O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

A pré-história

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
O Neolítico
O Neolítico
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 23 Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Semelhante a A pré-história (20)

Anúncio

Mais de cattonia (20)

Mais recentes (20)

Anúncio

A pré-história

  1. 1. A história da humanidade Durante o período da Pré-História, surge o Homem (cerca de 4 milhões a 3500 a.C.) Esta época histórica é estudada pela Arqueologia , que utiliza para esse estudo os vestígios humanos, também chamados de Fontes Históricas.
  2. 2. IDEIAS PRINCIPAIS • Hominização: Lento e progressivo processo de evolução do homem desde que era hominídeo, até aos dias de hoje. • Pré-história: época da história da humanidade em que ainda não se conhece a escrita. Está dividida em: • Paleolítico: época da pedra lascada, em que o hominídeo vivia da caça e da pesca e do que recolhia da natureza. • Neolítico: época da pedra polida, em que o homem vive já da agricultura e do que produz.
  3. 3. AUSTRALOPITECO 4,5 milhões de anos Bipedia HOMO HABILIS 2,5 milhões de anos Fabrico de instrumentos 1ºs abrigos HOMO ERECTUS 1,8 milhões de anos Domínio do fogo Acampamentos ao ar livre ou em grutas HOMO SAPIENS 200 mil anos Instrumentos mais sofisticados: pontas de lança cerebralização 1ºs enterramentos HOMO SAPIENS SAPIENS 120 mil anos Instrumentos mais sofisticados: propulsor, arpão linguagem 1ªs manifestações artísticas Habilidade manual, desenvolvimento do cérebro e da inteligência A HOMINIZAÇÃO
  4. 4. O domínio do fogo Iluminar-se Aquecer-se Defender-se dos animais selvagens Cozinhar Sociabilizar Colonizar outros continentes
  5. 5. A expansão humana Simples curiosidade; Mudança no clima; Novas zonas de caça; Procura de lugares ainda com alimentos. Aumento da população;
  6. 6. A VIDA NO PALEOLÍTICO Os homens faziam pinturas rupestres pois acreditavam que tinham um sentido mágico e lhes garantiam a sua sobrevivência. A mulher era a principal responsável pela recolha de frutos e raízes. As peles eram preparadas para se fazer o vestuário e as tendas. A pesca era uma atividade importante, usando-se arpões e armadilhas. A caça em grupo permitia o cerco dos grandes animais e encaminhamento para armadilhas. Com a diversificação das tarefas, começa-se a fazer instrumentos especializados: arpões, raspadores, pontas de seta, anzóis, agulhas...
  7. 7. A VIDA NO PALEOLÍTICO De início, os homens viviam em grutas ou cavernas. Depois, passaram a viver em cabanas ou pequenas tendas feitas de estacas de madeira cobertas com peles de animais.
  8. 8. A RELIGIÃO NA PRÉ-HISTÓRIA Crença na Natureza Ritos Mágicos Respeito pelos mortos Ritos funerários
  9. 9. A Arte móvel Vénus (Willendorf, Alemanha). Estatueta com seios e ancas exageradas. A arte móvel compreendia pequenas estátuas em osso, marfim, pedra, argila e que os homens podiam transportar consigo. Habitualmente, eram esculturas de: • Pequenas estatuetas de figuras femininas (Vénus); • Estatuetas de animais; • Bastões de comando… Ídolo da Estremadura Pequenas estatuetas animais e estatuetas femininas (Vénus) A ARTE DO PALEOLÍTICO
  10. 10. A Arte Rupestre A Arte Rupestre são as pinturas ou gravuras feitas principalmente na pedra. Como eram feitas nas paredes ou tetos das cavernas, nas rochas… pode ser também chamada de Arte Parietal. Os principais temas desta arte são: • Animais (bisonte; rena; veado; mamute…); • Sinais abstratos; • Representação da mão e muito poucas representações humanas. Lascaux - França
  11. 11. A Arte Rupestre: interpretações • Para que os animais se multiplicassem; • Para facilitar as caçadas; • Como símbolo totémico (Deus protetor); • Homenagem aos animais mortos… Como “assinatura” A arte pelo prazer (ex. as gravuras de Foz Côa)
  12. 12. A REVOLUÇÃO NEOLÍTICA A Revolução Neolítica caracteriza-se pela passagem do homem recolector, caçador e nómada, para uma época de sedentarismo, vida comunitária, cultivo da terra e criação de animais. O homem é agora produtor.
  13. 13. Novas técnicas e instrumentos 1. Pau de escavar 2. Enxada 3. Foice 4. Mó manual
  14. 14. Novas técnicas e instrumentos Mó Foicinha Cabo de osso e dentes de sílex Faca polida de ardósia negra (Norte da Suécia, 3500 a.C.) Vaso cerâmico Carro de roda (Mesopotâmia, 3500 a.C.)
  15. 15. A VIDA NO NEOLÍTICO A agricultura assegura a sua sobrevivência. O arado melhora a produtividade agrícola e a carroça, o transporte de produtos. A pastorícia assegura um complemento de carne e laticínios na alimentação. O homem já não necessita de se deslocar atrás das manadas. O homem torna-se produtor e sedentário. Aparecem as aldeias com casas circulares de pedra e colmo, circundadas com muros que garantem a defesa. A tecelagem permite fabricar vestuário mais confortável. A caça e a pesca continuam a ser importantes fontes de alimento.A cestaria e a olaria permitem o fabrico de recipientes para armazenar os bens alimentares.
  16. 16. Economia de produção Novas técnicas e instrumentos Aumento da produção Crescimento populacional Acumulação de riqueza Novas atividades Especialização de funções Diferenciação social Pág. 25 Para se protegerem e defenderem, os homens criaram aldeamentos. As antigas cabanas dão lugar a casas de barro, colmo e pedra. Surgiram, então, as grandes aldeias que, com o decorrer do tempo, se transformaram em cidades.
  17. 17. O Megalitismo A ARTE DO NEOLÍTICO No Neolítico, o Homem construiu monumentos de grandes blocos de pedra (os megálitos) para prestar culto aos mortos e às forças da Natureza. As construções megalíticas, de que há muitos exemplares no nosso país, são chamadas de menires, alinhamentos, cromeleques, dólmenes ou antas.
  18. 18. Monumentos megalíticos Menir: Pedra erguida verticalmente no solo. Provavelmente, serviriam de homenagem aos mortos; aos deuses ou mesmo uma forma de culto da fertilidade masculina. Alinhamento: conjunto de pedras dispostas de forma linear. Teriam a função de espaço para culto aos Deuses ou marcariam zonas de reunião.
  19. 19. Monumentos megalíticos Cromeleques: conjunto de pedras dispostas em círculo. Teriam a função de santuário religioso (culto aos Deuses, aos astros e à natureza) ou marcariam zonas de reunião da tribo.
  20. 20. Monumentos megalíticos Anta ou dolmen: Constituído por duas ou mais pedras ao alto e uma outra a servir de cobertura. Têm câmaras circulares e um corredor, com entrada quase sempre virada para Nascente Tinham uma função funerária, servindo de local de enterramento dos mortos.
  21. 21. Dolmens e Mamoas
  22. 22. O Culto agrário A sedentarização e a vida agrícola fizeram com que o homem estabelecesse uma relação muito estreita com a terra. Desde cedo, associou a mulher à terra. A Deusa-Mãe foi a primeira divindade das comunidades neolíticas. Aparece representada sob a forma de uma mulher grávida, em pequenas estatuetas de pedra, argila, terracota, marfim… Deusa-mãe da aldeia de Çatal-Hüyük.

×