www.grupocorreiodosul.com.br
ANO XXv EDIÇÃO Nº 4.796
segunda-feira, 16 de novembro de 2015
R$ 2,00
Grupo
24º 19º
Sol com m...
Política
Jarbas Vieira
Correio do Sul
Segunda-feira,
16 de novembro de 2015
jarbas@grupocorreiodosul.com.br
(48) 9966.5326...
tem mais coisas pra ela
aprender”, revela a mãe.
Rosilene diz que com
o computador a filha está
tendo mais autonomia e
que...
e retornou à Matriz cerca
de uma hora e meia de-
pois. “Queríamos que as
autoridades participas-
sem para conhecerem este
...
do o reperfilamento. “Já
fizemos a base do asfalto,
agora estamos tapando os
buracos para em seguida
colocar a camada de a...
Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente
Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador J...
Geral 7Correio do Sul
Segunda-feira,
16 de novembro de 2015
³Nas oficinas de teatro e desenho adolescentes aprenderam a so...
Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão
Novelas
Além do Tempo -18h
Totalmente Demais -19h
A Regra do Jogo -21h
E
liz...
Geral 9Correio do Sul
Segunda-feira,
16 de novembro de 2015
> Maracajá
Um grupo de agricul-
tores de Maracajá partici-
pou...
10 Correio do Sul
Segunda-feira,
16 de novembro de 2015 Publicidade
Polícia 11Correio do Sul
Segunda-feira,
16 de novembro de 2015
Passeio da dupla em automóveis novos depois de arrombar uma...
12 Correio do Sul
Segunda-feira,
16 de novembro de 2015 Publicidade
> Sombrio
Uma perseguição
que parecia cena de fil-
me de Hollywood fez
com que moradores dos
prédio do centro de Som-
brio...
Geral14 Correio do Sul
Segunda-feira,
16 de novembro de 2015
Ideia por
Daniel K. Guolo e Julian Clezar
Interativa
ideias@i...
Entrevista 15Correio do Sul
Segunda-feira,
16 de novembro de 2015
[PeloEstado] - Qual o pa-
pel que o senhor atribui ao
TC...
Publicações Legais16 Correio do Sul
Segunda-feira,
16 de novembro de 2015
ESTADO DE SANTA CATARINA
SAMAE AGUA DOS CANYONS
...
Publicidade 17Correio do Sul
Segunda-feira,
16 de novembro de 2015
participação de corredores
de todas as idades. O even-
to foi um sucesso, melhor
que o de um ano atrás e
com certeza daqui...
se mantiveram com o 2º
lugar nas chaves A e B.
O primeiro jogo entre
Rua Nova e São José ter-
minou com o placar de 5
a 1,...
segunda-feira, 16 de novembro de 2015
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal digital 4796_seg_16112015

298 visualizações

Publicada em

Correio do Sul

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
298
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal digital 4796_seg_16112015

  1. 1. www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXv EDIÇÃO Nº 4.796 segunda-feira, 16 de novembro de 2015 R$ 2,00 Grupo 24º 19º Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Polícia Finaldesemana temperseguiçãoe prisãoportráfico Polícia 11 e 13Página 4 e 11 4Página Araranguá Ciclistas pedalam pedindo mais ciclovias 17Página Geral Página Eles se dizem indignados com ladrões soltos nas ruas 3Página Geral Abatalhadas criançascombaixavisão 3Páginas Inocência
  2. 2. Política Jarbas Vieira Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 jarbas@grupocorreiodosul.com.br (48) 9966.5326 CHARGEPor:CAZO “A coisa já encrespou, a atividade econômica do país está menor do que há 12 meses, a União quebrou, e tenho dito, desde há muito tempo, que há duas notícias: a ruim é a de que todo o modelo está errado e os estados vão quebrar, e a boa é que Santa Catarina será o último a quebrar”. Ele disse: ‘ ‘Secretário da Fazenda, Antonio Gavazzoni (PSD). GodinhoeSartoridiscutemMolheseBanrisul P refeito de Passo de Torres, Juarez Godi- nho (PSD), mostrou desenvoltura política para con- seguir uma agenda com o go- vernador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori (PMDB), para tratar de assuntos de interesse do Município. O vice-prefeito Paulo Cordeiro (PDT), o Procu- rador Geral do Município Mar- celo Tristão e o empresário Alex Bauer, também acompanharam a audiência, que tratou da am- pliação dos molhes da barra do rio Mampituba e da instalação de uma agência do Banco Ban- risul em Passo de Torres. Sartori se mostrou solícito aos pleitos. Ele conhece Passo de Torres que tradicionalmente recebe muitos Prefeito em exercício de Santa Rosa do Sul, Nelmo Eme- rim (PP), recebeu na manhã de sexta-feira o deputado estadual José Milton Scheffer (PP). Também participaram do en- contro o presidente municipal do PP, Alex Bristot, o vereador Almides Roberg (PSD) além de secretários municipais e empre- sários do município. Durante o encontro o parlamentar se comprometeu em encaminhar uma emenda no valor de R$ 200 mil para o início da pavi- mentação da Rua Manuel Por- fírio de Melo, que dará acesso a nova escola da Vila Albina. Também parabenizou o traba- lho que o prefeito em exercício realizou nesses quinzes dias, (48) 3522-3777 ZéMiltonviabilizaráR$200milparaSantaRosaSeminário político Deputado federal Ronaldo Benedet (PMDB) promoverá um seminário de atualização eleitoral e organização partidária, no dia 21, no Centro de Eventos de Cocal do Sul. O objetivo apresentar aos pré-candidatos a prefeitos, vice-prefeitos e vereadores do PMDB as mudanças no processo político partidário pós reforma eleitoral e as necessárias adequações para as campanhas eleitorais de 2016, decorrentes de um novo momento político. “Estamos vivendo um novo momento político e os candidatos precisam entender o que a sociedade precisa. Eles devem se preparar para representar seus eleitores, além de entender as novas regras eleitorais, por isso de- cidimos realizar este seminário com os candidatos do PMDB”, enfa- tizou Benedet. Estarão presentes aproximadamente representantes de 40 municípios do Sul do Estado, com seus candidatos a prefeito e vice, candidatos a vereador e coordenadores de campanha, que aprenderão uma nova política e uma nova postura. veranistas da serra gaúcha, onde fez carreira política, sendo prefeito de Caxias do Sul. Quan- to ao Molhes, colocou o Gover- no do Estado como parceiro, porém lembrou que os recursos para sua conclusão precisam ser viabilizados junto ao Governo Federal. Já sobre o Banrisul, fez contato com o presidente do banco, Luis Gonzaga Veras Mota, solicitando que recebesse a comitiva catarinense, o que aconteceu na sequência. A au- diência terminou com Godinho convidando o governador para o Costelaço, tradicional even- to realizado anualmente pela SAAB, com apoio da prefeitura, em BellaTorres. Sartori disse que possivelmente participaria novamente do evento, assim como ocorreu nesta temporada. Godinho pretende trazer tam- bém o governador catarinense, Raimundo Colombo (PSD), para a comemoração. Na sede do Banrisul, o presidente e os diretores do banco se mostraram receptivos a ideia, incluindo Passo no programa de expansão do Banrisul. A tendência é que o município receba um posto de atendimento. “Com o aval do governador e o empenho do prefeito o pleito será viabilizado num prazo menor”, pontuou Gonzaga. Já o prefeito come- morou o aceno positivo. “As perspectivas são animadoras, uma vez que, Passo de Torres, apresenta um bom índice de de- senvolvimento, inclusive nesse momento de crise, o que nos dá certa confiança que vamos con- seguir esse pleito”, completou. especialmente pela assinatura da ordem de serviço para o reinício da pavimentação da estrada que liga Santa Rosa do Sul ao IFC. “É bom chegar em Santa Rosa e ver que a coliga- ção está trabalhando unida. Mesmo com as dificuldades que o Brasil enfrenta, essa administração nos últimos três anos tem trabalhado incansa- velmente por melhorias que já são visível em toda a cidade”, comentou, aproveitando para presentear Nelmo com uma placa que exalta o município de Santa Rosa do Sul como capital catarinense do Polvilho, um pedido do PP ao parlamentar. Prestes a devolver o cargo ao prefeito Nelson Cardoso (PSD), que retoma hoje o comando da Administração Municipal, Nel- mo avaliou seus 15 dias como prefeito: “Assinei mais de R$ 2 milhões em obras e também tive a oportunidade de receber todos que aqui me procuraram na prefeitura. Tenho certeza que o trabalho vai continuar e Santa Rosa do Sul vai crescer cada dia mais”, finalizou.
  3. 3. tem mais coisas pra ela aprender”, revela a mãe. Rosilene diz que com o computador a filha está tendo mais autonomia e que a máquina a ajuda filha com o desenvolvi- mento escolar. “O compu- tador veio adaptado e ela consegue fazer as coisas dela”, informa. A família tem bastan- te gastos com transportes e não tinha condições de adquirir o computador. “Eu levo muito ela em médicos em Florianópo- lis, de dois em dois meses tenho que estar levando, é oftalmologista, pediatra, é muito gasto pra gente, eu ando muito com ela para levar para a escola, para a fundação”, explica Rosilene. O empenho vale a pena, Maria Eduarda afirmou que sonha em ser professora quando crescer e ajudar outras crianças. nos fins de semana anda de bicicleta com o pai, que écaminhoneiro.Amãe,Ro- silene Mota de Oliveira, de 30 anos, é dona de casa, e conta que na escola os pro- fessores têm a máquina de braile e que a filha é uma excelente aluna e realiza todas as tarefas propostas em sala de aula. Para as tarefas de casa, Rosilene precisava pedir a máqui- na emprestada a escola. Foi quando resolveu pedir ajuda ao vereador Cabo Loro, que se prontificou em conseguir um compu- tadoradaptadoparaMaria Eduarda. Conforme Rosilene, o vereador conseguiu o equi- pamento através do depu- tado José Ney Ascari. “Eu pedi a máquina de braile, maselesacharammelhoro computador, porque a má- quina ela só escreve e sai a folha. O computador não, > ArArAnguá MariaEduarda,de 7 anos, estuda no período da tarde no segundo ano do ensino fundamental da Escola de Estadual Mota Pires, em Sanga da Toca. Ela tem baixa visão, enxerga apenasvultos.Naparteda manhã frequenta o Saede, um serviço de apoio espe- cializadoparacriançascom necessidadesespeciais,que funcionanamesmaescola. Uma vez por semana, vai para Criciúma, em uma fundação, onde tem aulas de computação, braile, au- tonomia, reforço escolar, aprende a escrever o nome com tinta, entre outras coisas. O passatempo preferi- dodameninaébrincarcom cadernos, adora estudar e Geral 3Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 Gislaine Fontoura Aline Bauer Tecnologia vira aliada de menina Baixa Visão Maria Eduarda ganhou computador adaptado para deficientes visuais, onde além de trabalhos da escola, adora ouvir músicas ³Maria Eduarda descobruiu um novo mundo depois que ganhou computador ³Renata com Felipe, que perde a visão rapidamente e mal consegue ler > Sombrio A espera é a maior preocupação de uma fa- mília moradora do bairro Boa Esperança em Som- brio. Depois de descobrir que o filho é portador de uma doença que de- genera a visão, Renata ScusselMarianicomeçou uma árdua luta para tor- nar a vida dele melhor. O problema de Felipe é de difícil diagnóstico, visto que há muitas doenças parecidas,eporisso,tudo o mais demora a aconte- cer.Aúltimaconsulta,em São Paulo, com a única oftalmologista geneti- cista do Brasil, apontou para uma distrofia na retina.Amãe conta que o menino tinha o costume de assistir tevê muito perto do aparelho e que caía com frequência. Se- gundo os médicos, ele nun- ca enxergou normalmente por um problema genético. Hoje, aos nove anos, Fe- lipe não tem mais a visão central, e dispõe de apenas 30% de visão periférica,nas laterais. “Na escola, en- quanto ele não precisou copiar do quadro, foi bem, mas quando foi necessário, ele não conseguiu mais”, conta a mãe. Para manter o menino na escola, Rena- ta procurou a Fundação Catarinense de Educação Especial, que receberia um laudo de um oftalmologista e disponibilizaria material especial para as aulas, aliado a uma professora exclusiva que ele já pos- sui. Mas a demora em um retorno da fundação está tornando os próximos pas- sos de Felipe, impossíveis. Um novo exame, detalhado e complexo, feito fora do país, foi realizado e deve ter o resultado divulgado à fa- Menino está perdendo a visão mília em janeiro de 2016. O problema é que Felipe está perdendo a visão ra- pidamente- restam ape- nas 5%- e pode não estar enxergando mais quando o exame ficar pronto. Al- guns experimentos estão em andamento e podem ser uma ajuda para o seu problema, que não pode ser revertido, mas são apenas experiências longe de se tornar uma solução efetiva. Aguardando pela resposta da fundação, Renata se sente indigna- da. “Falta consideração com as pessoas para ficar esperando sem fa- zer nada. Só precisando para saber o que é ter leis e não serem cumpri- das”, reclama. Contudo, o garoto, que brinca e sorri o tempo todo, não se entristece. “Ele é fe- liz e tem muita fé”, diz Renata.
