SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA CADEIA
   PRODUTIVA DA CASTANHA-DO-BRASIL
         NO BAIXO AMAZONAS

        PDCC-BAIXO AMAZONAS


                COMPONENTES DO PROGRAMA




                          Cleide Tavares
Componente I
                                                       governança e gestão do programa




Área de Intervenção: Implementação do sistema de Governança Participativo do PDCC-BAIXO AMAZONAS junto aos parceiros e
comunidades extrativistas, para fortalecimento da rede de atores locais da cadeia de castanha.


                       Sensibilização e mobilização dos parceiros, comunidades extrativistas, empresários, e Governos Municipal, Estadual
    Atividade 1.1
                       e Federal;

    Atividade 1.2      Criação e formalização do Grupo Gestor do PDCC – Baixo Amazonas;

    Atividade 1.3      Oficinas Planejamento e Nivelamentos dos avanços do Programa para os participantes do Grupo Gestor;

    Atividade 1.4      Elaboração e produção de relatórios trimestrais e anuais da evolução do programa;

                        Participação da equipe de gestão em eventos nacionais e internacionais para cooperação técnica de experiências
    Atividade 1.5
                       sobre o setor;

    Atividade 1.6      Criação e produção de material instrucional e de divulgação do programa;
Área de Intervenção: Gestão técnica, administrativa e financeira
    Atividade 1.7      Coordenação técnica do Programa;
    Atividade 1.8      Coordenação administrativa e de prestação de conta;
    Atividade 1.9      Coordenação financeira;
   Atividade 1.10      Auditoria externa.
Componente II :
    levantamento dos recursos naturais SOCIO-
ECONÔMICOS DAS ÁREAS SOB DOMÍNIO dos castanhais
 Área de Intervenção: Levantamentos técnicos-cientificos para fundamentação do programa de desenvolvimento da cadeia produtiva
 da castanha-do-brasil no Baixo Amazonas.


                       Sistematização de dados disponíveis sobre a socioeconômica e as características técnicas dos castanhais e sua
     Atividade 2.1
                      disponibilidade;



                      Inventário florestal das áreas de produção, identificação das áreas potenciais para expansão de coleta e definição
     Atividade 2.2
                      da capacidade dos estoques dos castanhais;


     Atividade 2.3    Mapeamento georeferenciado dos castanhais em exploração;


                      Cadastramento socioeconômico georeferenciado das famílias integrantes das comunidades extrativistas e
     Atividade 2.4
                      levantamento das questões de regularização fundiária;




     Atividade 2.5    Levantamento de áreas desmatadas e/ou degradadas nas propriedades dos extrativistas de castanha;


     Atividade 2.6    Levantamento da cadeia de valor da castanha;

     Atividade 2.7    Divulgação do resultado das pesquisas.
Componente IIi :
Fortalecimento da capacidade operacional, produtiva e gerencial dos
                      integrantes da cadeia

  Área de Intervenção: Melhoria do processo gerencial e produtivo dos componentes da cadeia produtiva da castanha para assegurar a inovação e competitividade do
  sistema de produção.

        Atividade 3.1        Associativismo Empresarial – Fortalecimento e instrumentalização das entidades de representação empresarial


                                 Assistência técnica e gerencial direta às empresas
                                 Sub-atividades:
                             ü   Assistência tecnológica e inovação;
                             ü   Capacitação Gerencial: Planejamento Estratégico, Custos, Gestão Financeira, Gestão de Inovação e Marketing;
        Atividade 3.2        ü   Desenvolvimento de novos produtos e subprodutos e verticalização da produção;
                             ü   Aplicação do PAS;
                             ü   Preparação para as certificações HCCP e ISO;
                             ü   Inovação e designe de embalagens;
                             ü   Gestão florestal e ambiental.


        Atividade 3.3        Associativismo Comunitário - Fortalecimento e instrumentalização das entidades de representação comunitárias;


                                 Assistência técnica e gerencial direta as comunidades extrativistas
                                 Sub-atividades:
                            ü    Assistência tecnológica e inovação;
        Atividade 3.4       ü    Capacitação Gerencial: Organização Social e Formas Associativas, Planejamento Estratégico, Custos, Gestão Financeira;
                            ü    Boas práticas de manejo;
                             ü   Aplicação do PAS;
                             ü   Gestão florestal e ambiental;
Componente IIi :
      Fortalecimento da capacidade operacional, produtiva e gerencial dos
                            integrantes da cadeia


Área de Intervenção: Implantação e Operacionalização do Sistema de Inteligência de Mercado

   Atividade 3.5      Implantação e operacionalização do Sistema de Inteligência de Mercado;
                      Acesso a novos mercados – participação de feiras nacionais e internacionais, participação de workshop tecnológico,
   Atividade 3.6
                     visitas técnicas e rodadas de negócios;
   Atividade 3.7      Criação e confecção de folders, catálogos e material promocional;
Área de Intervenção: Criação e operacionalização da Rede Assistência Técnica Florestal para os Castanhais e áreas de recomposição da
              castanha.

