SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
Serviço de Biblioteca e Informação USP/FZEA
Citações, Referências e Portais de Pesquisa
Serviço de Biblioteca e Informação
 Facilitar a transferência de informações e comunicação;
 Estabelecer um padrão nacional e internacional na
apresentação de trabalhos técnicos e científicos;
 Determinar a veracidade de informações;
 Viabilizar a comunicação entre os pesquisadores.
Por que normalizar?
Normalização
No Brasil, a mais adotada pelas Universidades é a
ABNT
Associação Brasileira de Normas
Técnicas
Em âmbito internacional, a mais conhecida e adotada
é a ISO
International Organization for
Standardization
Principais normas para elaboração de
trabalhos científicos
 NBR 10520:2002 – Informação e
documentação – Citações em documentos –
Apresentação
 NBR 6023:2002 – Informação e
documentação – Referências – Elaboração
Citação é a menção no texto de
informação extraída de outra fonte.
NBR 10520 - Citações
Citação direta
“É a transcrição (reprodução integral) de parte da obra
consultada, conservando-se a grafia, pontuação, idioma etc”.
Exemplos:
De acordo com as conclusões de Waldow (2001, p. 62), “hoje se constata
a presença cada vez maior do uso de práticas de saúde e rituais de cuidar
não convencionais”.
Ou
“As citações são os elementos retirados dos documentos pesquisados
durante a leitura da documentação” (SEVERINO, 2000, p. 106).
Dornelas (2001, p. 162) constata que:
No Brasil, o sucesso de um empreendimento
depende muito da capacidade de se
administrar financeiramente um negócio, em
razão dos ciclos recessivos que têm atingido a
economia.
Citação direta, com mais de 3 linhas
Citação indireta
É o texto criado com base na obra de autor consultado, em que se
reproduz o conteúdo e ideias do documento original; dispensa o uso
de aspas duplas.
Exemplo:
A análise bibliométrica tem sido aplicada principalmente a
textos científicos, para avaliação da produção científica,
buscando a atender a diversos objetivos: identificar as
tendências de crescimento de uma área do conhecimento,
identificar as pesquisas de cada autor, identificar as principais
revistas de uma área (SPINAK, 1998).
Citação de citação
É a citação direta ou indireta de um texto em que
não se teve acesso ao documento original
xyzxyzxyzxyzxyz (LOPES, 1951 apud LIMA, 2010,
p.55).
No rodapé da página da ‘citação de citação’, colocar a referência do
LOPES 1951 e na lista de referências colocar a referência do LIMA 2010
SISTEMA DE CHAMADA
Um autor Pereira (2015) (PEREIRA, 2015)
Dois autores Silva e Ribeiro (2002) (SILVA; RIBEIRO, 2002)
Três autores Sá, Ribeiro e Cardoso (2014) (SÁ; RIBEIRO; CARDOSO, 2014)
Mais de 3 autores Campos et al. (2009) (CAMPOS et al., 2009)
Documento do mesmo autor
e ano
Mendes (2003a)
Mendes (2003b)
(MENDES, 2003a)
(MENDES, 2003b)
Mesmo sobrenome e ano Barbosa, C. (1992) Barbosa, N.
(1992)
(BARBOSA, C., 1992)
(BARBOSA, N., 1992)
Mesmo sobrenome, mesma
inicial dos pronomes e
mesmo ano
Silva, Joana (2003)
Silva, José (2003)
(SILVA, Joana, 2003)
(SILVA, José, 2003)
Publicações anônimas Controle... (2001) (CONTROLE..., 2001)
Entidades coletivas Sociedade Entomológica do
Brasil – SEB (2008)
(SOCIEDADE ENTOMOLÓGICA
DO BRASIL – SEB, 2007)
Citações de autores diversos Antonelli (2001), Carmo (2009),
Lopes (2005) e Ventura (2006)
(ANTONELLI, 2001; CARMO,
2009; LOPES, 2005; VENTURA,
2006)
Eventos 27º Congresso Brasileiro de Administração (2007)
Conjunto padronizado de
elementos descritivos, retirados de
um documento, que permite sua
identificação individual
As Referências devem ser alinhadas à
esquerda (portanto, não justificadas).
NBR 6023 - Referências
Elementos essenciais - referência de livro/monografia
 Autoria
 Título
 Local
 Editora
 Data de publicação
BAYS, T. B. Comportamento de animais exóticos companhia:
aves, répteis e mamíferos de pequeno porte. São Paulo: Roca, 2009.
COLL, C.; PALÁCIOS, J.; MARCHESI, A. Desenvolvimento
psicológico e educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.
FRANCA, J. L. et al. Manual para normalização de publicações
técnico-científicas. 4. ed. Belo Horizonte: UFMG, 1998. 178 p.
As referências devem ser ordenadas alfabeticamente e ter
espaçamento simples, e entre elas um espaço simples em branco
Exemplos – Livro no todo
Quando o capítulo é do MESMO AUTOR do livro
LEPSCH, I. F. Erosão dos solos. In: ______. Formação e
conservação dos solos. São Paulo: Oficina de Textos,
2002. cap. 8, p. 147-159.
Quando o capítulo é de OUTRO AUTOR
MEIRELES, M. V. Enfermidades do sistema circulatório. In:
BERCHIERI JÚNIOR, A.; MACARI, M. Doenças das aves.
Campinas: FACTA, 2000. cap. 2.9, p. 129-132.
Exemplos – capítulo de livro
Exemplo - artigo de periódico e abreviatura de meses
PELISSARI, Franciele Maria; SOBRAL, Paulo José do
