Tutorial softwares da área de Luminotécnica

4.046 visualizações

Publicada em

Cálculos Luminotécnicos usando software:
- LumiSoft;
- SoftLux
(ambos free).

Publicada em: Educação
1 comentário
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.046
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
165
Comentários
1
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tutorial softwares da área de Luminotécnica

  1. 1. Universidade de Passo Fundo Eletrot´ecnica Geral Tutorial Software Luminot´ecnica Eletrot´ecnica Geral Prof. Fernando Passold ´Ultima atualiza¸c˜ao: 23 de novembro de 2012.
  2. 2. Observa¸c˜oes Usando sistema de editora¸c˜ao free, multi-plataforma: LATEX 2" (http://en.wikibooks.org/wiki/LaTeX/Introduction) Compiladores: http://www.miktex.org/ (Windows), http://www.tug.org/mactex/ (Mac OS X), apt-get install texlive-full (Linux/Ubuntu/Debian) Apostila Introdut´oria: http://www.telecom.uff.br/pet/petws/downloads/apostilas/LaTeX.pdf Editor usado: Texmaker (free, multi-plataforma) http://www.xm1math.net/texmaker/ Prof. Dr. Eng. Fernando Passold <fpassold@upf.br> Universidade de Passo Fundo/Engenharia El´etrica ´Ultima atualiza¸c˜ao: 23 de novembro de 2012.
  3. 3. Sum´ario 1 Introdu¸c˜ao 5 2 Softwares Abordados 5 3 Problema Proposto 5 4 LumiSoft 7 5 SoftLux 14
  4. 4. Lista de Figuras 1 Ambiente para o problema sendo proposto. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6 2 Tela de carregamento. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7 3 Tela inicial de projetos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8 4 Tela dos dados do ambiente. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8 5 Selecionando uma lumin´aria. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9 6 Especificando iluminˆancia desejada para o ambiente. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9 7 Visualiza¸c˜ao pr´evia dos resultados de iluminˆancia sendo obtidos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10 8 Modificando o fundo da escala para o gr´afico da iluminˆancia obtida. . . . . . . . . . . . . . . . . 10 9 Resultado da modifica¸c˜ao do fundo da escala de iluminˆancia. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11 10 Primeira tela de resultados obtidos para o projeto em quest˜ao. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11 11 Tela subsequente de resultados obtidos para o projeto em quest˜ao. . . . . . . . . . . . . . . . . . 12 12 Bot˜oes que permitem alterar algumas configura¸c˜oes de resultados. . . . . . . . . . . . . . . . . . 12 13 Adotando outro tipo de lumin´aria para o mesmo projeto (aba Especifica¸c˜oes da Lumin´aria) na janela de resultados. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13 14 Resultado da nova configura¸c˜ao com as lumin´arias da figura 13. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13 15 Tela inicial do SoftLux. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14 16 Iniciando um novo projeto. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15 17 Janela inicial uma vez inserido os dados so executor do projeto. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15 18 Janela onde usu´ario insere um novo ambiente (ainda vazio). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16 19 Janela onde usu´ario insere dados sobre o ambiente. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16 20 Formul´ario onde usu´ario seleciona a lumin´aria. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17 21 Passo 3 do projeto: Formul´ario onde usu´ario seleciona distribui¸c˜ao das lumin´arias. . . . . . . . . 18 22 Passo 4 do projeto: Resultados para o projeto sendo realizado. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18 23 Resultados pelo m´etodo do ponto a ponto. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19 24 Voltando-se at´e o passo para sele¸c˜ao de outro tipo de lumin´aria. . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19 25 Novos resultados para outro tipo de lumin´aria. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20 26 Gerando relat´orios com o(s) resultado(s) obtido(s). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20 27 Uma das p´agina exemplo do relat´orio `a ser impresso. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 21 Lista de Tabelas 1 Tabela de Iluminˆancias Gerais da NBR 5313. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6 2 ´Indices de reflex˜oes de diferentes materiais. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6 3 ´Indices de reflex˜oes para diferentes cores. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7 4 Exemplo de dados para determinada Lumin´aria. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17
