SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola:E.E.B.Miguel Couto




           Lança perfume
Alunas:Geovana Zoz do Prado e Natalia
Feltrin
Série:1 ano 07
Matéria:Ed.Física
Professor: Bernhard W. De Andrade.
Alunas:Geovana Zoz do Prado e Natalia
Feltrin
Série:1 ano 07
Matéria:Ed.Física
Professor: Bernhard W. De Andrade.
Justificativa
  Vamos mostrar o por que não devemos usar o
lança perfume. E que isso não traz benefícios pra
ninguém.
Introdução
Neste trabalho iremos explica sobre o lança
perfume contado sua história,seus efeitos por
exemplo:quando usá-lo podendo dar sensação de
estrangulamento. E os transtornos do lança
perfume.
Desenvolvimento
O  lança perfume é solvente químico,composto por
éter,clorofórmio,cloreto de etila e uma essência perfumada.
Esse composto químico é produzido sob pressão dentro de
tubos,assim,quando ela entra em contato com o
ar,evapora rapidamente. O lança perfume começou a se
tornar popular após ser importado da Argentina,no inicio do
século XX.
O problema é que ele passou a ser inalado com fins

entorpecentes :as pessoas molhavam lenços com o líquido
e os aspiravam.
Seu uso no Brasil se deu no inicio da década de vinte no

carnaval do Rio de Janeiro,no qual era borrifado nos
foliões,perfumando –os eo fornecendo sensações
agradáveis.
Efeitos do lança perfume
   Os efeitos dos solventes vão desde um estimulo
inicial,com uma excitação e aceleração das batidas
cardíacas,até uma depressão,podendo também surgir
processos alucinatórios. Eles afetam a respiração
,causando a sensação de estrangulamento e asfixia. Dor
de cabeça também é um sintoma comum.
     Dentre esses efeitos dos solventes o mais
predominante é a depressão do cérebro. Sabe-se que a
aspiração repetida,dos solventes pode levar a destruição
de neurônios (as células cerebrais) causando lesões
irreversíveis do cérebro.
 Os solventes tornam o coração humano mais sensível a

uma substância que o nosso corpo fabrica,a
adrenalina,que faz o números de batimentos cardíacos
aumentar. Podendo desmaiar e levar até a coma.
Transtornos
Em  sociedades modernas,especialmente as ocidentais,o
uso descontrolado destas substâncias tornou-se um dos
principais problemas de saúde pública.
 O uso de substâncias que modificam o estado

psicológico tem ocorrido em todas as culturas conhecidas
desde a Antiguidade mais remota. Costumavam ser
associados a rituais tradicionais nas várias culturas. Um
remanescente desse aspecto ritualértico do uso de
substâncias mantêm-se na Igreja Católica que seguem
usando vinho durante sua celebração.
 As medicações obtidas sobe prescrição médica,incluindo

tranquilizantes e inibidores de apetite,também tem sido
abusados em grande escala.
Considerações finais
 Neste trabalho concluímos que o lança perfume
consumido faz mal a saúde e deixa a pessoa bem
alegre,mas fazendo mal ao coração podendo ter
ataque cardíaco e também sensação de
estrangulamento e asfixia. E podendo levar a coma.
Referências bibliografica
www.antidrogas.com.brlançaperfume

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Adolescentes e drogas
Adolescentes e drogasAdolescentes e drogas
Adolescentes e drogas
ariadnemonitoria
 
Lsd e ecstasy
Lsd e ecstasyLsd e ecstasy
Álcool, tabaco e outras drogas
Álcool, tabaco e outras drogasÁlcool, tabaco e outras drogas
Álcool, tabaco e outras drogas
becevadeira
 
Crack
CrackCrack
As drogas (4)
As drogas (4)As drogas (4)
As drogas (4)
davidjpereira
 
Drogas e Álcool
Drogas e ÁlcoolDrogas e Álcool
Drogas e Álcool
Pedui
 
Alcool e outras drogas
Alcool e outras drogasAlcool e outras drogas
Alcool e outras drogas
blogspott
 
Projeto histórias em quadrinhos sobre as drogas
Projeto histórias em quadrinhos sobre as drogasProjeto histórias em quadrinhos sobre as drogas
Projeto histórias em quadrinhos sobre as drogas
EscolaSBH
 
trabalho sobre drogas
trabalho sobre drogastrabalho sobre drogas
trabalho sobre drogas
fabio silva
 
Seminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e DrogasSeminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e Drogas
Potencial Empresário
 