                     Criação do centro de Referência da Castanha do Brasil (Conceber tecnologia, incubação, Assistência Técnica,
   Atividade 3.8
                     capacitação profissional e formação)
   Atividade 3.9     Capacitação/ treinamento da equipe de ATER Florestal
   Atividade 3.10    Implantação e operacionalização do serviço de ATER.
                     Eventos e encontros periódicos de profissionais de ATER, extrativistas, pesquisadores e empresários de
   Atividade 3.11
                     conhecimento e informações tecnológicas.
    Atividade 3.12   Elaboração e confecção de cartilhas e material instrucional
Área de Intervenção: Recuperação de áreas degradadas com plantações de castanha-do-brasil em consórcio com outras espécies
(Sistemas Agroflorestais)
                     Coleta de sementes com matrizes produtivas, construção de viveiros e produção de mudas para plantio em áreas
   Atividade 3.13
                     degradadas
Componente Iv :
                 Fortalecimento das ASSOCIAÇÕES E Comunidades
                                  Extrativistas

Área de Intervenção: Organização social e melhorias das práticas de gestão associativas e construção de um novo modelo de inserção no
mercado.

   Atividade 4.1     Consultoria organizacional das Associações Comunitárias;
   Atividade 4.2     Estruturação do sistema Gerencial das Associações Comunitárias;
   Atividade 4.3     Capacitação de multiplicadores locais de gestão florestal e ambiental.

                     Campanhas para valorização dos potenciais culturais ligados a castanha e promoção do uso sustentável da
   Atividade 4.4
                     floresta.

                     Criação de sistema coletivo de aquisição e distribuição de gêneros de primeira necessidade e insumos para
   Atividade 4.5
                     produção.


                     Identificação de potenciais atividades agrícolas para soberania alimentar e complementação de renda das famílias
   Atividade 4.6
                     que se adéqüem a realidade e costumes locais



                     Criação e implantação de instrumentos de formalização do processo de compra e venda de castanha, entre os
   Atividade 4.7
                     associados e as associações, assim como, junto aos compradores de castanha.


   Atividade 4.8     Criação e implementação de um projeto piloto de Banco Comunitário
Componente V
         implantação e adaptação de infra-estrutura e logística para a
                           atividade da castanha



Área de Intervenção: Melhoria da infra-estrutura de seleção, secagem, armazenamento e logística nas comunidades extrativistas



    atividade 5.1   Planejamento logístico das áreas de colheita, transporte e armazenamento do produto;



    Atividade 5.2    Implantação e adequação dos armazéns/entrepostos (sistema de secagem e armazenamento da castanha);




    Atividade 5.3    Aquisição de meios de transporte adequados para assegurar a colheita e escoamento;



    Atividade 5.4    Aquisição de mobiliário e equipamentos para escritório das associações comunitárias ;


    Atividade 5.5    Aquisição e implementação de serviços de comunicação de dados e voz.
Componente Vi
                  acesso a políticas públicas e disseminação de boas práticas
Área de Intervenção: Acesso as políticas públicas e financiamentos para competitividade do setor
     Atividade 6.1      Projetos para a competitividade do setor industrial ( Ex: PIF)

Área de Intervenção: Acesso aos programas de inovação e cultura exportadora para as Empresas do setor

     Atividade 6.2      Projeto piloto para a inovação
Área de Intervenção: Acesso as políticas públicas regularização fundiária, de produção, comercialização e financiamentos para as Comunidades
Extrativistas


     Atividade 6.3       Implantação do Programa de Regularização Fundiária e Bolsa Verde;


                        Fortalecer a participação da Castanha do Brasil na Política de Preços Mínimos (PGPM) e Ampliação dos Limites
     Atividade 6.4
                        de Subvenção;
                         Estratégias nos níveis microrregionais, estadual e nacional para inclusão nos mercados institucionais (PAA -
     Atividade 6.5
                        Merenda Escolar, Compra antecipada com doação entre outros);

                        Desenvolver um sistema de informações em apoio para acessar incentivos federais, estaduais e municipais
     Atividade 6.6      como o PRONAF – disponibilizar e orientar a elaboração de propostas e organização da documentação necessária
                        para o acesso ao serviço financeiro;

                        Desenvolver o projeto e certificação de Identificação Geográfica da castanha-do-brasil e projeto de certificação
     Atividade 6.7
                        de Fair Trade, criação do selo Regional;
Área de Intervenção: Transferência da experiência para outros Estados

     Atividade 6.8      Realização de eventos envolvendo Sudeste, Nordeste e Baixo Tocantins do Pará, Amapá, Amazonas, Rondônia e Acre.


