CLIMATOLOGIAé um ramo da ciência que é estudado tantopela geografia, quanto pela meteorologia.Clima é o nome que se dá às ...
Atmosfera é o nome dado à camada gasosa que envolve os planetas. No caso da atmosfera terrestre ela é composta por inúmer...
ImportânciaDo ponto de vista de um geólogo planetário, a atmosfera é um agente evolucionário essencial na morfologia de u...
CamadasPara fins de estudos a atmosfera terrestre é dividida em algumas camadas de acordo com a variação das transições d...
TroposferaA troposfera, que geralmente se estende a 12 km (entre 20 km no equador e 8 km nos pólos). É nesta camada que a...
EstratosferaA estratosfera, estende-se até aproximadamente 50 km com temperaturas parecidas com as da troposfera até o li...
MesosferaNa mesosfera, a temperatura novamente diminui. Esta camada vai até cerca de 80 km. A esta altura, a temperatura ...
IonosferaA ionosfera recebe esse nome por possuir uma grande quantidade de íons, átomos eletricamente carregados. Essa ca...
ExosferaA exosfera é a camada mais externa da atmosfera. Chega a confundir-se com o espaço cósmico. O ar existente nessa ...
Fatores do ClimaLatitude: A latitude é um dos fatores do clima que influi na temperatura devido à forma esférica da Terra...
AltitudeAltitude: A altitude é um fator climático que exerce grande influência sobre a temperatura. Isso ocorre porque o ...
Correntes MaritimasCorrentes Marítimas: As correntes marítimas são porções de água que se deslocam pelos oceanos. Com car...
Massa de ArMassa de ar é uma parcela extensa e espessa da atmosfera, com milhares de quilômetros quadrados de extensão, q...
Tipos de NuvensPara que haja a formação de nuvens é necessário que parte do vapor d’água contido na atmosfera se condense...
 Cumulus : nuvens isoladas que apresentam uma base sensivelmente horizontal, tem contornos bem definidos, uma cor bem bra...
Congestus: tem bordas protuberantes no topo e considerável desenvolvimento vertical, indica profunda instabilidade e favo...
Cumulonimbus : com grande desenvolvimento vertical apresenta a forma de uma montanha e sua forma só pode ser vista de lon...
Stratocumulus : cinzentas ou esbranquiçadas é formada por gotículas de água e estão associadas a chuvas fracas.
Stratus : nuvem cinzenta que provoca chuvisco. De cor cinza forte com base uniforme, costuma encobrir o sol ou a lua.
Nimbostratus : nuvens de grande extensão e base difusa formadas por gotas de chuva, cristais ou flocos de gelo com cor ba...
Altostratus : assemelham-se a um lençol cinzento, às vezes azulado, sempre tem umas partes finas que permitem ver o sol. ...
Altocumulus : nuvem cinza (às vezes branca) que apresenta sombras próprias e tem a forma de rolos ou lâminas fibrosas ou ...
Cirrus : nuvens com brilho sedoso, isoladas e formadas por cristais de gelo parecendo convergir para o horizonte. Podem s...
Cirrocumulus : nuvens braças compostas quase exclusivamente por cristais de gelo agrupados em grânulos semi-transparentes.
Cirrostratus : nuvens parecidas com um véu transparente que dão ao céu um aspecto leitoso. Constituída por cristais de ge...
Tipos de ChuvaChuva é um fenômeno meteorológico que consiste na precipitação de gotas dágua no estado líquido sobre a sup...
Chuva OrográficaÉ originada quando uma massa de ar úmido que se desloca, encontra uma barreira topográfica (serra, montan...
Chuvas Ciclonicas ou FrontaisOcorrem no encontro de massas de ar de características distintas (ar quente + ar frio). São ...
Chuvas convectivasSão chuvas causadas pelo movimento de massas de ar mais quentes que sobem e condensam. As chuvas convec...
Classificação ClimáticasClassificação Climática de Köpen: nesta classificação são adotadas duas ou três letras para class...
