Cavaleiros templários

3.019 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • RELIQUIAS DE SAN PEDRO APOSTOL ENCONTRADAS EN CATALUÑA
    Venerar las reliquias y poder deambular ordenadamente a su alrededor, en el siglo XII justificaba la construcción de un templo románico. El primer lugar donde se realizó esta experiencia en Cataluña fue en el monumental monasterio de San Pedro de Roda (Costa Brava - NE. de España), el mismo edificio donde defiendo que se ocultaron las reliquias de san Pedro Apóstol el año 610.
    Casualmente doce siglos después fueron encontradas en el dicho monasterio abandonado, y para explicarlo escribí un libro autoeditado en 1983. Por mi interés pudieron ser agrupados todos los elementos incluidos en el lote dentro del maletín de la fotografía. Uno de sus ángulos se decoró con el tipo de llave papal de empuñadura en forma de rombo, típica del siglo VI.
    Actualmente se exhiben en una vitrina de la sala Nº1 del Museu d'Art de Gerona, aunque no han sido oficialmente reconocidas, a pesar del interés del cardenal N. Jubany, de Barcelona-España)
    http://webspace.webring.com/people/or/ramonetriu/apostol.html
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.019
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
389
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
65
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cavaleiros templários

  1. 1. TEMPLÁRIOS
  2. 2. Non Nobis Domine, Non Nobis, Sed Nomini Tuo ad Gloriam!( Não por nós Senhor, não por nós, mas para a glória de Teu nome! )
  3. 3. No ano 1071 os turcos mulçumanos tomaram Jerusalém. Na Europa, aIgreja Católica organizou expedições militares em direção à Terra Santa,com o objetivo oficial de reconquistar os territórios sagrados de suareligião. Essas expedições foram denominadas Cruzadas, pelo fato deque seus peregrinos usavam uma cruz nas vestimentas e bandeiras.
  4. 4. No ano 1118, Jerusalém já era um território cristão. Assim, nove mongesveteranos da primeira Cruzada, entre eles Hugh de Payen, dirigiram-se aorei de Jerusalém Balduíno I e anunciaram a intenção de fundar umaordem de monges guerreiros.
  5. 5. Dentro de suas possibilidades,se encarregariam dasegurança dos peregrinos quetransitavam entre a Europa eos territórios cristãos doOriente. Os membros fizeramvotos de pobreza pessoal,obediência e castidade.
  6. 6. Os denominados Pobres Cavaleiros de Cristo se instalaram numa parte dopalácio que foi cedida por Balduíno, um local que outrora foi o Templo deSalomão. Por isso ficaram conhecidos como Cavaleiros do Templo, ouCavaleiros Templários.
  7. 7. Apenas em 1127 no Concíliode Troyes, o Papa Honório IIoutorgou a condição deOrdem, concedendo umhábito branco com uma cruzvermelha no peito. O símboloera um cavalo montado pordois soldados, numa alusão apobreza.
  8. 8. A Ordem desenvolveu umaestrutura básica e seorganizou numa hierarquiacomposta de sacerdotesaté soldados.
  9. 9. A esta altura, constituída nãoapenas por religiosos masprincipalmente porburgueses, os Templários sesustentavam através de umaimensa fortuna que provinhade doações dos reinados.
  10. 10. Durante um período de quasedois séculos, a Ordem foi amaior organização Militar-Religiosa do mundo.Suas atividades já nãoestavam restritas aosobjetivos iniciais.
  11. 11. Os soldados templários recebiamtreinamento bélico; combatiamao lado dos cruzados na TerraSanta; conquistavam terras;administravam povoados;extraíam minérios; construíamcastelos, catedrais, moinhos,alojamentos e oficinas;fiscalizavam o cumprimento dasleis e intervinham na políticaeuropéia.
  12. 12. Além de aprimorarem oconhecimento emmedicina, astronomia ematemática. Houve atémesmo a criação de umsistema semelhante aodos bancos monetáriosatuais.
  13. 13. Ao iniciar a viagem para a TerraSanta, o peregrino trocava seudinheiro por uma carta de créditonominal que lhe era restituída emqualquer posto templário. Assim,seus bens estavam seguros daação de saqueadores.O poder dos Templários tornou-se maior que a Monarquia e aIgreja.
  14. 14. As seguidas derrotas das Cruzadas no século XIII, comprometeram aatividade principal dos Templários, e a existência de uma Ordem Militarcom tais objetivos já não era necessária. Neste mesmo período, o ReiFelipe IV - O Belo - comandava a França.
  15. 15. Felipe IV devia terras eimensas somas em dinheiroaos Templários. Assim,propôs ao arcebispo Beltrãode Got uma troca de favores.O monarca usaria suainfluência para que oreligioso se tornasse Papa.
