2ªCAT

886 visualizações

Publicada em

Publicada em: Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
886
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2ªCAT

  1. 1. FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE FUTEBOL CONSELHO DE ARBITRAGEM CURSO DE APERFEIÇOAMENTO, ACTUALIZAÇÃO E AVALIAÇÃO ÁRBITROS DE 2.ª CATEGORIA Futebol de 11 Tomar, 6 de Agosto de 2010 ÉPOCA 2010/2011 TESTE ESCRITO Duração – 60 minutos Não responder Sim ou Não PERGUNTAS 1. No decorrer de um jogo de futebol a barra transversal partiu-se. Como deve proceder o árbitro? 2. Já dentro do terreno de jogo, mas antes deste se iniciar, o árbitro, se houver motivo para tal: a) só poderá exibir o cartão amarelo; b) só poderá exibir o cartão vermelho; c) poderá exibir o cartão amarelo ou o vermelho; d) não poderá exibir nenhum cartão Das respostas dadas, qual a correcta? 3. Um dirigente do clube visitado agrediu com um pontapé um dos árbitros assistentes, o qual, por esse motivo, não ficou em condições de continuar em funções. Face a isso, o árbitro foi à bancada convidar uma pessoa da sua confiança, não árbitro, para exercer as funções de assistente, Note-se que no público se encontravam vários árbitros oficiais a assistir ao jogo. Considera correcto ou incorrecto o procedimento do árbitro? Justifique. 4. O capitão de uma equipa teve de abandonar o jogo devido a ter-se lesionado, sendo as suas funções ocupadas pelo sub-capitão. Passado algum tempo o citado capitão regressa ao jogo. Será obrigatório ocupar de novo o lugar de capitão, ou pode continuar o seu colega a desempenhar essa missão? 5. Como sabe o árbitro pode revogar uma sua decisão desde que o faça antes do jogo ter sido recomeçado. O que poderá levar o árbitro a essa revogação? Diga duas hipóteses possíveis. 6. Um jogador fica ligeiramente magoado devido a uma entrada mais dura de um jogador adversário. Já com o jogo interrompido, o árbitro permite a entrada da equipa médica para assistir o jogador, mas não solicita a entrada da maca. Acha que procedeu bem? Porquê?
  2. 2. 7. Um árbitro assistente assinala erradamente um fora-de-jogo, mas de imediato apercebe-se do seu próprio erro e com as mãos dá sinal ao árbitro. Entretanto o árbitro já tinha apitado assim que viu a bandeira no ar. Que procedimento deverá tomar então? 8. No final da 1.ª parte o árbitro apita para terminar quando ainda faltavam cerca de três minutos. Quando se dirigia para as cabinas, foi alertado do seu lapso pelos seus dois assistentes. Como entende o procedimento a tomar pelo árbitro? 9. “A Lei 9 restringe alguns dos poderes do árbitro”. Concorda ou não com esta afirmação? Porquê? 10. Num pontapé-livre perto da área de grande penalidade, um defensor, que se encontrava junto do guarda-redes, abandona propositadamente o campo no preciso momento em que foi executado o referido livre, fazendo com que um contrário que estava junto a si tivesse ficado em posição de fora-de-jogo. A bola foi pontapeada para esse jogador que, de cabeça, obteve golo. Que decidir? Porquê? 11. O guarda-redes acaba de fazer uma defesa e prontamente chuta a bola para a frente, a qual, devido ao forte vento que se fazia sentir, regressa na direcção da baliza. Atrapalhado, o guarda-redes, consegue socá-la defeituosamente, indo parar a um avançado que aproveita a oferta e faz golo. Que decisão deverá tomar o árbitro? 12. Que condições legais se devem verificar para levar o árbitro a conceder um pontapé- livre directo à equipa adversária do jogador que passa ou tenta passar uma rasteira a um adversário? 13. Um jogador entra em tacle sobre um adversário que conduz a bola. Devido à relva estar molhada, ao deslizar, desvia a bola pela linha lateral, atingindo ao de leve e sem perigo, os pés do adversário, mas o suficiente para este cair. O árbitro ordenou um lançamento da linha lateral. Concorda com a sua decisão? Justifique. 14. Um jogador, que conduz a bola perto do banco da equipa adversária, completamente isolado, escorrega e cai sobre a bola. Do banco vieram alguns sorrisos de troça. Então, o desastrado jogador agarra a bola com as mãos e atira-a agressivamente à cara de um dos suplentes que estava sentado no banco. O árbitro expulsou esse jogador por conduta violenta e puniu a sua equipa com um pontapé-livre directo no local da infracção. Terá o árbitro agido correctamente? Porquê? 15. Um espectador entra no terreno de jogo e agarra o jogador que perseguia a bola para ela não entrar na sua baliza, impedindo-o de o conseguir. Como deverá proceder o árbitro se a bola acabou por entrar na baliza?