A classificação climática de Köppen-Geiger divide os climas em 5 grandes grupos ("A", "B", "C", "D", "E") e diversos tipo...
Segunda letra: — uma minúscula, que estabelece o tipo de clima dentro do grupo, e denota as particularidades do regime pl...
Terceira letra: — minúscula, denotando a temperatura média mensal do ar dos meses mais quentes (nos casos em que a primei...
Principais Tipos De Climas DoMundoNo mundo existem vários tipos de climas que se diferem de acordo com a localização geog...
Equatorial: ocorrem em áreas próximas à linha do equador, é caracterizado por altas temperaturas e grande concentração de...
Tropical: possui duas estações bem definidas, uma seca e outra chuvosa, a primeira ocorre entre os meses de maio a setemb...
Subtropical: é caracterizado por apresentar uma grande amplitude térmica no decorrer do ano, as chuvas são bem distribuíd...
Temperado Oceânico: também chamado de maritimidade, o mar influencia as temperaturas tornando os invernos menos intensos,...
Mediterrâneo: nesse restrito clima é possível perceber todas as estações do ano, apresenta verões quentes e invernos chuv...
Semi-árido: possui temperaturas elevadas durante o ano e chuvas irregulares, com isso os índices pluviométricos não super...
Frio de montanha: independentemente do lugar do planeta, quanto mais eleva a altitude menor é a temperatura.Polar: é car...
Tipos Climáticos do BrasilPara classificar um clima, devemos considerar a temperatura, a umidade, as massas de ar, a pres...
Clima Subtropical: presente na região sul dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Gra...
Clima Semi-árido: presente, principalmente, no sertão nordestino, caracteriza-se pela baixa umidade e pouquíssima quantid...
Clima Equatorial: encontra-se na região da Amazônia. As temperaturas são elevadas durante quase todo o ano. Chuvas em gra...
Clima Tropical de altitude: ocorre principalmente nas regiões serranas do Espirito Santo, Rio de Janeiro e Serra da Manti...
Clima Tropical Atlântico (tropical úmido): presente, principalmente, nas regiões litorâneas do Sudeste, apresenta grande ...
Efeito EstufaEfeito estufa é um fenômeno natural de aquecimento térmico da Terra. É imprescindível para manter a temperat...
Nas ultimas décadas, contudo, a concentração natural desses gases isolantes tem sido aumentada demasiadamente pela ação d...
Chuva ÁcidaAs chuvas ácidas são precipitações na forma de água e neblina que contêm ácido nítrico e sulfúrico. Elas decor...
Durante o processo de queima, milhares de toneladas de compostos de enxofre e óxido de nitrogênio são lançados na atmosfe...
Camada de OzônioA camada de ozônio é uma região existente na atmosfera que filtra a radiação ultravioleta provinda do Sol...
A diminuição da camada de ozônio está ocorrendo devido ao aumento da concentração dos gases CFC (cloro- flúor-carbono) pr...
Inversão TérmicaA inversão térmica é um fenômeno natural que ocorre devido ao rápido aquecimento e resfriamento da superf...
Em condições normais o ar presente nos 10 primeiros quilômetros da atmosfera (troposfera – a altitude varia de 20 a 8 km)...
Acontece que em alguns dias, com mais frequência durante o inverno quando as noites são mais longas e a umidade cai, a su...
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Climatologia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Climatologia

1.900 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.900
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
102
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
113
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Climatologia

  1. 1. CLIMATOLOGIAé um ramo da ciência que é estudado tantopela geografia, quanto pela meteorologia.Clima é o nome que se dá às condições atmosféricasque costumam ocorrer num determinado lugar.
  2. 2. Atmosfera é o nome dado à camada gasosa que envolve os planetas. No caso da atmosfera terrestre ela é composta por inúmeros gases que ficam retidos por causa da força da gravidade e do campo magnético que envolve a Terra.
