E
m homenagem ao Dias dos Pais, reunimos alguns exemplos
de amor entre funcionários da Forza e seus pupilos, como a
emocio...
Luciana Amaral trabalha desde os 15 anos
e, atualmente, cursa duas faculdades:
de Educação Física, presencial, e de
Admini...
O mercado de trabalho cada vez mais exige que os candidatos
tenham o domínio de uma segunda língua. Pensando na quali-
fica...
180
pontos
O
s portadores do cartão fidelidade Forza agora têm mais
opções de brindes de resgate imediato: nova bolsa tér-
...
Data de nascimento: 18/8
Estado civil: casado, mas não no papel.
Filhos: Ana Clara, que completa dois
anos no fim deste mês...
Arilson Lamoglia Braga, supervisor
O Genilson tem várias qualidades, mas as que se desta-
cam mais para mim são a lideranç...
O
s equipamentos de proteção individual (EPI) são destinados a
proteger a saúde e a condição física do trabalhador, evitan...
Bem-vindoàForza
Entregasrápidas
Tel: (21) 3369-8300
Endereço: Rua Elisa da Fonseca,
54 - Bento Ribeiro
www.speedtelecom.co...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fala forza edição73agosto_jul11

210 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
210
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fala forza edição73agosto_jul11

  1. 1. E m homenagem ao Dias dos Pais, reunimos alguns exemplos de amor entre funcionários da Forza e seus pupilos, como a emocionante história do frentista Sergio Luiz Ritondo André e de sua esposa Carla, que lutaram pela vida da pequena Ana Júlia. A única filha do casal, de 1 ano e meio, já foi internada sete vezes. A primeira quando tinha apenas 5 meses. A última, em abril deste ano, foi a mais crítica, quando Ana Júlia ficou no hospital por aproxima- damente 20 dias, com pneumonia.“Para os médicos o prognóstico não era dos melhores, e alguns diziam que não tinha muito o que fazer”, conta Sergio Luiz, que trabalha na unidade Penha 2. Mas com a fé e dedicação de Sergio, familiares, amigos e colegas de trabalho, Ana Júlia hoje está em casa e com saúde, pronta para comemorar o Dia dos Pais.”A minha filha é a pessoa que mais amo. Este Dia dos Pais vai ser muito bom”, diz o frentista. Para Ana Luiza, 18 anos, o pai, José Jorge Gomes Marques, ge- rente de Contabilidade da Forza, é o seu verdadeiro herói. “Ele é maravilhoso, sempre fez tudo por mim. É meu amigo e companheiro, adoro estar com ele”, conta a caçula e única menina entre os cinco filhos de José Jorge. Ela lembra com carinho um momento muito especial durante sua festa de 15 anos. “Ele fez uma declaração de amor enorme para mim. Foi uma homenagem muita linda que eu nunca mais vou esquecer”. Se depender do pequenoAndré, 4 anos, o frentistaAlexandre Lopez, da unidade Ayrton Senna, “é o pai mais legal de todos”! Junto com os irmãos Mateus, 2 anos, e Eduardo, 10 meses, ele se diverte com o pai. “Ele brinca sempre com a gente. Eu adoro jogar videogame com ele e ir à praia”. Videogame também é um dos passatempos preferidos de Hugo, 6 anos, filho de Ricardo Fernandes da Silva, encarregado da unidade Caxias. “Sempre que ele joga no computador comigo e perde é legal! Geralmente é jogo de corrida”, diz Hugo. Para ele, o pai é “bagun- ceiro, divertido e engraçado”. Já Marcelo Medeiros, supervisor administrativo da MCALUB, é descrito pelo filho Gabriel, 5 anos, como sendo um “pai radical e maneiro, que gosta de coisas de menino”. Ele conta que adora assistir a desenhos, brincar de judô, pular corda, pegar onda, viajar e ir ao cinema com o pai. › CONTEÚDO 02 Postos têm especialistas em lubrificantes 06 Gente de Qualidade: Genilson Felipe da Silva 04 Novos brindes no Programa Fidelidade Laços de ternura Hugo com o pai Ricardo Fernandes; Ana Júlia e Sergio Luiz; Gabriel e Marcelo Medeiros; Alexandre Lopez com os três filhos; e Ana Luiza e José Jorge Histórias entre pais e filhos ANO 9 • Agosto de 2011 • Nº 73 • www.forza.com.br
