisa Dias
 
A carta
A cartaA carta
Probandus 002
Probandus 002Probandus 002
Probandus 002
Maximiliano Pessôa
 

Mais procurados (6)

Carta formal e informal
Carta formal e informalCarta formal e informal
Carta formal e informal
 
Escrever uma carta
Escrever uma cartaEscrever uma carta
Escrever uma carta
 
A carta
A cartaA carta
A carta
 
Acartaformaleinformal 100804042251-phpapp01
Acartaformaleinformal 100804042251-phpapp01Acartaformaleinformal 100804042251-phpapp01
Acartaformaleinformal 100804042251-phpapp01
 
A carta
A cartaA carta
A carta
 
Probandus 002
Probandus 002Probandus 002
Probandus 002
 

Destaque

Carta aberta a juventude cruzalmense
Carta aberta a juventude cruzalmenseCarta aberta a juventude cruzalmense
Carta aberta a juventude cruzalmense
jptcruzdasalmas
 
Bd -gramatica_da_bd
Bd  -gramatica_da_bdBd  -gramatica_da_bd
Bd -gramatica_da_bd
annapasilva
 
A proposição
A proposiçãoA proposição
A proposição
annapasilva
 
O adamastor
O adamastorO adamastor
O adamastor
annapasilva
 
Oficio 13 2013 solicitação de reunião com preseidência da câmara
Oficio 13 2013 solicitação de reunião com preseidência da câmaraOficio 13 2013 solicitação de reunião com preseidência da câmara
Oficio 13 2013 solicitação de reunião com preseidência da câmara
Folha de Pernambuco
 
Oficio da escola
Oficio da escolaOficio da escola
Oficio da escola
fasifo
 
GêNero Textual Carta
GêNero Textual CartaGêNero Textual Carta
GêNero Textual Carta
guest4f8ac9b
 
Homófonas, Homógrafas e Homónimas
Homófonas, Homógrafas e HomónimasHomófonas, Homógrafas e Homónimas
Homófonas, Homógrafas e Homónimas
Ana PAtrícia Lima
 
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimasPalavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Sónia Fernandes
 

Destaque (9)

Carta aberta a juventude cruzalmense
Carta aberta a juventude cruzalmenseCarta aberta a juventude cruzalmense
Carta aberta a juventude cruzalmense
 
Bd -gramatica_da_bd
Bd  -gramatica_da_bdBd  -gramatica_da_bd
Bd -gramatica_da_bd
 
A proposição
A proposiçãoA proposição
A proposição
 
O adamastor
O adamastorO adamastor
O adamastor
 
Oficio 13 2013 solicitação de reunião com preseidência da câmara
Oficio 13 2013 solicitação de reunião com preseidência da câmaraOficio 13 2013 solicitação de reunião com preseidência da câmara
Oficio 13 2013 solicitação de reunião com preseidência da câmara
 
Oficio da escola
Oficio da escolaOficio da escola
Oficio da escola
 
GêNero Textual Carta
GêNero Textual CartaGêNero Textual Carta
GêNero Textual Carta
 
Homófonas, Homógrafas e Homónimas
Homófonas, Homógrafas e HomónimasHomófonas, Homógrafas e Homónimas
Homófonas, Homógrafas e Homónimas
 
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimasPalavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
 

Mais de annapasilva

Plural dos nomes compostos
Plural dos nomes compostosPlural dos nomes compostos
Plural dos nomes compostos
annapasilva
 
Prépositions
PrépositionsPrépositions
Prépositions
annapasilva
 
La france
La franceLa france
La france
annapasilva
 
O fidalgo
O fidalgoO fidalgo
O fidalgo
annapasilva
 
Cena inicial
Cena inicialCena inicial
Cena inicial
annapasilva
 
Cena inicial
Cena inicialCena inicial
Cena inicial
annapasilva
 
Acheter en france
Acheter en franceAcheter en france
Acheter en franceannapasilva
 
Acheter en france
Acheter en franceAcheter en france
Acheter en franceannapasilva
 
Faire, accepter et refuser une invitation
Faire,  accepter et refuser une invitationFaire,  accepter et refuser une invitation
Faire, accepter et refuser une invitationannapasilva
 
Savoir téléphoner
Savoir téléphonerSavoir téléphoner
Savoir téléphonerannapasilva
 
Faire, accepter et refuser une invitation
Faire,  accepter et refuser une invitationFaire,  accepter et refuser une invitation
Faire, accepter et refuser une invitationannapasilva
 
Carte postale de vacances
Carte postale de vacancesCarte postale de vacances
Carte postale de vacancesannapasilva
 

Mais de annapasilva (14)

Plural dos nomes compostos
Plural dos nomes compostosPlural dos nomes compostos
Plural dos nomes compostos
 
