SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
MOLUSCOS
CARACTERIZAÇÃO GERAL
• Corpo mole, viscoso e não segmentado
• Partes do corpo: cabeça, pé e massa
                      visceral.
• Cabeça nítida ou não, pode apresentar
  olhos e tentáculos.
• Pé: órgão locomotor, fixador e cavador
• Massa visceral: protegida ou não por
  uma concha
• Hábitat: aquático ou terrestre úmido
CARACTERIZAÇÃO GERAL
CLASSIFICAÇÃO
•Gastrópodes
Possui o maior número de espécies dentre os
moluscos, com cerca de 70.000 espécies.
Único grupo de moluscos com representantes
na água doce, no mar e no ambiente terrestre.
Grande diversidade de hábitos alimentares: há
espécies carnívoras, espécies herbívoras e
espécies detritívoras.
Classe Bivalvia (Pelecypoda)
Apresentam corpo envolvido por uma concha constituída de 2 valvas. Ocorrem
tanto na água doce como no ambiente marinho.


Na evolução do grupo houve redução da cabeça e desaparecimento da rádula.
Os bivalves são animais filtradores e conseguem o alimento pelas brânquias.


Como representantes do grupo temos as ostras, os mariscos, as vieiras e os
mexilhões. Um bivalve exótico é o teredo, que vive em madeira e atacam
embarcações.




                    Vieiras
     Ostra
PRODUÇÃO DE
            PÉROLA
Certos bivalves são capazes de
produzir pérolas com valor
comercial – são as ostras perlíferas.
A formação da pérola inicia-se
quando algum corpo estranho entra
no espaço entre a concha e o
manto. Este, então, secreta
sucessivas camadas de nácar             Ostra perlífera
(madrepérola  material orgânico,
brilhante, presente na superfície
interna da concha, usado para fazer
botões) sobre o invasor. Trata-se,
portanto, de um mecanismo de
defesa do molusco.
Classe Cephalopoda:
•   Grupo de moluscos mais evoluídos.
•   Representantes: lulas, sépias, náutilo, polvo, argonauta.
•   São moluscos com sistema circulatório fechado e sistema nervoso bem
    com gânglio cerebróide bem desenvolvido.
•   Possuem olhos com visão em cores.
•   Há espécies com concha calcária externa (ex.:náutilo), com concha interna
    e reduzida (ex.: lula) e sem concha (ex.: polvo).
•   A pele possui células denominadas cromatóforos, dotadas de pigmentos,
    cuja alteração de distribuição promove alterações na cor do animal.
•   Lulas e moluscos possuem glândula de tinta. Sempre que ameaçados
    eliminam o conteúdo dessa glândula, o que torna o ambiente turvo,
    possibilitando-os fugir.




                                                               Polvo
           argonauta
                                      Náutilo
Apresentam tubo digestório completo. A digestão é extracelular e
intracelular. Na boca dos moluscos, exceto dos bivalves, há uma
estrutura exclusiva do grupo: a rádula
Respiração: branquial (ocorre nas formas aquáticas) ou
pulmonar (ocorre nos gastrópodes  único grupo de
moluscos a conquistar o ambiente terrestre. Ex.: lesmas. Em
algumas espécies há respiração cutânea.


Excreção: ocorre por meio de nefrídeos. Cada nefrídeo
possui uma abertura no celoma, responsável pela filtração
do líquido celomático e uma abertura na cavidade do
manto, por onde as excretas são eliminadas.



Sistema Nervoso: Tipo ganglionar ventral. Há vários gânglios
nervosos ligados entre si por meio de cordões nervosos
ventrais.
Sistema circulatório. Nos moluscos, o sistema
circulatório é aberto, exceto nos cefalópodes
(polvos/lulas/sépias...).
Uma característica desse tipo de sistema circulatório
é que ao sair dos vasos o sangue perde pressão, o
que limita o tamanho do animal.
Nos cefalópodes, o sistema circulatório é fechado.
O sangue fica permanentemente dentro de vasos
sangüíneos.
Moluscos: características e classificação

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Filo Mollusca
Filo MolluscaFilo Mollusca
Filo Mollusca
 
Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)
 
Moluscos - Biologia
Moluscos - BiologiaMoluscos - Biologia
Moluscos - Biologia
 
Filo Mollusca - Moluscos
Filo Mollusca - MoluscosFilo Mollusca - Moluscos
Filo Mollusca - Moluscos
 