  2. 2. Luciana Amaral trabalha desde os 15 anos e, atualmente, cursa duas faculdades: de Educação Física, presencial, e de Administração, à distância. A maior parte de sua experiência profissional está ligada à área de vendas. Já foi vendedora de loja de roupas, operadora de telemarketing do jornal O Globo, consultora externa da Nextel e da Tim e agora é a nova assistente de vendas da MCALUB. “Na MCALUB trabalho na área chamada churn. Uma das minhas funções é ligar para os clientes que estão há alguns meses sem comprar os lubrificantes da Shell para saber o motivo e fazer com que voltem a comprar com a gente. Também prospecto novos clientes”, explica Luciana. O carioca Diego Christian dos Santos Carvalho, 20 anos, passa a integrar o grupo de frentistas da unidade Itaguaí 2. Ele também é o mais novo pai da rede de postos Forza. Soube do nascimento de sua primeira filha, Vitória, enquanto fazia o treinamento de frentistas no mês passado. Antes de ingressar na Forza, ele era auxiliar de operações do site Compra- Facil.com, onde trabalhou por um ano e quatro meses. “Troquei de emprego por influência de um amigo que trabalha na Forza. Vou me dedicar para ser promovido. Espero poder atingir um alto índice de vendas dentro das metas da empresa”, diz Diego. Bem-vindo à Forza A empresa continua crescendo e mais contratações estão sendo feitas Frentistas são capacitados na área de lubrificantes D iego Alcântara de Oliveira e outros frentistas da rede Forza receberam trei- namento fornecido pela Shell específico para quem realiza a troca de óleo nos postos. “Esse foi o melhor de todos os treinamentos sobre lubrificantes porque abrangeu não só os produtos Shell e o tipo de óleo mais adequado para cada veículo, como também diferentes ti- pos de filtros. Foi abordada ainda a importância de atender bem ao cliente para que ele volte a comprar no posto”, conta Diego, que trabalha na unidade no Maracanã. Trocador de óleo Diego Alcântara de Oliveira se especializou em troca de óleo Agosto de 20112
  3. 3. O mercado de trabalho cada vez mais exige que os candidatos tenham o domínio de uma segunda língua. Pensando na quali- ficação de seus colaboradores e de seus dependentes diretos, a Forza fechou parceria com a escola de idiomas CNA, que oferece 15% de desconto nos cursos de inglês e espanhol. Quem estiver interessado em aprender ou aprimorar uma nova língua, já pode procurar qualquer unidade de ensino CNA com documentação que comprove o vínculo com o Grupo Forza. Aproveite esta oportunidade! Para mais in- formações, acesse: www.cna.com.br. Em julho, a unidade do Rio Comprido foi a que apresentou melhor desempenho quanto aos procedimentos de rotina relativos ao Departamento Pessoal e por isso foi eleita o posto meritocrata do mês. Parabéns à coordenadora Ra- quel Regly da Silva e à equipe do Rio Comprido! A rede Forza abre pro- cesso seletivo para preencher 35 vagas para frentista.Aempre- sa oferece treinamen- to, assistência médica e cesta básica.Acarga horária de trabalho é de 44 horas semanais. Para concorrer à vaga, é preciso ter ensino médio comple- to, mais de 18 anos, gostar de trabalhar com o público e pre- ferencialmente sem experiência no ramo. Os interessados po- dem deixar o currículo no posto Forza mais próximo. Os endere- ços estão no site: www. forza.com.br. No dia 28 de junho, foi realizado mais um Couvert Artístico, no Rio Scenarium, na Lapa. A convidada desta edição do programa foi Zélia Duncan, que interpretou seus grandes