EM BUSCA da 
Vila Operária – Brás
Av. Rangel Pestana – 
Vc desce do ônibus e vê essa curiosíssima construção numa esquina.
Av. Rangel Pestana – 
Olhando em direção ao Viaduto Maestro Alberto Marino, que vai até o 
Largo da Concórdia.
Paróquia Bom Jesus do Brás 
Um recuo esconde, até certo ponto, a igreja da vista de quem vem pela 
avenida.
Av. Rangel Pestana – 
Muito larga, a avenida possui aqui uma escala monumentale.
Av. Rangel Pestana.
Igreja Bom Jesus do Brás – 
As duas ruas laterais levam à R do Gasômetro.
Linha Elevada do Metrô. 
Um efeito cênico de valor.
A igreja sobressai altaneira, mas tem um vizinho!
Pequeno Hotel. 
Belo, decadente, aguardando restauro, numa esquina preciosa.
Av. Rangel Pestana – 
Muito larga, com parte de sua pista no contra fluxo.
Av. Rangel Pestana – 
Panfletar nos semáforos: profissão contemporânea.
R Melo Barreto 
A primeira das duas ruas visitadas, na chamada ‘Vila Operária”.
R Melo Barreto 
Em comparação com sua irmã paralela, que logo veremos, a R Prof Batista 
Andrade, esta rua na imagem é mai...
R Melo Barreto 
Calçada muito estreita. Os pinos impedem carros de estacionarem aqui.
R Melo Barreto 
Manter e propor restauro.
R Melo Barreto 
Manter e propor restauro.
R Melo Barreto - Respiros sob o assoalho, que originalmente era de 
madeira, erguido acima do solo.
R Melo Barreto 
A generosa abertura original tornou-se uma esquadria com grades.
R Melo Barreto 
Manter e propor restauro.
R Melo Barreto 
Geminada com entrada central.
R Melo Barreto - Sem recuos frontais.
R Melo Barreto 
À direita, um pequeno recuo frontal, surgido em reformas, não original.
R Melo Barreto 
Volutas, estuques, máscaras, adornos: há pouco disso no Brás.
R Melo Barreto 
Ninguém, entre os cerca de 7 entrevistados, reconheceu essa rua como 
parte de uma Vila Operária. Não há e...
R Melo Barreto 
Calçadas ínfimas.
“Moço, essa casa foi feita em 1942.” 
Pedreiro atuando na obra.
“A casa da minha irmã, no começo da rua, é de 1834!” 
Senhora que conversou comigo, à direita.
“A casa do meu pai ficava onde hoje há um pilar da via do Metrô. 
Depois ele comprou uma casa na R Prof Batista de Andrade...
R Melo Barreto. 
De sua ponta final, olhando para Av Rangel Pestana, lá no fundo.
Empenas cegas: efeito da desapropriação na vinda do Metrô.
R Prof Batista de Andrade
R Prof Batista de Andrade 
Ao fundo, a Av. Rangel Pestana.
R Prof Batista de Andrade 
Há um pequeno trecho em que a rua se alarga. Note os carros em 45 graus.
“Se há traficantes? Sim, como em toda a nossa cidade. 
Mas nada tão grave assim”. - Corretor dono de imobiliária na rua.
Manter e propor restauro das duas casas com varanda redonda.
R Prof Batista de Andrade 
Dois prédios nas esquinas fazem o portal de entrada.
R Prof Batista de Andrade 
Olhando em direção ao Metrô e a praça.
R Prof Batista de Andrade 
Olhando em direção ao Metrô e à Praça.
R Prof Batista de Andrade 
Ao fundo, a Av Rangel 
Pestana.
R Prof Batista de 
Andrade 
Vc descobre, pela placa 
antiga, que além de 
professor, o 
homenageado também foi 
cientista,...
Av Rangel Pestana 
Olhando em direção ao Pq D Pedro 2.
R Prof 
Batista 
de 
Andrade 
R Melo 
Barreto
Há lembranças relatas do brejo, que foi essa região. 
Não há relatos negativos, sobre morar aqui, ao contrário: 
“Estamos ...
Levantamento fotográfico e conversa com moradores do Brás, 
na busca de compreender a ‘Vila Operária’ do Brás, que talvez ...
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Levantamento fotográfico v oprr bras
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Levantamento fotográfico v oprr bras

974 visualizações

Publicada em

Em nosso curso, na FAU Mack, fala-se deste setor visitado como uma antiga Vila Operária.Ninguém ali reconheceu isso. Não há lembrança desta suposta Vila. Há lembranças relatas do brejo, que foi essa região.

Não há relatos negativos, sobre morar aqui, ao contrário: “Estamos perto de tudo!” disse uma senhora que há c. 50 anos mora na R Prof Batista de Andrade. Ela veio aos 19 anos, recém casada.

A praça sob a linha do Metrô pareceu desconectada de tudo e com baixíssimo uso.

Não há muitas construções relevantes, que mereçam ser preservadas, mas há sim, pessoas felizes morando aqui, e novos projetos precisam levar em conta esta dimensão social e cultural.

