24cleidetavares

327 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
327
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

24cleidetavares

  1. 1. PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA CADEIA PRODUTIVA DA CASTANHA-DO-BRASIL NO BAIXO AMAZONAS PDCC-BAIXO AMAZONAS COMPONENTES DO PROGRAMA Cleide Tavares
  2. 2. Componente I governança e gestão do programaÁrea de Intervenção: Implementação do sistema de Governança Participativo do PDCC-BAIXO AMAZONAS junto aos parceiros ecomunidades extrativistas, para fortalecimento da rede de atores locais da cadeia de castanha. Sensibilização e mobilização dos parceiros, comunidades extrativistas, empresários, e Governos Municipal, Estadual Atividade 1.1 e Federal; Atividade 1.2 Criação e formalização do Grupo Gestor do PDCC – Baixo Amazonas; Atividade 1.3 Oficinas Planejamento e Nivelamentos dos avanços do Programa para os participantes do Grupo Gestor; Atividade 1.4 Elaboração e produção de relatórios trimestrais e anuais da evolução do programa; Participação da equipe de gestão em eventos nacionais e internacionais para cooperação técnica de experiências Atividade 1.5 sobre o setor; Atividade 1.6 Criação e produção de material instrucional e de divulgação do programa;Área de Intervenção: Gestão técnica, administrativa e financeira Atividade 1.7 Coordenação técnica do Programa; Atividade 1.8 Coordenação administrativa e de prestação de conta; Atividade 1.9 Coordenação financeira; Atividade 1.10 Auditoria externa.
  3. 3. Componente II : levantamento dos recursos naturais SOCIO-ECONÔMICOS DAS ÁREAS SOB DOMÍNIO dos castanhais Área de Intervenção: Levantamentos técnicos-cientificos para fundamentação do programa de desenvolvimento da cadeia produtiva da castanha-do-brasil no Baixo Amazonas. Sistematização de dados disponíveis sobre a socioeconômica e as características técnicas dos castanhais e sua Atividade 2.1 disponibilidade; Inventário florestal das áreas de produção, identificação das áreas potenciais para expansão de coleta e definição Atividade 2.2 da capacidade dos estoques dos castanhais; Atividade 2.3 Mapeamento georeferenciado dos castanhais em exploração; Cadastramento socioeconômico georeferenciado das famílias integrantes das comunidades extrativistas e Atividade 2.4 levantamento das questões de regularização fundiária; Atividade 2.5 Levantamento de áreas desmatadas e/ou degradadas nas propriedades dos extrativistas de castanha; Atividade 2.6 Levantamento da cadeia de valor da castanha; Atividade 2.7 Divulgação do resultado das pesquisas.
  4. 4. Componente IIi :Fortalecimento da capacidade operacional, produtiva e gerencial dos integrantes da cadeia Área de Intervenção: Melhoria do processo gerencial e produtivo dos componentes da cadeia produtiva da castanha para assegurar a inovação e competitividade do sistema de produção. Atividade 3.1 Associativismo Empresarial – Fortalecimento e instrumentalização das entidades de representação empresarial Assistência técnica e gerencial direta às empresas Sub-atividades: ü Assistência tecnológica e inovação; ü Capacitação Gerencial: Planejamento Estratégico, Custos, Gestão Financeira, Gestão de Inovação e Marketing; Atividade 3.2 ü Desenvolvimento de novos produtos e subprodutos e verticalização da produção; ü Aplicação do PAS; ü Preparação para as certificações HCCP e ISO; ü Inovação e designe de embalagens; ü Gestão florestal e ambiental. Atividade 3.3 Associativismo Comunitário - Fortalecimento e instrumentalização das entidades de representação comunitárias; Assistência técnica e gerencial direta as comunidades extrativistas Sub-atividades: ü Assistência tecnológica e inovação; Atividade 3.4 ü Capacitação Gerencial: Organização Social e Formas Associativas, Planejamento Estratégico, Custos, Gestão Financeira; ü Boas práticas de manejo; ü Aplicação do PAS; ü Gestão florestal e ambiental;
  5. 5. Componente IIi : Fortalecimento da capacidade operacional, produtiva e gerencial dos integrantes da cadeiaÁrea de Intervenção: Implantação e Operacionalização do Sistema de Inteligência de Mercado Atividade 3.5 Implantação e operacionalização do Sistema de Inteligência de Mercado; Acesso a novos mercados – participação de feiras nacionais e internacionais, participação de workshop tecnológico, Atividade 3.6 visitas técnicas e rodadas de negócios; Atividade 3.7 Criação e confecção de folders, catálogos e material promocional;Área de Intervenção: Criação e operacionalização da Rede Assistência Técnica Florestal para os Castanhais e áreas de recomposição da castanha. Criação do centro de Referência da Castanha do Brasil (Conceber tecnologia, incubação, Assistência Técnica, Atividade 3.8 capacitação profissional e formação) Atividade 3.9 Capacitação/ treinamento da equipe de ATER Florestal Atividade 3.10 Implantação e operacionalização do serviço de ATER. Eventos e encontros periódicos de profissionais de ATER, extrativistas, pesquisadores e empresários de Atividade 3.11 conhecimento e informações tecnológicas. Atividade 3.12 Elaboração e confecção de cartilhas e material instrucionalÁrea de Intervenção: Recuperação de áreas degradadas com plantações de castanha-do-brasil em consórcio com outras espécies(Sistemas Agroflorestais) Coleta de sementes com matrizes produtivas, construção de viveiros e produção de mudas para plantio em áreas Atividade 3.13 degradadas
