SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
SISTEMA
NERVOSO
O sistema nervoso é constituído essencialmente por NEURÓNIOS.
O QUE SÃO
?Os neurônios, também chamados
de células nervosas, são células
do sistema nervoso que estão
relacionadas com a propagação
do impulso nervoso, sendo
consideradas as unidades básicas
desse sistema.
ESTRUTUR
A:Os neurônios, também
chamados de células nervosas,
são células do sistema
nervoso que estão
relacionadas com a
propagação do impulso
nervoso, sendo consideradas
as unidades básicas desse
CARACTERÍSTICAS:
Dendritos
São prolongamentos do neurônio que
garantem a recepção dos estímulos, levando
o impulso nervoso em direção ao corpo
celular. A grande maioria dos neurônios
apresenta uma grande quantidade de
dendritos.
Axônio
Prolongamento que garante a condução do
impulso nervoso. Cada neurônio possui apenas
um axônio, o qual é, geralmente, mais longo que
os dendritos. Envolvendo o axônio, está um
isolamento elétrico chamado de bainha de
mielina. Essa bainha é formada por dois tipos
celulares: oligodendrócitos, no sistema nervoso
central, e células de Schwann, no sistema
nervoso periférico. Os locais onde há falha
nessa bainha são chamados de nódulos de
Corpo celular
Local do neurônio onde está
presente o núcleo, grande parte das
organelas celulares e de onde
partem os prolongamentos dessa
célula.
Tipos de neurônios.
Neurônios sensitivos (aferentes), que levam o
estímulo dos receptores ao sistema nervoso
central.
Neurônios motores (eferentes), que levam o
estímulo do sistema nervoso central aos
órgãos executores.
Neurônios associativos que ligam os
neurônios motores aos sensitivos e aparecem
no encéfalo ou na medula espinhal
• O sistema nervoso
representa uma rede de
comunicações do
organismo.
• É formado por um conjunto
de órgãos do corpo
humano que possuem
a função de captar as
mensagens, estímulos
do ambiente, "interpretá-
los" e "arquivá-los".
• Consequentemente,
ele elabora respostas, as
quais podem ser dadas na
forma de movimentos,
sensações ou
constatações.
Sistema
Nervoso
Central
Sistema Nervoso Central
É constituído pelo encéfalo e pela medula
espinhal, ambos envolvidos e protegidos por três
membranas denominadas meninges.
O que são
meninges?
São três membranas que
revestem o sistema nervoso
central, garantindo a
proteção contra choques
mecânicos e a regulação da
pressão no interior desse
importante sistema. Essas
membranas são
denominadas de dura-máter,
aracnoide e pia-máter.
Encéfalo
O encéfalo, que pesa
aproximadamente 1,5 quilo,
está localizado na caixa
craniana e apresenta três
órgãos principais: o cérebro, o
cerebelo e o tronco encefálico
Cérebro
É o órgão mais importante do sistema
nervoso. Considerado o órgão mais
volumoso, pois ocupa a maior parte do
encéfalo, o cérebro está dividido em duas
partes simétricas: o hemisfério direito e
o hemisfério esquerdo.
Assim, a camada mais externa do cérebro e
cheia de reentrâncias, chama-se córtex
cerebral, o responsável pelo pensamento,
visão, audição, tato, paladar, fala, escrita,
Cerebelo
Está situado na parte posterior e abaixo
do cérebro, o cerebelo coordena os
movimentos precisos do corpo, além
de manter o equilíbrio. Além disso,
regula o tônus muscular, ou seja,
regula o grau de contração dos
músculos em repouso.
Tronco Encefálico
Localizado na parte inferior do encéfalo, o tronco
encefálico conduz os impulsos nervosos do
cérebro para a medula espinhal e vice-versa.
Além disso, produz os estímulos nervosos que
controlam as atividades vitais como
os movimentos respiratórios, os batimentos
cardíacos e os reflexos, como a tosse, o
espirro e a deglutição.
Medula Espinhal
A medula espinhal é um cordão
de tecido nervoso situado dentro
da coluna vertebral. Na parte
superior está conectada ao tronco
encefálico.
Sua função é conduzir os impulsos
nervosos do restante do corpo
para o cérebro e coordenar os atos
involuntários (reflexos).
Sistema
Nervoso
Periférico
Sistema Nervoso
PeriféricoÉ formado por nervos que se
originam no encéfalo e na medula
espinhal.
Sua função é conectar o sistema nervoso central
ao resto do corpo. Importante destacar que
existem dois tipos de nervos: os cranianos e os
raquidianos.
Nervos Cranianos: distribuem-se em 12
pares que saem do encéfalo, e sua função é
transmitir mensagens sensoriais ou
motoras, especialmente para as áreas da
cabeça e do pescoço.
Nervos Raquidianos: são 31 pares de
nervos que saem da medula espinhal. São
formados de neurônios sensoriais, que
recebem estímulos do ambiente; e
neurônios motores que levam impulsos do
sistema nervoso central para os músculos
ou para as glândulas.
De acordo com a sua atuação, o sistema nervoso periférico pode ser
dividido em sistema nervoso somático e sistema nervoso autônomo.
Sistema Nervoso Somático: regula as
ações voluntárias, ou seja, que estão sob
o controle da nossa vontade bem como
regula a musculatura esquelética de todo
o corpo.
Sistema Nervoso Autônomo: atua de
modo integrado com o sistema nervoso
central e apresenta duas subdivisões: o
sistema nervoso simpático, que estimula o
funcionamento dos órgãos, e o sistema
nervoso parassimpático que inibe o seu
funcionamento.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Sistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power PointSistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
 
