SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Título : O Pequeno Príncipe
Autor : Antoine de Saint - Exupéry
Editora: Agir
Ano de Publicação : 2007
Narrador
Antoine

Personagens :
O Pequeno Príncipe = Alegre e sempre de bom humor, esse é o
príncipe e único habitante do micro planeta B612. Ele adora cuidar das
poucas coisas que seu planeta tem, como as borboletas, a rosa e o
vulcão. Ele também gosta de visitar o planeta terra através de
meteoros que passam perto do planeta dele e caem no planeta terra.

A Rosa = É uma das poucas coisas que tem no mini planeta B612. O
príncipe é sempre cuidadoso com ela, rega ela todos os dias para que
de manhã ela abra feliz. O príncipe adora conversar com ela todos os
dias.

Pássaro Espacial = É um grande amigo do príncipe que avisa ao
príncipe o que tá acontecendo na Terra. Ele também recomenda ou
não o que o Príncipe deve fazer lá na terra.
Tempo
Presente


Espaço
No pequeno planeta do Pequeno Príncipe .


Enredo
Conta a história de um pequeno príncipe que vivia em seu pequeno planeta, junto
com a Rosa, as borboletas e seu vulcão. O pequeno príncipe decide deixar o seu
planeta, deixando a rosa, sozinha, preocupado ele com seu planeta e a rosa. Caiu
na terra e conheceu o autor do livro (Antoine) e pede ajuda. Antoine cai de seu
avião no deserto do Saara. Os dois se encontram, e tentam sobreviver juntos, o
que não aconteceu com o príncipe.
Recomendaria , ele pode ter gostos diferentes do meu ,
eu não achei o livro tão interessante quando eu
imaginava , eu achei ele meio „‟frio‟‟ não teve muitos
detalhes , a linguagem não conseguia entender direito .
  Eu não gostei do livro não me identifiquei , mas se um
amigo meu ler talvez ele possa se interessar e entender
melhor . Não consegui identificar algumas coisas .
  Teve partes que eu achei bem legais e outras bem
confusas , não é um livro de minha preferencia , gostei
do jeito que o Autor coloca de quando era criança , é
bom voltar um pouquinho atrás . Mas porém , por minha
parte eu não gostei !
Esse livro pela capa ,
parece ter uma
conexão com o livro
“O Pequeno Príncipe”.


Procurei um pouco
sobre o livro e vi que
fala de um Príncipe e
uma Princesa e desde
pequeno ele é treinado
para sair de teu
castelo para reinar em
outros mundos .
O narrador recorda-se do seu primeiro desenho de criança, tentativa frustrada de os
adultos entender o mundo infantil ou o mundo das pessoas de alma pura. Ele havia
desenhado um elefante engolido por uma jibóia, porém os adultos só diziam que era um
chapéu. Quando cresceu, testava o grau de lucidez das pessoas, mostrando-lhes o
desenho e todas respondiam a mesma coisa. Por causa disto, viveu sem amigos com os
quais pudesse realmente conversar. Pelas decepções com os desenhos, escolhera a
profissão de Piloto e, em certo dia, houve uma pane em seu avião, vindo a cair no
Deserto de Saara. Na primeira noite, ele adormeceu sobre a areia. Ao despertar do dia,
uma voz estranha o acordou, pedindo para que ele desenhasse um carneiro. Era um
pedacinho de gente, um rapazinho de cabelos dourados, o Pequeno Príncipe. O narrador
mostrou-lhe o seu desenho. O Pequeno Príncipe disse-lhe que não queria um elefante
engolido por uma jibóia e sim um carneiro. Ele teve dificuldades para desenhá-lo, pois
fora desencorajado de desenhar quando era pequeno. Depois de várias tentativas, teve
a idéia de desenhá-lo dentro de uma caixa. Para surpresa do narrador, o Pequeno
aceitou o desenho. Foi deste modo que o narrador travou conhecimentos com o
Pequeno Príncipe. Ele contou-lhe que viera de um planeta, do qual o narrador imaginou
ser o asteróide B612, visto pelo telescópio uma única vez, em 1909, por um astrônomo
turco. O pequeno Planeta era do tamanho de uma casa. O Pequeno Príncipe contou o
drama que ele vivia, em seu Planeta, com o baobá, árvore que cresce muito; por este
motivo, ele precisava de um carneiro para comer os baobás enquanto eram pequenos.
Através do Pequeno Príncipe, o narrador aprendeu a dar valor às pequenas coisas do
dia-a-dia; admirar o pôr-do-sol, apreciar a beleza de uma flor, contemplar as estrelas...
Ele acreditava que o pequeno havia viajado, segurando nas penas dos pássaros
selvagens, que emigravam. O Príncipe conta-lhe as suas aventuras em vários outros
planetas: o primeiro era habitado por apenas um rei; o segundo, por um vaidoso; o
terceiro, por um bêbado; o quarto, por um homem de negócios; o quinto, um
acendedor de lampião; no sexto, um velho geógrafo que escrevia livros enormes, e,
por último, ele visitou o nosso Planeta Terra, onde encontrou uma serpente, que lhe
prometeu mandá-lo de volta ao seu planeta, através de uma picada. No oitavo dia da
pane, o narrador havia bebido o último gole de água e, por este motivo, caminharam
até que encontraram um poço. Este poço era perto do local onde o Pequeno Príncipe
teria que voltar ao seu planeta. A partida dele seria no dia seguinte. Falou-lhe,
também, que a serpente havia combinado com ele de aparecer na hora exata para
picá-lo. O narrador ficou triste, ao saber disto, porque tomara afeição ao Pequeno. O
Príncipe lhe disse para que não sofresse, quando constatasse que o corpo dele
estivesse inerte, afirmando que devemos saber olhar além das simples aparências.
Não havia outra forma de ele viajar, pois o seu corpo, no estado em que se
encontrava, era muito pesado. Precisava da picada para que se tornasse mais leve.
Chegado o momento do encontro com a serpente, o Pequeno Príncipe não gritou.
Aceitou corajosamente o seu destino. Tombou como uma árvore tomba. E assim,
voltou para o seu planeta, enfim. O narrador, dias mais tarde, conseguiu se salvar,
sentindo-se consolado porque sabia que o Pequeno Príncipe havia voltado para o
planeta dele, pois ao raiar do dia seguinte à picada, o corpo do Pequeno não estava
mais no local. Hoje, ao olhar as estrelas, o narrador sorri, lembrando-se do seu
grande Pequeno amigo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O principezinho.docx resumo2
O principezinho.docx resumo2O principezinho.docx resumo2
O principezinho.docx resumo2Elisa Dias
 