Mollusca
MolluscaMollusca
Mollusca
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Biologia molucos
Biologia   molucosBiologia   molucos
Biologia molucos
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Trabalho de biologia
Trabalho de biologiaTrabalho de biologia
Trabalho de biologia
 
Os moluscos
Os moluscosOs moluscos
Os moluscos
 
Anelideos
AnelideosAnelideos
Anelideos
 
Os moluscos - animais de corpo mole
Os moluscos - animais de corpo moleOs moluscos - animais de corpo mole
Os moluscos - animais de corpo mole
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Filo dos moluscos 7º ano
Filo dos moluscos   7º anoFilo dos moluscos   7º ano
Filo dos moluscos 7º ano
 
Mollusca
MolluscaMollusca
Mollusca
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Resumo: Filo Artrópodes
Resumo: Filo ArtrópodesResumo: Filo Artrópodes
Resumo: Filo Artrópodes
 

Semelhante a Moluscos: características e classificação

Semelhante a Moluscos: características e classificação (20)

Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Moluscos 3 C 2015
Moluscos 3 C 2015Moluscos 3 C 2015
Moluscos 3 C 2015
 
moluscos1-140830152153-phpapp01.pdf
moluscos1-140830152153-phpapp01.pdfmoluscos1-140830152153-phpapp01.pdf
moluscos1-140830152153-phpapp01.pdf
 
Slide sobre moluscos da disciplina de ciências
Slide sobre moluscos da disciplina de ciênciasSlide sobre moluscos da disciplina de ciências
Slide sobre moluscos da disciplina de ciências
 
moluscos .pptx
moluscos .pptxmoluscos .pptx
moluscos .pptx
 
Molusco
MoluscoMolusco
Molusco
 
Moluscos caracteristicas gerais
Moluscos   caracteristicas geraisMoluscos   caracteristicas gerais
Moluscos caracteristicas gerais
 
AULA ANIMAIS.pptx
AULA ANIMAIS.pptxAULA ANIMAIS.pptx
AULA ANIMAIS.pptx
 
000728502.pdf
000728502.pdf000728502.pdf
000728502.pdf
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
 
MOLUSCOS.pdf
MOLUSCOS.pdfMOLUSCOS.pdf
MOLUSCOS.pdf
 
Reptilia
ReptiliaReptilia
Reptilia
 
Moluscos Cefalópodes
Moluscos CefalópodesMoluscos Cefalópodes
Moluscos Cefalópodes
 
Resumo filo chordata
Resumo filo chordataResumo filo chordata
Resumo filo chordata
 
3 cordados
3 cordados3 cordados
3 cordados
 
Artópodes e Equinodermos
Artópodes e EquinodermosArtópodes e Equinodermos
Artópodes e Equinodermos
 
ANELIDEOS
ANELIDEOSANELIDEOS
ANELIDEOS
 
Filo mollusca texto
Filo mollusca textoFilo mollusca texto
Filo mollusca texto
 

Mais de letyap

Secreção celular
Secreção celularSecreção celular
Secreção celularletyap
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosletyap
 
Capítulo 1 ciência da vida
Capítulo 1   ciência da vidaCapítulo 1   ciência da vida
Capítulo 1 ciência da vidaletyap
 
Bases da reprodução
Bases da reproduçãoBases da reprodução
Bases da reproduçãoletyap
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celularletyap
 
Tecido muscular e nervoso
Tecido muscular e nervosoTecido muscular e nervoso
Tecido muscular e nervosoletyap
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologialetyap
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologialetyap
 
Mamiferos
MamiferosMamiferos
Mamiferosletyap
 
Núcleo
NúcleoNúcleo
Núcleoletyap
 
Mamiferos
MamiferosMamiferos
Mamiferosletyap
 
Equinodermos
EquinodermosEquinodermos
Equinodermosletyap
 
Vírus e bactérias
Vírus e bactériasVírus e bactérias
Vírus e bactériasletyap
 
Membrana
MembranaMembrana
Membranaletyap
 
Citologia organelas
Citologia   organelasCitologia   organelas
Citologia organelasletyap
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodesletyap
 
Anelideos
AnelideosAnelideos
Anelideosletyap
 

Mais de letyap (20)

Secreção celular
Secreção celularSecreção celular
Secreção celular
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
 
Ba 01
Ba 01Ba 01
Ba 01
 
Capítulo 1 ciência da vida
Capítulo 1   ciência da vidaCapítulo 1   ciência da vida
Capítulo 1 ciência da vida
 
Bases da reprodução
Bases da reproduçãoBases da reprodução
Bases da reprodução
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
 