Álcool e Tabaco
Álcool e TabacoÁlcool e Tabaco
Álcool e Tabaco
leonelgomes
 
Drogadição
 Drogadição Drogadição
Drogadição
Thiago Paulino
 
Juventude e drogas
Juventude e drogasJuventude e drogas
Juventude e drogas
Ines Ota
 
Trabalho drogas
Trabalho drogasTrabalho drogas
Trabalho drogas
5feugeniocastro
 
3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas
3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas
3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Apresentaçao fe
Apresentaçao feApresentaçao fe
Apresentaçao fe
Alex Eduardo Ribeiro
 
Trabalho Das Drogas F.CíVica
Trabalho Das Drogas F.CíVicaTrabalho Das Drogas F.CíVica
Trabalho Das Drogas F.CíVica
7iesdr
 
Liberdade é viver sem drogas.
Liberdade é viver sem drogas.Liberdade é viver sem drogas.
Liberdade é viver sem drogas.
Jocilaine Moreira
 

Mais procurados (18)

Adolescentes e drogas
Adolescentes e drogasAdolescentes e drogas
Adolescentes e drogas
 
Lsd e ecstasy
Lsd e ecstasyLsd e ecstasy
Lsd e ecstasy
 
Álcool, tabaco e outras drogas
Álcool, tabaco e outras drogasÁlcool, tabaco e outras drogas
Álcool, tabaco e outras drogas
 
Crack
CrackCrack
Crack
 
As drogas (4)
As drogas (4)As drogas (4)
As drogas (4)
 
Drogas e Álcool
Drogas e ÁlcoolDrogas e Álcool
Drogas e Álcool
 
Alcool e outras drogas
Alcool e outras drogasAlcool e outras drogas
Alcool e outras drogas
 
Projeto histórias em quadrinhos sobre as drogas
Projeto histórias em quadrinhos sobre as drogasProjeto histórias em quadrinhos sobre as drogas
Projeto histórias em quadrinhos sobre as drogas
 
trabalho sobre drogas
trabalho sobre drogastrabalho sobre drogas
trabalho sobre drogas
 
Seminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e DrogasSeminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e Drogas
 
Álcool e Tabaco
Álcool e TabacoÁlcool e Tabaco
Álcool e Tabaco
 
Drogadição
 Drogadição Drogadição
Drogadição
 
Juventude e drogas
Juventude e drogasJuventude e drogas
Juventude e drogas
 
Trabalho drogas
Trabalho drogasTrabalho drogas
Trabalho drogas
 
3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas
3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas
3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas
 
Apresentaçao fe
Apresentaçao feApresentaçao fe
Apresentaçao fe
 
Trabalho Das Drogas F.CíVica
Trabalho Das Drogas F.CíVicaTrabalho Das Drogas F.CíVica
Trabalho Das Drogas F.CíVica
 
Liberdade é viver sem drogas.
Liberdade é viver sem drogas.Liberdade é viver sem drogas.
Liberdade é viver sem drogas.
 

Destaque

Lança perfume
Lança perfumeLança perfume
Lança perfume
profmarildapb
 
Apresentação ppt branding marcas
Apresentação ppt   branding marcasApresentação ppt   branding marcas
Apresentação ppt branding marcas
Eliana Figueiredo
 
Apresentação Fisiologia
Apresentação FisiologiaApresentação Fisiologia
Apresentação Fisiologia
gede31
 
9 sistema limbico
9 sistema limbico9 sistema limbico
9 sistema limbico
José Ribamar Costa Júnior
 
Apresentação trabalho Posicionamento de marca e Branding - Avon
Apresentação trabalho Posicionamento de marca e Branding - AvonApresentação trabalho Posicionamento de marca e Branding - Avon
Apresentação trabalho Posicionamento de marca e Branding - Avon
Leticia Hilario
 
Estrategias Marketing Janaira Franca
Estrategias Marketing Janaira FrancaEstrategias Marketing Janaira Franca
Estrategias Marketing Janaira Franca
Profa. Janaíra França
 
EstratéGias De Marketing
EstratéGias De MarketingEstratéGias De Marketing
EstratéGias De Marketing
Lucia Vera
 
Hinode novo plano flipchart 2017
Hinode novo plano flipchart 2017Hinode novo plano flipchart 2017
Hinode novo plano flipchart 2017
Mateus Silva
 
Nova Apresentação Hinode 2017
Nova Apresentação Hinode 2017Nova Apresentação Hinode 2017
Nova Apresentação Hinode 2017
Daniel Vieira
 
Apresentação branding
Apresentação brandingApresentação branding
Apresentação branding
FatineOliveira
 

Destaque (10)

