O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Desenhando  um “MAPA  DO CÉU” Uma ferramenta útil para avaliar o tempo de insolação e a iluminação disponível num determin...
 
 
Com uma câmera fotográfica e uma lente grande angular tipo “Olho de peixe” teríamos uma informação rápida:
 
 
 
Somos capazes de ver a parte do céu visível e a parte obstruída.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Na falta de máquina fotográfica com lente grande angular ,  vamos desenhar um mapa do céu. Partindo de plantas e cortes em...
PLANTA
PLANTA
PLANTA
PLANTA
Formiga Tacao, com incrível Senso de direção PLANTA
PLANTA
CORTE
CORTE
CORTE
Agora transportamos os ângulos   ,    e   diretamente para o gráfico da insolação (mapa astral)
Medimos (com transferidor) os ângulos h A , h B  e h C . Marcamos seu valor na escala vertical do gráfico de insolação, e ...
 
 
 
 
Desenhamos assim o edifício no gráfico, ou melhor a porção de céu que este edifício obstrui, para a posição do observador ...
1º edifício desenhado no “MAPA  DO CÉU”
Desenhando  um “MAPA  DO CÉU” Uma ferramenta útil para avaliar o tempo de insolação e a iluminação disponível num determin...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mapa do ceu

2.348 visualizações

Publicada em

Mapa do céu - conforto ambiental.

Mapa do ceu

  1. 1. Desenhando um “MAPA DO CÉU” Uma ferramenta útil para avaliar o tempo de insolação e a iluminação disponível num determinado lugar, levando em conta as edificações e obstruções do entorno.
  2. 4. Com uma câmera fotográfica e uma lente grande angular tipo “Olho de peixe” teríamos uma informação rápida:
  3. 8. Somos capazes de ver a parte do céu visível e a parte obstruída.
  4. 20. Na falta de máquina fotográfica com lente grande angular , vamos desenhar um mapa do céu. Partindo de plantas e cortes em escala.
  5. 21. PLANTA
  6. 22. PLANTA
  7. 23. PLANTA
  8. 24. PLANTA
  9. 25. Formiga Tacao, com incrível Senso de direção PLANTA
  10. 26. PLANTA
  11. 27. CORTE
  12. 28. CORTE
  13. 29. CORTE
  14. 30. Agora transportamos os ângulos  ,  e  diretamente para o gráfico da insolação (mapa astral)
  15. 31. Medimos (com transferidor) os ângulos h A , h B e h C . Marcamos seu valor na escala vertical do gráfico de insolação, e encontramos os pontos A, B e C, respectivamente.
  16. 36. Desenhamos assim o edifício no gráfico, ou melhor a porção de céu que este edifício obstrui, para a posição do observador escolhida.
  17. 37. 1º edifício desenhado no “MAPA DO CÉU”
  18. 38. Desenhando um “MAPA DO CÉU” Uma ferramenta útil para avaliar o tempo de insolação e a iluminação disponível num determinado lugar, levando em conta as edificações e obstruções do entorno.

×