  3. 3. ImportânciaDo ponto de vista de um geólogo planetário, a atmosfera é um agente evolucionário essencial na morfologia de um planeta. Mudanças climáticas podem influenciar a história geológica de um planeta. De modo oposto, o estudo da superfície de um planeta, primeiramente a Terra, pode levar a um entendimento sobre a história da atmosfera e do clima no planeta.Para um meteorologista, a composição da atmosfera determina o clima e suas variações.Para um biólogo a composição atmosférica mantém uma íntima relação com o aparecimento da vida e de sua evolução.
  4. 4. CamadasPara fins de estudos a atmosfera terrestre é dividida em algumas camadas de acordo com a variação das transições de temperatura:
  5. 5. TroposferaA troposfera, que geralmente se estende a 12 km (entre 20 km no equador e 8 km nos pólos). É nesta camada que acontecem praticamente todos os fenômenos que influenciam o tempo.
  6. 6. EstratosferaA estratosfera, estende-se até aproximadamente 50 km com temperaturas parecidas com as da troposfera até o limite de 20km. Esta camada é mais quente por causa do ozônio que se acumula e que absorve os raios ultravioletas.
  7. 7. MesosferaNa mesosfera, a temperatura novamente diminui. Esta camada vai até cerca de 80 km. A esta altura, a temperatura chega a -90ºC!
  8. 8. IonosferaA ionosfera recebe esse nome por possuir uma grande quantidade de íons, átomos eletricamente carregados. Essa camada tem uma espessura de aproximadamente 470km. O ar da ionosfera é extremamente rarefeito e ainda assim oferece suficiente resistência aos meteoros, que bombardeiam diariamente a Terra, fragmentando-os.
  9. 9. ExosferaA exosfera é a camada mais externa da atmosfera. Chega a confundir-se com o espaço cósmico. O ar existente nessa camada é tão rarefeito que os grupamentos atômicos chegam a atravessar distâncias enormes sem se chocarem.
  10. 10. Fatores do ClimaLatitude: A latitude é um dos fatores do clima que influi na temperatura devido à forma esférica da Terra. A insolação diminui a partir do Equador, pois ali os raios solares incidem perpendicularmente à superfície da Terra, em direção aos pólos, onde há elevada inclinação e reflexão dos raios solares. Então a regra geral se define por a temperatura diminuir com o aumento da latitude.
  11. 11. AltitudeAltitude: A altitude é um fator climático que exerce grande influência sobre a temperatura. Isso ocorre porque o calor é irradiado da superfície terrestre, é refletido, sendo enviado de volta, e a atmosfera se aquece por irradiação. O ar se torna mais rarefeito a medida que a altitude fica maior.
  12. 12. Correntes MaritimasCorrentes Marítimas: As correntes marítimas são porções de água que se deslocam pelos oceanos. Com características próprias elas apresentam: temperatura, salinidade, pressão e velocidade. As correntes marítimas distribuem o calor e influem no clima. Elas resultam de diversos fatores, como ventos, movimento de rotação da Terra, diferenças de salinidade e temperatura das águas e conformação das bacias oceânicas.
  13. 13. Massa de ArMassa de ar é uma parcela extensa e espessa da atmosfera, com milhares de quilômetros quadrados de extensão, que apresenta características próprias de pressão, temperatura e umidade, determinadas pela região na qual se origina. Devido às diferenças de pressão, as massas de ar que compõem a atmosfera estão em constante movimento.
  14. 14. Tipos de NuvensPara que haja a formação de nuvens é necessário que parte do vapor d’água contido na atmosfera se condense, formando pequenas gotículas de água, ou solidifique, formando minúsculos cristais de gelo. A esta formação, ou aglomerado de cristais de gelo e gotículas damos o nome de nebulosidade.
  15. 15.  Cumulus : nuvens isoladas que apresentam uma base sensivelmente horizontal, tem contornos bem definidos, uma cor bem branca quando iluminada pelo sol, provoca chuvas na forma de pancadas, constituídas principalmente por gotículas de água, mas podem conter cristais de gelo no topo.