Amaral; MENEGALLI, Florencia Cecilia. Isolation and
characterization of cellulose nanofibers from banana peels.
Cellulose, Dordrecht, v. 21, n. 1, p. 417-432, Feb. 2014.
Para saber a cidade de publicação do periódico consultar o Catálogo Coletivo Nacional –
CCN do IBICT: http://www.ccn.ibict.br
Abreviatura dos meses em inglês para uso em Referências:
Jan. May Sept.
Feb. June Oct.
Mar. July Nov.
Apr. Aug. Dec.
FONSECA, C. R. Efeito do tempo de armazenamento do
leite de cabra in natura sobre a qualidade e a
estabilidade do leite de cabra em pó. 2010. 91 f. Tese
(Doutorado) – Faculdade de Zootecnia e Engenharia de
Alimentos, Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2010.
Exemplo – tese/dissertação
Exemplo – trabalho de congresso/simpósio
BELINI, U. L. et al. Compósitos multicamadas com reforço de
fibras amazônicas : propriedades mecânicas. In:
CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA
DA MADEIRA, 2., 2015, Belo Horizonte. Resumos...
Seropédica: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia da
Madeira, 2015. p. 151-152.
Exemplo – documento jurídico
BRASIL. Lei nº 12.777, de 28 de dezembro de 2012. Altera
o plano de carreira dos servidores da câmara dos
deputados e dá outras providências. Diário Oficial da
União, Poder Legislativo, Brasília, DF, 31 dez. 2012. Seção
I, p. 28.
BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e
Abastecimento. Secretaria de Defesa Agropecuária.
Portaria n° 524/2011. Dispõe sobre a criação de Comissão
Técnica Permanente de Bem-estar Animal. Diário Oficial
da União, Brasília, DF, 22 jun. 2011. Seção 1, p. 5.
No corpo do texto:
Xyzxyzxyz (REPRODUÇÃO..., 2016).
Na referência:
REPRODUÇÃO de bovinos leiteiros. Disponível em:
<http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/recursos/Reprod_AnimI
D-ZXT4FtLDun.pdf>. Acesso em: 31 ago. 2016.
Abreviatura dos meses em português para uso em Referências:
Exemplo de referência, em meios eletrônicos, sem
autoria específica, e abreviatura de meses
jan. maio set.
fev. jun. out.
mar. jul. nov.
abr. ago. dez.
NBR 6023 - Referências
REFERÊNCIAS
BARRIGA, G. D. C.; LOUZADA, F. On the estimation and influence diagnostics for the zero-
inflated conway-maxwell-poisson regression model: a full Bayesian analysis. São Carlos:
ICMC-USP, 2012. Relatório técnico do ICMC-USP, 375.
BUENO, C. et al. Metodologias de avaliação de impacto de ciclo de vida (AICV): discussão
comparativa. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTÃO DO CICLO DE VIDA, 3., 2012, Maringá.
Anais... Maringá: DentalPress, 2012. p. 334-339.
MALVESTITI, G. S. Resposta técnica e econômica para adubação com N, P e K em milho
convencional e geneticamente modificado. 2013. 98 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de
Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2013.
NATIONAL RESEARCH COUNCIL. Nutrient requirements of dairy cattle. 7th ed. Washington:
National Academy of Sciences, 2001. 408 p. Disponível em:
<http:www.nap.edu/books/0309069971/html>. Acesso em: 15 abr. 2003.
PULIKANTI, R.; PEEBLES, E. D.; GERARD, P. D. Physiological responses of broiler embryos to in ovo
implantation of temperature transponders. Poultry Science, Savoy, v. 90, n. 2, p. 308-313, Feb.
2011.
.
MORE – Mecanismo Online para
Referências
MORE é uma ferramenta gratuita e fácil de usar, que
produz automaticamente citações no texto e
referências no formato ABNT, para quinze (15) tipos
de documentos, a partir de formulários próprios,
selecionado em um menu principal.
http://www.more.ufsc.br/
Pesquisa Bibliográfica: onde encontrar e como
argumentar?
 Levantamento de dados em fontes de informação
confiáveis (livros, periódicos, teses, dissertações,
eventos, bases de dados);
 Embasamento teórico / argumentação teórica;
 Para elaboração de uma pesquisa é necessário saber
onde encontrar e como consultar recursos que
subsidiem um embasamento teórico para a execução
de um trabalho científico;
 Não deve-se concluir nenhuma pesquisa sem a devida
argumentação teórica de tudo o que for relatado.
Onde pesquisar?
Fontes de acesso gratuito
 www.scielo.br
 www.scielo.org
 www.teses.usp.br
 http://bdtd.ibict.br
 www.dedalus.usp.br
 buscaintegrada.usp.br
Fontes de acesso regulamentado
Somente dentro da USP ou pelo VPN
 Web of Science
 Scopus
 Science Direct
 EBSCO
 Portal de Periódicos
Capes
 etc.
Acompanhe as notícias
http://bibliotecafzea.blogspot.com.br/
https://www.facebook.com/bibliotecafzea/
Siga , curta e compartilhe !!!
http://pt.slideshare.net/bibfzea
Ficou com dúvidas entre em
contato com a equipe da biblioteca!
Obrigado pela atenção!!!
moreschi@usp.br
vanessarodrigues@usp.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)
Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)
Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)Bruno Sampaio Garrido
 
