SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
CorreiodoSulANO XXVIII EDIÇÃO Nº 5.554 R$ 2,00
www.grupocorreiodosul.com.br
27º19º
Sol com algumas nuvens.
Não chove.
Previsão para hoje
Extremo Sul Catarinense
Página 11
Página 9
SEGUNDA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2018
TURVO INAUGURA CICLOVIA
NA COMUNIDADE DE LIVRAMENTO
Página 2
Jovem morre
em acidente
de trânsito
na Gaivota
Inaugurada
pavimentação na
rodovia SJS 150
ESTAMOS CONTRATANDO
Entregador
Deixar curriculo no jornal Correio do Sul
RotaAraranguá
Precisa ter moto própria
Via lateral br 101, km 437, prefeito Santelmo
Borba, 332 - Centro / ao lado da celesc.
Se for confirmada a posse da deputada
estadual Ana Paula Lima (PT) na Câmara
Federal, quem poderá voltar ao cenário
político regional é o ex-prefeito de Araran-
guá, Sandro Maciel (PT), figura ligada ao
grupo político da parlamentar. Sandro tem
o caminho aberto para atuar como assessor
deAna Paula em nível regional, trabalhando
pela reorganização do PT aqui no Extremo
Sul. Neste momento, o partido está total-
mente à deriva.
Prefeito de Turvo, Tiago Zilli (MDB),
inaugurou, no sábado, ciclovia construída às
margens da SC 285. Obra foi realizada com
recursos intermediados pelo deputado estadual
Rodrigo Minotto (PDT), que esteve presente
ao evento. Quem também participou do even-
to foi o ex-prefeito do município, Ronaldo
Carlessi (MDB), que preferiu não falar com a
imprensa sobre o assunto. “Meu mandato já
terminou, estou aqui só como cidadão”, co-
mentou Carlessi, aconselhando aos jornalistas
presentes que entrevistassem Zilli.
Prefeito de Sombrio, Zênio Cardoso (MDB),
diz que concessão do Samae à iniciativa privada
é o único caminho para se solucionar a demanda
pelo abastecimento de água, e, principalmente, a
demandarelacionadaàcoletaetratamentodeesgoto
do município nos próximos anos. “Simplesmente
não existem recursos para os investimentos neces-
sários. Para se ter uma ideia, não existe dinheiro
nem mesmo para a manutenção daquilo que já
está implantado, o que se dirá para as ampliações
necessárias”,ressaltaZênio.
PrefeitodeMeleiro,EderMatos(PSB),queno
sábado promoveu a entrega de 40 obras e ações
da municipalidade à comunidade, ressaltou que
pretende promover a pavimentação asfáltica de
maisdezquilômetrosdeestradas,avenidaseruas
no próximo biênio, com recursos próprios. De
acordo com ele, se forem conseguidos recursos
extras, vindos do Estado, ou da União, a quanti-
dadepoderáaumentarsignificativamente.“Está
cada vez mais difícil a conquista de recursos
novos, mas não podemos perder a esperança de
consegui-los”, comentou Eder.
NOTAS
D
epois de ter sido beneficiado
com uma série de aconte-
cimentos correlatos, que
acabaram lhe assegurando
a conquista de uma cadeira
na Câmara Federal neste ano, deputado estadual
Ricardo Guidi (PSD) sofreu seu primeiro revés
efetivo. É que o Tribunal Regional Eleitoral,
acatando recurso do Partido dos Trabalhadores,
considerou válida a candidatura de Ivana Lais
da Conceição (PT) à deputada federal. Ivana
fez pouco menos de 500 votos no pleito de
outubro deste ano, mas o suficiente para que o
conjunto de candidatos a deputado federal pelo
PT fizesse mais votos que a coligação pela qual
RicardoGuidiconcorreu.Porcontadisto,avaga
que pertencia a ele será ocupada pela deputada
estadual, e deputada federal eleita, Ana Paula
Lima(PT).Atéentão,osvotosdeIvanaLaisnão
haviam sido considerados por questões ligadas
ao registro de sua candidatura. Basicamente, a
candidata não havia entregue, em tempo hábil,
toda a documentação necessária para que sua
candidatura fosse registrada, o que aconteceu
somente a posteriori. Ricardo Guidi entende
que, como a regra do jogo foi descumprida, o
PT não tem o direito de contar com os votos
conquistados por Ivana. O PT, por sua vez, alega
que não foi comunicado que estavam faltando
documentos, e que, ao tomar ciência do fato, os
providenciou.
RicardoGuidijáestátrabalhandonorecurso
para reverter a decisão do TRE/SC, que julgou
por3votosa2procedenteareivindicaçãodoPT.
Rolando Christian CoelhoRolando Christian Coelho
Jornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
rolando_coelho@hotmail.com (48) 99945.6787
POLÍTICA
Sorte de Ricardo Guidi mudou
de lado nos acréscimos do jogo
Turvo inaugura
mais uma ciclovia
Gislaine Fontoura
Turvo
Foi inaugurada na manhã de sábado,
dia 8, a cicloviaAldir eAnízie Maria Bardi-
ni, que liga a região central da comunidade
de Livramento a entrada do município de
Turvo, na rodovia SC 285. O ato iniciou
com um passeio ciclístico, saindo da Praça
da Igreja Matriz, às 10 horas, até o final da
ciclovia, ao lado do salão comunitário da
comunidade de Livramento, com o descer-
ramento da placa inaugural.
A ciclovia recebeu o nome Aldir e
Anízie Maria Bardini, em homenagem a
tia e sobrinho, que há 31 anos, morreram
em um acidente de trânsito na rodovia. O
agricultor Rogério Bardini, irmão deAldir,
comemorou a obra. “Aciclovia vem trazer
segurança para todos que trafegam na
rodovia, era outra época, um sonho muito
distante, mas se há 31 anos atrás existe
a ciclovia, teria evitado a morte de meu
irmão e de minha tia”, ponderou Rogério,
que revelou ter ficado emocionado com a
homenagem.
O prefeito de Turvo, Tiago Zilli,
explicou que o recurso, para construção
da rodovia, com 1,6 quilômetros, veio de
uma emenda do deputado estadual Rodri-
go Minotto, no valor de R$ 800 mil, com
contrapartida da Prefeitura de R$ 200 mil.
“É uma forma de garantir mais segurança e
saúde para os pedestres, os ciclistas, de viver
a vida de uma forma um pouco mais leve”,
comemorou o prefeito.
Turvo já tem uma ciclovia na rodovia,
que liga o município a Meleiro, inaugurada
na gestão do prefeito Ronaldo Carlessi e além
da obra inaugurada na manhã de sábado, o
município irá inaugurar nos próximos dias
outra ciclovia, na estrada que liga Turvo a
Timbé do Sul, até a comunidade de Linha
Contessi. “Nós vamos ficar, no município
de Turvo, com 8 quilômetros de ciclovia”,
contou Zilli.
Para o deputado Rodrigo Minotto, a
ciclovia é quase um cartão postal da cidade.
“Fico muito feliz de poder participar da inau-
guração e de ter contribuído, para que a obra
tenha sido realizada”, declarou o deputado.
Cartão Postal
G.C.S LTDA - ME CNPJ 17.467.695/0001-19
Comercial:
l48l 3533.0870
comercial@grupocorreiodosul.com.br
ali@grupocorreiodosul.com.br
Diretor Geral
diretor@grupocorreiodosul.com.br
Redação:
Gislaine Fontoura
editor@grupocorreiodosul.com.br
Publicações legais:
tomaz@grupocorreiodosul.com.br
Financeiro
financeiro@grupocorreiodosul.com.br
Diagramação/Arte:
Cristian Mello
cristian@grupocorreiodosul.com.br
Sul Gráfica
sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br
Circulação/Assinatura
l48l 3533.0870
assinaturas@grupocorreiodosul.com.br
Regionalsurgiucomoformade
valorizaçãodaculturadadança,
quejáviveugrandesmomentos
através de eventos escolares na
região e no Estado. Com a pro-
ximidade do final de ano, a sua
realizaçãofoialiadaaosfestejos
tradicionais, utilizando como
tema o Natal. “Já há algum
tempo tínhamos a intenção de
resgataroprestígiodosfestivais
de dança. Assim, com esta pri-
meiraedição,conseguimosunir
dois importantes objetivos: de
umladoincentivamososgrupos
3Região Jornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
Festival terá 18 apresentações
Dança
A
primeiraediçãodo
Festival de Dança
Regional Sombrio
Moda Shopping teve seu perí-
odo de inscrições encerrado na
última quarta-feira, dia 5. Divi-
didasentreascategoriasInfantil
e Livre, o evento realizado em
forma de competição contará
com 18 apresentações, todas
com temas natalinos.
O 1º Festival de Dança
Sombrio
PapaieMamãeNoelabrem
a programação de Natal
NatalEncantadopromove
tarde cultural no Jacinto
A noite de sexta-feira, dia
07, foi encantada em Balneário
ArroiodoSilva.Dandoinícioa
programação de Natal, a Praça
Central recebeu um grande
público para prestigiar as apre-
sentações artísticas e culturais,
alémdeaguardaratãoesperada
chegada do Papai e da Mamãe
Noel.
A programação iniciou
comaapresentaçãodaFanfarra
da Escola Municipal Jardim
AtlânticoquechegounoCentro
passandopelocomércioepelas
ruas principais. Na sequência
subiram ao palco os alunos da
APAEcomaapresentaçãoPin-
tor do Mundo, o que arrancou
suspiros e muitos aplausos do
público presente. Em seguida o
grupo de teatro JAC realizou a
apresentação Meninas Natali-
nas;aEscolaJairaVieiraBorges
apresentouaDançaEspanhola;
e Escola Luiza Tomasi Scaini
apresentou o Natal do Amor;
e as apresentações encerraram
comaencenaçãodoNascimen-
todeJesusatravésdosalunosdo
teatroJAC.Opalcofoimontado
Osábado,dia8,ensolarado
foi o cenário para a realização
do Natal Cultural no Calçadão
de Jacinto Machado. O evento,
que faz parte da programação
do 2º Natal Encantado, contou
com apresentações culturais e
feira de artesanato e produtos
da agricultura familiar.
Atardeinicioucomaapre-
sentaçãodoCoraldoServiçode
Convivência e Fortalecimen-
to de Vínculos (SCFV), que,
acompanhados do Papai Noel
e Mamãe Noel, percorreram o
comércio do Centro da cidade,
encantando a todos.
Ainiciativa de trazer atra-
çõesculturaisdasescolasmuni-
cipais, SCFV, artistas locais e a
estréia da Orquestra Municipal
Arroio do Silva
Jacinto Machado
na quadra central e reuniu muita
gentequeprestigiouasapresenta-
çõesemfrenteaopalcoetambém
acomodadas nas arquibancadas
da quadra.
A noite encerrou com a
chegada dos Bons Velhinhos. O
PapaieaMamãeNoelchegaram
no fim da tarde no município e
percorreram as principais co-
munidades. Após o roteiro, eles
chegaram na Praça Central por
voltadas21horas,oqueencantou
eatraiuosolharesdemuitascrian-
ças. O casal Noel subiu ao palco
e foi recepcionado pelo prefeito
Juscelino da Silva Guimarães, o
Mineiro,querealizouaentregada
chave da casinha do Papai Noel.
“Este é um evento que reúne as
famílias, promove sorrisos e o
de Jacinto Machado, agradou
quemestevenocalçadão.“Preci-
samosdemaiseventosassim,que
valorizeaculturalocalepromova
feiras itinerantes”, afirmou a
moradora do município Maria
de Lourdes Lopes.
Afeira também foi novida-
de no calçadão e pelo sucesso,
a administração municipal já
pensa em repetir.
A programação do Natal
de dança com a premiação; do
outro,prestigiamosopúblicore-
gional com um belo espetáculo
destesgrupos”,explicaodiretor
demarketingdoSombrioModa
Shopping, Valdinei Nichele.
Para a concretização des-
te projeto, o Sombrio Moda
Shopping obteve a parceria de
duas importantes instituições.
AAprodança (Associação Pro-
fissionaldeDançadoEstadode
Santa Catarina) será a respon-
sável pelas questões técnicas
e de julgamento do Festival,
enquanto a Casa da Cultura de
Sombrio teve papel fundamen-
tal na divulgação do evento no
meio artístico regional.
Data e
apresentações
Marcado para o próximo
domingo, dia 16, o 1º Festival
de Dança Regional Sombrio
Moda Shopping contará com
18 apresentações, sendo dez na
categoriaInfantileoitonacate-
goria Livre. “Essa é nossa pri-
meiraexperiêncianomundoda
dança e ficamos positivamente
surpresos com o número de
apresentações inscritas. Nossa
aberturadeNataljáfoiorganiza-
da pensando na valorização do
público e da cultura, e vermos
esse resultado no Festival de
Dança nos deixa bastante orgu-
lhosos com o reconhecimento
porpartetambémdosgruposde
dança”, salienta Sônia Beatriz
Tristão, presidente do Sombrio
Moda Shopping.
Ao todo, serão 11 grupos
responsáveis pelas 18 apre-
sentações, com representantes
de Sombrio, Araranguá, Santa
Rosa do Sul e Criciúma. “Po-
demos antecipar que teremos
desde crianças até dançarinos
sênior participando, além de
pessoas especiais. Podem ter
certeza de que será um be-
líssimo espetáculo”, afirma
Valdinei.
encantamento do natal. Espera-
mos que a população aproveite a
programaçãoeaestadiadoPapai
e da Mamãe Noel”, registrou o
prefeito ao desejar boas vindas
aos bons velhinhos. Mineiro
ainda agradeceu toda equipe en-
volvidanaorganizaçãodoevento
e, especialmente, o público e as
crianças presentes.
A programação de Natal
continua nas próximas sextas-
-feiras, dias 14 e 21. Haverá
apresentações culturais no palco
central e musicalidade a partir
das20horas.OPapaieaMamãe
Noeltambémestarãoàesperadas
crianças na casinha nas noites da
programaçãodenatal.Todapopu-
lação está convidada a prestigiar
a programação.
Encantado ainda terá o Natal a
noite de apresentações culturas
e show do Grupo Bond levada,
dia 16 de dezembro, na Praça
Capitão Jorge Tramontin, e en-
cerradia22dedezembro,como
Natal Premiado da CDLe show
com Grupo Sertanejo. Além
disso, a decoração natalina da
praça central é uma tração a
parte e diariamente centenas de
visitantes vão até o local.
4 PublicidadeJornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
A menina que cantava sonhos
A
inda uma menina, Nicolly Meneses
Santos tem a voz e a doçura de uma
celebridade mirim. Aos 13 anos, Ni-
colly é cantora e ao lado da família, o
pai Neilton de Oliveira Santos, a mãe
Ivanilda Meneses Santos e as irmãs, Karollyn e
Laura Sofia, busca reconhecimento no mundo
da música gospel, aprimorando o dom natural
que tem na voz incomparavelmente bela. Além
do amor pela música, ela ainda divide com o pai
uma relação de afeto mútuo que transcende as
palavras e transparece no olhar. E com a mãe e as
irmãs, ela é só carinho e obediência. Ela é linda,
talentosa, dedicada, e com certeza, alcançará
um dia os sonhos de ser uma das vozes mais
surpreendentes que pode haver.
Jornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
ALISSANDRA PAGANINI
ali@grupocorreiodosul.com.br facebook.com/alissandrapaganini
EmpresarialEmpresarial
Quando começou?
Nicolly: Não tem um momento bem certo, mas eu tinha uns
cinco ou seis anos. Foi meio que um desafio para cantar na
igreja, meu pai viu, comecei a aparecer em alguns convites,
e vimos a chance de uma carreira artística.
Neilton: Sempre fomos ligados na igreja, e eu cuidava do coral
do grupo de jovens. Eu procurava uma voz para interpretar
uma música, mas ninguém conseguia. Ela cantou e eu pen-
sei: mas como? Nem eu sabia que ela era capaz. Ela tentava
passar para as outras meninas do grupo. Começamos a fazer
treinamento.
A menina
Neilton: Era um pouquinho
mais que sapeca, peralta.
Nos deu sustos, correndo
muito, uma fonte inesgotável
de energia. Até dormindo
tinha que cuidar sempre.
Nos últimos tempos a gente
tem sentido que ela cresceu,
está amadurecendo, é uma
fase de redescobrimento.
Trabalhamos na mente dela
que há tempo para tudo,
para ensaiar, para ler, para
relaxar e para aperfeiçoar
a voz dela, que precisa de
exercício constante.
Frio na barriga
Neilton: Ela era pequenininha, dava um medo na gente, era
um toquinho de gente. Mas ela sempre foi muito perfeccionista,
o máximo que pode, então nos passava segurança. Todas as
apresentações dela foram sucesso, os olhares mudam, ela
prende a atenção com a qualidade vocal, que eu considero
o ponto forte.
Nicolly: Não tem uma sensação única de cantar, é muita coisa
misturada. A gente fica tensa, insegura, feliz, se perguntando
se as pessoas vão gostar.
Hobby de menina
Nicolly: Gosto de assistir muitas séries, uma coisa que tomou
conta da nossa geração, e redes sociais.
De cima do palco
Nicolly: Além de ver a cara de bobo do meu pai (risos), dá
uma sensação de orgulho porque ver ele lá, me incentivando.
Da minha mãe, digo a mesma coisa, sempre me apoiando, e
colocando na linha, dizendo que tudo deve ser feito na hora
certa.
Sob as asas
Neilton: A gente tenta proteger ela do máximo possível, cui-
dando para filtrar e que chegue a ela apenas o que seja bom
para ela, principalmente nas redes sociais, para que a cabeça
dela seja só para cantar.
Voz dos céus