Prépositions
PrépositionsPrépositions
Prépositions
 
La france
La franceLa france
La france
 
O fidalgo
O fidalgoO fidalgo
O fidalgo
 
Cena inicial
Cena inicialCena inicial
Cena inicial
 
Cena inicial
Cena inicialCena inicial
Cena inicial
 
Acheter en france
Acheter en franceAcheter en france
Acheter en france
 
Acheter en france
Acheter en franceAcheter en france
Acheter en france
 
La négation
La négationLa négation
La négation
 
Faire, accepter et refuser une invitation
Faire,  accepter et refuser une invitationFaire,  accepter et refuser une invitation
Faire, accepter et refuser une invitation
 
Savoir téléphoner
Savoir téléphonerSavoir téléphoner
Savoir téléphoner
 
Faire, accepter et refuser une invitation
Faire,  accepter et refuser une invitationFaire,  accepter et refuser une invitation
Faire, accepter et refuser une invitation
 
França
FrançaFrança
França
 
Carte postale de vacances
Carte postale de vacancesCarte postale de vacances
Carte postale de vacances
 

Último

said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 

Último (20)

said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 

A carta

  • 2. 1- Esquema da comunicação 2- Intencionalidade comunicativa da carta 3- Tipos de carta 4- Estrutura da carta 5- Sobrescrito Índice
  • 3. 1- Esquema de comunicação Papel (canal) mensagem EU TU Destinador (Emissor) Destinatário (Receptor) envia a mensagem recebe a mensagem
  • 4. 2- Intencionalidade da carta Permite comunicarcomalguémque se encontra ausente para: - dar notícias; - mandar cumprimentos; - fazer pedidos; - reclamar; - apresentar-se. Porisso, é necessário adequaros diferentes registos de língua em função das situações e dos interlocutores: - registo corrente; - registo familiar; - registo cuidado
  • 5. 3- Tipos de carta Carta Formal: - carta comercial; - carta resposta a um pedido de emprego. Carta Informal: - familiar (a um amigo ou familiar); - de amor.
  • 6. António Oliveira R. De S. Francisco, 101, R/C VILA MAIOR, 05/01/08 5742 VILA MAIOR Ao Senhor Director do Departamento de Pessoal do Ministério da Justiça Rua da Prata 1000 Lisboa Exmo. Sr. Tendo conhecimento de que V. Exa. abriu inscrições para o lugar de monitores de Informática, venho candidatar-me, apresentando, em separado, o meu curriculum vitae . Apresento a V. Exa. Os meus respeitosos cumprimentos. António Oliveira Identifica o tipo de carta
  • 7. Mirandela, 18 de Maio de 2010 Amigo António Depois de tão grande ausência de notícias, decidi escrever-te para te falarde mim e para te dizerque aguardo novas tuas. Cheguei ontem de férias, que, este ano, foram bastante variadas: quinze dias no Algarve e um mês no campo. E tu, como passaste as tuas férias? Estou ansiosa por saberporonde e com quem tens andado. A tua família continua fixe? Já sabes quando começam as aulas na tua escola? Eporaqui me fico, esperando que, em breve, cheguem várias notícias tuas. Saudades aos teus pais e irmãs e um grande abraço para ti da tua amiga. Júlia Identifica o tipo de carta
  • 8. Faro, 15 de Dezembro de 2010 Ilmos. Srs. Castro & Irmão Rua do Bonjardim, 150 Porto Amigos e Srs. Muito grato lhes ficarei se me remeterem, com a maior brevidade possível, amostras de riscados e sedas de todas as qualidades e padrões que tiverem em armazém. Se os preços e as qualidades me agradarem, farei imediatamente uma encomenda. Aguardando a resposta, subscrevo-me com estima e consideração. Camilo Arantes Identifica o tipo de carta
  • 9. 4- Estrutura da carta Cabeçalho; Fórmulas de saudação; Corpo da carta; Fórmulas de despedida; Po st-scriptum
  • 10. - local e data - denominação e saudação ao destinatário - Exemplo: Mirandela, 02 de Novembro 2009 Amiga Joana, Cabeçalho
  • 11. Fórmulas de saudação Carta informal Caro João Querido pai Amigo João Carta formal Exmo Senhor(a) Exmo Senhor + título Exmos Senhores
  • 12. Corpo da carta  INTRODUÇÃO: - para saudar ou apresentar brevemente o objectivo da carta; DESENVOLVIMENTO: - para tratar com algum pormenor o assunto principal, introduzir outros assuntos e apresentar argumentos, se necessário; CONCLUSÃO: - para encerraro assunto e fazerdespedidas
  • 13. Fórmulas finais de despedida Carta informal -Umabraço - Um beijo - Cumprimentos - Chau - Beijinhos - Saudades Carta formal -Com os nossos melhores cumprimentos - Com toda a atenção - Apresento a V. Exa os meus respeitosos cumprimentos
  • 14. Post-scriptum(facultativo) - do latim: de po is de e scrito ; - registo de algo após conclusão da carta -EX: -P.S. – Esqueci-me de te dizer que espero ir a tua casa nas férias do Natal.
  • 15. 5- Sobrescrito De: Maria das Flores Rua do Vaso, n.º2 Floreira 8000-200 Florelândia