Sociologia: Estado secular e evolucionismo social

4.233 visualizações

Publicada em

Aula sobre Positivismo e Evolucionismo Social.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.233
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sociologia: Estado secular e evolucionismo social

  1. 1. Sociologia Prof. Esp. Vinicius Freitas de Menezes vinistoria@hotmail.com
  2. 2. ESTADO TEOCRÁTICO X LAICOTeocracia é o sistema de governo em que as açõespolíticas, jurídicas e policiais são submetidas àsnormas de alguma religião. O poder teocrático podeser exercido direta ou indiretamente pelos clérigos deuma religião: os governantes, juízes e demaisautoridades podem ser os próprios líderes religiosos oupodem ser cidadãos leigos submetidos ao controle dosclérigos.Estado laico é um conceito onde o Estado éoficialmente neutro em relação às questões religiosas,não apoiando nem se opondo a nenhuma religião. Umestado secular trata todos seus cidadãos igualmente,independente de sua escolha religiosa, e não deve darpreferência a indivíduos de certa religião.
  3. 3. - Estados Laicos- Estados Teocráticos- Difícil definir
  4. 4. EVOLUCIONISMO SOCIAL: POSITIVISMO NA TEORIA DEEvolucionismo DARWIN social: refere-se às teoriasantropológicas de desenvolvimento socialsegundo as quais acredita-se que associedades têm início num estado primitivo egradualmente tornam-se mais civilizadas com opassar do tempo. Nesse contexto, o primitivo éassociado com comportamento animalístico;enquanto civilização é associada com a culturaeuropeia do século XIX.O Evolucionismo Social tem relação com odarwinismo social e representa a primeirateoria de evolução cultural.
  5. 5. O darwinismo social tem origem na teoria daseleção natural de Charles Darwin, que explicaa diversidade de espécies de seres vivosatravés do processo evolução.De acordo com esse pensamento, existiriamcaracterísticas biológicas e sociais quedeterminariam que uma pessoa é superior àoutra e que as pessoas que se enquadrassemnesses critérios seriam as mais aptas.
  6. 6. O Darwinismo Social foi empregado para tentarexplicar a inconstância pós-revolução industrial,sugerindo que os que estavam pobres eram osmenos aptos (segundo interpretação da época dateoria de Darwin) e os mais ricos que evoluírameconomicamente seriam os mais aptos asobreviver por isso os mais evoluídos. Durante oséculo XIX as potências europeias também usaramo Darwinismo Social como justificativa para oImperialismo capitalista.
  7. 7. Sociedade mais Evoluída: INDUSTRIAL TRABALHOS MANUAIS RELAÇÕES DE DEPENDÊNCIA FEUDAL ESCRAVIDÃOSociedade menos Evoluída: PRIMITIVA
  8. 8. BANQUETE ANTROPOFÁGICO O primeiro relato conhecido de canibalismo surgiu a partir de uma expedição às Índias Ocidentais. Colombo e sua tripulação alegadamente descobriram que as tribos indígenas do Caribe participavam de uma prática peculiar e horrenda, que consistia em um ritual de comer a carne de outros seres humanos. Os responsáveis pelo relato teriam cometido um erro ao transcrever o nome da tribo, referindo-se a esta como “canibes”, termo que com o tempo se transformou em “canibales”, significando a partir daí “cruel” ou “sedento”, em

×