SlideShare uma empresa Scribd logo

LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO

Referências Revista Lições Bíblicas. AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITO, Como o crente pode vencer a verdadeira batalha espiritual travada diariamente. Lição 13 – Uma vida de frutificação. I – A videira e seus ramos. 1. Amor, um aspecto do fruto. 2. O amor agápe. 3. O amor agápe derramado em nós. II – Amar a Deus e ao próximo. 1. O amor a Deus. 2. O amor a si mesmo. 3. O amor ao próximo. III – Sob a tutela do amor, rejeitemos as obras das trevas. 1. Debaixo da tutela do amor. 2. Amor, antídoto contra o pecado. 3. O amor leva à obediência. Editora CPAD. Rio de Janeiro – RJ. 1° Trimestre de 2017. Elaboração dos slides: Ismael Pereira de Oliveira. Pastor na Igreja Assembleia de Deus, Convenção CIADSETA, matrícula número 3749-12. Inscrito na CGADB, número do registro 76248. Contatos para agenda: 63 - 984070979 (Oi) e 63 – 981264038 (Tim), pregação e ensino.

1 de 20
Baixar para ler offline
LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO
LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO
LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO
JOÃO 15.1-6
VOCÊ TEM PRODUZIDO
O FRUTO DO ESPÍRITO?
PRECISAMOS FRUTIFICAR!
1. A parábola da vinha
A VIDEIRA É O PRÓPRIO SENHOR JESUS CRISTO E OS RAMOS SÃO TODOS OS DISCÍPULOS DE CRISTO

Recomendados

Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneMárcio Martins
 
Uma Vida de Frutificação.
Uma Vida de Frutificação.Uma Vida de Frutificação.
Uma Vida de Frutificação.Márcio Martins
 
A Influência e os Perigos das Mídias Sociais na vida do Cristão 3.0
A Influência e os Perigos das Mídias Sociais na vida do Cristão 3.0A Influência e os Perigos das Mídias Sociais na vida do Cristão 3.0
A Influência e os Perigos das Mídias Sociais na vida do Cristão 3.0Samir Isac Dantas
 
Slides Palestra Redes Sociais e a Igreja do futuro
Slides Palestra Redes Sociais e a Igreja do futuroSlides Palestra Redes Sociais e a Igreja do futuro
Slides Palestra Redes Sociais e a Igreja do futuroFJ2Leoes
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)
Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)
Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)Daniel Junior
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Maduraguestc5d870
 
Estudos os perigos da internet
Estudos  os perigos da internetEstudos  os perigos da internet
Estudos os perigos da internetJoel Silva
 
Maturidade Espiritual com DMZeca
Maturidade Espiritual com DMZecaMaturidade Espiritual com DMZeca
Maturidade Espiritual com DMZecaDM Zeca
 
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualLição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualÉder Tomé
 
O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais
O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais
O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais Paulo Roberto
 
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADEMILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADELeonam dos Santos
 
A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo André Rocha
 
O jovem cristão e o uso da internet
O jovem cristão e o uso da internetO jovem cristão e o uso da internet
O jovem cristão e o uso da internetValdinar Viana
 
O que é Namoro para o Cristão
O que é Namoro para o CristãoO que é Namoro para o Cristão
O que é Namoro para o CristãoPregador Manasses
 
COMENTARIO BIBLICO-2 timóteo (moody)
COMENTARIO BIBLICO-2 timóteo (moody)COMENTARIO BIBLICO-2 timóteo (moody)
COMENTARIO BIBLICO-2 timóteo (moody)leniogravacoes
 
A necessidade de frutificar
A necessidade de frutificarA necessidade de frutificar
A necessidade de frutificarmario nunes
 
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusLição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusErberson Pinheiro
 
Estudo 3 (Maturidade)
Estudo 3 (Maturidade)Estudo 3 (Maturidade)
Estudo 3 (Maturidade)Daniel Junior
 
Administrando conflitos conjugais
Administrando conflitos conjugaisAdministrando conflitos conjugais
Administrando conflitos conjugaisPr Ismael Carvalho
 
Lição 1 - O que é Mordomia Cristã
Lição 1 - O que é Mordomia Cristã Lição 1 - O que é Mordomia Cristã
Lição 1 - O que é Mordomia Cristã Éder Tomé
 

Mais procurados (20)

Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)
Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)
Estudo Bíblico 1 Coríntios - Estudo 3 (power point)
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
 