Sistema nervoso periférico
Sistema nervoso periféricoSistema nervoso periférico
Sistema nervoso periférico
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
 
Sistema nervoso central
Sistema nervoso centralSistema nervoso central
Sistema nervoso central
 
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
 
Aula 7 Sistema Nervoso
Aula 7 Sistema NervosoAula 7 Sistema Nervoso
Aula 7 Sistema Nervoso
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
 
Aula 03 sitema nervoso
Aula 03 sitema nervosoAula 03 sitema nervoso
Aula 03 sitema nervoso
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
7 sistema cardiovascular
7   sistema cardiovascular7   sistema cardiovascular
7 sistema cardiovascular
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
Aula sistema nervoso
Aula sistema nervosoAula sistema nervoso
Aula sistema nervoso
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
 
Sistema nervoso slides
Sistema nervoso slidesSistema nervoso slides
Sistema nervoso slides
 
Sistema sensorial - anatomia humana
Sistema sensorial - anatomia humanaSistema sensorial - anatomia humana
Sistema sensorial - anatomia humana
 
Aula de Revisão - Neuroanatomia
Aula de Revisão - NeuroanatomiaAula de Revisão - Neuroanatomia
Aula de Revisão - Neuroanatomia
 
Aula Sistema Nervoso 8º Ano
Aula Sistema Nervoso 8º AnoAula Sistema Nervoso 8º Ano
Aula Sistema Nervoso 8º Ano
 
Sistema Muscular
Sistema MuscularSistema Muscular
Sistema Muscular
 
SISTEMA NERVOSO HUMANO
SISTEMA NERVOSO HUMANOSISTEMA NERVOSO HUMANO
SISTEMA NERVOSO HUMANO
 

Semelhante a Sistema Nervoso Central e Periférico

Semelhante a Sistema Nervoso Central e Periférico (20)

AULA SISTEMA NERVOSO slide sha.pptx
AULA SISTEMA NERVOSO  slide sha.pptxAULA SISTEMA NERVOSO  slide sha.pptx
AULA SISTEMA NERVOSO slide sha.pptx
 
Sistema neuro hormonal
Sistema neuro hormonalSistema neuro hormonal
Sistema neuro hormonal
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Sistema nervoso biologia 1 ano texto.pdf
Sistema nervoso biologia 1  ano texto.pdfSistema nervoso biologia 1  ano texto.pdf
Sistema nervoso biologia 1 ano texto.pdf
 
Sistema Nervoso.
Sistema Nervoso.Sistema Nervoso.
Sistema Nervoso.
 
