Guia atualizado de implementação da norma de sustentabilidade NBR 15401

3.210 visualizações

Publicada em

Guia atualizado de implementação da norma de sustentabilidade NBR 15401 - Sustentabilidade hoteleira

Publicada em: Turismo
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.210
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
459
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
136
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guia atualizado de implementação da norma de sustentabilidade NBR 15401

  1. 1. MEIOS DE HOSPEDAGEMSISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE ABNT NBR 15401
  2. 2. FICHA CATALOGRÁFICADocumento elaborado no âmbito do Convênio ABNT/SEBRAE destinado às micro e pequenas empresas. A849m Associação Brasileira de Normas Técnicas Meios de Hospedagem: Sistema de gestão da sustentabilidade / Associação Brasileira de Normas Técnicas, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. – Rio de Janeiro: ABNT; SEBRAE, 2012. 82 p.: il.color. Modo de acesso: http://portalmpe.abnt.org.br/bibliotecadearquivos/. ISBN 978-85-07-03361-5. 1. Turismo. 2. Hospedagem 3. Normalização técnica I. Título. II. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas CDU:006:379.8(083)Copyright© 2012. Associação Brasileira de Normas TécnicasCopyright© 2012. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas EmpresasConteudistas técnicos: Alexandre Eliasquevitch Garrido e Denise Port Nascimento
  3. 3. SEBRAE ABNTRoberto Simões Pedro Buzatto Costa Presidente do Conselho DeliberativoPresidente do Conselho Deliberativo Nacional Walter Luiz LapietraLuiz Eduardo Pereira Barretto Filho Vice-Presidente do Conselho DeliberativoDiretor-Presidente do Sebrae Nacional Ricardo Rodrigues FragosoJosé Cláudio dos Santos Diretor GeralDiretor de Administração e Finanças do Sebrae Nacional Carlos Santos Amorim Junior Diretor de Relações ExternasCarlos Alberto dos SantosDiretor Técnico do Sebrae Nacional Eugenio Guilherme Tolstoy De Simone Diretor TécnicoEnio Duarte PintoGerente da Unidade de Acesso à Inovação e Tecnologia Odilão Baptista Teixeira Diretor Adjunto de NegóciosGláucia ZoldanGerente Adjunta da Unidade de Acesso à Inovação e Tecnologia EQUIPE TÉCNICAEQUIPE TÉCNICA Janaína da Silva Mendonça Gerente de Editoração e AcervoMaria de Lourdes da Silva Coordenação geralAnalista técnica Marcia Cristina de OliveiraGestora do Convênio ABNT/SEBRAE Gerente de Planejamento e Projetos Apoio técnicoHulda Oliveira GiesbrechtAnalista Técnica Anderson Correia SoaresGestora da ação de desenvolvimento dos Guias de Implantação de Assistente Técnico da Gerência de Editoração e AcervoNormas Apoio técnico
  4. 4. GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO SUMÁRIO SUMÁRIO I. Introdução ........................................................................................................................................7 II. Objetivo ............................................................................................................................................8 III. Orientações Gerais ......................................................................................................................9 IV. Atendimento aos Princípios do Turismo Sustentável .....................................................10 V. Método de implementação ......................................................................................................12 1. Diagnóstico ...............................................................................................................................13 2. Mapeamento de atividades ................................................................................................14 3. Identificação de aspectos e impactos .............................................................................15 4. Requisitos legais e outros requisitos ...............................................................................19 5. Política de sustentabilidade................................................................................................20 6. Objetivos e metas ...................................................................................................................22 7. Responsabilidades e autoridades .....................................................................................26 8. Programas de gestão da sustentabilidade ...................................................................27 9. Competência, conscientização e treinamento ...........................................................30 10. Controle operacional ..........................................................................................................32 11. Monitoramento e medição...............................................................................................33 12. Comunicação .........................................................................................................................34 13. Registro do sistema de gestão e controle de documentos ..................................35 14. Auditoria..................................................................................................................................37 15. Análise crítica.........................................................................................................................38 16. Não-conformidade e ações corretiva e preventiva..................................................39 Atendimento às três dimensões do turismo sustentável A. Atendimento aos requisitos ambientais para o turismo sustentável A1. Preparação e atendimento a emergências ambientais .........................................41 A2. Áreas naturais, flora e fauna.............................................................................................44 A3. Arquitetura e impactos da construção no local .......................................................46 A4. Paisagismo .............................................................................................................................48 A5. Emissões, efluentes e resíduos sólidos ........................................................................514 ABNT NBR 15401 | MEIOS DE HOSPEDAGEM  SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE | SUMÁRIO