sucessos, em versões exclusivas. Na plateia, estavam presentes funcionários da rede Forza e seus convidados, entre eles os frentistas Ulisses Ferreira e Jeferson dos Santos, Helane Nascimento, assistente do Departamento Pessoal, e Marlene Moura, analista de Treinamento. O Couvert Artístico é um programa da rádio JB FM, que conta com o apoio da rede Forza. Funcionários Forza têm desconto em curso de idiomas Rede Forza abre vagas para frentista Rio Comprido é posto meritocrata Couvert Artístico com Zélia Duncan MURAL Raquel Regly da Silva, coordenadora do posto meritocrata de julho Marlene Moura (em pé), o frentista Jeferson dos Santos e a namorada, e Helane Nascimento com sua cunhada no show de Zélia Duncan 3Agosto de 2011
  4. 4. 180 pontos O s portadores do cartão fidelidade Forza agora têm mais opções de brindes de resgate imediato: nova bolsa tér- mica, bolsa para academia e kit esportivo, composto por uma prática nécessaire e uma sacola. Também tem novidades na linha de lanches do Bob’s, como o Doublecheese Burger, Big Cascão e Franlitos (6 unidades). Abasteça e acumule pontos como o policial militar Aurenivel Antônio de Oliveira, que já resgatou lanches do Bob’s, toalha de praia e, recentemente, presenteou a esposa com uma cafeteira. “Foi presente de aniversário. Ela ficou toda contente”, conta o cliente Forza, que planeja acumular mais pontos para trocá-los por uma bola de vôlei para a neta. “O Programa Fidelidade é um marketing muito bem feito porque a gente vicia e só quer abastecer na Forza. Além disso, o com- bustível oferecido pela Forza é bom e eu tenho uma moto Harley Davidson, que não pode ser abastecida com qualquer gasolina, senão dá problema no motor”, acrescenta o PM. O cartão fidelidade é gratuito. Faça já o seu num posto Forza. Informe-se com o frentista ou consulte o regulamento em www. forza.com.br/hotsite. 180 pontos forza.com.br/hotsite. pontos 310 pontos 380 pontos 310 pontos 310 pontos pontospontos Programa Fidelidade Forza tem novos brindes O cliente Aurenivel Antônio de Oliveira ganhou uma cafeteira no Programa Fidelidade Bolsa térmica (730 pontos), bolsa para acade- mia (600 pontos) kit esportivo (645 pontos) Agosto de 20114
  5. 5. Data de nascimento: 18/8 Estado civil: casado, mas não no papel. Filhos: Ana Clara, que completa dois anos no fim deste mês. Trajetória na Forza: iniciei como frentista, em 2009, no posto de Bel- ford Roxo. O que fazia antes de entrar na For- za: eu servia ao Exército. Um presente que gostaria de ga- nhar: um carro. Data de nascimento: 17/8 Estado civil: casado Filhos: Alice, 2 anos. Trajetória na Forza: estou na em- presa há 6 meses, sou frentista do posto Bicão. O que fazia antes de entrar na Forza: fui auxiliar administrativo em uma empresa de gasoduto. Um presente que gostaria de ganhar: uma casa. Sergio Martins Welington Lopes de Oliveira Alesson Wagner dos Santos Aniversariantes do Mês Data de nascimento: 29/8 Estado civil: solteiro Filhos: não tenho. Trajetória na Forza: fiz o treina- mento de frentista no posto Penha em 2006 e depois fui para Ramos, onde estou até hoje. O que fazia antes de entrar na Forza: este é o meu primeiro emprego. Um presente que gostaria de ganhar: um carro. Profissões do mês: advogado e psicólogo estou na em- presa há 6 meses, sou frentista do O que fazia antes de entrar na fui auxiliar administrativo em Um presente que gostaria de Alesson Wagner dos Santos fiz o treina- mento de frentista no posto Penha em 2006 e depois fui para Ramos, O que fazia antes de entrar na este é o meu primeiro Data de nascimento: Estado civil: Filhos: anos no fim deste mês. Trajetória na Forza: frentista, em 2009, no posto de Bel- ford