Moda no século XXI - Curso Intensivo

672 visualizações

Publicada em

Quando se tem claramente uma mudança de organização social emergindo, é preciso rever a maneira como estamos produzindo nossos trabalhos. A moda está falando com qual sociedade? Os conceitos que estamos criando dialogam com um paradigma de modo de produção do século XX ou XIX? Como criamos ideias e estéticas que tenham mais adesão social com o nosso tempo?
Destinado a: profissionais ou estudantes de moda, design, comunicação, cinema, branding ou qualquer área que necessite de insights conceituais para sua produção ou estratégia. Via Atelier do Futuro.

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
672
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Moda no século XXI - Curso Intensivo

  1. 1. Moda no século XXI 
 Quando se tem claramente uma mudança de organização social emergindo, é preciso rever a maneira como estamos produzindo nossos trabalhos. A moda está falando com qual sociedade? Os conceitos que estamos criando dialogam com um paradigma de modo de produção do século XX ou XIX? Como criamos ideias e estéticas que tenham mais adesão social com o nosso tempo? Por Mariana Nobre
  2. 2. A profissionais ou estudantes de moda, design, comunicação, cinema, branding ou qualquer área que necessite de insights conceituais para sua produção ou estratégia. 
 " A quem interessa?
  3. 3. R$ 200,00 por aluno para sessão de 4 horas. Aulas com turmas de, no mínimo, 10 pessoas ou parte do valor subsidiado pelo parceiro (para alcançar o valor mínimo). 
 Custos e parceria
  4. 4. Pocket Show: Um apanhado geral e introdutório. 4 horas de exposição de conceitos e conversa. Este formado pode ser trabalhado com alguma atividade prática, a combinar. 
 " Carga horária
  5. 5. Ementa do curso
  6. 6. O contexto em que vivemos. A organização social sob o prisma da lógica das redes Mudanças no modo de produção. " 1.O Zeitgeist
  7. 7. A moda diante dos novos contextos. Exemplos de novos profissionais, modos de produção e economia criativa em tempos de rede.
 " 2.Paradigmas da moda
  8. 8. Manifestações estéticas e culturais emergentes: open source design/ maker innovation, upcycling/revivalismo, biomimética, intuitive-futures, temporalização e remix..
 " 3.Manifestações Estéticas
  9. 9. Estágios de adesão social e abstração conceitual e noção dos 5 estágios do Luxo. 
 " 4.Estágios Conceituais
  10. 10. Os movimentos e estéticas slow, retração econômica, DIY, resgate do Labor e Artesania A moda se interligando com a sustentabilidade e com a lógica digital.
 " 5. Slow Fashion
  11. 11. Mudanças do masculino/ feminino na contemporaneidade: new ladies, new-gents, athena, new dandy, re-conect man, androgenia e pós-gênero. 
 " 6. Gêneros
  12. 12. Trabalha com pesquisa de cultura embrionária. Sua carreira passou por empresas como Editora Abril, Box 1824, Studio Ideias, Voltage e The Future Lab (Brazilian Correspondent). Com formação que une a comunicação e as ciências humanas (Publicidade/ Cásper Líbero; Filosofia/ FFLCH- USP; Semiótica Psicanalítica/ PUC-COGEAE e Coolhunting/ IED), Mariana especializou-se em identificar, mapear, classificar e analisar perfis identitários de acordo com os diferentes estratos da Cadeia de Difusão de Inovação, acrescentando uma visão transdisciplinar e humanista aos seus trabalhos. Com o Atelier do Futuro, Mariana mapeia inovadores e seus hubs identificando cultura embrionária, produzindo relatórios, consultorias e hunting, mas também conduzindo iniciativas autorais de articulação e distribuição destas mesmas inovações, estilos de vida e tendências. É colecionadora de antiguidades e garimpeira desde a infância, já teve uma loja de garimpos, chamada Freddie & Grace no primeiro piso do Otto Bistrot, escreveu sobre garimpos no site da Revista Gloss e hoje produz cenografias e bazares com o selo “Não Guardo Mágoa, mas Guardo Todo o Resto”. 
 " Mariana Nobre
  13. 13. Obrigadamariana.dias.nobre@gmail.com 11- 97977-9518

×