Estudos os perigos da internet
Estudos  os perigos da internetEstudos  os perigos da internet
Estudos os perigos da internet
 
Maturidade Espiritual com DMZeca
Maturidade Espiritual com DMZecaMaturidade Espiritual com DMZeca
Maturidade Espiritual com DMZeca
 
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualLição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
 
O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais
O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais
O Cristão e os perigos das "Redes" Sociais
 
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADEMILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
 
A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo
 
O jovem cristão e o uso da internet
O jovem cristão e o uso da internetO jovem cristão e o uso da internet
O jovem cristão e o uso da internet
 
O que é Namoro para o Cristão
O que é Namoro para o CristãoO que é Namoro para o Cristão
O que é Namoro para o Cristão
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
 
Santificação
SantificaçãoSantificação
Santificação
 
COMENTARIO BIBLICO-2 timóteo (moody)
COMENTARIO BIBLICO-2 timóteo (moody)COMENTARIO BIBLICO-2 timóteo (moody)
COMENTARIO BIBLICO-2 timóteo (moody)
 
A necessidade de frutificar
A necessidade de frutificarA necessidade de frutificar
A necessidade de frutificar
 
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusLição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
 
BEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de CristoBEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de Cristo
 
O Namoro Cristão
O Namoro CristãoO Namoro Cristão
O Namoro Cristão
 
Estudo 3 (Maturidade)
Estudo 3 (Maturidade)Estudo 3 (Maturidade)
Estudo 3 (Maturidade)
 
Administrando conflitos conjugais
Administrando conflitos conjugaisAdministrando conflitos conjugais
Administrando conflitos conjugais
 
Lição 1 - O que é Mordomia Cristã
Lição 1 - O que é Mordomia Cristã Lição 1 - O que é Mordomia Cristã
Lição 1 - O que é Mordomia Cristã
 

Destaque

LBA Lição 13 - Uma vida de frutificação
LBA Lição 13 - Uma vida de frutificaçãoLBA Lição 13 - Uma vida de frutificação
LBA Lição 13 - Uma vida de frutificaçãoNatalino das Neves Neves
 
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardoApresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardoProf. Robson Santos
 
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfiasLição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfiasAilton da Silva
 
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1 as obras da carne e o fruto do espírito
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1  as obras da carne e o fruto do espíritoEbd 1 trimestre 2017 lição 1  as obras da carne e o fruto do espírito
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1 as obras da carne e o fruto do espíritoGIDEONE Moura Santos Ferreira
 
LBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divina
LBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divinaLBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divina
LBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divinaNatalino das Neves Neves
 
LBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igreja
LBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igrejaLBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igreja
LBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igrejaNatalino das Neves Neves
 
Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina.
Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina.Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina.
Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina.Márcio Martins
 
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espíritoLição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espíritoErberson Pinheiro
 
LIÇÃO 04 - ALEGRIA, FRUTO DO ESPÍRITO; INVEJA, HÁBITO DA VELHA NATUREZA
LIÇÃO 04 - ALEGRIA, FRUTO DO ESPÍRITO; INVEJA, HÁBITO DA VELHA NATUREZALIÇÃO 04 - ALEGRIA, FRUTO DO ESPÍRITO; INVEJA, HÁBITO DA VELHA NATUREZA
LIÇÃO 04 - ALEGRIA, FRUTO DO ESPÍRITO; INVEJA, HÁBITO DA VELHA NATUREZAPolícia Militar do Estado do Tocantins
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4 Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4  Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...Ebd 1° trimestre 2017 lição 4  Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4 Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Lição 13 os últimos dias serão tempos trabalhosos e de apostasia
Lição 13 os últimos dias serão tempos trabalhosos e de apostasiaLição 13 os últimos dias serão tempos trabalhosos e de apostasia
Lição 13 os últimos dias serão tempos trabalhosos e de apostasiaÉder Tomé
 

Destaque (20)

LBA Lição 13 - Uma vida de frutificação
LBA Lição 13 - Uma vida de frutificaçãoLBA Lição 13 - Uma vida de frutificação
LBA Lição 13 - Uma vida de frutificação
 
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardoApresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
 
LIÇÃO 01 - A FORMAÇÃO DO CARÁTER CRISTÃO
LIÇÃO 01 - A FORMAÇÃO DO CARÁTER CRISTÃOLIÇÃO 01 - A FORMAÇÃO DO CARÁTER CRISTÃO
LIÇÃO 01 - A FORMAÇÃO DO CARÁTER CRISTÃO
 
