PrivatizaçãoDa energiaElétrica
Introdução  O tema da pesquisa feita é sobre a “Privatização da  Energia elétrica” que se da a um processo de  concessão e...
Introdução  No mercado de distribuição de energia elétrica  atuam, atualmente, 64 concessionárias em todo  país, entre emp...
Situação do Brasil depois da privatização     •O processo de privatização da energia elétrica no     Brasil, durante a ges...
Situação do Brasil depois da privatização     •A tarifa de energia elétrica no Brasil permite que os     grandes consumido...
Situação do Brasil depois da privatização                                               Energia                           ...
As pessoas que defende a privatização da energiaelétrica geralmente usa o argumento sustentado emcima da possibilidade da ...
Já as pessoas que se opõem às privatizaçõesde serviços públicos essenciais como a transmissãoe de distribuição de energia ...
Conclusão
IFG – ITUMBIARASOCIOLOGIA II - MANUELA“PRIVATIZAÇÃO DA ENERGIA ELÉTRICA”GUILHERME SOUZA AQUINOLARISSARONALDO CUSTÓDIO
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Privatização da Energia elétrica

2.302 visualizações

Publicada em

IFG - Itumbiara
guilherme.souzaaquino@gmail.com
Privatização da energia elétrica no Brasil

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.302
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Privatização da Energia elétrica

  1. 1. PrivatizaçãoDa energiaElétrica
  2. 2. Introdução O tema da pesquisa feita é sobre a “Privatização da Energia elétrica” que se da a um processo de concessão e/ou vendas de empresas estatais produtoras de energia elétrica. Nos últimos anos o setor elétrico brasileiro vem passando por grandes transformações, que foi intensificada a partir de 1995 com o processo de privatização das empresas estatais de energia elétrica e a implantação do Novo Modelo para o Setor Elétrico Brasileiro.
  3. 3. Introdução No mercado de distribuição de energia elétrica atuam, atualmente, 64 concessionárias em todo país, entre empresas estatais e privadas. As estatais são controladas pelos governos federal, estaduais e municipais. Nas concessionárias privadas verifica-se a presença, em seus grupos de controle, de diversas empresas nacionais, norte-americanas, espanholas e portuguesas.
  4. 4. Situação do Brasil depois da privatização •O processo de privatização da energia elétrica no Brasil, durante a gestão do presidente Fernando Henrique Cardoso, levou o país a ter a quinta tarifa mais cara do mundo. Para piorar, o sistema de tarifas beneficia as grandes empresas consumidoras de energia.
  5. 5. Situação do Brasil depois da privatização •A tarifa de energia elétrica no Brasil permite que os grandes consumidores paguem a tarifa mais baixa e pessoas comuns paguem as tarifas mais caras. Os grandes consumidores são 665 hoje, que consomem quase 30% da energia, como as empresas de alumínio, empresas de papel e celulose. Os demais, que são a população brasileira e o pequeno e médio comércio e indústria, pagam a tarifa mais cara, que é a quinta mais cara do mundo. Atualmente, um trabalhador paga cinquenta e seis centavos pelo kilowatt de energia, enquanto grandes empresas, como a Alcoa e a Vale, pagam apenas quatro centavos.
  6. 6. Situação do Brasil depois da privatização Energia Alcoa, Atualmente, um trabalhador Vale. paga cinquenta e seis R$0,06 centavos pelo kilowatt de energia, enquanto grandes empresas, como a Alcoa e a Vale, pagam apenas quatro centavos. Trabalhador comum R$0,56
  7. 7. As pessoas que defende a privatização da energiaelétrica geralmente usa o argumento sustentado emcima da possibilidade da licitação promover umaredução significativa na tarifa de energia, e quandose fala nisso há um interesse das pessoas em defenderaquilo que efetivamente reduziria seus gastos.
  8. 8. Já as pessoas que se opõem às privatizaçõesde serviços públicos essenciais como a transmissãoe de distribuição de energia elétrica, argumentamque toda empresa privada tem como principalfoco o lucro, e este, muitas vezes, vão de encontroà necessidade de prover pessoas de baixo poderaquisitivo com estes serviços fundamentais.
  9. 9. Conclusão
  10. 10. IFG – ITUMBIARASOCIOLOGIA II - MANUELA“PRIVATIZAÇÃO DA ENERGIA ELÉTRICA”GUILHERME SOUZA AQUINOLARISSARONALDO CUSTÓDIO

×