Pesquisa Qualitativa: Uma Introdução. Profa. Rilva
Pesquisa Qualitativa: Uma Introdução. Profa. RilvaPesquisa Qualitativa: Uma Introdução. Profa. Rilva
Pesquisa Qualitativa: Uma Introdução. Profa. RilvaRilva Lopes de Sousa Muñoz
 
Pesquisa qualitativa
Pesquisa qualitativaPesquisa qualitativa
Pesquisa qualitativavamcris
 
Como elaborar um projeto de pesquisa
Como elaborar um projeto de pesquisaComo elaborar um projeto de pesquisa
Como elaborar um projeto de pesquisaDeborah Cattani
 
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.Diego Ventura
 
Pesquisa Científica
Pesquisa CientíficaPesquisa Científica
Pesquisa Científicasheilamayrink
 
Slide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slide
Slide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slideSlide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slide
Slide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slideVera Moreira Matos
 
Aula como elaborar um artigo científico
Aula   como elaborar um artigo científicoAula   como elaborar um artigo científico
Aula como elaborar um artigo científicoLudmila Moura
 
Metolodogia daniela cartoni - slides - parte 08 - estrutura do projeto
Metolodogia   daniela cartoni - slides - parte 08 - estrutura do projetoMetolodogia   daniela cartoni - slides - parte 08 - estrutura do projeto
Metolodogia daniela cartoni - slides - parte 08 - estrutura do projetoDaniela Cartoni
 
História das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em CiênciasHistória das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em CiênciasCatir
 
Metodologia do Trabalho cientifico
Metodologia do Trabalho cientificoMetodologia do Trabalho cientifico
Metodologia do Trabalho cientificorenatacopi
 
Metodologia de pesquisa_slides
Metodologia de pesquisa_slidesMetodologia de pesquisa_slides
Metodologia de pesquisa_slidesGerdian Teixeira
 

Mais procurados (20)

AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTAAULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
 