  5. 5. Tutorial Software Luminot´ecnica Fernando Passold fpassold@upf.br 23 de novembro de 2012 1 Introdu¸c˜ao A id´eia com este documento ´e apenas passar uma id´eia inicial de como trabalhar com diferentes softwares (gratuitos) da ´area de Luminot´ecnica, incluindo exemplos de pequenos projetos. Este documento n˜ao pretende comparar nem sugerir o software mais adequado. 2 Softwares Abordados Este documento contempla um breve tutorial para os seguintes programas da ´area de Luminot´ecnica (todos gr´atis): • Lumisoft: disponibilizado pela Lumicenter Engenharia de Ilumina¸c˜ao `a partir do endere¸co: http: //www.lumicenteriluminacao.com.br/pt/tecnologia/lumisoft.html. Pequeno, particularmente este programa exige que uma vers˜ao do Microsoft O ce Word esteja instalado no computador para que os relat´orios finais dos projetos sejam criados (n˜ao permite exportar dados de outra forma). E outro detalhe: este programa n˜ao cria links no menu iniciar do Windows, ou seja, roda diretamente `a partir do arquivo Lumisoft.exe criado na pasta onde o arquivo de instala¸c˜ao Lumisoft.zip foi descompactado. Ocupa 9,2 Mbytes depois de descompactado (instalado). • SoftLux: disponibilizado pela empresa ITAIM Ilumina¸c˜ao `a partir do endere¸co: http://www.itaimiluminacao. com.br/servicos/downloads. O arquivo de Setup possui tamanho de 12.9 Mbytes. Exige cadastramento (gr´atis) para que este programa possa ser baixado! • DIALux: possui 2 vers˜oes, baixadas `a partir do endere¸co: http://www.dial.de/DIAL/en/dialux/ download.html: – DIALux evo 1: seu arquivo de Setup possui tamanho de 213 MBytes, exige m´aquina com recursos razo´aveis: m´ınimo de 2 GB de RAM, 1 GB de mem´oria de v´ıdeo, placa de v´ıdeo compat´ıvel com Direct X. Realiza renderiza¸c˜ao para os projetos e permite importar arquivos DXF do Autocad. – DIALux 4.10: que exige menos recursos do hardware da m´aquina: 1 GB de RAM, openGL no Direct X. Ocupa 457 Mbytes quando instalado. A fim de mostrar como os 3 softwares s˜ao executados, um mesmo problema exemplo de c´alculos de lumin´arias estar´a sendo proposto no pr´oximo item. 3 Problema Proposto Suponha que se deseja iluminar uma sala de estar com dimens˜oes de 5 ⇥ 8 metros, com p´e direito de 2,7 metros. O teto da sala ´e pintado na cor branca (fosca), as paredes foram pintadas com tinta l´atex na cor arreia (claro) e o piso ´e formado por lˆaminas de madeira (estilo flutuante) da marca Durafloor Carvalho Colonial – a figura 1 passa uma id´eia deste tipo de ambiente. Tomando como base a norma NBR 5413, tabela 1, que especifica valores de iluminˆancia conforme o tipo de ambiente, chegamos a conclus˜ao de que a iluminˆancia m´edio sugerida para este tipo de habita¸c˜ao fica entre 100 – 200 lux (item 5.3.65 Residˆencias). Ser´a adotada a iluminˆancia m´eida de 200 lux. Lembrando ainda que as cores do teto, paredes e tonalidade do piso definem ´ındices de refletˆancia do ambiente, s˜ao mostradas as tabelas 2 e 3 que ser˜ao adotadas como referˆencia para os pr´oximos projetos lumi- not´ecnicos. 5
  6. 6. 3 PROBLEMA PROPOSTO Figura 1: Ambiente para o problema sendo proposto. Tabela 1: Tabela de Iluminˆancias Gerais da NBR 5313. Tabela 2: ´Indices de reflex˜oes de diferentes materiais. 6
  7. 7. 4 LUMISOFT Tabela 3: ´Indices de reflex˜oes para diferentes cores. 4 LumiSoft As pr´oximas figuras d˜ao uma id´eia de como se trabalha usando o LumiSoft. A figura 2 mostra a tela de partida. Depois de clicado no bot˜ao Avan¸car deve aparecer a tela mostrada na figura 3. Figura 2: Tela de carregamento. A partir da tela da figura 3, o usu´ario inicia um novo projeto. Para o caso do problema proposto passamos os seguintes dados para o programa conforme mostra a figura 4. 7
  8. 8. 4 LUMISOFT Figura 3: Tela inicial de projetos. Figura 4: Tela dos dados do ambiente. 8