Lança perfume
Lança perfumeLança perfume
Lança perfume
 
Apresentação ppt branding marcas
Apresentação ppt   branding marcasApresentação ppt   branding marcas
Apresentação ppt branding marcas
 
Apresentação Fisiologia
Apresentação FisiologiaApresentação Fisiologia
Apresentação Fisiologia
 
9 sistema limbico
9 sistema limbico9 sistema limbico
9 sistema limbico
 
Apresentação trabalho Posicionamento de marca e Branding - Avon
Apresentação trabalho Posicionamento de marca e Branding - AvonApresentação trabalho Posicionamento de marca e Branding - Avon
Apresentação trabalho Posicionamento de marca e Branding - Avon
 
Estrategias Marketing Janaira Franca
Estrategias Marketing Janaira FrancaEstrategias Marketing Janaira Franca
Estrategias Marketing Janaira Franca
 
EstratéGias De Marketing
EstratéGias De MarketingEstratéGias De Marketing
EstratéGias De Marketing
 
Hinode novo plano flipchart 2017
Hinode novo plano flipchart 2017Hinode novo plano flipchart 2017
Hinode novo plano flipchart 2017
 
Nova Apresentação Hinode 2017
Nova Apresentação Hinode 2017Nova Apresentação Hinode 2017
Nova Apresentação Hinode 2017
 
Apresentação branding
Apresentação brandingApresentação branding
Apresentação branding
 

Semelhante a 107 lança perfume

Palestras sobre drogas
Palestras sobre drogasPalestras sobre drogas
Palestras sobre drogas
Otacilio Fraga
 
4 plano de aula nervoso.mona
4 plano de aula nervoso.mona4 plano de aula nervoso.mona
4 plano de aula nervoso.mona
familiaestagio
 
Oficina
OficinaOficina
As drogas danielas nº 7 e 8-6ºe
As drogas danielas nº 7 e 8-6ºeAs drogas danielas nº 7 e 8-6ºe
As drogas danielas nº 7 e 8-6ºe
marcommendes
 
Drogas que deprimem o snc
Drogas que deprimem o sncDrogas que deprimem o snc
Drogas que deprimem o snc
Iasmin Chaves
 
Criminologia as drogas - uneb - jacobina
Criminologia   as drogas - uneb - jacobinaCriminologia   as drogas - uneb - jacobina
Criminologia as drogas - uneb - jacobina
Urbano Felix Pugliese
 
Drogas e seus efeitos
Drogas e seus efeitosDrogas e seus efeitos
Drogas e seus efeitos
Aline Costa
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
carraroqa
 
Drogas matam aceite a jesus
Drogas matam aceite a jesusDrogas matam aceite a jesus
Drogas matam aceite a jesus
Marcos de Paula Marcos
 
Toxicodependência
ToxicodependênciaToxicodependência
Toxicodependência
Diogo Almeida
 
Vícios
VíciosVícios
Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)
Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)
Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)
Ana Karla Vasconcelos
 
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPATDrogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Claudio Cesar Pontes ن
 
Drogas
DrogasDrogas
1º ano prova bimestral 2º bimestre
1º ano prova bimestral 2º bimestre1º ano prova bimestral 2º bimestre
1º ano prova bimestral 2º bimestre
Tony
 
Drogas revisado
Drogas revisadoDrogas revisado
Drogas revisado
Orlando Santos Brito
 
Seminario Drogas e Alcool
Seminario Drogas e AlcoolSeminario Drogas e Alcool
Seminario Drogas e Alcool
Potencial Empresário
 
Slide sobre drogas
Slide sobre drogasSlide sobre drogas
Slide sobre drogas
Ericka Vanessa Andrade
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas origem natural
Drogas origem naturalDrogas origem natural
Drogas origem natural
belavideira
 

Semelhante a 107 lança perfume (20)

Palestras sobre drogas
Palestras sobre drogasPalestras sobre drogas
Palestras sobre drogas
 
4 plano de aula nervoso.mona
4 plano de aula nervoso.mona4 plano de aula nervoso.mona
4 plano de aula nervoso.mona
 
Oficina
OficinaOficina
Oficina
 
As drogas danielas nº 7 e 8-6ºe
As drogas danielas nº 7 e 8-6ºeAs drogas danielas nº 7 e 8-6ºe
As drogas danielas nº 7 e 8-6ºe
 
Drogas que deprimem o snc
Drogas que deprimem o sncDrogas que deprimem o snc
Drogas que deprimem o snc
 
Criminologia as drogas - uneb - jacobina
Criminologia   as drogas - uneb - jacobinaCriminologia   as drogas - uneb - jacobina
Criminologia as drogas - uneb - jacobina
 