  5. 5. GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO SUMÁRIO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO A5.1 Resíduos sólidos ..........................................................................................................51 A5.2 Efluentes líquidos........................................................................................................55 A5.3 Emissões para o ar (gases e ruídos) ......................................................................56A6. Eficiência energética .................................................................................................................57A7. Conservação e gestão do uso de água ..............................................................................59A8. Seleção de insumos ..................................................................................................................62Atendimento aos requisitos socioculturais para o turismo sustentável B1. Comunidades locais ............................................................................................................63 B2. Trabalho e renda...................................................................................................................65 B3. Condições de trabalho .......................................................................................................66 B4. Aspectos culturais ...............................................................................................................67 B5. Saúde e educação ...............................................................................................................68 B6. Populações tradicionais ....................................................................................................69Atendimento aos requisitos econômicos para o turismo sustentável C1. Viabilidade econômica ......................................................................................................70 C2. Qualidade e satisfação do cliente .................................................................................72 C3. Saúde e segurança dos clientes e no trabalho .........................................................75Referências...........................................................................................................................................76ANEXOSANEXO 01 – POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE.......................................................................77ANEXO 02 – PLANO DE AÇÃO (OBJETIVOS E METAS) ...........................................................79ANEXO 03 – PLANO DE AÇÃO (ANÁLISE CRÍTICA) ................................................................80ANEXO 04 – RESOLUÇÃO CONAMA Nº. 275 ............................................................................80ANEXO 05 – SISTEMA DE TRATAMENTO DE EFLUENTES ......................................................81ANEXO 06 – FONTES DE ENERGIA ..............................................................................................82ANEXO 07 – FICHA NACIONAL DE REGISTRO DE HÓSPEDES ............................................84ABNT NBR 15401 | MEIOS DE HOSPEDAGEM  SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE | SUMÁRIO 5
  6. 6. GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO REQUISITOS I. INTRODUÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO REQUISITOS O BRASIL É PIONEIRO EM RELAÇÃO À PUBLICAÇÃO DE UMA NORMA DE SISTEMA DE GESTÃO QUE APRESENTA REFERÊNCIAS OBJETIVAS SOBRE COMO OS MEIOS DE HOSPEDAGEM PODEM UTILIZAR SEUS RECURSOS DE MANEIRA AMBIENTALMENTE RESPONSÁVEL, SOCIALMENTE JUSTA E ECONOMI CAMENTE VIÁVEL. A abordagem da sustentabilidade do turismo por meio da normalização ajuda os meios de hospedagem a adotar práticas sustentáveis e a comunicar este fato aos seus clientes e à sociedade em geral. A norma ABNT NBR 15401 foi desenvolvida no âmbito do Comitê Brasileiro de Turismo – ABNT/CB 54 e foi publicada no final de outubro de 2006 pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). A referência utilizada para sua elaboração foi a norma desenvolvida pela Fundação Ins- tituto de Hospitalidade, dentro do Programa de Certificação em Turismo Sustentável (PCTS). Sua construção contou com a participação de organizações não governamentais, em- presários, governo, sociedade, especialistas e diversas partes interessadas, o que justifica os requisitos detalhados nos aspectos ambientais e socioculturais. O sistema de gestão apresentado na norma proporciona uma base estável, coerente e consistente para o alcance e a manutenção do desempenho sustentável dos meios de hospedagem. O conteúdo da norma é direcionado ao aprimoramento da qualidade nos serviços e ges- tão, ao atendimento a legislação, à colocação do negócio no mercado internacional, à pre- servação ambiental e cultural, consciência social e desenvolvimento econômico-financeiro. Em função da atualidade e importância do tema sustentabilidade para o turismo a ABNT decidiu pela publicação deste Guia, o qual foi elaborado com base na experiência e no conhecimento acumulados ao longo dos destes últimos 10 anos de discussão, identifi- cação e adoção de boas práticas sustentáveis no turismo brasileiro. A norma ABNT NBR 15401 visa o fortalecimento do setor turístico, onde os turistas estão cada vez mais exigentes e os destinos turísticos, tanto nacional como internacional estão cada vez mais competitivos. Seu uso pelo meio de hospedagem gera benefícios ambientais, econômicos, sociais e culturais. Do ponto de vista ambiental, ela contribui para a conservação da biodiversidade e auxilia na manutenção da qualidade ambiental dos atrativos turísticos. Do ponto de vista econômico, ela viabiliza as áreas utilizadas pelo turismo, proporcio- na um diferencial de marketing, gerando vantagens competitivas para os meios de hospe- dagem e facilitando o acesso a novos mercados, principalmente o internacional. Nas esferas social e cultural, estimula boas condições de trabalho, enfatiza a pre- servação do patrimônio cultural e promove o respeito aos direitos dos trabalhadores, povos indígenas e comunidades locais. Do ponto de vista político, ela promove o res- peito à lei e à cidadania.ABNT NBR 15401 | MEIOS DE HOSPEDAGEM  SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE | REQUISITOS 7