                        Transferência da experiência do projeto para Sudeste, Nordeste e Baixo Tocantins do Pará, Amapá, Amazonas, Rondônia e
     Atividade 6.9
                        Acre.
Componente VIi
                                   Monitoramento e divulgação dos resultados



Área de Intervenção: Monitoramento das ações do programa

    Atividade 7.1     Definição das linhas de base de informações do Programa e da sistematização dos dados do Programa;


                      Implantação de um sistema de monitoramento das atividades e resultados, incluindo capacitação da equipe do projeto
    Atividade 7.2
                      para medições e análise de dados;


    Atividade 7.3     Medições e análises periódicas;

Área de Intervenção: Divulgação da Experiência

    Atividade 7.4     Seminários e eventos locais de disseminação e intercâmbio;

    Atividade 7.5     Participação em eventos externos sobre temas correlatos ao Programa.

    Atividade 7.6     Sistematização e validação da experiência;

    Atividade 7.7     Realização de uma conferência internacional;

    Atividade 7.8     Criação e Manutenção do site de informações do programa;

    Atividade 7.9     Campanha de Divulgação do PDCC – Baixo Amazonas;
CLEIDE TAVARES

cleidecftavares@gmail.com
  aicomexpa@gmail.com

     (91) 9180-9471

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Parcial de "Melina Urbani y Carina Chas" presentación
Parcial de "Melina Urbani y Carina Chas" presentación Parcial de "Melina Urbani y Carina Chas" presentación
Parcial de "Melina Urbani y Carina Chas" presentación
Melina Urbani
 
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
A sociedade europeia nos séculos ix a xiiA sociedade europeia nos séculos ix a xii
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
antoniopedropinheiro
 
Aposta quantos grãos tem a praia de matosinhos física e química
Aposta quantos grãos tem a praia de matosinhos   física e químicaAposta quantos grãos tem a praia de matosinhos   física e química
Aposta quantos grãos tem a praia de matosinhos física e química
antoniopedropinheiro
 
Piracaia- Projeto Reciclagem
Piracaia- Projeto ReciclagemPiracaia- Projeto Reciclagem
Piracaia- Projeto Reciclagem
sandrarrfichera
 
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
A sociedade europeia nos séculos ix a xiiA sociedade europeia nos séculos ix a xii
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
antoniopedropinheiro
 

Destaque (19)

Parcial de "Melina Urbani y Carina Chas" presentación
Parcial de "Melina Urbani y Carina Chas" presentación Parcial de "Melina Urbani y Carina Chas" presentación
Parcial de "Melina Urbani y Carina Chas" presentación
 
Dia da-mulher
Dia da-mulherDia da-mulher
Dia da-mulher
 
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
A sociedade europeia nos séculos ix a xiiA sociedade europeia nos séculos ix a xii
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
 
37.março 2012 revista
37.março 2012 revista37.março 2012 revista
37.março 2012 revista
 
Aposta quantos grãos tem a praia de matosinhos física e química
Aposta quantos grãos tem a praia de matosinhos   física e químicaAposta quantos grãos tem a praia de matosinhos   física e química
Aposta quantos grãos tem a praia de matosinhos física e química
 
Pizarradigital power-point
Pizarradigital power-pointPizarradigital power-point
Pizarradigital power-point
 
Turismo iguazú
Turismo iguazúTurismo iguazú
Turismo iguazú
 
Una realidad vital
Una realidad vitalUna realidad vital
Una realidad vital
 
Tesis completa xavier fuentes bayne
Tesis completa xavier fuentes bayneTesis completa xavier fuentes bayne
Tesis completa xavier fuentes bayne
 
Interesses dos alunos
Interesses dos alunosInteresses dos alunos
Interesses dos alunos
 
Piracaia- Projeto Reciclagem
Piracaia- Projeto ReciclagemPiracaia- Projeto Reciclagem
Piracaia- Projeto Reciclagem
 