Neilton: A voz dela é um soprano mais doce, muito melo-
diosa. Ela canta gospel, ao que faça você se acalmar, tire
você de onde você está. Ela canta muito, sabe brincar com a
voz, dominar a voz, de forma natural. Ela tem uma facilidade
maior para conseguir fazer as coisas. Para tirar uma música,
podíamos demorar semanas, e ela dá um estalo e consegue.
Ela faz brincando.
Nicolly: Eu gosto muito de cantar coisas mais calmas, que é
o que eu me identifico, é meu perfil desde sempre.
Lutando
Neilton: Na prática, a dificuldade maior é competir com os
gigantes do mercado, que têm mídia, recursos, agências. Nós
temos que ser criativos e produzir com o nível de qualidade que
ela tem. Tudo é mais complicado, difícil, minucioso e demasia-
damente caro. Antes de vir a Sombrio, em Novo Hamburgo,
nós tínhamos uma agenda semanal. Hoje nós temos saídas
mais esporádicas. Nosso foco são os vídeos e redes sociais.
Busca
Nicolly: Sou perfeccionista. Preciso cantar uma música exa-
tamente como eu quero, e enquanto eu não conseguir, eu não
canto. Quando eu era mais nova, às vezes alcançava notas
mais altas que hoje são mais difíceis.
Minhas
Neilton: Eu as amo acima de tudo, minhas filhas são tudo
para mim.
Pai
Nicolly: Ele é paciente, muito paciente. Às vezes eu queria
só um pouquinho da paciência dele. E somos perfeccionistas
na música juntos. Ele
canta muito bem tam-
bém, e toca. É o melhor
pai que eu podia ter na
vida, é coruja sempre.
Diferente das outras
pessoas que às vezes,
os pais não davam mui-
to suporte, no mundo
da música. E eu tenho
um pai ali sempre, cor-
rendo atrás comigo. Ele
sempre está ali para
tudo o que eu preciso,
em todos os momentos.
EntretenimentoEntretenimentoNovelas - Horóscopo - Diversão
Cruzadinha Novelas
Cris sonha com Danilo e
Hildegard. Felipe influencia
Priscila a atrapalhar o na-
moro deAlain e Isabel. Jorge
conta sobre o beijo e Cris se
preocupa. Solange esconde
as roupas de Emiliano no
carro de Tavares. Emiliano
percebe que suas roupas
sumiram. Cris se preocupa com a demora deAlain e Isabel.
Marcelo entra na gruta.
A
gnese diz a Marocas
que não tem nada
contra ela, mas se re-
cusa a contar quem está por
trás do atentado contra sua
vida. Lúcio diz a Livaldo que
o documento que furtou da
casa de Carmen atesta que
a SamVita só existe graças
a ele. Livaldo conta a Mariacarla que Carmen o impediu
de voltar. O investigador descobre que alguém deu sinal
para Agnese fugir. Elmo contrata Menelau para trabalhar
na padaria. Natália flagra Bento beijando Vera Lúcia.
V
alentina manda Sam-
paio chamar Machado
para prender Luz. Ga-
briel conta a Sóstenes sobre
a conversa que teve com a
mãe.JudithrepreendeRobé-
rio por tentar entrar na casa
de Egídio. Valentina observa
a passagem que leva até a
fonte.DianarevelaaNicolauquefazcaratê.TobiaseClotilde
nãocontamaFirminaomotivodojantarqueencomendaram.
Geandro e Júnior estranham o comportamento de Marilda.
Ondina e Mirtes se enfrentam na praça. Machado desconfia
da acusação de Valentina.
O Sétimo Guardião-21h
O Tempo Não Para-19h
Rapidinhas
Áries 21/03a20/04
21/04a20/05
21/05a20/06
21/06a20/07
21/07a20/08
21/08a20/09
21/09a20/10
21/10a20/11
21/11a20/12
21/12a20/01
21/01a20/02
21/02a20/03
Leão
HoróscopoHoróscopo
Sagitário
Gêmeos Libra Aquário
Touro
Oastroreidosistemasolarreduziráoseuafoitamento
em alguns momentos auferirá uma larga assistência
nesteângulo.Suaperspectivairásafarvocêdemuitas
situações difíceis. O planeta de Marte tem tudo para
manifestar-se a ser confirmativa neste período.
Teráumagrandeconfusãoparaencaminhar-sebem
positivamenteemepisódioscircunstanciais,forteinflu-
ências de Júpiter no momento.As ondas jupterianas
irão conceber infortúnios ao longo do seu curso.
Sobrevirá altas contendas instauradas por você. A
assiduidade possante do planeta Saturno inspirará
vigorosamente desta feita. Remodele a sua meta e
suasintegraisatividades.Tendeumpouconodecorrer
desse dia se desmentir.
Demodonenhumalgorenovadosedará.Aspiraráem
fazer-seumdiamaisaprazívelanteagraúdafrequência
Saturniana. Se encontrará em uma situação mais mo-
deradaemaissugestionávelqueoordinário.
Os impedimentos que tendem a surgir no decorrer
deste dia disporão da interferência da nossa gigante
vermelha. É muito conveniente que faça maior uso
da sua inventividade para libertar-se logo de casos
um pouco mais inibidas.
Iráoperardecomumaconfiguraçãocomportamental
mais singelo em determinados tópicos do seu dia. O
planeta Netuno irá cooperar e muito para essa cir-
cunstânciadeinatividadedefrontedealgunseventos.
Reaverá umas poucas benesses no decorrer deste
dianaesferacomunitária.Asuaeuforianoplanetade
Saturno viverá bastante conexa com sua personali-
dade cortês. Exerça de forma deleitável sem permitir
que a inação chefie as suas condutas.
Gozar de uma ânsia sobre a trivialidade de triunfar.
OelementomaislíquidoeoplanetaUranoefetuarão
uma quota de uma sublimidade. Irá observar com
mais aptidão um tanto de elementos que te atravan-
quem. Evite providenciar vigiar explícitos acasos.
Profusos afazeres que calharão ao longo do dia
compor-se-á em consequência da sua autentici-
dade. Disponha com mais fervor em relação as
pessoas deTouro. O elementar das labaredas será
relevante em alguns momentos.
Dispondodeumaboavisãoseurendimentoeaspira-
çãodesuperar,haveráfortesdilemascomamultidão
canceriana. Necessitará de evidenciar no laborar
sem ferir outras pessoas. Os elementos jupterianos
marcharão atuando de em uma condição aviltante.
Desvelarápossuirintensovigorparadefrontarasos
óbices que estão para desenrolar-se durante o dia.
Boasoportunidadesparafazerumexercíciomental.
O planeta saturniano lhe protegerá para reproduzir
mais neste ínterim.
Nãohaverápatavinassurpresasnodia,apesardissoo
nossosatélitelunarirásimplificarparavocêdetermina-
dasperformances.Suaternurairáexpressarcalmaria
noqualavizinha-sedefrutificarbonsfluídos.Oalarme
paravitóriaspecuniáriasestaránoseurelacionamento.
Virgem Capricórnio
Câncer Escorpião Peixes
O criador de Bob Esponja, Stephen Hillenburg, mor-
reu dia 26 de novembro, por uma falha cardiopulmonar,
consequência da esclerose lateral amiotrófica (ELA), e
agoraseusrestosmortaisdescansamnofundodomar.Se-
gundooprogramaE!News,ascinzasdeHillenburgforam
jogadas ao mar, como sua última vontade, em uma clara
referênciaaoseufamosopersonagem.Stephenfoicrema-
do e suas cinzas foram lançadas pela família e amigos a
450m do litoral californiano.Hillenburg foi diagnosticado
em 2017 com essa doença mortal. Ele tinha 57 anos, e
deixou sua esposa Karen e Clay, seu filho de 20 anos.
WillSmithrevelouemumanovaentrevistaqueprecisou
tirar 'dois anos de férias' do trabalho quando percebeu que
suafamílianãoestavafelizcomadireçãoemqueeleestava
indo.O ator, de 50 anos, afirmou à revista Haute Living que
estavatrabalhandodemaisparaajudarafamíliaaalcançar
o sucesso, entre 2010 e 2012, e não se deu conta do que
estavaacontecendo.NaépocasuafilhaadolescenteWillow
estavanotopodasparadascomamúsicaWhipMyHair,en-
quantoseufilhoJadenestavaestrelando'KarateKid'esua
esposa Jada Pinkett Smith atuando na série Hawthorne.E
enquantoeleacreditavaquesuafamíliaestava'ganhando',
percebeu que algo andava mal quando Willow, agora com
18 anos, raspou a cabeça careca em um protesto contra
seuhit."Umadasprincipaiscoisasqueaconteceufoiqueeu
atingiopontodacrisedameia-idade,ondeeuconstruítodas
ascoisasqueeusempresonhei(...)2012eusecretamente
chamo'oanodomotim'...2012foirealmenteoanoemque
minha família rejeitou a direção da minha liderança. Willow
foirealmenteaprimeirapessoadurante'WhipMyHair',que
decidiuqueelanãoqueriafazeroqueeudisse.Porqueela
era a menina, ela realmente tinha mais poder sobre mim.
Como homem - se sua filha diz não, não há realmente
nada que você possa fazer. Ela realmente me testou (...)
Ela terminou de se apresentar e, como protesto, raspou a
cabeçacareca.Foirealmenteaprimeiravezquepercebique
minhafamílianãoestavafelizcomadireçãoqueeuestava
tomando. Senti como se estivesse ganhando. Estávamos
tendo sucesso. Nós tivemos 'Karate Kid'. Nós tínhamos
'Whip My Hair'. Jada tinha "Hawthorne" e fomos anfitriões
quando Barack Obama ganhou o Prêmio Nobel da Paz...
recebemostudoissoemumano.Sentiqueestávamosindo
bem,maspercebiqueminhafamílianãoestavafeliz.Então,
tirei dois anos de férias para estar com eles", justifica.Os
comentáriosdeWillvêmdepoisqueWillow,recentemente,
refletiu sobre seu tempo no centro das atenções, e disse
que ela tinha que 'perdoar' seus pais por empurrá-la para a
fama quando ela tinha apenas 10 anos de idade.
Jornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
Espelho da Vida-18H
7Entrevista Jornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
[PeloEstado] - Por que acha que foi esco-
lhido para permanecer?
Leandro Lima - Acredito que houve um
reconhecimento da parte do governador
Carlos Moisés sobre a questão técnica. Ao
desenvolvimento das atividades diárias da
Secretaria, que são bastante complexas,
com base em proposições, metas e resul-
tados. Principalmente na valorização e na
capacitação do servidor público. E tam-
bém nas políticas de reabilitação socioe-
conômica empreendidas pela Secretaria de
Justiça e Cidadania.
[PE] - Como se sentiu?
Lima - Honrado e privilegiado com o con-
vite para continuar. E privilegiado por ter
sido anunciado na primeira leva de secre-
tários pelo modelo adotado – construção
de uma secretaria Prisional e Socioeduca-
tiva. Ou seja, uma secretaria de Estado,
mas com foco muito alargado, com metas
a serem batidas diariamente. O governa-
dor eleito trabalhou na nossa Secretaria,
na área de consultoria técnica, conhece a
dinâmica e a complexidade da atividade.
A gestão será muito bem articulada, total-
mente baseada em critérios técnicos.
[PE] - Ser filiado ao MDB ajudou?
Lima - Tenho filiação e vivi isso no perío-
do que está se encerrando. As pessoas não
teriam tido a oportunidade de conhecer
o meu trabalho se eu não tivesse chega-
do aqui. Entendo que daqui para frente
será tudo diferente. Há uma nova etapa,
a sociedade se manifestou, disse que quer
cumprimento de objetivos, que quer resul-
tados, que quer uma gestão mais clara e
transparente.
[PE] - Então, acredita que há uma valo-
rização do servidor de carreira do Estado?
Lima - Temos aqui uma equipe de servido-
res comprometidos, com inúmeras situa-
ções resolvidas fora do horário do trabalho.
A chamada que o governador fez valoriza a
prata da casa. Eu sou agente penitenciário
com 30 anos de Casa. E pedagogo. Por isso
a valorização da Educação, incluindo aí a
Academia de Justiça, que forma os nos-
sos servidores. O que me trouxe até aqui
foram os resultados e termos conseguido
alçar o título de melhor sistema prisional
Entrevista
Aos poucos o governador eleito, Carlos Moisés (PSL),
vai dando forma à equipe com a qual vai trabalhar. Entre
os primeiros anúncios de secretários, dois chamaram a
atenção por fazerem parte do atual governo e por serem
filiados ao MDB-SC. São eles o atual secretário de
Estado de Justiça e Cidadania, Leandro Lima, na foto
à esquerda, e o atual secretário de Estado da Fazenda,
Paulo Eli, na foto à direita. A reportagem da Coluna
Pelo Estado ouviu os dois para saber quais os motivos
da escolha de seus nomes, o que receberam como metas e o
que apresentaram como demandas. Em comum, a vontade
de entregar resultados ainda melhores daqueles que trouxe
o reconhecimento do futuro governador para ambos.
A íntegra das duas entrevistas está em scportais.com.br
Eles foram escolhidos e seguem com Moisés
Por Andréa Leonora
redacao@peloestado.com.br
do Brasil. Vamos continuar neste sentido.
A questão política não atrapalha em nada.
O país não deve demonizar a política. Só
precisa valorizar o bom político.
[PE] - Santa Catarina ainda é destaque
nesse trabalho de reabilitação por meio do
estudo e do trabalho?
Lima - Sim. A média nacional é a metade
do índice que temos em Santa Catarina,
que hoje representa 31% dos presos. Além
de uma política de reabilitação e de res-
ponsabilização importante, essa medida
é uma estratégia de segurança prisional,
porque quanto mais presos trabalhando e
estudando nas unidades, de maneira muito
concreta e proporcional nós diminuímos as
ocorrências, como conflitos, brigas, fugas
e evasões. A tensão diminui muito. Outro
ganho é a redução da reincidência.
[PE] - É um trabalho que, portanto, deve
continuar. Quais as metas?
Lima - A nossa intenção é duplicarmos a
quantidade de presos trabalhando e es-
tudando nos próximos quatro anos. Os
aspectos positivos são muito importan-
tes! E Santa Catarina é o único estado da
Federação em que os presos trabalham e
devolvem ao Estado, a título de indeniza-
ção, 25% do que recebem das empresas.
Ou seja, temos uma grande arrecadação
financeira, que deve chegar aos R$ 24 mi-
lhões ao final do ano, recursos depositados
nos fundos rotativos. Assim, além de des-
centralizar o processo de uso dos recursos,
porque são regionalizados, ainda se deso-
nera o Estado em obras de manutenção da
própria atividade laboral.
[PE] - Como foi a conversa com o governa-
dor Moisés? Que demanda um apresentou
ao outro?
Lima - Ele tem falado bastante em devolver
ao cidadão catarinense serviços públicos de
maior qualidade e maior resolutividade. O
que houve de entendimento é que a gestão
deve ser técnica. Os resultados auferidos ao
final da atual gestão devem ser melhorados
aofinaldapróxima.Vamosteraindamuitos
exercícios de ajustes dos objetivos, porque
até aqui tivemos muito pouco tempo, ain-
da mais para alguém que está conhecendo
de uma só vez toda a estrutura do Estado.
[PeloEstado] - Por que acha que foi esco-
lhido para permanecer?
Paulo Eli - Pelo trabalho que estamos fa-
zendo desde fevereiro aqui na Secretaria
e porque conhecemos toda a estrutura do
Estado. Sou funcionário efetivo da Secre-
taria da Fazenda e conheço tudo o que diz
respeito às finanças de Santa Catarina e
é mais fácil gerenciar quando se conhece
o que está gerenciando. De fevereiro até
aqui nós modificamos a gestão do fluxo
de caixa do Tesouro estadual, modifica-
mos a liberação de cotas financeiras, que
antes acontecia anualmente e agora é por
quadrimestre e cada órgão tem que eco-
nomizar para adequara despesa dentro
da cota que recebe. Só nessa operação nós
conseguimos reduzir bastante o custeio
e do Estado. Com a redução da máquina
administrativa e dos custos, nós consegui-
mos economizar para manter a folha e a
dívida pública em dia, e para começar a
pagar os fornecedores com os quais tínha-
mos dívidas de 2016 e 2017.
[PE] - Como se sentiu?
Eli - É O coroamento da minha carreira.
Entrei no serviço público como datilógrafo
na Escola Técnica Federal. Depois passei
no concurso de Fiscal de Tributos e traba-
lhei em São Miguel do Oeste, em Araran-
guá, em Indaial, em Criciúma, até vir para
Florianópolis. É o coroamento e, depois, o
encerramento. Já tenho tempo de aposen-
tadoria e acho que depois vou para casa
descansar.
[PE] - É um trabalho gratificante?
Eli - Muito! Do meu trabalho aqui e, é cla-
ro, de todos os servidores da Fazenda, os
alunos têm professor na escola e tem escola
funcionando; tem hospital, presídio, dele-
gacia, quartel, corpo de bombeiros... tudo
funcionando porque nós estamos fazendo
um bom trabalho aqui.
[PE] - Ser filiado ao MDB ajudou?
Eli - Não pesou em nada para essa esco-
lha. O partido não me indicou e a filiação
partidária não interferiu na decisão do go-
vernador Moisés. Da mesma forma como
já aconteceu com o governador Eduardo
Moreira, que conhecia mais o técnico do
eu o emedebista. Se o governador Moisés
tivesse pedido uma indicação para o par-
tido, certamente não seria eu o indicado.
[PE] - O que o governador pediu ao senhor