  7. 7. REQUISITOS GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO II. OBJETIVO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO REQUISITOS O GUIA TEM COMO OBJETIVO ORIENTAR O MEIO DE HOSPEDAGEM NA IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE DE ACORDO COM A ABNT NBR 15401 E, PORTANTO, DEVE SER UTILIZADO EM CONJUNTO COM A NORMA. O Guia apresenta uma proposta de roteiro de implementação com interpretações do texto da norma ABNT NBR 15401 e ações para o atendimento aos requisitos de sustenta- bilidade apresentados nesta. Além de descrever um método de implementação, o guia apresenta exemplos de ações para o cumprimento dos requisitos da norma. Ressalta-se que os exemplos apresentados não são a única, ou melhor, forma de atender os princípios da sustentabilidade no turismo. Os meios de hospedagem devem utilizar este Guia como fonte de consulta, levando em consideração as características aplicáveis e adequadas para cada negócio, como a lo- calidade da empresa, porte, entre outros. Novas pesquisas e registros de ações direcionadas para o atendimento dos princípios sustentáveis em meios de hospedagem vêm sendo constantemente desenvolvidas, em conjunto com o crescimento contínuo da utilização e resultados obtidos através da imple- mentação da norma ABNT NBR 15401. Desta forma, recomenda-se que o meio de hospedagem consulte as Organizações Não Governamentais e demais Entidades Representativas para obter informação sobre projetos e boas práticas em vigor na sua localidade. Também é possível utilizar exemplos encontrados nos meios de comunicação e outros empreendimentos certificados ou em processo de certificação.8 ABNT NBR 15401 | MEIOS DE HOSPEDAGEM  SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE | REQUISITOS
  8. 8. GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO REQUISITOS III. ORIENTAÇÕES GERAIS GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO REQUISITOS ESTE GUIA FOI DESENHADO PARA APRESENTAR UM ROTEIRO LÓGICO PARA IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE EM CONFORMIDADE COM A NORMA ABNT NBR 15401 E ADICIONALMENTE APRESENTAR, POR MEIO DE TEXTOS, FIGURAS, TABELAS, DIAGRAMAS E EXEMPLOS INTERPRETAÇÕES DOS REQUISITOS NORMATIVOS. Evidentemente que a ordem das etapas apresentadas neste roteiro, como método de implementação, não é a única possível e tampouco está organizada de maneira sequencial em relação a ordem dos requisitos da norma ABNT NBR 15401. Para facilitar a utilização do Guia em conjunto com a norma é possível visualizar o item referente à norma ABNT NBR 15401 no rodapé da página ao final de cada capítulo deste documento. Cada capítulo do Guia está estruturado nos tópicos: Porque é importante?, Para refletir e Como implementar?, onde se descreve os conceitos e fundamentos do requisito ou da etapa do método; questões para organizar a reflexão em termos do meio de hospedagem e as ações, com exemplos, para a implementação do requisito, respectivamente. Além dis- to, os capítulos contêm a representação do diagrama, apresentado no tópico V deste Guia, em tópicos para orientar e situar o leitor em função da etapa em que se encontra. Este Guia também pode ser consultado de forma pontual para auxiliar no entendimen- to e permitir uma interpretação adequada de cada requisito da norma ABNT NBR 15401, não sendo necessária sua leitura na ordem do método de implementação apresentado.ABNT NBR 15401 | MEIOS DE HOSPEDAGEM  SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE | REQUISITOS 9
  9. 9. REQUISITOS GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO IV. ATENDIMENTO AOS PRINCÍPIOS DO TURISMO SUSTENTÁVEL GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO REQUISITOS A NORMA FOI FUNDAMENTADA NOS DENOMINADOS “PRINCÍPIOS DO TURISMO SUSTENTÁVEL”  ITEM 3 DA ABNT NBR 15401, SENDO ASSIM, OS REQUISITOS DEFINIDOS NA NORMA ESTÃO TODOS RELACIONADOS A ESSES PRINCÍPIOS, REPRESENTANDO A PLATAFORMA A SER SEGUIDA NA IMPLEMEN TAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE. Desta forma, se houver dúvidas relacionadas a algum requisito da norma durante sua implementação, é fundamental consultar os Princípios do Turismo Sustentável para esclarecimentos e melhor compreensão. No quadro abaixo são relacionados exemplos de ações realizadas por meios de hospedagem vinculados a cada um dos sete Princípios do Turismo Sustentável: PRINCÍPIOS DO TURISMO SUSTENTÁVEL EXEMPLO DE AÇÕES • Ter o empreendimento registrado no CADASTUR 1. RESPEITAR A LEGISLAÇÃO VIGENTE • Possuir um sistema de tratamento de esgoto O turismo deve respeitar a legislação vigente, em to- dos os níveis, no país e as convenções internacionais • Assegurar que os salários pagos atendem no míni- de que o país é signatário. mo aos pisos da categoria dos colaboradores contra- tados, usando referências sindicais regionais. 