SlideShare uma empresa Scribd logo

Sintonia da saúde 13-09-17

Sintonia da Saúde

1 de 8
Baixar para ler offline
1Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017
O arco-íris das
campanhas
também é verde
Corrida pelo
emagrecimento
Fique atento à
sua saúde!
Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017
Página 2
Página 5
Mulheres são
cooperativistas
O
Núcleo Feminino de Mulheres Cooperativistas do Sicoob Credija,
projeto desenvolvido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do
Cooperativismo (Sescoop/SC), completou seu primeiro ano de ativi-
dades. Formado por 32 mulheres associadas, o núcleo foi o primeiro
a ser formado por uma cooperativa de crédito catarinense.
Entre as atividades desenvolvidas pelas mulheres está a promoção e articulação
feminina no quadro social da cooperativa, além do auxílio e realização de ações que
possam promover ainda mais o cooperativismo. “Neste primeiro ano vimos o quan-
to as mulheres possuem a iniciativa de colaborar, de promover o bem comum e de
estarem sempre dispostas para novos desafios, realmente a personalidade feminina
vai muito ao encontro do cooperativismo”, pontua o presidente da cooperativa, Wolni
José Walter.
Com uma participação bastante ativa nos projetos sociais da cooperativa, as
mulheres celebram o primeiro aniversário. “Estamos sempre realizando atividades
que possam somar na vida das pessoas e celebrar cada uma dessas conquistas é
também uma grande alegria, temos certeza que o Núcleo Feminino veio agregar
ainda mais para o sucesso e perenidade da instituição”, destaca Donato Semprebon,
vice-presidente da Credija.
Ter um grupo faz bem
Sofrer , se angustiar, se desapontar, ter dúvidas faz parte da natureza humana. Mas sa-
bemosquepessoasquevivemcercadasporamigos,familiaresecompartilhamexperiências
com uma comunidade que pode ser um grupo de terapia, um grupo religioso, um grupo de
amigosoudeintegraçãoemumacooperativaqueseencontraregularmentetendeateruma
vida mais significativa.
Problemasedificuldadestodosnóstemos.Ninguémvivenummarderosasotempotodo.
Espinhos fazem parte. Temos nossas dificuldades no trabalho e na vida pessoal, por causa
do estresse do dia a dia, por causa da falta de tempo, por causa de problemas de saúde, por
causa do diálogo que já não flui mais. Às vezes falta grana. Às vezes temos dinheiro, mas
falta inspiração e ânimo para aproveitá-lo.
Por isso é importante fazer parte de um grupo. Pode ser de gente que se encontra para
estudaralgooufazerarteoupraticarumesporte.Podeserumgrupoqueseencontraapenas
paraconversaremisturarrisoscomlágrimas.Nãoimporta.Estarjuntoéoqueacabafazendo
a diferença. Se as pessoas não podem solucionar os nossos problemas , podem pelo menos
mostraranósquenãoestamossozinhos,queavidaépauleiramesmo,masquemesmoassim
a gente vai sobrevivendo com a ajuda de quem gosta de nós.
2 Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017
As gerências regionais
de Saúde de Araranguá
e Criciúma, com apoio
do Cosems (Conselho de
Secretarias Municipais
de Saúde), reuniram no
auditório da Agência de
Desenvolvimento Regio-
nal (ADR) de Araranguá,
representantes das Se-
cretarias de Saúde do
Extremo-Sul para prestar
orientações da metodo-
logia para construção do
Plano Municipal de Saúde
gestão 2018/2021.
A capacitação foi co-
ordenada pela gerente de
Saúde da ADR Araranguá,
Patrícia Gomes Jones Pa-
ladini, pelas técnicas da
Gerência de Saúde da ADR
Criciúma, Ivanir Thomé
e Margarete Biléssimo,
e pela apoiadora do Co-
sems, Roseclair Barros.
As orientações foram di-
A
Sociedade
Catarinen-
se de Colo-
proctologia,
o capítulo
Catarinense da Sociedade
Brasileira de Endoscopia
Digestiva e várias clínicas
médicas estão engajadas na
campanha, cujo o principal
rigidas aos secretários
municipais, técnicos dos
setores de controle e
avaliação, atenção bási-
ca, vigilância sanitária,
contabilidade (do Fundo
Municipal de Saúde) e
demais responsáveis pela
gestão.
“O plano, que deve ser
aprovado no Conselho
Municipal de Saúde, é
uma importante ferra-
menta que deverá nortear
todas as ações do setor no
município para o próxi-
mo quadriênio”, destaca
a técnica Ivanir Thomé,
que explica que ele deve-
rá ser elaborado, com a
participação das equipes
de saúde e controle social,
que irão fazer um diagnós-
tico de saúde, levando em
conta a realidade, o perfil
epidemiológico e sociode-
mográfico do município
objetivo é informar a popu-
lação sobre a importância
do diagnóstico precoce do
câncer de intestino e reto
(câncercolorretal-CCR),ede
um estilo de vida saudável.
Os dados são alarman-
tes: estima-se que em 2016
o CCR foi o segundo tumor
mais incidente em mulheres
no Brasil (17.620 casos), per-
dendo apenas para o câncer
de mama. E em homens foi a
terceiracausadecâncer,com
16.660 casos.
Para o ano de 2020, se-
gundo estimativas da Orga-
nização Mundial da Saúde
(OMS),sãoesperadosmaisde
15milhõesdecasosnovosde
câncer no mundo. O câncer
é a segunda maior causa de
morte no Brasil, com 190 mil
óbitos por ano. A estimativa
doInstitutoNacionaldoCân-
cer (INCA) é de que 596 mil
novos casos da doença sur-
jam este ano. Destes, 34.280
casos serão somente de cân-
cerdecólonereto(intestino),
cujaproporçãoserámaiorna
região Sul (nos estados do
Paraná,SantaCatarinaeRio
Grande do Sul).
Perigo na
região Sul
A maior incidência do
câncer de cólon e reto na
região Sul se deve ao fato de
o modo de vida nos estados
doParaná,RioGrandedoSul
e Santa Catarina ser mais
semelhante ao de países
desenvolvidos, em que há
uma elevada prevalência
de excesso de peso e obesi-
dade, inatividade física, ta-
bagismo,ingestãodebebida
alcoólica e consumo de car-
nes processadas (salsicha,
presunto, linguiça etc).
“A grande incidência do
CCRnoBrasilépreocupante.
Estudos divulgados recente-
mente mostraram que este
tipo de tumor tem aumenta-
do inclusive entre pacientes
jovens, menores de 55 anos,
devido ao aumento dos ca-
sos de obesidade e dieta
pobre em frutas e verdu-
ras”, alerta a médica Maria
Cecília Araújo, especialista
em Cancerologia Clínica e
membro do corpo clínico de
Oncologistas do Cepon, em
Florianópolis.
Este câncer pode ser evi-
tado em 90% dos casos,
mas, com o passar dos anos,
faz cada vez mais vítimas
no Brasil. Pensando nisso, a
campanha Setembro Verde
promovedurantetodoomês
de setembro uma série de
ações de prevenção.
“Queremos incentivar a
adoçãodeumaalimentação
saudávelparaquepossamos
contribuir com a redução do
risco do CCR”, explica Elisa
TreptowMarques,Presidente
daSociedadeCatarinensede
Coloproctologia.
Além disso, uma das me-
lhores maneiras de se fazer
a prevenção é através da
polipectomia (retirada de
pólipos - lesões pré-can-
cerígenas), procedimento
realizado através de uma
colonoscopia. O exame, que
pode reduzir em mais de
50% a incidência de câncer,
permite avaliação de todo
intestino grosso através de
uma câmera.
Quando associado o ín-
dice de cura à velocidade
com que se é diagnosticada
a doença, cerca de 90% dos
pacientes diagnosticados
com doença inicial estão
vivos após 5 anos. Essa por-
centagem diminui à medida
que o diagnóstico é feito em
estágios mais avançados.
Oarco-íris dascampanhas
também é verde
Municípiospreparamplanodesaúde
para a definição de prio-
ridades.
PatríciaPaladini ressal-
ta a importância do plano
para as Secretarias Muni-
cipais de Saúde. “Eles são
instrumentos essenciais de
planejamento para apoiar
o gestor na condução do
SUS no seu município, as-
sim como as ações de saú-
de e suas prioridades”.
3Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017
C
o o r d e n a -
doras paro-
quiais e co-
marcais da
Pastoral da
Saúde da Diocese de Criciú-
ma estiveram reunidas em