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
A sociedade europeia nos séculos ix a xiiA sociedade europeia nos séculos ix a xii
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
 
WEBINAR Compromisos climáticos - INDC de Perú
WEBINAR Compromisos climáticos - INDC de PerúWEBINAR Compromisos climáticos - INDC de Perú
WEBINAR Compromisos climáticos - INDC de Perú
 
Presentacion ondas
Presentacion ondasPresentacion ondas
Presentacion ondas
 
Webs ale leo cod aw gta
Webs ale leo cod aw gtaWebs ale leo cod aw gta
Webs ale leo cod aw gta
 
1.5MW Curriculm
1.5MW Curriculm1.5MW Curriculm
1.5MW Curriculm
 
O Cristo, o Papa e a Igreja
O Cristo, o Papa e a IgrejaO Cristo, o Papa e a Igreja
O Cristo, o Papa e a Igreja
 
Mazinha (242)
Mazinha (242)Mazinha (242)
Mazinha (242)
 
Matriz estrategias de_aprendizaje - mcpo
Matriz estrategias de_aprendizaje - mcpoMatriz estrategias de_aprendizaje - mcpo
Matriz estrategias de_aprendizaje - mcpo
 

Semelhante a 24cleidetavares

Presentazione maria cristinamilani mdic pt
Presentazione maria cristinamilani mdic ptPresentazione maria cristinamilani mdic pt
Presentazione maria cristinamilani mdic pt
Brasil_Proximo
 
Manual de orientações_para_concepção_de_projetos_agroindustriais (1)
Manual de orientações_para_concepção_de_projetos_agroindustriais (1)Manual de orientações_para_concepção_de_projetos_agroindustriais (1)
Manual de orientações_para_concepção_de_projetos_agroindustriais (1)
Claudio Inacio Schuck
 
GestãO AgríCola
GestãO AgríColaGestãO AgríCola
GestãO AgríCola
minasinvest
 
GestãO AgríCola
GestãO AgríColaGestãO AgríCola
GestãO AgríCola
minasinvest
 
Áreas Técnicas do CIESP
Áreas Técnicas do CIESPÁreas Técnicas do CIESP
Áreas Técnicas do CIESP
ciespfranca
 
Projeto modelo pbsm (reparado) aves
Projeto modelo pbsm (reparado) avesProjeto modelo pbsm (reparado) aves
Projeto modelo pbsm (reparado) aves
Rosaria Miranda
 
Presentazione alessia benizzi rer pt
Presentazione alessia benizzi  rer ptPresentazione alessia benizzi  rer pt
Presentazione alessia benizzi rer pt
Brasil_Proximo
 

Semelhante a 24cleidetavares (20)

Presentazione maria cristinamilani mdic pt
Presentazione maria cristinamilani mdic ptPresentazione maria cristinamilani mdic pt
Presentazione maria cristinamilani mdic pt
 
Conferência Ethos 360°: Tatiana Trevisan
Conferência Ethos 360°: Tatiana TrevisanConferência Ethos 360°: Tatiana Trevisan
Conferência Ethos 360°: Tatiana Trevisan
 
Manual de orientações_para_concepção_de_projetos_agroindustriais (1)
Manual de orientações_para_concepção_de_projetos_agroindustriais (1)Manual de orientações_para_concepção_de_projetos_agroindustriais (1)
Manual de orientações_para_concepção_de_projetos_agroindustriais (1)
 
Pesquisa, desenvolvimento e inovações em face de ameaças sanitárias para a ag...
Pesquisa, desenvolvimento e inovações em face de ameaças sanitárias para a ag...Pesquisa, desenvolvimento e inovações em face de ameaças sanitárias para a ag...
Pesquisa, desenvolvimento e inovações em face de ameaças sanitárias para a ag...
 
GestãO AgríCola
GestãO AgríColaGestãO AgríCola
GestãO AgríCola
 
GestãO AgríCola
GestãO AgríColaGestãO AgríCola
GestãO AgríCola
 
Pdp ps evento xii fimai
Pdp ps evento xii fimaiPdp ps evento xii fimai
Pdp ps evento xii fimai
 
Diálogos Transversais 2: Solange Leite (Renova Energia)
Diálogos Transversais 2: Solange Leite (Renova Energia)Diálogos Transversais 2: Solange Leite (Renova Energia)
Diálogos Transversais 2: Solange Leite (Renova Energia)
 
Índice e indicadores de sustentabilidade de produtos agropecuários: uma base ...
Índice e indicadores de sustentabilidade de produtos agropecuários: uma base ...Índice e indicadores de sustentabilidade de produtos agropecuários: uma base ...
Índice e indicadores de sustentabilidade de produtos agropecuários: uma base ...
 
