Mammalia

1.239 visualizações

Publicada em

Introdução aos mamíferos. Características que os diferenciam dos outros vertebrados.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.239
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mammalia

  1. 1. Ecologia, classificação e evolução de Mammalia. Profa. Lilian Escobar
  2. 2. Aula 1: Características e classificação de mamíferos
  3. 3. Mammalia Filo Chordata Subfilo Vertebrata Classe Mammalia Origem 260 m.a. • Fim do Triássico: Cynodontia com característica de repteis e mamíferos. • Primeiros mamíferos verdadeiros datam do Jurássico inferior (220 m. a.). • Eram animais pequenos (~10 cm) e provavelmente noturnos. • Origem monofilética: Synapsida Therapsida Cynodontia
  4. 4. Classificação São divididos tradicionalmente em: • Subclasse Allotheria: multituberculados – atualmente extintos. • Subclasse Prototheria (monotremados): ornitorrinco e équidnas. • Subclasse Theria: – Metatheria (marsupiais) – Eutheria (placentários)
  5. 5. Classificação dos mamíferos atuais São reconhecidas mais de 20 ordens dentro das 3 subclasses: • Subclasse Prototheria: 3 espécies (ornitorrinco e equidnas). • Subclasse Theria: dividida em – Metathéria: Cohort Ameridelphia e Cohort Australidelphia (3 ordens principais). – Eutheria: 18 ordens (*Rodentia, 1814 espécies; Chiroptera, 986; Artiodacyla, 213; Carnivora, 274)
  6. 6. MAMÍFEROS • Exploram amplamente os recursos da Terra: encontrados de polo a polo, nos desertos secos, nas florestas, do topo das montanhas aos profundos mares.* • Dominantes da Era Cenozoica (65,5 m.a. até atualidade). • Incluem os maiores vertebrados aquáticos e terrestres. • Grande diversidade: cerca de 4800 espécies descritas. • Grande diversidade morfológica; adaptados a grande variedade de estilos de vida. 1 2 3 4 5 6
  7. 7. Características • Lactação: presente em todas as espécies. Fêmeas alimentam seus filhotes. Glândulas especializadas que produzem leite (mamárias). • Mamilos: presentes apenas nos térios. OBS: monotremados não tem. • Pelos: têm como função básica a proteção contra o calor e o frio (isolamento térmico) e uma variedade de outras funções - camuflagem, comunicação, sensação (vibrissas=bigode). *a proteção depende da capacidade de aprisionamento do ar é proporcional ao comprimento do pelo. Possuem músculos específicos para eriçar.
  8. 8. Características: continuação • Crescimento limitado – surgimento de epífises na maturidade (fusão dos ossos). • Calota craniana: ossos dérmicos contornam todo o encéfalo fechando toda a caixa craniana. • Dentição: dividida em diferentes tipos de dentes (incisivos, caninos, pré-molares e molares) – condição heterodontia. 3/3, 1/1, 4/4, 3/3 • Difiodontia: a maioria dos mamíferos possui 2 conjuntos de dentes – dentes de leite e permanentes (monotremados não possuem dentes quando adultos). • Palato secundário ósseo: permite que o animal respire e se alimente ao mesmo tempo.
  9. 9. Características pós-cranianas • Posição dos membros: posicionados sob o corpo (difere dos repteis - lateral) • Articulação no tornozelo diferente dos demais amniotas. O ponto de movimento da articulação fica entre a tíbia e o astrágalo : articulação crurotarsal. • Projeção de outro osso proximal do tornozelo - o calcâneo, formando o processo do calcâneo • Vértebras: a maioria possui 7 vértebras cervicais. Manatis e preguiças – 6, girafas – 8. • Complexo atlas-axis: único entre os vertebrados e especializado (permite movimento de giro da cabeça). • Costelas: apenas toráxicas
  10. 10. Características - continuação • Textura da pele: varia desde lisa (peles com pelos e cetáceos) até rugosas, secas e enrugadas (mamíferos terrestres sem pelos). • Camadas da pele: epiderme, derme e hipoderme (como os demais vertebrados), com componentes únicos. • Anexos do tegumento: – Chifres e cornos: geralmente encontrados em herbívoros – unhas, garras e cascos: apresentam acúmulo de queratina.
  11. 11. Características - continuação • Glândulas sudoríparas são presentes em todos os mamíferos. Na derme. Podem ser apócrinas e écrinas. • Glândulas apócrinas: secreta suor com glicídios, proteínas e lipídios. Encontradas nas axilas, virilha, genitália, desemboca no folículo piloso (comunicação química). • Glândulas écrinas: secreta suor aquoso e límpido; presentes em quase todo o corpo (*palma das mãos, pés/patas, cauda). • Abertura urogenital e digestória: possuem aberturas específicas para cada sistema. • Determinação do sexo: mamíferos apresentam sexos separados e a determinação é através de cromossomos sexuais. Fêmeas são XX e machos XY.
  12. 12. Sistema nervoso e sensorial • Sistemas sensoriais: diferem dos demais tetrápodas: dependem mais da audição e olfação do que da visão. • Encéfalo muito grande. • Cerebelo dobrado: único • Olfação: acurado senso de olfato, relacionado com o seu comportamento primariamente noturno. Reduzido nas . • Visão: evoluíram como animais noturnos. Possuem sensibilidade visual sob pouca luz. Bastonetes: todos; cones: cores – melhor nos diurnos. • Audição: apresentam orelha média mais complexa que demais tetrápodas. Conjunto de 3 ossos: estribo, martelo e bigorna – aumenta a capacidade auditiva. OBS: a maioria dos mamíferos é capaz de mover a aurícula para captar sons (primatas antropoides não)
  13. 13. Sistema nervoso e sensorial : especializações • Aumento progressivo e incremento da complexidade: ocorreu de forma independente nas várias ordens. • Encéfalo aumentado pela evolução de camadas espessas sobre o telencéfalo, porção mais anterior do cérebro. • Ecolocação: audição especializada para navegação. Visào insuficiente (noite/águas escuras e turvas). Sons produzidos pela laringe (morcegos) e entre a laringe e o espiráculo (cetáceos).
  14. 14. Para a próxima aula: Escolha um dos textos para discussão: • http://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas- noticias/afp/2013/08/15/fossil-de-roedor-de-160-milhoes- de-anos-explica-surgimento-de-mamiferos.htm#fotoNav=20 (1) • http://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas- noticias/efe/2013/11/05/cientistas-acham-restos-de- ornitorrinco-carnivoro-extinto-ha-milhoes-de-anos.htm • Link na página da UFOPA: 1 e 2 Boa semana!

×