  16. 16. Por sua vez, Beltrão de Got secomprometeria a exterminar aOrdem dos Templários assimque alcançasse o papado.No ano de 1305, Beltrão de Gotsobe ao Trono de São Pedrocomo o Papa Clemente V.
  17. 17. Neste momento tinham início as acusações contra os cavaleiros e aimplacável perseguição em toda a Europa.
  18. 18. O processo inquisitório contraos Templários se estendeu porvários anos sob torturas eacusações diversas, comoheresia, idolatria,homossexualismo econspiração com infiéis.
  19. 19. Por volta do dia 20 de setembrode 1307 Filipe VI enviou cartaslacradas a todos os senescais doreino com ordens expressas deque somente fossem abertas nanoite de quinta-feira 12 deoutubro.
  20. 20. Quando as cartas foramsimultaneamente abertas, aordem expressa do reiresumia-se em: osTemplários são acusados degraves heresias e crimes.
  21. 21. Na madrugada de sexta-feira 13 de outubro de 1307 todos foramaprisionados e postos a ferros.Daí a crença de que toda a sexta-feira 13 é um dia de azar.
  22. 22. Na França, o último Grão-Mestre da Ordem,Jacques de Molay, eoutros 5 mil cavaleirosforam encarcerados pelossoldados do Rei Felipe.
  23. 23. No entanto, ao tentar apoderar-se do precioso segredo que aOrdem dos Templários possuía noseu tesouro, Filipe VI encontrouuma decepção: a frota de naviosTemplários ancorados na Françadesaparecera misteriosamentepara nunca mais ser vista.
  24. 24. Finalmente, em 18 de março de1314, Jacques de Molay, aos 70anos de idade, foi levado àfogueira da Santa Inquisição àsmargens do Rio Sena, em Paris.
  25. 25. Foram essas as suas últimas palavras:"NEKAN, ADONAI !!! CHOL-BEGOAL!!! PAPA CLEMENTE... CAVALEIRO GUILHERME DE NOGARET... REIFILIPE: INTIMO-OS A COMPARECER PERANTE AO TRIBUNAL DE DEUS DENTRO DE UM ANO PARARECEBEREM O JUSTO CASTIGO. MALDITOS! MALDITOS! TODOS MALDITOS ATÉ A DÉCIMA TERCEIRAGERAÇÃO DE VOSSAS RAÇAS!!!"
  26. 26. Clemente V morreu trinta e trêsdias depois e o Rei Felipe, oBelo, em pouco mais de seismeses.
  27. 27. Dizem as lendas, que a frota se dirigiu para Portugal, onde sabia contarcom forte proteção.
  28. 28. Perante as ordens do Papa nosentido de extinguir osTemplários e executar os seuscavaleiros, o rei D. Dinisinstaurou um processo deinquérito de forma aaveriguar sobre a culpa ouinocência desses cavaleiros.
  29. 29. O inquérito concluiu, (comoseria de se esperar), que oscavaleiros da Ordem dosTemplários estavaminocentes de todas asacusações.Em virtude disso, nenhumamorte ocorreu.
  30. 30. Mais que isso, o rei portuguêsresolveu o assunto com agudahabilidade diplomática:Retirou todos os bensmateriais da Ordem dosTemplários, e transferiu-ospara uma nova ordem quecriou ao abrigo da coroaPortuguesa.
  31. 31. Deu a essa nova ordem onome de Ordem de Cristo,cujo símbolo eraprecisamente a famosaCruz de Cristo vermelhanum fundo branco.
  32. 32. Em 1319, nascia assim a Ordem de Cristo, provavelmente um dos últimosredutos na Europa onde os templários continuaram a existir e a viver napersecução das suas santas metas, e conservando os seus míticossegredos.
  33. 33. Contam as lendas que ostemplários estiveramocultamente envolvidos nasaventuras marítimasportuguesas.Há mapas incluindo o Brasildesde 1389.
  34. 34. Infante D. Henrique, PedroÁlvares Cabral, Vasco daGama entre outros, foramtodos eles membros daOrdem de Cristo, ou seja:Templários.
  35. 35. As naus que aportaram noBrasil traziam a bandeiradesta nova Ordem. PedroÁlvares Cabral seria nãoapenas um navegador, masum dos altos comandantesda Ordem de Cristo, que fezuso dos mapas e cartas denavegação templárias para"descobrir" o Brasil.
  36. 36. Rezam as lendas que aOrdem dos Templários assimse instalou no Brasil até aosdias de hoje. Inúmerossímbolos de municípios noBrasil possuem ainda hojeícones que são de inspiraçãotemplária.
  37. 37. Atualmente, os Templáriosestão presentes em diversospaíses, onde se dedicam aatividades em prol do bem-estar moral e material dacivilização e progresso do serhumano.
  38. 38. Propunham a ajuda aorfanatos, o amparo àvelhice e às criançasdesamparadas, oestímulo moral ematerial às ciências eàs artes em geral.
  39. 39. E, acima de tudo, sendo umaordem de caráter ecumênico,não faz distinção de raça,credo, nacionalidade e deestirpe, respeitando emqualquer caso, as leis e astradições de todos os povos ede todos os países por ondeestendem suas atividades.
  40. 40. Non Nobis Domine, NonNobis, Sed Nomini Tuo ad Gloriam! (Salmo de David e Lema dos Templários) J.Truffi
  41. 41. Web Nota 10 O melhor da Webhttp://webnota10.blogspot.com webnota10@gmail.com

×