  9. 9. 4 LUMISOFT Podemos selecionar o tipo desejado de lumin´aria clicando no canto esquerdo inferior da janela da figura 4, o que far´a sugir uma nova tela como a mostrada na figura 5. Uma vez selecionada a lumin´aria desejada, clicar no bot˜ao verde localizado no extermo inferior direito desta tela para prosseguir com o projeto. Figura 5: Selecionando uma lumin´aria. Notamos que na tela da figura 4 nos esquecemos de informar a iluminˆancia desejada para este ambiente que ´e de 200 lux. Alterando este valor obteremos um resultado como o mostrado na figura 6. Figura 6: Especificando iluminˆancia desejada para o ambiente. 9
  10. 10. 4 LUMISOFT Note que j´a aparece um resultado preliminar de lumin´arias necess´arias: 2,62 lumin´arias e que o pr´oprio programa j´a sugere a seguinte distribui¸c˜ao para as lumin´arias: 3 ⇥ 1. Note tamb´em que a altura de instala¸c˜ao baixou 10 cm, de 2,7 metros para 2,6 metros – o que deve ser considerado conforme o tipo de lumin´aria ou se a mesma ser´a instalada suspensa a partir do teto. Podemos clicar no bot˜ao Visualizar da tela mostrada na figura 6 para ter uma id´eia preliminar de como resultar´a o iluminamento neste ambiente – isto modifica esta tela para o que mostra a figura 7. Figura 7: Visualiza¸c˜ao pr´evia dos resultados de iluminˆancia sendo obtidos. Podemos ainda na tela da figura 7 modificar o fundo da escala de cores para o resultado gr´afico da iluminˆanica `a ser obtido para este ambiente clicando no bot˜ao Escala de cores. Para este problmea em particular podemos definir como valor m´aximo: 300 lux – ver figura 8, o que modificar´a a tela da figura 7 para a mostrada na figura 9. Figura 8: Modificando o fundo da escala para o gr´afico da iluminˆancia obtida. Se desejado tamb´em ainda na tela da figura 6 podemos alterar a distribui¸c˜ao proposta para as lumin´arias modificando os campos (num´ericos) Linhas x Colunas (por exemplo: para algo como 2 x 2. 10
  11. 11. 4 LUMISOFT Figura 9: Resultado da modifica¸c˜ao do fundo da escala de iluminˆancia. Uma vez terminada a etapa de informa¸c˜ao dos dados do ambiente, selecionada a lumin´aria desejada e confir- mada a disposi¸c˜ao para as mesmas, podemos terminar o projeto clicando sobre o bot˜ao verde, o que faz surgir uma nova tela como a mostrada na figura 10. Figura 10: Primeira tela de resultados obtidos para o projeto em quest˜ao. Nesta ´ultima tela se clicarmos no bot˜ao Calcular localizado no extremo inferior direito, obtermos uma mo- 11
  12. 12. 4 LUMISOFT difica¸c˜ao como a mostrada na figura 11. Note que nesta ´ultima tela ´e poss´ıvel se “passear” com o cursor sobre qualquer regi˜ao do ambiente e perceber o valor da iluminˆancia atingida para determinado local no ambiente (notar o cursor em “+” na figura 11, neste caso em particular, entre um ponto m´edio central entre 2 lumin´arias se percebe que s˜ao atingidos 472,78 lux – um valor que pode at´e ser considerado elevado para o grau de ilu- minˆancia desejado para este tipo de ambiente. Figura 11: Tela subsequente de resultados obtidos para o projeto em quest˜ao. Outros bot˜oes localizados na tela da figura 11 permitem alterar diferentes parˆametros como os mostrados pela figura 12. Figura 12: Bot˜oes que permitem alterar algumas configura¸c˜oes de resultados. 12
  13. 13. 4 LUMISOFT Uma outra escolha de lumin´aria (ver figura 13) pode levar a melhores resultados – ver figura 14. Figura 13: Adotando outro tipo de lumin´aria para o mesmo projeto (aba Especifica¸c˜oes da Lumin´aria) na janela de resultados. Figura 14: Resultado da nova configura¸c˜ao com as lumin´arias da figura 13. 13
  14. 14. 5 SOFTLUX 5 SoftLux As pr´oximas figuras d˜ao uma id´eia de como se trabalha usando o SoftLux. A figura 15 mostra a primeira tela do programa. Figura 15: Tela inicial do SoftLux. Clicando sobre o bot˜ao do Novo Projeto abre-se uma nova janela como a mostrada na figura 16. Uma vez preenchidos os dados e clicado sobre o bot˜ao de Ok, volta-se a janela inicial, conforme mostra a figura 17. Se faz necess´ario agora incluir o(s) ambiente(s) sobre o qual ser´a executado o projeto luminot´ecnico. Para tanto clicar sobre o bot˜ao Inserir novo ambiente. Outra janela como a mostrada pela figura 18 deve se abrir. 14
