SBGC - Projeto Rede de Melhoria de Gestao - Petrobras

445 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
445
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SBGC - Projeto Rede de Melhoria de Gestao - Petrobras

  1. 1. Participação da SBGC na Rede deParticipação da SBGC na Rede de Apoio à Melhoria da Gestão daApoio à Melhoria da Gestão da Cadeia Nacional de Fornecedores deCadeia Nacional de Fornecedores de Bens e Serviços da PetrobrasBens e Serviços da Petrobras Fernando Jefferson SBGC - Coordenador do Comitê MPME <fernandojefferson@techbusiness.com.br> Heitor Pereira SBGC - Coordenador de Projetos Especiais <heitorrh@gmail.com> Representantes da SBGC na Rede de Gestão
  2. 2. OBSERVAÇÃO IMPORTANTEOBSERVAÇÃO IMPORTANTE Ainda não há muita divulgação de informações sobre a Rede de Gestão, a qual está em fase de consolidação e detalhamento de programas e projetos. Esta apresentação foi montada a partir de informações não públicas da Rede de Gestão ou internas à SBGC. Recomendamos, portanto, que as informações aqui contidas não sejam divulgadas fora do contexto das diretorias da SBGC Nacional e das SBGC Regionais, pelo menos até que a Rede seja divulgada publicamente pela Petrobras.
  3. 3. OBJETIVOS DESTA APRESENTAÇÃOOBJETIVOS DESTA APRESENTAÇÃO • Informar aos membros das diretorias da SBGC Nacional e das SBGC Regionais a respeito das atividades que estão sendo desenvolvidas pela SBGC junto à Rede de Apoio à Melhoria da Gestão da Cadeia NacionalRede de Apoio à Melhoria da Gestão da Cadeia Nacional de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobrasde Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras • Iniciar um amplo movimento no sentido de potencializar a participação da SBGC neste importante programa • Fortalecer as SBGC Regionais, inclusive incentivando a máxima interação com as RedePetro e com as unidades regionais do SEBRAE e de outras entidades envolvidas na Rede de Gestão Estas iniciativas serão muito importantes para fortalecer a SBGC como entidade representativa nas áreas de Gestão do Conhecimento e Inovação, com presença nacional
  4. 4. UM RÁPIDO HISTÓRICOUM RÁPIDO HISTÓRICO • A partir da necessidade de aumento da competitividade da cadeia nacional de fornecedores de bens e serviços da Petrobras, várias entidades, entre elas o MP – Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, a Petrobras – Petróleo Brasileiro S.A., a FNQ – Fundação Nacional da Qualidade, e o MBC – Movimento Brasil Competitivo, deram início a um processo abrangente de melhoria de gestão dessa cadeia •Nos últimos meses de 2009 foi desenvolvido um intenso trabalho de realização de contatos e reuniões de trabalho com órgãos e entidades públicas, associações e entidades de representação de segmentos da cadeia, entidades voltadas para o desenvolvimento do conhecimento e processos de gestão •A SBGC foi uma destas entidades, principalmente pela percepção da importância da Gestão do Conhecimento para a Rede, tanto na fase de definição e planejamento, quando na fase operacional, para as empresas fornecedoras da cadeia produtiva
  5. 5. A Rede de Melhoria da Gestão para o Desenvolvimento da CadeiaA Rede de Melhoria da Gestão para o Desenvolvimento da Cadeia Nacional de Fornecedores de Bens e ServiçosNacional de Fornecedores de Bens e Serviços • Petrobras - investimentos para 2010-2014: US$ 220 bilhões • A empresa fomentou a criação de uma rede de gestão, inédita no mundo, com o objetivo de tornar competitiva a cadeia de fornecedores de bens e serviços, nacional e internacionalmente • A rede reúne o setor público e privado: PETROBRAS, BNDES, PROMINP, FNQ, SEBRAE, MBC, ABDI, MIN. PLANEJAMENTO, MIN. DEFESA, SAE, ANPROTEC, CGEE, IEL, CNI, IOS, CEBDS, ABINEE, ABIMAQ, SBGC, entre outras • Objetivo: busca de soluções que aumentem a competitividade da cadeia de fornecedores do setor de petróleo e gás, maximizando o conteúdo local de bens e serviços • Será talvez uma das mais importantes iniciativas brasileiras para promover o crescimento sustentável da economia, gerando empregos e riqueza para o país e para a população e evitando a “Maldição do Petróleo”
  6. 6. A PARTICIPACÁO DA SBGC NA REDEA PARTICIPACÁO DA SBGC NA REDE (até o momento – 22/05/10)(até o momento – 22/05/10) •Entrevista inicial (2009) •Participação na Primeira Oficina (São Paulo – 16/12/2009) •Reunião do GT1 - Coordenação e Integração – Preparação para a 2ª Oficina - (Rio de Janeiro – 14/04/2010) •Envio de proposta de projetos ligados à GC para a Rede – 16/04 •Participação na 2ª Oficina (Rio de Janeiro – 26 e 27/04) •Reunião do GT1 - Consolidação e Avaliação da 2a.oficina, Cronograma de trabalho para a implementação da rede e da carteira de projetos estratégicos (Brasília– 12/05) •Definição da SBGC como entidade coordenadora de um dos programas da Rede (juntamente com a ANPROTEC e CGEE) e participação direta em outros seis programas (21/05/2010)
