A NOVA TERRA  I. TEXTO BÁSICO: Apocalipse 21, 22.  II. JOÃO VÊ UM NOVO CÉU E UMA NOVA TERRA. Apoc. 21:1-4.  A. Os primeiro...
A Nova Terra                                                        2  D. O tabernáculo de Deus com os homens. Apoc. 21:3....
A Nova Terra                                                             3      “O grande conflito terminou. Pecado e peca...
A Nova Terra                                                              4cidade, tanto quanto o seu povo como um povo, r...
A Nova Terra                                                              5Céu ... A luz da Lua será como a do Sol, e a de...
A Nova Terra                                                         6    3. O nome de Deus estará em sua testa. Apoc. 22:...
A Nova Terra                                                              7  C. A mensagem de Apocalipse não devia ser sel...
A Nova Terra                                                       8  J. Não adicionar ou tirar coisa alguma desta mensage...
A Nova Terra                                                             9  Smith, Uriah, Daniel and The Revelation, 755-7...
A Nova Terra                                                          10  ______, Mysteries of Mithra  ______, The Orienta...
A Nova Terra                                                          11  Hoskier, H. C., The Complete Commentary of Oecum...
A Nova Terra                                                           12  Reid, William J., Lectures on the Revelation  R...
A Nova Terra                                        13  Wickes, Thomas, An Exposition of the Apocalypse  Wilson, Philip Wh...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

17 a nova terra

550 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
550
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
35
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

17 a nova terra

  1. 1. A NOVA TERRA I. TEXTO BÁSICO: Apocalipse 21, 22. II. JOÃO VÊ UM NOVO CÉU E UMA NOVA TERRA. Apoc. 21:1-4. A. Os primeiros já passaram. Apoc. 21:1. Comp. 20:11; Isa. 65:17. B. O mar já não existe. Apoc. 21:1. C. A Nova Jerusalém. 1. De Deus desce do Céu. Apoc. 21:2. “Cristo desce sobre o Monte das Oliveiras, e ao tocarem Seus pés omonte, ele se parte em dois, tornando-se uma vasta planície. E então aNova Jerusalém, em seu deslumbrante esplendor, desce do Céu.” – 4 SP.,p. 477. 2. Preparada como uma noiva para o esposo. Apoc. 21:2. Comp. Apoc. 19:7-9. “... O casamento representa a recepção do reino por parte de Cristo. Asanta cidade, a Nova Jerusalém, que é a capital e representa o reino, échamada ‘a esposa, a mulher do Cordeiro’. ... Cristo, conforme foi declaradopelo profeta Daniel, receberá do Ancião de Dias, no Céu, ‘o domínio, e ahonra, e o reino’; receberá a Nova Jerusalém, a capital de Seu reino,‘adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido’. Dan. 7:14; Apoc.21:2. Tendo recebido o reino, Ele virá em glória, como Rei dos reis e Senhordos senhores, para a redenção de Seu povo, que deve assentar-se ‘comAbraão, Isaque e Jacó’, à Sua mesa, em Seu reino (Mat. 8:11; Luc. 22:30), afim de participar da ceia das bodas do Cordeiro.” – GC., 426, 427. “Vi que, enquanto Jesus estivesse no lugar santíssimo, desposaria aNova Jerusalém; e, depois que Sua obra se cumprisse no santo dos santos,desceria à Terra com real poder e tomaria para Si os que, preciosos à Suavista, haviam pacientemente esperado pela Sua volta.” – PE., 251.