LIÇÃO 12 - QUEM AMA CUMPRE PLENAMENTE A LEI DIVINA
LIÇÃO 12 - QUEM AMA CUMPRE PLENAMENTE A LEI DIVINALIÇÃO 12 - QUEM AMA CUMPRE PLENAMENTE A LEI DIVINA
LIÇÃO 12 - QUEM AMA CUMPRE PLENAMENTE A LEI DIVINA
 
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfiasLição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
 
LIÇÃO 11 - VIVENDO DE FORMA MODERADA
LIÇÃO 11 - VIVENDO DE FORMA MODERADALIÇÃO 11 - VIVENDO DE FORMA MODERADA
LIÇÃO 11 - VIVENDO DE FORMA MODERADA
 
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1 as obras da carne e o fruto do espírito
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1  as obras da carne e o fruto do espíritoEbd 1 trimestre 2017 lição 1  as obras da carne e o fruto do espírito
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1 as obras da carne e o fruto do espírito
 
LBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divina
LBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divinaLBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divina
LBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divina
 
LBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igreja
LBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igrejaLBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igreja
LBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igreja
 
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITOLIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
 
Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina.
Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina.Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina.
Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina.
 
LIÇÃO 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
LIÇÃO 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉLIÇÃO 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
LIÇÃO 09 - FIDELIDADE, FIRMES NA FÉ
 
LIÇÃO 1 - AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 1 - AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITOLIÇÃO 1 - AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 1 - AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITO
 
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espíritoLição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
 
LIÇÃO 03 - O PERIGO DAS OBRAS DA CARNE
LIÇÃO 03 - O PERIGO DAS OBRAS DA CARNELIÇÃO 03 - O PERIGO DAS OBRAS DA CARNE
LIÇÃO 03 - O PERIGO DAS OBRAS DA CARNE
 
LIÇÃO 07 - BENIGNIDADE: UM ESCUDO PROTETOR CONTRA AS PORFIAS
LIÇÃO 07 - BENIGNIDADE: UM ESCUDO PROTETOR CONTRA AS PORFIASLIÇÃO 07 - BENIGNIDADE: UM ESCUDO PROTETOR CONTRA AS PORFIAS
LIÇÃO 07 - BENIGNIDADE: UM ESCUDO PROTETOR CONTRA AS PORFIAS
 
LIÇÃO 04 - ALEGRIA, FRUTO DO ESPÍRITO; INVEJA, HÁBITO DA VELHA NATUREZA
LIÇÃO 04 - ALEGRIA, FRUTO DO ESPÍRITO; INVEJA, HÁBITO DA VELHA NATUREZALIÇÃO 04 - ALEGRIA, FRUTO DO ESPÍRITO; INVEJA, HÁBITO DA VELHA NATUREZA
LIÇÃO 04 - ALEGRIA, FRUTO DO ESPÍRITO; INVEJA, HÁBITO DA VELHA NATUREZA
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4 Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4  Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...Ebd 1° trimestre 2017 lição 4  Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4 Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
 
Lição 13 os últimos dias serão tempos trabalhosos e de apostasia
Lição 13 os últimos dias serão tempos trabalhosos e de apostasiaLição 13 os últimos dias serão tempos trabalhosos e de apostasia
Lição 13 os últimos dias serão tempos trabalhosos e de apostasia
 
o carater de um cristão
o carater de um cristãoo carater de um cristão
o carater de um cristão
 

Semelhante a LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO

Lição 13- Uma vida de frutificação-30-03-2017
Lição 13- Uma vida de frutificação-30-03-2017Lição 13- Uma vida de frutificação-30-03-2017
Lição 13- Uma vida de frutificação-30-03-2017Marcio de Medeiros
 
Lição 13 uma vida de frutificação
Lição 13   uma vida de frutificaçãoLição 13   uma vida de frutificação
Lição 13 uma vida de frutificaçãoDaniel Felipe Kroth
 
LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO
LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃOLIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO
LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃOLourinaldo Serafim
 
HOMENS NA OBRA DE DEUS 2 PEDRO 1.3-11.pdf
HOMENS NA OBRA DE DEUS  2 PEDRO 1.3-11.pdfHOMENS NA OBRA DE DEUS  2 PEDRO 1.3-11.pdf
HOMENS NA OBRA DE DEUS 2 PEDRO 1.3-11.pdfJorge Teixeira
 