Áreas Técnicas do CIESP
Áreas Técnicas do CIESPÁreas Técnicas do CIESP
Áreas Técnicas do CIESP
 
Ambipor III - Apresentação do Projeto.pdf
Ambipor III - Apresentação do Projeto.pdfAmbipor III - Apresentação do Projeto.pdf
Ambipor III - Apresentação do Projeto.pdf
 
Projeto modelo pbsm (reparado) aves
Projeto modelo pbsm (reparado) avesProjeto modelo pbsm (reparado) aves
Projeto modelo pbsm (reparado) aves
 
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externo
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externoInternacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externo
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externo
 
Presentazione alessia benizzi rer pt
Presentazione alessia benizzi  rer ptPresentazione alessia benizzi  rer pt
Presentazione alessia benizzi rer pt
 
Proposta técnica proinf 2015atualizada0708
Proposta técnica proinf 2015atualizada0708Proposta técnica proinf 2015atualizada0708
Proposta técnica proinf 2015atualizada0708
 
6ª CBAPL: Atuação das Instituições GTP-APL Sebrae
6ª CBAPL: Atuação das Instituições GTP-APL Sebrae6ª CBAPL: Atuação das Instituições GTP-APL Sebrae
6ª CBAPL: Atuação das Instituições GTP-APL Sebrae
 
Agricultura Familiar Oeste Bahia
Agricultura Familiar Oeste BahiaAgricultura Familiar Oeste Bahia
Agricultura Familiar Oeste Bahia
 
SBGC - Projeto Rede de Melhoria de Gestao - Petrobras
SBGC  - Projeto Rede de Melhoria de Gestao - PetrobrasSBGC  - Projeto Rede de Melhoria de Gestao - Petrobras
SBGC - Projeto Rede de Melhoria de Gestao - Petrobras
 
Adriano Venturieri - Apresentação para o CAS
Adriano Venturieri - Apresentação para o CASAdriano Venturieri - Apresentação para o CAS
Adriano Venturieri - Apresentação para o CAS
 
 

Mais de cbsaf

Cbsaf reduzido
Cbsaf reduzidoCbsaf reduzido
Cbsaf reduzido
cbsaf
 
22 metodoseproedimentosdelevantamentodecampopara
22 metodoseproedimentosdelevantamentodecampopara22 metodoseproedimentosdelevantamentodecampopara
22 metodoseproedimentosdelevantamentodecampopara
cbsaf
 
Paulo guilherme cabral mma
Paulo guilherme cabral mmaPaulo guilherme cabral mma
Paulo guilherme cabral mma
cbsaf
 
Paulo augusto lobato emater
Paulo augusto lobato ematerPaulo augusto lobato emater
Paulo augusto lobato emater
cbsaf
 
Sergio aparecido bb
Sergio aparecido bbSergio aparecido bb
Sergio aparecido bb
cbsaf
 
Joao luis guadagnin mda
Joao luis guadagnin mdaJoao luis guadagnin mda
Joao luis guadagnin mda
cbsaf
 
22iidamir
22iidamir22iidamir
22iidamir
cbsaf
 
22robertmiller
22robertmiller22robertmiller
22robertmiller
cbsaf
 
24zaresoares
24zaresoares24zaresoares
24zaresoares
cbsaf
 
24ricardoscoles
24ricardoscoles24ricardoscoles
24ricardoscoles
cbsaf
 
24marceloarcoverde
24marceloarcoverde24marceloarcoverde
24marceloarcoverde
cbsaf
 
24lucianarocha
24lucianarocha24lucianarocha
24lucianarocha
cbsaf
 
24jorgevivan
24jorgevivan24jorgevivan
24jorgevivan
cbsaf
 
24casemiro
24casemiro24casemiro
24casemiro
cbsaf
 
24andregolcalves
24andregolcalves24andregolcalves
24andregolcalves
cbsaf
 
23leonardosorice
23leonardosorice23leonardosorice
23leonardosorice
cbsaf
 
Robert miller simposio 3.1
Robert miller simposio 3.1Robert miller simposio 3.1
Robert miller simposio 3.1
cbsaf
 
Helio umemura simposio 2.1
Helio umemura simposio 2.1Helio umemura simposio 2.1
Helio umemura simposio 2.1
cbsaf
 