em objetivos?
Eli - Ele pediu, em primeiro lugar, trans-
parência nos processos e que nós sempre
digamos a verdade em relação ao que en-
contrarmos. E que a sociedade participe
dessa transparência, com acesso e aos da-
dos e condições de entendimento. Nós te-
mos que saber quanto custa um professor
em sala de aula, um médico na unidade
hospitalar ou um policial nas ruas. E a so-
ciedade também precisa ter clareza sobre
tudo isso. O Estado entrega muitos servi-
ços hoje e a sociedade se angustia porque
acha que paga muito em tributos e recebe
pouco em troca. Por isso a transparência é
importante, para mostrar que o Estado é
resolutivo.
[PE] - E o que o senhor pediu a ele para ter
condições de cumprir esses objetivos?
Eli - Confiança. Em primeiro lugar, con-
fiança. Em termos práticos, precisamos de
mais tecnologia e menos gente. Dois terços
do nosso quadro de pessoal estão com tem-
po para a aposentadoria, inclusive eu. Nós
vamos fazer um redesenho da Secretaria
da Fazenda, aproveitando a reforma admi-
nistrativa. Ela vai encolher em pontos físi-
cos e vai ampliar a presença virtual. Não
será mais necessário manter uma repar-
tição, porque bastará ao cidadão acionar
os serviços pela internet. O atendimento
não será mais no balcão, mas no celular.
É a desburocratização na prática. Isso já
acontece em parte e nós vamos ampliar. Os
contadores já são prepostos da Secretaria
da Fazenda e trabalham dentro do nos-
so sistema. Todas as empresas já emitem
nota fiscal dentro do nosso sistema. Isso
acontece 24 horas por dia!
[PE] - O que o novo governador vai encon-
trar em 2019 no que diz respeito às finanças
do Estado?
Eli - Uma situação muito melhor do que
aquela que nós encontramos em fevereiro.
Até outubro nós tínhamos restos a pagar
de R$ 700 milhões. Mas antes nós tínha-
mos perto de R$ 1,5 bilhão de fornecedo-
res que não receberam em 2016 e 2017.
8 PublicidadeJornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
9Região Jornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
a gestão comercial”, alertou.
Outro problema que precisa ser
enfrentadoéadainadimplência
alta no Samae.
De acordo com o estudo,
as ligações de abastecimento
de água na área urbana chegam
a 58% da população, e 8% na
zona rural. Levando em conta a
populaçãototaldomunicípio,o
Samaeatendeemtornode45%;
já no esgotamento sanitário, o
índiceédeapenas26%dazona
urbana.
O edital e todos os docu-
mentos necessários para sua
compreensão, estarão a partir
desta terça-feira disponíveis
no site da prefeitura durante 15
dias,paraqueapopulaçãopossa
darsugestões,tirardúvidasefa-
zercomentários.Depoisdisso,o
edital deve ser lançado oficial-
mente, aberto a participação de
empresas interessadas de todo
o país ou do exterior.
AudiênciadiscuteconcessãodoSamae
A administração muni-
cipal de Sombrio realizou na
última sexta-feira, a audiência
pública para apresentação do
editalquedeveseraberto,para
a concessão dos serviços de
água e esgoto no município.A
intenção, é oferecer o Samae a
gestãoprivada,porpelomenos
35 anos.
O estudo realizado para
servirdebaseaconcessão,foi
apresentado pelo engenheiro
Ricardo Martins, em reunião
que não chegou a lotar a Câ-
mara de Vereadores.
Oengenheiroapresentou
todo o funcionamento do Sa-
mae,desdeacaptaçãodeágua
em uma lagoa na Guarita, até
a fase final do esgotamento
Marivânia Farias
Sombrio
sanitário. Ele lembrou que o
PlanoMunicipaldeSaneamento
precisaestaradequadoaoPlano
de Recursos Hídricos, ainda
sendoelaboradopeloComitêde
Bacias do Mampituba, iniciado
emaisadiantadonoRioGrande
do Sul. Mesmo assim, existem
metas no plano de saneamento,
como a revitalização do ponto
de captação, com plantio de
mata ciliar onde ela não existe,
construçãodecercasparaevitar
a aproximação de animais e
elevação da barragem de forma
a melhorar a lâmina d’água e
garantir o abastecimento pelas
próximas três décadas e meia.
Ricardo avaliou o sistema
como estando no ‘zero a zero’.
“Hoje o sistema está no limite,
em termos de reservação, que
nos próximos dois anos deve
precisar de mais 500 m3, e
outras questões, como subs-
tituição de redes e melhorar
A
inauguração de um
trecho da SJS 150,
entreaslocalidades
de Vila Santa Catarina e São
José, lotou o salão comunitário
destaúltimacomunidade,nama-
nhã de sexta-feira, dia 7. Foram
pavimentados2,3quilômetrosda
rodovia,deixandooacessoasfal-
tadoatéaVilaSantaCatarinaea
SC 290. O recurso investido na
obrafoidequaseR$1,3milhão,
oriundo do Fundo Social.
Esta foi a última inaugura-
çãodeumanoconsideradocomo
positivo pelo prefeito Moacir
Teixeira, que estava feliz e emo-
cionado.“Estaobratalvezsejaa
maior do nosso mandato, e foi
conquistada rapidamente junto
ao governo do estado”, disse
durante o ato oficial.
Marivânia Farias
São João do Sul
Mobilidade urbana
InauguradapavimentaçãonaSJS150
Na semana anterior, o go-
vernador Eduardo Moreira este-
ve em São João participando da
inauguração da subestação da
Ceprag e percorreu a rodovia,
que foi inaugurada simbolica-
mente por ele. A festa para a
população, porém, aconteceu
na sexta.
Oprefeitoelogiouovalore
arapidezcomqueaobrafoifeita,
econtouquemesmoassim,cha-
mou duas vezes o responsável
pela empresa em seu gabinete,
cobrandoagilidade.“Nóstemos
esse compromisso com o povo,
defazeropossíveleoimpossível
para melhorar a qualidade de
vidadetodos.Atéaqui,achoque
SãoJoãodoSultemmuitooque
comemorar”, acrescentou.
O vice-prefeito Edson Pe-
reiraTrajano,oEdinho,também
semostrousatisfeito.“Comessa
obra aumenta a facilidade de
chegar a Catarina, valoriza os
terrenos,aumentaaqualidadede
vida.Pramimhojeéumdiamui-
to feliz”, enfatizou. O discurso
dopresidentedaCâmara,Sérgio
LuizdosSantos,querepresentou
os vários vereadores presentes,
foi no mesmo sentido. “Toda a
administração está de parabéns,
pois é uma equipe competente.
Antes de conseguir o asfalto, o
projeto já estava pronto, e veio
paraobemdapopulação”.
Tratore
carrodeboi
Geni Alexandre mora
desde menina em São José e
acompanhou satisfeita a inau-
guração. “Ficou muito bom,
eu agora não estou trabalhando
fora, mas o filho e o marido
usam a estrada sempre, e me-
lhorou muito”, disse. Geni fez
uma cirurgia cardíaca recente-
mente e lamentou não poder,
por enquanto, andar de bici-
cletapelaestradapavimentada.
Muita gente anda é de
carro de boi e de trator pela
comunidadeondemoramapro-
ximadamente 100 famílias.
A maioria delas é agricultora
e alguns resolveram fazer
uma homenagem e ao mesmo
tempo dar um lembrete as
autoridades e motoristas. Eles
organizaram um desfile de car-
ro de boi e de trator para chegar
a inauguração.
Roque Matos de Vargas
conduzia um dos 19 carros de
bois participantes e explicou
a manifestação. “A estrada
ficou muito boa, mas aqui é
tudo agricultor, a gente quer
respeito.Disseramqueapolícia
poderia vir nos multar por an-
dar com o carro de boi, o trator
ou a moto usada no cultivo do
fumo. Mas é o que temos pra
trabalhar, pra ganhar o sustento
da família”.
A cerimônia de inaugu-
ração contou com a presença
do deputado federal Ronaldo
Benedet, de representantes
de deputados estaduais, ex-
-prefeitos e vices, e presidentes
de várias entidades,comoaApae,
CDLeaCeprag,alémdosfreisde
São João do Sul e Praia Grande e
umpastorevangélico.
10 PublicidadeJornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
Perícia (IGP) foram aciona-
dos e rapidamente o Corpo
de Bombeiro conduziu duas
vítimas para o hospital, e outra
equipetrabalhouparaapagaras
chamasnavegetação.APolícia
Militar bloqueou o trânsito por
alguns minutos, para ação dos
órgãosdesegurança,eempou-
co tempo a Celesc conseguiu
reestabelecer o fornecimento
de energia elétrica para o mu-
nícipio de Balneário Gaivota.
Wellinton Antônio Se-
bastião, de 19 anos, natural de
Jacinto Machado, não resistiu
aos ferimentos e morreu no
local do acidente.
11Segurança Jornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
N
a madrugada
desta sexta-feira,
dia 7, um grave
acidente de trânsito parou a
Rodovia José Tiscoski, entre
Sombrio e Balneário Gaivota,
no trecho conhecido como
Lomba da Leves, na comu-
nidade de Lagoa de Fora. O
acidente tirou a vida de um
jovem de 19 anos, morador de
JacintoMachadoedeixoudois
outros feridos.
De acordo com as infor-
mações colhidas no local, o
veículo Chevrolet Agile, com
Balneário Gaivota
Tragédia
Grave acidente tira a vida de
jovememBalneárioGaivota
placas de Ermo, seguia pela
rodovia,sentidoBalneárioGai-
vota/Sombrio,quandoomoto-
rista perdeu o controle, saiu da
pista, caindo em um barranco
e colidindo contra um poste de
energia elétrica. O carro ficou
completamentedestruído,com
o forte impacto da colisão, que
chegou a quebrar o poste com
fios de alta tensão, que estava
energizada, provocando um
incêndio na vegetação.
APolícia Militar de Som-
brio e Balneário Gaivota, Polí-
ciaCivil,CorpodeBombeiros,
Celesc,InstitutoMédicoLegal
(IML) e Instituto Geral de
Proerd forma 192 alunos no Arroio
Motociclista morre em atropelamento
Alunos das escolas pú-
blicas da rede municipal e
estadual de ensino de Bal-
neário Arroio do Silva que
participaram do Programa
Educacional de Resistência
às Drogas e à Violência
(Proerd) participaram da
formatura e receberam a
certificação da Polícia Mi-
litar nesta semana.
Com o esforço integra-
do da Polícia Militar, Secre-
tariaMunicipaldeEducação
e escolas, foi realizada a
formaturade192estudantes
da Escola Municipal Jardim
Atlântico,EscolaMunicipal
Jaira Vieira Borges, Escola
Municipal Luiza Tomasi
Scaini e da Escola de Edu-
O motorista da Empre-
saUnião,ValmirdeMacedo
Pereira, de 56 anos, morreu
em um acidente de trânsito,
Arroio do Silva
Araranguá
cação BásicaApolônio Ireno
Cardoso. Além dos certifica-
dos, alguns alunos tiveram
suas redações escolhidas por
sedestacarem,sendopremia-
dos e homenageados.
Aformatura contou com
a presença de autoridades
e representantes da Polícia
Militar, instrutores do Pro-
erd, prefeito Juscelino da
na marginal da rodovia BR
101, no bairro Polícia Rodo-
viária, em Araranguá.
A fatalidade aconteceu
nasexta-feira,dia7,porvolta
das 16h30min, quando um
veículo não identificado coli-
Silva Guimarães, secretária
deEducação,SilviaMachado
Ghellere, diretores das esco-
las e demais representantes
da educação e da segurança
pública. Os pais e familiares
lotaram o salão paroquial.
OProgramaEducacional
de Resistência às Drogas e à
Violência é realizado com as
turmas dos 5º anos.
diu na traseira da motocicleta
pilotada por Valmir, que caiu,
parou na pista contrária e foi
atropelado por um Ford KA.
A vítima chegou a ser
socorrida, mas morreu a ca-
minho do hospital.
RondaPolicial
- Na madrugada de quinta-feira, dia 6, em Passo de Torres, a Polícia Militar foi acionada, para
atender uma ocorrência de furto no bairro Capão do Cravo.APM foi procurada pelo proprietário
deumaresidência,querelatouquechegousuacasaporvoltadas19horasdequarta-feira,dia5,e
verificouqueforamarrombadasasportasdafrenteelateraldaresidência.Avítimaconstatouque
teve uma TV 52 polegadas, um videogame, da marca Playstation 2 e alguns relógios furtados.A
vítima ainda relatou que vizinhos contaram terem visto um veículo, de cor preta, tipo camionete
próximo a residência.
- Na manhã de quinta-feira, dia 6, por volta das 9 horas, a Polícia Militar de Santa Rosa do Sul
foi acionada para prestar apoio ao Samu, na marginal da rodovia BR 101, na comunidade de
Vila São Cristóvão, pois uma mulher estaria caminhando sem roupa. A PM ao chegar no local,
localizouamulher,quepareciaterdistúrbiospsiquiátricoseque,apóssolicitaçãodaPM,colocou
as roupas, que trazia em uma sacola.Aambulância do Samu estava presente no local e conduziu
a mulher até o Hospital de Sombrio, para ser medicada.
- Em Balneário Gaivota, na manhã de quinta-feira, dia 6, por volta das 9 horas, a Polícia Militar
foi acionada, para atender uma ocorrência de furto e dano em um estabelecimento comercial
localizado na avenida Beira Mar. A vítima contou aos militares que, ao abrir o escritório de seu
restaurante, percebeu que haviam arrombado a janela dos fundos e que foram levados vários
objetos do escritório. Foi furtado um computador, dois notebooks, uma câmera digital e uma
mala de viagem.
12 PublicidadeJornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
13Publicidade Jornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
14 PublicidadeJornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
09-15-20-24-29-49
03-09-11-21-25-47
CONCURSO
1.875
DUPLA SENA
08/12
04-15-21-41-52
CONCURSO
4.846
QUINA
08/12
Jornal Correio do Sul
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
11-13-16-24-31-46
CONCURSO
2.105
MEGA SENA
08/12
Porto Alegre
O
Inter anunciou
na manhã deste
domingo a reno-
vação de contrato do técnico
Odair Hellmann por mais uma
temporada, até o final de 2019.
A diretoria colorada já tinha
assinado um "termo de com-
promisso" com o treinador e
aguardava apenas as eleições
do clube, realizadas no sábado,
para confirmar a permanência.
O pleito garantiu a reeleição do
presidente Marcelo Medeiros
para um mandato de mais dois
anosàfrentedoclube.Oauxiliar
Maurício Dulac também seu
vínculo renovado.
O acordo entre direção e
técnico estava alinhavado des-
de o início do mês. Conforme
apurado pelo GloboEsporte.
com,Odairteráumavalorização
salarialconsiderável,comacrés-
cimo de mais de 100% em seus
vencimentos mensais atuais. A
cifra acordada é considerada
dentrodospadrõesdemercado.
Tambémestãoprevistaspremia-
ções por objetivos alcançados,
Após eleições, Inter anuncia renovação
de contrato do técnico Odair Hellmann
Léo Moura aguarda nova reunião para
renovar com o Grêmio: "Otimista demais"
Com o contrato a encer-
rar neste mês, o lateral Léo
Mourateráumanovareunião
com o Grêmio para renovar
por mais um ano. O jogador
declarou,durantejogofestivo
de Emerson Sheik, na noite
de sexta-feira, estar otimista
comorumodasnegociaçõese
comentousobreotrabalhodo
técnico Renato Gaúcho.
—Teveoprimeiroconta-
to na segunda-feira. Está para
acontecer mais um semana
que vem para que a gente
possadecidire,seDeusquiser,
que eu possa curtir as minhas
férias com a cabeça tranquila
— disse o lateral.
Já foram duas tempora-
dasvestindoacamisatricolor,
com três títulos conquistados:
Libertadores, Recopa e Gau-
Porto Alegre chão.Aotodo,Léotem76jogos
e quatro gols marcados. E se
dependerdojogador,atendência
é que esses números aumentem
e que se aposente próximo à
metade de 2020.
— Estou otimista demais.
Até porque foi um ano bastante
positivo para o clube, jogando
com a camisa do Grêmio mais
uma vez. Meu pensamento é
jogar2019e,quemsabe,metade
dopróximoano.Umanoemeio
jáestádebomtamanhotambém.
Aindatenholenhaparaqueimar.
E ainda falta jogador. Por isso
estou dando uma continuidade
—projetouoatleta.AlémdeLéo
Moura,oGrêmiotematualmen-
teparaalateraldireitaLeonardo,
que terminou a temporada com
status de titular, e Madson, con-
tratado junto aoVasco, mas que
não engrenou em 2018.
com base no valor do salário,
além de uma cláusula de opção
de renovação por mais uma
temporada, até o fim de 2020.
A prorrogação não é automá-
tica e só será exercida se for do
interesse de clube e treinador.
–Ficomuitohonradocom
a continuidade do trabalho e
por seguir construindo minha
história dentro de um clube do
tamanho do Inter. Meu agrade-
cimento à direção, aos atletas
e aos profissionais do clube,
pois só tivemos um bom 2018
pelotrabalhodetodos.Teremos
grandes desafios em 2019 e,
como foi nesta temporada, ter
o torcedor ao nosso lado fará a
diferença novamente. Não fal-
tará empenho, trabalho e muita
dedicação nossa para termos
umagrandetemporada–desta-
couOdairaositeoficialdoInter.
SEGUNDA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2018