  7. 7. Participação da SBGC em Programas da RedeParticipação da SBGC em Programas da Rede A SBGC propôs participar dos seguintes programas da Rede: • Melhoria Contínua da Gestão das Empresas da Cadeia • Mecanismos de Integração da Gestão da Cadeia • Portal da Cadeia Nacional de Fornecedores • Modernização da Gestão Pública e Capacidades Institucionais • Inovação para Bens, Serviços e Processos • Desenvolvimento de Pólos Regionais (APLs) de Petróleo e Gás • Capacitação em Gestão de Profissionais e Atores • Gestão e Desenvolvimento da Rede Acreditamos que há grande probabilidade de nossa proposta ser aceita. O que temos de concreto, no momento, é que a SBGC está participando, juntamente com a ANPROTEC e CGEE, da coordenação do detalhamento do programa “Inovação para Bens, Serviços e Processos”
  8. 8. Projetos propostosProjetos propostos pela SBGC para a Redepela SBGC para a Rede Antes da formalização dos programas da Rede, a SBGC propôs um conjunto de projetos focados nas metodologias e práticas de Gestão do Conhecimento e Inovação, dividindo a sua atuação em dois blocos: um conjunto de projetos focados nas entidades componentes da rede ora em construção (Projetos 1 a 4); e um segundo conjunto (Projetos 5 e 6) focados na cadeia de fornecedores: Projeto 1 – Mapa de competências da rede (Entidades) Projeto 2 – Mapa de competências individuais da rede (Pessoas) Projeto 3 – Rede de conhecimento interinstitucional Projeto 4 – Follow-up do conhecimento criado no Programa Projeto 5 – Benchmarking de boas práticas na cadeia de fornecedores Projeto 6 – Inserção das Médias, Pequenas e Micro Empresas (MPMEs)
  9. 9. Projeto 1 – Mapa de competências da rede (Entidades)Projeto 1 – Mapa de competências da rede (Entidades) Objetivo:Objetivo: Mapear competências e conhecimentos críticos das entidades componentes da rede Atividades:Atividades: desenvolver uma ferramenta de mapeamento de competências das entidades componentes da rede aplicar esta ferramenta através de ambiente virtual e de entrevistas pessoais e/ou por telefone estruturar um banco de dados com as informações levantadas (Banco de Competências Institucionais) analisar as competências comuns presentes em mais de uma entidade e as competências singulares de cada entidade fornecer amplo acesso ao banco de dados a todas as entidades da rede através do ambiente virtual do Programa criar mecanismos de integração entre projetos que envolvem competências comuns e/ou complementares das entidades da rede estabelecer procedimentos de atualização permanente das informações do banco de dados
  10. 10. Projeto 2 – Mapa de competências individuais da rede (Pessoas)Projeto 2 – Mapa de competências individuais da rede (Pessoas) Objetivo:Objetivo: Identificar em cada entidade componente da rede as pessoas-chave que detêm o conhecimento pertinente aos projetos estratégicos do Programa Atividades:Atividades: Identificar as competências requeridas (conhecimento técnico, habilidades e atitudes) dos projetos do Programa junto aos respectivos coordenadores Identificar nas entidades envolvidas nos projetos as pessoas-chave que detêm conhecimento e mapear suas competências individuais Estruturar um banco de talentos em formato de Páginas Amarelas Disponibilizar o banco de talentos par todas as entidades componentes da rede Estabelecer procedimento para atualização permanente dos dados do banco de talentos
  11. 11. Projeto 3 – Rede de conhecimento interinstitucionalProjeto 3 – Rede de conhecimento interinstitucional Objetivo:Objetivo: Desenvolver metodologia de rede de conhecimento visando criar uma inteligência coletiva e integrar as entidades participantes do Programa Atividades:Atividades: A partir dos projetos 1 e 2, elaborar a metodologia de rede de conhecimento entre as entidades participantes do Programa, com base em análise de redes sociais identificar as entidades criadoras x usuárias de conhecimento e suas interfaces na rede desenvolver mecanismos de transferência de conhecimento entre as entidades, a partir de identificação de boas práticas e benchmarking entre as mesmas criar comunidades virtuais entre profissionais e colaboradores entidades com objetivos e interesses comuns a compartilhar estabelecer procedimentos e orientar as entidades com respeito a medidas de proteção e retenção do conhecimento, visando sempre o compartilhamento e benéficos comuns entre as mesmas