  2. 2. A Nova Terra 2 D. O tabernáculo de Deus com os homens. Apoc. 21:3. Comp. Lev. 26:11, 12; Êxo. 25:8; 29:43-46; I Reis 6:11-13; II Cor. 6:16; Sal. 76:2; Ezeq. 37:26-28. E. Deus limpará toda a lágrima. Apoc. 21:4; 7:17; Isa. 25:8. F. Não haverá mais morte. Apoc. 21:4; 20:14; I Cor. 15:26; Isa. 25:8. G. Nem choro, clamor, ou dor. Apoc. 21:4; Isa. 25:8; 35:10; 61:3; 65:18, 19; C.S. p. 728; PE. pp. 288, 289; MDC. P. 23. II. Jesus Completa Sua Obra de Salvação A. Aquele que se assenta no trono – Jesus. Apoc. 21:5. Comp. Apoc. 20:11. B. Tudo feito novo. Apoc. 21:5. Comp. II Cor. 5:17. C. Está feito. Apoc. 21:6. 1. Jesus na Cruz: “Está consumado’’ João 19:30. 2. Fim da tribulação “Em breve se dirá no Céu: ‘Está consumado’. ‘Quem é injusto façainjustiça ainda ... Ao sair esse decreto, todo caso terá sido decidido. –Conselhos ao Professores , Pais e Estudantes, p. 376. “Quando se encerrar a mensagem do terceiro anjo, a misericórdia nãomais pleiteará em favor dos culpados habitantes da Terra. ... Cessa entãoJesus de interceder no santuário celestial. Levanta as mãos e com grandevoz diz: "Está feito" (Apoc. 16:17)... Todos os casos foram decididos paravida ou para morte. Cristo fez expiação por Seu povo, e apagou os seuspecados. O número de Seus súditos completou-se.” – GC., 613, 614. 3. A sétima taça e a segunda vinda de Cristo. Apoc. 16:17. 4. A terra feita nova . Apoc. 21:6.
  3. 3. A Nova Terra 3 “O grande conflito terminou. Pecado e pecadores não mais existem. OUniverso inteiro está purificado. Uma única palpitação de harmonioso júbilovibra por toda a vasta criação. DAquele que tudo criou emanam vida, luz ealegria por todos os domínios do espaço infinito. Desde o minúsculo átomoaté ao maior dos mundos, todas as coisas, animadas e inanimadas, em suaserena beleza e perfeito gozo, declaram que Deus é amor.” – GC., 678. D. O Alfa e Ômega. Apoc. 21:6 ; 1:8; 22:13 ; Isa. 41:4; 44:6; 48:12. E. Para os que têm sede da fonte da água da vida. Apoc. 21:6; 22:17; João 4.10 ; 7:37; 6 T., p. 51; 8 T., p. 211; P.P. p. 452, 453; D.T.N. p. 340; 7 T., p. 226. “"A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água davida." Apoc. 21:6. Esta promessa é apenas para os que têm sede. A pessoaalguma, a não ser os que sentem sua necessidade da água da vida, e aprocuram, seja qual for o preço, será ela provida.” – GC., 540. F. O vendedor herdará todas as coisas. Apoc. 21:7; Comp. Apoc. 2:7, 11, 17, 26; 3:5, 12, 21) G. Todos os maus serão excluídos do Seu Reino. Apoc. 21:8, 27; 22:5. Comp. Apoc. 22:14; Isa. 60:21; II Ped. 3:13, 14; 2 T., p. 630; 4 T., p. 336. IV. A Nova Jerusalém. Apoc. 21:9; 22:5. A. A esposa do Cordeiro. Apoc. 21:9, 2; 19:7-9. “A cidade celeste é a noiva de Cristo, não por causa daquilo queconstitui a cidade, mas por causa daqueles que são sacrificados e que nelahabitam. Sem os santos, da qual ela é o lar e a residência, ela não seria aesposa do Cordeiro ... Não poderei ter uma cidade viva sem que nela hajahabitantes ... E enquanto esta santa Jerusalém for a Noiva e esposa deCristo com referência a seus santos ocupantes, refere-se aos ocupantescomo dispostos e arranjados na cidade. Assim que a cidade como uma