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

EDIÇÃO NOTÍCIAS 285
EDIÇÃO NOTÍCIAS 285 EDIÇÃO NOTÍCIAS 285
EDIÇÃO NOTÍCIAS 285 Afonso Pena
 
Jornal opção 193 online
Jornal opção 193 onlineJornal opção 193 online
Jornal opção 193 onlineAlair Arruda
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasEd Claudio Cruz
 
Jornal opção 170 ed online
Jornal opção 170 ed onlineJornal opção 170 ed online
Jornal opção 170 ed onlineAlair Arruda
 
Jornal opção 204
Jornal opção 204Jornal opção 204
Jornal opção 204Alair Arruda
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasEd Claudio Cruz
 
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021 EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021 Afonso Pena
 
Jornal opção 172 ed online
Jornal opção 172 ed onlineJornal opção 172 ed online
Jornal opção 172 ed onlineAlair Arruda
 
EDIÇÃO 459 DE 29 DE OUTUBRO DE 2021
EDIÇÃO 459 DE 29 DE OUTUBRO DE 2021EDIÇÃO 459 DE 29 DE OUTUBRO DE 2021
EDIÇÃO 459 DE 29 DE OUTUBRO DE 2021JulianoPena4
 
Jornal opção 179 colorido
Jornal opção 179 coloridoJornal opção 179 colorido
Jornal opção 179 coloridoAlair Arruda
 
Jornal opção 165 ed online
Jornal opção 165 ed onlineJornal opção 165 ed online
Jornal opção 165 ed onlineAlair Arruda
 
EDIÇÃO 453 DE 24 DE SSETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 453 DE 24 DE SSETEMBRO DE 2021EDIÇÃO 453 DE 24 DE SSETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 453 DE 24 DE SSETEMBRO DE 2021JulianoPena4
 

Mais procurados (20)

EDIÇÃO NOTÍCIAS 285
EDIÇÃO NOTÍCIAS 285 EDIÇÃO NOTÍCIAS 285
EDIÇÃO NOTÍCIAS 285
 
Diário Oficial: 18-12-2015
Diário Oficial: 18-12-2015Diário Oficial: 18-12-2015
Diário Oficial: 18-12-2015
 
Jornal opção 193 online
Jornal opção 193 onlineJornal opção 193 online
Jornal opção 193 online
 
EDIÇÃO 291
EDIÇÃO 291EDIÇÃO 291
EDIÇÃO 291
 
EDIÇÃO 339
EDIÇÃO 339EDIÇÃO 339
EDIÇÃO 339
 
EDIÇÃO 318
EDIÇÃO 318EDIÇÃO 318
EDIÇÃO 318
 
EDIÇÃO 294
EDIÇÃO 294EDIÇÃO 294
EDIÇÃO 294
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
 
