Formação TIC nivel1

571 visualizações

Publicada em

Trabalho para avaliação da formação

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
571
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
107
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Formação TIC nivel1

  1. 1. Formação TIC nível 1 Acilina Pereira 15 de Julho de 2011
  2. 2. Índice:— Onde estamos— Quem somos— Regime de funcionamento e estrutura organizacional  Horário  Sala de aula  Fora da sala de aula— Organização e gestão curricular— Organização e avaliação das aprendizagens
  3. 3. Onde estamos…. Escola Básica da BrejoeiraUnidade Especializada de Apoio àMultideficiência e surdocegueiracongénita
  4. 4. Quem somosA Unidade Especializada de Apoio àMultideficiência e SurdocegueiraCongénita (UEAMSC)Está sediada na Escola Básica daBrejoeira, pertencente ao AgrupamentoVertical de Escolas de Azeitão
  5. 5. Quem somos(continuação)É uma unidade estruturadaintegrada num estabelecimentode educação de ensinopúblico, assumindo-se comounidade de referência nascompetências da Educaçãoespecial, incluindo estratégias emetodologias de intervençãointerdisciplinares etransdisciplinares.
  6. 6. Quem somos(continuação)São parceiros fundamentais, o Centro derecursos educativos da APPACDM deSetúbal, a Câmara Municipal de Setúbal eas juntas de freguesia de S. Lourenço e S. Simão.E todas as Instituições existentes nacomunidade que possam partilhar osobjectivos e os Princípios da UnidadeEspecializada de Apoio à Multideficiência esurdocegueira Congénita.
  7. 7. Quem somos(continuação)A Unidade Especializada de Apoio àMultideficiência e Surdocegueira Congénitapresta apoio a alunos que possam:“apresentar acentuadas limitações nodomínio cognitivo, associadas alimitações no domínio motor e/ousensorial (visão ou audição), e quepodem ainda necessitar de cuidados desaúde específicos.
  8. 8. Quem somos(continuação)Estas limitações impedem a interacçãonatural com o ambiente, colocando emgrave risco o acesso aodesenvolvimento e à aprendizagem”,(Orelove, Sobesey e Siberman, 2004;Saramago, et al, 2004-3)
  9. 9. Regime de funcionamento e estruturaorganizacional Dotada de doisHorário docentes especializados Entrada Saída em educação 8.30 12.30 especial e de 13.30 15.30 duas assistentes operacionais.
  10. 10. Sala de aula(continuação)Todos os dias vamosà sala de aulatrabalhar com oscolegas de turma.
  11. 11. Fora da sala de aula(continuação)Também recebemosvisitas convidadasno recinto da escola:estas visitas têmquatro patas!
  12. 12. Fora da sala de aula (continuação) Foi divertido!
  13. 13. Organização e gestãocurricularA unidade Especializada de apoio àmultidificiência e surdocegueiracongénita disponibiliza um conjunto derespostas Educativas e formativascapazes de responder às necessidadesEducativas da população alvo, de formaa melhorar o bem estar físico emocionale aquisição de competências especificasde cada aluno que a frequenta:
  14. 14. Organização e gestãocurricular (continuação)PsicologiaTerapia da FalaPsicomotricidadeFisioterapiaActividades de participação Inclusiva (nasala de aula e na UEAMSC)Treino de AlimentaçãoTreino de ComunicaçãoTreino de HigieneTreino de Autonomia
  15. 15. Produzimos muitas coisas!
  16. 16. Organização e avaliaçãodas aprendizagensAs actividades a desenvolver no âmbitocurricular pela Unidade Especializada deapoio à Multideficiência e SurdocegueiraCongénita devem responder àsnecessidades individuais dos alunos quea frequentam, assim como os seusinteresses, desejos e perspectivasfamiliares de inserção social e futuras;
  17. 17. Organização e avaliação dasaprendizagens (continuação)O desenho curricular comum, os CurrículosEspecíficos Individuais assim como osPlanos Individuais de Transição, de cadaaluno(a) devem: Organizar-se com base numa perspectiva funcional das aprendizagens a adquirir e das competências a desenvolver;
  18. 18. Organização e avaliaçãodas aprendizagens(continuação) Proporcionar experiências de aprendizagem significativas organizadas e diversificadas; Promover a autonomia dos alunos, nomeadamente na realização das actividades de vida diária.
  19. 19. Organização e avaliação dasaprendizagens (continuação)Proporcionar oportunidades para que osalunos possam apropriar-se deinformação no presente e no futuro;Assegurar a participação activa nacomunidade;Criar oportunidades para os alunos/asparticiparem em actividades no mesmocontexto educativo que os pares semnecessidades especiais, sempre queestas se revelem fonte de aprendizagenssignificativas;
  20. 20. Organização e avaliaçãodas aprendizagens(continuação)Atender às prioridades definidas pelafamília;Promover a participação dos alunos nasactividades desenvolvidas com os seuspares de acordo com a planificaçãoelaborada com os docentes titulares daturma;
  21. 21. Organização e avaliaçãodas aprendizagensProporcionar a utilização detecnologias de apoio adequadas àsnecessidades individuais de cadaaluno, de modo a facilitar o acesso àcomunicação, à informação e àpromoção da sua autonomia.
  22. 22. Organização e avaliação das aprendizagens (continuação)Na organização dasaprendizagens, nomeadamente nos momentosde reestruturação dos Programas EducativosIndividuais e dos Currículos EspecíficosIndividuais, será fundamental considerar:A avaliação contínua, tendo por base aavaliação transdisciplinar de todos os técnicosenvolvidos no processo e a participação dospais e dos encarregados de educação;
  23. 23. Organização e avaliação dasaprendizagens (continuação)A realização de uma avaliação formal, nofinal de cada período do ano escolar e deuma avaliação global no final de cadaano lectivo.
  24. 24. Organização e avaliaçãodas aprendizagens(continuação)Nesses momentos proceder-se-á àavaliação dos PEIs e dos CEIs.Extraordinariamente os processos deavaliação poderão ser realizadossempre que se considere necessária aadoção de alterações nos processoseducativos.
  25. 25. Visite-nos emhttp://moodle.eps azeitao.rcts.pt

×