Os 12 Princípios Ágeis
Com o avanço na utilização das metodologias ágeis como Scrum, Lean e o
já conhecido XP, comecei a e...
O que é Agile?
 Agile é o termo utilizado para se descrever um número de
técnicas e métodos que possuem algumas similarid...
12 Princípios Ágeis
 Os 12 princípios ágeis, foram publicados 2001 pela Agile Alliance alguns
meses depois do lançamento ...
12 Princípios Ágeis
4. Equipe de negócios e desenvolvedores devem trabalhar juntos
diariamente durante o projeto. (Em proj...
12 Princípios Ágeis
7. Software funcionando é a principal medida de progresso. (Achei isto
um dos pontos mais interessante...
12 Princípios Ágeis
10. Simplicidade - a arte de maximizar a quantidade de trabalho não feito -
é essencial. (O principal ...
Contato:
Sandro H. Oliveira é coordenador de
sistemas e gerente de projetos. Atua há
mais de 13 anos na área de
desenvolvi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os 12 Princípios Ágeis

643 visualizações

Publicada em

Os 12 princípios ágeis foram publicados em 2001 pela Agile Alliance alguns meses depois do lançamento do manifesto ágil para suportar os times na fazer transição para a nova metodologia. Nesta apresentação compartilho estes princípios e minha visão obre eles.

Publicada em: Software
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
643
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os 12 Princípios Ágeis