Jornal digital 4773_ter_13102015
Jornal digital 4773_ter_13102015Jornal digital 4773_ter_13102015
Jornal digital 4773_ter_13102015
 
Jornal opção 170 ed online
Jornal opção 170 ed onlineJornal opção 170 ed online
Jornal opção 170 ed online
 
Jornal opção 204
Jornal opção 204Jornal opção 204
Jornal opção 204
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
 
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021 EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
 
Jornal opção 172 ed online
Jornal opção 172 ed onlineJornal opção 172 ed online
Jornal opção 172 ed online
 
EDIÇÃO 459 DE 29 DE OUTUBRO DE 2021
EDIÇÃO 459 DE 29 DE OUTUBRO DE 2021EDIÇÃO 459 DE 29 DE OUTUBRO DE 2021
EDIÇÃO 459 DE 29 DE OUTUBRO DE 2021
 
Jornal opção 179 colorido
Jornal opção 179 coloridoJornal opção 179 colorido
Jornal opção 179 colorido
 
Diário Oficial: 24-12-2015
Diário Oficial: 24-12-2015Diário Oficial: 24-12-2015
Diário Oficial: 24-12-2015
 
EDIÇÃO 319
EDIÇÃO 319EDIÇÃO 319
EDIÇÃO 319
 
Jornal opção 165 ed online
Jornal opção 165 ed onlineJornal opção 165 ed online
Jornal opção 165 ed online
 
EDIÇÃO 453 DE 24 DE SSETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 453 DE 24 DE SSETEMBRO DE 2021EDIÇÃO 453 DE 24 DE SSETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 453 DE 24 DE SSETEMBRO DE 2021
 

Semelhante a Jornal digital 10 12-2018

Jornal Cidade - Ano II - Nº 28
Jornal Cidade - Ano II - Nº 28Jornal Cidade - Ano II - Nº 28
Jornal Cidade - Ano II - Nº 28Jornal Cidade
 
Cocal Notícia 08/08/2014 www.portalcocal.com.br
Cocal Notícia 08/08/2014 www.portalcocal.com.brCocal Notícia 08/08/2014 www.portalcocal.com.br
Cocal Notícia 08/08/2014 www.portalcocal.com.brPortalCocal
 

Semelhante a Jornal digital 10 12-2018 (20)

Jornal digital 4778_ter_20102015
Jornal digital 4778_ter_20102015Jornal digital 4778_ter_20102015
Jornal digital 4778_ter_20102015
 
Jornal Cidade - Ano II - Nº 28
Jornal Cidade - Ano II - Nº 28Jornal Cidade - Ano II - Nº 28
Jornal Cidade - Ano II - Nº 28
 
Jornal digital 4645_sex_10042015
Jornal digital 4645_sex_10042015Jornal digital 4645_sex_10042015
Jornal digital 4645_sex_10042015
 
Jornal digital 4745 ter-01092015
Jornal digital 4745 ter-01092015Jornal digital 4745 ter-01092015
Jornal digital 4745 ter-01092015
 
Jornal digital 4826_seg_04012016
Jornal digital 4826_seg_04012016Jornal digital 4826_seg_04012016
Jornal digital 4826_seg_04012016
 
Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018
 
Jornal digital 4716 qua-22072015
Jornal digital 4716 qua-22072015Jornal digital 4716 qua-22072015
Jornal digital 4716 qua-22072015
 
Cocal Notícia 08/08/2014 www.portalcocal.com.br
Cocal Notícia 08/08/2014 www.portalcocal.com.brCocal Notícia 08/08/2014 www.portalcocal.com.br
Cocal Notícia 08/08/2014 www.portalcocal.com.br
 
Jornal digital 4699_seg_29062015
Jornal digital 4699_seg_29062015Jornal digital 4699_seg_29062015
Jornal digital 4699_seg_29062015
 
Jornal digital 15 09-17
Jornal digital 15 09-17Jornal digital 15 09-17
Jornal digital 15 09-17
 
Litoral sul 23 06-13
Litoral sul 23 06-13Litoral sul 23 06-13
Litoral sul 23 06-13
 
Litoral sul 23 06-13
Litoral sul 23 06-13Litoral sul 23 06-13
Litoral sul 23 06-13
 
Jornal digital 4781_sex_23102015
Jornal digital 4781_sex_23102015Jornal digital 4781_sex_23102015
Jornal digital 4781_sex_23102015
 
Jornal digital 5030_seg_24102016
Jornal digital 5030_seg_24102016Jornal digital 5030_seg_24102016
Jornal digital 5030_seg_24102016
 
Jornal digital 16 08-17
Jornal digital 16 08-17Jornal digital 16 08-17
Jornal digital 16 08-17
 
Jornal digital 4577 qua 31-12-14
Jornal digital 4577 qua 31-12-14Jornal digital 4577 qua 31-12-14
Jornal digital 4577 qua 31-12-14
 
Jornal digital 4751 qui-10092015
Jornal digital 4751 qui-10092015Jornal digital 4751 qui-10092015
Jornal digital 4751 qui-10092015
 
Jornal digital 4618_ter_03032015
Jornal digital 4618_ter_03032015Jornal digital 4618_ter_03032015
Jornal digital 4618_ter_03032015
 
Folha 214
Folha 214Folha 214
Folha 214
 
Jornal digital 03 11-17
Jornal digital 03 11-17Jornal digital 03 11-17
Jornal digital 03 11-17
 

Mais de Jornal Correio do Sul (20)

Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018
 
Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018
 
Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018
 
Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018
 
Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018
 
Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018
 
Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018
 
Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018
 
Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018
 
Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018
 
Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018
 
Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018
 
Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018
 
Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018
 
Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018
 
Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018
 
Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018
 
Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018
 
Jornal digital 20 11-2018
Jornal digital 20 11-2018Jornal digital 20 11-2018
Jornal digital 20 11-2018
 
Jornal digital 19 11-2018
Jornal digital 19 11-2018Jornal digital 19 11-2018
Jornal digital 19 11-2018
 