  4. 4. e retornou à Matriz cerca de uma hora e meia de- pois. “Queríamos que as autoridades participas- sem para conhecerem este trajeto e verem o quanto está perigoso. Colocaram tachão na rodovia, está difícil para o carro desviar e para o ciclista pedalar”, afirmou Gisele. A empresária falou do medo que tem de sair com o filho para andar de bicicleta. “A ideia surgiu porque queremos sair com crianças, ir pro Morro. Não é possível porque a gente tem medo, ficamos tensos, não sabemos o que vai acontecer. Cidades como Torres, Jacinto Ma- chado e Turvo têm ciclo- vias e Araranguá, com 73 mil habitantes, não tem”, alegou Gisele. Membros dos grupos de pedal Papaléguas, Bola Especial4 Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 Falta segurança ³Grupo quer chamar a atenção para a falta de segurança nas ruas e estradas Ciclistas protestam por ciclovia Gislaine Fontoura Movimento pretendia reunir autoridades locais e regionais, que não compareceram. Prefeito garante obra até o Morro em 2016 Conventos e convidaram ciclistas a aderir a causa, assim como autoridades municipais e regionais. Uma das organizado- ras do encontro, a empre- sária Gisele Hespanhol, contou que enviou ofício aos deputados da região, JoséMiltonScheffer,Jorge Boeira e Manoel Mota, foi até a prefeitura e a Câma- ra de Vereadores fazer o convite. O passeio iniciou em frente à Igreja Nossa Senhora Mãe dos Ho- mens, no Centro, foi até o posto de combustíveis do Morro dos Conventos > ArArAnguá Na manhã de sába- do, aproximadamente 45 ciclistas de Araran- guá participaram de um passeio para mostrar as autoridades municipais e regionais as dificuldades enfrentadas por quem gosta de pedalar na Cida- de das Avenidas. Os organizadores do movimento criaram uma página na rede social Fa- cebook chamada Ciclovia Já–Araranguá/Morrodos de Fogo, Koalas, Magre- las e Araras Bike, além de famílias inteiras, com crianças, pedalaram até o Morro dos Conventos. Nenhuma das autorida- des convidadas compa- receu, segundo os organi- zadores, o vereador Kila Ghellere, que também faz parte de um grupo de pedal, foi o único a justificar sua ausência. O policial militar Lu- ciano Pirola participa de dois grupos de ciclistas, o Bola de Fogo e o Koala. Na sua opinião, a pre- sença de quase 50 par- ticipantes no passeio da manhã de sábado mostra o anseio da população por uma melhor qualidade de vida e uma melhor mobilidade urbana. Para Pirola a maior dificuldade encontrada pelos ciclistas em Araranguá é a se- gurança. “Muitas vezes nós nos sentimos mais seguros na marginal da BR, indo até Sombrio, por exemplo, do que dentro da cidade”. A contadora Gabriele Gil Gomes anda de bici- cleta há quase um ano e comemora a existência dos grupos que se organi- zam para pedalar. “Hoje nós temos uma falta de conscientização dos mo- toristas e não temos ciclo- vias.Aciclovia da avenida XV de Novembro é usada para caminhar, quem vai pedalar lá não consegue. Para ir para o Morro ou Arroio é muito perigoso, porque não tem acosta- mento ou na estrada tem aquelestachões,quetorna muito perigoso o pedal”, reclamou Gabriele. Na manhã de sábado, o prefeito Sandro Maciel participou da abertura dos jogos dos técnicos agrícolas e garantiu a reportagem o início e con- clusão da cicloviaAraran- guá/Morro dos Conventos para o próximo ano. “O projeto de engenharia já está encaminhado, eu acredito que em um mês e pouco me deve ser entregue. Nós ganhamos um recurso de R$ 3 mi- lhões do Badesc (Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina) e uma parte deste recurso será destinada para a ciclovia na estrada do Morro dos Conventos, desde o trevo das praias até próximo do Lago Dourado”, revelou Maciel. O prefeito explicou que o recurso para a ci- clovia Araranguá/Morro é de um financiamento e já consta no orçamento do próximo ano. “Esta nós vamos fazer já para o ano que vem. Também estamos discutindo a pos- sibilidade de ciclofaixas, aproveitar as avenidas e em uma parte delas fazer uma divisória para o trân- sito de bicicletas”, expôs. Para o dia 12 de de- zembro, os ciclistas estão organizando um protesto para reivindicar ciclovias para a cidade.
  5. 5. do o reperfilamento. “Já fizemos a base do asfalto, agora estamos tapando os buracos para em seguida colocar a camada de asfal- to”, disse. A empresária Talita SantanaMachadoacredita que a revitalização da Ne- reu Ramos irá trazer mui- tos benefícios. “Estamos vendo que Sombrio está se desenvolvendo e em breve terá uma cara nova e com isso trará mais turistas. Com certeza vai melhorar para a população e ainda mais para quem possui algum negócio na cidade”. O prefeito reafirma o compromisso de entregar asobrasatéofinaldoman- dato. “Estamos tentando agilizar o andamento dos trabalhosnestasprincipais avenidas.AGetúlio Vargas devido ao cabeamento que serátodosubterrâneoexige um trabalho maior, e por isso a demora. Peço a com- preensãodossombrienses”, afirmou. Política Rolando Christian Coelho Geral 5Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 Dissidentes do PMDB no governo Sandro D emorou, mas ‘finalmente’ o grupo de dissidentes do PMDB de Araranguá, que havia rompido com o co- mando municipal e deixado o partido, está prestes a entrar oficialmente no governo do prefeito Sandro Maciel (PT). Isto deverá acontecer daqui a uma semana, no dia 23, quando o engenheiro Luiz Gonzaga Pereira, que já foi presidente do PMDB, assumirá a Secretaria de Obras da Cidade das Avenidas. Gonzaga e um rosário de peemede- bistas deixaram o partido por não concor- darem com a forma como ele vinha sendo conduzido pelo presidente Anísio Prêmoli, que havia sido eleito para este posto em outubro de 2013. Desde então foi dado início a uma fissura que só aumentou, fa- zendo com que houvesse uma debandada de líderes históricos do partido. Dentre eles o ex-presidente da Câmara Municipal, Neno Fontoura, o ex-vereador Gato Preto, o ex-presidente da sigla Carlinhos Machado, e uma série de outros nomes de expressão. Em princípio o caminho de todos seria o PSD, mas o partido não se mostrou, em ní- vel estadual, totalmente aberto aos futuros desdobramentos que pudessem acontecer em nível municipal. Por conta disto, grande parte dos dissidentes optou por se filiar ao PPS, que acabou multiplicando sobrema- neira suas forças em Araranguá. De modo genérico, o que se pode dizer é que uma amostra significativa do PMDB de Araranguá deixou o partido e passará a apoiar oficialmente o prefeito Sandro Maciel. A entrada de Gonzaga no governo é o primeiro indicativo disto. A aproximação de muitos outros acabará se forjando de forma natural ao longo dos próximos meses. O futuro secretário de Obras diz que está entrando no governo municipal para contribuir não só com o projeto administra- tivo, como também com o projeto político do prefeito. Na seara política ressalta que o PPS já está conversando com PDT, DEM, PSB e PT para que juntos seja dado início ao alinhavo do projeto de reeleição de Sandro Maciel. De acordo com Gonzaga, o PRB também passará a participar destes encontros, a exemplo do PHS. “Estamos no início das conversações. Uns podem achar que é muito cedo para se falar em eleição para 2016, mas a verdade é que o processo político é algo que se constrói cotidianamente”, ressalta. O que se percebe nitidamente é que os ex-peemedebistas pretendem trazer o que puderem para próximo de Sandro Maciel, buscando não só fortalecer o prefeito, como também enfraquecer o candidato que o PMDB lançar à prefeitura. Reforma avança na Nereu Avenida > Sombrio AprefeituradeSom- brio,atravésdaSe- cretaria de Obras, iniciou na semana passada os trabalhosdepavimentação asfálticadaavenidaNereu Ramos no trecho entre o ginásio Rogério Valerim e arótuladaavenidaGetúlio Vargas. A obra foi contem- plada pelo Programa de AceleraçãodoCrescimento de Sombrio (PACS). ANereu Ramos é uma das principais avenidas do município e a obra é bastante esperada pela comunidade. De acordo com secretário de Obras CarlinhosGomes,ostraba- lhosdeverãoserconcluídos nestasemana.Emseguida será iniciada a pavimenta- ção entre a rótula e a sede da prefeitura. A avenida também ganhará calçadas padronizadas em toda suz extensão.Trabalhoesteque