Roxo. O que fazia antes de entrar na For- za: Welington Lopes de OliveiraWelington Lopes de Oliveira E m agosto, há muitas datas comemorativas, entre elas o Dia doAdvoga- do (11) e o Dia do Psicólogo (27). Na Forza, contamos com a presença desses dois profissionais. FormadaemDireito,PriscilaSilveiradeSouzatrabalhanosetorJurídico,cuidando de processos trabalhistas e outras questões jurídicas demandadas pelo Grupo Forza. Para ela, um advogado precisa, sobretudo, ter determinação e ética. “O advogado é um profissional que atua resolvendo os litígios. Ele tem a técnica para defender os direitos de uma pessoa ou instituição”, explica Priscila, que já trabalhou na prefeitura de Petrópolis e em escritórios de advocacia especializados em Direito de Família e Trabalhista. Já o psicólogo é aquele que estuda os fenômenos da mente e do comporta- mento humano com o objetivo de orientar os indivíduos a enfrentarem suas dificuldades emocionais e ajudá-los a encontrarem o equilíbrio. Lilian Silva Ferreira Lyra é formada em Psicologia e atualmente é assistente do DepartamentoPessoaldaForza.Duranteafaculdadefezestágiosdeatendimento clínico e em comunidades carentes, também atuou na área de recrutamento e seleção. “O psicólogo não pode se envolver com a situação apresentada pelo pa- ciente,precisarespeitaromomentodooutro,saberouvireserreceptivo”,dizLilian. Priscila Silveira de Souza é advogada e trabalha no setor Jurídico da Forza Lilian Silva Ferreira Lyra é formada em psicologia e está na Forza desde 2009 5Agosto de 2011
  6. 6. Arilson Lamoglia Braga, supervisor O Genilson tem várias qualidades, mas as que se desta- cam mais para mim são a liderança e determinação. Ele consegue se comunicar bem com a equipe e suas atitudes contagiam todos. Mete a mão na massa quando precisa, não é o tipo que fica só dando ordens. Flávio Pereira de Moraes, coordenador Estou trabalhando há pouco tempo com ele, mas já deu para perceber que é comprometido com o trabalho, cumpre as tarefas da melhor forma possível. Ele desempenha bem a parte administrativa assim como o trabalho na pista, é ágil e cordial, e sabe instruir bem a equipe. Arilson Lamoglia Braga, supervisorArilson Lamoglia Braga, supervisor não é o tipo que fica só dando ordens. Estou trabalhando há pouco tempo com ele, mas já deu para perceber que é comprometido com o trabalho, cumpre as tarefas da melhor forma possível. Ele Roger Gomes Lopes , encarregado O Genilson sempre compartilhava com a equipe do posto Bicão tudo o que ele aprendia. Nos explicava todas as operações que tínha- mos que fazer. Ele tinha um ótimo relacionamento com a equipe e tratava todos da mesma forma. E sempre que havia algum problema dentro da equipe, ele parava tudo para conversar e tentar resolver. Só tenho motivos para elogiá-lo.Aprendi muito enquan- to trabalhei com ele. GentedeQualidade G enilson Felipe da Silva, 28 anos, é exemplo de persistência e de- terminação. Ficou quase seis anos como frentista até receber a primeira promoção dentro da Forza. Em poucos meses foi promovido novamente, desta vez a assistente de coordenador do posto de Belford Roxo. “Quando a gente coloca uma meta na nossa vida e corre atrás, a gente consegue”, diz ele . Qual é o caminho para ser tornar um assistente de coordenador? Tem que pensar alto e acompanhar o crescimento da empresa. Coloquei uma meta para mim depois que estava há seis anos como frentista. Tive chances de ser promovido neste tempo, mas precisava voltar a estudar. Decidi então correr atrás dos meus objetivos. Quais são os seus desafios neste novo cargo? Cumprir as metas e surpreender a empresa, não quero ser apenas mais um assistente de coordenador. O que você