Jornal digital 10 12-2018

  • 1. CorreiodoSulANO XXVIII EDIÇÃO Nº 5.554 R$ 2,00 www.grupocorreiodosul.com.br 27º19º Sol com algumas nuvens. Não chove. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Página 11 Página 9 SEGUNDA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2018 TURVO INAUGURA CICLOVIA NA COMUNIDADE DE LIVRAMENTO Página 2 Jovem morre em acidente de trânsito na Gaivota Inaugurada pavimentação na rodovia SJS 150 ESTAMOS CONTRATANDO Entregador Deixar curriculo no jornal Correio do Sul RotaAraranguá Precisa ter moto própria Via lateral br 101, km 437, prefeito Santelmo Borba, 332 - Centro / ao lado da celesc.
  • 2. Se for confirmada a posse da deputada estadual Ana Paula Lima (PT) na Câmara Federal, quem poderá voltar ao cenário político regional é o ex-prefeito de Araran- guá, Sandro Maciel (PT), figura ligada ao grupo político da parlamentar. Sandro tem o caminho aberto para atuar como assessor deAna Paula em nível regional, trabalhando pela reorganização do PT aqui no Extremo Sul. Neste momento, o partido está total- mente à deriva. Prefeito de Turvo, Tiago Zilli (MDB), inaugurou, no sábado, ciclovia construída às margens da SC 285. Obra foi realizada com recursos intermediados pelo deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT), que esteve presente ao evento. Quem também participou do even- to foi o ex-prefeito do município, Ronaldo Carlessi (MDB), que preferiu não falar com a imprensa sobre o assunto. “Meu mandato já terminou, estou aqui só como cidadão”, co- mentou Carlessi, aconselhando aos jornalistas presentes que entrevistassem Zilli. Prefeito de Sombrio, Zênio Cardoso (MDB), diz que concessão do Samae à iniciativa privada é o único caminho para se solucionar a demanda pelo abastecimento de água, e, principalmente, a demandarelacionadaàcoletaetratamentodeesgoto do município nos próximos anos. “Simplesmente não existem recursos para os investimentos neces- sários. Para se ter uma ideia, não existe dinheiro nem mesmo para a manutenção daquilo que já está implantado, o que se dirá para as ampliações necessárias”,ressaltaZênio. PrefeitodeMeleiro,EderMatos(PSB),queno sábado promoveu a entrega de 40 obras e ações da municipalidade à comunidade, ressaltou que pretende promover a pavimentação asfáltica de maisdezquilômetrosdeestradas,avenidaseruas no próximo biênio, com recursos próprios. De acordo com ele, se forem conseguidos recursos extras, vindos do Estado, ou da União, a quanti- dadepoderáaumentarsignificativamente.“Está cada vez mais difícil a conquista de recursos novos, mas não podemos perder a esperança de consegui-los”, comentou Eder. NOTAS D epois de ter sido beneficiado com uma série de aconte- cimentos correlatos, que acabaram lhe assegurando a conquista de uma cadeira na Câmara Federal neste ano, deputado estadual Ricardo Guidi (PSD) sofreu seu primeiro revés efetivo. É que o Tribunal Regional Eleitoral, acatando recurso do Partido dos Trabalhadores, considerou válida a candidatura de Ivana Lais da Conceição (PT) à deputada federal. Ivana fez pouco menos de 500 votos no pleito de outubro deste ano, mas o suficiente para que o conjunto de candidatos a deputado federal pelo PT fizesse mais votos que a coligação pela qual RicardoGuidiconcorreu.Porcontadisto,avaga que pertencia a ele será ocupada pela deputada estadual, e deputada federal eleita, Ana Paula Lima(PT).Atéentão,osvotosdeIvanaLaisnão haviam sido considerados por questões ligadas ao registro de sua candidatura. Basicamente, a candidata não havia entregue, em tempo hábil, toda a documentação necessária para que sua candidatura fosse registrada, o que aconteceu somente a posteriori. Ricardo Guidi entende que, como a regra do jogo foi descumprida, o PT não tem o direito de contar com os votos conquistados por Ivana. O PT, por sua vez, alega que não foi comunicado que estavam faltando documentos, e que, ao tomar ciência do fato, os providenciou. RicardoGuidijáestátrabalhandonorecurso para reverter a decisão do TRE/SC, que julgou por3votosa2procedenteareivindicaçãodoPT. Rolando Christian CoelhoRolando Christian Coelho Jornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018 rolando_coelho@hotmail.com (48) 99945.6787 POLÍTICA Sorte de Ricardo Guidi mudou de lado nos acréscimos do jogo Turvo inaugura mais uma ciclovia Gislaine Fontoura Turvo Foi inaugurada na manhã de sábado, dia 8, a cicloviaAldir eAnízie Maria Bardi- ni, que liga a região central da comunidade de Livramento a entrada do município de Turvo, na rodovia SC 285. O ato iniciou com um passeio ciclístico, saindo da Praça da Igreja Matriz, às 10 horas, até o final da ciclovia, ao lado do salão comunitário da comunidade de Livramento, com o descer- ramento da placa inaugural. A ciclovia recebeu o nome Aldir e Anízie Maria Bardini, em homenagem a tia e sobrinho, que há 31 anos, morreram em um acidente de trânsito na rodovia. O agricultor Rogério Bardini, irmão deAldir, comemorou a obra. “Aciclovia vem trazer segurança para todos que trafegam na rodovia, era outra época, um sonho muito distante, mas se há 31 anos atrás existe a ciclovia, teria evitado a morte de meu irmão e de minha tia”, ponderou Rogério, que revelou ter ficado emocionado com a homenagem. O prefeito de Turvo, Tiago Zilli, explicou que o recurso, para construção da rodovia, com 1,6 quilômetros, veio de uma emenda do deputado estadual Rodri- go Minotto, no valor de R$ 800 mil, com contrapartida da Prefeitura de R$ 200 mil. “É uma forma de garantir mais segurança e saúde para os pedestres, os ciclistas, de viver a vida de uma forma um pouco mais leve”, comemorou o prefeito. Turvo já tem uma ciclovia na rodovia, que liga o município a Meleiro, inaugurada na gestão do prefeito Ronaldo Carlessi e além da obra inaugurada na manhã de sábado, o município irá inaugurar nos próximos dias outra ciclovia, na estrada que liga Turvo a Timbé do Sul, até a comunidade de Linha Contessi. “Nós vamos ficar, no município de Turvo, com 8 quilômetros de ciclovia”, contou Zilli. Para o deputado Rodrigo Minotto, a ciclovia é quase um cartão postal da cidade. “Fico muito feliz de poder participar da inau- guração e de ter contribuído, para que a obra tenha sido realizada”, declarou o deputado. Cartão Postal G.C.S LTDA - ME CNPJ 17.467.695/0001-19 Comercial: l48l 3533.0870 comercial@grupocorreiodosul.com.br ali@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral diretor@grupocorreiodosul.com.br Redação: Gislaine Fontoura editor@grupocorreiodosul.com.br Publicações legais: tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro financeiro@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: Cristian Mello cristian@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br
  • 3. Regionalsurgiucomoformade valorizaçãodaculturadadança, quejáviveugrandesmomentos através de eventos escolares na região e no Estado. Com a pro- ximidade do final de ano, a sua realizaçãofoialiadaaosfestejos tradicionais, utilizando como tema o Natal. “Já há algum tempo tínhamos a intenção de resgataroprestígiodosfestivais de dança. Assim, com esta pri- meiraedição,conseguimosunir dois importantes objetivos: de umladoincentivamososgrupos 3Região Jornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018 Festival terá 18 apresentações Dança A primeiraediçãodo Festival de Dança Regional Sombrio Moda Shopping teve seu perí- odo de inscrições encerrado na última quarta-feira, dia 5. Divi- didasentreascategoriasInfantil e Livre, o evento realizado em forma de competição contará com 18 apresentações, todas com temas natalinos. O 1º Festival de Dança Sombrio PapaieMamãeNoelabrem a programação de Natal NatalEncantadopromove tarde cultural no Jacinto A noite de sexta-feira, dia 07, foi encantada em Balneário ArroiodoSilva.Dandoinícioa programação de Natal, a Praça Central recebeu um grande público para prestigiar as apre- sentações artísticas e culturais, alémdeaguardaratãoesperada chegada do Papai e da Mamãe Noel. A programação iniciou comaapresentaçãodaFanfarra da Escola Municipal Jardim AtlânticoquechegounoCentro passandopelocomércioepelas ruas principais. Na sequência subiram ao palco os alunos da APAEcomaapresentaçãoPin- tor do Mundo, o que arrancou suspiros e muitos aplausos do público presente. Em seguida o grupo de teatro JAC realizou a apresentação Meninas Natali- nas;aEscolaJairaVieiraBorges apresentouaDançaEspanhola; e Escola Luiza Tomasi Scaini apresentou o Natal do Amor; e as apresentações encerraram comaencenaçãodoNascimen- todeJesusatravésdosalunosdo teatroJAC.Opalcofoimontado Osábado,dia8,ensolarado foi o cenário para a realização do Natal Cultural no Calçadão de Jacinto Machado. O evento, que faz parte da programação do 2º Natal Encantado, contou com apresentações culturais e feira de artesanato e produtos da agricultura familiar. Atardeinicioucomaapre- sentaçãodoCoraldoServiçode Convivência e Fortalecimen- to de Vínculos (SCFV), que, acompanhados do Papai Noel e Mamãe Noel, percorreram o comércio do Centro da cidade, encantando a todos. Ainiciativa de trazer atra- çõesculturaisdasescolasmuni- cipais, SCFV, artistas locais e a estréia da Orquestra Municipal Arroio do Silva Jacinto Machado na quadra central e reuniu muita gentequeprestigiouasapresenta- çõesemfrenteaopalcoetambém acomodadas nas arquibancadas da quadra. A noite encerrou com a chegada dos Bons Velhinhos. O PapaieaMamãeNoelchegaram no fim da tarde no município e percorreram as principais co- munidades. Após o roteiro, eles chegaram na Praça Central por voltadas21horas,oqueencantou eatraiuosolharesdemuitascrian- ças. O casal Noel subiu ao palco e foi recepcionado pelo prefeito Juscelino da Silva Guimarães, o Mineiro,querealizouaentregada chave da casinha do Papai Noel. “Este é um evento que reúne as famílias, promove sorrisos e o de Jacinto Machado, agradou quemestevenocalçadão.“Preci- samosdemaiseventosassim,que valorizeaculturalocalepromova feiras itinerantes”, afirmou a moradora do município Maria de Lourdes Lopes. Afeira também foi novida- de no calçadão e pelo sucesso, a administração municipal já pensa em repetir. A programação do Natal de dança com a premiação; do outro,prestigiamosopúblicore- gional com um belo espetáculo destesgrupos”,explicaodiretor demarketingdoSombrioModa Shopping, Valdinei Nichele. Para a concretização des- te projeto, o Sombrio Moda Shopping obteve a parceria de duas importantes instituições. AAprodança (Associação Pro- fissionaldeDançadoEstadode Santa Catarina) será a respon- sável pelas questões técnicas e de julgamento do Festival, enquanto a Casa da Cultura de Sombrio teve papel fundamen- tal na divulgação do evento no meio artístico regional. Data e apresentações Marcado para o próximo domingo, dia 16, o 1º Festival de Dança Regional Sombrio Moda Shopping contará com 18 apresentações, sendo dez na categoriaInfantileoitonacate- goria Livre. “Essa é nossa pri- meiraexperiêncianomundoda dança e ficamos positivamente surpresos com o número de apresentações inscritas. Nossa aberturadeNataljáfoiorganiza- da pensando na valorização do público e da cultura, e vermos esse resultado no Festival de Dança nos deixa bastante orgu- lhosos com o reconhecimento porpartetambémdosgruposde dança”, salienta Sônia Beatriz Tristão, presidente do Sombrio Moda Shopping. Ao todo, serão 11 grupos responsáveis pelas 18 apre- sentações, com representantes de Sombrio, Araranguá, Santa Rosa do Sul e Criciúma. “Po- demos antecipar que teremos desde crianças até dançarinos sênior participando, além de pessoas especiais. Podem ter certeza de que será um be- líssimo espetáculo”, afirma Valdinei. encantamento do natal. Espera- mos que a população aproveite a programaçãoeaestadiadoPapai e da Mamãe Noel”, registrou o prefeito ao desejar boas vindas aos bons velhinhos. Mineiro ainda agradeceu toda equipe en- volvidanaorganizaçãodoevento e, especialmente, o público e as crianças presentes. A programação de Natal continua nas próximas sextas- -feiras, dias 14 e 21. Haverá apresentações culturais no palco central e musicalidade a partir das20horas.OPapaieaMamãe Noeltambémestarãoàesperadas crianças na casinha nas noites da programaçãodenatal.Todapopu- lação está convidada a prestigiar a programação. Encantado ainda terá o Natal a noite de apresentações culturas e show do Grupo Bond levada, dia 16 de dezembro, na Praça Capitão Jorge Tramontin, e en- cerradia22dedezembro,como Natal Premiado da CDLe show com Grupo Sertanejo. Além disso, a decoração natalina da praça central é uma tração a parte e diariamente centenas de visitantes vão até o local.
  • 4. 4 PublicidadeJornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
  • 5. A menina que cantava sonhos A inda uma menina, Nicolly Meneses Santos tem a voz e a doçura de uma celebridade mirim. Aos 13 anos, Ni- colly é cantora e ao lado da família, o pai Neilton de Oliveira Santos, a mãe Ivanilda Meneses Santos e as irmãs, Karollyn e Laura Sofia, busca reconhecimento no mundo da música gospel, aprimorando o dom natural que tem na voz incomparavelmente bela. Além do amor pela música, ela ainda divide com o pai uma relação de afeto mútuo que transcende as palavras e transparece no olhar. E com a mãe e as irmãs, ela é só carinho e obediência. Ela é linda, talentosa, dedicada, e com certeza, alcançará um dia os sonhos de ser uma das vozes mais surpreendentes que pode haver. Jornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018 ALISSANDRA PAGANINI ali@grupocorreiodosul.com.br facebook.com/alissandrapaganini EmpresarialEmpresarial Quando começou? Nicolly: Não tem um momento bem certo, mas eu tinha uns cinco ou seis anos. Foi meio que um desafio para cantar na igreja, meu pai viu, comecei a aparecer em alguns convites, e vimos a chance de uma carreira artística. Neilton: Sempre fomos ligados na igreja, e eu cuidava do coral do grupo de jovens. Eu procurava uma voz para interpretar uma música, mas ninguém conseguia. Ela cantou e eu pen- sei: mas como? Nem eu sabia que ela era capaz. Ela tentava passar para as outras meninas do grupo. Começamos a fazer treinamento. A menina Neilton: Era um pouquinho mais que sapeca, peralta. Nos deu sustos, correndo muito, uma fonte inesgotável de energia. Até dormindo tinha que cuidar sempre. Nos últimos tempos a gente tem sentido que ela cresceu, está amadurecendo, é uma fase de redescobrimento. Trabalhamos na mente dela que há tempo para tudo, para ensaiar, para ler, para relaxar e para aperfeiçoar a voz dela, que precisa de exercício constante. Frio na barriga Neilton: Ela era pequenininha, dava um medo na gente, era um toquinho de gente. Mas ela sempre foi muito perfeccionista, o máximo que pode, então nos passava segurança. Todas as apresentações dela foram sucesso, os olhares mudam, ela prende a atenção com a qualidade vocal, que eu considero o ponto forte. Nicolly: Não tem uma sensação única de cantar, é muita coisa misturada. A gente fica tensa, insegura, feliz, se perguntando se as pessoas vão gostar. Hobby de menina Nicolly: Gosto de assistir muitas séries, uma coisa que tomou conta da nossa geração, e redes sociais. De cima do palco Nicolly: Além de ver a cara de bobo do meu pai (risos), dá uma sensação de orgulho porque ver ele lá, me incentivando. Da minha mãe, digo a mesma coisa, sempre me apoiando, e colocando na linha, dizendo que tudo deve ser feito na hora certa. Sob as asas Neilton: A gente tenta proteger ela do máximo possível, cui- dando para filtrar e que chegue a ela apenas o que seja bom para ela, principalmente nas redes sociais, para que a cabeça dela seja só para cantar. Voz dos céus Neilton: A voz dela é um soprano mais doce, muito melo- diosa. Ela canta gospel, ao que faça você se acalmar, tire você de onde você está. Ela canta muito, sabe brincar com a voz, dominar a voz, de forma natural. Ela tem uma facilidade maior para conseguir fazer as coisas. Para tirar uma música, podíamos demorar semanas, e ela dá um estalo e consegue. Ela faz brincando. Nicolly: Eu gosto muito de cantar coisas mais calmas, que é o que eu me identifico, é meu perfil desde sempre. Lutando Neilton: Na prática, a dificuldade maior é competir com os gigantes do mercado, que têm mídia, recursos, agências. Nós temos que ser criativos e produzir com o nível de qualidade que ela tem. Tudo é mais complicado, difícil, minucioso e demasia- damente caro. Antes de vir a Sombrio, em Novo Hamburgo, nós tínhamos uma agenda semanal. Hoje nós temos saídas mais esporádicas. Nosso foco são os vídeos e redes sociais. Busca Nicolly: Sou perfeccionista. Preciso cantar uma música exa- tamente como eu quero, e enquanto eu não conseguir, eu não canto. Quando eu era mais nova, às vezes alcançava notas mais altas que hoje são mais difíceis. Minhas Neilton: Eu as amo acima de tudo, minhas filhas são tudo para mim. Pai Nicolly: Ele é paciente, muito paciente. Às vezes eu queria só um pouquinho da paciência dele. E somos perfeccionistas na música juntos. Ele canta muito bem tam- bém, e toca. É o melhor pai que eu podia ter na vida, é coruja sempre. Diferente das outras pessoas que às vezes, os pais não davam mui- to suporte, no mundo da música. E eu tenho um pai ali sempre, cor- rendo atrás comigo. Ele sempre está ali para tudo o que eu preciso, em todos os momentos.