  4. 4. A Nova Terra 4cidade, tanto quanto o seu povo como um povo, reunidos num todo estãoincluídos naquilo que o anjo chama a ‘Noiva , a esposa do Cordeiro’.” – J.A.Seiss, The Apocalypse, III, pp. 402, 403. B. A Nova Jerusalém de Deus descendo do Céu. Apoc. 21.10; V.E., p. 62, 63; PE., p. 291; C.S. pp. 715, 716. C. Reluzente com a glória de Deus. Apoc. 21:11. D. Doze portas. Apoc. 21:12, 13, 21; V.E. p. 63; PE. p. 291. E. Doze fundamentos. Apoc. 21:14, 19, 20. F. O muro. Apoc. 21:14-18. G. A rua como ouro puro. Apoc. 21:21. H. Nenhum templo na cidade. Apoc. 21:22; C.S. p. 729; Comp. V.E. pp. 63, 64. I. Não necessita de sol nem de lua. Apoc. 21:23; 22:5; Isa. 24:23; 60:19, 20. “A luz do Sol será sobrepujada por um brilho que não é ofuscante e,contudo, suplanta incomensuravelmente o fulgor de nosso Sol ao meio-dia.A glória de Deus e do Cordeiro inunda a santa cidade, com luz imperecível.Os remidos andam na glória de um dia perpétuo, independentemente doSol.” – GC., 676. “Todos, quantos guardarem os mandamentos de Deus, entrarão nacidade pelas portas, e terão direito à árvore da vida, e sempre estarão napresença de Jesus, cujo semblante resplandece mais do que o Sol ao meio-dia.” – PE., 51. “A natureza toda, em sua inexcedível beleza, oferecerá a Deus umconstante tributo de louvor e adoração. O mundo será inundado de luz do
  5. 5. A Nova Terra 5Céu ... A luz da Lua será como a do Sol, e a deste sete vezes mais brilhantedo que hoje é’’. – 3 TS, p. 225 J. As nações andarão à sua luz. Apoc. 21:24. K. Não haverá noite. Apoc. 21:25. “Na cidade de Deus "não haverá noite". Ninguém necessitará oudesejará repouso. Não haverá cansaço em fazer a vontade de Deus eoferecer louvor a Seu nome. Sempre sentiremos a frescura da manhã, esempre estaremos longe de seu termo.” – GC., 676. L. A ela trarão a glória e a honra das nações. Apoc. 21:26. M. Nada que contamine entrará nela. Apoc. 21:27; 22:14; Isa. 35:8; 52:1; 60:21; PR., p. 84; AA. P. 76. N. O rio da vida. Sal. 46:4; Apoc. 22:1; Zac. 14:8; Joel 3:18; Comp. Ezeq. 47:1; Gên. 2:10. O. A árvore da vida. Apoc. 22:2; 2:7; Gên. 2:9; P.P. p. 39; 3 TS., pp. 43, 44, 219; 7 T., p. 195; 8 T., p. 288; 9 T., pp. 135, 136, 168; CBV., pp. 51, 100, 148, 181; VE., p. 62; PE., 289; Ed., p. 302; Ezeq. 47:12. P. Não mais maldição. Apoc. 22:3; Zac. 14:11, 12; Naum 1.9; Gên. 3:14, 19. Q. Nela está o trono de Deus e do Cordeiro. Apoc. 22:3; Ezeq. 48:35. R. Servos de Deus. 1. Para servi-lo. Apoc. 22:3; Ed. 307. 2. Para contemplar sua face. Apoc. 22:4; C.B.V 369, 370.