Criciúma. Junto à Equipe de
Coordenação Diocesana, as
agentes prestigiaram a pa-
lestra do Padre Ivacir João
Franco, da Diocese de Ere-
xim/RS,autordolivro‘1000
plantas e ervas medicinais
– A medicina do futuro’.
No encontro de atuali-
zação de práticas, realizado
com frequência pela Pasto-
ral da Saúde, padre Ivacir,
que além da formação em
Filosofia e Teologia, é pós-
-graduado em Bioética e
Pastoral da Saúde, fitote-
rapeuta, parapsicólogo e
psicanalista, compartilhou
uma parte da infinidade de
conhecimentos registrados
em seus livros, com indica-
ções de plantas e ervas que,
segundoele,podemauxiliar
e até curar algumas en-
fermidades. “A obra é uma
exposição de 1000 plantas
medicinais, com fotografias
delas, para que os leitores
possam identificar correta-
mente. É um trabalho de 38
anos que vem favorecer o
conhecimento, para que as
pessoas possam fazer seus
remédios fitoterápicos”,
declara.
Conforme padre Ivacir,
a obra, que está em sua
primeira edição, já vendeu
mais de 5 mil exemplares e
deve ser publicada em mais
quatro idiomas. Outro livro
de sua autoria, intitulado
‘Minhas 500 ervas e plan-
tas medicinais’, publicado
pela Editora Santuário, já
está em sua terceira reim-
pressão. “A fitoterapia tem
crescido muito no Brasil,
nosúltimosanos,principal-
mente porque no remédio
sintético não se medem os
efeitos colaterais e, muitas
vezes, nos é passado como
uma solução imediata, cem
por cento, sem medir as
consequências. A natureza
é algo que integra a pes-
soa humana, é o ponto de
equilíbrio e de realização.
No momento em que nós
estamos desintegrados da
natureza, estamos fugindo
de nós mesmos, porque
somos natureza e, assim,
provocamos a morte, que
é a doença. A cura existe
para a longevidade de todo
serhumano.Oimportanteé
tomar o fitoterápico corre-
tamente e eliminar muitos
químicosquenosconduzem
à morte, como câncer e
doenças diversas”, garante
o autor.
Parceria
pela cura
A Coordenadora Dioce-
sana da Pastoral da Saúde,
MariaRosaMendes,lembra
que, há muitos anos, a Pas-
toral conta com a parceria
daUniversidadedoExtremo
Sul Catarinense (Unesc), no
que compete ao estudo de
plantas medicinais, parce-
ria que rendeu, inclusive, a
publicação de um livro no
ano de 2012 (Fitoterapia
Racional: aspectos taxo-
nômicos, agroecológicos,
etnobotânicos e terapêu-
ticos).
Desta parceria, ao co-
nhecer a obra de padre Iva-
cir, Maria Rosa pensou nas
diversas plantas já estuda-
dasenaquelasqueaindase
tornarão objeto de estudo
para as agentes, por isso
fez o convite ao autor. “Faz
parte do nosso projeto, en-
quanto Pastoral da Saúde,
sempre trazer pessoas para
falar sobre as plantas. Essa
dimensão comunitária da
Pastoral da Saúde nós tra-
balhamos bastante. Há um
interesse cada vez maior da
população que nos procura
para ter acesso às plantas,
ervas, sementes e raízes,
commaisnaturalidade.Por
isso, estamos sempre pro-
curando mais informações,
mais conhecimento dentro
dessa área, pois as pessoas
sabem que o remédio feito
em laboratório, muitas ve-
zes, cura, mas deixa outros
problemas. Nós sabemos,
por exemplo, que um remé-
dio que é muito receitado
pela medicina para proble-
mas de estômago provoca
outras dificuldades para
quem toma por muito tem-
po. Já as plantas, no caso,
a Espinheira Santa, que
é indicada também para
problemas de estômago,
não tem nenhum efeito
colateral. Mesmo que a
pessoa esteja tomando um
cháoutintura,oupassando
pomada ou unguento, nós
sempre orientamos que
ela não deve abandonar
o tratamento médico. Nós
indicamos, nós não recei-
tamos. O nosso trabalho é
preventivo, não é curativo.
Quemcurasãoosmédicos”,
esclarece a coordenadora
diocesana.
Padrepalestrapara
Pastoral da Saúde
4 Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017
A ESPECIALIDADE que faz a diferença!!!
A busca por uma saúde íntegra funcional-
mente com reflexo em um sorriso e um corpo
perfeito e um corpo bonito necessita de dentes.
DENTES???? Sim.... Dentes! Mas porque,
muitos me perguntam?!
Bem vou explicar: os dentes fazem parte da
boca que é a entrada de tudo o que precisamos
para sustentar com vitalidade o corpo humano.
Se não nos alimentarmos adequadamente, isso
inclui, escolher alimentos bons que possam
ser triturados e despachados para os demais
órgãos do corpo absorver. Pessoas que não
possuem os dentes tendem a optarem por
alimentos mais moles, doces e sem qualidade
nutricional porém de fácil mastigação. Era bem
comum antigamente o paciente que perdia
um ou mais dentes passar a ser usuário de
dentadura: PARCIAL, UNITÁRIA OU TOTAL. Esse paciente inconscientemente entra para a
condição de paciente mutilado. Esse por sua vez diminui a sua qualidade de vida , perspectiva
de longevidade e comprometimento estético. Não existe nenhuma forma reabilitadora que seja
tão próxima aos dentes naturais em segurança, conforto e qualidade que os implantes dentá-
rios. Mesmo sendo um procedimento que necessita de intervenção cirúrgica é inevitável não
aplica-lo quando se quer reabilitação. Hoje entre diferentes técnicas, materiais e conhecimento
profissional o ato cirúrgico é o item de menor relevância quando se fala em implantes dentários.
Muitos pacientes ainda acreditam no “mito do preço” e acabam nem procurando um profissional
para se informar de como devolver sua inadequada saúde oral por acreditarem que custa caro.
Deixam os anos passarem com a expectativa de que as coisas melhorem, porém a saúde não
espera. Saúde não é algo exato, nosso corpo todos os dias vai sofrendo modificações, e o osso
que não tem dentes em atividade vai se reabsorvendo, comprometendo assim sua qualidade
para receber os implantes e com isso aumentando os custos. Hoje a forma de pagamento é
facilitada para o paciente, pois o profissional pode planejar um tratamento em etapas, o que
ameniza custos imediato.
Agende uma avaliação, e volte a sorrir aumentando sua qualidade de vida!!!
5Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017
Q
uem não
quer ter
o famoso
corpo fit-
ness e sur-
preender no verão que se
aproxima? Principalmente
no fim do ano, milhares e
milhares de pessoas co-
meçam a buscar uma aca-
demia, dietas milagrosas
e diversos artifícios para
conseguir perder peso rá-
pido.
“Um dos maiores pro-
blemas, é que essas pesso-
as estão dispostas a fazer
de tudo para emagrecer
a qualquer custo, muitas
vezes fazendo rotinas de
treino exaustivas, dietas to-
talmente restritivas e que,
como já sabemos, não vão
gerar resultados satisfató-
rios no tempo determinado,
podendo causar problemas
graves à saúde” afirma
Eduardo Silva, educador
físico.
Se você quer emagrecer
de verdade, você precisa
entender que esse processo
deve ser seguido por um
longo período de tempo
e da forma correta. Isso
significa que você nun-
ca deve fazer as loucuras
que falam, pois, seu corpo
sairá do eixo! Para não ter
problemas, a melhor for-
ma é conciliar uma dieta
balanceada com exercícios
variados.
Seu corpo precisa de
todos os nutrientes! Car-
boidratos são fonte de
energia, proteínas são as
responsáveis pela constru-
ção e reparação dos teci-
dos, enzimas, hormônios e
transporte de substâncias
pelo sangue. As gorduras
fornecem e armazenam
energia, mas também são
responsáveis pela absor-
ção de vitaminas e pela
proteção de órgãos vitais.
Vitaminas são importantes
em várias funções do corpo
edevemserconsumidasem
alimentos ou suplementos
por não serem produzidas
no organismo. As fibras são
importantes para o transito
intestinal e reduz risco de
doenças cardiovasculares,
diabetes e obesidade. Os
minerais desempenham
várias funções no organis-
mo, entre elas a formação
de medula óssea e glóbulos
vermelhos.
Os exercícios devem
