CRIOGENIA
Apresentação de Física
CRIOGENIA
Na física, Criogenia é o estudo da produção e comportamento de
materiais em temperaturas muito baixas (abaixo de...
CRIÔNICA
É um processo onde os órgãos e tecidos de um ser humano ou um animal
são conservados a uma temperatura de -196ºC ...
PROCESSO
Após a morte da pessoa, os funcionários da empresa responsável
resfriam o cadáver com gelo, até a temperatura fic...
PROCESSO
Em seguida o corpo é resfriado gradualmente em uma câmara de
gelo seco, para desse modo congelar todas as partes ...
OBSTÁCULOS
O processo pode trazer diversos danos estruturais para as células e
tecidos, alguns desses danos inclusive, não...
EFEITOS COLATERAIS
Com a reanimação do morto, cientistas dizem que ele
provavelmente não teria suas memórias elétricas e q...
WALT DISNEY – LENDA URBANA
Existem diversas teorias que dizem que a cabeça de Walt Disney
fora congelada após sua morte em...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Criogenia - Criônica

1.507 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre Criônica

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.507
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Criogenia - Criônica

  1. 1. CRIOGENIA Apresentação de Física
  2. 2. CRIOGENIA Na física, Criogenia é o estudo da produção e comportamento de materiais em temperaturas muito baixas (abaixo de 123K ou - 150°C). A Criogenia é frequentemente confundida com a Criônica, processo de preservação de seres humanos e outros animais em baixas temperaturas que não podem ser mantidos vivos pelos métodos medicinais atuais.
  3. 3. CRIÔNICA É um processo onde os órgãos e tecidos de um ser humano ou um animal são conservados a uma temperatura de -196ºC para impedir a proliferação de bactérias e o consequentemente apodrecimento do corpo. A esperança dos que tem seus corpos congelados é poder serem descongelados no futuro e curados pela medicina que nesse ponto, já deve ter descoberto a cura para a doença que os matou. Legalmente, uma pessoa só pode ser congelada após a comprovação da morte, caso contrário, o processo pode ser considerado suicídio assistido.
  4. 4. PROCESSO Após a morte da pessoa, os funcionários da empresa responsável resfriam o cadáver com gelo, até a temperatura ficar pouco acima de 0ºC, o suficiente para impedir a proliferação de bactérias que irão apodrecer o cadáver. O corpo recebe então varias injeções de substâncias anticoagulantes, para manter os vasos sanguíneos desobstruídos. O sangue do corpo é bombeado para fora, e no lugar são injetadas substancias químicas que impedirão a formação de cristais de gelo, que poderiam romper a estrutura celular.
  5. 5. PROCESSO Em seguida o corpo é resfriado gradualmente em uma câmara de gelo seco, para desse modo congelar todas as partes do corpo no mesmo ritmo, impedindo que as células sejam danificadas no processo. Este processo é lento, chegando a durar dois dias. No final desse processo a temperatura do corpo já esta a -79ºC. Depois do resfriamento, o corpo é lentamente posto em um tanque com nitrogênio liquido, até ser totalmente coberto, chegando a uma temperatura de -196°C.
  6. 6. OBSTÁCULOS O processo pode trazer diversos danos estruturais para as células e tecidos, alguns desses danos inclusive, não podem ser revertidos com a atual tecnologia. Talvez o principal problema dessa técnica seja a reanimação dos pacientes. Pois exige o reparo de danos causados pela falta de oxigênio e toxicidade dos crio protetores e também a cura da doença que matou o individuo. As esperanças para a reanimação se baseiam nos avanços da nanomedicina, onde se espera que diversos organismos microscópicos façam todo um trabalho de regeneração tecidual do paciente.
  7. 7. EFEITOS COLATERAIS Com a reanimação do morto, cientistas dizem que ele provavelmente não teria suas memórias elétricas e químicas preservadas (memorias de curta duração). Não há um consenso sobre o assunto. Alguns cientistas chegam até mesmo a dizer que todas as memórias do paciente seriam destruídas, de modo que ele não se lembrasse nem mesmo de quem é.
  8. 8. WALT DISNEY – LENDA URBANA Existem diversas teorias que dizem que a cabeça de Walt Disney fora congelada após sua morte em 1966, e que estaria sendo mantida escondida embaixo de uma das atrações de seu parque de diversões. Esses boatos surgiram devido as crescentes pesquisas que sobre o assunto que surgiram na época de sua morte. A primeira pessoa a ser congelada criogenicamente de maneira oficial foi o Dr. James Bedford, congelado um mês após a morte de Walt Disney.

×