Aula de metodologia, monografia e tcc
Aula de metodologia, monografia e tccAula de metodologia, monografia e tcc
Aula de metodologia, monografia e tcc
 
Fontes de pesquisa
Fontes de pesquisaFontes de pesquisa
Fontes de pesquisa
 
Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)
Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)
Apresentação artigos científicos para estagiários de psicologia (simplificado)
 
Artigo científico modelo de elaboração
Artigo científico   modelo de elaboraçãoArtigo científico   modelo de elaboração
Artigo científico modelo de elaboração
 
Pesquisa Qualitativa: Uma Introdução. Profa. Rilva
Pesquisa Qualitativa: Uma Introdução. Profa. RilvaPesquisa Qualitativa: Uma Introdução. Profa. Rilva
Pesquisa Qualitativa: Uma Introdução. Profa. Rilva
 
Como fazer citação segunda ABNT
Como fazer citação segunda ABNTComo fazer citação segunda ABNT
Como fazer citação segunda ABNT
 
Pesquisa qualitativa
Pesquisa qualitativaPesquisa qualitativa
Pesquisa qualitativa
 
Como elaborar um projeto de pesquisa
Como elaborar um projeto de pesquisaComo elaborar um projeto de pesquisa
Como elaborar um projeto de pesquisa
 
RESUMO
RESUMORESUMO
RESUMO
 
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
 
Pesquisa Científica
Pesquisa CientíficaPesquisa Científica
Pesquisa Científica
 
Slide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slide
Slide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slideSlide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slide
Slide referenciação bibliográfica segundo normas da abnt slide
 
Aula como elaborar um artigo científico
Aula   como elaborar um artigo científicoAula   como elaborar um artigo científico
Aula como elaborar um artigo científico
 
Metolodogia daniela cartoni - slides - parte 08 - estrutura do projeto
Metolodogia   daniela cartoni - slides - parte 08 - estrutura do projetoMetolodogia   daniela cartoni - slides - parte 08 - estrutura do projeto
Metolodogia daniela cartoni - slides - parte 08 - estrutura do projeto
 
História das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em CiênciasHistória das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em Ciências
 
Estrutura artigo científico
Estrutura artigo científicoEstrutura artigo científico
Estrutura artigo científico
 
Metodologia do Trabalho cientifico
Metodologia do Trabalho cientificoMetodologia do Trabalho cientifico
Metodologia do Trabalho cientifico
 
Cap 10 livro novo de creswell
Cap 10 livro novo de creswellCap 10 livro novo de creswell
Cap 10 livro novo de creswell
 
Metodologia de pesquisa_slides
Metodologia de pesquisa_slidesMetodologia de pesquisa_slides
Metodologia de pesquisa_slides
 

Semelhante a Oficina de citação e referências bibliográficas

Modelos e parâmetros para referências vancouver e abnt
Modelos e parâmetros para referências   vancouver e abntModelos e parâmetros para referências   vancouver e abnt
Modelos e parâmetros para referências vancouver e abntQuézia Lopes
 
Guia de normalização ABNT para referências e citações
Guia de normalização ABNT para referências e citaçõesGuia de normalização ABNT para referências e citações
Guia de normalização ABNT para referências e citaçõesSobre Letras
 
Slides-Normalização de Trabalhos Acadêmicos de Acordo com as Normas ABNT - Mó...
Slides-Normalização de Trabalhos Acadêmicos de Acordo com as Normas ABNT - Mó...Slides-Normalização de Trabalhos Acadêmicos de Acordo com as Normas ABNT - Mó...
Slides-Normalização de Trabalhos Acadêmicos de Acordo com as Normas ABNT - Mó...Fernando644854
 
Indicadores de produção e impacto da produção científica
Indicadores de produção e impacto da produção científicaIndicadores de produção e impacto da produção científica
Indicadores de produção e impacto da produção científicaLeticia Strehl
 
Citações - Metodologia Cientifica
 Citações - Metodologia Cientifica Citações - Metodologia Cientifica
Citações - Metodologia CientificaBrendel Luis
 
NBR 6023 Referências - Elaboração
NBR 6023  Referências - ElaboraçãoNBR 6023  Referências - Elaboração
NBR 6023 Referências - ElaboraçãoHumberto Serra
 
Citações e referências
Citações e referênciasCitações e referências
Citações e referênciasTânia Stoffel
 
