Livro dos espiritos q262 ESE cap 20

442 visualizações

Publicada em

Reuniao Publica GECD - Dubai

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
442
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro dos espiritos q262 ESE cap 20

  1. 1. Dubai, 07/09/2014 Estudo de O Livro dos Espíritos e do Evangelho Segundo o Espiritismo L.E. – Parte 2ª. Cap. VI - DA VIDA ESPÍRITA - Questão 262 ESE –Cap. XX OS TRABALHADORES DA ÚLTIMA HORA
  2. 2. Parte 2ª. - Cap. VI - DA VIDA ESPÍRITA Escolha das provas 262. Como pode o Espírito que, em sua origem, é simples, ignorante e carecido de experiência, escolher uma existência com conhecimento de causa e ser responsável por essa escolha? “Deus lhe supre a inexperiência, traçando-lhe o caminho que deve seguir, como fazeis com a criancinha. Deixa-o, porém, pouco a pouco, à medida que o seu livre-arbítrio se desenvolve, senhor de proceder à escolha e só então é que muitas vezes lhe acontece extraviar-se, tomando o mau caminho, por desatender os conselhos dos bons Espíritos. A isso é que se pode chamar a queda do homem.”
  3. 3. Parte 2ª. - Cap. VI - DA VIDA ESPÍRITA Escolha das provas Gênesis 3 - A queda do homem Nas religiões Abraâmicas, a Queda do Homem (ou simplesmente a Queda) refere-se à primeira transição humana de um estado de inocência e obediência a Deus, para um estado de culpa e desobediência a Deus. 248 – Como se verifica a queda do Espírito? 249 – A queda do Espírito somente se verifica na Terra?
  4. 4. Parte 2ª. - Cap. VI - DA VIDA ESPÍRITA Escolha das provas a) - Quando o Espírito goza do livre-arbítrio, a escolha da existência corporal dependerá sempre exclusivamente de sua vontade, ou essa existência lhe pode ser imposta, como expiação, pela vontade de Deus? “Deus sabe esperar, não apressa a expiação. Todavia, pode impor certa existência a um Espírito, quando este, pela sua inferioridade ou má-vontade, não se mostra apto a compreender o que lhe seria mais útil, e quando vê que tal existência servirá para a purificação e o progresso do Espírito, ao mesmo tempo que lhe sirva de expiação.”
  5. 5. Parte 2ª. - Cap. VI - DA VIDA ESPÍRITA Escolha das provas Todo livre-arbítrio é inspirado nas leis universais. Daí, se pode deduzir que somente Deus comanda tudo, desde a matéria primitiva na candura da sua origem, até à Sua corte celestial. A liberdade que cresce com o crescimento espiritual somente não sofre interferência quando tudo se encontra na harmonia, que corresponde às nossas necessidades. O Espírito foi feito simples e ignorante, mas, por dentro, carrega consigo, como tesouro divino, a vontade de Deus. Pelo Espírito Miramez
  6. 6. O Evangelho Segundo o Espiritismo Cap. XX OS TRABALHADORES DA ÚLTIMA HORA Dubai, 05/02/2013
  7. 7. Cap. XX OS TRABALHADORES DA ÚLTIMA HORA 1. O reino dos céus é semelhante a um pai de família que saiu de madrugada, a fim de assalariar trabalhadores para a sua vinha. - Tendo convencionado com os trabalhadores que pagaria um denário a cada um por dia, mandou-os para a vinha. - Saiu de novo à terceira hora do dia e, vendo S. MATEUS, cap. XX, vv. 1 a 16 outros que se conservavam na praça sem fazer coisa alguma, - disse-lhes: Ide também vós outros para a minha vinha e vos pagarei o que for razoável. Eles foram. - Saiu novamente à hora sexta e à hora nona do dia e fez o mesmo. - Saindo mais uma vez à hora undécima, encontrou ainda outros que estavam desocupados, aos quais disse: Por que permaneceis aí o dia inteiro sem trabalhar? - É, disseram eles, que ninguém nos assalariou. Ele então lhes disse: Ide vós também para a minha vinha.
  8. 8. Cap. XX OS TRABALHADORES DA ÚLTIMA HORA Ao cair da tarde disse o dono da vinha àquele que cuidava dos seus negócios: _Chama os trabalhadores e paga-lhes, começando pelos últimos e indo até aos primeiros. Aproximando-se então os que só à undécima hora haviam chegado, receberam um denário cada um. - Vindo a seu turno os que tinham sido encontrados em primeiro lugar, julgaram que iam receber mais; porém, receberam apenas um denário cada um. - Recebendo-o, queixaram-se ao pai de família, - dizendo: _Estes últimos trabalharam apenas uma hora e lhes dás tanto quanto a nós que suportamos o peso do dia e do calor.
  9. 9. Cap. XX OS TRABALHADORES DA ÚLTIMA HORA Mas, respondendo, disse o dono da vinha a um deles: _Meu amigo, não te causo dano algum; não convencionaste comigo receber um denário pelo teu dia? Toma o que te pertence e vai-te; apraz-me a mim dar a este último tanto quanto a ti. - Não me é então lícito fazer o que quero? Tens mau olho, porque sou bom? Assim, os últimos serão os primeiros e os primeiros serão os últimos, porque muitos são os chamados e poucos os escolhidos. (S. MATEUS, cap. XX, vv. 1 a 16. Ver também: “Parábola do festim das bodas”, cap. XVIII, nº 1.)
  10. 10. EFEOM 2014 4o. ENCONTRO DE FILOSOFIA ESPÍRITA DO ORIENTE MÉDIO
  11. 11. EFEOM 2014 4o. ENCONTRO DE FILOSOFIA ESPÍRITA DO ORIENTE MÉDIO Sábado - 13/09 - 4pm ás 7pm Local: Hotel Grand Belle Vue, Tecom Al Barsha Doenças e Curas na Visão Espírita 1a. parte - Autoamor e outras potências da alma 2a. parte - Síndrome do pânico e fobias - visão médico-espírita Inscreva-se!
  12. 12. EFEOM 2014 4o. ENCONTRO DE FILOSOFIA ESPÍRITA DO ORIENTE MÉDIO SABADO, 13 de Setembro de 4pm ás 7pm Local: Hotel Grand Belle Vue - Tecom - Al Barsha Tema: 1a parte- Autoamor e outras potências da Alma 2a parte: Síndrome do pânico e fobias - visão médico-espírita DOMINGO, 14 de Setembro ás 9:30am Local: GECL - Silicon Oasis Tema: Sexualidade, afetividade e evolução DOMINGO, 14 de Setembro 8:30pm Local: GECD - Springs Tema: Bate-papo com Leida Lúcia de Oliveira autora do Livro Cirurgias Espirituais de José Arigó. TERÇA, 16 de Setembro ás 9:30am Local: GECD - Springs Tema: "A pratica da caridade como ação terapêutica”

×