jáestáemandamento,com a revitalização dos meios fios. Do mesmo modo já foi feitaadrenagempluvialea remodelação do sistema de iluminação e energia, com os postes sendo deslocados do meio da via para as laterais. Aconclusão da Getúlio Vargas é tão aguardada quanto a Nereu. Os traba- lhos também já iniciaram emalgunstrechoscomdre- nagempluvial.Embreveas atividades de revitalização devemcontinuar.AGetúlio terá o maior calçadão de Santa Catarina, numa ex- tensãodequase600metros entre o acesso principal da BR 101 a Igreja Matriz SantoAntônio de Pádua,. A previsão é que estas duas obras, que são consi- deradas os cartões postais da gestão do prefeito Zênio Cardosoestejamprontasno primeiro trimestre do ano que vem. Conforme Carlinhos Gomes, são 800 metros da Nereu que estão receben- Sem rusga A indicação de Luiz Gonzaga Pereira para a Secretaria de Obras só se dará por conta da exoneração de Albino Resende de Souza desta pasta. Albino é irmão do vere- ador Alexandre Pereira (PPS) e, por conta disto,umasériedeespeculaçõesderamconta dequeeleestariadenariztorcidocomopre- feito Sandro Maciel. Todavia, o fato é que a alternânciateveaconivênciatantodeAlbino quanto de Alexandre. Depois de quase dois anos à frente da mais melindrosa secretaria da Cidade das Avenidas, o secretário exone- rado disse que já estava na hora de dar uma esfriada na cabeça. De todo modo ele deve permanecer junto à pasta, ocupando uma função em nível de diretoria. Respeito a Turatti Ainda que se venha especulando uma série de nomes para compor como vice de SandroMacielanoquevem,oquesecomeça a perceber entre os líderes dos partidos que apóiam sua gestão em Araranguá é um res- peitouníssonoafiguradoatualvice,Rodrigo Turatti (PDT). Todos os principais líderes da base aliada acreditam que a manutenção da dobradinhaentreSandroeTurattiéomelhor para a coligação. Numa linha paralela, no entanto, a maioria também acha necessário colocarnovosnomesnoprocessoparaverse algumtemmaioraceitaçãodoqueTuratti.A ideiaéadeterumnomealternativoaaltura, caso o atual vice decline do direito que tem de concorrer novamente. Sem espaço O PSD de Araranguá chegou a estar prestes a receber em seus quadros todos os dissidentes do PMDB, mas o partido acabou não se abrindo, fazendo com que estes in- gressassem no PPS. De modo velado o PSD deu a entender que os desígnios do partido em 2016, no que diz respeito à Araranguá, precisariam passar necessariamente pelo comandodasiglaemnívelestadual,quetem planos para o vereador Giancarlo Soares de Souza, hoje ainda filiado ao Pros. O que se deduz é que o PSD de Florianópolis é quem dará as cartas no jogo eleitoral ararangua- ense, dizendo com quem e de que forma o partido deverá coligar ano que vem. Os ex-liberais parecem ter esquecido das três regras básicas da política: respeito a livre iniciativa, respeito a lei da oferta e da procu- ra, e respeito a auto-regulação do mercado. Dois corações Presidente da Câmara de Vereadores de Araranguá,RonydaSilva(PMDB),semostra nitidamente dividido no que diz respeito a seu futuro político. A exemplo do grupo de peemedebistas que deixou o partido e se filiou ao PPS, ou permanece sem filiação, Rony também está doido para chutar o bal- de, por conta da falta de afinamento com o comando municipal do partido. Por outro ladoelepossuiumaafinidadeumbilicalcom o deputado federal e presidente estadual do PMDB,MauroMariani,quedeveráserocan- didato do partido ao Governo do Estado em 2018. Se sair do PMDB, e Mariani se eleger governador, Rony poderá estar jogando fora suachancedeascensãodefinitivanapolítica. Sepermanecer,precisarácontinuartomando dezestomazilpordia,oque,definitivamente, não é muito aconselhável para a saúde. ³Pavimentação está sendo refeita na avenida Nereu Ramos que foi reurbanizada
  6. 6. Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador Jornal Correio do Sul Publicações legais: Tomaz Fonseca Selau l48l 9985.8573 tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro l48l 3533.0870 financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: l48l 3533.0870 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: Cristian Mello l48l 3533-0870 correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica Junior Muller l48l 9931.4716 sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: Marivânia Farias l48l 9995.9290 editor@grupocorreiodosul.com.br Política: Jarbas Vieira l48l 9966.5326 jarbas@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM Cássia Pacheco l48l 9912.9588 radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Rua João José Guimarães,176, Centro - Sombrio/SC - Fone: (48) 3533 0870 Editora: J. R. Pereira - ME CNPJ 17.467.695/0001-19 C.S. Empresa Jornalística LTDA. Geral6 Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015
  7. 7. Geral 7Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 ³Nas oficinas de teatro e desenho adolescentes aprenderam a soltar a imaginação e os próprios sentimentos ³Alunos das oficinas abriram as apresentações ³Diante do papel participantes vislumbram a arte > Santa RoSa do Sul Para tentar aproxi- marasartesvisuais dapopulaçãodeSantaRosa do Sul, um grupo de alunos da Unesc resolveu fazer um CircuitoArtísticonacidade. “Percebemosqueaspessoas daqui não tinham muito contato com exposições, e resolvemos oferecer isso a eles”, conta Leonardo Pi- nheiro, acadêmico de artes visuaiseumdosintegrantes do grupo. O desejo, porém, era por variadas formas de Circuito leva as artes Cinco Sentidos Sarau movimenta escola Darcy Ribeiro > BalneáRioGaivota Apresentações das oficinas de dança e de música abriram o Sa- rau do Darcy, realizado na tarde de sábado na escola municipal Darcy Ribeiro, em Balneário Gaivota. A atividade foi organizada principal- mente para incentivar a criatividade dos alu- nos, dizem a diretora e a diretora-adjunta Ednéia Machado e Tassiane Ce- chinel Silvério. Nenhum tipo de imposição foi feita as crianças e ado- lescentes, que ficaram a vontade para decidir que tipo de apresenta- ção fazer. Pais e pessoas da comunidade também foram convidadas a par- ticipar usando qualquer forma de expressão ar- tística. Além das apre- sentações, as paredes do corredor de entrada da escola foram tomadas por desenhos produzi- dos durante o ano em sala de aula e um brechó ajudava a arrecadar re- cursos para os projetos pedagógicos. ³Mulheres comemoram a conclusão do curso cultura e os alunos trata- ram de fornecer. “Pelo que observamos, eles gostam muito de teatro e música, entãoresolvemostrazerisso também”. OCircuitoaconteceuno último sábado, com oficinas pelamanhãeapresentações à tarde. Teatro e desenho contemporâneo foram ensi- nados a mais de 30 adoles- centesdeescolasdomunicí- pio. “O objetivo é fomentar a educação da arte, que vai além da escola. Sentimos falta do cultivo desse tipo de disciplina por parte dos professores”, conclui Leo- nardo. Concordando com ele, Victória Maria Jorge, quetambéméacadêmicade Artes Visuais e ensinou de- senho contemporâneo a 20 alunos no Circuito, acredita queaoficinaajudaalibertar os traços de quem aprende. “Amplia o olhar contempo- râneo dos alunos que têm contato com esse tipo de arte na escola. Vemos essa carência aqui. Esse tipo de desenho é solto de regras e atrai muitos jovens”. A oficina ministrada por Victória e seus colegas, foi escolhida por Rayssa de Vargas para aperfeiçoar seus traços. “Sempre gostei de desenhar. Prefiro o dese- nho a atuar. Acho que aqui aimaginaçãofluimais”,jus- tifica a menina de 11 anos. MilleneRochaMagenis,que está no oitavo ano, preferiu se aventurar na aula de te- atro. “Me identifico por que tenhoumafamíliaquegosta muito de arte de qualquer tipo. Aqui me sinto livre para fazer qualquer coisa”, ressalta ela, que falou ainda sobre a ausência de movi- mentosassimemsuacidade. “Deveria haver mais disso, ajuda a pessoa a expressar o que sente. Para mim seria um dia de vitória”. Houve exposição de quadros de acadêmicos da Unesc e de pintores da re- gião, além de colagens e música. “Queremos que a partir disso aqui, eles busquem mais participar de exposições e se aproxi- mem do mundo das artes”, diz Leonardo, resumindo o sentimento de todo o grupo que promoveu o animado Circuito.