Sist Neurohormonal
Sist NeurohormonalSist Neurohormonal
Sist Neurohormonal
 
Sistemanervoso1 (2)
Sistemanervoso1 (2)Sistemanervoso1 (2)
Sistemanervoso1 (2)
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
SISTEMA NERVOSO.pptx
SISTEMA NERVOSO.pptxSISTEMA NERVOSO.pptx
SISTEMA NERVOSO.pptx
 
Est.mov. m3 - sistema nervoso
Est.mov.   m3 - sistema nervosoEst.mov.   m3 - sistema nervoso
Est.mov. m3 - sistema nervoso
 
SISTEMA NERVOSO
SISTEMA NERVOSOSISTEMA NERVOSO
SISTEMA NERVOSO
 
Anatomia do Sistema Nervoso Humano
Anatomia do Sistema Nervoso HumanoAnatomia do Sistema Nervoso Humano
Anatomia do Sistema Nervoso Humano
 
Aula 20 sistema nervoso
Aula 20   sistema nervosoAula 20   sistema nervoso
Aula 20 sistema nervoso
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
O sistema nervoso
O sistema nervoso O sistema nervoso
O sistema nervoso
 
Sistema nervoso - slid PPt
Sistema nervoso - slid PPtSistema nervoso - slid PPt
Sistema nervoso - slid PPt
 
Sistemanervoso.pdf
Sistemanervoso.pdfSistemanervoso.pdf
Sistemanervoso.pdf
 
Sistema Nervoso Humano
Sistema Nervoso HumanoSistema Nervoso Humano
Sistema Nervoso Humano
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
 

Último

DEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTAL
DEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTALDEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTAL
DEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTALCarlosLinsJr
 
avaliação pratica. pdf
avaliação pratica.                           pdfavaliação pratica.                           pdf
avaliação pratica. pdfHELLEN CRISTINA
 
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptxAula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptxAndersonMoreira538200
 
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdfAULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdfLviaParanaguNevesdeL
 
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptxAULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptxEnfaVivianeCampos
 
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obrasosnikobus1
 
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdfAULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdfLviaParanaguNevesdeL
 
Aula sobre ANSIEDADE & Cuidados de Enfermagem
Aula sobre ANSIEDADE & Cuidados de EnfermagemAula sobre ANSIEDADE & Cuidados de Enfermagem
Aula sobre ANSIEDADE & Cuidados de EnfermagemCarlosLinsJr
 
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdfNutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdfThiagoAlmeida458596
 
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfAULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfLviaParanaguNevesdeL
 
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTOPROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTOvilcielepazebem
 
aula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteina
aula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteinaaula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteina
aula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteinajarlianezootecnista
 
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdfA HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdfMarceloMonteiro213738
 
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfDengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfEduardoSilva185439
 
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdfHELLEN CRISTINA
 

Último (15)

DEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTAL
DEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTALDEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTAL
DEPRESSÃO E CUIDADOS DE ENFERMAGEM - SAÚDE MENTAL
 
avaliação pratica. pdf
avaliação pratica.                           pdfavaliação pratica.                           pdf
avaliação pratica. pdf
 
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptxAula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
 
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdfAULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
 
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptxAULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
 
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
1. 2 PLACAS DE SINALIAÇÃO - (1).pptx Material de obras
 
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdfAULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
 
Aula sobre ANSIEDADE & Cuidados de Enfermagem
Aula sobre ANSIEDADE & Cuidados de EnfermagemAula sobre ANSIEDADE & Cuidados de Enfermagem
Aula sobre ANSIEDADE & Cuidados de Enfermagem
 
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdfNutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
 
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfAULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
 
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTOPROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
 
aula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteina
aula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteinaaula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteina
aula 7. proteínas.ppt. conceitos de proteina
 
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdfA HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
A HISTÓRIA DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA..pdf
 
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfDengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
 
