Resumos para o 1.º Teste

7.418 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.418
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
82
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
162
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumos para o 1.º Teste

  1. 1. Resumos para o Teste Ler e estudar!
  2. 2. Estudar História <ul><li>Para se ter sucesso em História , é preciso estudar, ou melhor, é preciso “saber estudar” ; é preciso ter método de estudo e de trabalho. </li></ul><ul><li>Primeiro vou dar uma ajuda de como podes estudar para teres boa nota no Teste de Avaliação: </li></ul>
  3. 3. Conselhos para Estudar História <ul><li>NAS AULAS: </li></ul><ul><li>Procura estar com atenção porque os 45 / 90 minutos de atenção significam horas de trabalho em casa; </li></ul><ul><li>Pergunta ao professor aquilo que não percebeste no momento; </li></ul><ul><li>Procura tirar apontamentos daquilo que é dito nas aulas quer pelo professor, quer pelos teus colegas; </li></ul><ul><li>Deves esquematizar os teus apontamentos e não tentar escrever tudo o que é dito na aula; </li></ul><ul><li>Procura acompanhar a aula pelo manual ainda que não devas tomar o “teu manual” como única fonte de saber. </li></ul>
  4. 4. Conselhos para Estudar História <ul><li>EM CASA: </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Relê as conclusões registadas no dossier de disciplina; </li></ul><ul><li>ou </li></ul><ul><li>Ordena os apontamentos que elaboraste na aula e completa-os se for necessário apoiando-te no manual ou em outras obras; </li></ul><ul><li>Deves fazer uma leitura atenta do manual e sublinhar aquilo que te parece mais importante; </li></ul>
  5. 5. Conselhos para Estudar História <ul><li>NA BIBLIOTECA: </li></ul><ul><li>Deves frequentar a Biblioteca da escola e habituares-te à consulta do material de apoio para os teus trabalhos de pesquisa; </li></ul><ul><li>Das consultas que fizeres na biblioteca deves procurar elaborar fichas de leitura destacando apenas os aspectos mais importantes e referindo o nome da obra e do seu autor, assim como as páginas consultadas; </li></ul><ul><li>Procura o auxílio da funcionária da Biblioteca ou de um professor para te apoiar na pesquisa das obras nos ficheiros. </li></ul>
  6. 6. Resumo – 1.º Teste Enquadramento Tema C – Do Portugal do Século XVIII à Consolidação da Sociedade Liberal 1.º Subtema – Império e monarquia absoluta no Século XVIII
  7. 7. O Brasil e D. João V Do Açúcar ao Ouro…
  8. 8. O Brasil e D. João V Do Açúcar ao Ouro… <ul><li>O Brasil como colónia portuguesa começou a dar bons resultados principalmente produzindo cana-de-açúcar. Enriqueceram os “Senhores dos Engenhos” com a produção de açucar. </li></ul><ul><li>Emigraram de Portugal muitos colonos para explorar as riquezas do Brasil. Foram também levados muitos escravos de África para o Brasil para trabalharem nos engenhos. Os Jesuítas deram assistência social e religiosa aos escravos. </li></ul><ul><li>No princípio do Século XVIII os Bandeirantes descobriram, no Brasil, minas de ouro e diamantes. </li></ul><ul><li>Foi no reinado de D. João V que chegaram as remessas de ouro, sendo que ao rei pertencia 1/5 em impostos de todo o ouro que chegava. </li></ul>
  9. 9. D. João V e o Absolutismo
  10. 10. D. João V e o Absolutismo <ul><li>No Reinado de D. João V chegavam do Brasil remessas de Ouro e Diamantes enriquecendo o Reino de Portugal. </li></ul><ul><li>D. João V foi um rei Absolutista: isto é, concentrava em si todos os poderes. Não reunia as Cortes. </li></ul><ul><li>A sociedade estava dividida em grupos sociais privilegiados (Clero e Nobreza) e não privilegiados (Burguesia e Povo). </li></ul><ul><li>A Corte de D. João V dedicava-se ao Luxo e às Festas. </li></ul><ul><li>O Clero controlada o Tribunal da Inquisição e julgava os crimes religiosos em cerimónias públicas, por exemplo, os Auto-de-Fé. </li></ul><ul><li>No reinado de D. João V foram construídos vários monumentos, como por exemplo, o Palácio/Convento de Mafra. </li></ul>
  11. 11. A Monarquia Absoluta de D. José I
  12. 12. A Monarquia Absoluta de D. José I <ul><li>Quando D. José I subiu ao trono Portugal estava numa grave crise económica, recebia menos Ouro e as importações aumentavam. A nobreza e o clero tinham muito poder. </li></ul><ul><li>D. José I nomeou o Marquês de Pombal para seu ministro. </li></ul><ul><li>Em 1755 deu-se o terramoto que destruiu Lisboa. </li></ul><ul><li>O Marquês de Pombal organizou a reconstrução de Lisboa refazendo a baixa de Lisboa, com ruas largas e perpendiculares e construindo a Praça do Comércio. </li></ul><ul><li>No reinado de D. José I foram feitas reformas económicas (reforço da indústria e do comércio) e reformas sociais (mais poder para a Burguesia e menos poder para a Nobreza e o Clero). </li></ul><ul><li>Ainda no reinado de D. José foram feitas reformas no ensino com a criação das “Escolas Menores” e a reforma da Universidade de Coimbra. </li></ul>
  13. 13. Da Revolução Francesa ao Império de Napoleão
  14. 14. Da Revolução Francesa ao Império de Napoleão <ul><li>Em 1789, em França, deu-se a Revolução Francesa que tinha como ideais os princípios da “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”. </li></ul><ul><li>O objectivo dos revolucionários era acabar com o poder absoluto do Rei e com os pesados impostos e obrigações que a Nobreza exigia. </li></ul><ul><li>Com receio do impacto da Revolução Francesa nos seus países, muitos monarcas e nações declaram guerra a Franca. </li></ul><ul><li>Em 1804, Napoleão Bonaparte tornou-se Imperador e conseguiu dominar grande parte da Europa. </li></ul><ul><li>A Inglaterra resistiu e opôs-se a estas conquistas e domínio francês de Napoleão. </li></ul><ul><li>Em 1806, Napoleão decretou o fecho de todos os portos comerciais aos navios ingleses. A isto se chamou o Bloqueio Continental. </li></ul><ul><li>Portugal era aliado dos Ingleses e não aderiu ao Bloqueio Continental. </li></ul>
  15. 15. As Invasões Francesas
  16. 16. As Invasões Francesas <ul><li>Portugal não aderiu ao Bloqueio Continental e por isso a França invadiu Portugal. </li></ul><ul><li>A primeira invasão francesa foi comandada por Junot que facilmente chegou com as suas tropas a Lisboa. </li></ul><ul><li>A família real fugiu para o Brasil levando muita gente da Corte portuguesa. </li></ul><ul><li>Os Ingleses ajudaram Portugal na luta contra as tropas francesas e em 1808 foi assinada a Convenção de Sintra que forçava os franceses a abandonar Portugal. </li></ul><ul><li>Em 1809 Soult, a mando de Napoleão, volta a tentar invadir Portugal e falha. Foi a chamada 2.ª Invasão Francesa. </li></ul><ul><li>Em 1810 Massena tenta também invadir novamente Portugal e é travado nas Linhas de Torres Vedras forçando o abandono definitivo das suas tropas na invasão a Portugal em 1811. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Bom estudo! </li></ul>

×