Tecido muscular e nervoso
Tecido muscular e nervosoTecido muscular e nervoso
Tecido muscular e nervoso
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologia
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Mamiferos
MamiferosMamiferos
Mamiferos
 
Aves
AvesAves
Aves
 
Núcleo
NúcleoNúcleo
Núcleo
 
Mamiferos
MamiferosMamiferos
Mamiferos
 
Aves
AvesAves
Aves
 
Equinodermos
EquinodermosEquinodermos
Equinodermos
 
Vírus e bactérias
Vírus e bactériasVírus e bactérias
Vírus e bactérias
 
Membrana
MembranaMembrana
Membrana
 
Citologia organelas
Citologia   organelasCitologia   organelas
Citologia organelas
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Anelideos
AnelideosAnelideos
Anelideos
 

Moluscos: características e classificação

  • 2. CARACTERIZAÇÃO GERAL • Corpo mole, viscoso e não segmentado • Partes do corpo: cabeça, pé e massa visceral. • Cabeça nítida ou não, pode apresentar olhos e tentáculos. • Pé: órgão locomotor, fixador e cavador • Massa visceral: protegida ou não por uma concha • Hábitat: aquático ou terrestre úmido
  • 5. Possui o maior número de espécies dentre os moluscos, com cerca de 70.000 espécies. Único grupo de moluscos com representantes na água doce, no mar e no ambiente terrestre. Grande diversidade de hábitos alimentares: há espécies carnívoras, espécies herbívoras e espécies detritívoras.
  • 6. Classe Bivalvia (Pelecypoda) Apresentam corpo envolvido por uma concha constituída de 2 valvas. Ocorrem tanto na água doce como no ambiente marinho. Na evolução do grupo houve redução da cabeça e desaparecimento da rádula. Os bivalves são animais filtradores e conseguem o alimento pelas brânquias. Como representantes do grupo temos as ostras, os mariscos, as vieiras e os mexilhões. Um bivalve exótico é o teredo, que vive em madeira e atacam embarcações. Vieiras Ostra
  • 7. PRODUÇÃO DE PÉROLA Certos bivalves são capazes de produzir pérolas com valor comercial – são as ostras perlíferas. A formação da pérola inicia-se quando algum corpo estranho entra no espaço entre a concha e o manto. Este, então, secreta sucessivas camadas de nácar Ostra perlífera (madrepérola  material orgânico, brilhante, presente na superfície interna da concha, usado para fazer botões) sobre o invasor. Trata-se, portanto, de um mecanismo de defesa do molusco.
  • 8. Classe Cephalopoda: • Grupo de moluscos mais evoluídos. • Representantes: lulas, sépias, náutilo, polvo, argonauta. • São moluscos com sistema circulatório fechado e sistema nervoso bem com gânglio cerebróide bem desenvolvido. • Possuem olhos com visão em cores. • Há espécies com concha calcária externa (ex.:náutilo), com concha interna e reduzida (ex.: lula) e sem concha (ex.: polvo). • A pele possui células denominadas cromatóforos, dotadas de pigmentos, cuja alteração de distribuição promove alterações na cor do animal. • Lulas e moluscos possuem glândula de tinta. Sempre que ameaçados eliminam o conteúdo dessa glândula, o que torna o ambiente turvo, possibilitando-os fugir. Polvo argonauta Náutilo
  • 9.
  • 10.
  • 11. Apresentam tubo digestório completo. A digestão é extracelular e intracelular. Na boca dos moluscos, exceto dos bivalves, há uma estrutura exclusiva do grupo: a rádula
  • 12.
  • 13. Respiração: branquial (ocorre nas formas aquáticas) ou pulmonar (ocorre nos gastrópodes  único grupo de moluscos a conquistar o ambiente terrestre. Ex.: lesmas. Em algumas espécies há respiração cutânea. Excreção: ocorre por meio de nefrídeos. Cada nefrídeo possui uma abertura no celoma, responsável pela filtração do líquido celomático e uma abertura na cavidade do manto, por onde as excretas são eliminadas. Sistema Nervoso: Tipo ganglionar ventral. Há vários gânglios nervosos ligados entre si por meio de cordões nervosos ventrais.
  • 14. Sistema circulatório. Nos moluscos, o sistema circulatório é aberto, exceto nos cefalópodes (polvos/lulas/sépias...). Uma característica desse tipo de sistema circulatório é que ao sair dos vasos o sangue perde pressão, o que limita o tamanho do animal. Nos cefalópodes, o sistema circulatório é fechado. O sangue fica permanentemente dentro de vasos sangüíneos.