ser variados, para o corpo
sofrer sempre adaptações
positivas, tornando-o mais
equilibrado e eficiente com
tarefas de mobilidade, es-
tabilidade, fortalecimento,
resistência, agilidade, etc.
Sempre respeitando os seus
limites.
“Somando uma dieta
balanceada com exercícios
que ativam os sistemas
corporais (Vascular, mus-
cular, esquelético, neu-
ral e facial), temos uma
combinação equilibrada e
saudável para a emagre-
cer com saúde e manter
uma qualidade de vida”,
afirma Eduardo que ainda
alerta: “não faça nenhuma
atividade física e nenhuma
dieta, sem antes consultar
profissionais especialis-
tas!”.
Como perder
peso com saúde
-Ter horários regulares
para comer
Seu corpo tem que
aprender qual a hora de
dormir, acordar e comer.
Isso fará ele funcionar
melhor, irá evitar a fome
frequente e as idas notur-
nas à geladeira, que são
as que mais engordam.
Além disso, descansar pelo
menos 7 horas por noite
dá ânimo para cumprir
os compromissos, fazer
mais exercícios e resistir às
tentações.
-Beber muito líquido
Deve-se beber muitos
líquidos entre as refeições,
pois isso irá ajudar dimi-
nuir a fome e a retenção
de líquidos porque quanto
mais água você bebe, mais
urina seu corpo produz,
e com a sua eliminação
também saem as toxinas
que prejudicam o emagre-
cimento.
Tome água, água de
côco, sucos naturais sem
açúcar, chás sem açúcar;
-Fazer algum
exercício físico
tipo do exercício não
é o mais importante, mas
sim aproveitar todas as
chances para queimar ca-
lorias sempre que possível.
É importante que pratique
uma atividade pelo menos
3 vezes por semana.
Aproveite para subir
escadas ao invés de usar
o elevador; descer uma
parada antes do trabalho
ou da escola e caminhar o
restante do percurso; sair
para um passeio de 10 min
depois do almoço e levar
o cachorro para passear
à noite.
Para aumentar o gasto
de energia, tente fazer ca-
minhadas de pelo menos
30 min, 3 vezes por se-
mana, pois esse é um dos
melhores exercício físico
para perder peso, mas faça
também alguns exercícios
de resistência, para com-
plementar o treino.
-Comer de tudo, mas
com moderação
O corpo precisa de to-
dos os nutrientes e dietas
que proíbem os carboidra-
tos fazem com que o peso
aumente novamente pou-
co tempo depois. Assim, as
melhores dicas são:
Preferir leites e deriva-
dos desnatados;
Adicionar sementes no
sucos e iogurtes, como
linhaça e chia;
Comer 3 castanhas ou 3
amendoins por dia;
Escolher apenas uma
fonte de carboidrato por
refeição: bolachas sem re-
cheio ou pão aos lanches;
arroz, batata ou macarrão
no almoço ou no jantar;
Comer salada crua an-
tes do almoço e do jantar;
Comer pelo menos 3
frutas por dia.
Mesmo em pequenas
quantidades durante o dia,
as frutas e legumes forne-
cem muitas fibras e vitami-
nas e, por isso, é fonte de
saúde e ajuda a emagrecer
e perder barriga.
-Não ficar com fome
Fazer pequenas refei-
ções a cada 3 horas pode
parecer exagerado, mas
é certo que a fome não
aparece. Dessa forma, as
porções de comida, aos
poucos, vão diminuindo e
o peso também.
Ficar sem comer faz
com seu corpo economize
calorias, gastando menos
do que deveria e transfor-
mando todo alimento ex-
tra em estoque de gordura.
Corridapeloemagrecimento
Fique atento à sua saúde!
6 Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017
A
Cooperativa Agroin-
dustrial Cooperja tem
oferecido diversas ati-
vidades diferenciadas
aos seus associados,
e uma delas foi um curso de culiná-
ria a base de banana. O objetivo foi
incentivar o uso da fruta em receitas
práticas para o dia a dia das famílias,
valorizando seu potencial nutricional.
Asparticipantesforamasintegran-
tes do grupo que cuida do Horto de
Plantas Bioativas do Campo Demons-
trativo Cooperja, sendo que algumas
também fazem parte da Pastoral da
SaúdedeJacintoMachado.Aoficinafoi
organizadapelaExtensionistaRuralda
EpagrideJacintoMachadoAlineHahn
Fernandes e pela Coordenadora Social
da Cooperja Elizabete Biz dos Santos.
As colaboradoras Rafaela C. Custódio
e Thaise P. Paganini dos setores de
marketing e departamento técnico da
cooperativa também participaram.
Além das tradicionais receitas de
bolos, o ponto alto da atividade foi o
preparo de biomassa e farinha de ba-
nana verde. Os produtos são ricos em
fibraseemespecialabiomassa,possui
boas quantidades de amido resistente,
que é muito benéfico para o intestino e
colabora para o desenvolvimento da
microbiotaintestinal.Estudosrecentes
indicam que a biomassa melhora a
imunidade, diminui o risco de câncer,
previne o diabetes tipo 2 e contribui
para a cura da depressão.
Benefícios da fruta
Banana é conhecida por fornecer
energia instantânea. Ele fornece 90 ca-
loriaspor100gramasdoseuconsumo.
Éumadasprincipaisfontesdehidratos
decarbonoedeaçúcar.ABananatam-
béméricoemfibrasdietéticasecontém
umapequenaquantidadedegordurae
de proteína. Além das vitaminas e mi-
nerais,comoaVitaminaA,VitaminaC,
ONDAS DE CHOQUE
As ondas de choque são impulsos acús-
ticos/mecânicos que causam nos tecidos
um fenômeno denominado cavitação, no
qual são geradas microbolhas;
Estimula a irrigação e oxigenação local,
promovendo formação de novos vasos,
e incrementa energia celular;
A energia mecânica cavitacional e tér-
mica produzida pelo THORK® Shock
Wave é transferida ao paciente através
de um aplicador de ondas de choque
radiais acoplado à pele, permitindo
aplicações estáticas e dinâmicas com
o máximo de energia e segurança te-
rapêutica, garantindo efetividade nos
tratamentos;
IMBATIVEL CONTRA CELULITE
Na celulite, as ondas de choque pos-
suem efeito fibrinolítico, mobilização
de líquidos, eliminação de toxinas e
melhora a microcirculação.
AUXILIA NA QUEIMA DE GORDURA
Na gordura, estimula a lipólise. Na pele,
ativa fibroblasto, estimulando colágeno
e elastina.
REGENERAÇÃO DE TECIDOS
O impacto mecânico gera microlesões
no local sem danificar os tecidos ad-
jacentes, estimulando o processo de
reparação tecidual.
vitamina B, Ferro, Magnésio, Potássio,
Manganês, Zinco e Fluoreto.
Banana Reduz a Pressão Arterial:
A Banana é uma importante fonte de
Potássio, que é conhecido por reduzir
a pressão arterial. Isso ajuda a contra-
balançar os efeitos do sódio no corpo.
O Teor de potássio na Banana é cerca
de 500 mg enquanto que ele contém
apenas 1 mg de sódio. O potássio aju-
da a controlar a quantidade de fluido
no corpo, e também ajuda a manter o
equilíbrio delicado entre o sódio e o
potássio.
BenefíciodaBananaParaDigestão:
As Bananas são conhecidos por sua
altaquantidadedefibrasdietéticas.Es-
Ingredientes
2 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
1 colher (sopa) de fermento em pó
2 ovos batidos
1 copo de leite
5 colheres (sopa) de margarina
10 bananas cortadas na horizontal.
Preparo
- Para a farofa, misture numa vasilha o trigo, o açúcar, e o
fermento, reserve
- Derreta a margarina, acrescente o leite e os ovos, mexa bem
- Numa forma untada coloque uma camada de farofa e outra
de bananas, e assim por diante
- Despeje o líquido por cima, sem mexer
- Asse em forno morno até dourar
Torta de banana rápida
Ponha mais banana
na culinária
tasfibrasdietéticasajudarnaligaçãoe
acumulação de partículas de alimen-
tos e ajuda na evacuação eficiente. por
isso, problemas Intestinais e constipa-
çãopodemserfacilmenteevitadascom
o consumo da Banana. É até benéfico
durante a diarreia, uma vez que ajuda
a manter o equilíbrio de eletrólitos no
corpo e também fornece uma quanti-
dade adequada de potássio.
A Banana é uma excelente fonte
em frutooligossacarídeos, que são
prebióticos,que ajudam na manuten-
ção das bactérias benéficas no trato
digestivo. Estas bactérias ajudar na
promoção da digestão e melhorar a
saúde do intestino.
Anúncio