Compressed cbsa fs-acai_silas_mochiutti
Compressed cbsa fs-acai_silas_mochiuttiCompressed cbsa fs-acai_silas_mochiutti
Compressed cbsa fs-acai_silas_mochiutti
cbsaf
 
Dia 2 - Simpósio 3 - Políticas publicas para integrar beneficios econômicos e...
Dia 2 - Simpósio 3 - Políticas publicas para integrar beneficios econômicos e...Dia 2 - Simpósio 3 - Políticas publicas para integrar beneficios econômicos e...
Dia 2 - Simpósio 3 - Políticas publicas para integrar beneficios econômicos e...
cbsaf
 

Mais de cbsaf (20)

Cbsaf reduzido
Cbsaf reduzidoCbsaf reduzido
Cbsaf reduzido
 
22 metodoseproedimentosdelevantamentodecampopara
22 metodoseproedimentosdelevantamentodecampopara22 metodoseproedimentosdelevantamentodecampopara
22 metodoseproedimentosdelevantamentodecampopara
 
Paulo guilherme cabral mma
Paulo guilherme cabral mmaPaulo guilherme cabral mma
Paulo guilherme cabral mma
 
Paulo augusto lobato emater
Paulo augusto lobato ematerPaulo augusto lobato emater
Paulo augusto lobato emater
 
Sergio aparecido bb
Sergio aparecido bbSergio aparecido bb
Sergio aparecido bb
 
Joao luis guadagnin mda
Joao luis guadagnin mdaJoao luis guadagnin mda
Joao luis guadagnin mda
 
22iidamir
22iidamir22iidamir
22iidamir
 
22robertmiller
22robertmiller22robertmiller
22robertmiller
 
24zaresoares
24zaresoares24zaresoares
24zaresoares
 
24ricardoscoles
24ricardoscoles24ricardoscoles
24ricardoscoles
 
24marceloarcoverde
24marceloarcoverde24marceloarcoverde
24marceloarcoverde
 
24lucianarocha
24lucianarocha24lucianarocha
24lucianarocha
 
24jorgevivan
24jorgevivan24jorgevivan
24jorgevivan
 
24casemiro
24casemiro24casemiro
24casemiro
 
24andregolcalves
24andregolcalves24andregolcalves
24andregolcalves
 
23leonardosorice
23leonardosorice23leonardosorice
23leonardosorice
 
Robert miller simposio 3.1
Robert miller simposio 3.1Robert miller simposio 3.1
Robert miller simposio 3.1
 
Helio umemura simposio 2.1
Helio umemura simposio 2.1Helio umemura simposio 2.1
Helio umemura simposio 2.1
 
Compressed cbsa fs-acai_silas_mochiutti
Compressed cbsa fs-acai_silas_mochiuttiCompressed cbsa fs-acai_silas_mochiutti
Compressed cbsa fs-acai_silas_mochiutti
 
Dia 2 - Simpósio 3 - Políticas publicas para integrar beneficios econômicos e...
Dia 2 - Simpósio 3 - Políticas publicas para integrar beneficios econômicos e...Dia 2 - Simpósio 3 - Políticas publicas para integrar beneficios econômicos e...
Dia 2 - Simpósio 3 - Políticas publicas para integrar beneficios econômicos e...
 