Levantamento bibliográfico e recuperação da informação
Levantamento bibliográfico e recuperação da informaçãoLevantamento bibliográfico e recuperação da informação
Levantamento bibliográfico e recuperação da informaçãoBiblioteca Central FZEA/USP
 
Referencias nbr 6023 2002[1]
Referencias nbr 6023 2002[1]Referencias nbr 6023 2002[1]
Referencias nbr 6023 2002[1]Unir-Metodologia
 
Referencias nbr 6023 2002[1]
Referencias nbr 6023 2002[1]Referencias nbr 6023 2002[1]
Referencias nbr 6023 2002[1]Unir-Metodologia
 

Semelhante a Oficina de citação e referências bibliográficas (20)

Oficina citação referência_atualizada
Oficina citação referência_atualizadaOficina citação referência_atualizada
Oficina citação referência_atualizada
 
Modelos e parâmetros para referências vancouver e abnt
Modelos e parâmetros para referências   vancouver e abntModelos e parâmetros para referências   vancouver e abnt
Modelos e parâmetros para referências vancouver e abnt
 
Abnt normalização fzea_atualizada
Abnt normalização fzea_atualizadaAbnt normalização fzea_atualizada
Abnt normalização fzea_atualizada
 
Guia de normalização ABNT para referências e citações
Guia de normalização ABNT para referências e citaçõesGuia de normalização ABNT para referências e citações
Guia de normalização ABNT para referências e citações
 
Apostila abnt
Apostila abntApostila abnt
Apostila abnt
 
Abnt unicamp
Abnt unicampAbnt unicamp
Abnt unicamp
 
Slides-Normalização de Trabalhos Acadêmicos de Acordo com as Normas ABNT - Mó...
Slides-Normalização de Trabalhos Acadêmicos de Acordo com as Normas ABNT - Mó...Slides-Normalização de Trabalhos Acadêmicos de Acordo com as Normas ABNT - Mó...
Slides-Normalização de Trabalhos Acadêmicos de Acordo com as Normas ABNT - Mó...
 
ABNT - 2019
ABNT - 2019ABNT - 2019
ABNT - 2019
 
Indicadores de produção e impacto da produção científica
Indicadores de produção e impacto da produção científicaIndicadores de produção e impacto da produção científica
Indicadores de produção e impacto da produção científica
 
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
Aula - Guia de Citações (ABNT-UFC)
 
Citações - Metodologia Cientifica
 Citações - Metodologia Cientifica Citações - Metodologia Cientifica
Citações - Metodologia Cientifica
 
NBR 6023 Referências - Elaboração
NBR 6023  Referências - ElaboraçãoNBR 6023  Referências - Elaboração
NBR 6023 Referências - Elaboração
 
Referências bibliográficas e citações
Referências bibliográficas e citaçõesReferências bibliográficas e citações
Referências bibliográficas e citações
 
Citações e referências
Citações e referênciasCitações e referências
Citações e referências
 
Levantamento bibliográfico e recuperação da informação
Levantamento bibliográfico e recuperação da informaçãoLevantamento bibliográfico e recuperação da informação
Levantamento bibliográfico e recuperação da informação
 
Referencias NBR 6023 2002
Referencias NBR 6023 2002Referencias NBR 6023 2002
Referencias NBR 6023 2002
 
Referencias nbr 6023 2002[1]
Referencias nbr 6023 2002[1]Referencias nbr 6023 2002[1]
Referencias nbr 6023 2002[1]
 
Referencias nbr 6023 2002[1]
Referencias nbr 6023 2002[1]Referencias nbr 6023 2002[1]
Referencias nbr 6023 2002[1]
 
ABNT fácil
ABNT fácilABNT fácil
ABNT fácil
 
Trabalho acadêmico: Modalidades e estilos
Trabalho acadêmico: Modalidades e estilosTrabalho acadêmico: Modalidades e estilos
Trabalho acadêmico: Modalidades e estilos
 

Mais de Biblioteca Central FZEA/USP

Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...
Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...
Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...Biblioteca Central FZEA/USP
 
Tutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USP
Tutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USPTutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USP
Tutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USPBiblioteca Central FZEA/USP
 
Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?
Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?
Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?Biblioteca Central FZEA/USP
 
Tutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSP
Tutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSPTutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSP
Tutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSPBiblioteca Central FZEA/USP
 