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
 

Sistema Nervoso Central e Periférico

  • 2. O sistema nervoso é constituído essencialmente por NEURÓNIOS. O QUE SÃO ?Os neurônios, também chamados de células nervosas, são células do sistema nervoso que estão relacionadas com a propagação do impulso nervoso, sendo consideradas as unidades básicas desse sistema. ESTRUTUR A:Os neurônios, também chamados de células nervosas, são células do sistema nervoso que estão relacionadas com a propagação do impulso nervoso, sendo consideradas as unidades básicas desse
  • 3. CARACTERÍSTICAS: Dendritos São prolongamentos do neurônio que garantem a recepção dos estímulos, levando o impulso nervoso em direção ao corpo celular. A grande maioria dos neurônios apresenta uma grande quantidade de dendritos. Axônio Prolongamento que garante a condução do impulso nervoso. Cada neurônio possui apenas um axônio, o qual é, geralmente, mais longo que os dendritos. Envolvendo o axônio, está um isolamento elétrico chamado de bainha de mielina. Essa bainha é formada por dois tipos celulares: oligodendrócitos, no sistema nervoso central, e células de Schwann, no sistema nervoso periférico. Os locais onde há falha nessa bainha são chamados de nódulos de Corpo celular Local do neurônio onde está presente o núcleo, grande parte das organelas celulares e de onde partem os prolongamentos dessa célula.
  • 4. Tipos de neurônios. Neurônios sensitivos (aferentes), que levam o estímulo dos receptores ao sistema nervoso central. Neurônios motores (eferentes), que levam o estímulo do sistema nervoso central aos órgãos executores. Neurônios associativos que ligam os neurônios motores aos sensitivos e aparecem no encéfalo ou na medula espinhal
  • 5. • O sistema nervoso representa uma rede de comunicações do organismo. • É formado por um conjunto de órgãos do corpo humano que possuem a função de captar as mensagens, estímulos do ambiente, "interpretá- los" e "arquivá-los". • Consequentemente, ele elabora respostas, as quais podem ser dadas na forma de movimentos, sensações ou constatações.
  • 7. Sistema Nervoso Central É constituído pelo encéfalo e pela medula espinhal, ambos envolvidos e protegidos por três membranas denominadas meninges. O que são meninges? São três membranas que revestem o sistema nervoso central, garantindo a proteção contra choques mecânicos e a regulação da pressão no interior desse importante sistema. Essas membranas são denominadas de dura-máter, aracnoide e pia-máter.
  • 8. Encéfalo O encéfalo, que pesa aproximadamente 1,5 quilo, está localizado na caixa craniana e apresenta três órgãos principais: o cérebro, o cerebelo e o tronco encefálico Cérebro É o órgão mais importante do sistema nervoso. Considerado o órgão mais volumoso, pois ocupa a maior parte do encéfalo, o cérebro está dividido em duas partes simétricas: o hemisfério direito e o hemisfério esquerdo. Assim, a camada mais externa do cérebro e cheia de reentrâncias, chama-se córtex cerebral, o responsável pelo pensamento, visão, audição, tato, paladar, fala, escrita, Cerebelo Está situado na parte posterior e abaixo do cérebro, o cerebelo coordena os movimentos precisos do corpo, além de manter o equilíbrio. Além disso, regula o tônus muscular, ou seja, regula o grau de contração dos músculos em repouso. Tronco Encefálico Localizado na parte inferior do encéfalo, o tronco encefálico conduz os impulsos nervosos do cérebro para a medula espinhal e vice-versa. Além disso, produz os estímulos nervosos que controlam as atividades vitais como os movimentos respiratórios, os batimentos cardíacos e os reflexos, como a tosse, o espirro e a deglutição. Medula Espinhal A medula espinhal é um cordão de tecido nervoso situado dentro da coluna vertebral. Na parte superior está conectada ao tronco encefálico. Sua função é conduzir os impulsos nervosos do restante do corpo para o cérebro e coordenar os atos involuntários (reflexos).
  • 10. Sistema Nervoso PeriféricoÉ formado por nervos que se originam no encéfalo e na medula espinhal. Sua função é conectar o sistema nervoso central ao resto do corpo. Importante destacar que existem dois tipos de nervos: os cranianos e os raquidianos. Nervos Cranianos: distribuem-se em 12 pares que saem do encéfalo, e sua função é transmitir mensagens sensoriais ou motoras, especialmente para as áreas da cabeça e do pescoço. Nervos Raquidianos: são 31 pares de nervos que saem da medula espinhal. São formados de neurônios sensoriais, que recebem estímulos do ambiente; e neurônios motores que levam impulsos do sistema nervoso central para os músculos ou para as glândulas. De acordo com a sua atuação, o sistema nervoso periférico pode ser dividido em sistema nervoso somático e sistema nervoso autônomo. Sistema Nervoso Somático: regula as ações voluntárias, ou seja, que estão sob o controle da nossa vontade bem como regula a musculatura esquelética de todo o corpo. Sistema Nervoso Autônomo: atua de modo integrado com o sistema nervoso central e apresenta duas subdivisões: o sistema nervoso simpático, que estimula o funcionamento dos órgãos, e o sistema nervoso parassimpático que inibe o seu funcionamento.

Notas do Editor

  1. Os nós de Ranvier são um número de interrupções que se originam em intervalos regulares ao longo do comprimento do axônio de um neurônio. São  pequenos nódulos que ocorrem na bainha de mielina (uma camada de substância branca) que rodeia os axônios dos neurônios.