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto final visita ao ique
Projeto final visita ao iqueProjeto final visita ao ique
Projeto final visita ao iquePaula Assumpção
 
2. apresentação_centro_sul_castração-13_09_08
2.  apresentação_centro_sul_castração-13_09_082.  apresentação_centro_sul_castração-13_09_08
2. apresentação_centro_sul_castração-13_09_08NandaTome
 
Educação para a solidariedade
Educação para a solidariedadeEducação para a solidariedade
Educação para a solidariedadebolonas
 
Cartilha moradores (atual)
Cartilha moradores (atual)Cartilha moradores (atual)
Cartilha moradores (atual)Thaline Daila
 
Minha Santa Cruz sem Drogas
Minha Santa Cruz sem DrogasMinha Santa Cruz sem Drogas
Minha Santa Cruz sem DrogasSmds Santa Cruz
 
Dossiê Aborto - mortes prevenívies e evitáveis
Dossiê Aborto -  mortes prevenívies e evitáveisDossiê Aborto -  mortes prevenívies e evitáveis
Dossiê Aborto - mortes prevenívies e evitáveisLuana Jacob
 
Artigo cidade solidária intersituações
Artigo cidade solidária   intersituaçõesArtigo cidade solidária   intersituações
Artigo cidade solidária intersituaçõesJohnny BGood
 
Saúde da população em situação de rua
Saúde da população em situação de ruaSaúde da população em situação de rua
Saúde da população em situação de ruaRosane Domingues
 
Revista Boa Vontade, edição 224
Revista Boa Vontade, edição 224Revista Boa Vontade, edição 224
Revista Boa Vontade, edição 224Boa Vontade
 
Nova Caderneta da Criança - Menina: Passaporte de Cidadania
Nova Caderneta da Criança - Menina: Passaporte de Cidadania Nova Caderneta da Criança - Menina: Passaporte de Cidadania
Nova Caderneta da Criança - Menina: Passaporte de Cidadania Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Nova edição da Caderneta da Criança - Menino / Passaporte de Cidadania
Nova edição da Caderneta da Criança - Menino / Passaporte de Cidadania Nova edição da Caderneta da Criança - Menino / Passaporte de Cidadania
Nova edição da Caderneta da Criança - Menino / Passaporte de Cidadania Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Ser Solidario
Ser SolidarioSer Solidario
Ser Solidarioluisnisa
 
BLOG DE JAMILDO - Saúde do recifense hábitos e escolhas saudáveis
BLOG DE JAMILDO - Saúde do recifense   hábitos e escolhas saudáveisBLOG DE JAMILDO - Saúde do recifense   hábitos e escolhas saudáveis
BLOG DE JAMILDO - Saúde do recifense hábitos e escolhas saudáveisguest0739d3c
 

Mais procurados (20)

Sintonia 06-01-17
Sintonia 06-01-17Sintonia 06-01-17
Sintonia 06-01-17
 
Projeto final visita ao ique
Projeto final visita ao iqueProjeto final visita ao ique
Projeto final visita ao ique
 
Sintonia da saúde 8 pag 4 cor
Sintonia da saúde 8 pag   4 corSintonia da saúde 8 pag   4 cor
Sintonia da saúde 8 pag 4 cor
 
2. apresentação_centro_sul_castração-13_09_08
2.  apresentação_centro_sul_castração-13_09_082.  apresentação_centro_sul_castração-13_09_08
2. apresentação_centro_sul_castração-13_09_08
 
Tema de vida
Tema de vidaTema de vida
Tema de vida
 
Educação para a solidariedade
Educação para a solidariedadeEducação para a solidariedade
Educação para a solidariedade
 
Cartilha moradores (atual)
Cartilha moradores (atual)Cartilha moradores (atual)
Cartilha moradores (atual)
 
Sintonia da saúde 25-10-17
Sintonia da saúde 25-10-17Sintonia da saúde 25-10-17
Sintonia da saúde 25-10-17
 
Minha Santa Cruz sem Drogas
Minha Santa Cruz sem DrogasMinha Santa Cruz sem Drogas
Minha Santa Cruz sem Drogas
 
Cidadania.saúde
Cidadania.saúdeCidadania.saúde
Cidadania.saúde
 
Dossiê Aborto - mortes prevenívies e evitáveis
Dossiê Aborto -  mortes prevenívies e evitáveisDossiê Aborto -  mortes prevenívies e evitáveis
Dossiê Aborto - mortes prevenívies e evitáveis
 
Artigo cidade solidária intersituações
Artigo cidade solidária   intersituaçõesArtigo cidade solidária   intersituações
Artigo cidade solidária intersituações
 
Saúde da população em situação de rua
Saúde da população em situação de ruaSaúde da população em situação de rua
Saúde da população em situação de rua
 
Revista Boa Vontade, edição 224
Revista Boa Vontade, edição 224Revista Boa Vontade, edição 224
Revista Boa Vontade, edição 224
 
Nova Caderneta da Criança - Menina: Passaporte de Cidadania
Nova Caderneta da Criança - Menina: Passaporte de Cidadania Nova Caderneta da Criança - Menina: Passaporte de Cidadania
Nova Caderneta da Criança - Menina: Passaporte de Cidadania
 
Nova edição da Caderneta da Criança - Menino / Passaporte de Cidadania
Nova edição da Caderneta da Criança - Menino / Passaporte de Cidadania Nova edição da Caderneta da Criança - Menino / Passaporte de Cidadania
Nova edição da Caderneta da Criança - Menino / Passaporte de Cidadania
 
Ser Solidario
Ser SolidarioSer Solidario
Ser Solidario
 
BLOG DE JAMILDO - Saúde do recifense hábitos e escolhas saudáveis
BLOG DE JAMILDO - Saúde do recifense   hábitos e escolhas saudáveisBLOG DE JAMILDO - Saúde do recifense   hábitos e escolhas saudáveis
BLOG DE JAMILDO - Saúde do recifense hábitos e escolhas saudáveis
 
Manual cuidado populalcao_rua
Manual cuidado populalcao_ruaManual cuidado populalcao_rua
Manual cuidado populalcao_rua
 
Boletim 05 agosto (2)
Boletim 05   agosto (2)Boletim 05   agosto (2)
Boletim 05 agosto (2)
 

Semelhante a Sintonia da saúde 13-09-17

Diga não ao preconceito. Sua saúde agradece!
Diga não ao preconceito. Sua saúde agradece!Diga não ao preconceito. Sua saúde agradece!
Diga não ao preconceito. Sua saúde agradece!Niterói Portalsocial
 
NIT PORTAL SOCIAL - DIGA NÃO AO PRECONCEITO! SUA SAÚDE AGRADE!
NIT PORTAL SOCIAL - DIGA NÃO AO PRECONCEITO! SUA SAÚDE AGRADE!NIT PORTAL SOCIAL - DIGA NÃO AO PRECONCEITO! SUA SAÚDE AGRADE!
NIT PORTAL SOCIAL - DIGA NÃO AO PRECONCEITO! SUA SAÚDE AGRADE!Nit Portal Social
 
1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...
1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...
1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...bibliotecasaude
 
Sbninforma103 2015
Sbninforma103 2015Sbninforma103 2015
Sbninforma103 2015Ale Araujo
 
Jornal Setemi News
Jornal Setemi NewsJornal Setemi News
Jornal Setemi NewsSetemi News
 
Setemi News Outubro/16
Setemi News Outubro/16Setemi News Outubro/16
Setemi News Outubro/16Setemi News
 
Artigo com Nathalia Belletato sobre o Outubro Rosa
Artigo com Nathalia Belletato sobre o Outubro RosaArtigo com Nathalia Belletato sobre o Outubro Rosa
Artigo com Nathalia Belletato sobre o Outubro RosaNathalia Belletato
 
Saúde e indicadores
Saúde e indicadoresSaúde e indicadores
Saúde e indicadoresAna Castro
 
Câncer: uma realidade brasileira
Câncer: uma realidade brasileiraCâncer: uma realidade brasileira
Câncer: uma realidade brasileiraOncoguia
 
O ibrappiano ed1.17 ONLINE
O ibrappiano ed1.17 ONLINEO ibrappiano ed1.17 ONLINE
O ibrappiano ed1.17 ONLINEIBRAPP Share
 

Semelhante a Sintonia da saúde 13-09-17 (20)

Diga não ao preconceito. Sua saúde agradece!
Diga não ao preconceito. Sua saúde agradece!Diga não ao preconceito. Sua saúde agradece!
Diga não ao preconceito. Sua saúde agradece!
 