  15. 15. 5 SOFTLUX Figura 16: Iniciando um novo projeto. Figura 17: Janela inicial uma vez inserido os dados so executor do projeto. 15
  16. 16. 5 SOFTLUX Figura 18: Janela onde usu´ario insere um novo ambiente (ainda vazio). Completando-se os dados usando as informa¸c˜oes para o problema proposto neste documento obtemos uma janela como a mostrada pela figura 19. Figura 19: Janela onde usu´ario insere dados sobre o ambiente. Clicando-se sobre o bot˜ao Pr´oximo avan¸ca-se para uma outro formul´ario onde o usu´ario deve selecionar o tipo desejado de lumin´aria – ver figura 20. 16
  17. 17. 5 SOFTLUX Figura 20: Formul´ario onde usu´ario seleciona a lumin´aria. Lumin´aria quadrada de embutir, para 2 lˆampadas fluorescentes compactas de 18W, duplas, 2 pinos. Corpo e refletor em chapa de a¸co tratada com acabamento em pintura eletrost´atica ep´oxi-p´o na cor branca. Difusor em acr´ılico leitoso. Necessita reator eletromagn´etico. Aplica¸c˜ao: Ambientes onde evita-se o ac´umulo de p´o ou em que uma ilumina¸c˜ao difusa seja mais conveniente como enfermaria, quartos e corredores de hospitais, refeit´orios, etc. Dimens˜oes: A= 110 x L= 254 x C= 254 mm. / Nicho: 220 x 220 mm. Tabela 4: Exemplo de dados para determinada Lumin´aria. Neste caso foi seleciona o tipo de lumin´aria Cianita 2xTC-D 18W cuja descri¸c˜ao aparece no quadro superior da janela mostrada na figura 20 ou tamb´em transcrito na tabela 4. Clicando-se sobre o bot˜ao Pr´oximo na janela da figura 20 avan¸ca-se para o passo 3 relacionado com a distri- bui¸c˜ao f´ısica das lumin´arias – tela mostrada na figura 21. Assumindo-se a distribui¸c˜ao sugerida pelo pr´oprio programa que est´a bastante uniforme, podemos simples- mente clicar sobre o bot˜ao Pr´oximo para avan¸car para o passo seguinte: o Passo 4 de Resultados, conforme mostra a figura 22. Da figura 22 percebe-se que ser˜ao usadas 12 lumin´arias do tipo Cianita 2xTC-D 18W, composta cada uma por 2 lˆampadas fluorescentes compactas de 18W dispostas no formato de 4 colunas ⇥ 3 linhas com uma distˆancia entre colunas de 2,0 metros, entre linhas de 1,67 metros e entre a parede e cada coluna, 1,0 metro e entre a parede e cada linha, 0,83 metros – nota-se que o programa adotou automaticamente uma distribui¸c˜ao uniforme para as lumin´arias. Com esta lumin´aria e disposi¸c˜ao para as mesmas, foi poss´ıvel se obter uma iluminˆancia m´edia de 149 lux, um m´aximo de 199 e um m´ınimo de 59 lux. Este programa possibilita ainda prever resultados usando o m´erodo do ponto a ponto conforme ilustra a figura 23. 17
  18. 18. 5 SOFTLUX Figura 21: Passo 3 do projeto: Formul´ario onde usu´ario seleciona distribui¸c˜ao das lumin´arias. Figura 22: Passo 4 do projeto: Resultados para o projeto sendo realizado. 18
  19. 19. 5 SOFTLUX Figura 23: Resultados pelo m´etodo do ponto a ponto. Notar que se os resultados obtidos n˜ao foram do agrado do usu´ario, basta clicar sobre o bot˜ao Anterior para voltar nos passos anteriores alterando o que for necess´ario. Por exemplo, clicando 2 vezes sobre o bot˜ao Anterior volta-se at´e o passo 2 referente a Sele¸c˜ao das Lumin´arias. Um novo modelo de lumin´aria poderia ser adotado como o mostrado na figura 24. Figura 24: Voltando-se at´e o passo para sele¸c˜ao de outro tipo de lumin´aria. Uma vez selecionada o novo tipo de lumin´aria clica-se 2⇥ sobre o bot˜ao Pr´oximo para alcan¸car novamente o passo 4: Resultados – conforme mostra a figura 25. 19
  20. 20. 5 SOFTLUX Figura 25: Novos resultados para outro tipo de lumin´aria. ´E poss;ivel se gerar um rel´atorio com os v´arios resultados obtidos, basta clicar primeiro na tela da figura 25, janela do passo 4: Resultados, clicar sobre o bot˜ao Finalizar e ent˜ao na barra de menu do bot˜ao selecionar as op¸c˜oes: Exibir >> Relat´orio. Uma nova janela como a mostrada na figura 26 deve se abrir. Figura 26: Gerando relat´orios com o(s) resultado(s) obtido(s). Selecionando-se um relat´orio a respeito apenas da ´ultima simula¸c˜ao realizada, alcan¸ca-se uma janela de impress˜ao onde ´e poss´ıvel se antever o relat´orio que ser´a impresso. A figura 27 mostra uma das p´aginas que 20
  21. 21. 5 SOFTLUX seria gerada como relat´orio para o resultado da ´ultima simula¸c˜ao. Figura 27: Uma das p´agina exemplo do relat´orio `a ser impresso. 21

×