2. GARANTIR OS DIREITOS DAS POPULAÇÕES LOCAIS • Dar preferência à população local para contratação O turismo deve buscar e promover mecanismos e • Oferecer capacitação e treinamentos voltados para ações de responsabilidade social, ambiental e de os colaboradores e comunidade local equidade econômica, inclusive a defesa dos direitos • Estabelecer salários que não desvalorizem os cola- humanos e de uso da terra, mantendo ou amplian- boradores pertencentes à comunidade. do, a médio e longo prazos, a dignidade dos traba- lhadores e comunidades envolvidas. • Realizar ações específicas para proteção de espécies 3. CONSERVAR O AMBIENTE NATURAL E SUA BIODIVERSIDADE ameaçadas existentes na propriedade do meio de hospedagem Em todas as fases de implantação e operação, o turis- mo deve adotar práticas de mínimo impacto sobre o • Implementar ações educativas com os clientes. Por ambiente natural, monitorando e mitigando efetiva- exemplo, a conscientização quanto a não alimenta- mente os impactos, de forma a contribuir para a manu- ção de animais silvestres. tenção das dinâmicas e processos naturais em seus as- • Controlar a utilização dos recursos naturais pelo pectos paisagísticos, físicos e biológicos, considerando meio de hospedagem. Por exemplo, através de ma- o contexto social e econômico existente. nutenções periódicas do encanamento para evitar o desperdício de água. 4. CONSIDERAR O PATRIMÔNIO CULTURAL E VALORES LOCAIS • Ceder espaço do empreendimento para eventos culturais O turismo deve reconhecer e respeitar o patrimônio histórico cultural das regiões e localidades receptoras e • Conscientizar o cliente quanto aos costumes locais. ser planejado, implementado e gerenciado em harmo- Por exemplo, para que não haja desrespeito às tradi- nia às tradições e valores culturais, colaborando para ções locais e sítios sagrados. seu desenvolvimento. 5. ESTIMULAR O DESENVOLVIMENTO SOCIAL E ECONÔMICO DOS • Promover os produtos e serviços locais. Por exemplo, DESTINOS TURÍSTICOS indicar passeios realizados por um guia responsável da região. O turismo deve contribuir para o fortalecimento das economias locais, a qualificação das pessoas, • Utilizar produtos provenientes de fornecedores per- a geração crescente de trabalho, emprego e renda tencentes à comunidade local. Por exemplo, alimen- e o fomento da capacidade local de desenvolver tos produzidos em hortas e fazendas da região. empreendimentos turísticos. CONTINUA >10 ABNT NBR 15401 | MEIOS DE HOSPEDAGEM  SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE | REQUISITOS
  10. 10. GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO REQUISITOS GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO REQUISITOS PRINCÍPIOS DO TURISMO SUSTENTÁVEL EXEMPLO DE AÇÕES 6. GARANTIR A QUALIDADE DOS PRODUTOS, PROCESSOS E ATITUDES • Possuir um meio de comunicação aberto a suges- O turismo deve avaliar a satisfação do turista e verifi- tões e reclamações. car a adoção de padrões de higiene, segurança, infor- • Responder prontamente as reclamações mação, educação ambiental e atendimento estabele- cidos, documentados, divulgados e reconhecidos • Oferecer a descrição clara de seus produtos e serviços 7. ESTABELECER O PLANEJAMENTO E A GESTÃO RESPONSÁVEIS O turismo deve estabelecer procedimentos éticos • Estabelecer e divulgar uma Política de Sustenta- de negócio visando engajar a responsabilidade bilidade social, econômica e ambiental de todos os inte- • Envolver os colaboradores em ações e atividades grantes da atividade, incrementando o comprome- ligadas à sustentabilidade timento do seu pessoal, fornecedores e turistas, em assuntos de sustentabilidade desde a elaboração • Estabelecer critérios para a contratação dos seus de sua missão, objetivos, estratégias, metas, planos fornecedores. e processos de gestão. É fundamental destacar a importância do comprometimento dos meios de hospeda-gem quanto ao atendimento da expectativa dos clientes e das partes interessadas, refe-rentes a qualidade dos serviços e produtos oferecidos e ao desempenhos sociocultural eambiental do negócio.ABNT NBR 15401 | MEIOS DE HOSPEDAGEM  SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE | REQUISITOS 11
  11. 11. MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO V. MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO A SEQUÊNCIA DE ETAPAS PARA IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE E ATENDIMENTO AOS REQUISITOS DA NORMA ABNT NBR 15401  MEIOS DE HOSPEDAGEM  SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE  REQUISITOS, PODE SER VISUALIZADA NO DIAGRAMA A SEGUIR. 1 16 2 Açõ 15 3 es c es dad orr tivi etiv e os ea Diagnóstico as e ct d os e ct sp nto pre pa e A 14 me ven Im d 4 An ão pea t aç áli s ivas utro se ific Ma Aud eo cr nt itor ais Leg íti Ide ia in tos uisitos ca tern uisi req a Req Controle de documentos e 13 Política de Sustentabilidade 5 registros Ob ação jeti unic vos Com e me tas Re o içã sp nal Competência, conscientização e on ed Pro m sa acio bi e lid gra to 12 per ad 6 en ma es m eo treinamento ra e de ito au trol to on ges rid M Con ad tão es 11 7 10 8 9 As etapas apresentadas no método de implementação proposto foram organizadas em função da experiência em implementação de sistemas de gestão da sustentabilidade em centenas de meios de hospedagem ao longo dos últimos anos. Assim, conforme já exposto nas orientações gerais esta ordem não é a única maneira para se realizar a implementação. Sempre que possível o método apresentado irá expor exemplos de soluções para atendimento ao requisito, com o objetivo de melhorar sua interpretação e visualização prática. Evidentemente que os exemplos apresentados são somente uma referência e es- tão limitados a atividades específicas e pontuais. Portanto, não devem ser seguidos à risca, sem um processo de análise crítica para sua devida adequação. É recomendado que a implementação do sistema de gestão da sustentabilidade seja realizada, com as orientações propostas, mas com as adaptações necessárias ao contexto de cada meio de hospedagem, de forma a garantir a contínua manutenção do atendimen- to aos requisitos da norma ABNT NBR 15401.12 ABNT NBR 15401 | MEIOS DE HOSPEDAGEM  SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE | MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO
  12. 12. GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO 1. DIAGNÓSTICO POR QUE É IMPORTANTE? PARA REFLETIR 1. Qual é o consumo médio de energia no seu Como o sistema de gestão da sustentabilida- meio de hospedagem? de envolve um conjunto de boas práticas de 2. Qual é o consumo médio de água no seu gestão e de boas práticas ambientais, sociais meio de hospedagem? e econômicas, imagina-se que o meio de 3. Quanto e que tipos de resíduos são gerados hospedagem já realize, pelo menos parcial- pelo seu meio de hospedagem? mente, práticas que possam estar em confor- 4. São registrados todos os treinamentos e capacitações realizados pelos seus midade com a norma ABNT NBR 15401. colaboradores e fornecedores? Desta forma para dar início a implementa- 5. Quais são os tipos de relacionamento que ção do sistema de gestão da sustentabili- o seu meio de hospedagem tem com a comunidade local? dade recomenda-se identificar as práticas 6. A satisfação do cliente, colaboradores, já adotadas, registrando as atividades rea- fornecedores e outros em relação às lizadas atualmente pelo negócio para que atividades do meio de hospedagem são seja possível identificar onde são necessá- avaliadas? rias as melhorias e/ou a realização de ou- tras atividades voltadas para o atendimen- to aos requisitos da norma. COMO IMPLEMENTAR? Verifique quais são as ações realizadas pelo seu meio de hospedagem de acordo com os requisitos descritos nos itens 4, 5, 6 e 7 da norma ABNT NBR 15401 – Meios de hospeda- gem – Sistema de gestão da sustentabilidade – Requisitos. Como orientação para a identificação dos requisitos da norma, cada ‘deve’ presente na norma é um requisito de cumprimento obrigatório. 1. DIAGNÓSTICO 2. MAPEAMENTO DE ATIVIDADES É interessante que o meio de hospedagem identifique todas as ações que já realiza 3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS no seu negócio e que possuam indicadores, isto é, um controle quantitativo da atividade E IMPACTOS monitorada, como por exemplo, o consumo de energia por hóspede por dia. 4. REQUISITOS LEGAIS E OUTROS REQUISITOS 5. POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE Outra ação importante é a identificação dos controles operacionais (veja o capítulo 6. OBJETIVOS E METAS 10 do Guia) realizados pelo meio de hospedagem, como por exemplo, a identificação da 7. RESPONSABILIDADES E AUTORIDADES legislação atual que afeta o negócio. 8. PROGRAMAS DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE É interessante que o meio de hospedagem identifique, através do diagnóstico, a possi- 9. COMPETÊNCIA, CONSCIENTIZAÇÃO E TREINAMENTO bilidade de realização de atividades que sejam mais práticas e rápidas de forma a atender 10. CONTROLE OPERACIONAL os requisitos da norma ABNT NBR 15401. Isto proporciona o alcance de resultados no início 11. MONITORAMENTO E MEDIÇÃO da implementação do sistema de gestão da sustentabilidade e motivará toda a equipe a 12. COMUNICAÇÃO alcançar novas metas. 13. REGISTRO DO SISTEMA DE GESTÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS 14. AUDITORIA 15. ANÁLISE CRÍTICA 16. NÃO CONFORMIDADE E AÇÕES CORRETIVA E PREVENTIVAABNT NBR 15401 | GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO | 1. DIAGNÓSTICO 13
  13. 13. MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO 2. MAPEAMENTO DE ATIVIDADES POR QUE É IMPORTANTE? PARA REFLETIR 1. Como são divididas as áreas do seu meio O mapeamento das atividades do meio de hospedagem? Ex. Recepção, restaurante, de hospedagem é fundamental para o limpeza, etc. conhecimento organizacional do seu ne- 2. Quais são as atividades realizadas em cada gócio e para implementação de qualquer área do seu meio de hospedagem? sistema de gestão. 3. É possível identificar as principais atividades do seu meio de hospedagem que afetam de Elaborar um fluxo das atividades de cada maneira significativa as seguintes dimensões: área do meio de hospedagem possibili- ambiental, sociocultural e econômica? ta a realização do próximo passo, onde são identificados os aspectos do meio de hospedagem ligados à sustentabilidade (ambiental, sociocultural e econômica). COMO IMPLEMENTAR? Identifique as áreas do seu meio de hospedagem, como por exemplo, recepção, governan- ça, lavandeira, alimentos e bebidas, entre outros. Para cada uma dessas áreas descreva as principais atividades. A figura seguir é apenas um exemplo. O importante é que todas as atividades do seu meio de hospedagem sejam listadas e mapeadas. MAPEAMENTO DAS ATIVIDADES DA ARRUMAÇÃO DA UH EXEMPLO DE FLUXOGRAMA. ÁREA: GOVERNANÇA1. DIAGNÓSTICO2. MAPEAMENTO DE ATIVIDADES ARRUMAR A CAMA VERIFICAR EQUIPAMENTOS ENTRAR NO QUARTO3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS TROCAR ROUPA DE CAMA E REGISTRARE IMPACTOS A SER ARRUMADO E BANHO, SE NECESSÁRIO DISCREPÂNCIAS.4. REQUISITOS LEGAIS E OUTROSREQUISITOS5. POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE SIM6. OBJETIVOS E METAS7. RESPONSABILIDADES E AUTORIDADES8. PROGRAMAS DE GESTÃO DASUSTENTABILIDADE LIMPAR E ARRUMAR O HÁ MAIS QUARTOS PARA HOUVE CONSUMO/9. COMPETÊNCIA, CONSCIENTIZAÇÃO NÃO QUARTO DE ACORDO COME TREINAMENTO SEREM LIMPOS? USO DE PRODUTOS? O CHECKLIST .10. CONTROLE OPERACIONAL11. MONITORAMENTO E MEDIÇÃO12. COMUNICAÇÃO NÃO SIM13. REGISTRO DO SISTEMA DE GESTÃO ECONTROLE DE DOCUMENTOS14. AUDITORIA15. ANÁLISE CRÍTICA ANOTAR CONSUMO E TÉRMINO16. NÃO CONFORMIDADE E AÇÕES REPOR PRODUTOS?CORRETIVA E PREVENTIVA14 ABNT NBR 15401 | GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO | 2. MAPEAMENTO DE ATIVIDADES