  8. 8. Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Novelas Além do Tempo -18h Totalmente Demais -19h A Regra do Jogo -21h E lizarevelaaJonatasqueteveproblemascomseupadrasto.Rafael deixa claro para Lu que não deseja um relacionamento com compromisso.Germanovêsuafotonojornallevandoobanho detintadeFabinho.ArthurrecusaapropostadeCarolinadeterem um filho juntos. Jonatas ajuda Fabinho e seus amigos ativistas a se esconderemdapolícia.FabinhoagradeceaajudadeJonatasedeixa umcartãocomseutelefone.ArthuravisaaMaxqueavencedorado concursoGarotaTotalmenteDemaisdeveserdesuaagência. M ateus estranha a proximidade entre Emília e Gema. Carola sofre com seus sentimentos por Pedro. Anita conta para Lívia a conversa que teve com Pedro. Emília e Bernardo se provocam. Mateus tem uma visão de Raul e Gema em outras vidas.FeliperepreendeMelissaporincentivarospesadelosdeAlex. AfonsopensaemAnita.ZildaseirritacomVitória.Vitóriapedeque Rosaaempregueemseurestaurante.BiancaePérsioseencantam umpelooutro.VitóriaeEmíliaseencontram. F austini prende Tio, e Zé Maria alerta Orlando. Faustini descobreumlivrocomoregistrodasoperaçõesdafacção. Lara avisa que deixará a mansão dos Stewart. Juliano fala comDanteedescobrequeZéMariaescapoudoflagrante da polícia. Oziel convenceTina a se hospedar no hostel de Adi- sabeba. Rui se atrasa para o novo emprego e é demitido. Juca ameaça deixar Domingas, e ela decide hipotecar sua casa para agradar o marido. Rapidinhas Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 Áries 21/03 a 20/04 Bom dia para correr atrás do que deseja -- mostre seu lado mais ambicioso e não desista no meio do caminho, mesmo que precise se esforçar em dobro! No amor, você e a sua cara-metade ficarão mais unidos se tiverem objetivos a longo prazo.' Leão 21/07 a 20/08 Sagitário 21/11 a 20/12 Nesta segunda, redobre a atenção com os gastos, ainda mais na hora de se divertir ou comprar algo supérfluo. O dinheiro vai entrar, mas é melhor planejar o uso dessa grana com cautela. Você e o amor podem melhorar as finançasdocasal. Gêmeos 21/05 a 20/06 Você vai encarar mudanças no trabalho com muito jogo decintura.Presteatençãoàsuaintuição.Aproveiteparajo- garforaoquenãousamais,especialmentesetemplanos paramudarderesidência.Osexotambémvaiesquentar! Libra 21/09 a 20/10 Assuntosligadosàfamíliaouàsuacasapodemexigirmais atenção.Aproveiteparaorganizaroorçamentodoméstico eatéconversarsobreassuntosmaisdelicados.Sedepender dos astros, pode embarcar em um romance proibido com umex. Aquário 21/01 a 18/02 Touro 21/04 a 20/05 Bomhumorfacilitaoserviçoemgrupo.Junteaspessoasem tornodeumametaeverácomotudocaminhamelhor.Trocar informaçõestambéméumaboa.Presteatençãoemalguém de fora -- tudo indica que pode se apaixonar! Virgem 21/08a20/09 Vocêteráfacilidadeparaencantareconvenceraspesso- as, o que facilita novos contatos.Trabalho que lide com o público ou que envolva entretenimento pode render mais do que imagina. Já com o amor, romantismo e muito diálogo não vão faltar. Capricórnio 21/12 a 20/01 Correratrásdosseusinteressespodetrazerótimosresul- tados,aindamaissepensaemfazerumcurso.Comforça devontade,podechegarmaispertodetransformarseus sonhosemrealidade.Noromance,amelhorpedidaéser vocêmesma! Câncer 21/06 a 20/07 No trabalho, melhor ter cuidado com rivalidade, ainda mais seandadeolhoempromoção.Masteráfacilidadeparatrocar ideiascomcolegaseatéconversarsobreumasociedade.Ro- mancerecentetemtudoparaentraremumafasemaisestável. Escorpião 21/10 a 20/11 Vocêteráfacilidadeparaseexpressareouviroutrospontos de vista. Mas evite falar demais para não atrapalhar o an- damento do serviço.. A vida amorosa se torna mais movi- mentada,sejaaoladodasuacara-metadeounaconquista. Peixes 19/02 a 20/03 Você começa a semana acalentando sonhos e esperanças. Mas talvez não seja a melhor hora para investir sua grana nisso. Em compensação, pode contar com o apoio dos amigos para o que precisar. Há chance de se interessar por alguém próximo. Vale a pena cuidar melhor do seu corpo e deixar todo tipo de excesso de lado.Você vai mergulhar no trabalho e deixar tudo em ordem, inclusive no seu lar. Paquera comumpessoapróximatemboaschancesdeemplacar. Na tarde deste domingo (15), os atores mirinsJoãoGuilhermeeLarissaManoeladeram mais munição para aqueles que insistem em dizer que eles estão namorando. Agora, eles fo- ramclicadosnaruaOscarFreire,emSãoPaulo, fazendo um passeio de mãos dadas. Ao perceberem a presença dos fotógrafos, eles logo se distanciaram, mas o flagra já havia acontecido. Vale lembrar que, em recente entrevista para OFuxico, ao ser questionado sobre o assunto, o ator e cantor negou que tenha um romance com a colega, para quem, entretanto, rasgou elogios. “Eu gosto muito dela. Ela é uma menina super educada, gentil, gente fina comigo, e a gente se aproximou muito por conta da novela, nossospersonagenssãobempróximos.Masnão temnadadenamoro,nemnadadisso”,afirmou. Na manhã deste domingo (15), Deborah Secco,queestánaretafinaldagravidez,voltou aexibirseubarrigãoemumafotonoInstagram. A atriz, que está esperando Maria Flor, resolveu tomar sol em uma praia do Rio de Janeiro com um biquininho branco. Naimagem,obarrigãodeDeborahficouem evidência, além do sutiã tomara que caia, que realçouosseiosvolumososdaatriz.Nalegenda, elaescreveu:“Trintaecincosemanas”.Afilhade Deborah [e fruto do relacionamento com o mo- delo Hugo Moura e deve nascer em dezembro. Na última quinta-feira, Deborah Secco es- treouawebsérie“DeborahSeccoApresenta”no Gshow,plataformaonlinedaGlobo.Naatração, a atriz e apresentadora comenta a gravidez e conversa sobre infância e família com persona- lidades conhecidas do público. Logo cedo, vale a pena redobrar a atenção com fofoca ou mal-entendidos. Você vai aumentar suas chances de sucesso, inclusive na carreira, se souber esconder suas intenções. Caso escondido tem tudo para esquentar a vidaamorosa.
  9. 9. Geral 9Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 > Maracajá Um grupo de agricul- tores de Maracajá partici- pou, na última quinta-feira, de um dia de campo sobre manejo de pastagens. O engenheiro agrônomo da Epagri Ricardo S. Martins, iniciouoencontroabordando a importância do manejo de pastagens no sistema de PRV (Pastoreio Racio- nal Voisin), características das principais forrageiras e manejo de entrada e saída dos animais nos piquetes. De acordo com Ricardo, é fundamental a divisão das áreas de pastagens afim de propiciar maior oferta de pasto, regularidade, produ- tividade, logo gerando um menor custo de produção. Agricultores discutem pastagens O coordenador de pecuá- ria da Gerência da Epagri de Araranguá, Homero Bosch, também participou do encon- troedestacouaimportânciado melhoramentodopastocoma implantação de pastagens perenes,maisprodutivas,com altovalornutricional ebem adaptadas. O evento foi realizado na propriedade do agricul- tor Bento Manoel Machado na comunidade de Espigão grande e contou com a par- ticipação de 12 agricultores. ³Grupo que organizou os jogos de confraternização entre os técnicos agrícolas ³Produtores conheceram formas de pastagem Gislaine Fontoura pelas entidades: Núcleo dos Técnicos Agrícolas do Extremo Sul Catarinen- se (Nutasul), Associação dos Técnicos Agrícolas de Santa Catarina (Atasc) e Sindicato dos Técnicos AgrícolasdeSantaCatari- na (Sintagri), com o apoio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), Caixa de assis- tência dos Profissionais do CREA/SC (Mutua), prefeitura de Araranguá, Assembléia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) e Instituto Federal Cata- rinense (IFC) – Campus 263 inscritos. Dependen- tes, acompanhantes e comissão administradora acompanharam os jogos e ao todo, em torno de 300 pessoas participaram das atividades. O Jetasc é o maior evento esportivo das en- tidades que representam os profissionais técnicos agrícolas e envolve atletas e colaboradores de diver- sos Núcleos Regionais de Santa Catarina. Nesta edição 11 núcleos de 11 regiões do estado partici- param das competições. O evento foi realizado > araranguá Técnicos agrícolas de todo o estado se encontraramnoúltimosá- bado para a 10º edição dos Jogos Estaduais dos Téc- nicos Agrícolas de Santa Catarina (Jetasc).O even- to iniciou às 10h30min e se estendeu durante todo o dia e noite. Helinto Pires, um dos coordenadores em Ara- ranguá, revelou que a competição este ano teve Jetasc reúne técnicos agrícolas Confraternização Santa Rosa do Sul. As competições foram divididasem14modalida- des: futebol suíço sintéti- co, futsal, vôlei de areia, tênis de mesa, tênis de campo, bocha, canastra, truco, general, dominó, cabo de guerra, pênalti, arremesso livre (basque- te) e sinuca. A cerimônia de aber- tura contou com a pre- sença de diversas autori- dades, entre elas o depu- tado estadual José Milton Scheffer, que também é técnico agrícola, o prefeito e o vereador de Araran- guá Sandro Maciel e Kila Ghellere, que também fez parte da comissão organi- zadora dos jogos. Os núcleos partici- pantes desta edição do Je- tasc foram de Araranguá, Araquari, Canoinhas, Concórdia, Florianópo- lis, Indaial, Itapiranga, Ipumirim, São Joaquim, Seara e Xanxerê. A cerimônia de pre- miação começou às 23 horas de sábado, entre- gando o troféu de primei- ro lugar para o núcleo de Seara, Araranguá levou o troféu de prata e Xanxerê o de bronze. Após a cerimônia todos foram convidados a par- ticipar de um jantar de confraternização, onde foi saboreada uma pa- ella de frutos do mar no restaurante da AABB, local onde aconteceram os jogos. EMPRESA AUTOMOBILÍTA CONTRATA COM EXPERIÊNCIA PARA ASSESSOR COMERCIAL” Interessados enviar currículo para: andreza@forauto.com.br VENDEDORES
  10. 10. 10 Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 Publicidade
  11. 11. Polícia 11Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 Passeio da dupla em automóveis novos depois de arrombar uma revenda acaba cedo e mal, nas algemas da Polícia Militar RondaPolicial arrombaramumarevenda de automóveis no bairro Nova Brasília e furtaram dois carros, um computa- dor e segundo informação extra oficial também leva- ram documentos e chaves de veículos que estavam no pátio. A reportagem do Correio do Sul acompa- nhou a ação rápida da Po- líciaMilitarquerecuperou tudo e prendeu a dupla. O furto foi descoberto depois que uma vizinha ³Fernando e Jerri provocaram confusão e muito prejuízo antes de serem presos > sombrio Como diz a sabedo- ria popular, um é pouco, dois é bom e três é demais. Neste caso, um já seria muito, imagine três. Pela terceira vez em poucomaisdeummêsum indivíduo foi preso pela prática do mesmo tipo de crime. Na madrugada de sexta-feira, em Sombrio, dois usuários de droga Ladrões furtam e batem carros Detonaram incomodada com o baru- lho na revenda, por volta das três hora da manhã, ligou para a PM. Os po- liciais foram verificar a situação, constataram a invasão e passaram a seguir as pistas deixa- das pelos ladrões. Eles arrombaram o portão da revenda e por um banhei- ro sem forro entraram no escritório pelo teto. Os bandidos escolhe- ram dois dos mais bonitos > PraiaGrande A reportagem do Jornal Correio do Sul es- teve na noite de quinta- -feira em Praia Grande acompanhando a pri- são de Gilberto Carlos Trindade Belcamino, o primeiro dos quatro assaltantes do Banri- Família de assaltante tem tradição policial sul de Cambará do Sul a ser pego. Gilberto disse que estava escondido na mata no interior de Praia Grande desde a sexta- -feira da semana anterior. O assaltante demonstrou ter bom conhecimento de estratégia e logística. Informação extra ofi- cial dá conta de que Gil- berto já foi integrante da Brigada Militar e também da Polícia Rodoviária Fe- deral. além disso seria fi- lho de um policial militar e irmão de um delegado. Ao ser preso em uma casa onde foi pedir ajuda, Gilberto se mostrava bas- tante debilitado pelo tem- po que passou escondido e apreensivo. Ele relatou que sobreviveu comendo minhoca e bebendo uri- na, história que parece fantasiosa, pois a região em que ele estava, na comunidade de Mãe dos Homens existem rios e vertentes de água potá- vel e também bananais. As polícias continuam a investigação afim de encontrar e prender os outros três assaltantes. O bando tinha cinco in- tegrantes, um foi morto pela polícia. e caros veículos do estabe- lecimento e saíram com um Gol de cor vermelha e um Ford Focus prata. Só que a dupla é bas- tanteconhecida da polícia e os policiais que faziam ronda pela cidade e ain- da não sabiam do furto pouco antes estranha- ram ao encontrar um deles dirigindo um Gol vermelho. O passeio do rapaz durou pouco e logo ele estava fugindo da viatura. Na correria, ba- teu quebrando um muro, uma lixeira e também o carro. Sem se entregar, o ladrão deu marcha ré e colidiu na viatura da PM. Somente então foi preso em flagrante. Era a terceira vez que Fer- nando Teixeira de Souza estava sendo preso furto de veículo. Ele confes- sou o furto e entregou o comparsa Jerri Adriane Acordi Homem, que já tinha capotado o Ford Focus prata próximo a ponte do Morretinho, em Sombrio, e depois foi para casa. Os policiais foram a casa de Jerri, que estava embriagado, e o prende- ram. Com ele também foi encontrado o compu- tador da revenda. Avisado do furto, o co- merciante ficou feliz com o resultado da operação policial, mesmo com o prejuízo pelas batidas na lataria dos veículos. Ele se disse surpreso porque os ladrões são conhecidos, um tem até certo grau parentesco com a sua família. Diante do susto e do prejuízo, o empresário já pensa em novas medi- das de segurança. Jerri e Fernando fo- ram conduzidos a Dele- gacia da Polícia Civil de Sombrio. ³- Na tarde de sexta-feira, por volta das 17h30min, a Polícia Militar de Araranguá foi acionada para atender uma ocorrência de furto em uma residência na rua Edevir Manfredini, no loteamento Costa Azul, em Balneário Arroio do Silva. Conforme informações repassadas aos policiais, os criminosos teriam leva- do os objetos furtados para a casa deles, localizada próxima a da vítima. Ao chegarem lá, os policiais en- contraram, em cima de um sofá, um fogão de mesa, bebidasdestiladasdealtovaloreduastelevisõesque haviam sido furtadas pouco antes. Os dois ladrões estavam bebendo cerveja, também furtada e um estava embriagado, investindo contra os militares. A duplafoipresaemflagranteeencaminhadaaCentral de Polícia, juntamente com os objetos recuperados. ³- Duas moças chegaram a delegacia de Sombrio inconformadasnamadrugadadesexta-feira.Segundo elas, quando estavam saindo de um bar em Sombrio foramsurpreendidaspelaabordagensde umhomem que se aproximou e mandou que entregassem o celular. Uma delas resistiu e ficou com o aparelho mas o ladrão puxou com força, pegou-o e fugiu em um carro vermelho. A Polícia Militar foi acionada e realizourondaspelacidadenatentativadeencontrar o criminoso. ³- Na noite de quinta- feira a Polícia Militar da região estava alerta devido aos acontecimentos em Praia Grande e todo tipo de veículo suspeito era abordado.Em uma dessas situações um Celta preto estava seguindodeBalneárioGaivotaaSombrio. Ao passar por um quebra mola em alta velocidade, na comunidadedeLagoadeFora,omotoristachamoua atenção da PM. A guarnição iniciou um acompanha- mentoesolicitouqueocondutorparasse.Elepreferiu aumentar a velocidade e os policiais montaram uma barreira na chamada Lomba da Rússia para impedir que o Celta fugisse. O motorista teve que parar e foi constatado que estava com sinal de embriaguez. Ele foi conduzido a delegacia de Sombrio.
