[Mari Nobre Historia Garimpos] Cap 4 (final) Projetos Atuais

425 visualizações

Publicada em

Capítulo final da história de como me tornei garimpeira e também pesquisadora e articuladora cultural. Nesta apresentação, falo sobre a marca de garimpos Não Guardo Mágoa e projetos atuais, como o Urbanilha e a Atelier do Futuro.

Publicada em: Carreiras
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
425
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

[Mari Nobre Historia Garimpos] Cap 4 (final) Projetos Atuais

  1. 1. Não guardo mágoa,mas guardo todo o resto…Mariana Nobre
  2. 2. Não guardo mágoa,mas guardo todo o resto…O “Não Guardo Mágoa” não é um blog e sim o selo no qual assino meusgarimpos desde o fim do meu antigo brechó, Freddie & Grace. Sob estamarca, vendo e compro peças vintages, faço produção de objetos epesquiso sobre pessoas que são como eu: garimpeiros irremediáveis!
  3. 3. Peças do Não Guardo Mágoa. Primeiro bazar, no Drosóphila.AnaMariaNoraTannusGalOppidoEduardoLoureiro
  4. 4. Bazar do Não Guardo Mágoa no Otto Bistrot
  5. 5. Banners online Não Guardo Mágoa
  6. 6. Vídeo teaser da Playlist do “Não Guardo Mágoa” no “O Brasil com S”.Montagem: Jean Franco Borges
  7. 7. Ação “Solte suas Mágoas” na primeira edição do Festival BaixoCentro. Bilhetes soltos em balões davam recados à cidade.BrunoFernandes
  8. 8. Foto da ação “Solte suas Mágoas” em material de comunicação dasegunda edição do Festival Baixo Centro. Banner para arrecadaçãoem Financiamento Coletivo.CoberturaColaborativaBaixoCentro
  9. 9. Eu tenho alguns sonhos para o “Não Guardo Mágoa” que estão na gaveta.São ideias que precisam de uma ajudinha extra para acontecerem. Quemsabe você que está ai lendo não pode me ajudar a realizá-las?Não guardo mágoa Próximos passos
  10. 10. As crianças são nativos digitais e encantam-se com universo antigo. A ideia émostrar como funcionava o mundo analógico, a origem e funcionamento deobjetos básicos ao cotidiano.Workshops para criançasJeanFrancoBorges
  11. 11. As histórias dos garimpeiros e suas vidas. A obsessão pela caça de novosítens. As aventuras e sacrifícios que fazem para se manter no ofício.Doc – Não Guardo MágoaMarianaNobre
  12. 12. ProjetosAtuais…
  13. 13. O Urbanilha é uma iniciativa independente, criada pelo diretor Jean FrancoBorges, que documenta ações de protagonismo civil nas ruas. Junto com oRodrigo Guima, do Coletivo Aqui Bate um Coração, apresentarei estas ações eirei introduzir seus conceitos para um público em maior escala.Urbanilha
  14. 14. Frame UrbanilhaMarcellaSneider
  15. 15. Frame Urbanilha
  16. 16. Esta é a empresa que assinará, de maio de 2013 em diante, meus trabalhossobre tendências e também minhas pesquisas sobre os movimentos de voltaao passado. Em breve, mais informações.A identidade visual é de Denis Diosanto e se inspira nas revoluções de 1968.O logo como antena, capta movimentos sociais atemporais.Atelier do Futuro
  17. 17. Muito obrigada por ter me aguentado até aqui!!!(te pago um café?)Dúvidas, ideias, estou à disposição!mariana.dias.nobre@gmail.com
  18. 18. Ilustração do Perfil: Luiz Fernando GermanoBanner: Tony de Marco

×