Lição 9 - O Conhecimento de Deus que Conduz ao Crescimento Espiritual
Lição 9 - O Conhecimento de Deus que Conduz ao Crescimento EspiritualLição 9 - O Conhecimento de Deus que Conduz ao Crescimento Espiritual
Lição 9 - O Conhecimento de Deus que Conduz ao Crescimento EspiritualÉder Tomé
 
Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11
Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11
Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11Andre Nascimento
 
1 l1 cresc e maturidade do cristao
1 l1   cresc e maturidade do cristao1 l1   cresc e maturidade do cristao
1 l1 cresc e maturidade do cristaoClaudinei Dias
 
precisamos ser cheios do espírito santo em 2014 pib 05.01.14
precisamos ser cheios do espírito santo em 2014   pib 05.01.14precisamos ser cheios do espírito santo em 2014   pib 05.01.14
precisamos ser cheios do espírito santo em 2014 pib 05.01.14Pastor Cerqueira
 
1.a experiencia da comunhão no espírito com um deus resident
1.a experiencia da comunhão no espírito com um deus resident1.a experiencia da comunhão no espírito com um deus resident
1.a experiencia da comunhão no espírito com um deus residentJr Buzinely
 
Lição 2 - O propósito do fruto do Espírito
Lição 2 - O propósito do fruto do EspíritoLição 2 - O propósito do fruto do Espírito
Lição 2 - O propósito do fruto do EspíritoAilton da Silva
 
Soluções para os problemas da vida - Paul Yonggi Cho
Soluções para os problemas da vida - Paul Yonggi ChoSoluções para os problemas da vida - Paul Yonggi Cho
Soluções para os problemas da vida - Paul Yonggi Chojesusnaveia
 
Soluções para os Problemas da Vida
Soluções para os Problemas da VidaSoluções para os Problemas da Vida
Soluções para os Problemas da Vidaprantoniocarlos
 
Lição 13 - Vivendo a Vida com Deus e o seu Propósito
Lição 13 - Vivendo a Vida com Deus e o seu PropósitoLição 13 - Vivendo a Vida com Deus e o seu Propósito
Lição 13 - Vivendo a Vida com Deus e o seu PropósitoÉder Tomé
 
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITOLIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITOLourinaldo Serafim
 
Lição 3 - Vivendo em Santidade e Integridade
Lição 3 - Vivendo em Santidade e IntegridadeLição 3 - Vivendo em Santidade e Integridade
Lição 3 - Vivendo em Santidade e IntegridadeÉder Tomé
 

Semelhante a LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO (20)

Lição 13- Uma vida de frutificação-30-03-2017
Lição 13- Uma vida de frutificação-30-03-2017Lição 13- Uma vida de frutificação-30-03-2017
Lição 13- Uma vida de frutificação-30-03-2017
 
Lição 13 uma vida de frutificação
Lição 13   uma vida de frutificaçãoLição 13   uma vida de frutificação
Lição 13 uma vida de frutificação
 
LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO
LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃOLIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO
LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO
 
HOMENS NA OBRA DE DEUS 2 PEDRO 1.3-11.pdf
HOMENS NA OBRA DE DEUS  2 PEDRO 1.3-11.pdfHOMENS NA OBRA DE DEUS  2 PEDRO 1.3-11.pdf
HOMENS NA OBRA DE DEUS 2 PEDRO 1.3-11.pdf
 
Lição 2 aluno
Lição 2 alunoLição 2 aluno
Lição 2 aluno
 
Lição 9 - O Conhecimento de Deus que Conduz ao Crescimento Espiritual
Lição 9 - O Conhecimento de Deus que Conduz ao Crescimento EspiritualLição 9 - O Conhecimento de Deus que Conduz ao Crescimento Espiritual
Lição 9 - O Conhecimento de Deus que Conduz ao Crescimento Espiritual
 
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderadaEbd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
 
Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11
Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11
Como acontece o processo de santificação.EBD.Palavra e Vida.2T2015.Aula 11
 
1 l1 cresc e maturidade do cristao
1 l1   cresc e maturidade do cristao1 l1   cresc e maturidade do cristao
1 l1 cresc e maturidade do cristao
 
precisamos ser cheios do espírito santo em 2014 pib 05.01.14
precisamos ser cheios do espírito santo em 2014   pib 05.01.14precisamos ser cheios do espírito santo em 2014   pib 05.01.14
precisamos ser cheios do espírito santo em 2014 pib 05.01.14
 