  6. 6. A Nova Terra 6 3. O nome de Deus estará em sua testa. Apoc. 22:4; C.B.V. 156; Ed. pp. 156, 125; 2 TS., pp. 574, 575. 4. Reinarão para todo sempre. Apoc. 22:5; 3:21; Dan. 7:27; Rom. 5:17; II Tim. 2:12. V. Epílogo. Apoc. 22:6-21. A. A natureza da mensagem de João. Apoc. 22:6, 7. 1. Fiel e verdadeira. Apoc. 22:6. 2. A revelação das coisas proféticas logo deviam cumprir-se. Apoc. 22:6; 1:1. 3. Bem aventurado aquele que guarda as declarações da profecia. Apoc. 22:7; 1:3. B. João e o anjo. Apoc. 22:8, 9. 1. João prostra-se para adorar o anjo. Apoc. 22:8; 19:10. 2. O anjo, um conservo de João. Apoc. 22:9; 19.10 “ ... De Gabriel, diz o Salvador em Apocalipse: "Pelo Seu anjo asenviou, e as notificou a João Seu servo." Apoc. 1:1. E a João o anjodeclarou: "Eu sou conservo teu e de teus irmãos, os profetas." Apoc. 22:9.Maravilhoso pensamento - que o anjo que ocupa, em honra, o lugar logoabaixo do Filho de Deus, é o escolhido para revelar os desígnios de Deus ahomens pecadores.” – DTN., 99. “O semblante do anjo se tornou radiante de alegria, e tornou-seextraordinariamente glorioso, ao mostrar ele a João o triunfo final da igrejade Deus. Quando o apóstolo contemplou o livramento final da igreja, ficoufora de si ante a glória daquela cena, e, com profunda reverência e temor,caiu aos pés do anjo para o adorar. O mensageiro celestial imediatamente olevantou, e mansamente o reprovou, dizendo: ‘Olha, não faças tal ...’ O anjomostrou então a João a cidade celestial, com todo o seu esplendor edeslumbrante glória, e ele, extasiado e vencido, e esquecendo-se dareprovação anterior do anjo, de novo se prostrou para adorar a seus pés. Énovamente proferida a suave reprovação” – PE., 230, 231.
  7. 7. A Nova Terra 7 C. A mensagem de Apocalipse não devia ser selada. Apoc. 22:10. 1. Porque próximo está o tempo. Apoc. 22:10; 6 T., p. 130. D. O fim da tribulação Apoc. 22:11. PP. p. 261; C.S. pp. 530, 531, 665,; C. B. V. p. 404; VE. pp. 105, 112; PE., pp. 281, 282; 1 T., p. 484; 2 T., pp. 190, 191, 335, 401; 1 TS., p. 521; 5 T., 380. E. A volta de Jesus. Apoc. 22:12. 1. Voltará em breve. Apoc. 22:12, 7, 20. 2. Trará recompensa. Apoc 22:12; C.S. pp. 380, 381, 456, 530; PJ. p. 310. F. O alfa e o Ômega. Apoc. 22:13; 1:8; Isa 41:4; 48:12. G. Bem aventurados os que guardam os Seus mandamentos. Apoc. 22:14; C. S. 505. 1. Para os que possam entrar na cidade. Apoc 22:14; PP. 223, 224; 5T., p. 693. TM., p. 133. 2. Os maus ficarão de fora. Apoc 22:15. H. Jesus enviou seu anjo para testificar estas coisas. Apoc 22:16; 6 T., p. 58; TM., p. 253; PE., p. 405. 1. A raiz e geração de Davi. Apoc. 22:16. Comp. Apoc. 5:5. 2. Resplandecente estrela da manhã. Apoc 22:16; 2:28; Núm. 24:17; II Ped. 1:19. I. O convite, vem. Apoc. 22:17; 4 T., , p. 580; 6 T., p. 86; 2 TS., p. 62, 375, 533; 3 TS., p. 306; Vereda de Cristo – ed. de bolso, p. 24; P.J. p. 325; Conselhos aos Professores, Pais e Estudantes, p. 334; D. T. N. p. 611; AA. 110.