  1. 1. Os 12 Princípios Ágeis Com o avanço na utilização das metodologias ágeis como Scrum, Lean e o já conhecido XP, comecei a estudar o assunto para entender quais seriam os ganhos reais em meus projetos e confesso que o assunto tem me chamado bastante a atenção, por trazer soluções para problemas típicos que vemos em projetos que utilizam o modelo cascata e metodologias tradicionais de gestão de projetos. Confesso que encontrei bastante dificuldade em encontrar materiais adequados para o estudo, pois a grande maioria dos materiais só falam sobre o “Manisfeto Ágil”, que como todos sabem, é um material bastante sintético, então resolvi estudar um livro em inglês que estou achando muito rico e detalhado e sugiro para quem quiser conhecer mais sobre o assunto. Trata-se do livro “Agile Project Management for Dummies” e conforme for encontrando mais coisas legais, acrescentarei no SlideShare. Nesta primeira apresentação, compartilharei 12 conceitos muito simples, mas que na prática, já utilizamos ocasionalmente, pois maximizam nossa capacidade de entrega e produtividade, estes são os 12 princípios ágeis. Os 12 Princípios Ágeis/ Sandro H. Oliveira/ sholiveiras@gmail.com
  2. 2. O que é Agile?  Agile é o termo utilizado para se descrever um número de técnicas e métodos que possuem algumas similaridades conforme abaixo, que visam maximizar a entrega de resultado dos projetos:  Desenvolvimento em múltiplas iterações, conhecido como desenvolvimento iterativo.  Enfatiza a simplicidade e transparência.  Times multidisciplinares e auto organizados.  Utiliza software funcional como medida de progresso  O gerenciamento de projetos ágeis é uma abordagem empírica, ou seja, você faz algo na prática e ajusta o seu processo baseado na experiência real e não na teoria (lições aprendidas!). 2 Os 12 Princípios Ágeis/ Sandro H. Oliveira/ sholiveiras@gmail.com
  3. 3. 12 Princípios Ágeis  Os 12 princípios ágeis, foram publicados 2001 pela Agile Alliance alguns meses depois do lançamento do manifesto ágil para suportar os times na fazer transição para a nova metodologia. Ele pode ser encontrado na íntegra em: http://www.agilealliance.org/the-alliance/the-agile-manifesto/the-twelve- principles-of-agile-software/  Seguem abaixo os 12 princípios, onde tomei a liberdade de incluir meus comentários (em vermelho) sobre cada um deles na prática: 1. Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente através da entrega antecipada e contínua de software de valor. (Na prática, é o que o cliente/usuário espera, o produto funcionando e não toneladas de documentação que após a implantação do projeto será esquecida!) 2. Aceitar mudanças de requisitos, mesmo no final de desenvolvimento. Processos ágeis asseguram a mudança para a vantagem competitiva do cliente. (A utilização de sprints assegura que novos requisitos sejam atendidos sem impactos para o projeto, porque de nada adiante, definir todo o escopo do projeto e daí há 2 anos entregar um produto que não atende mais a necessidade do cliente/mercado!) 3. Entregar software funcionando com frequência, com periodicidade de algumas semanas ou meses, com preferência para a escala de tempo mais curto. (Normalmente a sprint tem duração máxima de 4 semanas, com isso você garante a entrega de um conjunto de requisitos de software funcional, o que diminui o risco e aumenta o valor agregado do projeto!) 3 Os 12 Princípios Ágeis/ Sandro H. Oliveira/ sholiveiras@gmail.com
  4. 4. 12 Princípios Ágeis 4. Equipe de negócios e desenvolvedores devem trabalhar juntos diariamente durante o projeto. (Em projetos de sucesso, mesmo que tradicionais, vemos que proximidade dos usuários com os desenvolvedores só traz ganhos, pois agiliza a solução de problemas!) 5. Construa projetos em torno de indivíduos motivados. Dê-lhes o ambiente e apoio de que necessitam, e confie neles para fazer o trabalho. (Motivação! Em projetos tradicionais, o trabalho pode se acumular por mais de um ano e tem que ser entregue em uma data específica, o que gera um nível de pressão incrível e quando esta ocorre, o usuário normalmente encontra bugs e a equipe já está cansada, aumentando ainda mais o estresse e diminuindo a qualidade! Com a organização em sprints, o trabalho é entregue em 1 mês e isso alivia a pressão e deixa o time mais relaxado, criativo e feliz!) 6. O método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para e dentro de uma equipe de desenvolvimento é uma conversa cara-a- cara. (Infelizmente as empresas e pessoas tem buscado um nível de burocratização incrível, com o objetivo de se “defender” ao final do projeto, mas sabemos que as trocas de e-mails e documentos/especificações infindáveis não são bons para o projeto! Uma boa conversa de 15 minutos resolve muito mais problemas que 10 páginas de e-mail e isto qualquer pessoa que trabalhou em projetos pode evidenciar!) 4 Os 12 Princípios Ágeis/ Sandro H. Oliveira/ sholiveiras@gmail.com
  5. 5. 12 Princípios Ágeis 7. Software funcionando é a principal medida de progresso. (Achei isto um dos pontos mais interessantes do Scrum. De nada adianta apresentações lindas para os diretores, se na hora da entrega o software não funciona! A demonstração do software funcionando e atendendo os critérios de aceite- que devem ser claros- é a melhor forma de obter o aceite do cliente.) 8. Processos ágeis promovem o desenvolvimento sustentável. Os patrocinadores , desenvolvedores e usuários devem ser capazes de manter um ritmo constante indefinidamente. (Em projetos tradicionais, onde existe o acúmulo de trabalho e pressão em função do modelo cascata, o time normalmente fica esgotado e isto não é bom pra ninguém! Como no modelo ágil o time trabalha focado apenas na sprint atual, quando a entrega desta ocorre, o “buffer” se esvazia e traz aquela sensação positiva da entrega! Trata-se de um modelo mais humano e fácil de manter por tempo indeterminado!) 9. Atenção contínua à excelência técnica e bom design aumenta a agilidade. (Como o time Scrum é auto organizado, este deve ser um time de pessoas de altíssima competência técnica e comportamental, pois não terão um gerente de projeto controlando o trabalho! Por este e outros fatores como utilização de melhores técnicas de programação, XP e bom clima, este time tende a render mais e desenvolver um melhor produto!) 5 Os 12 Princípios Ágeis/ Sandro H. Oliveira/ sholiveiras@gmail.com
  6. 6. 12 Princípios Ágeis 10. Simplicidade - a arte de maximizar a quantidade de trabalho não feito - é essencial. (O principal ponto aqui é o foco da equipe, que não deve ser interrompida para apresentações, longas reuniões e status reports, com isto o desenvolvimento flui muito mais e a entrega é maximizada! O responsável por garantir o ponto acima é o Scrum Master. Importante citar o papel do Product Owner, pois ele deverá priorizar apenas os requisitos que trazem o maior valor agregado, então todo o trabalho entregue é convertido em resultados!) 11. As melhores arquiteturas, requisitos e projetos emergem de equipes auto organizadas. (Conforme citei anteriormente, como o time é auto organizado e composto por indivíduos de altíssima competência técnica e comportamental, eles se sentem livres para desenvolverem os melhor produtos!) 12. Em intervalos regulares , a equipe reflete sobre como se tornar mais eficaz, então sintoniza e ajusta seu comportamento. (Como o processo ágil é empírico, existem reuniões regulares como a Retrospectiva da Sprint, onde o time analisa os resultados e enxerga oportunidades de melhoria e as aplica na Sprint seguinte. Podemos fizer que é um ciclo de melhoria contínua através de lições aprendidas.) Enfim, espero que tenham gostado dos 12 princípios e do ganho que eles podem trazer para os projetos, pessoas e organizações! 6 Os 12 Princípios Ágeis/ Sandro H. Oliveira/ sholiveiras@gmail.com
  7. 7. Contato: Sandro H. Oliveira é coordenador de sistemas e gerente de projetos. Atua há mais de 13 anos na área de desenvolvimento de software em empresas de renome nacional e internacional. Para contatos sobre cursos, palestras, consultoria ou oportunidades, entre em contato. E-mail: sholiveiras@gmail.com Linkedin: http://www.linkedin.com/in/sandroholiveira

×