Boletim cbg n°_42_19_out_2014
Boletim cbg n°_42_19_out_2014Boletim cbg n°_42_19_out_2014
Boletim cbg n°_42_19_out_2014
 
1.a experiencia da comunhão no espírito com um deus resident
1.a experiencia da comunhão no espírito com um deus resident1.a experiencia da comunhão no espírito com um deus resident
1.a experiencia da comunhão no espírito com um deus resident
 
Espirito Santo
Espirito SantoEspirito Santo
Espirito Santo
 
Lição 2 - O propósito do fruto do Espírito
Lição 2 - O propósito do fruto do EspíritoLição 2 - O propósito do fruto do Espírito
Lição 2 - O propósito do fruto do Espírito
 
GÊNESE DAS ESTAÇÕES II.pdf
GÊNESE DAS ESTAÇÕES II.pdfGÊNESE DAS ESTAÇÕES II.pdf
GÊNESE DAS ESTAÇÕES II.pdf
 
Soluções para os problemas da vida - Paul Yonggi Cho
Soluções para os problemas da vida - Paul Yonggi ChoSoluções para os problemas da vida - Paul Yonggi Cho
Soluções para os problemas da vida - Paul Yonggi Cho
 
Soluções para os Problemas da Vida
Soluções para os Problemas da VidaSoluções para os Problemas da Vida
Soluções para os Problemas da Vida
 
Lição 13 - Vivendo a Vida com Deus e o seu Propósito
Lição 13 - Vivendo a Vida com Deus e o seu PropósitoLição 13 - Vivendo a Vida com Deus e o seu Propósito
Lição 13 - Vivendo a Vida com Deus e o seu Propósito
 
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITOLIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
LIÇÃO 2- O PROPÓSITO DO FRUTO DO ESPÍRITO
 
Lição 3 - Vivendo em Santidade e Integridade
Lição 3 - Vivendo em Santidade e IntegridadeLição 3 - Vivendo em Santidade e Integridade
Lição 3 - Vivendo em Santidade e Integridade
 

Mais de Polícia Militar do Estado do Tocantins

LIÇÃO 04 - JESUS É SUPERIOR A JOSUÉ - O MEIO DE ENTRAR NO REPOUSO DE DEUS
LIÇÃO 04 - JESUS É SUPERIOR A JOSUÉ - O MEIO DE ENTRAR NO REPOUSO DE DEUSLIÇÃO 04 - JESUS É SUPERIOR A JOSUÉ - O MEIO DE ENTRAR NO REPOUSO DE DEUS
LIÇÃO 04 - JESUS É SUPERIOR A JOSUÉ - O MEIO DE ENTRAR NO REPOUSO DE DEUSPolícia Militar do Estado do Tocantins
 

Mais de Polícia Militar do Estado do Tocantins (20)

LIÇÃO 07 - JESUS - SUMO SACERDOTE DE UMA ORDEM SUPERIOR
LIÇÃO 07 - JESUS - SUMO SACERDOTE DE UMA ORDEM SUPERIORLIÇÃO 07 - JESUS - SUMO SACERDOTE DE UMA ORDEM SUPERIOR
LIÇÃO 07 - JESUS - SUMO SACERDOTE DE UMA ORDEM SUPERIOR
 
LIÇÃO 05 - CRISTO É SUPERIOR A ARÃO E À ORDEM LEVÍTICA
LIÇÃO 05 - CRISTO É SUPERIOR A ARÃO E À ORDEM LEVÍTICALIÇÃO 05 - CRISTO É SUPERIOR A ARÃO E À ORDEM LEVÍTICA
LIÇÃO 05 - CRISTO É SUPERIOR A ARÃO E À ORDEM LEVÍTICA
 
LIÇÃO 04 - JESUS É SUPERIOR A JOSUÉ - O MEIO DE ENTRAR NO REPOUSO DE DEUS
LIÇÃO 04 - JESUS É SUPERIOR A JOSUÉ - O MEIO DE ENTRAR NO REPOUSO DE DEUSLIÇÃO 04 - JESUS É SUPERIOR A JOSUÉ - O MEIO DE ENTRAR NO REPOUSO DE DEUS
LIÇÃO 04 - JESUS É SUPERIOR A JOSUÉ - O MEIO DE ENTRAR NO REPOUSO DE DEUS
 