  16. 16. Congestus: tem bordas protuberantes no topo e considerável desenvolvimento vertical, indica profunda instabilidade e favorecimento por escoamento ciclônico em altitude.
  17. 17. Cumulonimbus : com grande desenvolvimento vertical apresenta a forma de uma montanha e sua forma só pode ser vista de longe devido ao seu tamanho. No topo, geralmente apresenta a forma característica de uma bigorna. É uma nuvem mais escura formada por grandes gotas de água e granizo, podendo conter cristais de gelo no topo. Está associada a tempestades fortes com raios e trovões.
  18. 18. Stratocumulus : cinzentas ou esbranquiçadas é formada por gotículas de água e estão associadas a chuvas fracas.
  19. 19. Stratus : nuvem cinzenta que provoca chuvisco. De cor cinza forte com base uniforme, costuma encobrir o sol ou a lua.
  20. 20. Nimbostratus : nuvens de grande extensão e base difusa formadas por gotas de chuva, cristais ou flocos de gelo com cor bastante escura.
  21. 21. Altostratus : assemelham-se a um lençol cinzento, às vezes azulado, sempre tem umas partes finas que permitem ver o sol. É formada por gotas de chuvas e cristais de gelo.
  22. 22. Altocumulus : nuvem cinza (às vezes branca) que apresenta sombras próprias e tem a forma de rolos ou lâminas fibrosas ou difusas. Raramente contém cristais de gelo e por entre as nuvens deste tipo é possível enxergar pedaços do céu claro.
  23. 23. Cirrus : nuvens com brilho sedoso, isoladas e formadas por cristais de gelo parecendo convergir para o horizonte. Podem se formar da evolução da bigorna da cumulusnimbus.
  24. 24. Cirrocumulus : nuvens braças compostas quase exclusivamente por cristais de gelo agrupados em grânulos semi-transparentes.
  25. 25. Cirrostratus : nuvens parecidas com um véu transparente que dão ao céu um aspecto leitoso. Constituída por cristais de gelo.
  26. 26. Tipos de ChuvaChuva é um fenômeno meteorológico que consiste na precipitação de gotas dágua no estado líquido sobre a superfície da Terra.
  27. 27. Chuva OrográficaÉ originada quando uma massa de ar úmido que se desloca, encontra uma barreira topográfica (serra, montanha, etc), e é forçada a elevar-se, ocorrendo queda de temperatura seguida da condensação do vapor d’água e formação de nuvens. Chuvas orográficas apresentam pequena intensidade, e longa duração.
  28. 28. Chuvas Ciclonicas ou FrontaisOcorrem no encontro de massas de ar de características distintas (ar quente + ar frio). São caracterizadas por, serem contínuas, apresentarem intensidade baixa a moderada e abrangem grande área.
  29. 29. Chuvas convectivasSão chuvas causadas pelo movimento de massas de ar mais quentes que sobem e condensam. As chuvas convectivas ocorrem principalmente, devido à diferença de temperatura nas em camadas próximas da atmosfera terrestre. São caracterizadas por serem de curta duração porém de alta intensidade e abrangem pequenas áreas.
  30. 30. Classificação ClimáticasClassificação Climática de Köpen: nesta classificação são adotadas duas ou três letras para classificar o clima. Ela é mais usada para estudos climáticos mais amplos que englobam grandes regiões.