  12. 12. 12 Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 Publicidade
  13. 13. > Sombrio Uma perseguição que parecia cena de fil- me de Hollywood fez com que moradores dos prédio do centro de Som- brio fossem para a janela assistir um bandido sen- do preso em uma rápida ação da Polícia Militar. Foi na madrugada de quinta- feira, após um dia tranquilo e sem ocorrências, por volta da meia noite a PM recebeu a informação de que dois homem teriam entrado na farmácia Pizzoloto, no centro de Sombrio. É a única farmácia que fica aberta 24 horas e os bandidos entraram portando uma arma e anunciado o assalto. Segundo informa- ção, nesse momento ha- via clientes na farmácia, que assim como o aten- dente não reagiram. Os Polícia 13Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 ³ Rafael foi detido e com a droga e o dinheiro que possuía encaminhado a delegacia > balneário Gaivota Na noite de sexta- -feira a bandi- dagem não deu folga na região, e a Polícia Militar também não. Após vários meses de denúncia de tráfico de drogas em uma casa na rua W3, bairro Jardim Ultramar, na Co- hab Nova de Balneário Gaivota, os policiais con- seguiram agir. A informação era de Rafael Francisco de Gui- marães, que já foi preso por tráfico e estava cum- prindo pena no regime Rapazvoltaadelegaciaportráfico Reincidente ³Luciano foi preso depois de assaltar farmácia ladrõeslevaramR$445,00 existentes no caixa. De- pois os marginais saíram correndo em direção a ro- doviária. APolícia Militar soube que um dos ladrões que estava aparentemen- te armado usava uma camiseta do Corinthians. Não foi difícil encontrá-lo. Ao chegar próximo a loja Sombra Rio, na rua Caetano Lumertz, os policiaisavistaramosban- didos que saíram em fuga. Comobarulho moradores dosprédiosvizinhosforam para a janela para ver oque estava acontecendo. Na perseguição, o ladrão colocou a mão no que parecia uma arma. Nesse mo- mento um policial dispa- rou um tiro de alerta e conseguiu se aproximar e pegar o assaltante. O homem recebeu voz de prisão e foi identificado comoLucianodeCarvalho Behrens, 34 anos, que já havia andado na cidade Ladrão é detido em perseguição como morador de rua. Luciano foi revistado e recuperado os R$445,00 furtados da farmácia. Também foi encontrado com ele um ‘simulacro’ de arma (imitação). Era uma arma artesanal e de brinquedo. Luciano foi levado a Delegacia de Polícia Civil de Sombrio e apresentado ao delega- do de plantão Vanderlei Sala. Luciano declarou a reportagem não ser vi- ciadoemdrogas,masnão soube explicar porque Segundo a PM, Rafael Francisco de Guimarães estava cumprindo pena no regime semi aberto e continuou vendendo droga Mulheres levam susto em acidente na BR > SantaroSadoSul Na tarde de domingo, a Polícia Militar de Santa Rosa do Sul foi acionada paraatender umacidente namarginaldaBR101,no viaduto de acesso aquele municipio.Acolisãoenvol- veu um Corsa e um Picas- so dirigidos por mulheres. OSamusocorreuuma criança que estava em um dos veículos e parecia es- tar em estado de choque e compequenosferimentos. Pouco depois a Polícia Ro- doviária Federal, que tem jurisdição sobre a BR 101, chegou ao local. Segundoospoliciais,o Corsa foi atravessar pelo viaduto em direção ao les- te, quando o outro veículo, que estava seguindo pela marginal no sentido sul- -norte, acabou batendo. Asduascondutorasnãose feriram, tendo apenas um grande sustos e prejuízos materiais. O trânsito no localficoulentoporalguns minutos. Cuidado, bêbado - Na noite de sábado, por volta das 22 horas, um homem que estava con- duzindo um Renault Clio na rua Breno Cardoso, no bairro São Luiz, em Sombrio, provocou um acidente que por muito pouco não se transforma em tragédia. Ele estava embriagado e segundo informações dirigindo em uma velocidade maior do que a permitida no local. Lá pelas tantas perdeu o controle do veículo e colidiu em dois carros que estavam estacionados, umaNissaneumCitroen. O forte impacto deixou os veículos danificados. O homem que provocou ao acidente fez o exame de bafômetro que confirmou a bebedeira e foi conduzi- do a delegacia. Seu auto- móvel foi apreendido. efetuou o assalto. A PM continuou em rondas para pegar o segundo envolvido no assalto, e que segundo informa- ções teria se deslocado para o bairro Januária. A administração e funcionários da farmá- cia ficaram satisfeitos com o rápido trabalho da Polícia Militar.Antes do assalto taxistas dis- seram ter visto os dois homens rondando o centro da cidade e fica- ram apreensivos com a proximidade deles. semi aberto, continuava a cometer o mesmo crime no município. O serviço de inteli- gência da PM confirmou a suspeita e na noite de sexta foi dada a última cartada para pegá-lo. Os policiais viram quando um usuário de drogas foi acasadeRafaelecomprou pelovalordeR$10,00uma pedra de crack. O rapaz foi abordado em seguida e confessou o negócio. Os policiais então entraram na residência e encontra- ram8pedrasdecrack(1g), 4,2g de cocaína, 3 gramas demaconhaeR$556,00em dinheiro. Rafael recebeu voz de prisão e foi condu- zido a Delegacia de Polícia Civil de Sombrio. “É uma boca de fumo e um traficante a menos na cidade. Não é a solução do problema, mas e parte da solução que diariamente tentamos alcançar para que possamos garantir segurança para a socie- dade”, comenta o tenente Brandalise.