  14. 14. GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO 3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS POR QUE É IMPORTANTE? PARA REFLETIR 1. Quais as atividades realizadas pelo seu A atividade de identificar os aspectos e im- negócio que interagem de forma mais pactos possibilita localizar e apontar quais significativa com os meios: ambiental, são as melhorias necessárias para ampliar sociocultural e econômico? o desempenho do seu negócio em relação 2. Quais áreas do seu meio de hospedagem à sustentabilidade em suas três dimensões geram mais impactos? (ambiental, sociocultural e econômica). 3. São realizadas ações para minimizar os impactos negativos? A realização periódica da identificação dos 4. Quais são os impactos positivos gerados aspectos ligados à sustentabilidade é impor- pelo seu meio de hospedagem? tante para determinar impactos (positivos ou negativos) passados, presentes e potenciais das atividades executadas, o que irá manter o seu negócio atualizado em relação os aspec- tos e impactos existentes e suas prioridades de atendimento, permitindo que produtos e serviços do seu meio de hospedagem sejam controlados e direcionados para o compro- metimento sustentável. COMO IMPLEMENTAR? Considerando que aspectos são as características relacionadas aos processos e atividades operacionais e os impactos são os resultados gerados quando estas são realizadas, temos que cada atividade tem diversos aspectos e cada aspecto pode gerar um ou mais impactos. A relação entre aspectos e impactos é uma relação de causa e efeito e devem ser mapeadas nas três dimensões da sustentabilidade: ambiental, sociocultural e econômica. 1. DIAGNÓSTICO No exemplo a seguir pode-se visualizar exemplos de atividades, aspectos e impactos 2. MAPEAMENTO DE ATIVIDADES (positivos ou negativos), veja: 3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS 4. REQUISITOS LEGAIS E OUTROS REQUISITOS ATIVIDADE DE UM 5. POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE ASPECTO AMBIENTAL IMPACTO AMBIENTAL MEIO DE HOSPEDAGEM 6. OBJETIVOS E METAS 7. RESPONSABILIDADES E AUTORIDADES 8. PROGRAMAS DE GESTÃO DA Consumo de água e gás SUSTENTABILIDADE * Redução da disponibilidade hídrica, 9. COMPETÊNCIA, CONSCIENTIZAÇÃO LAVANDERIA Resíduos alcalinos graxos esgotamento de recursos naturais e E TREINAMENTO (detergentes) alteração da qualidade das águas 10. CONTROLE OPERACIONAL 11. MONITORAMENTO E MEDIÇÃO 12. COMUNICAÇÃO Consumo de energia elétrica; 13. REGISTRO DO SISTEMA DE GESTÃO E * Esgotamento de recursos naturais e CONTROLE DE DOCUMENTOS RECEPÇÃO geração de resíduo sólido ocupação de aterros sanitários doméstico 14. AUDITORIA 15. ANÁLISE CRÍTICA 16. NÃO CONFORMIDADE E AÇÕES CORRETIVA E PREVENTIVA * I M PA C T O S N E G AT I V O S ** I M PA C T O P O S I T I V O CONTINUA >ABNT NBR 15401 | GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO | 3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS 15 ABNT NBR 15401 – 4.3.2 Mapeamento dos aspectos ligados à sustentabilidade
  15. 15. MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO ATIVIDADE DE UM ASPECTO AMBIENTAL IMPACTO AMBIENTAL MEIO DE HOSPEDAGEM Consumo de água e gás, geração de * Esgotamento de recursos naturais, BANHEIROS E VESTIÁRIOS efluentes orgânicos, resíduos alcali- alteração da qualidade da água e nos e resíduo sólido doméstico ocupação de aterros sanitários. Consumo de água e gás, geração de * Esgotamento de recursos naturais, COZINHA efluentes oleosos e resíduo sólido alteração da qualidade da água e doméstico ocupação de aterros sanitários. * Mudança de comportamento dos GERADOR A DIESEL Poluição sonora animais e incômodo de hóspedes e vizinhos ALIMENTAÇÃO ARTIFICIAL DE * Dependência e mudança de com- Domesticação de animais silvestres ANIMAIS SILVESTRES portamento dos animais ** Minimização do consumo de água TRATAMENTO DE EFLUENTES Emissão de água tratada através da reutilização * I M PA C T O S N E G AT I V O S ** I M PA C T O P O S I T I V O A identificação de aspectos e impactos é a base de um sistema de gestão da sustenta- bilidade, onde deve-se tomar medidas para controlar os impactos, maximizando os positi- vos e minimizando ou eliminando os negativos.1. DIAGNÓSTICO2. MAPEAMENTO DE ATIVIDADES Evidentemente que não é necessária a atuação em cada uma das atividades mape-3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS adas do seu meio de hospedagem, referente ao capítulo 2 deste guia. Conforme a normaE IMPACTOS NBR 15401 deve-se identificar os aspectos e impactos e deve-se controlar aqueles consi-4. REQUISITOS LEGAIS E OUTROSREQUISITOS derados como significativos ou relevantes. Ou seja, é importante avaliar os impactos que5. POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE precisam ser minimizados devido a sua intensidade, frequência e/ou importância.6. OBJETIVOS E METAS7. RESPONSABILIDADES E AUTORIDADES8. PROGRAMAS DE GESTÃO DASUSTENTABILIDADE9. COMPETÊNCIA, CONSCIENTIZAÇÃOE TREINAMENTO10. CONTROLE OPERACIONAL11. MONITORAMENTO E MEDIÇÃO12. COMUNICAÇÃO13. REGISTRO DO SISTEMA DE GESTÃO ECONTROLE DE DOCUMENTOS14. AUDITORIA15. ANÁLISE CRÍTICA16. NÃO CONFORMIDADE E AÇÕESCORRETIVA E PREVENTIVA16 ABNT NBR 15401 | GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO | 3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS ABNT NBR 15401 – 4.3.2 Mapeamento dos aspectos ligados à sustentabilidade
  16. 16. GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO A figura abaixo é um exemplo da identificação de aspectos e impactos relacionados ao GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO quadro apresentado no capítulo 2 - Mapeamento de atividades - deste guia. PLANILHA DE IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS DE SUSTENTABILIDADE ÁREA: GOVERNANÇA IDENTIFICAÇÃO DIMENSÃO ATIVIDADE ASPECTO IMPACTO AMBIENTAL /SOCIOCULTURAL/ ECONÔMICA Consumo de produto Esgotamento de recurso Ambiental /Econômica químico (limpeza) e custo Redução da Consumo de energia disponibilidade para a Ambiental /Econômica comunidade e custo Arrumação Geração de efluentes Alteração da qualidade Ambiental da UH líquidos da água. Contaminação do solo Geração de resíduos e ocupação dos aterros Ambiental /Econômica sanitários Consumo de produtos Esgotamento de recursos, locais (Reposição Ambiental / Econômica / custo e incentivo a de produtos para o Sociocultural economia local hóspede) 1. DIAGNÓSTICO No exemplo acima, foi destacada uma das atividades da área de governança: ARRU- 2. MAPEAMENTO DE ATIVIDADES MAÇÃO DA UH. Para identificar todos os aspectos e impactos de sustentabilidade você 3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS precisa montar esta planilha para todas as atividades de cada uma das áreas do seu meio E IMPACTOS 4. REQUISITOS LEGAIS E OUTROS de hospedagem e não se esqueça de pensar sempre nas três dimensões (ambiental, so- REQUISITOS ciocultural e econômica). 5. POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE 6. OBJETIVOS E METAS A atividade ARRUMAÇÃO DA UH tem 5 aspectos e 5 impactos associados. Outras ativi- 7. RESPONSABILIDADES E AUTORIDADES dades poderão ter um aspecto somente e nem todas as atividades/aspectos terão impacto 8. PROGRAMAS DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE nas três dimensões. No último exemplo, ‘consumo de produtos’, se os produtos utilizados 9. COMPETÊNCIA, CONSCIENTIZAÇÃO forem de produção local, poderá ser considerada a dimensão sociocultural, devido a sua E TREINAMENTO relação com a comunidade onde o trabalho é desenvolvido por pessoas da região, e a utili- 10. CONTROLE OPERACIONAL 11. MONITORAMENTO E MEDIÇÃO zação de produtos e serviços tem participação no desenvolvimento socioeconômico local. 12. COMUNICAÇÃO Para verificar se os impactos são significativos ou não para o desempenho da sua 13. REGISTRO DO SISTEMA DE GESTÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS empresa é recomendável em primeiro lugar verificar a legislação (item 4.3.1 da norma e 14. AUDITORIA capítulo 4 do Guia), ou seja, se houver legislação que obrigue a minimizar ou a não gerar 15. ANÁLISE CRÍTICA aquele impacto automaticamente este impacto pode ser considerado significativo. Em se- 16. NÃO CONFORMIDADE E AÇÕES CORRETIVA E PREVENTIVA gundo, caso não haja nenhuma obrigação legal, o impacto deve ser avaliado quanto à im- portância para o seu negócio. Esta importância pode ser avaliada em função da frequência e da intensidade do impacto. Veja o exemplo a seguir:ABNT NBR 15401 | GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO | 3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS 17 ABNT NBR 15401 – 4.3.2 Mapeamento dos aspectos ligados à sustentabilidade
  17. 17. MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO PLANILHA DE IDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE SIGNIFICÂNCIA DE ASPECTOS E IMPACTOS DE SUSTENTABILIDADE LOCAL: GOVERNANÇA PROCESSO: GOVERNANÇA IDENTIFICAÇÃO AVALIAÇÃO DE SIGNIFICÂNCIA LEGISLAÇÃO E OUTROS DIMENSÃO É REQUISITOS ATIVIDADE ASPECTO IMPACTO SIGNIFICATIVO ?* AMBIENTAL / SOCIOCULTURAL/ QUAIS? CUMPRE? ECONÔMICA Consumo Esgotamento de Ambiental / de produto Não _ Sim recurso e custo Econômica químico Redução da Medida Consumo disponibilidade Ambiental / Provisória Não Sim de energia para a comuni- Econômica dade e custo 2.198 / 01 Geração Alteração da Deliberação de efluentes qualidade da Ambiental CECA 1.007/86 Sim Sim Arrumação líquidos água. NT-202-R-10 da UH Portaria Contaminação Geração do solo e ocupa- Ambiental / MINTER 53/79 Resolução Não Sim de resíduos ção dos aterros Econômica sanitários CONAMA n° 5/93 Consumo de produtos Esgotamento de recursos, custo e Ambiental / locais (Repo- incentivo a Econômica / Não _ Sim sição de pro-1. DIAGNÓSTICO Sociocultural dutos para o economia local2. MAPEAMENTO DE ATIVIDADES hóspede)3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOSE IMPACTOS4. REQUISITOS LEGAIS E OUTROSREQUISITOS * Completar a coluna com sim, caso o aspecto seja de interesse para o negócio, para5. POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE as partes interessadas ou de interesse ambiental/sociocultural; ou caso contrário comple-6. OBJETIVOS E METAS tar com não. Obs: Se existir legislação aplicável considerar o aspecto como significativo.7. RESPONSABILIDADES E AUTORIDADES8. PROGRAMAS DE GESTÃO DA Neste exemplo o impacto relacionado ao aspecto “consumo de produto químico” foiSUSTENTABILIDADE9. COMPETÊNCIA, CONSCIENTIZAÇÃO considerado significativo, pois apesar de não haver legislação específica sobre o temaE TREINAMENTO considerou-se significativo para o negócio sob o ponto de vista de custo, ou seja, é um im-10. CONTROLE OPERACIONAL pacto significativo para a dimensão econômica. Por outro lado, o impacto relacionado ao11. MONITORAMENTO E MEDIÇÃO aspecto “geração de efluentes líquidos” foi considerado significativo por haver legislação12. COMUNICAÇÃO13. REGISTRO DO SISTEMA DE GESTÃO E específica sobre o tema e, portanto, o meio de hospedagem deve cumprir e acompanharCONTROLE DE DOCUMENTOS o cumprimento à legislação.14. AUDITORIA15. ANÁLISE CRÍTICA16. NÃO CONFORMIDADE E AÇÕESCORRETIVA E PREVENTIVA18 ABNT NBR 15401 | GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO | 3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS ABNT NBR 15401 – 4.3.2 Mapeamento dos aspectos ligados à sustentabilidade
  18. 18. GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO 4. REQUISITOS LEGAIS E OUTROS REQUISITOS POR QUE É IMPORTANTE? PARA REFLETIR 1. O meio de hospedagem tem É fundamental que a legislação aplicável conhecimento de toda legislação aplicada seja identificada de acordo com as ativida- ao seu negócio? des realizadas pelo seu negócio para que 2. São acompanhadas as atualizações possa ser cumprida e entendida por todos da legislação aplicável ao seu meio de no seu meio de hospedagem. hospedagem? 3. Seus colaboradores tem consciência sobre Como a legislação é constantemente atua- a importância de cumprir a legislação lizada a norma NBR 15401 estabelece que aplicável? haja um monitoramento periódico para identificação de novos ou de revisões de regulamentos e leis aplicáveis, a fim de manter-se atualizado, evitando multas, aci- dentes, prejuízos financeiros e em relação à imagem do seu negócio. COMO IMPLEMENTAR? Não é necessário ter cópia de parte ou da totalidade da legislação, mas é necessário iden- tificar e ter acesso ao conteúdo de toda a legislação aplicável ao seu negócio e relativa às dimensões da sustentabilidade (ambiental, sociocultural e econômica) em todas as esfe- ras: municipal, estadual e federal. Convém que o procedimento de identificação seja contínuo para abordar a verificação da atualização da legislação. É fundamental que a legislação aplicável em seu meio de hospedagem seja iden- tificada, conhecida e traduzida para, melhor conhecimento dos seus colaboradores e 1. DIAGNÓSTICO partes interessadas. 