Sistema Nervoso - Prof Maria de Fátima

670 visualizações

Publicada em

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
670
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Divisões do Sistema Nervoso Periférico
  • Drogas e sistema Nervoso
  • Muito Obrigada pela atenção!
    Bons Estudos
  • Sistema Nervoso - Prof Maria de Fátima

    1. 1. SISTEMA NERVOSO Prof. Maria de Fátima
    2. 2. O sistema nervoso é responsável pela maioria das funções de controle em um organismo, coordenando e regulando as atividades corporais. O neurônio é a unidade funcional deste sistema. - Os neurônios comunicam-se através de sinapses; - Por eles propagam-se os impulsos nervosos; - Anatomicamente o neurônio é formado por: dendrito, corpo celular e axônio; - A transmissão ocorre apenas no sentido do dendrito ao axônio.
    3. 3. -
    4. 4. Os neurônios conduzem os estímulos através do organismo, sob a forma de impulso nervosos, pelas cadeias de neurônios que se espalham por o corpo por meio dos nervos.
    5. 5. SINAPSES
    6. 6. Sistema nervoso central (SNC) a) Encéfalo  Possui cerca de 1,4 kg nos adultos  Está localizado na caixa craniana.  Dividido em 3 partes: cérebro, cerebelo e tronco encefálico b) Medula espinal Cordão cilíndrico que parte da base do encéfalo e percorre toda a coluna vertebral.  Aloja-se dentro das perfurações das vértebras.  Da medula espinhal partem 31 pares de nervos raquidianos
    7. 7. Partes do encéfalo
    8. 8. Encéfalo → Cérebro : O cérebro é responsável por nossas atividades intelectuais, memória, controle de certas funções motoras, sensações (fome, frio, sede etc.) e, em humanos, consciência e emoções. Possui áreas sensoriais(interpretam informações sensoriais), áreas motoras (coordenam movimentos voluntários) e áreas de associações ( relacionam as informações ) e são responsáveis pelo que chamamos pensamento. → Bulbo: Atua no controle de atividades involuntárias e vitais como velocidade dos batimentos cardíacos, o ritmo respiratório, a pressão sanguínea, os movimentos de deglutição e regurgitação, os espirros, as tosses e a salivação. → Ponte: transmitir as informações da medula e do bulbo até o córtex cerebral. →Cerebelo: é responsável pelo controle motor (equilíbrio). → Corpo Caloso: Liga os hemisférios direito e esquerdo. →Tálamo: Transmite ao cérebro informações sensoriais e motoras.
    9. 9. Medula Espinal controla os atos reflexos - que são reações involuntárias que envolvem impulsos nervosos, percorrendo um caminho chamado arco reflexo). Dela emergem vários nervos cujos axônios são provenientes de corpos celulares locais, do encéfalo ou de gânglios nervosos. Assim, pode ser entendida como conexão nervosa entre os membros do tronco e o encéfalo. - O SNC é envolvido três membranas denominadas meninges que o isolam dos componentes esqueléticos (crânio e coluna vertebral). De fora para dentro, são: duramáter, aracnóide e piamáter. - A piamáter secreta o líquido cefaloraquidiano, que se distribui ao longo do espaço subaracnóideo, banhando o encéfalo e a medula espinhal, fornecendo-lhes nutrientes importantes ao metabolismo e protegendo-os de impactos.
    10. 10. Sistema nervoso periférico (SNP) Constituído por:  Nervos ( 12 pares de nervos cranianos e 31 pares de nervos raquidianos  Gânglios nervosos (Aglomerado de corpos celulares de neurônios encontrados fora do sistema nervo central)  Terminações nervosas (receptores para dor, tato, frio, pressão, calor, paladar, etc.) Nervos São fios finos formados por vários axônios de neurônios envolvidos por tecido conjuntivo. Transmitem mensagens de várias partes do corpo para o sistema nervoso central ou destes para as regiões corporais.
    11. 11. Divisão do sistema nervoso periférico Sistema Nervoso Voluntário (somático) Ações conscientes: andar, falar, pensar, movimentar um braço, etc. Sistema Nervoso Voluntário (somático) Sistema Nervoso autônomo (Viceral) Ações inconscientes: controle da digestão, batimentos cardíacos, movimento das vísceras, etc. Simpático Parassimpático
    12. 12.  O Sistema Nervoso Periférico é dividido em dois: SNP Somático e SNP Autônomo.  O SNP Somático é responsável por conduzir as informações do cérebro para os músculos esqueléticos. Assim tem relação com atividades voluntárias.  O SNP Autônomo é responsável por conduzir a informação do cérebro para as vísceras (músculos lisos) e para o músculo do coração. Tem, assim, relação com funções involuntárias.