  31. 31. A classificação climática de Köppen-Geiger divide os climas em 5 grandes grupos ("A", "B", "C", "D", "E") e diversos tipos e subtipos. Cada clima é representado por um conjunto variável de letras (com 2 ou 3 caracteres) com a seguinte significação:Primeira letra: — uma maiúscula ("A", "B", "C", "D", "E") que denota a característica geral do clima de uma região, constituindo o indicador do grupo climático (em grandes linhas, os climas mundiais escalonam-se de "A" a "E", indo do equador aos pólos);
  32. 32. Segunda letra: — uma minúscula, que estabelece o tipo de clima dentro do grupo, e denota as particularidades do regime pluviométrico, isto é a quantidade e distribuição da precipitação (apenas utilizada caso a primeira letra seja "A", "C" ou "D"). Nos grupos cuja primeira letra seja "B" ou "E", a segunda letra é também uma maiúscula, denotando a quantidade da precipitação total anual (no caso "B") ou a temperatura média anual do ar (no caso "E");
  33. 33. Terceira letra: — minúscula, denotando a temperatura média mensal do ar dos meses mais quentes (nos casos em que a primeira letra seja "C" ou "D") ou a temperatura média anual do ar (no caso da primeira letra ser "B").
  34. 34. Principais Tipos De Climas DoMundoNo mundo existem vários tipos de climas que se diferem de acordo com a localização geográfica, são determinados principalmente pela inclinação solar, ou seja, o modo como os raios incidem na superfície terrestre.
  35. 35. Equatorial: ocorrem em áreas próximas à linha do equador, é caracterizado por altas temperaturas e grande concentração de umidade. As médias anuais de temperatura e os índices pluviométricos variam em distintos pontos da Terra.
  36. 36. Tropical: possui duas estações bem definidas, uma seca e outra chuvosa, a primeira ocorre entre os meses de maio a setembro e a segunda de outubro a abril. Os índices pluviométricos giram em torno de 1.000 a 2.000 mm.
  37. 37. Subtropical: é caracterizado por apresentar uma grande amplitude térmica no decorrer do ano, as chuvas são bem distribuídas e há ocorrência de queda de temperatura na estação do inverno, chegando a nevar. No verão as temperaturas são semelhantes às de clima tropical.
  38. 38. Temperado Oceânico: também chamado de maritimidade, o mar influencia as temperaturas tornando os invernos menos intensos, além de amenizar a estação do verão.Temperado continental: ocorre uma grande disparidade de temperaturas entre inverno e verão, isso significa que no inverno as temperaturas são extremamente baixas até 0º e no verão as temperaturas são elevadíssimas.
  39. 39. Mediterrâneo: nesse restrito clima é possível perceber todas as estações do ano, apresenta verões quentes e invernos chuvosos.Desértico: enorme amplitude térmica e índices pluviométricos baixos, algo em torno de 250 mm anuais.
  40. 40. Semi-árido: possui temperaturas elevadas durante o ano e chuvas irregulares, com isso os índices pluviométricos não superam 600 mm anuais.Subpolar: os índices pluviométricos variam de 200 a 1.000 mm ao ano, na estação do inverno as temperaturas são abaixo de 0ºC e no verão se elevam para uma média de 10ºC.
  41. 41. Frio de montanha: independentemente do lugar do planeta, quanto mais eleva a altitude menor é a temperatura.Polar: é caracterizado pela presença constante de neve e gelo e as temperaturas registradas sempre se encontram abaixo de zero, os invernos são extremamente rigorosos e os verões secos.
  42. 42. Tipos Climáticos do BrasilPara classificar um clima, devemos considerar a temperatura, a umidade, as massas de ar, a pressão atmosférica, correntes marítimas e ventos, entre muitas outras características
  43. 43. Clima Subtropical: presente na região sul dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Caracteriza-se por verões quentes e úmidos e invernos frios e secos. Chove muito nos meses de novembro à março. O índice pluviométrico anual é de, aproximadamente, 2000 mm. As temperaturas médias ficam em torno de 20º C. Recebe influência, principalmente no inverno, das massas de ar frias vindas da Antártida.
  44. 44. Clima Semi-árido: presente, principalmente, no sertão nordestino, caracteriza-se pela baixa umidade e pouquíssima quantidade de chuvas. As temperaturas são altas durante quase todo o ano.