  3. 3. 16. Genericamente, nos recomeços de jogo, os adversários de quem os executa têm de se colocar pelo menos a 9,15 metros da bola. Refira duas excepções a esta afirmação. 17. Um jogador atacante é rasteirado por um defensor contrário na área de grande penalidade deste, tendo ficado lesionado e solicitada assistência médica. Por tal motivo foi retirado para fora do rectângulo. Como ele recuperou de imediato, poderá esse jogador reentrar para marcar a grande penalidade, já que se trata do elemento especializado da sua equipa na transformação destes castigos? Justifique a sua resposta. 18. Um jogador executa um pontapé de grande penalidade antes do árbitro dar o sinal para a sua execução. Qual deve ser o procedimento do árbitro se: a) a bola foi para fora; b) o guarda-redes defendeu a bola; c) a bola entrou na baliza ? 19. Ao marcar-se uma grande penalidade, o guarda-redes movimenta-se antes da bola partir. A bola foi ao lado e o árbitro assinalou pontapé de baliza. Que razão encontra para justificar a decisão do árbitro, partindo do princípio que ela foi correcta? 20. Um jogador executa um pontapé de baliza e volta a tocar segunda vez a bola antes de qualquer outro lhe tocar. O árbitro poderá tomar, entre outras, uma das seguintes decisões: a) punir a equipa do jogador com um pontapé-livre indirecto; b) punir com um livre directo; c) ordenar a repetição do pontapé. Apresente a razão de cada uma destas decisões.
  4. 4. RESPOSTAS 1. O árbitro deverá providenciar no sentido da trave ser substituída ou reparada de modo a poder prosseguir o jogo no espaço de 30 minutos, devendo dar o jogo por terminado no caso de tal não ser possível. 2. A resposta correcta é a da alínea c), pois o árbitro pode exibir qualquer dos cartões a partir do momento em que entra no terreno para iniciar o jogo. 3. Considero o procedimento do árbitro incorrecto pois, uma vez que a agressão foi perpetrada por um dirigente de um dos clubes e o assistente ficou impossibilitado de prosseguir no jogo, este devia ser dado por terminado. 4. Essa missão pode continuar a ser desempenhada pelo colega, desde que o capitão não pretenda assumi-la novamente. 5. O árbitro pode revogar uma decisão sua desde que o faça: • Por verificar que foi incorrecta • Por indicação dum árbitro assistente ou do 4.º árbitro Em ambos os casos terá que o fazer sempre antes do jogo ter recomeçado ou terminado. 6. Procedeu bem, pois a entrada da maca só é necessária para transportar o jogador lesionado se ele não o puder fazer pelo seu pé. 7. Terá de recomeçar o jogo com um lançamento de bola ao solo no local em que a mesma se encontrava quando interrompeu o jogo, a não ser que se encontrasse dentro da área de baliza, caso em que o árbitro faria o lançamento sobre a linha da área de baliza, paralela à linha de baliza, no ponto mais próximo do local em que a bola se encontrava quando o jogo foi interrompido. 8. O árbitro deve chamar as equipas para jogarem o tempo em falta para terminar a 1.ª parte, fazendo em seguida o intervalo a que os jogadores têm direito. 9. Concordo porque, quando o jogo está interrompido, o árbitro não tem poderes técnicos para punir infracções. 10. O golo deve ser validado se o avançado não estiver mais perto da linha de baliza do que o guarda-redes, pois o defensor que abandonou propositadamente o campo é considerado, segundo a Lei 11, como estando sobre a linha de baliza. Se estiver mais perto da linha de baliza do que o guarda-redes, deverá ser punido por fora-de- jogo activo.
  5. 5. 11. O árbitro deve validar o golo, pois a bola nunca deixou de estar legalmente em jogo e nenhuma infracção foi cometida. 12. As condições legais necessárias para conceder esse pontapé-livre directo são que a rasteira seja cometida dentro do terreno de jogo e que a bola esteja em jogo. 13. Não. Como o jogador atingiu o adversário, embora de forma negligente (ao de leve, mas suficiente para o fazer cair), quer fosse antes ou depois de tocar na bola, a sua equipa deve ser punida com um pontapé-livre directo no local da infracção. 14. Agiu correctamente, punindo tecnicamente a primeira infracção cometida pelo jogador, ao agarrar a bola com as mãos e disciplinarmente a agressão que praticou em seguida. 15. O árbitro não deve considerar o golo, providenciar a retirada do espectador e recomeçar o jogo com um lançamento de bola ao solo sobre a linha de baliza paralela à linha de baliza, no ponto mais próximo por onde a bola entrou na baliza. 16. Nos pontapés-livres executados com a bola sobre a linha de baliza paralela à linha de baliza contra a equipa que defende, podem colocar-se sobre a linha de baliza entre os postes, a 5,50 m da bola e nos lançamentos laterais têm de estar pelo menos a 2 metros do lançador. 17. Não pode reentrar para marcar a grande penalidade, porque, segundo as Linhas Orientadoras para Árbitros, o jogador lesionado só pode regressar ao terreno de jogo depois do jogo ter recomeçado. 18. Em qualquer dos casos a grande penalidade tem de ser executada após o sinal do árbitro. 19. A decisão do árbitro terá sido correcta, certamente porque o guarda-redes se movimentou sobre a linha de baliza, sem se adiantar no terreno. 20. a) Porque o 2.º toque foi feito fora da área, sem ser com as mãos ou braços: b) Porque o 2.º toque foi feito fora da área com as mãos ou braços. c) Porque o 2.º toque foi feito dentro da área de grande penalidade.

×