acha que o fez se destacar dos demais e ser promovido? Sempre gostei de aprender coisas novas e quando surgia qualquer situação no posto para ser resolvida, eu tomava atitude. Como coordena a equipe? Eu a incentivo bastante. Mostro para eles que mesmo eu sendo assistente também trabalho na pista, conto a eles um pouco da minha história e quero que sigam o meu exemplo. O que a Forza lhe proporcionou nestes anos? Aminha vida tanto do lado pessoal quanto do profissional mudou muito. Antes era tímido, depois que comecei a trabalhar com o público melhorei a minha comunicação, fiquei mais extrovertido e aprendi a arte de vender. Como você analisa os treinamento for- necidos pela empresa? Os treinamentos oferecidos pela Forza servem também para trabalhar em outras empresas, nos preparam para o mercado de trabalho. Quais dicas você dá para quem está co- meçando na Forza? Siga corretamente todos os procedimen- tos da empresa, cuide da aparência, seja honesto, tenha atitude para resolver os problemas e força de vontade para traba- lhar e crescer. Quais são seus planos para o futuro? Pretendo ingressar na faculdade. O que você mais gosta de fazer quando não está trabalhando? Andar de skate. Genilson Felipe da Silva, as- sistente de coordenador da unidade de Belford Roxo Agosto de 20116
  7. 7. O s equipamentos de proteção individual (EPI) são destinados a proteger a saúde e a condição física do trabalhador, evitando riscos de acidentes no trabalho ou de doenças. O trabalhador que não usa, por exemplo, o protetor de ouvido ao ser exposto a ruído acima do nível tolerado pela norma regulamentadora 15 (NR-15), pode perder a audição no futuro. Todos devem ter a consciência da importância de ser usar o EPI. E cabem aos supervisores, coordenadores e assistentes fiscalizarem suas equipes de modo a garantir que o equipamento esteja sendo utilizado. Arede Forza disponibiliza os equipamentos de proteção necessários para quem trabalha em postos de combustíveis e o uso deles é obrigatório ao se executar os seguintes tipos de serviços: Em altura Cinto de segurança, capacete e cadeirinha de segurança. Manutenção de compressores de GNV Abafador de som e luva protetora. Manutenção de bombas Luvas para evitar contaminação com derivados de petróleo e óculos de segurança. Manutenção elétrica Luva isolante e óculos de proteção. Lavagem de veículos Para evitar contato com a água e produtos químicos, use bota impermeável até a altura do tornozelo, óculos de segurança e avental impermeável. Recebimento de combustíveis O profissional do posto responsável pelo recebimento deve estar usando faixa re- flexiva no tronco do corpo; óculos de segurança; capacete para subir no caminhão e luva adequada para manusear combustíveis líquidos, no momento da descarga. É responsabilidade do caminhão de entrega obrigatoriamente durante o rece- bimento o seguinte procedimento: usar cones para isolar o local de descarga e colocar placas de sinalização de riscos e extintor de incêndio do caminhão em local visível e próximo. Troca de óleo Para evitar contato com o produto e acidentes, deve-se usar luvas para manuseio de óleo e derivados de lubrificantes, e óculos de segurança. Lavagem de banheiros Na escala de trabalho sempre um frentista por turno é o responsável pela lim- peza dos banheiros. Durante essa operação é obrigatório o uso de luvas ao manusear produtos de limpeza. Sala do compressor A entrada na sala do compressor é restrita a pessoas autorizadas pela gerência operacional. Só é permitido entrar neste local usando abafador de som. Quan- do for manipular o compressor, deve-se também usar a luva para contato com derivados de petróleo. Já os funcionários