A famosa Dimensão Oculta, citada por Edward Hall. Esta talvez tenha sido nossa maior descoberta.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
974
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Levantamento fotográfico v oprr bras

  1. 1. EM BUSCA da Vila Operária – Brás
  2. 2. Av. Rangel Pestana – Vc desce do ônibus e vê essa curiosíssima construção numa esquina.
  3. 3. Av. Rangel Pestana – Olhando em direção ao Viaduto Maestro Alberto Marino, que vai até o Largo da Concórdia.
  4. 4. Paróquia Bom Jesus do Brás Um recuo esconde, até certo ponto, a igreja da vista de quem vem pela avenida.
  5. 5. Av. Rangel Pestana – Muito larga, a avenida possui aqui uma escala monumentale.
  6. 6. Av. Rangel Pestana.
  7. 7. Igreja Bom Jesus do Brás – As duas ruas laterais levam à R do Gasômetro.
  8. 8. Linha Elevada do Metrô. Um efeito cênico de valor.
  9. 9. A igreja sobressai altaneira, mas tem um vizinho!
  10. 10. Pequeno Hotel. Belo, decadente, aguardando restauro, numa esquina preciosa.
  11. 11. Av. Rangel Pestana – Muito larga, com parte de sua pista no contra fluxo.
  12. 12. Av. Rangel Pestana – Panfletar nos semáforos: profissão contemporânea.
  13. 13. R Melo Barreto A primeira das duas ruas visitadas, na chamada ‘Vila Operária”.
  14. 14. R Melo Barreto Em comparação com sua irmã paralela, que logo veremos, a R Prof Batista Andrade, esta rua na imagem é mais estreita. Note a Kombi sobre a calçada.
  15. 15. R Melo Barreto Calçada muito estreita. Os pinos impedem carros de estacionarem aqui.
  16. 16. R Melo Barreto Manter e propor restauro.
  17. 17. R Melo Barreto Manter e propor restauro.
  18. 18. R Melo Barreto - Respiros sob o assoalho, que originalmente era de madeira, erguido acima do solo.
  19. 19. R Melo Barreto A generosa abertura original tornou-se uma esquadria com grades.
  20. 20. R Melo Barreto Manter e propor restauro.
  21. 21. R Melo Barreto Geminada com entrada central.
  22. 22. R Melo Barreto - Sem recuos frontais.
  23. 23. R Melo Barreto À direita, um pequeno recuo frontal, surgido em reformas, não original.
  24. 24. R Melo Barreto Volutas, estuques, máscaras, adornos: há pouco disso no Brás.
  25. 25. R Melo Barreto Ninguém, entre os cerca de 7 entrevistados, reconheceu essa rua como parte de uma Vila Operária. Não há essa memória. Talvez no meu curso de Arquitetura, tenhamos nos enganado em supor haver aqui a tal Vila Operária. Pesquisa na web também não aponta para essa hipótese.
  26. 26. R Melo Barreto Calçadas ínfimas.
  27. 27. “Moço, essa casa foi feita em 1942.” Pedreiro atuando na obra.
  28. 28. “A casa da minha irmã, no começo da rua, é de 1834!” Senhora que conversou comigo, à direita.
  29. 29. “A casa do meu pai ficava onde hoje há um pilar da via do Metrô. Depois ele comprou uma casa na R Prof Batista de Andrade”. Corretor que possui uma imobiliária local.
  30. 30. R Melo Barreto. De sua ponta final, olhando para Av Rangel Pestana, lá no fundo.
  31. 31. Empenas cegas: efeito da desapropriação na vinda do Metrô.
  32. 32. R Prof Batista de Andrade
  33. 33. R Prof Batista de Andrade Ao fundo, a Av. Rangel Pestana.
  34. 34. R Prof Batista de Andrade Há um pequeno trecho em que a rua se alarga. Note os carros em 45 graus.
  35. 35. “Se há traficantes? Sim, como em toda a nossa cidade. Mas nada tão grave assim”. - Corretor dono de imobiliária na rua.
  36. 36. Manter e propor restauro das duas casas com varanda redonda.
  37. 37. R Prof Batista de Andrade Dois prédios nas esquinas fazem o portal de entrada.
  38. 38. R Prof Batista de Andrade Olhando em direção ao Metrô e a praça.
  39. 39. R Prof Batista de Andrade Olhando em direção ao Metrô e à Praça.
  40. 40. R Prof Batista de Andrade Ao fundo, a Av Rangel Pestana.
  41. 41. R Prof Batista de Andrade Vc descobre, pela placa antiga, que além de professor, o homenageado também foi cientista, e morreu em 1937.
  42. 42. Av Rangel Pestana Olhando em direção ao Pq D Pedro 2.
  43. 43. R Prof Batista de Andrade R Melo Barreto
  44. 44. Há lembranças relatas do brejo, que foi essa região. Não há relatos negativos, sobre morar aqui, ao contrário: “Estamos perto de tudo!” disse uma senhora que há 50 anos mora na R Prof Batista de Andrade. Ela veio aos 19 anos, recém casada. A praça sob a linha do Metrô pareceu desconectada de tudo e com baixíssimo uso. Não há muitas construções relevantes, que mereçam ser preservadas, mas há sim, pessoas felizes morando aqui, e novos projetos precisam levar em conta esta dimensão social e cultural. A famosa Dimensão Oculta, citada por Edward Hall. Esta talvez tenha sido nossa maior descoberta.
  45. 45. Levantamento fotográfico e conversa com moradores do Brás, na busca de compreender a ‘Vila Operária’ do Brás, que talvez nunca tenha existido como tal, nessas duas ruas! Projeto 7 – FAU-Mack – Orientador: Prof Antonio Castro Outubro de 2014 a. D. Carlos Elson L. da Cunha

×