 Clima tropical é a designação dada aos climas das  regiões intertropicais caracterizados por serem  megatérmicos, com te...
 A parcela de 25 hectares está localizada aproximadamente 60 km  ao Norte da cidade de Manaus, Amazonas, Brasil. A parcel...
 O desmatamento das regiões tropicais avança em ritmo inquietante. Para contê-lo, é preciso tempo e dinheiro, segundo esp...
 Relatos feitos por naturalistas e entidades governamentais até  metade deste século apresentavam-nos como áreas de pouca...
Hellen ThawaneVanessa SouzaGabriel OliveiraÍtalo AlvesIsis Bastos
ÁReas tropicais
ÁReas tropicais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ÁReas tropicais

3.575 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.575
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ÁReas tropicais

  1. 1.  Clima tropical é a designação dada aos climas das regiões intertropicais caracterizados por serem megatérmicos, com temperatura média do ar em todos os meses do ano superior a 18 °C, não terem estação invernosa e terem precipitação anual superior à evapotranspiração potencial anual. Nas regiões de clima tropical a amplitude térmica diária é maior que a amplitude térmica anual da temperatura média, isto é, entre o mês mais quente e o mês mais frio do ano.
  2. 2.  A parcela de 25 hectares está localizada aproximadamente 60 km ao Norte da cidade de Manaus, Amazonas, Brasil. A parcela fica sobre a formação geológica Alter do Chão, que é constituída de sedimentos fluviais e flúvio-lacustres que remontam ao Cretáceo Inferior e que preencheram a região entre os escudos Brasileiro e das Guianas (veja este mapa) muito antes da inversão da drenagem da bacia e a formação do rio Amazonas propriamente dito. O relevo da região da parcela é constituído de platôs onde ocorre a floresta de terra firme mais alta da região, sulcados por vales de igarapés onde ocorre uma floresta rica em palmeiras (Baixio). No entanto a variação altitudinal da região é pequena (entre 40 e 150 m). A parcela de 25 ha ocorre num platô que é também um divisor de águas, entre a bacia do rio Urubú, que é um afluente do Amazonas, e o rio Cuieiras, que flui para o rio Negro.
  3. 3.  O desmatamento das regiões tropicais avança em ritmo inquietante. Para contê-lo, é preciso tempo e dinheiro, segundo especialistas reunidos no 12º Congresso Florestal Mundial na cidade de Quebec. Desde o começo dos anos 90, a floresta tropical desaparece ao ritmo de 12,3 milhões de hectares por ano. O desmatamento de novas terras para dar de comer a uma população cada vez maior é a causa principal."A pobreza dos agricultores os obriga a desmatar mais terras, já que não têm como adquirir as sementes que lhes permitem produzir mais, em menos espaço. E essa pobreza é gerada também pela incapacidade desses agricultores de venderem sua produção", destacou Jean-Paul Lanly, especialista francês.
  4. 4.  Relatos feitos por naturalistas e entidades governamentais até metade deste século apresentavam-nos como áreas de pouca salubridade, sem utilidade para a agricultura, e fonte potencial de doenças transmitidas pelos insetos que as habitam. Assim, a atitude frente a esse ecossistema foi sempre a de drenar e aterrar para posterior utilização. Entretanto, os manguezais sempre geraram recursos naturais primários para as populações locais, principalmente as de baixa renda. A exploração de vários desses recursos é, ainda hoje, a principal fonte de rendimentos para as populações pobres dos litorais dos trópicos. Tornaram-se também uma alternativa aceitável para os pecadores artesanais afastados de sua atividade tradicional pela rápida expansão das grandes companhias pesqueiras.
  5. 5. Hellen ThawaneVanessa SouzaGabriel OliveiraÍtalo AlvesIsis Bastos

×