  14. 14. Geral14 Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 Ideia por Daniel K. Guolo e Julian Clezar Interativa ideias@iocus.com.br www.iocus.com.br Deixa que o meu sobrinho vai fazer de graça Porque é importante investir em design? Nas propagandas atuais de TV se fala muito de Design, o design do carro, o design da cafeteira, indicando a forma que tal produto possui, e por isso muitas pessoas acabam confundindo o design apenas como desenho. Resumidamente, Design é projeto, pesquisa anseios e necessidades do público, diagnostica o problema, encontra uma solução com uma ou mais ideias para entregar um produto e/ou serviço. Tudo que está em sua volta há design: cadeira, celular e seus aplicativos. Um mundo de coisa que interage com todos os sentidos: Visão, olfato, áudio, paladar e toque. “E qual o benefício do uso do Design na minha empresa?” Sem demagogia ou hipocrisia, são muitos benefícios, a começar pela imagem corporativa da empresa. O público consegue visualizar a personalidade da marca, vendo se ela é moderna ou tradicional, divertida ou séria, isso gera reconhecimento que evita custos desnecessários com marketing e agrega valor a marca. Aumenta competitividade destacando-se no mercado sobre a concorrência. A utilização do design no processo da empresa, ajuda gerenciar novos projetos, otimização de tempo, criação de novas oportunidades de mercado, contribuindo para modernidade da empresa. É notório e mútuo o uso do design em nosso escritório (Iocus). Utilizamos tanto na imagem da nossa marca, mas principalmente no processo de nossos trabalhos. No processo conseguimos identificar problemas de nossos clientes e encontrar solução na qual eles até então não enxergavam. Tal fato que hoje sempre discursamos: “Não vamos fazer o que você (cliente) quer, mas sim, o que você precisa”. Pesquisas internacionais apontam que a cada 1 dólar investido em design, há 5 dólares de retorno. Como todo investimento, o retorno vem de médio á longo prazo, mas satisfatório. Não deixa qualquer um fazer, procure alguém especialista, trará modernidade e prosperidade a seu negócio. ³Mulheres em círculo falam de emoções enquanto aprendem a compartilhar ³Apaixonados por jogos se reúnem para disputas Gislaine Fontoura Gislaine Fontoura > ArArAnguá Um grupo de em torno de 15 mu- lheres se reúne uma vez por mês no Galpão Cul- tural de Araranguá para atividades que estimulem a busca do equilíbrio, cura de ‘feridas da alma’ e soli- dariedade entre elas. No último sábado, par- ticipei da atividade, que posso descrever como uma das melhores terapias que já fiz. Chegando ao local, que eu já conhecia, me deparei com muito amor, solidarie- dade e carinho. A maioria das mulheres era desco- nhecida para mim, mas a anfitriã, uma senhora bastante ativa e generosa, como sempre me deixou muito à vontade. Sonir Serafim é uma das melho- res pessoas que conheço e a atividade foi um verda- deiro bálsamo, após uma semana cheia de desgastes emocionais. Encontrei com mulhe- res um pouco mais velhas que eu, sábias e de uma ge- nerosidade sem tamanho. As atividades incluíam danças, teatro, desabafo e um café compartilhado. Duas facilitadoras condu- ziram os trabalhos deste sábado e resgataram a infância de todas nós. Apósumaconversaini- cial, que eu, leiga que sou em encontros terapêuticos, não sei definir o que era, realizamos atividades em duplas. Estas atividades incluíam além de danças, olhar no olho, dar as mãos, abraçar e beijar o rosto, falar palavras de carinho. Enfim, dar e receber cari- nho de pessoas estranhas foi uma das tarefas mais emocionantes da tarde e eu quase chorei já ali. Em seguida nos reu- nimos em um círculo e co- Mulheres abrem círculo da vida Depoimento Todo mundo Joga Junto > ArArAnguá O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) sediou no último sábado, a quinta edição do Joga Junto, que é basicamente um encontro de amigos para praticar jogos de tabuleiro, promover intei- ração social e apresentar os jogos para o público. O evento tem uma página na rede social Fa- cebook onde é divulgado, e acontece a cada dois meses, sempre no IFSC. Um dos organizadores, o comerciante Jairo Borges 30 pessoas em cada edi- ção. O 5º Joga Junto ini- ciou às 9 horas e seguiu até as 18 horas. Na parte da manhã os participan- tes se organizaram em uma sala para os jogos de tabuleiro, na parte da tarde outra sala foi aber- ta com jogos eletrônicos. Filho, informa que quem quiser participar é só ir até levando seus jogos ou para jogar com outros. “A gente convidaopessoal,fazemoso encontro, quem quiser pode vir”, disse Jairo. O encontro já tem um público formado e reúne normalmente em torno de meçamos a falar de nossas dores - descobri que todas temos dores e muitas de nós temos dores pareci- das. Fiquei receosa, com medo de contar assuntos íntimos para pessoas des- conhecidas, mas eu falei, talvez eu não tenha falado tudo, talvez eu queira falar mais no próximo encontro, mesmoassimfoilibertador. Bom, eu como novata no grupo, fui a chorona da vez e fui acolhida com mui- to carinho, recebi abraços, olhares e beijos carinhosos de mulheres que nunca tinha visto antes. Descobri que a solidariedade femini- na é muito mais bonita que a tão falada disputa entre mulheres e quem sabe no próximo encontro não seja eu a dar o abraço acolhedor. Após o desabafo fize- O contundente relato de uma jornalista que não tem medo de falar de emoções, entre uma e outra matéria policial mos a dança da paz e en- cerramos o encontro com um café e uma conversa mais descontraída, ficamos lá por umas três horas, que eu não senti passar. O Galpão Cultural fica localizado na rua Turvo, nº 315, no bairro Urussangui- nha, o Círculo de Mulheres tem uma página no Face- book, onde o tema do mês é divulgado.
  15. 15. Entrevista 15Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 [PeloEstado] - Qual o pa- pel que o senhor atribui ao TCE/SC que acaba de com- pletar 60 anos? Luiz Roberto Herbst - Em 60 anos, o TCE/SC ofereceu uma contribuição relevante à sociedade catarinense para o aperfeiçoamento dos gastos públicos, mas há muito por fazer. Tão importante quanto reverenciar o passado é o nos- so compromisso com o futuro. O TCE/SC nada mais é do que um representante do cidadão. São os olhos da sociedade sobre a aplicação dos tributos que ela entrega aos governantes. Por- tanto, de certo modo, exerce- mos um mandato da sociedade e precisamos do cidadão como parceiro. E como tal, devemos prestar contas da incumbência que nos foi atribuída. [PE] - Falando em presta- ção de contas, qual a ava- liação dos resultados do TCE/SC em 2015? LRH - O ano de trabalho tem sido bastante produtivo. Nosso programa de fiscalização, que se estende até março/2016, já atingiu 66,5% de execução. Re- alizamos 117 auditorias e ins- peções, das 176 programadas. Em maio, analisamos as contas do Governo do Estado/2014 e entregamos o parecer para jul- gamento da Alesc. Até agora, já apreciamos as contas/2014 de 87 prefeituras. Emitimos cerca de 8 mil decisões até outubro, resultado que também reflete o esforço dos servidores envolvi- dos no mutirão que possibilitou a instrução de mais de 2.300 processos antigos. A idade mé- dia do nosso estoque já é infe- rior a 365 dias. As auditorias de regularidade e operacionais O TCE/SC nada mais é do que um representante do cidadão.PeloEstado Entrevista LUIZ ROBERTO HERBST Presidente do Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) pela segunda vez – a primeira foi em 2011 —, é bacharel em Engenharia Civil, pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB). Nasceu em Mafra, onde iniciou sua trajetória na vida pública como vereador (1989-1992). Eleito deputado estadual por duas legislaturas (1994-1997 e 1998-2001), presidiu a Comissão de Educação da Assembleia Legislativa. Renunciou ao mandato de parlamentar para tomar posse, em março de 2000, no cargo de conselheiro do TCE/SC. Ocupou a Corregedoria-Geral, de 2007 a 2010, e a vice-presidência, de 2012 a 2014. O TCE de Santa Catarina foi criado há 60 anos. É responsável por fiscalizar a gestão dos recursos públicos de 1.851 unidades do Estado e dos 295 municípios catarinenses. Uma tarefa que conta com o trabalho de cerca de 460 servidores, além dos sete conselheiros e três auditores-substitutos de conselheiros. Nessa entrevista exclusiva à Coluna Pelo Estado, o conselheiro fala de seu trabalho na presidência do órgão e do êxito das ações de fiscalização. têm oferecido uma contribui- ção importante para melhora do desempenho da gestão pú- blica em áreas fundamentais para a vida do cidadão, como educação, saúde, segurança e mobilidade urbana. E quere- mos avançar mais. Possibilitar que a área técnica disponha de tempo para se concentrar no planejamento das ações de fiscalização e no uso de estra- tégias de inteligência, em favor da qualidade dos resultados oferecidos pelo TCE/SC à so- ciedade catarinense. [PE] - A instalação do Nú- cleo de Informações Estra- tégicas (NIE) e o processo eletrônico vai elevar a qua- lidade dos serviços? LRH - É a nossa expectativa. A implantação do Núcleo, em maio, busca desenvolver es- tudos e levantar informações para dar suporte às ações de fiscalização. O NIE já trabalha com três linhas de pesquisa que poderão subsidiar o Pro- grama de Fiscalização 2016- 2017. O processo eletrônico já vem impactando na melhora da produtividade. Um exemplo é a área de municípios, onde atingimos uma média de 40 processos analisados por técni- co — antes era de 8 a 10 — nas divisões que avaliam as contas anuais dos prefeitos. O desen- volvimento do novo sistema de processos também está em execução. É considerado priori- tário no campo da inovação tec- nológica e preparação do TCE/ SC para adoção do processo eletrônico de maneira ampla. [PE] - Poderia citar outro exemplo do uso da tecno- logia para facilitar a obten- ção de informações? LRH - Um importante avanço foi a disponibilização, no Portal do TCE/SC, do serviço de emis- são eletrônica de certidões, aler- tas e notificações para os 295 municípios. A ferramenta traz facilidades ao gestor público para obtenção de créditos junto a instituições financeiras e tam- bém racionaliza a atividade do controle externo, além de esti- mular o controle social dos atos da administração pública muni- cipal, porque qualquer cidadão poderá acessar a informação. [PE] - O trabalho à distân- cia tem atingido os resulta- dos esperados? LRH - A primeira avaliação foi positiva. Após cerca de 100 dias de atividades, os 15 técnicos que aderiram vêm cumprindo as metas de produtividade, que determinam um incremento de 30% em relação aos que atuam na sede do TCE/SC. Essa mo- dalidade de serviço, já adotada por outras instituições públi- cas, como o Tribunal Superior do Trabalho, ocorrerá por um período de 12 meses, a título de experiência. Vamos conti- nuar avaliando os resultados, porque, segundo a norma que instituiu o trabalho à distância, a prática depende da análise de necessidade, conveniência e oportunidade pela administra- ção do TCE/SC. [PE] - E o concurso público? LRH- Foi publicada no Diário Oficial Eletrônico do TCE/SC de 13 de novembro a contra- tação do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Sele- ção de Promoção de Eventos (Cebraspe), responsável pela organização e realização do concurso. Ao todo, serão 50 vagas para o cargo de auditor fiscal de controle externo, nas áreas de Ciências Contábeis, Ciências Jurídicas, Ciências da Administração, Ciências Eco- nômicas, Informática e Enge- nharia Civil. [PE] - Facilitar o acesso a informações pela socieda- de e manter conectividade com a imprensa foi outra meta anunciada. O senhor acredita que ela foi alcan- çada? LRH - O TCE/SC tem constru- ído um relacionamento pro- fissional e transparente com a mídia. Logo que assumi em fe- vereiro, uma das primeiras ini- ciativas no campo da interação com os públicos estratégicos foi um encontro com os profis- sionais da imprensa. A mídia é parceira na fiscalização da ges- tão pública. É canal fundamen- tal para a sociedade receber in- formações sobre os resultados do TCE/SC em favor do inte- resse coletivo e operação do controle social sobre a admi- nistração pública. Procuramos aperfeiçoar os mecanismos de acesso à informação, por meio da Ouvidoria, da Assessoria de Comunicação Social e, ain- da, do Portal do TCE/SC, que mantém espaço personalizado para a imprensa e para o cida- dão. Até outubro, a Ouvidoria registrou 892 atendimentos e a Acom contabilizou 312 so- licitações de informação por jornalistas, além de 3.300 matérias publicadas na mídia estadual sobre a atuação do