LIÇÃO 03 - A SUPERIORIDADE DE JESUS EM RELAÇÃO A MOISÉS
LIÇÃO 03 - A SUPERIORIDADE DE JESUS EM RELAÇÃO A MOISÉSLIÇÃO 03 - A SUPERIORIDADE DE JESUS EM RELAÇÃO A MOISÉS
LIÇÃO 03 - A SUPERIORIDADE DE JESUS EM RELAÇÃO A MOISÉS
 
LIÇÃO 01 - A CARTA AOS HEBREUS E A EXCELÊNCIA DE CRISTO
LIÇÃO 01 - A CARTA AOS HEBREUS E A EXCELÊNCIA DE CRISTOLIÇÃO 01 - A CARTA AOS HEBREUS E A EXCELÊNCIA DE CRISTO
LIÇÃO 01 - A CARTA AOS HEBREUS E A EXCELÊNCIA DE CRISTO
 
LIÇÃO 14 - VIVENDO COM A MENTE DE CRISTO
LIÇÃO 14 - VIVENDO COM A MENTE DE CRISTOLIÇÃO 14 - VIVENDO COM A MENTE DE CRISTO
LIÇÃO 14 - VIVENDO COM A MENTE DE CRISTO
 
LIÇÃO 13 - GLORIFICADOS EM CRISTO
LIÇÃO 13 - GLORIFICADOS EM CRISTOLIÇÃO 13 - GLORIFICADOS EM CRISTO
LIÇÃO 13 - GLORIFICADOS EM CRISTO
 
LIÇÃO 12 - PERSEVERANDO NA FÉ
LIÇÃO 12 - PERSEVERANDO NA FÉLIÇÃO 12 - PERSEVERANDO NA FÉ
LIÇÃO 12 - PERSEVERANDO NA FÉ
 
LIÇÃO 11 - ADOTADOS POR DEUS
LIÇÃO 11 - ADOTADOS POR DEUSLIÇÃO 11 - ADOTADOS POR DEUS
LIÇÃO 11 - ADOTADOS POR DEUS
 
LIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIO
LIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIOLIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIO
LIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIO
 
LIÇÃO 7 - A SALVAÇÃO PELA GRAÇA
LIÇÃO 7 - A SALVAÇÃO PELA GRAÇALIÇÃO 7 - A SALVAÇÃO PELA GRAÇA
LIÇÃO 7 - A SALVAÇÃO PELA GRAÇA
 
LIÇÃO 03 - A SALVAÇÃO E O ADVENTO DO SALVADOR
LIÇÃO 03 - A SALVAÇÃO E O ADVENTO DO SALVADORLIÇÃO 03 - A SALVAÇÃO E O ADVENTO DO SALVADOR
LIÇÃO 03 - A SALVAÇÃO E O ADVENTO DO SALVADOR
 
LIÇÃO 02 - A SALVAÇÃO NA PÁSCOA JUDAICA
LIÇÃO 02 - A SALVAÇÃO NA PÁSCOA JUDAICALIÇÃO 02 - A SALVAÇÃO NA PÁSCOA JUDAICA
LIÇÃO 02 - A SALVAÇÃO NA PÁSCOA JUDAICA
 
LIÇÃO 01 - UMA PROMESSA DE SALVAÇÃO
LIÇÃO 01 - UMA PROMESSA DE SALVAÇÃOLIÇÃO 01 - UMA PROMESSA DE SALVAÇÃO
LIÇÃO 01 - UMA PROMESSA DE SALVAÇÃO
 
LIÇÃO 13 - SOBRE A FAMÍLIA E A SUA NATUREZA
LIÇÃO 13 - SOBRE A FAMÍLIA E A SUA NATUREZALIÇÃO 13 - SOBRE A FAMÍLIA E A SUA NATUREZA
LIÇÃO 13 - SOBRE A FAMÍLIA E A SUA NATUREZA
 
LIÇÃO 12 - O MUNDO VINDOURO
LIÇÃO 12 - O MUNDO VINDOUROLIÇÃO 12 - O MUNDO VINDOURO
LIÇÃO 12 - O MUNDO VINDOURO
 
LIÇÃO 11 - A SEGUNDA VINDA DE CRISTO
LIÇÃO 11 - A SEGUNDA VINDA DE CRISTOLIÇÃO 11 - A SEGUNDA VINDA DE CRISTO
LIÇÃO 11 - A SEGUNDA VINDA DE CRISTO
 