NIT PORTAL SOCIAL - DIGA NÃO AO PRECONCEITO! SUA SAÚDE AGRADE!
NIT PORTAL SOCIAL - DIGA NÃO AO PRECONCEITO! SUA SAÚDE AGRADE!NIT PORTAL SOCIAL - DIGA NÃO AO PRECONCEITO! SUA SAÚDE AGRADE!
NIT PORTAL SOCIAL - DIGA NÃO AO PRECONCEITO! SUA SAÚDE AGRADE!
 
Outubro Rosa
Outubro RosaOutubro Rosa
Outubro Rosa
 
1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...
1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...
1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...
 
Sbninforma103 2015
Sbninforma103 2015Sbninforma103 2015
Sbninforma103 2015
 
Radis 20 1
Radis 20 1Radis 20 1
Radis 20 1
 
Outubro Rosa
Outubro RosaOutubro Rosa
Outubro Rosa
 
Jcma 17 pagina
Jcma 17 paginaJcma 17 pagina
Jcma 17 pagina
 
Jornal Setemi News
Jornal Setemi NewsJornal Setemi News
Jornal Setemi News
 
Campanha previna se (2)
Campanha previna se (2)Campanha previna se (2)
Campanha previna se (2)
 
Setemi News Outubro/16
Setemi News Outubro/16Setemi News Outubro/16
Setemi News Outubro/16
 
Artigo com Nathalia Belletato sobre o Outubro Rosa
Artigo com Nathalia Belletato sobre o Outubro RosaArtigo com Nathalia Belletato sobre o Outubro Rosa
Artigo com Nathalia Belletato sobre o Outubro Rosa
 
Saúde e indicadores
Saúde e indicadoresSaúde e indicadores
Saúde e indicadores
 
Câncer: uma realidade brasileira
Câncer: uma realidade brasileiraCâncer: uma realidade brasileira
Câncer: uma realidade brasileira
 
Setemi News
Setemi NewsSetemi News
Setemi News
 
Setemi News
Setemi NewsSetemi News
Setemi News
 
Sintonia da saúde 20-12-17
Sintonia da saúde 20-12-17Sintonia da saúde 20-12-17
Sintonia da saúde 20-12-17
 
Sintonia da Saúde 12-07-17
Sintonia da Saúde 12-07-17Sintonia da Saúde 12-07-17
Sintonia da Saúde 12-07-17
 
O ibrappiano ed1.17 ONLINE
O ibrappiano ed1.17 ONLINEO ibrappiano ed1.17 ONLINE
O ibrappiano ed1.17 ONLINE
 
Discurso DCNT para reunião da ONU
Discurso DCNT para reunião da ONUDiscurso DCNT para reunião da ONU
Discurso DCNT para reunião da ONU
 

Mais de Jornal Correio do Sul (20)

Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018
 
Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018
 
Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018
 
Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018
 
Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018
 
Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018
 
Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018
 
Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018
 
Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018
 
Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018
 
Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018
 
Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018
 
Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018
 
Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018
 
Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018
 
Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018
 
Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018
 
Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018
 
Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018
 
Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018
 

Sintonia da saúde 13-09-17

  • 1. 1Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017 O arco-íris das campanhas também é verde Corrida pelo emagrecimento Fique atento à sua saúde! Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017 Página 2 Página 5 Mulheres são cooperativistas O Núcleo Feminino de Mulheres Cooperativistas do Sicoob Credija, projeto desenvolvido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop/SC), completou seu primeiro ano de ativi- dades. Formado por 32 mulheres associadas, o núcleo foi o primeiro a ser formado por uma cooperativa de crédito catarinense. Entre as atividades desenvolvidas pelas mulheres está a promoção e articulação feminina no quadro social da cooperativa, além do auxílio e realização de ações que possam promover ainda mais o cooperativismo. “Neste primeiro ano vimos o quan- to as mulheres possuem a iniciativa de colaborar, de promover o bem comum e de estarem sempre dispostas para novos desafios, realmente a personalidade feminina vai muito ao encontro do cooperativismo”, pontua o presidente da cooperativa, Wolni José Walter. Com uma participação bastante ativa nos projetos sociais da cooperativa, as mulheres celebram o primeiro aniversário. “Estamos sempre realizando atividades que possam somar na vida das pessoas e celebrar cada uma dessas conquistas é também uma grande alegria, temos certeza que o Núcleo Feminino veio agregar ainda mais para o sucesso e perenidade da instituição”, destaca Donato Semprebon, vice-presidente da Credija. Ter um grupo faz bem Sofrer , se angustiar, se desapontar, ter dúvidas faz parte da natureza humana. Mas sa- bemosquepessoasquevivemcercadasporamigos,familiaresecompartilhamexperiências com uma comunidade que pode ser um grupo de terapia, um grupo religioso, um grupo de amigosoudeintegraçãoemumacooperativaqueseencontraregularmentetendeateruma vida mais significativa. Problemasedificuldadestodosnóstemos.Ninguémvivenummarderosasotempotodo. Espinhos fazem parte. Temos nossas dificuldades no trabalho e na vida pessoal, por causa do estresse do dia a dia, por causa da falta de tempo, por causa de problemas de saúde, por causa do diálogo que já não flui mais. Às vezes falta grana. Às vezes temos dinheiro, mas falta inspiração e ânimo para aproveitá-lo. Por isso é importante fazer parte de um grupo. Pode ser de gente que se encontra para estudaralgooufazerarteoupraticarumesporte.Podeserumgrupoqueseencontraapenas paraconversaremisturarrisoscomlágrimas.Nãoimporta.Estarjuntoéoqueacabafazendo a diferença. Se as pessoas não podem solucionar os nossos problemas , podem pelo menos mostraranósquenãoestamossozinhos,queavidaépauleiramesmo,masquemesmoassim a gente vai sobrevivendo com a ajuda de quem gosta de nós.
  • 2. 2 Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017 As gerências regionais de Saúde de Araranguá e Criciúma, com apoio do Cosems (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde), reuniram no auditório da Agência de Desenvolvimento Regio- nal (ADR) de Araranguá, representantes das Se- cretarias de Saúde do Extremo-Sul para prestar orientações da metodo- logia para construção do Plano Municipal de Saúde gestão 2018/2021. A capacitação foi co- ordenada pela gerente de Saúde da ADR Araranguá, Patrícia Gomes Jones Pa- ladini, pelas técnicas da Gerência de Saúde da ADR Criciúma, Ivanir Thomé e Margarete Biléssimo, e pela apoiadora do Co- sems, Roseclair Barros. As orientações foram di- A Sociedade Catarinen- se de Colo- proctologia, o capítulo Catarinense da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva e várias clínicas médicas estão engajadas na campanha, cujo o principal rigidas aos secretários municipais, técnicos dos setores de controle e avaliação, atenção bási- ca, vigilância sanitária, contabilidade (do Fundo Municipal de Saúde) e demais responsáveis pela gestão. “O plano, que deve ser aprovado no Conselho Municipal de Saúde, é uma importante ferra- menta que deverá nortear todas as ações do setor no município para o próxi- mo quadriênio”, destaca a técnica Ivanir Thomé, que explica que ele deve- rá ser elaborado, com a participação das equipes de saúde e controle social, que irão fazer um diagnós- tico de saúde, levando em conta a realidade, o perfil epidemiológico e sociode- mográfico do município objetivo é informar a popu- lação sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de intestino e reto (câncercolorretal-CCR),ede um estilo de vida saudável. Os dados são alarman- tes: estima-se que em 2016 o CCR foi o segundo tumor mais incidente em mulheres no Brasil (17.620 casos), per- dendo apenas para o câncer de mama. E em homens foi a terceiracausadecâncer,com 16.660 casos. Para o ano de 2020, se- gundo estimativas da Orga- nização Mundial da Saúde (OMS),sãoesperadosmaisde 15milhõesdecasosnovosde câncer no mundo. O câncer é a segunda maior causa de morte no Brasil, com 190 mil óbitos por ano. A estimativa doInstitutoNacionaldoCân- cer (INCA) é de que 596 mil novos casos da doença sur- jam este ano. Destes, 34.280 casos serão somente de cân- cerdecólonereto(intestino), cujaproporçãoserámaiorna região Sul (nos estados do Paraná,SantaCatarinaeRio Grande do Sul). Perigo na região Sul A maior incidência do câncer de cólon e reto na região Sul se deve ao fato de o modo de vida nos estados doParaná,RioGrandedoSul e Santa Catarina ser mais semelhante ao de países desenvolvidos, em que há uma elevada prevalência de excesso de peso e obesi- dade, inatividade física, ta- bagismo,ingestãodebebida alcoólica e consumo de car- nes processadas (salsicha, presunto, linguiça etc). “A grande incidência do CCRnoBrasilépreocupante. Estudos divulgados recente- mente mostraram que este tipo de tumor tem aumenta- do inclusive entre pacientes jovens, menores de 55 anos, devido ao aumento dos ca- sos de obesidade e dieta pobre em frutas e verdu- ras”, alerta a médica Maria Cecília Araújo, especialista em Cancerologia Clínica e membro do corpo clínico de Oncologistas do Cepon, em Florianópolis. Este câncer pode ser evi- tado em 90% dos casos, mas, com o passar dos anos, faz cada vez mais vítimas no Brasil. Pensando nisso, a campanha Setembro Verde promovedurantetodoomês de setembro uma série de ações de prevenção. “Queremos incentivar a adoçãodeumaalimentação saudávelparaquepossamos contribuir com a redução do risco do CCR”, explica Elisa TreptowMarques,Presidente daSociedadeCatarinensede Coloproctologia. Além disso, uma das me- lhores maneiras de se fazer a prevenção é através da polipectomia (retirada de pólipos - lesões pré-can- cerígenas), procedimento realizado através de uma colonoscopia. O exame, que pode reduzir em mais de 50% a incidência de câncer, permite avaliação de todo intestino grosso através de uma câmera. Quando associado o ín- dice de cura à velocidade com que se é diagnosticada a doença, cerca de 90% dos pacientes diagnosticados com doença inicial estão vivos após 5 anos. Essa por- centagem diminui à medida que o diagnóstico é feito em estágios mais avançados. Oarco-íris dascampanhas também é verde Municípiospreparamplanodesaúde para a definição de prio- ridades. PatríciaPaladini ressal- ta a importância do plano para as Secretarias Muni- cipais de Saúde. “Eles são instrumentos essenciais de planejamento para apoiar o gestor na condução do SUS no seu município, as- sim como as ações de saú- de e suas prioridades”.
  • 3. 3Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017 C o o r d e n a - doras paro- quiais e co- marcais da Pastoral da Saúde da Diocese de Criciú- ma estiveram reunidas em Criciúma. Junto à Equipe de Coordenação Diocesana, as agentes prestigiaram a pa- lestra do Padre Ivacir João Franco, da Diocese de Ere- xim/RS,autordolivro‘1000 plantas e ervas medicinais – A medicina do futuro’. No encontro de atuali- zação de práticas, realizado com frequência pela Pasto- ral da Saúde, padre Ivacir, que além da formação em Filosofia e Teologia, é pós- -graduado em Bioética e Pastoral da Saúde, fitote- rapeuta, parapsicólogo e psicanalista, compartilhou uma parte da infinidade de conhecimentos registrados em seus livros, com indica- ções de plantas e ervas que, segundoele,podemauxiliar e até curar algumas en- fermidades. “A obra é uma exposição de 1000 plantas medicinais, com fotografias delas, para que os leitores possam identificar correta- mente. É um trabalho de 38 anos que vem favorecer o conhecimento, para que as pessoas possam fazer seus remédios fitoterápicos”, declara. Conforme padre Ivacir, a obra, que está em sua primeira edição, já vendeu mais de 5 mil exemplares e deve ser publicada em mais quatro idiomas. Outro livro de sua autoria, intitulado ‘Minhas 500 ervas e plan- tas medicinais’, publicado pela Editora Santuário, já está em sua terceira reim- pressão. “A fitoterapia tem crescido muito no Brasil, nosúltimosanos,principal- mente porque no remédio sintético não se medem os efeitos colaterais e, muitas vezes, nos é passado como uma solução imediata, cem por cento, sem medir as consequências. A natureza é algo que integra a pes- soa humana, é o ponto de equilíbrio e de realização. No momento em que nós estamos desintegrados da natureza, estamos fugindo de nós mesmos, porque somos natureza e, assim, provocamos a morte, que é a doença. A cura existe para a longevidade de todo serhumano.Oimportanteé tomar o fitoterápico corre- tamente e eliminar muitos químicosquenosconduzem