TCE/SC. São números que re- fletem nossa contribuição para uma cultura de acesso à infor- mação da gestão pública. [PE] - E quanto às outras ações de interação com a sociedade? LRT - A consolidação do Pro- grama de Interação com a So- ciedade é uma iniciativa po- sitiva. A proposta é integrar as diversas ações já desenvol- vidas pelo TCE/SC junto aos seus públicos estratégicos, as atividades da Ouvidoria e outras que venham a ser in- corporadas pelo programa sob o mesmo paradigma. Isso nos ajudará a fortalecer nossa aproximação com os cidadãos, os principais beneficiados do nossos serviços. [PE] - Poderia citar algu- ma iniciativa? LRT - Destaque para a ação Portas Abertas, que neste ano já oportunizou que 440 pessoas, entre alunos, agen- tes públicos e representantes da sociedade civil, conheces- sem o TCE/SC, suas funções e resultados. Outra iniciativa, uma novidade, foi a realiza- ção da audiência pública em Anita Garibaldi, em novem- bro. Ouvimos a comunidade sobre a qualidade da educação no município, permitindo sua participação ativa no processo de fiscalização. Também me- rece registro a preocupação do TCE/SC sobre a percepção do público que utiliza os seus ser- viços na sede e da Ouvidoria. A pesquisa da Ouvidoria mos- trou a satisfação de 70% dos usuários que responderam. Com relação ao atendimento na sede, as 132 pessoas que participaram avaliaram bem os serviços. São contribuições que vão nos ajudar a aperfei- çoar a gestão e a qualidade do atendimento do TCE/SC. “A mídia é parceira na fiscalização da gestão pública” Por: Andréa Leonora | Entrevista exclusiva distribuída aos diários que formam a rede Central de Notícias Regionais e Associação dos Diários do Interior (CNR-SC e ADI-SC) Florianópolis - 16Nov15 CENTRAL DE DIÁRIOS TRINTA E DOIS INTEGRADOS DIÁRIOS INTEGRADOS PRESENÇA EM 62% DE SC PeloEstado peloestado@centraldediarios.com.br www.centraldediarios.com.br DouglasSantos/ACOM–TCE/SC
  16. 16. Publicações Legais16 Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 ESTADO DE SANTA CATARINA SAMAE AGUA DOS CANYONS PRAIA GRANDE Aviso de Licitação Processo Adm. N. 11/2015 Edital: Tomada de Preços P/ Obras e Serviços de Engenharia n. 01/2015 Tipo: Menor Preço Global Objeto:ACONTRATAÇÃO DE EMPRESAESPECIALIZADAPARA CONSTRUÇÃO DA SEDE ADMINISTRATIVA E DE SERVIÇOS DO SAMAE - ÁGUA DOS CANYONS, COMAREADE 478,06M2, conforme Projetos, Memorial Descritivo, Planilha Orçamentária de Quantitativos e Cronograma Físico-financeiro. Entrega dos Envelopes: 14:00 horas do dia 01 de Dezembro de 2015. Abertura dos Envelopes:14:00 horas do dia 01 de Dezembro de 2015. O Edital e esclarecimentos poderão ser obtidos no seguinte endereço e horário: Rua Irineu Bornhausen, 320, nos dias úteis, de segundas á sextas das 13:00 as 19:00horas, pelo fone 048 3532-0132 ou pelo e-mail licitacao@praiagrande.sc.gov.br. Praia Grande-SC, 23 de Outubro de 2015. Watson L. Raiser da Cruz Diretor ESTADO DE SANTA CATARINA FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE PRAIA GRANDE EXTRATO CONTRATUAL Contrato Nº.: 27/2015 Contratante.: FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE. Contratada..: HOSPCLIN COM ATAC DE MAT HOSPITALAR EIRELI ME Objeto.........:AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS PARAUNIDADE BASICA DE SAUDE DA CACHOEIRA- PSF Valor..........: R$ 149.809,30 (cento e quarenta e nove mil, oitocentos e nove reais e trinta centavos). Vigência.....: Início : 28/10/2015 Término: 31/12/2015 Licitação.....: PREGAO PRESENCIAL Nº.: 02/2015 Recursos.....: DOTAÇÃO :2.036/4.49.90/DR 01.81 ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE PRAIA GRANDE Aviso de Licitação Processo Adm. N. 43/2015 Edital: Pregão Presencial n. 21/2015 Tipo: Menor Preço p/ Item Objeto: AQUISIÇÃO PARCELADA DE RECARGA EM BOTIJÃO DE GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO - GLP P13. Entrega dos Envelopes 14:00 horas do dia 26 de Novembro de 2015. Abertura dos Envelopes 14:00 horas do dia 26 de Novembro de 2015. O Edital e esclarecimentos poderão ser obtidos no seguinte endereço e horário: Rua Irineu Bornhausen, 320, nos dias úteis, de segunda á sexta, das 13:00 as 19:00 h, ou pelo telefone 48 3532-0132. Praia Grande-SC, 17 de Setembro de 2015. AVISO DE LICITAÇÃO - EDITAL Nº 130/2015 MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL EXCLUSIVA PARA MPE’S OBJETO: REGISTRO DE PREÇOS para eventuais e futuras aquisições de lâminas, parafusos e porcas a serem usadas nas máquinas pesadas que realizam as atividades diárias na Secretaria de Interior e Secretaria de Obras deste município, cujas especificações encontram-se detalhadas no termo de referência anexo. TIPO DA LICITAÇÃO: Menor Preço por Item ENTREGA DOS ENVELOPES: Até às 13h45min; do dia 26 de novembro de 2015, no Serviço de Protocolo Geral da Prefeitura, sito à Rua Dr. Virgulino de Queiróz, 200, centro. ABERTURA DOS ENVELOPES: Às 14h00min do dia 26 de novembro de 2015, na sala de reuniões do Departamento de Licitações da Prefeitura. REGIMENTO: Leis Federais 8.666/93 e 10.520/02, Lei Complementar 123/2006, Lei Complementar 147/2014 e Decreto Municipal nº 2.676/05. EDITAL COMPLETO E INFORMAÇÕES: Está à disposição dos interessados no horário de expediente da Prefeitura, no endereço eletrônico; www.ararangua.sc.gov.br, e afixado no mural, localizado no hall de entrada da sala do Departamento de ESTADO DE SANTACATARINA PREFEITURAMUNICIPAL DE ARARANGUÁ Licitações da Prefeitura. Maiores informações poderão ser obtidas pelo telefone (fax) 0XX48 3521.0929 ou pelo e-mail: licitacao@ ararangua.sc.gov.br Araranguá, SC, 13 de novembro de 2015. Sandro Roberto Maciel Prefeito Municipal Liliane Silva de Souza Pregoeira EDITAL DE INTIMAÇÃO ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Titular do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado na Av. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533-0318 - CEP 88960-000, atendimento das 08:00h - 12:00h e 14:00h - 18:00h, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal de 03 (três) dias úteis, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. Ficam esclarecidos, também, de que nesse mesmo prazo poderão apresentar resposta escrita, que não impedirá a lavratura do protesto. PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ Prot: 140855; Devedor(es): FABIO JOAO PEREIRA- 056.563.909- 93, End: Rua Projetada, S/N, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MONSTRINHO IND E COM DE CONFECCOES; Sac: MONSTRINHO IND E COM DE CONFECCOES; Tit: 40872 ; Apr: FCDL; VEN: 05/02/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 472,26 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 140856; Devedor(es): GISELI ANTONIO ROQUE - 084.594.709-54, End: Rua Santos Coelho, S/N, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: VANIA MARIA KOCHHANN TRIKEIS E CIA LTDA ME; Sac: VANIA MARIA KOCHHANN TRIKEIS E CIA LTDA ME; Tit: 007561 ; Apr: FCDL; VEN: 29/10/2011; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 535,27 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 55,95. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 42,20 - Condução R$ 0,00 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 55,95. Prot: 140669; Devedor(es): MARLENE CARDOSO DA CUNHA - 904.981.609-63, End: Rua João José Guimarães, 261, Sombrio;Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: RABBIT CONFECCOES LTDA ME; Sac: RABBIT CONFECCOES LTDA ME; Tit: 025130 ; Apr: FCDL; VEN: 20/05/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 237,22 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 140688; Devedor(es): MOMA.RO IND E COM DE CONFECÇÕES - 18.129.059/0001-40, End: Lateral BR-101, Prefeito Santelmo Borba, sn, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: TECIDOS TOTAL LTDA; Sac: TECIDOS TOTAL LTDA; Tit: 3704/04 ;Apr: BANCO DO BRASILSA; VEN: 04/11/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 2.084,10 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 140598; Devedor(es): NATANAEL DA SILVA DE FREITAS - 082.296.709-00, End: Rua João José Coelho, 915, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: FAZENDA NACIONAL - DIV.ATIVA-IRPF; Sac: FAZENDA NACIONAL - DIV.ATIVA-IRPF; Tit: 91115006679 ; Apr: PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL; VEN: À VISTA; Esp: Certidão de DívidaAtiva; Val: R$ 1.382,09 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96.Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 140830; Devedor(es): VALMIR COELHO DA ROSA - 269.395.330-87, End: rua Manoel Augusto da Rosa, 192, SOMBRIO;Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced:ALUFINIT INDUSTRIA DE ESQUADRIAS LTDA ME; Sac: ALUFINIT INDUSTRIADE ESQUADRIAS LTDAME; Tit: 319/02 ;Apr: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL; VEN: 05/11/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 605,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. TÍTULOS PARA FINS FALIMENTARES Prot: 140846; Devedor(es): VISION COMERCIAL LTDA ME - 02.393.212/0001-01, End: Rua Aires Medeiros de Souza, 490, Sombrio; Tip: Fins Falim; Mot: Falta de pagamento; Ced: IND E COM DE CALCADOS SUZANASANTOS LTDA; Sac: IND E COM DE CALCADOS SUZANA SANTOS LTDA; Tit: 121240-A ; Apr: BANCO BRADESCO S A ; VEN: 07/11/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 53.813,74 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 140847; Devedor(es): VISION COMERCIAL LTDA ME - 02.393.212/0001-01, End: Rua Aires Medeiros de Souza, 490, Sombrio; Tip: Fins Falim; Mot: Falta de pagamento; Ced: IND E COM DE CALCADOS SUZANASANTOS LTDA; Sac: IND E COM DE CALCADOS SUZANA SANTOS LTDA; Tit: 121242-C ; Apr: BANCO BRADESCO S A ; VEN: 07/11/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 28.501,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. TÍTULOS PARA FINS FALIMENTARES Prot: 140883; Devedor(es): VISION COMERCIAL LTDA ME - 02.393.212/0001-01, End: Rua Aires Medeiros de Souza, 490, SOMBRIO; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: IND E COM DE CALCADOS SUZANA SANTOS LTDA; Sac: IND E COM DE CALCADOS SUZANA SANTOS LTDA; Tit: 121242-C ; Apr: BANCO DO BRASIL SA; VEN: 07/11/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 28.501,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 140884; Devedor(es): VISION COMERCIAL LTDA ME - 02.393.212/0001-01, End: Rua Aires Medeiros de Souza, 490, SOMBRIO; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: IND E COM DE CALCADOS SUZANA SANTOS LTDA; Sac: IND E COM DE CALCADOS SUZANA SANTOS LTDA; Tit: 121240-A ; Apr: BANCO DO BRASIL SA; VEN: 07/11/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 53.813,74 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Certifico, para os devidos fins, que o presente edital foi afixado no mural da serventia em: 16/11/2015. Sombrio - SC, 16/11/2015 ARLINDO EDÍLIO DA ROSA MARIO LUIZ DE AMORIM, CPF nº 657.281.229- 49, comunica que requer a Fundação do Meio Ambiente - FATMA, a renovação da Licença Ambiental de Operação, para atividade deAvicultura, com empreendimento localizado na Estrada Geral Anita Garibaldi, município de Balneário Gaivota/ SC. O prazo de impugnação junto a FATMA é de 20 dias corridos a partir da data desta publicação e o licenciamento será concedido se atendida à legislação ambiental. MOACIR RÉ, CPF nº 760.436.739-91, comunica que requer a Fundação do Meio Ambiente - FATMA, a obtenção da Licença Ambiental Prévia/ Instalação/Operação, para atividade de Avicultura, com empreendimento localizado na Estrada Geral Garapuvu, município de Ermo/SC. O prazo de impugnação junto a FATMA é de 20 dias corridos a partir da data desta publicação e o licenciamento será concedido se atendida à legislação ambiental. SIDNEI MANENTI, CPF nº 560.128.109-20, comunica que requer a Fundação do Meio Ambiente - FATMA, a obtenção da Licença Ambiental Prévia/ Instalação/Operação, para atividade de Avicultura, com empreendimento localizado na Estrada Municipal TBS 242, SNº, Bairro Gurita, município de Timbé do Sul/SC. O prazo de impugnação junto a FATMA é de 20 dias corridos a partir da data desta publicação e o licenciamento será concedido se atendida à legislação ambiental. ANGELINO FERREIRA DE SOUZA, CPF nº 398.593.639-00, comunica que requer a Fundação Ambiental do Município de Araranguá - FAMA, a renovação da Licença Ambiental de Operação, para atividade de Avicultura, com empreendimento localizado na Rodovia Municipal ARA 218, SNº, Bairro Lagoa do Caverá, município de Araranguá/ SC. O prazo de impugnação junto a FATMA é de 20 dias corridos a partir da data desta publicação e o licenciamento será concedido se atendida à legislação ambiental.