que prestam serviço para a Forza devem usar: E m 1986, o governo brasileiro apro- vou a Lei Federal número 7488, que estabeleceu 29 de agosto como o Dia Nacional de Combate ao Fumo. Nesta data, entidades governa- mentais e civis intensificam ações para propagar os males que o fumo faz. O tabagismo causa cerca de 50 doenças diferentes, principalmente as cardiovascu- lares, como hipertensão, infarto, angina, e derrame. É responsável também por provocar câncer de pulmão, boca, laringe, esôfago, estômago, pâncreas, rim e bexi- ga, e pelas doenças respiratórias, como bronquite crônica e enfisema pulmonar. O tabaco também causa impotência sexual. Parar de fumar não é fácil, mas é neces- sário para levar uma vida saudável. Em todos os estados do país existem hospitais e institutos que oferecem tratamentos a preços populares ou gratuitos. No site do Instituto Nacional do Câncer (www.inca.gov.br/tabagismo), há uma car- tilha chamada Você está querendo parar de fumar? que esclarece muitas dúvidas. Nele também há outras informações para quem quer abandonar o vício. Se preferir orientações por telefone, ligue para o Dis- que Saúde – 0800611997. Diga não ao fumo Use os equipamentos de proteção individual Eles garantem a sua segurança durante o trabalho 7Agosto de 2011
  8. 8. Bem-vindoàForza Entregasrápidas Tel: (21) 3369-8300 Endereço: Rua Elisa da Fonseca, 54 - Bento Ribeiro www.speedtelecom.com.br O Fala Forza é uma produção da Gerência de Comunicação e Marketing da rede de Postos Forza e MPF Comunicação - Midiática: Palavra & Foco ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA Avenida Ayrton Senna 5.600 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22775-005 - Tel.: (21) 2421-8800 - e-mail: marcela@forza.com.br DIAGRAMAÇÃO Client By - clientby.com.br | FOTOS Marcella Bordallo e equipe | IMPRESSÃO Gráfica Jornal da Cidade - (24) 2249-8000 / 2249-3867 A Speed Telecom abastece sua frota de carros na rede de postos Forza, principalmente nas unidades da Vila Valqueire, que fica próxima à sede da empresa, e Penha, considerada um ponto estratégico de deslocamento até os seus clientes. “Os serviços e produtos da Forza são de ótima qualidade e o atendimento pelos funcionários sempre prestativo”, elogia Jonas Elias Eugê- nio, supervisor técnico da Speed Telecom. Fundada em 1998, a Speed Telecom oferece serviços de manutenção, instalação, venda e lo- caçãodePABX(Siemens,IntelbrasePanasonic), gravador, CFTV, e nobreaks.Aempresa também élaboratórioautorizadodeheadsetZox,nobreaks MCM e NHS, e assistência técnica da Intelbras. Comunicação é alma do negócio Speed Telecom oferece soluções de telefonia fixa e móvel Erramos Especialista em pães e doces Wagner Souza largou a profissão de padeiro e confeiteiro para ser frentista A té pouco tempo atrás, o frentista Wagner Souza era um padeiro de mão cheia. Ele trocou de profissão em busca de estabilidade e viu na Forza uma oportunidade de crescer e fazer carreira dentro da empresa. Wagner, que agora é frentista do posto do Bicão, também já foi confeiteiro e cozinheiro por mais de uma década em alguns dos hotéis mais famosos do Rio de Janeiro, como Copacabana Palace. “Eu gosto muito de cozinhar, agora isso passou a ser um hobby. Adoro fazer tortas e doces. Faço tortas para confraternizações familiares e de amigos”, conta Wagner. Diferente do que foi publicado na matéria En- tregas rápidas (página 7), o telefone correto da empresa GMC Courrier é (21) 2561-3578. Na matéria Bem-vindo à Forza, edição de julho (página 2), foi publicada a foto do frentista Alex Nascimento do Amaral em vez da do frentista Ailson da Silveira Junior. A foto correta é esta ao lado. Agosto de 20118

×