O Primeiro Gato Guia do Mundo

32 visualizações

Publicada em

Conheça a história do primeiro gato guia do mundo, bem como exemplos mais recentes onde os gatos assumiram esta função geralmente executada por cães. https://www.mundodosanimais.pt/

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
32
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Primeiro Gato Guia do Mundo

  1. 1. O PRIMEIRO GATO GUIA DO MUNDO www.mundodosanimais.pt
  2. 2. TODAS AS EDIÇÕES EM: www.mundodosanimais.pt/ revista
  3. 3. ARTIGO DISP www.mundodosanimais.pt/gat
  4. 4. PONÍVEL EM: tos/primeiro-gato-guia-mundo
  5. 5. MUNDO DOS ANIMAIS O PRIMEIRO GATO GUIA DO MUNDO Texto Carlos Gandra E m 1947, uma senhora invisual chamada Carolyn Swanson, foi destacada na re- vista LIFE com um animal de estimação muito especial: um gato chamado Baby (Bebé em português) que a levava com segu- rança para todos os lugares onde ela precisava de ir. É o primeiro gato guia de que há registo no mundo. O felino ajudava a dona a sair de casa, atraves- sar estradas e fazer a sua vida normal, tarefas bastante invulgares num gato e onde os cães são claramente os maiores especialistas. De seguida, veja algumas fotografias publicadas na época pela LIFE e que mostram esta relação pouco comum, mas muito especial.
  6. 6. www.mundodosanimais.pt
  7. 7. MUNDO DOS ANIMAIS
  8. 8. www.mundodosanimais.pt
  9. 9. MUNDO DOS ANIMAIS A forma como os ga- tos vêem o mundo é bastante diferente da nossa. Os olhos dos gatos estão mais adaptados para ver na escuridão, onde são melhores do que nós, mas a visão diurna é claramente inferior – uma espécie de ver- são desfocada e algo desco- lorida daquilo que nós vemos. O alcance é também diferen- te: nós conseguimos distin- guir objetos até cerca de 180 metros à nossa frente, en- quanto que a visão do gato não supera os 60 metros. Além disso, enquanto que os cães têm uma história evoluti- va mais próxima dos seres hu- manos e foram treinados para executar tarefas específicas em nosso benefício, a história da domesticação dos gatos é bas- tante diferente, não sendo aliás animais propensos a ser treina- dos ou seguir ordens. Portanto, a resposta à pergunta terá de ser: (geralmente) não. Contudo e em situações es- porádicas, os gatos parecem desempenhar com relativo su- cesso a função de guia. Para além desta história da senhora Carolyn e o seu Bebé, têm apa- recido ocasionalmente histórias semelhantes. Robert Sollars, um consultor de seguros do Arizona, ficou cego em 2003 devido a retinopatia diabética e o seu gato, chama- do Admiral K’reme, tornou-se imediatamente seu ajudante nas tarefas do dia a dia. O gato guiava o dono pela casa, antecipando os seus movimen- tos e miando pelo caminho que Robert queria seguir. Robert chegou a contar ao HALO Pets que o gato estava inclusive atento ás suas idas ao WC du- rante a noite e não parava de miar enquanto ele não encon- trasse o caminho de regresso ao quarto. Existem também pelo menos duas histórias de gatos guias, não de humanos, mas de cães. OS GATOS PODEM SER GUIAS DE INVISUAIS?
  10. 10. www.mundodosanimais.pt Em 2008 surgiu uma história, relatada no Animal Intelligence, sobre uma gata chamada Libby que guiava a sua amiga cani- na, chamada Cashew, evitando que fosse contra obstáculos e acompanhando-a até ao prato da comida. Só se separavam quando a Cashew ia passear à rua com os donos. No Mundo dos Animais já publi- camos um caso semelhante, do cão Terfel (na foto em cima) que perdeu a visão devido a catara- tas, cuja vida mudou quando a sua dona adotou uma gatinha abandonada a que deu o nome de Pwditat. A pequena felina incentivou o amigo canino a sair de casa e começou a acompanhá-lo de perto das saídas para o jardim. “Nunca tinha visto nada assim – a maioria dos gatos e dos cães odeiam-se. Mas a Pwditat parecia saber imediatamente que o Terfel é cego. Ela usa as patas para o guiar. Estão mui- to ligados um ao outro e agora até dormem juntos.” relatou na altura a dona dos dois animais, Judy Godfrey-Brown. Descubra mais sobre gatos em: www.mundodosanimais.pt/gatos
  11. 11. Inspirar pessoas a melhor dos ani
  12. 12. a cuidar imais Produção: Carlos Gandra Conteúdos: Carlos Gandra Contacto geral geral@mundodosanimais.pt Colaboração editor@mundodosanimais.pt A Revista Mundo dos Animais é uma publicação gratuita. Sinta-se livre para a distribuir por email, twitter, blog ou qualquer outro meio, desde que nenhum dos conteúdos seja de alguma forma alterado. Todas as edições podem ser ace- didas gratuitamente em: www.mundodosanimais.pt/revista Visite-nos em: © 2016 Mundo dos Animais www.mundodosanimais.pt /mundodosanimais @mundodosanimais +MundodosanimaisPt

×