  8. 8. A Nova Terra 8 J. Não adicionar ou tirar coisa alguma desta mensagem. Apoc. 22:18, 19. Comp. Deut. 4:2; Prov. 30:5, 6; C. S. pp. 286, 287. K. Amém. Ora vem, Senhor Jesus. Apoc. 22:20. Comp. II Tim. 4:8. L. A bênção apostólica. Apoc. 22:21; Rom. 16:20; II Tess. 3:18. BIBLIOGRAFIA Barnes, Albert, Notes on the book of Revelation, 482 – 506 Bollman, Calvin P. “A New Heaven and a New Earth,” R&H, Oct. 4, 1928, 6 Bunch, Taylor G., Studies in the Revelation, 275 – 288 Canright, D. M. “The New Jerusalem,” R&H, Dec. 31, 1872, 17 Croly, George, The Apocalypse of St. John, 218-225 Cumming, John, Apocalyptic Sketches, Second Series, 1853, 33 – 428 Dalrymple, Gwynne, “I Come Quickly,” ST, July 20, 1943, 10 ______, “The Wonderful City of God,” ST, June 29, 1943, 8 ______, “The World of Tomorrow,” ST, July 13, 1943, 8 Elliott, E. B. , Horae Apocalyticae, IV, 205-222 Exell, Joseph, The Biblical Instructor, 612-787 Geissinger, James Allen, Heart Problems and World Issues, 195-216 Haskell, Stephen N., “Revelation 22,” R&H, May 14, 1901, 311 ______, The Story of the Sear of Patmos, 338-362 Lenski, R. C. H., The Interpretation of St. John’s Revelation, 613-675 Lord, David N., An Exposition of the Apocalypse, 527-542 Oswald, J., “The Jerusalem Not a Magnificent Emblem, R&H, November 19, 1867, 350 Reed, Lucas Albert, “Behold, I Make All Things New,” ST, Jan. 14, 1930, 13 Reid, William J., Lectures on the Revelation, 483-610 Scott, C. Anderson, Revelation, 286-304 Seiss, J. A., The Apocalypse, III, 367-492 Smith, Justin A., Commentary on the Revelation, 285-317
  9. 9. A Nova Terra 9 Smith, Uriah, Daniel and The Revelation, 755-783 ______, “No More Sea,” R&H, Nov. 19, 1901, 752 Waters, T. L., “Revelation 21,” R&H, May 7, 1872, 163 White, Ellen G., O Grande Conflito, 674- 678 ______, Spiritual Gifts, I, 218, 219 ______, Spirit of Prophecy, IV, 489-492 White, James, A Word to the Little Flock, 23 ______, “Revelation XVIII-XXI,” R&H, March 5, 1857, 140 Woodruff, Henry, “The Great Victory,” R&H, May 24, 1881, 325 Wordsworth, Chr., The New Testament, 270-277 BIBLIOGRAFIA GERAL: Baldwin, Marshal Whithed, The Medieval Papacy in Action Barnes, Albert, Notes on the Book of Revelation Benson, Edward White, The Apocalypse Brewer, Josiah, Patmos and the Seven Churches of Asia Bryce, James, The Holy Roman Empire Bunch, Taylor G., Studies in the Revelation ______, The Seven Epistles of Christ Burke, John James, The Saints of the Canon Cambridge Bible, The Revelation of St.John the Divine Cambridge Modern History Cambridge Modern History Christie, T. W., The Book of Revelation Clark, Francis Edward, The Holy Land of Asia Minor Charles, R. H., A Critical and Exegetical Commentary on the Revelation of St. John Close, Albert, Babylon Croly, George, The Apocalypse of St. John Cumming, John, Apocalyptic Skeches, 1850 ______, Apocalyptic Sketches, Second Series, 1853 ______. Lectures on the Seven Churches of Asia Minor Cumont, Franz, Astrology and Religion Among the Greeks and Romans
  10. 10. A Nova Terra 10 ______, Mysteries of Mithra ______, The Oriental Religions in Roman Paganism D’Aubigné, J. H. Merle, History of Reformation Davis, George W., The Patmos Vision Duppa, R., A Brief Account of the Subversion of the Papal Government, 1798 Edwardson, Christian, Facts of Faith Elliott, E. B., Horae Apoclypticae Erdman, Charles R., The Revelation of John Everlesley, George John, The Turkish Empire from 1288-1922 Exell, Joseph, The Biblical Illustrator Field, Richard, Of the Church Fitchett, W. H., Wesley and His History Flick, Alexander Clarence, The Decline of the Medieval Church French, Richard Chenevix, Commentary on the Epistles to the Seven Churches in Asia Froom, LeRoy Edwin, The Prophetic Faith of Our Fathers Garratt, Samuel, A Commentary on the Revelation of St. John Gessinger, James Allen, Heart Problems and World Issues Gibbon, Edward, The History of the Decline and Fall of the Roman Empire Gibbons, Herbert Adams, Foundation of the Ottoman Empire Godbey, W. B., Commentary on the New Testament, Vol. I, Revelation Guinness, H. Grattan, History Unveiling Prophecy ________, Light for the Last Days ________, Romanism and the Reformation ________, The Approaching End of the Age ________, The City of the Seven Hills ________, The Divine Programme of the World’s History Halliday, W. R., The Pagan Background of Early Christianity Haskell, Stephen N., The History of the Seer of Patmos Hefele, Charles Joseph, A History of the Christian Councils Hendriksen, W., More Than Conquerors Hislop, Alexander, The Two Babylons
