Críticas de Boas ao Formalismo na Antropologia Física

434 visualizações

Publicada em

O presente trabalho abordará os artigos de Franz Boas, enumerados como 29 e 30 (Mudanças na forma corporal dos imigrantes e instabilidade de tipos humanos); integrantes da parte VI (A crítica ao formalismo na antropologia física) da obra A Formação da Antropologia Americana, organizado por George Stoking Jr., bem como o capítulo 2 (Raça, cultura e língua), da obra Nascimento da Antropologia Cultural: A Obra de Franz Boas, de Margarida Maria Moura.
As partes dos livros enunciadas tratam da trajetória dos estudos antropológicos, bem como, de Boas junto à antropologia física americana do início do século XX, e da consolidação de seu ponto de vista crítico em relação ao que havia se tornado os principais fatores motivadores dos estudos de antropologia física, impregnados de racismo, xenofobia e decisões políticas, bem como da forma como se era conduzida a antropologia física.
Os artigos abordados tratam das interessantes e surpreendentes descobertas de Boas em suas pesquisas em antropologia física ligadas à miscigenação, transitando livremente dos estudos físicos para os culturais de forma a quebrar mitos relativos a perigos que povoavam a mente da sociedade americana da época.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
434
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Paul Topinard (L'Isle-Adam, 1830-1911) e Paul Broca (Sainte-Foy-la-Grande , 28 June 1824 – 9 July 1880) Subsistência de troncos puros; Tese de superioridade;
  • Virshow: Świdwin, 13 de outubro de 1821 — Berlim, 5 de setembro de 1902)
  • Cartas de Boas à Jenks
  • Críticas de Boas ao Formalismo na Antropologia Física

    1. 1. Um olhar mais aprofundadoNAS CRÍTICAS DE BOAS AO FORMALISMO NAANTROPOLOGIA FÍSICA
    2. 2. UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA CIÊNCIAS E LETRAS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA NASCIMENTO DA ANTROPOLOGIA CULTURAL:TEORIAS PRECURSORAS DO PENSAMENTO BOASIANO Adriano Alves de Aquino Araújo UM OLHAR MAIS APROFUNDADO NAS CRÍTICAS DE BOAS AO FORMALISMO NA ANTROPOLOGIA FÍSICA São Paulo 2012
    3. 3. As Origens da AntropologiaPrimeira metade do século XIX;Desenvolvimento tardio em relação a outras ciências;Antes disso: estudo de teorias e causas da vida mental e o mundo envolvente;Lamarck: destaque na construçãoAntropologia física (noção de raça); * Lei do uso e desuso; * Lei dos caract. adq.;Societé *
    4. 4. A Ascensão do Racismo na AntropologiaSéculo XIX;Paul broca e Paul Topinard;Estudo da mente do homem primitivo;
    5. 5. Rudolf Virchow;Médico;Antropometria;Características refratárias?Divergência.
    6. 6. A Atuação de Boas em Antropologia FísicaVirchow – Espelho (levantamento antropométrico Alemanha);Saques de sepulturas de índios e medição de índios vivos (Victoria – U.S.A);Trabalho de craniometria América aborígene;Miscigenação não produz híbridos;Tendência à reprodução de traços ancestrais;Miscigenação X ambiente;
    7. 7. Mudança na forma corporal dos imigrantesEstudo desenvolvimento de crianças imigrantes e filhas, de, em Clark, Oakland, Califórnia e Toronto e de crianças judias em New York;Pais imigraram primeiro = maior desenvolv. alt e peso, escola mais rápido, aumento da cabeça;A assimilação dos tipos é possível em cada ambiente americano separado;Instabilidade dos tipos humanos;
    8. 8. Os efeitos das condições ambientais serão + perceptíveis nos órgãos que se desenvolvem por um período mais longo: Cabeça/Face Qtd. Água Sist. Nerv. Cérebro Central Crescem Mudança rápida Desenvolve-se por rapidamente no no primeiro ano mais tempo do 1º e 2º ano, daí de vida, após isso, que qquer. Outra em diante, a qtd. é parte do corpo. aumento praticamente a insignificante. mesa.
    9. 9. Como julgar a capacidade dos homens a partir de raças, se sujeitos da mesma origem apresenta características distintas quando se muda o ambiente de criação?Raça Tipos humanos;Plasticidade dos tipos humanos;Renúncia da crença da superioridade hereditária de certos tipos sob outros.
    10. 10. Plasticidade dos tipos Coréia do Norte X Coréia do SulEstima-se que, em 1998, três milhões de pessoas morreram de fome na Coréia do Norte;Uma criança norte-coreana de 7 anos é 20cm menor e 10 kg mais magra do que seu correspondente na Coreia do Sul;

    ×