  6. 6. Componente Iv : Fortalecimento das ASSOCIAÇÕES E Comunidades ExtrativistasÁrea de Intervenção: Organização social e melhorias das práticas de gestão associativas e construção de um novo modelo de inserção nomercado. Atividade 4.1 Consultoria organizacional das Associações Comunitárias; Atividade 4.2 Estruturação do sistema Gerencial das Associações Comunitárias; Atividade 4.3 Capacitação de multiplicadores locais de gestão florestal e ambiental. Campanhas para valorização dos potenciais culturais ligados a castanha e promoção do uso sustentável da Atividade 4.4 floresta. Criação de sistema coletivo de aquisição e distribuição de gêneros de primeira necessidade e insumos para Atividade 4.5 produção. Identificação de potenciais atividades agrícolas para soberania alimentar e complementação de renda das famílias Atividade 4.6 que se adéqüem a realidade e costumes locais Criação e implantação de instrumentos de formalização do processo de compra e venda de castanha, entre os Atividade 4.7 associados e as associações, assim como, junto aos compradores de castanha. Atividade 4.8 Criação e implementação de um projeto piloto de Banco Comunitário
  7. 7. Componente V implantação e adaptação de infra-estrutura e logística para a atividade da castanhaÁrea de Intervenção: Melhoria da infra-estrutura de seleção, secagem, armazenamento e logística nas comunidades extrativistas atividade 5.1 Planejamento logístico das áreas de colheita, transporte e armazenamento do produto; Atividade 5.2 Implantação e adequação dos armazéns/entrepostos (sistema de secagem e armazenamento da castanha); Atividade 5.3 Aquisição de meios de transporte adequados para assegurar a colheita e escoamento; Atividade 5.4 Aquisição de mobiliário e equipamentos para escritório das associações comunitárias ; Atividade 5.5 Aquisição e implementação de serviços de comunicação de dados e voz.
  8. 8. Componente Vi acesso a políticas públicas e disseminação de boas práticasÁrea de Intervenção: Acesso as políticas públicas e financiamentos para competitividade do setor Atividade 6.1 Projetos para a competitividade do setor industrial ( Ex: PIF)Área de Intervenção: Acesso aos programas de inovação e cultura exportadora para as Empresas do setor Atividade 6.2 Projeto piloto para a inovaçãoÁrea de Intervenção: Acesso as políticas públicas regularização fundiária, de produção, comercialização e financiamentos para as ComunidadesExtrativistas Atividade 6.3 Implantação do Programa de Regularização Fundiária e Bolsa Verde; Fortalecer a participação da Castanha do Brasil na Política de Preços Mínimos (PGPM) e Ampliação dos Limites Atividade 6.4 de Subvenção; Estratégias nos níveis microrregionais, estadual e nacional para inclusão nos mercados institucionais (PAA - Atividade 6.5 Merenda Escolar, Compra antecipada com doação entre outros); Desenvolver um sistema de informações em apoio para acessar incentivos federais, estaduais e municipais Atividade 6.6 como o PRONAF – disponibilizar e orientar a elaboração de propostas e organização da documentação necessária para o acesso ao serviço financeiro; Desenvolver o projeto e certificação de Identificação Geográfica da castanha-do-brasil e projeto de certificação Atividade 6.7 de Fair Trade, criação do selo Regional;Área de Intervenção: Transferência da experiência para outros Estados Atividade 6.8 Realização de eventos envolvendo Sudeste, Nordeste e Baixo Tocantins do Pará, Amapá, Amazonas, Rondônia e Acre. Transferência da experiência do projeto para Sudeste, Nordeste e Baixo Tocantins do Pará, Amapá, Amazonas, Rondônia e Atividade 6.9 Acre.
  9. 9. Componente VIi Monitoramento e divulgação dos resultadosÁrea de Intervenção: Monitoramento das ações do programa Atividade 7.1 Definição das linhas de base de informações do Programa e da sistematização dos dados do Programa; Implantação de um sistema de monitoramento das atividades e resultados, incluindo capacitação da equipe do projeto Atividade 7.2 para medições e análise de dados; Atividade 7.3 Medições e análises periódicas;Área de Intervenção: Divulgação da Experiência Atividade 7.4 Seminários e eventos locais de disseminação e intercâmbio; Atividade 7.5 Participação em eventos externos sobre temas correlatos ao Programa. Atividade 7.6 Sistematização e validação da experiência; Atividade 7.7 Realização de uma conferência internacional; Atividade 7.8 Criação e Manutenção do site de informações do programa; Atividade 7.9 Campanha de Divulgação do PDCC – Baixo Amazonas;
  10. 10. CLEIDE TAVAREScleidecftavares@gmail.com aicomexpa@gmail.com (91) 9180-9471

×