Normas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USP
Normas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USPNormas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USP
Normas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USPBiblioteca Central FZEA/USP
 
Como inserir paginação frente-verso em documentos.
Como inserir paginação frente-verso em documentos.Como inserir paginação frente-verso em documentos.
Como inserir paginação frente-verso em documentos.Biblioteca Central FZEA/USP
 
Recursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduação
Recursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduaçãoRecursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduação
Recursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduaçãoBiblioteca Central FZEA/USP
 

Mais de Biblioteca Central FZEA/USP (15)

Oficina normalização projeto_graduação
Oficina normalização projeto_graduaçãoOficina normalização projeto_graduação
Oficina normalização projeto_graduação
 
Normalização pós graduação
Normalização pós graduaçãoNormalização pós graduação
Normalização pós graduação
 
Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...
Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...
Tutorial para elaboração de ficha catalográfica para dissertações, teses e TC...
 
Tutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USP
Tutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USPTutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USP
Tutorial Dedalus - Banco de Dados Bibliográficos da USP
 
Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?
Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?
Quer saber a classificaçao Qualis de uma revista?
 
Tutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSP
Tutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSPTutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSP
Tutorial do Portal de Busca Integrada do SIBiUSP
 
Normas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USP
Normas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USPNormas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USP
Normas para elaboração de trabalhos acadêmicos na FZEA-USP
 
JCR InCites
JCR InCitesJCR InCites
JCR InCites
 
Como inserir paginação frente-verso em documentos.
Como inserir paginação frente-verso em documentos.Como inserir paginação frente-verso em documentos.
Como inserir paginação frente-verso em documentos.
 
Recursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduação
Recursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduaçãoRecursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduação
Recursos e dicas de pesquisa para a Pós-graduação
 
Google ID: Já ouviu falar? Já fez o seu?
Google ID: Já ouviu falar? Já fez o seu?Google ID: Já ouviu falar? Já fez o seu?
Google ID: Já ouviu falar? Já fez o seu?
 
Apresentando-se com o Currículo Lattes.
Apresentando-se com o Currículo Lattes.Apresentando-se com o Currículo Lattes.
Apresentando-se com o Currículo Lattes.
 
Conheca a Biblioteca FZEA-USP
Conheca a Biblioteca FZEA-USPConheca a Biblioteca FZEA-USP
Conheca a Biblioteca FZEA-USP
 
Como inserir paginação em documentos
Como inserir paginação em documentosComo inserir paginação em documentos
Como inserir paginação em documentos
 
Como fazer Sumário Automatizado
Como fazer Sumário AutomatizadoComo fazer Sumário Automatizado
Como fazer Sumário Automatizado
 

Último

Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxrenatacolbeich1
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024SamiraMiresVieiradeM
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 

Último (20)

Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 

Oficina de citação e referências bibliográficas

  • 1. Serviço de Biblioteca e Informação USP/FZEA Citações, Referências e Portais de Pesquisa
  • 2. Serviço de Biblioteca e Informação  Facilitar a transferência de informações e comunicação;  Estabelecer um padrão nacional e internacional na apresentação de trabalhos técnicos e científicos;  Determinar a veracidade de informações;  Viabilizar a comunicação entre os pesquisadores. Por que normalizar?
  • 3. Normalização No Brasil, a mais adotada pelas Universidades é a ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas Em âmbito internacional, a mais conhecida e adotada é a ISO International Organization for Standardization
  • 4. Principais normas para elaboração de trabalhos científicos  NBR 10520:2002 – Informação e documentação – Citações em documentos – Apresentação  NBR 6023:2002 – Informação e documentação – Referências – Elaboração
  • 5. Citação é a menção no texto de informação extraída de outra fonte. NBR 10520 - Citações
  • 6. Citação direta “É a transcrição (reprodução integral) de parte da obra consultada, conservando-se a grafia, pontuação, idioma etc”. Exemplos: De acordo com as conclusões de Waldow (2001, p. 62), “hoje se constata a presença cada vez maior do uso de práticas de saúde e rituais de cuidar não convencionais”. Ou “As citações são os elementos retirados dos documentos pesquisados durante a leitura da documentação” (SEVERINO, 2000, p. 106).
  • 7. Dornelas (2001, p. 162) constata que: No Brasil, o sucesso de um empreendimento depende muito da capacidade de se administrar financeiramente um negócio, em razão dos ciclos recessivos que têm atingido a economia. Citação direta, com mais de 3 linhas
  • 8. Citação indireta É o texto criado com base na obra de autor consultado, em que se reproduz o conteúdo e ideias do documento original; dispensa o uso de aspas duplas. Exemplo: A análise bibliométrica tem sido aplicada principalmente a textos científicos, para avaliação da produção científica, buscando a atender a diversos objetivos: identificar as tendências de crescimento de uma área do conhecimento, identificar as pesquisas de cada autor, identificar as principais revistas de uma área (SPINAK, 1998).
  • 9. Citação de citação É a citação direta ou indireta de um texto em que não se teve acesso ao documento original xyzxyzxyzxyzxyz (LOPES, 1951 apud LIMA, 2010, p.55). No rodapé da página da ‘citação de citação’, colocar a referência do LOPES 1951 e na lista de referências colocar a referência do LIMA 2010
  • 10. SISTEMA DE CHAMADA Um autor Pereira (2015) (PEREIRA, 2015) Dois autores Silva e Ribeiro (2002) (SILVA; RIBEIRO, 2002) Três autores Sá, Ribeiro e Cardoso (2014) (SÁ; RIBEIRO; CARDOSO, 2014) Mais de 3 autores Campos et al. (2009) (CAMPOS et al., 2009) Documento do mesmo autor e ano Mendes (2003a) Mendes (2003b) (MENDES, 2003a) (MENDES, 2003b) Mesmo sobrenome e ano Barbosa, C. (1992) Barbosa, N. (1992) (BARBOSA, C., 1992) (BARBOSA, N., 1992) Mesmo sobrenome, mesma inicial dos pronomes e mesmo ano Silva, Joana (2003) Silva, José (2003) (SILVA, Joana, 2003) (SILVA, José, 2003) Publicações anônimas Controle... (2001) (CONTROLE..., 2001) Entidades coletivas Sociedade Entomológica do Brasil – SEB (2008) (SOCIEDADE ENTOMOLÓGICA DO BRASIL – SEB, 2007) Citações de autores diversos Antonelli (2001), Carmo (2009), Lopes (2005) e Ventura (2006) (ANTONELLI, 2001; CARMO, 2009; LOPES, 2005; VENTURA, 2006) Eventos 27º Congresso Brasileiro de Administração (2007)
  • 11. Conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permite sua identificação individual As Referências devem ser alinhadas à esquerda (portanto, não justificadas). NBR 6023 - Referências
  • 12. Elementos essenciais - referência de livro/monografia  Autoria  Título  Local  Editora  Data de publicação
  • 13. BAYS, T. B. Comportamento de animais exóticos companhia: aves, répteis e mamíferos de pequeno porte. São Paulo: Roca, 2009. COLL, C.; PALÁCIOS, J.; MARCHESI, A. Desenvolvimento psicológico e educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996. FRANCA, J. L. et al. Manual para normalização de publicações técnico-científicas. 4. ed. Belo Horizonte: UFMG, 1998. 178 p. As referências devem ser ordenadas alfabeticamente e ter espaçamento simples, e entre elas um espaço simples em branco Exemplos – Livro no todo
  • 14. Quando o capítulo é do MESMO AUTOR do livro LEPSCH, I. F. Erosão dos solos. In: ______. Formação e conservação dos solos. São Paulo: Oficina de Textos, 2002. cap. 8, p. 147-159. Quando o capítulo é de OUTRO AUTOR MEIRELES, M. V. Enfermidades do sistema circulatório. In: BERCHIERI JÚNIOR, A.; MACARI, M. Doenças das aves. Campinas: FACTA, 2000. cap. 2.9, p. 129-132. Exemplos – capítulo de livro
