Fala e escrita koch&elias

744 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
744
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fala e escrita koch&elias

  1. 1. FALA E ESCRITA LET 044 – Prof.Isis Barros
  2. 2. DUAS MODALIDADES EM UM CONTINUUM  Todo texto é um evento sociocomunicativo;  A escrita não é mera transcrição da fala;  É preciso observar o grau de manifestação da coprodução, a partir dos seguintes criterios: 1. Qual a modalidade? Oral ou escrita? 2. Qual a distancia social, fisica, etc.? 3. Qual o grau de formalidade? 4. Quanto envolvimento existe?
  3. 3. MARCUSCHI (1995: 13) “As diferencas entre fala e escrita se dao dentro de um continuum tipologico as praticas sociais e não na relação dicotomica entre os dois polos”. Logo...  Nem todas as caracteristicas são exclusivas de uma ou de outra.  Foram assim estabelecidas tendo por um parâmetro ideal da escrita;
  4. 4. FALA X ESCRITA ESCRITA FALA Não há participação direta do leitor; Emerge no proprio momento da interação; A relação é ideal; A relação é real; Espaço e tempo não coincidem; Espaço e tempo coincidem; Execução mais cuidadosa; É o proprio rascunho; Planejada antecipadamente; Parcialmente planejada; Processo estatico. Processo dinamico.
  5. 5. CARACTERISTICAS DA FALA  Devido à interacao imediata, ocorre pressoes de ordem pragmatica: Falsos começos, truncamentos, correçoes, hesitaçoes, inserçoes, repetiçoes, parafrases, etc.  O texto falado não é caotico ou rudimentar. É ditado pelas circunstancias sociocognitivas.
  6. 6. INFLUENCIAS DA FALA NA ESCRITA  REFERENCIA;  REPETICAO;  USO DE ORGNIZADORES TEXTUAIS TIPICOS DA FALA;  JUSTAPOSICAO DE ENUNCIADOS  DISCURSO DIRETO  FRAGMENTACAO GRAFICA
  7. 7. 1. REFERENCIA
  8. 8. B
  9. 9. 2. REPETICAO
  10. 10. 3. USO DE ORGNIZADORES TEXTUAIS TIPICOS DA FALA: E, AI, ENTAO...
  11. 11. 4. JUSTAPOSICAO DE ENUNCIADOS
  12. 12. 5. DISCURSO DIRETO
  13. 13. 6. FRAGMENTACAO GRAFICA
  14. 14. EXERCICIO Não... a parada é que a gente já começou a fazer essa campanha aí desde que começaram a falar nessa história de ... vou ser bem sincero com a senhora... quando começaram a falar sobre esse negócio aí de ... de reverendo... eu já não me interessei muito, que eu não sou chegado a negócio de de religião... tal... aí bateram pra mim que não era bem assim, que era referendo, que era outra parada, que pô e... e ... que pam... e aí... aí ia discutir sobre o desarmamento, certo? ... Aí, po! Tinha uns cara que ia votá o SIM e uns cara que ia vota pro não... Aí falamo assim... porra... começamo a conversar com os camarada aqui da área mermo... falamo, aí, po, o bagulho é a gente votar o SIM, cara; e aí resolvemo faze a campanha, que a senhora sabe que...po, aqui a comunidade é muito unida, certo? ... E... assim... desde que eu to... que eu assumi aqui o bagulho aqui, desde que eu assumi ... que eu vou mandando mermo. Então, a gente damo ... já demo cesta básica aí pras pessoas, já demo, já demo aí... silicone pras menina que qué coloca... que qué coloca peito... é, a gente ajuda , certo? Aí demo dente aí pro povo que... aí... precisa, que não tem dentadura; e.. e... mas em troca disso as pessoa tem que aderir à nossa campanha, certo? ... Aí pedi aqui... pedi não, né... que aqui a gente baixou a ordem e o morro todo aqui, o Dendê inteiro tá votando SIM.

×