  11. 11. A Nova Terra 11 Hoskier, H. C., The Complete Commentary of Oecumenius on the Apocalypse Kepler, David, The Book of Revelation Not a Mystery King, Leonard W., History of Babylon Lea, Henry Charles, A History of the Inquisition ________, Historical Sketch of Sacerdotal Celibacy in the Christian Church Lenski, R. C. H., The Interpretation of St. John’s Revelation Lord, David N., An Exposition of the Apocalypse Lunt, William E., Papal Revenues in the Middle Ages MacDonald, Alexander, The Sacrifice of the Mass MacKinder, Halford J., Democratic Ideals and Reality Marriott, J. A. R., The Eastern Question Mauro, Philip, Of Things Which Soon Must Come to Pass Mackarell, William , Christ’s Seven Letters to His Church MacKnight, William J., The Apocalypse of Jesus Christ Milligan, William, Lectures on the Apocalypse ________, The Expositor’s Bible, The Book of Revelation Millman, Henry Hart, History of Latin Christianity ________, The History of Christianity Moshein, John Lawrence, Institutes of Ecclesiastical History Neander, Augustus, General History of the Christian Religion and Church Nicene and Post-Nicene Fathers O’Brien, John, A History of the Mass and its Ceremonies Osborn, Thomas, The Lion and the Lamb Palmer, William, Antiquities of the English Ritual Paulus, Nicolaus, Indulgences as a Social Factor in the Middle Ages Plumptre, E. H., A Popular Exposition of the Epistles to the Seven Churches of Asia Polhamus, William Robert, The Unveilling of Jesus Christ Ramsey, W. M., Pictures of the Apostolic Church ________, The Letters to the Seven Churches of Asia Ransey, James B., The Spiritual Kingdom Ranke, Leopold, The History of the Popes
  12. 12. A Nova Terra 12 Reid, William J., Lectures on the Revelation Robertson, Archibald Thomas, Word Pictures in the New Testament Rommen, Heinrich Albert, The State of Catholic Thought Ross, J. J., Pearls from Patmos Rosetti, Christian G., The Face of the Deep Ryan, John Augustine, The State in the Church Sadler, M. F., The Revelation of St. John the Divine Scott, C. Anderson, Revelation Seiss, J. A., The Apocalypse ________, The Letters of Jews ________, Voices from Babylon Sheppard, John G., The Fall of Rome Sheppard, W. J., A Devotional Commentary, The Revelation of St. John The Divine Smith, Charles Edward, The World Lighted Smith, Justin A., Commentary on the Revelation Smith, Leon albert, The United States in Prophecy Smith, Preserved, A Short History of Christian Theophagy Smith, Uriah, Daniel and the Revelation ________, The United States in the Light of Prophecy Spurgeon, William A., The Conquering Christ Stevens, W. C., Revelation, The Crown-Jewel of Biblical Prophecy Stonehouse, Ned Bernard, The Apocalypse in the Ancient Church Swete, Henry Barclay, The Apocalypse of Saint John Tompson, Augustus C., Morning Hours in Patmos Thorn, George W., Visions of Hope and Fear Trench, Richard C., Commentary on the Epistles to the Seven Churches in Asia Turner, C. W. M., Outline Studies in the Book of Revelation Uhlhorn, Gerard, The Conflict of Christianity with Heathenism Venable. Charles Leslie, A Reading of Revelation Wake, C. Stanisland, Serpent-Worship and Other Essays White, Ellen G., O Grande Conflito ________, Primeiros Escritos
  13. 13. A Nova Terra 13 Wickes, Thomas, An Exposition of the Apocalypse Wilson, Philip Whitwel, The Vision We Forgot Wordsworth, Chr., The New Testament ________, The Papacy

×