  • 6. EntretenimentoEntretenimentoNovelas - Horóscopo - Diversão Cruzadinha Novelas Cris sonha com Danilo e Hildegard. Felipe influencia Priscila a atrapalhar o na- moro deAlain e Isabel. Jorge conta sobre o beijo e Cris se preocupa. Solange esconde as roupas de Emiliano no carro de Tavares. Emiliano percebe que suas roupas sumiram. Cris se preocupa com a demora deAlain e Isabel. Marcelo entra na gruta. A gnese diz a Marocas que não tem nada contra ela, mas se re- cusa a contar quem está por trás do atentado contra sua vida. Lúcio diz a Livaldo que o documento que furtou da casa de Carmen atesta que a SamVita só existe graças a ele. Livaldo conta a Mariacarla que Carmen o impediu de voltar. O investigador descobre que alguém deu sinal para Agnese fugir. Elmo contrata Menelau para trabalhar na padaria. Natália flagra Bento beijando Vera Lúcia. V alentina manda Sam- paio chamar Machado para prender Luz. Ga- briel conta a Sóstenes sobre a conversa que teve com a mãe.JudithrepreendeRobé- rio por tentar entrar na casa de Egídio. Valentina observa a passagem que leva até a fonte.DianarevelaaNicolauquefazcaratê.TobiaseClotilde nãocontamaFirminaomotivodojantarqueencomendaram. Geandro e Júnior estranham o comportamento de Marilda. Ondina e Mirtes se enfrentam na praça. Machado desconfia da acusação de Valentina. O Sétimo Guardião-21h O Tempo Não Para-19h Rapidinhas Áries 21/03a20/04 21/04a20/05 21/05a20/06 21/06a20/07 21/07a20/08 21/08a20/09 21/09a20/10 21/10a20/11 21/11a20/12 21/12a20/01 21/01a20/02 21/02a20/03 Leão HoróscopoHoróscopo Sagitário Gêmeos Libra Aquário Touro Oastroreidosistemasolarreduziráoseuafoitamento em alguns momentos auferirá uma larga assistência nesteângulo.Suaperspectivairásafarvocêdemuitas situações difíceis. O planeta de Marte tem tudo para manifestar-se a ser confirmativa neste período. Teráumagrandeconfusãoparaencaminhar-sebem positivamenteemepisódioscircunstanciais,forteinflu- ências de Júpiter no momento.As ondas jupterianas irão conceber infortúnios ao longo do seu curso. Sobrevirá altas contendas instauradas por você. A assiduidade possante do planeta Saturno inspirará vigorosamente desta feita. Remodele a sua meta e suasintegraisatividades.Tendeumpouconodecorrer desse dia se desmentir. Demodonenhumalgorenovadosedará.Aspiraráem fazer-seumdiamaisaprazívelanteagraúdafrequência Saturniana. Se encontrará em uma situação mais mo- deradaemaissugestionávelqueoordinário. Os impedimentos que tendem a surgir no decorrer deste dia disporão da interferência da nossa gigante vermelha. É muito conveniente que faça maior uso da sua inventividade para libertar-se logo de casos um pouco mais inibidas. Iráoperardecomumaconfiguraçãocomportamental mais singelo em determinados tópicos do seu dia. O planeta Netuno irá cooperar e muito para essa cir- cunstânciadeinatividadedefrontedealgunseventos. Reaverá umas poucas benesses no decorrer deste dianaesferacomunitária.Asuaeuforianoplanetade Saturno viverá bastante conexa com sua personali- dade cortês. Exerça de forma deleitável sem permitir que a inação chefie as suas condutas. Gozar de uma ânsia sobre a trivialidade de triunfar. OelementomaislíquidoeoplanetaUranoefetuarão uma quota de uma sublimidade. Irá observar com mais aptidão um tanto de elementos que te atravan- quem. Evite providenciar vigiar explícitos acasos. Profusos afazeres que calharão ao longo do dia compor-se-á em consequência da sua autentici- dade. Disponha com mais fervor em relação as pessoas deTouro. O elementar das labaredas será relevante em alguns momentos. Dispondodeumaboavisãoseurendimentoeaspira- çãodesuperar,haveráfortesdilemascomamultidão canceriana. Necessitará de evidenciar no laborar sem ferir outras pessoas. Os elementos jupterianos marcharão atuando de em uma condição aviltante. Desvelarápossuirintensovigorparadefrontarasos óbices que estão para desenrolar-se durante o dia. Boasoportunidadesparafazerumexercíciomental. O planeta saturniano lhe protegerá para reproduzir mais neste ínterim. Nãohaverápatavinassurpresasnodia,apesardissoo nossosatélitelunarirásimplificarparavocêdetermina- dasperformances.Suaternurairáexpressarcalmaria noqualavizinha-sedefrutificarbonsfluídos.Oalarme paravitóriaspecuniáriasestaránoseurelacionamento. Virgem Capricórnio Câncer Escorpião Peixes O criador de Bob Esponja, Stephen Hillenburg, mor- reu dia 26 de novembro, por uma falha cardiopulmonar, consequência da esclerose lateral amiotrófica (ELA), e agoraseusrestosmortaisdescansamnofundodomar.Se- gundooprogramaE!News,ascinzasdeHillenburgforam jogadas ao mar, como sua última vontade, em uma clara referênciaaoseufamosopersonagem.Stephenfoicrema- do e suas cinzas foram lançadas pela família e amigos a 450m do litoral californiano.Hillenburg foi diagnosticado em 2017 com essa doença mortal. Ele tinha 57 anos, e deixou sua esposa Karen e Clay, seu filho de 20 anos. WillSmithrevelouemumanovaentrevistaqueprecisou tirar 'dois anos de férias' do trabalho quando percebeu que suafamílianãoestavafelizcomadireçãoemqueeleestava indo.O ator, de 50 anos, afirmou à revista Haute Living que estavatrabalhandodemaisparaajudarafamíliaaalcançar o sucesso, entre 2010 e 2012, e não se deu conta do que estavaacontecendo.NaépocasuafilhaadolescenteWillow estavanotopodasparadascomamúsicaWhipMyHair,en- quantoseufilhoJadenestavaestrelando'KarateKid'esua esposa Jada Pinkett Smith atuando na série Hawthorne.E enquantoeleacreditavaquesuafamíliaestava'ganhando', percebeu que algo andava mal quando Willow, agora com 18 anos, raspou a cabeça careca em um protesto contra seuhit."Umadasprincipaiscoisasqueaconteceufoiqueeu atingiopontodacrisedameia-idade,ondeeuconstruítodas ascoisasqueeusempresonhei(...)2012eusecretamente chamo'oanodomotim'...2012foirealmenteoanoemque minha família rejeitou a direção da minha liderança. Willow foirealmenteaprimeirapessoadurante'WhipMyHair',que decidiuqueelanãoqueriafazeroqueeudisse.Porqueela era a menina, ela realmente tinha mais poder sobre mim. Como homem - se sua filha diz não, não há realmente nada que você possa fazer. Ela realmente me testou (...) Ela terminou de se apresentar e, como protesto, raspou a cabeçacareca.Foirealmenteaprimeiravezquepercebique minhafamílianãoestavafelizcomadireçãoqueeuestava tomando. Senti como se estivesse ganhando. Estávamos tendo sucesso. Nós tivemos 'Karate Kid'. Nós tínhamos 'Whip My Hair'. Jada tinha "Hawthorne" e fomos anfitriões quando Barack Obama ganhou o Prêmio Nobel da Paz... recebemostudoissoemumano.Sentiqueestávamosindo bem,maspercebiqueminhafamílianãoestavafeliz.Então, tirei dois anos de férias para estar com eles", justifica.Os comentáriosdeWillvêmdepoisqueWillow,recentemente, refletiu sobre seu tempo no centro das atenções, e disse que ela tinha que 'perdoar' seus pais por empurrá-la para a fama quando ela tinha apenas 10 anos de idade. Jornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018 Espelho da Vida-18H
  • 7. 7Entrevista Jornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018 [PeloEstado] - Por que acha que foi esco- lhido para permanecer? Leandro Lima - Acredito que houve um reconhecimento da parte do governador Carlos Moisés sobre a questão técnica. Ao desenvolvimento das atividades diárias da Secretaria, que são bastante complexas, com base em proposições, metas e resul- tados. Principalmente na valorização e na capacitação do servidor público. E tam- bém nas políticas de reabilitação socioe- conômica empreendidas pela Secretaria de Justiça e Cidadania. [PE] - Como se sentiu? Lima - Honrado e privilegiado com o con- vite para continuar. E privilegiado por ter sido anunciado na primeira leva de secre- tários pelo modelo adotado – construção de uma secretaria Prisional e Socioeduca- tiva. Ou seja, uma secretaria de Estado, mas com foco muito alargado, com metas a serem batidas diariamente. O governa- dor eleito trabalhou na nossa Secretaria, na área de consultoria técnica, conhece a dinâmica e a complexidade da atividade. A gestão será muito bem articulada, total- mente baseada em critérios técnicos. [PE] - Ser filiado ao MDB ajudou? Lima - Tenho filiação e vivi isso no perío- do que está se encerrando. As pessoas não teriam tido a oportunidade de conhecer o meu trabalho se eu não tivesse chega- do aqui. Entendo que daqui para frente será tudo diferente. Há uma nova etapa, a sociedade se manifestou, disse que quer cumprimento de objetivos, que quer resul- tados, que quer uma gestão mais clara e transparente. [PE] - Então, acredita que há uma valo- rização do servidor de carreira do Estado? Lima - Temos aqui uma equipe de servido- res comprometidos, com inúmeras situa- ções resolvidas fora do horário do trabalho. A chamada que o governador fez valoriza a prata da casa. Eu sou agente penitenciário com 30 anos de Casa. E pedagogo. Por isso a valorização da Educação, incluindo aí a Academia de Justiça, que forma os nos- sos servidores. O que me trouxe até aqui foram os resultados e termos conseguido alçar o título de melhor sistema prisional Entrevista Aos poucos o governador eleito, Carlos Moisés (PSL), vai dando forma à equipe com a qual vai trabalhar. Entre os primeiros anúncios de secretários, dois chamaram a atenção por fazerem parte do atual governo e por serem filiados ao MDB-SC. São eles o atual secretário de Estado de Justiça e Cidadania, Leandro Lima, na foto à esquerda, e o atual secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli, na foto à direita. A reportagem da Coluna Pelo Estado ouviu os dois para saber quais os motivos da escolha de seus nomes, o que receberam como metas e o que apresentaram como demandas. Em comum, a vontade de entregar resultados ainda melhores daqueles que trouxe o reconhecimento do futuro governador para ambos. A íntegra das duas entrevistas está em scportais.com.br Eles foram escolhidos e seguem com Moisés Por Andréa Leonora redacao@peloestado.com.br do Brasil. Vamos continuar neste sentido. A questão política não atrapalha em nada. O país não deve demonizar a política. Só precisa valorizar o bom político. [PE] - Santa Catarina ainda é destaque nesse trabalho de reabilitação por meio do estudo e do trabalho? Lima - Sim. A média nacional é a metade do índice que temos em Santa Catarina, que hoje representa 31% dos presos. Além de uma política de reabilitação e de res- ponsabilização importante, essa medida é uma estratégia de segurança prisional, porque quanto mais presos trabalhando e estudando nas unidades, de maneira muito concreta e proporcional nós diminuímos as ocorrências, como conflitos, brigas, fugas e evasões. A tensão diminui muito. Outro ganho é a redução da reincidência. [PE] - É um trabalho que, portanto, deve continuar. Quais as metas? Lima - A nossa intenção é duplicarmos a quantidade de presos trabalhando e es- tudando nos próximos quatro anos. Os aspectos positivos são muito importan- tes! E Santa Catarina é o único estado da Federação em que os presos trabalham e devolvem ao Estado, a título de indeniza- ção, 25% do que recebem das empresas. Ou seja, temos uma grande arrecadação financeira, que deve chegar aos R$ 24 mi- lhões ao final do ano, recursos depositados nos fundos rotativos. Assim, além de des- centralizar o processo de uso dos recursos, porque são regionalizados, ainda se deso- nera o Estado em obras de manutenção da própria atividade laboral. [PE] - Como foi a conversa com o governa- dor Moisés? Que demanda um apresentou ao outro? Lima - Ele tem falado bastante em devolver ao cidadão catarinense serviços públicos de maior qualidade e maior resolutividade. O que houve de entendimento é que a gestão deve ser técnica. Os resultados auferidos ao final da atual gestão devem ser melhorados aofinaldapróxima.Vamosteraindamuitos exercícios de ajustes dos objetivos, porque até aqui tivemos muito pouco tempo, ain- da mais para alguém que está conhecendo de uma só vez toda a estrutura do Estado. [PeloEstado] - Por que acha que foi esco- lhido para permanecer? Paulo Eli - Pelo trabalho que estamos fa- zendo desde fevereiro aqui na Secretaria e porque conhecemos toda a estrutura do Estado. Sou funcionário efetivo da Secre- taria da Fazenda e conheço tudo o que diz respeito às finanças de Santa Catarina e é mais fácil gerenciar quando se conhece o que está gerenciando. De fevereiro até aqui nós modificamos a gestão do fluxo de caixa do Tesouro estadual, modifica- mos a liberação de cotas financeiras, que antes acontecia anualmente e agora é por quadrimestre e cada órgão tem que eco- nomizar para adequara despesa dentro da cota que recebe. Só nessa operação nós conseguimos reduzir bastante o custeio e do Estado. Com a redução da máquina administrativa e dos custos, nós consegui- mos economizar para manter a folha e a dívida pública em dia, e para começar a pagar os fornecedores com os quais tínha- mos dívidas de 2016 e 2017. [PE] - Como se sentiu? Eli - É O coroamento da minha carreira. Entrei no serviço público como datilógrafo na Escola Técnica Federal. Depois passei no concurso de Fiscal de Tributos e traba- lhei em São Miguel do Oeste, em Araran- guá, em Indaial, em Criciúma, até vir para Florianópolis. É o coroamento e, depois, o encerramento. Já tenho tempo de aposen- tadoria e acho que depois vou para casa descansar. [PE] - É um trabalho gratificante? Eli - Muito! Do meu trabalho aqui e, é cla- ro, de todos os servidores da Fazenda, os alunos têm professor na escola e tem escola funcionando; tem hospital, presídio, dele- gacia, quartel, corpo de bombeiros... tudo funcionando porque nós estamos fazendo um bom trabalho aqui. [PE] - Ser filiado ao MDB ajudou? Eli - Não pesou em nada para essa esco- lha. O partido não me indicou e a filiação partidária não interferiu na decisão do go- vernador Moisés. Da mesma forma como já aconteceu com o governador Eduardo Moreira, que conhecia mais o técnico do eu o emedebista. Se o governador Moisés tivesse pedido uma indicação para o par- tido, certamente não seria eu o indicado. [PE] - O que o governador pediu ao senhor em objetivos? Eli - Ele pediu, em primeiro lugar, trans- parência nos processos e que nós sempre digamos a verdade em relação ao que en- contrarmos. E que a sociedade participe dessa transparência, com acesso e aos da- dos e condições de entendimento. Nós te- mos que saber quanto custa um professor em sala de aula, um médico na unidade hospitalar ou um policial nas ruas. E a so- ciedade também precisa ter clareza sobre tudo isso. O Estado entrega muitos servi- ços hoje e a sociedade se angustia porque acha que paga muito em tributos e recebe pouco em troca. Por isso a transparência é importante, para mostrar que o Estado é resolutivo. [PE] - E o que o senhor pediu a ele para ter condições de cumprir esses objetivos? Eli - Confiança. Em primeiro lugar, con- fiança. Em termos práticos, precisamos de mais tecnologia e menos gente. Dois terços do nosso quadro de pessoal estão com tem- po para a aposentadoria, inclusive eu. Nós vamos fazer um redesenho da Secretaria da Fazenda, aproveitando a reforma admi- nistrativa. Ela vai encolher em pontos físi- cos e vai ampliar a presença virtual. Não será mais necessário manter uma repar- tição, porque bastará ao cidadão acionar os serviços pela internet. O atendimento não será mais no balcão, mas no celular. É a desburocratização na prática. Isso já acontece em parte e nós vamos ampliar. Os contadores já são prepostos da Secretaria da Fazenda e trabalham dentro do nos- so sistema. Todas as empresas já emitem nota fiscal dentro do nosso sistema. Isso acontece 24 horas por dia! [PE] - O que o novo governador vai encon- trar em 2019 no que diz respeito às finanças do Estado? Eli - Uma situação muito melhor do que aquela que nós encontramos em fevereiro. Até outubro nós tínhamos restos a pagar de R$ 700 milhões. Mas antes nós tínha- mos perto de R$ 1,5 bilhão de fornecedo- res que não receberam em 2016 e 2017.