2. MAPEAMENTO DE ATIVIDADES 3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS A seguir estão alguns exemplos de legislação aplicável aos meios de hospedagem: E IMPACTOS 4. REQUISITOS LEGAIS E OUTROS - Acessibilidade (lei federal) – Lei Nº 10.098, de 19/12/2000 REQUISITOS 5. POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE - Captação de água da chuva (lei municipal – São Paulo) – Lei Nº 13.276, de 04/01/2002 6. OBJETIVOS E METAS 7. RESPONSABILIDADES E AUTORIDADES - Política Nacional de Resíduos Sólidos (lei federal) – Lei Nº 12.305, de 02/08/2010 8. PROGRAMAS DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE 9. COMPETÊNCIA, CONSCIENTIZAÇÃO E TREINAMENTO 10. CONTROLE OPERACIONAL 11. MONITORAMENTO E MEDIÇÃO 12. COMUNICAÇÃO 13. REGISTRO DO SISTEMA DE GESTÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS 14. AUDITORIA 15. ANÁLISE CRÍTICA 16. NÃO CONFORMIDADE E AÇÕES CORRETIVA E PREVENTIVAABNT NBR 15401 | GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO | 4. REQUISITOS LEGAIS E OUTROS REQUISITOS 19 ABNT NBR 15401 – 4.3.1 Requisitos legais e outros requisitos
  19. 19. MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO 5. POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE POR QUE É IMPORTANTE? PARA REFLETIR 1. Existem diretrizes a serem cumpridas pelos A política de sustentabilidade é uma de- seus colaboradores? claração onde o meio de hospedagem 2. É feito algum tipo de divulgação dessas apresenta as suas diretrizes e os rumos a diretrizes dentro da empresa ou para os serem seguidos pelos seus colaboradores clientes? referentes à sustentabilidade, para permi- 3. Essas diretrizes tem relação com a tir que as partes interessadas façam parte sustentabilidade? e possam usufruir das atividades susten- táveis que venham a ser realizadas. É importante fazer periodicamente uma análise crítica da política de sustentabi- lidade para garantir que a mesma seja adequadamente mantida de acordo com a situação atual do meio de hospedagem dentro deste contexto e lembre-se que a política será a imagem do seu negócio di- vulgada para as partes interessadas. COMO IMPLEMENTAR? O texto da política de sustentabilidade pode ser elaborado de diferentes formas, a seguir estão algumas sugestões para a criação do conteúdo: • Pesquisar outras políticas de sustentabilidade, para serem utilizadas como base e exemplo para a criação da política do seu meio de hospedagem.1. DIAGNÓSTICO2. MAPEAMENTO DE ATIVIDADES • Elaborar a política com a participação dos colaboradores em reuniões para discussão3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOSE IMPACTOS sobre o objetivo do negócio em relação à sustentabilidade.4. REQUISITOS LEGAIS E OUTROSREQUISITOS • Realizar pesquisa com o consumidor referente à opinião, valores e interesses5. POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE frente à sustentabilidade, o que o cliente quer encontrar e o que ele entende sobre6. OBJETIVOS E METAS7. RESPONSABILIDADES E AUTORIDADES sustentabilidade.8. PROGRAMAS DE GESTÃO DASUSTENTABILIDADE Convém que a política de sustentabilidade esteja de acordo com os aspectos funda-9. COMPETÊNCIA, CONSCIENTIZAÇÃO mentados nos ‘Princípios do Turismo Sustentável’ - veja o item 3 da norma ou o capítulo IVE TREINAMENTO10. CONTROLE OPERACIONAL deste guia - que inclui as dimensões ambiental, sociocultural e econômica, além de decla-11. MONITORAMENTO E MEDIÇÃO rar o comprometimento com questões essenciais para a sustentabilidade sempre alinha-12. COMUNICAÇÃO dos a estratégia do seu negócio.13. REGISTRO DO SISTEMA DE GESTÃO ECONTROLE DE DOCUMENTOS A política de sustentabilidade deve ser documentada, “comunicada e entendida por14. AUDITORIA todos no empreendimento”, isso significa que os colaboradores precisam saber identificar15. ANÁLISE CRÍTICA16. NÃO CONFORMIDADE E AÇÕES e relacionar as atividades desenvolvidas por eles no meio de hospedagem com o conteú-CORRETIVA E PREVENTIVA do descrito da política de sustentabilidade.20 ABNT NBR 15401 | GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO | 5. POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE ABNT NBR 15401 – 4.1 Política de sustentabilidade
  20. 20. GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃO É importante que as partes interessadas tenham acesso à política de sustentabilidade, GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO MÉTODO DE IMPLEMENTAÇÃOque poderá ser publicada no site da empresa, em contratos e/ou em materiais de divulga-ção. Entende-se por “partes interessadas” os acionistas, proprietários ou seus representanteslegais, ou a organização controladora; os colaboradores; os fornecedores e demais parceiros;os clientes; as comunidades vizinhas ao meio de hospedagem; e a sociedade. A direção deve fazer periodicamente uma análise critica da política de sustentabili-dade. O termo “Direção” envolve necessariamente os proprietários do meio de hospe-dagem ou seus representantes legais e pode também envolver a função executiva (dire-tor geral, gerente geral, gerente executivo, etc.) que administra o negócio no dia-a-dia. Analise e considere os itens (a - j) do capitulo 4.1 da norma para elaborar sua políticade sustentabilidade e veja os exemplos no anexo 01 deste guia. 1. DIAGNÓSTICO 2. MAPEAMENTO DE ATIVIDADES 3. IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS 4. REQUISITOS LEGAIS E OUTROS REQUISITOS 5. POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE 6. OBJETIVOS E METAS 7. RESPONSABILIDADES E AUTORIDADES 8. PROGRAMAS DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE 9. COMPETÊNCIA, CONSCIENTIZAÇÃO E TREINAMENTO 10. CONTROLE OPERACIONAL 11. MONITORAMENTO E MEDIÇÃO 12. COMUNICAÇÃO 13. REGISTRO DO SISTEMA DE GESTÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS 14. AUDITORIA 15. ANÁLISE CRÍTICA 16. NÃO CONFORMIDADE E AÇÕES CORRETIVA E PREVENTIVAABNT NBR 15401 | GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO | 5. POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE 21 ABNT NBR 15401 – 4.1 Política de sustentabilidade

×