    13. 13. Encéfalo → Cérebro : O cérebro é responsável por nossas atividades intelectuais, memória, controle de certas funções motoras, sensações (fome, frio, sede etc.) e, em humanos, consciência e emoções. Possui áreas sensoriais(interpretam informações sensoriais), áreas motoras (coordenam movimentos voluntários) e áreas de associações ( relacionam as informações ) e são responsáveis pelo que chamamos pensamento. → Bulbo: Atua no controle de atividades involuntárias e vitais como velocidade dos batimentos cardíacos, o ritmo respiratório, a pressão sanguínea, os movimentos de deglutição e regurgitação, os espirros, as tosses e a salivação. → Ponte: transmitir as informações da medula e do bulbo até o córtex cerebral. →Cerebelo: é responsável pelo controle motor (equilíbrio). → Corpo Caloso: Liga os hemisférios direito e esquerdo. → Tálamo: Transmite ao cérebro informações sensoriais e motoras.
    14. 14. Áreas funcionais do cérebro chamado arco reflexo). Dela emergem vários nervos cujos axônios são provenientes de corpos celulares locais, do encéfalo ou de gânglios nervosos. Assim, pode ser entendida como conexão nervosa entre os membros do tronco e o encéfalo. - O SNC é envolvido três membranas denominadas meninges que o isolam dos componentes esqueléticos (crânio e coluna vertebral). De fora para dentro, são: duramáter, aracnóide e piamáter. - A piamáter secreta o líquido cefaloraquidiano, que se distribui ao longo do espaço subaracnóideo, banhando o encéfalo e a medula espinhal, fornecendo-lhes nutrientes importantes ao metabolismo e protegendo-os de impactos.
    15. 15. Medula Espinal controla os atos reflexos - que são reações involuntárias que envolvem impulsos nervosos, percorrendo um caminho chamado arco reflexo). Dela emergem vários nervos cujos axônios são provenientes de corpos celulares locais, do encéfalo ou de gânglios nervosos. Assim, pode ser entendida como conexão nervosa entre os membros do tronco e o encéfalo. - O SNC é envolvido três membranas denominadas meninges que o isolam dos componentes esqueléticos (crânio e coluna vertebral). De fora para dentro, são: duramáter, aracnóide e piamáter. - A piamáter secreta o líquido cefaloraquidiano, que se distribui ao longo do espaço subaracnóideo, banhando o encéfalo e a medula espinhal, fornecendo-lhes nutrientes importantes ao metabolismo e protegendo-os de impactos.
    16. 16. Reflexo Medular A medula espinhal é capaz de elaborar respostas rápidas em situações de emergência, sem a interferência do encéfalo. Imagine que você está costurando uma roupa. De repente você encosta a agulha em seu dedo. O que você faz? A resposta mais óbvia é tirar o dedo rapidamente! E realmente é isso que acontece sem você ao menos pensar sobre isso. O Ato Reflexo é um exemplo: 1. O Joelho recebe o golpe do martelo. 2. A mensagem é recebida pelos neurônios. 3. A medula transporta sinais para o nervo. 4. O nervo transmite o estimulo para a coxa. 5. O músculo recebem o estimulo e se desloca.
    17. 17. Os riscos e danos à medula espinal Uma lesão nos feixes de axônios medulares , pode interromper total ou parcialmente a comunicação entre o encéfalo e as regiões do corpo, causando a perda da sensibilidade ou paralisia. Paralisia – Os estímulos enviados pelo encéfalos não chegam a região afetada da medula espinal e portanto os músculos dessa região não podem se movimentar .Dependendo da região afetada o indivíduo pode se tornar paraplégico ( membros inferiores paralisados) ou tetraplégico ( quatro membros paralisados). Perda de sensibilidade - ausência de sensações de tato, dor, calor, frio. Ocorre porque impulsos nervosos originados dos sensores da pele, não chegam ao encéfalo, assim as sensações não são traduzidas e percebidas.
    18. 18. Sistema nervoso periférico (SNP) Constituído por:  Nervos ( 12 pares de nervos cranianos e 31 pares de nervos raquidianos  Gânglios nervosos (Aglomerado de corpos celulares de neurônios encontrados fora do sistema nervo central)  Terminações nervosas (receptores para dor, tato, frio, pressão, calor, paladar, etc.) Nervos São fios finos formados por vários axônios de neurônios envolvidos por tecido conjuntivo. Transmitem mensagens de várias partes do corpo para sistema nervoso central ou destes para as regiões corporais.
    19. 19. Drogas e sistema Nervoso
    20. 20. Muito Obrigada pela atenção! Bons Estudos.

    ×