24cleidetavares

  • 1. PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA CADEIA PRODUTIVA DA CASTANHA-DO-BRASIL NO BAIXO AMAZONAS PDCC-BAIXO AMAZONAS COMPONENTES DO PROGRAMA Cleide Tavares
  • 2. Componente I governança e gestão do programa Área de Intervenção: Implementação do sistema de Governança Participativo do PDCC-BAIXO AMAZONAS junto aos parceiros e comunidades extrativistas, para fortalecimento da rede de atores locais da cadeia de castanha. Sensibilização e mobilização dos parceiros, comunidades extrativistas, empresários, e Governos Municipal, Estadual Atividade 1.1 e Federal; Atividade 1.2 Criação e formalização do Grupo Gestor do PDCC – Baixo Amazonas; Atividade 1.3 Oficinas Planejamento e Nivelamentos dos avanços do Programa para os participantes do Grupo Gestor; Atividade 1.4 Elaboração e produção de relatórios trimestrais e anuais da evolução do programa; Participação da equipe de gestão em eventos nacionais e internacionais para cooperação técnica de experiências Atividade 1.5 sobre o setor; Atividade 1.6 Criação e produção de material instrucional e de divulgação do programa; Área de Intervenção: Gestão técnica, administrativa e financeira Atividade 1.7 Coordenação técnica do Programa; Atividade 1.8 Coordenação administrativa e de prestação de conta; Atividade 1.9 Coordenação financeira; Atividade 1.10 Auditoria externa.
  • 3. Componente II : levantamento dos recursos naturais SOCIO- ECONÔMICOS DAS ÁREAS SOB DOMÍNIO dos castanhais Área de Intervenção: Levantamentos técnicos-cientificos para fundamentação do programa de desenvolvimento da cadeia produtiva da castanha-do-brasil no Baixo Amazonas. Sistematização de dados disponíveis sobre a socioeconômica e as características técnicas dos castanhais e sua Atividade 2.1 disponibilidade; Inventário florestal das áreas de produção, identificação das áreas potenciais para expansão de coleta e definição Atividade 2.2 da capacidade dos estoques dos castanhais; Atividade 2.3 Mapeamento georeferenciado dos castanhais em exploração; Cadastramento socioeconômico georeferenciado das famílias integrantes das comunidades extrativistas e Atividade 2.4 levantamento das questões de regularização fundiária; Atividade 2.5 Levantamento de áreas desmatadas e/ou degradadas nas propriedades dos extrativistas de castanha; Atividade 2.6 Levantamento da cadeia de valor da castanha; Atividade 2.7 Divulgação do resultado das pesquisas.
  • 4. Componente IIi : Fortalecimento da capacidade operacional, produtiva e gerencial dos integrantes da cadeia Área de Intervenção: Melhoria do processo gerencial e produtivo dos componentes da cadeia produtiva da castanha para assegurar a inovação e competitividade do sistema de produção. Atividade 3.1 Associativismo Empresarial – Fortalecimento e instrumentalização das entidades de representação empresarial Assistência técnica e gerencial direta às empresas Sub-atividades: ü Assistência tecnológica e inovação; ü Capacitação Gerencial: Planejamento Estratégico, Custos, Gestão Financeira, Gestão de Inovação e Marketing; Atividade 3.2 ü Desenvolvimento de novos produtos e subprodutos e verticalização da produção; ü Aplicação do PAS; ü Preparação para as certificações HCCP e ISO; ü Inovação e designe de embalagens; ü Gestão florestal e ambiental. Atividade 3.3 Associativismo Comunitário - Fortalecimento e instrumentalização das entidades de representação comunitárias; Assistência técnica e gerencial direta as comunidades extrativistas Sub-atividades: ü Assistência tecnológica e inovação; Atividade 3.4 ü Capacitação Gerencial: Organização Social e Formas Associativas, Planejamento Estratégico, Custos, Gestão Financeira; ü Boas práticas de manejo; ü Aplicação do PAS; ü Gestão florestal e ambiental;
  • 5. Componente IIi : Fortalecimento da capacidade operacional, produtiva e gerencial dos integrantes da cadeia Área de Intervenção: Implantação e Operacionalização do Sistema de Inteligência de Mercado Atividade 3.5 Implantação e operacionalização do Sistema de Inteligência de Mercado; Acesso a novos mercados – participação de feiras nacionais e internacionais, participação de workshop tecnológico, Atividade 3.6 visitas técnicas e rodadas de negócios; Atividade 3.7 Criação e confecção de folders, catálogos e material promocional; Área de Intervenção: Criação e operacionalização da Rede Assistência Técnica Florestal para os Castanhais e áreas de recomposição da castanha. Criação do centro de Referência da Castanha do Brasil (Conceber tecnologia, incubação, Assistência Técnica, Atividade 3.8 capacitação profissional e formação) Atividade 3.9 Capacitação/ treinamento da equipe de ATER Florestal Atividade 3.10 Implantação e operacionalização do serviço de ATER. Eventos e encontros periódicos de profissionais de ATER, extrativistas, pesquisadores e empresários de Atividade 3.11 conhecimento e informações tecnológicas. Atividade 3.12 Elaboração e confecção de cartilhas e material instrucional Área de Intervenção: Recuperação de áreas degradadas com plantações de castanha-do-brasil em consórcio com outras espécies (Sistemas Agroflorestais) Coleta de sementes com matrizes produtivas, construção de viveiros e produção de mudas para plantio em áreas Atividade 3.13 degradadas