à morte, como câncer e doenças diversas”, garante o autor. Parceria pela cura A Coordenadora Dioce- sana da Pastoral da Saúde, MariaRosaMendes,lembra que, há muitos anos, a Pas- toral conta com a parceria daUniversidadedoExtremo Sul Catarinense (Unesc), no que compete ao estudo de plantas medicinais, parce- ria que rendeu, inclusive, a publicação de um livro no ano de 2012 (Fitoterapia Racional: aspectos taxo- nômicos, agroecológicos, etnobotânicos e terapêu- ticos). Desta parceria, ao co- nhecer a obra de padre Iva- cir, Maria Rosa pensou nas diversas plantas já estuda- dasenaquelasqueaindase tornarão objeto de estudo para as agentes, por isso fez o convite ao autor. “Faz parte do nosso projeto, en- quanto Pastoral da Saúde, sempre trazer pessoas para falar sobre as plantas. Essa dimensão comunitária da Pastoral da Saúde nós tra- balhamos bastante. Há um interesse cada vez maior da população que nos procura para ter acesso às plantas, ervas, sementes e raízes, commaisnaturalidade.Por isso, estamos sempre pro- curando mais informações, mais conhecimento dentro dessa área, pois as pessoas sabem que o remédio feito em laboratório, muitas ve- zes, cura, mas deixa outros problemas. Nós sabemos, por exemplo, que um remé- dio que é muito receitado pela medicina para proble- mas de estômago provoca outras dificuldades para quem toma por muito tem- po. Já as plantas, no caso, a Espinheira Santa, que é indicada também para problemas de estômago, não tem nenhum efeito colateral. Mesmo que a pessoa esteja tomando um cháoutintura,oupassando pomada ou unguento, nós sempre orientamos que ela não deve abandonar o tratamento médico. Nós indicamos, nós não recei- tamos. O nosso trabalho é preventivo, não é curativo. Quemcurasãoosmédicos”, esclarece a coordenadora diocesana. Padrepalestrapara Pastoral da Saúde
  • 4. 4 Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017 A ESPECIALIDADE que faz a diferença!!! A busca por uma saúde íntegra funcional- mente com reflexo em um sorriso e um corpo perfeito e um corpo bonito necessita de dentes. DENTES???? Sim.... Dentes! Mas porque, muitos me perguntam?! Bem vou explicar: os dentes fazem parte da boca que é a entrada de tudo o que precisamos para sustentar com vitalidade o corpo humano. Se não nos alimentarmos adequadamente, isso inclui, escolher alimentos bons que possam ser triturados e despachados para os demais órgãos do corpo absorver. Pessoas que não possuem os dentes tendem a optarem por alimentos mais moles, doces e sem qualidade nutricional porém de fácil mastigação. Era bem comum antigamente o paciente que perdia um ou mais dentes passar a ser usuário de dentadura: PARCIAL, UNITÁRIA OU TOTAL. Esse paciente inconscientemente entra para a condição de paciente mutilado. Esse por sua vez diminui a sua qualidade de vida , perspectiva de longevidade e comprometimento estético. Não existe nenhuma forma reabilitadora que seja tão próxima aos dentes naturais em segurança, conforto e qualidade que os implantes dentá- rios. Mesmo sendo um procedimento que necessita de intervenção cirúrgica é inevitável não aplica-lo quando se quer reabilitação. Hoje entre diferentes técnicas, materiais e conhecimento profissional o ato cirúrgico é o item de menor relevância quando se fala em implantes dentários. Muitos pacientes ainda acreditam no “mito do preço” e acabam nem procurando um profissional para se informar de como devolver sua inadequada saúde oral por acreditarem que custa caro. Deixam os anos passarem com a expectativa de que as coisas melhorem, porém a saúde não espera. Saúde não é algo exato, nosso corpo todos os dias vai sofrendo modificações, e o osso que não tem dentes em atividade vai se reabsorvendo, comprometendo assim sua qualidade para receber os implantes e com isso aumentando os custos. Hoje a forma de pagamento é facilitada para o paciente, pois o profissional pode planejar um tratamento em etapas, o que ameniza custos imediato. Agende uma avaliação, e volte a sorrir aumentando sua qualidade de vida!!!
  • 5. 5Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017 Q uem não quer ter o famoso corpo fit- ness e sur- preender no verão que se aproxima? Principalmente no fim do ano, milhares e milhares de pessoas co- meçam a buscar uma aca- demia, dietas milagrosas e diversos artifícios para conseguir perder peso rá- pido. “Um dos maiores pro- blemas, é que essas pesso- as estão dispostas a fazer de tudo para emagrecer a qualquer custo, muitas vezes fazendo rotinas de treino exaustivas, dietas to- talmente restritivas e que, como já sabemos, não vão gerar resultados satisfató- rios no tempo determinado, podendo causar problemas graves à saúde” afirma Eduardo Silva, educador físico. Se você quer emagrecer de verdade, você precisa entender que esse processo deve ser seguido por um longo período de tempo e da forma correta. Isso significa que você nun- ca deve fazer as loucuras que falam, pois, seu corpo sairá do eixo! Para não ter problemas, a melhor for- ma é conciliar uma dieta balanceada com exercícios variados. Seu corpo precisa de todos os nutrientes! Car- boidratos são fonte de energia, proteínas são as responsáveis pela constru- ção e reparação dos teci- dos, enzimas, hormônios e transporte de substâncias pelo sangue. As gorduras fornecem e armazenam energia, mas também são responsáveis pela absor- ção de vitaminas e pela proteção de órgãos vitais. Vitaminas são importantes em várias funções do corpo edevemserconsumidasem alimentos ou suplementos por não serem produzidas no organismo. As fibras são importantes para o transito intestinal e reduz risco de doenças cardiovasculares, diabetes e obesidade. Os minerais desempenham várias funções no organis- mo, entre elas a formação de medula óssea e glóbulos vermelhos. Os exercícios devem ser variados, para o corpo sofrer sempre adaptações positivas, tornando-o mais equilibrado e eficiente com tarefas de mobilidade, es- tabilidade, fortalecimento, resistência, agilidade, etc. Sempre respeitando os seus limites. “Somando uma dieta balanceada com exercícios que ativam os sistemas corporais (Vascular, mus- cular, esquelético, neu- ral e facial), temos uma combinação equilibrada e saudável para a emagre- cer com saúde e manter uma qualidade de vida”, afirma Eduardo que ainda alerta: “não faça nenhuma atividade física e nenhuma dieta, sem antes consultar profissionais especialis- tas!”. Como perder peso com saúde -Ter horários regulares para comer Seu corpo tem que aprender qual a hora de dormir, acordar e comer. Isso fará ele funcionar melhor, irá evitar a fome frequente e as idas notur- nas à geladeira, que são as que mais engordam. Além disso, descansar pelo menos 7 horas por noite dá ânimo para cumprir os compromissos, fazer mais exercícios e resistir às tentações. -Beber muito líquido Deve-se beber muitos líquidos entre as refeições, pois isso irá ajudar dimi- nuir a fome e a retenção de líquidos porque quanto mais água você bebe, mais urina seu corpo produz, e com a sua eliminação também saem as toxinas que prejudicam o emagre- cimento. Tome água, água de côco, sucos naturais sem açúcar, chás sem açúcar; -Fazer algum exercício físico tipo do exercício não é o mais importante, mas sim aproveitar todas as chances para queimar ca- lorias sempre que possível. É importante que pratique uma atividade pelo menos 3 vezes por semana. Aproveite para subir escadas ao invés de usar o elevador; descer uma parada antes do trabalho ou da escola e caminhar o restante do percurso; sair para um passeio de 10 min depois do almoço e levar o cachorro para passear à noite. Para aumentar o gasto de energia, tente fazer ca- minhadas de pelo menos 30 min, 3 vezes por se- mana, pois esse é um dos melhores exercício físico para perder peso, mas faça também alguns exercícios de resistência, para com- plementar o treino. -Comer de tudo, mas com moderação O corpo precisa de to- dos os nutrientes e dietas que proíbem os carboidra- tos fazem com que o peso aumente novamente pou- co tempo depois. Assim, as melhores dicas são: Preferir leites e deriva- dos desnatados; Adicionar sementes no sucos e iogurtes, como linhaça e chia; Comer 3 castanhas ou 3 amendoins por dia; Escolher apenas uma fonte de carboidrato por refeição: bolachas sem re- cheio ou pão aos lanches; arroz, batata ou macarrão no almoço ou no jantar; Comer salada crua an- tes do almoço e do jantar; Comer pelo menos 3 frutas por dia. Mesmo em pequenas quantidades durante o dia, as frutas e legumes forne- cem muitas fibras e vitami- nas e, por isso, é fonte de saúde e ajuda a emagrecer e perder barriga. -Não ficar com fome Fazer pequenas refei- ções a cada 3 horas pode parecer exagerado, mas é certo que a fome não aparece. Dessa forma, as porções de comida, aos poucos, vão diminuindo e o peso também. Ficar sem comer faz com seu corpo economize calorias, gastando menos do que deveria e transfor- mando todo alimento ex- tra em estoque de gordura. Corridapeloemagrecimento Fique atento à sua saúde!