  • 8. 8 PublicidadeJornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
  • 9. 9Região Jornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018 a gestão comercial”, alertou. Outro problema que precisa ser enfrentadoéadainadimplência alta no Samae. De acordo com o estudo, as ligações de abastecimento de água na área urbana chegam a 58% da população, e 8% na zona rural. Levando em conta a populaçãototaldomunicípio,o Samaeatendeemtornode45%; já no esgotamento sanitário, o índiceédeapenas26%dazona urbana. O edital e todos os docu- mentos necessários para sua compreensão, estarão a partir desta terça-feira disponíveis no site da prefeitura durante 15 dias,paraqueapopulaçãopossa darsugestões,tirardúvidasefa- zercomentários.Depoisdisso,o edital deve ser lançado oficial- mente, aberto a participação de empresas interessadas de todo o país ou do exterior. AudiênciadiscuteconcessãodoSamae A administração muni- cipal de Sombrio realizou na última sexta-feira, a audiência pública para apresentação do editalquedeveseraberto,para a concessão dos serviços de água e esgoto no município.A intenção, é oferecer o Samae a gestãoprivada,porpelomenos 35 anos. O estudo realizado para servirdebaseaconcessão,foi apresentado pelo engenheiro Ricardo Martins, em reunião que não chegou a lotar a Câ- mara de Vereadores. Oengenheiroapresentou todo o funcionamento do Sa- mae,desdeacaptaçãodeágua em uma lagoa na Guarita, até a fase final do esgotamento Marivânia Farias Sombrio sanitário. Ele lembrou que o PlanoMunicipaldeSaneamento precisaestaradequadoaoPlano de Recursos Hídricos, ainda sendoelaboradopeloComitêde Bacias do Mampituba, iniciado emaisadiantadonoRioGrande do Sul. Mesmo assim, existem metas no plano de saneamento, como a revitalização do ponto de captação, com plantio de mata ciliar onde ela não existe, construçãodecercasparaevitar a aproximação de animais e elevação da barragem de forma a melhorar a lâmina d’água e garantir o abastecimento pelas próximas três décadas e meia. Ricardo avaliou o sistema como estando no ‘zero a zero’. “Hoje o sistema está no limite, em termos de reservação, que nos próximos dois anos deve precisar de mais 500 m3, e outras questões, como subs- tituição de redes e melhorar A inauguração de um trecho da SJS 150, entreaslocalidades de Vila Santa Catarina e São José, lotou o salão comunitário destaúltimacomunidade,nama- nhã de sexta-feira, dia 7. Foram pavimentados2,3quilômetrosda rodovia,deixandooacessoasfal- tadoatéaVilaSantaCatarinaea SC 290. O recurso investido na obrafoidequaseR$1,3milhão, oriundo do Fundo Social. Esta foi a última inaugura- çãodeumanoconsideradocomo positivo pelo prefeito Moacir Teixeira, que estava feliz e emo- cionado.“Estaobratalvezsejaa maior do nosso mandato, e foi conquistada rapidamente junto ao governo do estado”, disse durante o ato oficial. Marivânia Farias São João do Sul Mobilidade urbana InauguradapavimentaçãonaSJS150 Na semana anterior, o go- vernador Eduardo Moreira este- ve em São João participando da inauguração da subestação da Ceprag e percorreu a rodovia, que foi inaugurada simbolica- mente por ele. A festa para a população, porém, aconteceu na sexta. Oprefeitoelogiouovalore arapidezcomqueaobrafoifeita, econtouquemesmoassim,cha- mou duas vezes o responsável pela empresa em seu gabinete, cobrandoagilidade.“Nóstemos esse compromisso com o povo, defazeropossíveleoimpossível para melhorar a qualidade de vidadetodos.Atéaqui,achoque SãoJoãodoSultemmuitooque comemorar”, acrescentou. O vice-prefeito Edson Pe- reiraTrajano,oEdinho,também semostrousatisfeito.“Comessa obra aumenta a facilidade de chegar a Catarina, valoriza os terrenos,aumentaaqualidadede vida.Pramimhojeéumdiamui- to feliz”, enfatizou. O discurso dopresidentedaCâmara,Sérgio LuizdosSantos,querepresentou os vários vereadores presentes, foi no mesmo sentido. “Toda a administração está de parabéns, pois é uma equipe competente. Antes de conseguir o asfalto, o projeto já estava pronto, e veio paraobemdapopulação”. Tratore carrodeboi Geni Alexandre mora desde menina em São José e acompanhou satisfeita a inau- guração. “Ficou muito bom, eu agora não estou trabalhando fora, mas o filho e o marido usam a estrada sempre, e me- lhorou muito”, disse. Geni fez uma cirurgia cardíaca recente- mente e lamentou não poder, por enquanto, andar de bici- cletapelaestradapavimentada. Muita gente anda é de carro de boi e de trator pela comunidadeondemoramapro- ximadamente 100 famílias. A maioria delas é agricultora e alguns resolveram fazer uma homenagem e ao mesmo tempo dar um lembrete as autoridades e motoristas. Eles organizaram um desfile de car- ro de boi e de trator para chegar a inauguração. Roque Matos de Vargas conduzia um dos 19 carros de bois participantes e explicou a manifestação. “A estrada ficou muito boa, mas aqui é tudo agricultor, a gente quer respeito.Disseramqueapolícia poderia vir nos multar por an- dar com o carro de boi, o trator ou a moto usada no cultivo do fumo. Mas é o que temos pra trabalhar, pra ganhar o sustento da família”. A cerimônia de inaugu- ração contou com a presença do deputado federal Ronaldo Benedet, de representantes de deputados estaduais, ex- -prefeitos e vices, e presidentes de várias entidades,comoaApae, CDLeaCeprag,alémdosfreisde São João do Sul e Praia Grande e umpastorevangélico.
  • 10. 10 PublicidadeJornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
  • 11. Perícia (IGP) foram aciona- dos e rapidamente o Corpo de Bombeiro conduziu duas vítimas para o hospital, e outra equipetrabalhouparaapagaras chamasnavegetação.APolícia Militar bloqueou o trânsito por alguns minutos, para ação dos órgãosdesegurança,eempou- co tempo a Celesc conseguiu reestabelecer o fornecimento de energia elétrica para o mu- nícipio de Balneário Gaivota. Wellinton Antônio Se- bastião, de 19 anos, natural de Jacinto Machado, não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente. 11Segurança Jornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018 N a madrugada desta sexta-feira, dia 7, um grave acidente de trânsito parou a Rodovia José Tiscoski, entre Sombrio e Balneário Gaivota, no trecho conhecido como Lomba da Leves, na comu- nidade de Lagoa de Fora. O acidente tirou a vida de um jovem de 19 anos, morador de JacintoMachadoedeixoudois outros feridos. De acordo com as infor- mações colhidas no local, o veículo Chevrolet Agile, com Balneário Gaivota Tragédia Grave acidente tira a vida de jovememBalneárioGaivota placas de Ermo, seguia pela rodovia,sentidoBalneárioGai- vota/Sombrio,quandoomoto- rista perdeu o controle, saiu da pista, caindo em um barranco e colidindo contra um poste de energia elétrica. O carro ficou completamentedestruído,com o forte impacto da colisão, que chegou a quebrar o poste com fios de alta tensão, que estava energizada, provocando um incêndio na vegetação. APolícia Militar de Som- brio e Balneário Gaivota, Polí- ciaCivil,CorpodeBombeiros, Celesc,InstitutoMédicoLegal (IML) e Instituto Geral de Proerd forma 192 alunos no Arroio Motociclista morre em atropelamento Alunos das escolas pú- blicas da rede municipal e estadual de ensino de Bal- neário Arroio do Silva que participaram do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) participaram da formatura e receberam a certificação da Polícia Mi- litar nesta semana. Com o esforço integra- do da Polícia Militar, Secre- tariaMunicipaldeEducação e escolas, foi realizada a formaturade192estudantes da Escola Municipal Jardim Atlântico,EscolaMunicipal Jaira Vieira Borges, Escola Municipal Luiza Tomasi Scaini e da Escola de Edu- O motorista da Empre- saUnião,ValmirdeMacedo Pereira, de 56 anos, morreu em um acidente de trânsito, Arroio do Silva Araranguá cação BásicaApolônio Ireno Cardoso. Além dos certifica- dos, alguns alunos tiveram suas redações escolhidas por sedestacarem,sendopremia- dos e homenageados. Aformatura contou com a presença de autoridades e representantes da Polícia Militar, instrutores do Pro- erd, prefeito Juscelino da na marginal da rodovia BR 101, no bairro Polícia Rodo- viária, em Araranguá. A fatalidade aconteceu nasexta-feira,dia7,porvolta das 16h30min, quando um veículo não identificado coli- Silva Guimarães, secretária deEducação,SilviaMachado Ghellere, diretores das esco- las e demais representantes da educação e da segurança pública. Os pais e familiares lotaram o salão paroquial. OProgramaEducacional de Resistência às Drogas e à Violência é realizado com as turmas dos 5º anos. diu na traseira da motocicleta pilotada por Valmir, que caiu, parou na pista contrária e foi atropelado por um Ford KA. A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu a ca- minho do hospital. RondaPolicial - Na madrugada de quinta-feira, dia 6, em Passo de Torres, a Polícia Militar foi acionada, para atender uma ocorrência de furto no bairro Capão do Cravo.APM foi procurada pelo proprietário deumaresidência,querelatouquechegousuacasaporvoltadas19horasdequarta-feira,dia5,e verificouqueforamarrombadasasportasdafrenteelateraldaresidência.Avítimaconstatouque teve uma TV 52 polegadas, um videogame, da marca Playstation 2 e alguns relógios furtados.A vítima ainda relatou que vizinhos contaram terem visto um veículo, de cor preta, tipo camionete próximo a residência. - Na manhã de quinta-feira, dia 6, por volta das 9 horas, a Polícia Militar de Santa Rosa do Sul foi acionada para prestar apoio ao Samu, na marginal da rodovia BR 101, na comunidade de Vila São Cristóvão, pois uma mulher estaria caminhando sem roupa. A PM ao chegar no local, localizouamulher,quepareciaterdistúrbiospsiquiátricoseque,apóssolicitaçãodaPM,colocou as roupas, que trazia em uma sacola.Aambulância do Samu estava presente no local e conduziu a mulher até o Hospital de Sombrio, para ser medicada. - Em Balneário Gaivota, na manhã de quinta-feira, dia 6, por volta das 9 horas, a Polícia Militar foi acionada, para atender uma ocorrência de furto e dano em um estabelecimento comercial localizado na avenida Beira Mar. A vítima contou aos militares que, ao abrir o escritório de seu restaurante, percebeu que haviam arrombado a janela dos fundos e que foram levados vários objetos do escritório. Foi furtado um computador, dois notebooks, uma câmera digital e uma mala de viagem.
  • 12. 12 PublicidadeJornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
  • 13. 13Publicidade Jornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
  • 14. 14 PublicidadeJornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
  • 15. 09-15-20-24-29-49 03-09-11-21-25-47 CONCURSO 1.875 DUPLA SENA 08/12 04-15-21-41-52 CONCURSO 4.846 QUINA 08/12 Jornal Correio do Sul Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018 11-13-16-24-31-46 CONCURSO 2.105 MEGA SENA 08/12 Porto Alegre O Inter anunciou na manhã deste domingo a reno- vação de contrato do técnico Odair Hellmann por mais uma temporada, até o final de 2019. A diretoria colorada já tinha assinado um "termo de com- promisso" com o treinador e aguardava apenas as eleições do clube, realizadas no sábado, para confirmar a permanência. O pleito garantiu a reeleição do presidente Marcelo Medeiros para um mandato de mais dois anosàfrentedoclube.Oauxiliar Maurício Dulac também seu vínculo renovado. O acordo entre direção e técnico estava alinhavado des- de o início do mês. Conforme apurado pelo GloboEsporte. com,Odairteráumavalorização salarialconsiderável,comacrés- cimo de mais de 100% em seus vencimentos mensais atuais. A cifra acordada é considerada dentrodospadrõesdemercado. Tambémestãoprevistaspremia- ções por objetivos alcançados, Após eleições, Inter anuncia renovação de contrato do técnico Odair Hellmann Léo Moura aguarda nova reunião para renovar com o Grêmio: "Otimista demais" Com o contrato a encer- rar neste mês, o lateral Léo Mourateráumanovareunião com o Grêmio para renovar por mais um ano. O jogador declarou,durantejogofestivo de Emerson Sheik, na noite de sexta-feira, estar otimista comorumodasnegociaçõese comentousobreotrabalhodo técnico Renato Gaúcho. —Teveoprimeiroconta- to na segunda-feira. Está para acontecer mais um semana que vem para que a gente possadecidire,seDeusquiser, que eu possa curtir as minhas férias com a cabeça tranquila — disse o lateral. Já foram duas tempora- dasvestindoacamisatricolor, com três títulos conquistados: Libertadores, Recopa e Gau- Porto Alegre chão.Aotodo,Léotem76jogos e quatro gols marcados. E se dependerdojogador,atendência é que esses números aumentem e que se aposente próximo à metade de 2020. — Estou otimista demais. Até porque foi um ano bastante positivo para o clube, jogando com a camisa do Grêmio mais uma vez. Meu pensamento é jogar2019e,quemsabe,metade dopróximoano.Umanoemeio jáestádebomtamanhotambém. Aindatenholenhaparaqueimar. E ainda falta jogador. Por isso estou dando uma continuidade —projetouoatleta.AlémdeLéo Moura,oGrêmiotematualmen- teparaalateraldireitaLeonardo, que terminou a temporada com status de titular, e Madson, con- tratado junto aoVasco, mas que não engrenou em 2018. com base no valor do salário, além de uma cláusula de opção de renovação por mais uma temporada, até o fim de 2020. A prorrogação não é automá- tica e só será exercida se for do interesse de clube e treinador. –Ficomuitohonradocom a continuidade do trabalho e por seguir construindo minha história dentro de um clube do tamanho do Inter. Meu agrade- cimento à direção, aos atletas e aos profissionais do clube, pois só tivemos um bom 2018 pelotrabalhodetodos.Teremos grandes desafios em 2019 e, como foi nesta temporada, ter o torcedor ao nosso lado fará a diferença novamente. Não fal- tará empenho, trabalho e muita dedicação nossa para termos umagrandetemporada–desta- couOdairaositeoficialdoInter.
  • 16. SEGUNDA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2018