Resumo

614 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
614
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo

  1. 1. RESUMO Estratégias de sumarização
  2. 2. COMO ELABORAR  1º aspecto a ser obsevado: IDENTIFICAÇÃO DO TEXTO  A que gênero pertence?  Em que suporte foi publicado?  Qual foi data de publicação? Ex.: “A noticia X publicada pelo Jornal Y em Z data”
  3. 3. É FUNDAMENTAL ESCLARECER O TEMA...  O que está sendo divulgado?  Quem realizou a pesquisa?  Quando foi desenvolvida? Ex.: “O livro X divulga sobre Y e acerca dos estudos de Z desenvolvidos ao longo dos anos K”
  4. 4. AS ESTRATEGIAS  Tal como a memória humana: selecionar, apagar e reconstruir;  A lembrança é a forma resumida;  O processo depende das características individuais do leitor;  Todo texto encaixa-se em um gênero discursivo. Quer dizer que tem regulamentacao social.
  5. 5. AS ESTRATÉGIAS: SELEÇÃO  Diferenciar as informações essenciais de um texto daquelas que explicam, complementam, exemplificam: elementos redundantes, paráfrases, etc.;  COPIAR & APAGAR
  6. 6. EXEMPLIFICANDO A esse respeito, a campanha do desarmamento, que recolheu mais de meio milhao de armas, já produziu importantes resultados. O ministerio da Saude informa que os homicidios por armas de fogo cairam 8,2% em 2004 em relacao a 2003. Foram de 39.325 assassinatos em 2003 para 36.091 no ano seguinte. É a primeira queda nesse indicador desde 1992.
  7. 7. A campanha do desarmamento já produziu resultados. O ministerio da Saude informa que os homicidios cairam 8,2% em 2004 em relacao a 2003. É a primeira queda nesse indicador desde 1992. A campanha do desarmamento já produziu resultados. O ministerio da Saude informa que os homicidios cairam 8,2% em 2004 em relação a 2003.
  8. 8. AS ESTRATÉGIAS: CONSTRUÇÃO  GENERALIZAÇÃO: substituição de informações particulares por uma sequencia que as englobe;  CONSTRUÇÃO: substituição de uma sequencia por outra mais reduzida, inferida pela associação de seus significados
  9. 9. EXEMPLIFICANDO  Texto extraido da reportagem “Aguas de Minas” por Roberto de Oliveira para a revista da Folha, publicada em 9 de outubro de 2005; AGUAS DE MINAS Água mole em pedra dura tanto bate até que fura. Exemplo monumental dessa proeza é a Ponte de Pedra, um tunel natural de 25 m de circunferência, arquitetado lenta e insistentemente ao longo de milhares de anos pela correnteza rasa do rio do Salto. A água, de tons variados, do mel o avermelhado, não da’ tregua no Parque Estadual do Ibitipoca. Todos os caminhos levam a ela. E onde há água se esbanja vida: em seus 1488 hectares existem cerca e 70 grutas e 40 cachoeiras, inúmeros paredões numa área de transição de mata atlântica para cerrado que lhe permite abrigar uma prodiga biodiversidade. São cerca de 900 especies de plantas, algumas carnivoras, 210 tipos de aves, 17 endêmicas. Entre os 20 mamíferos, lobo- guará, jaguatirica , macaco e até onca-parda.
  10. 10. EXEMPLIFICANDO... A Ponte de Pedra é um tunel natural sobre o Rio de Salto. A agua do rio, localizado no Parque Estadual do Ibitipoca, é abundante e facil de ser encontrada. Observa-se que, onde há agua, há vida: em mais de mil hectares, existem grutas, cachoeiras, paredões e a vegetacao mista, mata atlantica e cerrado, abriga a biodiversidade local: plantas, aves e mamiferos. A Ponte de Pedra é um tunel natural sobre o Rio de Salto. A água do rio é abundante e a vegetação que lhe é próxima acolhe significativa biodiversidade
  11. 11. ESTRATÉGIAS  É necessário organizar as informações essenciais em um texto, estabelecendo relações entre os tópicos destacados por meios de elementos coesivos;
  12. 12. LOCALIZAÇÃO E EXPLICITAÇÃO DAS IDEIAS MAIS RELEVANTES DO TEXTO - No texto resumido, devemos manter as relacoes que o autor estabelece entre elas. Uma das formas de indicar isso, é o uso de conectivos: - LOGO – JÁ QUE – NO ENTANTO – ASSIM- ENTRETANTO – UMA VEZ QUE – TODAVIA – PELO FATO DE – DEVIDO A – APESAR DE – CONTUDO – ISSO POSTO – AINDA QUE – COMO – POR ISSO – POREM - ASSIM SENDO Conectivos que indicam contraste entre as ideias ou argumentos contrarios Conectivos que introduzem conclusoes Conectivos que introuzem argumentos, justificativas, causas
  13. 13. LOCALIZAÇÃO E EXPLICITAÇÃO DAS IDEIAS MAIS RELEVANTES DO TEXTO A) Paulo faltou à aula. Ele estava doente. 1.Paulo faltou à aula porque estava doente. 2.Como Paulo estava doente, faltou à aula. 3. Pelo fato de estar doente, Paulo faltou à aula. UNAS AS ORACOES: A) Seu namoro foi proibido. As familias eram inimigas. B) As chuvas abriram muitos buracos na rua. A rua foi interditada. C) O rio estava poluido. Os peixes conseguiram sobreviver.
  14. 14. MENÇÃO AO AUTOR RESUMIDO  Serve para EVITAR que o eitor tome o texto como sendo produto de nossas ideias.  EXEMPLO DE CITAÇÃO: A proposta de estrutura de Larson (1988) parte da observação dos testes de assimetria de escopo e ligação de Barss (1986), em que nas estruturas COD, o segundo DP está sempre sob o domínio do primeiro, mas não ao contrário.
  15. 15. ATRIBUIR ATOS DO AUTOR NO TEXTO... Relacione os verbos abaixo com os atos que indicam: 1. define, classifica, enumera, argumenta 2. Incita, busca levar a 3. Afirma, nega, acredita, duvida 4. Aborda, trata de 5. Enfatiza, ressalta a. Posicionamento do autor em relacao aa sua crenca na verdade do que eh dito b. Indicacao do conteudo em geral c. Organizacao das ideias do texto d. Indicacao de relevancia de uma ideia do texto e. Acao do autor em relacao ao leitor
  16. 16. TRECHO 01 Um amigo me disse: - Não guarde nada para uma ocasiao especial. Cada dia que e vive é uma ocasiao especial. Ainda estou pensando nestas palavras ....já mudaram minha vida. Agora estou lendo mais e limpando menos. Sento-me no terraço e admiro a vista sem preocupar-me com as pragas. Passo mais tempo com minha família e menos tempo no trabalho. Compreendi que a vida deve ser uma fonte de experiências a desfrutar, não para sobreviver. Já não guardo nada. Uso meus copos de cristal todos os dias. Coloco uma roupa nova para ir ao supermercado, se me dá vontade. Já não guardo meu melhor perfume para ocasiões especiais, uso-o quando tenho vontade. (Mensagem enviada por e-mail)
  17. 17. RESUMO DO TRECHO 01 O autor relata o que um amigo lhe disse e mostra como as palavras dessee amigo influenciaram sua vida, elencando diversas acoes de seu cotidiano que ele realiza de forma diferente.

×