  • 15. Exemplo - artigo de periódico e abreviatura de meses PELISSARI, Franciele Maria; SOBRAL, Paulo José do Amaral; MENEGALLI, Florencia Cecilia. Isolation and characterization of cellulose nanofibers from banana peels. Cellulose, Dordrecht, v. 21, n. 1, p. 417-432, Feb. 2014. Para saber a cidade de publicação do periódico consultar o Catálogo Coletivo Nacional – CCN do IBICT: http://www.ccn.ibict.br Abreviatura dos meses em inglês para uso em Referências: Jan. May Sept. Feb. June Oct. Mar. July Nov. Apr. Aug. Dec.
  • 16. FONSECA, C. R. Efeito do tempo de armazenamento do leite de cabra in natura sobre a qualidade e a estabilidade do leite de cabra em pó. 2010. 91 f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2010. Exemplo – tese/dissertação
  • 17. Exemplo – trabalho de congresso/simpósio BELINI, U. L. et al. Compósitos multicamadas com reforço de fibras amazônicas : propriedades mecânicas. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA MADEIRA, 2., 2015, Belo Horizonte. Resumos... Seropédica: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia da Madeira, 2015. p. 151-152.
  • 18. Exemplo – documento jurídico BRASIL. Lei nº 12.777, de 28 de dezembro de 2012. Altera o plano de carreira dos servidores da câmara dos deputados e dá outras providências. Diário Oficial da União, Poder Legislativo, Brasília, DF, 31 dez. 2012. Seção I, p. 28. BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Defesa Agropecuária. Portaria n° 524/2011. Dispõe sobre a criação de Comissão Técnica Permanente de Bem-estar Animal. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 22 jun. 2011. Seção 1, p. 5.
  • 19. No corpo do texto: Xyzxyzxyz (REPRODUÇÃO..., 2016). Na referência: REPRODUÇÃO de bovinos leiteiros. Disponível em: <http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/recursos/Reprod_AnimI D-ZXT4FtLDun.pdf>. Acesso em: 31 ago. 2016. Abreviatura dos meses em português para uso em Referências: Exemplo de referência, em meios eletrônicos, sem autoria específica, e abreviatura de meses jan. maio set. fev. jun. out. mar. jul. nov. abr. ago. dez.
  • 20. NBR 6023 - Referências REFERÊNCIAS BARRIGA, G. D. C.; LOUZADA, F. On the estimation and influence diagnostics for the zero- inflated conway-maxwell-poisson regression model: a full Bayesian analysis. São Carlos: ICMC-USP, 2012. Relatório técnico do ICMC-USP, 375. BUENO, C. et al. Metodologias de avaliação de impacto de ciclo de vida (AICV): discussão comparativa. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTÃO DO CICLO DE VIDA, 3., 2012, Maringá. Anais... Maringá: DentalPress, 2012. p. 334-339. MALVESTITI, G. S. Resposta técnica e econômica para adubação com N, P e K em milho convencional e geneticamente modificado. 2013. 98 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2013. NATIONAL RESEARCH COUNCIL. Nutrient requirements of dairy cattle. 7th ed. Washington: National Academy of Sciences, 2001. 408 p. Disponível em: <http:www.nap.edu/books/0309069971/html>. Acesso em: 15 abr. 2003. PULIKANTI, R.; PEEBLES, E. D.; GERARD, P. D. Physiological responses of broiler embryos to in ovo implantation of temperature transponders. Poultry Science, Savoy, v. 90, n. 2, p. 308-313, Feb. 2011. .
  • 21. MORE – Mecanismo Online para Referências MORE é uma ferramenta gratuita e fácil de usar, que produz automaticamente citações no texto e referências no formato ABNT, para quinze (15) tipos de documentos, a partir de formulários próprios, selecionado em um menu principal. http://www.more.ufsc.br/
  • 22. Pesquisa Bibliográfica: onde encontrar e como argumentar?  Levantamento de dados em fontes de informação confiáveis (livros, periódicos, teses, dissertações, eventos, bases de dados);  Embasamento teórico / argumentação teórica;  Para elaboração de uma pesquisa é necessário saber onde encontrar e como consultar recursos que subsidiem um embasamento teórico para a execução de um trabalho científico;  Não deve-se concluir nenhuma pesquisa sem a devida argumentação teórica de tudo o que for relatado.
  • 23. Onde pesquisar? Fontes de acesso gratuito  www.scielo.br  www.scielo.org  www.teses.usp.br  http://bdtd.ibict.br  www.dedalus.usp.br  buscaintegrada.usp.br
  • 24. Fontes de acesso regulamentado Somente dentro da USP ou pelo VPN  Web of Science  Scopus  Science Direct  EBSCO  Portal de Periódicos Capes  etc.
  • 26. Ficou com dúvidas entre em contato com a equipe da biblioteca! Obrigado pela atenção!!! moreschi@usp.br vanessarodrigues@usp.br