  12. 12. Projeto 4 – Follow-up do conhecimento criado no ProgramaProjeto 4 – Follow-up do conhecimento criado no Programa Objetivo:Objetivo: Acompanhar e registrar o conhecimento nos projetos a serem desenvolvidos na rede ao longo do Programa Atividades:Atividades: desenvolver metodologia para integração entre a gestão de projetos, gestão do conhecimento e inteligencia organizacional, pertinente aos projetos mapear em cada projeto em sua fase inicial o conhecimento existente (a partir das competências individuais da equipe) acompanhar e registrar em cada projeto os conhecimentos novos que são criados em função dos seus objetivos e desafios estabelecer mecanismos de gestão do conhecimento nos projetos em desenvolvimento avaliar ao final do projeto o conhecimento novo agregado estruturar um banco de dados de conhecimento dos projetos (em complemento ao Projeto 1)
  13. 13. Projeto 5 – Benchmarking de boas práticas na cadeia de fornecedoresProjeto 5 – Benchmarking de boas práticas na cadeia de fornecedores Objetivos:Objetivos: Replicar na cadeia de fornecedores algumas iniciativas de gestão do conhecimento e inovação aplicadas nas entidades componentes da rede nos projetos 1 a 4 AtividadesAtividades capacitar equipes gerencias das empresas a desenvolver modelos e práticas de gestão do conhecimento e inovação aplicáveis à sua organização estimular a adoção de práticas de gestão de competências nas empresas como parte integrante da capacitação de pessoas prevista em outros projetos do Programa orientar a aplicação de metodologia de Inteligência Competitiva (e Coopetitiva, dependendo do contexto da aplicação), visando o aumento de competitividade nos mercados nacional e global mapear boas práticas de gestão em processos inerentes aos objetivos do Programa, visando estabelecer uma rede de cooperação e benchmarking para troca de experiências ente as empresas
  14. 14. Projeto 6 – Inserção das Médias, Pequenas e Micro Empresas (MPMEs)Projeto 6 – Inserção das Médias, Pequenas e Micro Empresas (MPMEs) Objetivos:Objetivos: Integração dos esforços do SEBRAE e PROMINP no que diz respeito à inserção das MPMEs no Programa de Gestão, focando especialmente as práticas de gestão do conhecimento e inovação no contexto da sua realidade empresarial. Levantamento das expectativas e dificuldades das empresas participantes da cadeia de petróleo e gás, em especial naquelas organizadas em APLs, como as RedePetro Atividades - Etapa 1Atividades - Etapa 1 elaboração de um questionário para uma entrevista básica, a ser realizada com um grupo piloto de empresas, visando levantamento inicial das questões mais relevantes A partir daí elaborar um novo questionário que possa ser enviado fisicamente ou preenchido via web por um número maior de empresas, a nível Brasil tabulação de resultados, análise dos resultados e redação do documento final Atividades - Etapa 2Atividades - Etapa 2 A partir dos resultados da etapa 1, elaborar projetos específicos de aplicação de modelos e práticas de gestão do conhecimento e inovação para as MPMEs da cadeia de petróleo e gás Propomos que o projeto-piloto seja realizado junto à RedePetroRioPropomos que o projeto-piloto seja realizado junto à RedePetroRio
  15. 15. CONSIDERAÇÕES FINAISCONSIDERAÇÕES FINAIS Este projeto é muito importante para a SBGC, na medida que ajudará nossa entidade a se consolidar, interna e externamente, Para que tenhamos sucesso, será necessário a participação e dedicação de todos, da SBGC Nacional e das SBGC Regionais Por ser um projeto de grande porte, distribuído, envolvendo outras entidades e com autoridade difusa, necessitaremos de novos modelos de gestão Devemos aplicar em nosso projeto os mesmos conceitos e metodologias que estão norteando a formação da Rede de Gestão, conforme próxima tela
  16. 16. GOVERNANÇA DO PROJETO DA SBGCGOVERNANÇA DO PROJETO DA SBGC Implantar os mecanismos de governança do projeto, código de conduta, projeto de identidade visual, plano de comunicação e mídia, e política de Tecnologia da Informação e Comunicação Incentivar o compromisso coletivo e individual com os mais elevados padrões de honestidade, justiça, conduta ética e com o cumprimento das responsabilidades assumidas Identificar os atores de cada projeto, suas competências e seus territórios Implantar um modelo de gestão da estrutura matricial entre os atores, pólos e projetos Analisar os projetos do ponto de vista dos recursos demandados (financeiros, humanos e técnicos) Criar infraestrutura de suporte aos projetos Implementar processo de animação e comunicação para os participantes dos projetos
  17. 17. Contamos com a participação deContamos com a participação de todos !todos !
  18. 18. Participação da SBGC na Rede deParticipação da SBGC na Rede de Apoio à Melhoria da Gestão daApoio à Melhoria da Gestão da Cadeia Nacional de Fornecedores deCadeia Nacional de Fornecedores de Bens e Serviços da PetrobrasBens e Serviços da Petrobras Fernando Jefferson SBGC - Coordenador do Comitê MPME fernandojefferson@techbusiness.com.br Cel: 21-7817-6043 Skype: fernando.jefferson Heitor Pereira SBGC - Coordenador de Projetos Especiais heitorrh@gmail.com Cel: 41-9102-6006 Skype: heitorjosepereira Representantes da SBGC na Rede de Gestão

×