  17. 17. Publicidade 17Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015
  18. 18. participação de corredores de todas as idades. O even- to foi um sucesso, melhor que o de um ano atrás e com certeza daqui um ano teremos outro ainda mais bem organizado e com to- dos os detalhes dentro dos conformes, como deve ser", disse Fernando. O Prefeito de Sombrio, Zênio Cardoso, participou do evento e deu a largada para as quatro categorias: Pró, Sport, Iniciante e Ca- minhada. "Muito lindo ver tanta gente daqui de Sombrio e de fora até, participando do Pé na Estrada. Ver essa organização do DME, esse apoio da Mattric Sports, e saber que a gente se confraterniza com saúde e qualidade de vida pro- movendo o esporte local", disse Zênio. > Sombrio Em 2014 foram 103, para esse ano, a expectativa do De- partamento Municipal de Esportes e da prefeitura de Sombrio, organiza- dores do Pé na Estrada, evento de corrida de rua da cidade, era de dobrar essa quantia. Mais do que isso. Quase triplicou o número de participantes. Sombrio, Balneário Gaivota, Tubarão, Cri- ciúma, Içara, Gravatal, Balneário Arroio do Silva e Araranguá, foram al- gumas cidades da região representadas no evento. Do Rio Grande do Sul vieram atletas de Torres e Porto Alegre, dentre outros municípios. "Foi surpreendente a PénaEstradareúne300atletas Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 ³ 07-18-43-53-79CONCURSO 3.934 QUINA 14/11 ³ 1º 19808 1.000.000,00 ³ 2º 87666 21.500,00 ³ 3º 20235 17.700,00 ³ 4º 81338 16.500,00 ³ 5º 19017 15.085,00 CONCURSO 5.023 Destino Bilhete Valor do Prêmio (R$) LOTERIA FEDERAL 14/11 ³ 09-10-36-50-53-55 CONCURSO 1.761 MEGA SENA 14/11 Diferentes trajetos foram montados para os corredores. A categoria iniciante, para crianças e adolescentes de até 15 anos teve 1,5 km de cor- rida. A categoria Sport correu 4 km e a mais dura, com percursos de estrada de chão e asfalto foi a categoria Pro, com 8 km. "Muito legal o evento, percurso difícil, extenuan- te, mas uma corrida bem feita, bem organizada e que contará comigo em 2015, trazendo ainda mais gente para participar por- que vale muito a pena", disse Luiz Henrique Foga- ça, jornalista de Tubarão, 6º colocado em seu grupo de idade na categoria Pró. "Evento bonito, muito bem organizado e que incentiva ainda mais a tocarmos projetos como este nosso que a gente tira crianças da rua para praticar esportes", sa- lientou Jose Luiz Klin, coordenador do projeto Brincar de Correr, de Torres, voltado às crian- ças e aos adolescentes da cidade gaúcha. Sombrio tem se des- tacado no últimos anos na promoção de uma vasta variedade de es- portes, com treinamen- tos e competições para dar motivação a quem pratica de traçar obje- tivos e alcançar metas. Em andamento, atual- mente, Sombrio tem os Campeonatos Munici- pais de Bocha, Futsal e Futebol de Base e recém encerrou o Municipal de Vôlei. Após o Pé na Estra- da, Sombrio se prepara para o II Pedala Som- brio, dia 6 de Dezembro, um desafio de ciclismo de mountan bike pelo interior do município nas categorias sport, de 26 km e pró, 40. Inscri- ções podem ser feitas na loja Mattric Sports, no DME de Sombrio ou no site riscozeroadventure. com.br.
  19. 19. se mantiveram com o 2º lugar nas chaves A e B. O primeiro jogo entre Rua Nova e São José ter- minou com o placar de 5 a 1, com 2 gols de Paulo Sérgio e os demais com José Luciano, Rodrigo Pereira e Leonardo Via- na para o time vencedor > BalneárioGaivota Rodada encerran- do primeira fase do Gaivotão foi ótima para a comunidade do Rio Novo, pois ambas as suas equipes venceram e Política 19Correio do Sul Segunda-feira, 16 de novembro de 2015 São José e 8 de Setembro vencem Jerva terá participação de 12 municípios > arroiodoSilva O congresso técnico do 45° Jerva (Jogos Es- colares do Vale do Ara- ranguá) e 7º Parajerva, foirealizadonatardede sexta-feira,no auditório da Secretaria de Saúde de Balneário Arroio do Silva, e contou com a participação dos dire- tores esportivos dos municípios que parti- ciparão da competição. Os jogos são uma realização da Secreta- ria do Desenvolvimento Regional deAraranguá e prefeitura do Arroio e contarão com a parti- cipação de 12 municípios, sendo que a competição acontecerá entre os dias 1º e 8 de dezembro. No Congresso, aberto peloprefeitoEvandroScai- ni, que deu as boas-vindas aos diretores, o integrador esportivo da SDR Araran- guá, Rogério Henrique Gonçalves e o Diretor de Esportes da Prefeitura de Arroio do Silva Cleber- son Vieira, realizaram o sorteio das chaves e defi- niram junto aos demais participantes a forma de disputa. Ficou decidido que a abertura da com- petição será às 19h30min do dia 03, quinta-feira, no Ginásio de Esportes da EEB Apolônio Ireno Car- doso. Serão disputadas ao longo da competição nove modalidades nos naipes masculino e feminino, entre elas futsal, voleibol, futebol de campo, tênis de mesa, xadrez, atletismo, vôlei de praia, handebol e basquete, em vários locais do Município de Balneário Arroio do Silva. Os jogos do Jerva deverão contar com a participação de cerca de mil alunos de 11 a 17 anos de escolas públicas e particulares da região. Paralelo aos Jogos Esco- lares, os Jogos Parades- portivos reunirão alunos de todas as Apaes do Extremo-Sul. Tudo como começou A primeira fase do Gaivotão chegou ao fim, e os resul- tados da última rodada não se alteraram nos confrontos das quartas de finais que já estavam encaminhados. No primeiro jogo, o São José do Rio Novo goleou a Rua Nova por 5 a 1, e terminou a primeira fase em segundo lugar de forma invicta. Já a Rua Nova se classificou em quarto no grupo. Outra equipe do Rio Novo, o 8 de Setembro, tam- bém terminou a primeira fase em segundo lugar, pois no domingo venceu de virada a Palmeira por 2 a 1, em um jogo marcado por bastante reclamação da arbitragem, principalmente por parte da Palmeira, que com o resultado perdeu a sua invencibilidade no municipal, e terminou a primeira fase na quarta colocação. Confrontos Com o fim da primeira fase, os confrontos já estão definidos, e os jogos das quartas de finais acontecem nos próximos dois domingos. Os confrontos ficaram da seguinte maneir: Gaivota E.C x Valência, Ferpa x Rua Nova, São José x Palmeira, Juventus x 8 de Setembro. A expectativa é de grandes jogos, pois estão na com- petição as equipes que demonstraram durante todo o campeonato o melhor futebol. Números da primeira fase Até agora no campeonato municipal de Balneário Gaivota, em dez domingos, foram disputadas 30 partidas, e foram marcados 138 gols, e uma média bem alta de 4,6 gols feitos por jogo. Dos 138 gols marcados no campeonato, 87 foram no grupo B, e 51 gols no grupo A. O Gaivota E.C foi o grande destaque do campeonato com 86% de apro- veitamento, possui o melhor ataque com 27 gols feitos, e também possui a melhor defesa, com nenhum gol sofrido até o momento. De outro lado, o Atlântico por ter perdido os pontos da partida contra a Turimar, acabou ficando com o pior ataque com 2 gols feitos, e o Avaí ficou com a pior cam- panha da competição com nenhum ponto marcado, e pior defesa com 39 gols sofridos. Tem que melhorar O empate da seleção brasileira com a Argentina tem que ser bastante comemorado, pois o Brasil foi dominado no primeiro tempo do clássico, e no segundo com algumas mudanças na equipe, Dunga conseguiu fazer com que a seleção melhorasse um pouco o futebol. A seleção conseguiu empatar com Lucas Lima, depois da jogada de Douglas Costa. O empate foi comemorado como uma vitória devida as circunstâncias da partida. É nítida a dificuldade da seleção brasileira quando en- frenta equipes com um nível de futebol parecido. Aconteceu assim na Copa América e tem acontecido nas eliminatórias, então a comissão técnica tem que abrir o olho e ver o que está errado, para a seleção conseguir melhorar o seu fute- bol e voltar a ser motivo de orgulho para seus torcedores. (48) 9616 5258 esporte@grupocorreiodosul.com.br e Gustavo Maia descon- tou para o Rua Nova. Na segunda partida o placar foi mais aperta- do, mas sobressaindo o 8 de Setembro que venceu com gols de Juliano Sup e Capitinga e Deivid Coelho descontou para a Palmeira. Com o resultado e final da primeira fase, ficou definido os confron- tos para as quartas de finais, que começam no próximo domingo (22). Juventus enfrenta o 8 de Setembro e Rua Nova pega o Ferpa na quartas. Valência e Máster Gai- vota fazem jogo na outra semana, dia 29, no mes- mo dia em que São José enfrenta a Palmeira.
  20. 20. segunda-feira, 16 de novembro de 2015

×