  • 6. Componente Iv : Fortalecimento das ASSOCIAÇÕES E Comunidades Extrativistas Área de Intervenção: Organização social e melhorias das práticas de gestão associativas e construção de um novo modelo de inserção no mercado. Atividade 4.1 Consultoria organizacional das Associações Comunitárias; Atividade 4.2 Estruturação do sistema Gerencial das Associações Comunitárias; Atividade 4.3 Capacitação de multiplicadores locais de gestão florestal e ambiental. Campanhas para valorização dos potenciais culturais ligados a castanha e promoção do uso sustentável da Atividade 4.4 floresta. Criação de sistema coletivo de aquisição e distribuição de gêneros de primeira necessidade e insumos para Atividade 4.5 produção. Identificação de potenciais atividades agrícolas para soberania alimentar e complementação de renda das famílias Atividade 4.6 que se adéqüem a realidade e costumes locais Criação e implantação de instrumentos de formalização do processo de compra e venda de castanha, entre os Atividade 4.7 associados e as associações, assim como, junto aos compradores de castanha. Atividade 4.8 Criação e implementação de um projeto piloto de Banco Comunitário
  • 7. Componente V implantação e adaptação de infra-estrutura e logística para a atividade da castanha Área de Intervenção: Melhoria da infra-estrutura de seleção, secagem, armazenamento e logística nas comunidades extrativistas atividade 5.1 Planejamento logístico das áreas de colheita, transporte e armazenamento do produto; Atividade 5.2 Implantação e adequação dos armazéns/entrepostos (sistema de secagem e armazenamento da castanha); Atividade 5.3 Aquisição de meios de transporte adequados para assegurar a colheita e escoamento; Atividade 5.4 Aquisição de mobiliário e equipamentos para escritório das associações comunitárias ; Atividade 5.5 Aquisição e implementação de serviços de comunicação de dados e voz.
  • 8. Componente Vi acesso a políticas públicas e disseminação de boas práticas Área de Intervenção: Acesso as políticas públicas e financiamentos para competitividade do setor Atividade 6.1 Projetos para a competitividade do setor industrial ( Ex: PIF) Área de Intervenção: Acesso aos programas de inovação e cultura exportadora para as Empresas do setor Atividade 6.2 Projeto piloto para a inovação Área de Intervenção: Acesso as políticas públicas regularização fundiária, de produção, comercialização e financiamentos para as Comunidades Extrativistas Atividade 6.3 Implantação do Programa de Regularização Fundiária e Bolsa Verde; Fortalecer a participação da Castanha do Brasil na Política de Preços Mínimos (PGPM) e Ampliação dos Limites Atividade 6.4 de Subvenção; Estratégias nos níveis microrregionais, estadual e nacional para inclusão nos mercados institucionais (PAA - Atividade 6.5 Merenda Escolar, Compra antecipada com doação entre outros); Desenvolver um sistema de informações em apoio para acessar incentivos federais, estaduais e municipais Atividade 6.6 como o PRONAF – disponibilizar e orientar a elaboração de propostas e organização da documentação necessária para o acesso ao serviço financeiro; Desenvolver o projeto e certificação de Identificação Geográfica da castanha-do-brasil e projeto de certificação Atividade 6.7 de Fair Trade, criação do selo Regional; Área de Intervenção: Transferência da experiência para outros Estados Atividade 6.8 Realização de eventos envolvendo Sudeste, Nordeste e Baixo Tocantins do Pará, Amapá, Amazonas, Rondônia e Acre. Transferência da experiência do projeto para Sudeste, Nordeste e Baixo Tocantins do Pará, Amapá, Amazonas, Rondônia e Atividade 6.9 Acre.
  • 9. Componente VIi Monitoramento e divulgação dos resultados Área de Intervenção: Monitoramento das ações do programa Atividade 7.1 Definição das linhas de base de informações do Programa e da sistematização dos dados do Programa; Implantação de um sistema de monitoramento das atividades e resultados, incluindo capacitação da equipe do projeto Atividade 7.2 para medições e análise de dados; Atividade 7.3 Medições e análises periódicas; Área de Intervenção: Divulgação da Experiência Atividade 7.4 Seminários e eventos locais de disseminação e intercâmbio; Atividade 7.5 Participação em eventos externos sobre temas correlatos ao Programa. Atividade 7.6 Sistematização e validação da experiência; Atividade 7.7 Realização de uma conferência internacional; Atividade 7.8 Criação e Manutenção do site de informações do programa; Atividade 7.9 Campanha de Divulgação do PDCC – Baixo Amazonas;
  • 10. CLEIDE TAVARES cleidecftavares@gmail.com aicomexpa@gmail.com (91) 9180-9471