Drogas e seus efeitos
Drogas e seus efeitosDrogas e seus efeitos
Drogas e seus efeitos
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas matam aceite a jesus
Drogas matam aceite a jesusDrogas matam aceite a jesus
Drogas matam aceite a jesus
 
Toxicodependência
ToxicodependênciaToxicodependência
Toxicodependência
 
Vícios
VíciosVícios
Vícios
 
Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)
Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)
Adolescentesedrogas 110511064351-phpapp02 (1)
 
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPATDrogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
Drogas licitas e ilicitas - Tema para SIPAT
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
1º ano prova bimestral 2º bimestre
1º ano prova bimestral 2º bimestre1º ano prova bimestral 2º bimestre
1º ano prova bimestral 2º bimestre
 
Drogas revisado
Drogas revisadoDrogas revisado
Drogas revisado
 
Seminario Drogas e Alcool
Seminario Drogas e AlcoolSeminario Drogas e Alcool
Seminario Drogas e Alcool
 
Slide sobre drogas
Slide sobre drogasSlide sobre drogas
Slide sobre drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas origem natural
Drogas origem naturalDrogas origem natural
Drogas origem natural
 

Mais de Alemo Lopes

207 testosterona
207 testosterona207 testosterona
207 testosterona
Alemo Lopes
 
207 sedentarismo
207 sedentarismo207 sedentarismo
207 sedentarismo
Alemo Lopes
 
207 gorduras marrom e brancas
207 gorduras marrom e brancas207 gorduras marrom e brancas
207 gorduras marrom e brancas
Alemo Lopes
 
207 fibras musculares
207 fibras musculares207 fibras musculares
207 fibras musculares
Alemo Lopes
 
207 atitude antidesportiva
207 atitude                             antidesportiva 207 atitude                             antidesportiva
207 atitude antidesportiva
Alemo Lopes
 
207 esportes de aventura x drogas lícitas e ilícitas.
207  esportes de aventura x drogas lícitas e ilícitas.207  esportes de aventura x drogas lícitas e ilícitas.
207 esportes de aventura x drogas lícitas e ilícitas.
Alemo Lopes
 
201p testosterona
201p testosterona  201p testosterona
201p testosterona
Alemo Lopes
 
201p andropausa
201p andropausa201p andropausa
201p andropausa
Alemo Lopes
 
201 testosterona
201 testosterona201 testosterona
201 testosterona
Alemo Lopes
 
201 sedentarismo
201 sedentarismo201 sedentarismo
201 sedentarismo
Alemo Lopes
 
Escola de educação básica
Escola de educação básicaEscola de educação básica
Escola de educação básica
Alemo Lopes
 
Grupo
GrupoGrupo
201 f ibras muscul. brancas e verme. [reparado]
201 f ibras muscul. brancas e verme. [reparado]201 f ibras muscul. brancas e verme. [reparado]
201 f ibras muscul. brancas e verme. [reparado]
Alemo Lopes
 
Anorexia
AnorexiaAnorexia
Anorexia
Alemo Lopes
 
106 bulimia
106 bulimia106 bulimia
106 bulimia
Alemo Lopes
 
106 histor das olimpiadas
106  histor das olimpiadas106  histor das olimpiadas
106 histor das olimpiadas
Alemo Lopes
 
106 bulimia
106 bulimia106 bulimia
106 bulimia
Alemo Lopes
 
106 crack
106 crack106 crack
106 crack
Alemo Lopes
 
106 estress, 23.10 [reparado]
106 estress, 23.10 [reparado]106 estress, 23.10 [reparado]
106 estress, 23.10 [reparado]
Alemo Lopes
 
Dopping, decepçoes e acidentes
Dopping, decepçoes e acidentesDopping, decepçoes e acidentes
Dopping, decepçoes e acidentes
Alemo Lopes
 

Mais de Alemo Lopes (20)

207 testosterona
207 testosterona207 testosterona
207 testosterona
 
207 sedentarismo
207 sedentarismo207 sedentarismo
207 sedentarismo
 
207 gorduras marrom e brancas
207 gorduras marrom e brancas207 gorduras marrom e brancas
207 gorduras marrom e brancas
 
207 fibras musculares
207 fibras musculares207 fibras musculares
207 fibras musculares
 
207 atitude antidesportiva
207 atitude                             antidesportiva 207 atitude                             antidesportiva
207 atitude antidesportiva
 
207 esportes de aventura x drogas lícitas e ilícitas.
207  esportes de aventura x drogas lícitas e ilícitas.207  esportes de aventura x drogas lícitas e ilícitas.
207 esportes de aventura x drogas lícitas e ilícitas.
 