  45. 45. Clima Equatorial: encontra-se na região da Amazônia. As temperaturas são elevadas durante quase todo o ano. Chuvas em grande quantidade, com índice pluviométrico acima de 2500 mm anuais.Clima Tropical: temperaturas elevadas (média anual por volta de 20°C), presença de umidade e índice de chuvas de médio a elevado.
  46. 46. Clima Tropical de altitude: ocorre principalmente nas regiões serranas do Espirito Santo, Rio de Janeiro e Serra da Mantiqueira. As temperatura médias variam de 15 a 21º C. As chuvas de verão são intensas e no inverno sofre a influência das massas de ar frias vindas pela Oceano Atlântico. Pode apresentar geadas no inverno.
  47. 47. Clima Tropical Atlântico (tropical úmido): presente, principalmente, nas regiões litorâneas do Sudeste, apresenta grande influência da umidade vinda do Oceano Atlântico. As temperaturas são elevadas no verão (podendo atingir até 40°C) e amenas no inverno (média de 20º C). Em função da umidade trazida pelo oceano, costuma chover muito nestas áreas.
  48. 48. Efeito EstufaEfeito estufa é um fenômeno natural de aquecimento térmico da Terra. É imprescindível para manter a temperatura do planeta em condições ideais de sobrevivência. Sem ele, a Terra seria muito fria, dificultando o desenvolvimento das espécies.
  49. 49. Nas ultimas décadas, contudo, a concentração natural desses gases isolantes tem sido aumentada demasiadamente pela ação do homem, como a queima de combustíveis fósseis, o desmatamento e a ação das indústrias, aumentando a poluição do ar. O excesso dessa camada está fazendo que parte desses raios não consigam voltar para o espaço, provocando uma elevação na temperatura de todo o planeta, o aquecimento global. Por isso, o nome estufa é usado para descrevê-lo.
  50. 50. Chuva ÁcidaAs chuvas ácidas são precipitações na forma de água e neblina que contêm ácido nítrico e sulfúrico. Elas decorrem da queima de enormes quantidades de combustíveis fósseis, como petróleo e carvão, utilizados para a produção de energia nas refinarias e usinas termoelétricas, e também pelos veículos.
  51. 51. Durante o processo de queima, milhares de toneladas de compostos de enxofre e óxido de nitrogênio são lançados na atmosfera, onde sofrem reações químicas e se transformam em ácido nítrico e sulfúrico.
  52. 52. Camada de OzônioA camada de ozônio é uma região existente na atmosfera que filtra a radiação ultravioleta provinda do Sol. Devido processo de filtragem, os organismos da superfície terrestre ficam protegidos das radiações.
  53. 53. A diminuição da camada de ozônio está ocorrendo devido ao aumento da concentração dos gases CFC (cloro- flúor-carbono) presentes no aerossol, em fluidos de refrigeração que poluem as camadas superiores da atmosfera atingindo a estratosfera.
  54. 54. Inversão TérmicaA inversão térmica é um fenômeno natural que ocorre devido ao rápido aquecimento e resfriamento da superfície em alguns locais e é agravado, nos grandes centros urbanos, devido à presença de poluentes como o gás carbônico.
  55. 55. Em condições normais o ar presente nos 10 primeiros quilômetros da atmosfera (troposfera – a altitude varia de 20 a 8 km) costuma circular em movimentos verticais devido à diferença de temperatura existente entre o ar das camadas mais baixas e o ar das camadas mais altas.
  56. 56. Acontece que em alguns dias, com mais frequência durante o inverno quando as noites são mais longas e a umidade cai, a superfície da terra sobre alguns locais resfria muito rápido criando uma camada de ar frio abaixo da primeira camada de ar quente. O ar frio, como é menos denso tende a ficar retido pela camada de ar quente que está acima dele e a reter todos os poluentes consigo, uma vez que o ar não circula mais. Assim, temos uma inversão térmica que costumamos ver sob a forma de uma faixa cinza alaranjada no horizonte.

×