LIÇÃO 09 - A NECESSIDADE DE TERMOS UMA VIDA SANTA
LIÇÃO 09 - A NECESSIDADE DE TERMOS UMA VIDA SANTALIÇÃO 09 - A NECESSIDADE DE TERMOS UMA VIDA SANTA
LIÇÃO 09 - A NECESSIDADE DE TERMOS UMA VIDA SANTA
 
LIÇÃO 08 - A IGREJA DE CRISTO
LIÇÃO 08 - A IGREJA DE CRISTOLIÇÃO 08 - A IGREJA DE CRISTO
LIÇÃO 08 - A IGREJA DE CRISTO
 
LIÇÃO 07 - A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO
LIÇÃO 07 - A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTOLIÇÃO 07 - A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO
LIÇÃO 07 - A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO
 

Último

Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...excellenceeducaciona
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...azulassessoriaacadem3
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
 

LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO

  • 5. VOCÊ TEM PRODUZIDO O FRUTO DO ESPÍRITO? PRECISAMOS FRUTIFICAR!
  • 6. 1. A parábola da vinha A VIDEIRA É O PRÓPRIO SENHOR JESUS CRISTO E OS RAMOS SÃO TODOS OS DISCÍPULOS DE CRISTO
  • 7. 2. Condição para ser produtivo AS UVAS NÃO NASCEM LOGO DEPOIS DA SEMENTE GERMINAR NO SOLO. É PRECISO TEMPO E MUITOS CUIDADOS. NA VIDA ESPIRITUAL, É PRECISO DISCIPULADO, ENSINO DA PALAVRA DE DEUS
  • 8. 3. A poda PODAR É APARAR OS RAMOS QUE ESTÃO ATRAPALHANDO O DESENVOLVIMENTO DA PLANTA. A PODA AJUDA A PRODUZIR NOVOS RAMOS, FAZENDO COM QUE A PRODUÇÃO DE FRUTOS SEJA MAIOR
  • 9. Para frutificar, precisamos estar ligados à Videira
  • 10. 1. Firmados no amor de Cristo A GRAÇA DIVINA, ALÉM DE DESTRUIR OS PECADOS, ENXERTA EM NÓS A SEMENTE DO AMOR
  • 11. 2. Por que o amor é a base da frutificação? O AMOR PRECISA SER VISTO MEDIANTE AS NOSSAS OBRAS. EXISTEM MUITAS PESSOAS CARENTES E NECESSITADAS QUE PRECISAM DO NOSSO AMOR E AJUDA
  • 12. 3. Cheios do Espírito e de amor O AMOR É GERADO EM NOSSOS CORAÇÕES PELA AÇÃO DO ESPÍRITO SANTO. NÃO PODEMOS NOS ESQUECER QUE SOMOS TEMPLO, HABITAÇÃO DO CONSOLADOR
  • 13. O fundamento da frutificação espiritual está em ser cheio do Espírito Santo e de amor
  • 14. 1. Revestidos de amor O AMOR, FRUTO DO ESPÍRITO, EM NOSSA VIDA NOS CONDUZ: A FRUTIFICAR EM NOSSO RELACIONAMENTO ESPIRITUAL, A TER UM RELACIONAMENTO CONJUGAL FRUTÍFERO E A TER UM RELACIONAMENTO FAMILIAR FRUTÍFERO
  • 15. 2. Se a Palavra estiver em nós SÓ É POSSÍVEL FRUTIFICAR SE CRISTO E SUAS PALAVRAS ESTIVEREM PLANTADOS EM NÓS
  • 16. 3. Cumprindo a lei QUEM AMA AOS OUTROS CUMPRIU A LEI"
  • 17. Fomos chamados do mundo para frutificar para a glória de Deus
  • 18. QUANDO EXPERIMENTAMOS DESSE AMOR SOMOS TRANSFORMADOS E, ENTÃO, PASSAMOS A PRODUZIR O FRUTO DO ESPÍRITO
  • 19. 1 - O QUE É PRECISO PARA O CRENTE FRUTIFICAR? 2 - QUAL O PROPÓSITO DE UMA VIDA FRUTÍFERA? 3 - NO TEXTO DE JOÃO 15 QUEM É A VIDEIRA? QUEM SÃO OS RAMOS? 4 - O QUE SIGNIFICA PODAR? 5 - QUEM É O NOSSO EXEMPLO PERFEITO DE AMOR?