  • 6. 6 Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017 A Cooperativa Agroin- dustrial Cooperja tem oferecido diversas ati- vidades diferenciadas aos seus associados, e uma delas foi um curso de culiná- ria a base de banana. O objetivo foi incentivar o uso da fruta em receitas práticas para o dia a dia das famílias, valorizando seu potencial nutricional. Asparticipantesforamasintegran- tes do grupo que cuida do Horto de Plantas Bioativas do Campo Demons- trativo Cooperja, sendo que algumas também fazem parte da Pastoral da SaúdedeJacintoMachado.Aoficinafoi organizadapelaExtensionistaRuralda EpagrideJacintoMachadoAlineHahn Fernandes e pela Coordenadora Social da Cooperja Elizabete Biz dos Santos. As colaboradoras Rafaela C. Custódio e Thaise P. Paganini dos setores de marketing e departamento técnico da cooperativa também participaram. Além das tradicionais receitas de bolos, o ponto alto da atividade foi o preparo de biomassa e farinha de ba- nana verde. Os produtos são ricos em fibraseemespecialabiomassa,possui boas quantidades de amido resistente, que é muito benéfico para o intestino e colabora para o desenvolvimento da microbiotaintestinal.Estudosrecentes indicam que a biomassa melhora a imunidade, diminui o risco de câncer, previne o diabetes tipo 2 e contribui para a cura da depressão. Benefícios da fruta Banana é conhecida por fornecer energia instantânea. Ele fornece 90 ca- loriaspor100gramasdoseuconsumo. Éumadasprincipaisfontesdehidratos decarbonoedeaçúcar.ABananatam- béméricoemfibrasdietéticasecontém umapequenaquantidadedegordurae de proteína. Além das vitaminas e mi- nerais,comoaVitaminaA,VitaminaC, ONDAS DE CHOQUE As ondas de choque são impulsos acús- ticos/mecânicos que causam nos tecidos um fenômeno denominado cavitação, no qual são geradas microbolhas; Estimula a irrigação e oxigenação local, promovendo formação de novos vasos, e incrementa energia celular; A energia mecânica cavitacional e tér- mica produzida pelo THORK® Shock Wave é transferida ao paciente através de um aplicador de ondas de choque radiais acoplado à pele, permitindo aplicações estáticas e dinâmicas com o máximo de energia e segurança te- rapêutica, garantindo efetividade nos tratamentos; IMBATIVEL CONTRA CELULITE Na celulite, as ondas de choque pos- suem efeito fibrinolítico, mobilização de líquidos, eliminação de toxinas e melhora a microcirculação. AUXILIA NA QUEIMA DE GORDURA Na gordura, estimula a lipólise. Na pele, ativa fibroblasto, estimulando colágeno e elastina. REGENERAÇÃO DE TECIDOS O impacto mecânico gera microlesões no local sem danificar os tecidos ad- jacentes, estimulando o processo de reparação tecidual. vitamina B, Ferro, Magnésio, Potássio, Manganês, Zinco e Fluoreto. Banana Reduz a Pressão Arterial: A Banana é uma importante fonte de Potássio, que é conhecido por reduzir a pressão arterial. Isso ajuda a contra- balançar os efeitos do sódio no corpo. O Teor de potássio na Banana é cerca de 500 mg enquanto que ele contém apenas 1 mg de sódio. O potássio aju- da a controlar a quantidade de fluido no corpo, e também ajuda a manter o equilíbrio delicado entre o sódio e o potássio. BenefíciodaBananaParaDigestão: As Bananas são conhecidos por sua altaquantidadedefibrasdietéticas.Es- Ingredientes 2 xícaras de farinha de trigo 2 xícaras de açúcar 1 colher (sopa) de fermento em pó 2 ovos batidos 1 copo de leite 5 colheres (sopa) de margarina 10 bananas cortadas na horizontal. Preparo - Para a farofa, misture numa vasilha o trigo, o açúcar, e o fermento, reserve - Derreta a margarina, acrescente o leite e os ovos, mexa bem - Numa forma untada coloque uma camada de farofa e outra de bananas, e assim por diante - Despeje o líquido por cima, sem mexer - Asse em forno morno até dourar Torta de banana rápida Ponha mais banana na culinária tasfibrasdietéticasajudarnaligaçãoe acumulação de partículas de alimen- tos e ajuda na evacuação eficiente. por isso, problemas Intestinais e constipa- çãopodemserfacilmenteevitadascom o consumo da Banana. É até benéfico durante a diarreia, uma vez que ajuda a manter o equilíbrio de eletrólitos no corpo e também fornece uma quanti- dade adequada de potássio. A Banana é uma excelente fonte em frutooligossacarídeos, que são prebióticos,que ajudam na manuten- ção das bactérias benéficas no trato digestivo. Estas bactérias ajudar na promoção da digestão e melhorar a saúde do intestino.
  • 7. 7Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017 C om o cres- cimento da demanda, a Unidade de Saúde Cen- tral de Jacinto Machado oferece médicos especialis- tas em várias áreas para o atendimento da população como: pediatras, obstetras, nutricionistas, fisioterapeu- tas, dentistas, ginecologis- tas e cardiologistas, além de mais três clínicos gerais. Serviços de prevenção tam- bém são oferecidos com acompanhamento, como caminhadas e exercícios ao livre. De acordo com a ad- ministração municipal, a Secretaria de Saúde do mu- nicípio avançou também na rapidez com que são feitos osexames,inclusiveexames específicos como ressonân- cia, que atualmente são realizados no máximo em 15 dias. Além disso, exames que antes custavam muito ao bolso do paciente, hoje são feitos pelo SUS, pois a administraçãoestápagando com recurso próprio. Após um período “orga- nizandoacasa”,osecretário de Saúde, Francisco de Assis Cardoso de Aguiar, o Sy, reforça o bom andamento dos trabalhos. “Tivemos dificuldadescomaestrutura encontrada no início da ad- ministração,masaospoucos resolvemos tudo e estamos trabalhando para oferecer sempre um serviço de saúde de qualidade à população”. Ainda segundo o secre- tário, no início da gestão, estavam na fila de espera exames desde 2010 que não haviam sido realizados e mais de 20 casos de cate- terismo, que agora estão sendo resolvidos. “Também realizamos um processo seletivo para a contratação de profissionais novos e completamos o quadro de funcionários, oferecendo sempre um atendimento completo para quem nos procura”, finaliza o secretá- rio de Saúde. Felipe Rodrigues Cirico Cirúrgião Dentista - CRO 8358 Especialis em Ortodontia e Ortopedia Facial Rodrigo Rodrigues Cirico Cirúrgião Dentista - CRO 10213 Especialista em implantodontia e cirurgia avançada Fones: 48 | 3533-2628 Rua Padre João Reitz, n 745 - sl. 02 Ed. Martins - Centro - Sombrio - SC Visitesempreodentista Ir ao dentista regularmente é uma recomendação que ouvimos desde crianças, mas qual a sua verdadeira importância? Durante a consulta, o dentista avalia a boca como um todo e atua na prevenção de problemas como gengivite, cáries e inflamações, além de conseguir tratá-los precocemente. As consultas regulares são fundamentais para garantir a manutenção da saúde dos dentes e da gengiva. Durante os check-ups de rotina, é muito comum que a saúde bucal seja negligenciada. Muitas pessoas entendem a consulta ao dentista como necessária somente diante de problemas já existentes, como dores de dente e necessidade de extrações ou implantes. Mas a verdade é que o cuidado com nossos dentes e boca deve ser constante, com acompanhamento profissional regular, assim como se faz com todas as outras áreas da saúde. Quem acha que o dentista é capaz de prevenir somente doenças da boca está muito enganado. Você sabia que a saúde da boca reflete diretamente na qualidade da saúde do corpo todo? Começando pela saúde cardíaca: existem bactérias do tártaro dental capazes de atacar o coração, provocando o quadro de endocardite bacteriana – uma séria infecção causada pela proliferação de bactérias que habitam a boca e são nocivas ao organismo. O ideal é visitar o dentista no mínimo a cada seis meses para: 1) Prevenir problemas bucais. 2) Prevenir outros problemas de saúde. 3) Realizar tratamentos de longa duração. 4) Fazer limpeza profunda. 5) Incentivar as crianças. 6) Cuidar da autoestima mantendo o sorriso saudável. Já diziam os sábios que uma boa noite de sono faz mi- lagres e como as pessoas passam 1/3 da vidas dormindo, a qualidadedosonoéumfatoressencialquandosedesejater uma vida saudável. Ao dormir o corpo entra em um estado muitoimportante,relaxandoedescansandoamusculatura, fortalecendo o sistema imunológico entre outras funções que agem semelhantes a uma restauração do organismo. Para quem possui o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, ter uma boa noite de sono é duplamente importante e o médico psiquiatra pela Faculdade de Medi- cina da Universidade de São Paulo Dr. Mario Louzã explica o motivo, “o desempenho físico e mental está diretamente relacionado ao sono. Quem possui TDAH é naturalmente agitadoetemdificuldadeemfocarsuaatenção,equandohá falta de sono é ainda pior, pois causa queda de rendimento da atenção, que já é prejudicada no TDAH”. Segundo o psiquiatra, quem possui TDAH não tratado tem a tendência de dormir e acordar em um horário mais tarde que o comum, o que não corresponde ao ciclo de horário aceito socialmente. “Para todos nós a privação de sono é ruim, se você vai deitar mais tarde e no dia seguinte acorda cedo, você rende menos e se sente cansado. Você fica fazendo esforço para tocar o dia e prestar atenção nas atividades cotidianas. No caso de quem tem TDAH, existe esse agravante, porque a pessoa já tem naturalmente uma defasagem de sono”, explica o especialista. Segundo o médico todas as pessoas têm um ciclo chamado de sono-vigília que é regulado por uma série de hormônios associados à luminosidade, “quando faz sol durante o dia o organismo recebe a informação de que você precisa estar acordado, e quando escurece, um hormônio chamado melatonina começa a ser produzido para induzir o sono. Com a criação da luz artificial, o corpo não regula adequadamente essa função porque ainda “acha” que é de dia e isso atrapalha a indução do sono”, explica o médico. Para facilitar o processo de indução ao sono, o Dr. Mário indica:“Sevocêquerdormir,vocêprecisadeumambientees- curo, relaxante, confortável, com a temperatura adequada. Noambienteescurovocêcomeçaaproduzirmelatoninaque é indutora de sono. É bom evitar atividades que estimulam o cérebro, não comer em excesso, não deixar a TV ligada, e não ingerir bebidas alcoólicas, café e chá”. As medidas ajudamquemprecisadeterminarummomentoeencerraras atividadesdanoiteparaqueocérebroserecupere.Édurante o sono que o cérebro se reorganiza, consolida memórias e se prepara para o dia seguinte. Paraquempraticaatividadesfísicasnoperíodonoturno, o Dr. Mário pondera que existem pessoas que se sentem re- laxadosapósaatividade,outrasficammaisagitadasainda, “depende muito do exercício e do organismo de cada um, é preciso testar e avaliar se o exercício noturno relaxa ou des- pertaoindivíduo.Sedespertaréprecisoalteraroperíodode exercícios, para manhã ou tarde. Existem casos que mesmo com todas as ações para ter um sono melhor, é necessário recorrer a medicações específicas para auxiliar na indução do sono. Converse sempre com o seu médico e ele indicará a melhor opção a você”, complementa o especialista. Saúde ampliada em Jacinto Machado Tenhaumarotinasaudáveldesono
  • 8. 8 Sintonia da Saúde - Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017 Prótese de Glúteo A prótese de glú- teo é indicada para os pacientes com nádegas pequenas ou que após ema- grecimento tiveram grande redução do volume.É realizada através da coloca- ção de uma prótese de gel de silicone dentro do músculo glúteo maior. A cica- triz fica escondida no sulco glúteo (pre- ga entre as nádegas) e de difícil percepção. Há vários tipos e modelos de próteses de glúteo, cada uma com uma indi- cação dependendo do tipo de nádegas da paciente. As próteses de glúteo podem variar de perfil e de envoltório. O perfil (forma) pode ser redondo ou anatômico, conforme a projeção da prótese. O conteúdo é de gel de silicone de alta coesividade. O envoltório da prótese também pode variar, sendo texturizado ou liso. O resultado quanto à forma já é bastante evidente no pós operatório. Durante os primeiros dois meses há a redução do edema (inchaço) e a cicatrização ganha força. Como toda Cirurgia, o resultado definitivo da gluteoplastia de aumento se dá após os 6 meses, devido ao amadurecimento da cicatriz.