201p testosterona
201p testosterona  201p testosterona
201p testosterona
 
201p andropausa
201p andropausa201p andropausa
201p andropausa
 
201 testosterona
201 testosterona201 testosterona
201 testosterona
 
201 sedentarismo
201 sedentarismo201 sedentarismo
201 sedentarismo
 
Escola de educação básica
Escola de educação básicaEscola de educação básica
Escola de educação básica
 
Grupo
GrupoGrupo
Grupo
 
201 f ibras muscul. brancas e verme. [reparado]
201 f ibras muscul. brancas e verme. [reparado]201 f ibras muscul. brancas e verme. [reparado]
201 f ibras muscul. brancas e verme. [reparado]
 
Anorexia
AnorexiaAnorexia
Anorexia
 
106 bulimia
106 bulimia106 bulimia
106 bulimia
 
106 histor das olimpiadas
106  histor das olimpiadas106  histor das olimpiadas
106 histor das olimpiadas
 
106 bulimia
106 bulimia106 bulimia
106 bulimia
 
106 crack
106 crack106 crack
106 crack
 
106 estress, 23.10 [reparado]
106 estress, 23.10 [reparado]106 estress, 23.10 [reparado]
106 estress, 23.10 [reparado]
 
Dopping, decepçoes e acidentes
Dopping, decepçoes e acidentesDopping, decepçoes e acidentes
Dopping, decepçoes e acidentes
 

107 lança perfume

  • 1. Escola:E.E.B.Miguel Couto Lança perfume
  • 2. Alunas:Geovana Zoz do Prado e Natalia Feltrin Série:1 ano 07 Matéria:Ed.Física Professor: Bernhard W. De Andrade.
  • 3. Alunas:Geovana Zoz do Prado e Natalia Feltrin Série:1 ano 07 Matéria:Ed.Física Professor: Bernhard W. De Andrade.
  • 4. Justificativa Vamos mostrar o por que não devemos usar o lança perfume. E que isso não traz benefícios pra ninguém.
  • 5. Introdução Neste trabalho iremos explica sobre o lança perfume contado sua história,seus efeitos por exemplo:quando usá-lo podendo dar sensação de estrangulamento. E os transtornos do lança perfume.
  • 6. Desenvolvimento O lança perfume é solvente químico,composto por éter,clorofórmio,cloreto de etila e uma essência perfumada. Esse composto químico é produzido sob pressão dentro de tubos,assim,quando ela entra em contato com o ar,evapora rapidamente. O lança perfume começou a se tornar popular após ser importado da Argentina,no inicio do século XX. O problema é que ele passou a ser inalado com fins entorpecentes :as pessoas molhavam lenços com o líquido e os aspiravam. Seu uso no Brasil se deu no inicio da década de vinte no carnaval do Rio de Janeiro,no qual era borrifado nos foliões,perfumando –os eo fornecendo sensações agradáveis.
  • 7. Efeitos do lança perfume  Os efeitos dos solventes vão desde um estimulo inicial,com uma excitação e aceleração das batidas cardíacas,até uma depressão,podendo também surgir processos alucinatórios. Eles afetam a respiração ,causando a sensação de estrangulamento e asfixia. Dor de cabeça também é um sintoma comum. Dentre esses efeitos dos solventes o mais predominante é a depressão do cérebro. Sabe-se que a aspiração repetida,dos solventes pode levar a destruição de neurônios (as células cerebrais) causando lesões irreversíveis do cérebro.  Os solventes tornam o coração humano mais sensível a uma substância que o nosso corpo fabrica,a adrenalina,que faz o números de batimentos cardíacos aumentar. Podendo desmaiar e levar até a coma.
  • 8. Transtornos Em sociedades modernas,especialmente as ocidentais,o uso descontrolado destas substâncias tornou-se um dos principais problemas de saúde pública.  O uso de substâncias que modificam o estado psicológico tem ocorrido em todas as culturas conhecidas desde a Antiguidade mais remota. Costumavam ser associados a rituais tradicionais nas várias culturas. Um remanescente desse aspecto ritualértico do uso de substâncias mantêm-se na Igreja Católica que seguem usando vinho durante sua celebração.  As medicações obtidas sobe prescrição médica,incluindo tranquilizantes e inibidores de apetite,também tem sido abusados em grande escala.
  • 9. Considerações finais  Neste trabalho concluímos que o lança perfume consumido faz mal a saúde e deixa a pessoa bem alegre,mas fazendo mal ao coração podendo ter ataque cardíaco e também sensação de estrangulamento e asfixia. E podendo levar a coma.