A Poesia Visual
A  Poesia  VisualA  Poesia  Visual
A Poesia Visualtita
 
O principezinho mariana nunes
O principezinho   mariana nunesO principezinho   mariana nunes
O principezinho mariana nunesfantas45
 
Deu a louca nos contos de fada
Deu a louca nos contos de fadaDeu a louca nos contos de fada
Deu a louca nos contos de fadajosivaldopassos
 
A Metamorfose- Franz Kafka
A Metamorfose- Franz KafkaA Metamorfose- Franz Kafka
A Metamorfose- Franz KafkaQuilvia de Sioux
 
Atividades de leitura e interpretação de textos profª clarice
Atividades de leitura e interpretação de textos   profª clariceAtividades de leitura e interpretação de textos   profª clarice
Atividades de leitura e interpretação de textos profª clariceClarice Escouto Santos
 
Conto da Ilha Desconhecida - Ficha de Leitura
Conto da Ilha Desconhecida - Ficha de LeituraConto da Ilha Desconhecida - Ficha de Leitura
Conto da Ilha Desconhecida - Ficha de Leiturae- Arquivo
 
A bela e a Fera
A bela e a FeraA bela e a Fera
A bela e a FeraTedd Mac
 
Conto Maravilhoso
Conto MaravilhosoConto Maravilhoso
Conto Maravilhosogaline1000
 
Deu a louca em romeu e julieta comédia
Deu a louca em romeu e julieta comédiaDeu a louca em romeu e julieta comédia
Deu a louca em romeu e julieta comédiaAna Flavia Coelho
 
Powerpoint apresentação de livro
Powerpoint apresentação de livroPowerpoint apresentação de livro
Powerpoint apresentação de livroCristina Marcelino
 

Mais procurados (20)

Historia do principezinho
Historia do principezinhoHistoria do principezinho
Historia do principezinho
 
O principezinho.docx resumo2
O principezinho.docx resumo2O principezinho.docx resumo2
O principezinho.docx resumo2
 
Dom Casmurro
Dom CasmurroDom Casmurro
Dom Casmurro
 
O Principezinho
O PrincipezinhoO Principezinho
O Principezinho
 
Conto
ContoConto
Conto
 
A Poesia Visual
A  Poesia  VisualA  Poesia  Visual
A Poesia Visual
 
O principezinho- 5 ano
O principezinho- 5 anoO principezinho- 5 ano
O principezinho- 5 ano
 
O principezinho mariana nunes
O principezinho   mariana nunesO principezinho   mariana nunes
O principezinho mariana nunes
 
Branca de Neve
Branca de NeveBranca de Neve
Branca de Neve
 
Deu a louca nos contos de fada
Deu a louca nos contos de fadaDeu a louca nos contos de fada
Deu a louca nos contos de fada
 
A Metamorfose- Franz Kafka
A Metamorfose- Franz KafkaA Metamorfose- Franz Kafka
A Metamorfose- Franz Kafka
 
Escrita Criativa
Escrita Criativa Escrita Criativa
Escrita Criativa
 
Atividades de leitura e interpretação de textos profª clarice
Atividades de leitura e interpretação de textos   profª clariceAtividades de leitura e interpretação de textos   profª clarice
Atividades de leitura e interpretação de textos profª clarice
 
Conto da Ilha Desconhecida - Ficha de Leitura
Conto da Ilha Desconhecida - Ficha de LeituraConto da Ilha Desconhecida - Ficha de Leitura
Conto da Ilha Desconhecida - Ficha de Leitura
 
A moreninha
A moreninhaA moreninha
A moreninha
 
A bela e a Fera
A bela e a FeraA bela e a Fera
A bela e a Fera
 
Conto Maravilhoso
Conto MaravilhosoConto Maravilhoso
Conto Maravilhoso
 
Deu a louca em romeu e julieta comédia
Deu a louca em romeu e julieta comédiaDeu a louca em romeu e julieta comédia
Deu a louca em romeu e julieta comédia
 
Powerpoint apresentação de livro
Powerpoint apresentação de livroPowerpoint apresentação de livro
Powerpoint apresentação de livro
 
Machado de Assis
Machado de AssisMachado de Assis
Machado de Assis
 

Semelhante a O pequeno príncipe

Semelhante a O pequeno príncipe (20)

PortefóLio
PortefóLioPortefóLio
PortefóLio
 
Portefólio modificado
Portefólio modificadoPortefólio modificado
Portefólio modificado
 
PortefóLio
PortefóLioPortefóLio
PortefóLio
 
PortefóLio1
PortefóLio1PortefóLio1
PortefóLio1
 
Ficha de leitura do livro "O Pequeno Príncipe" de Antoine de Saint-Exupéry.
Ficha de leitura do livro "O Pequeno Príncipe" de Antoine de Saint-Exupéry.Ficha de leitura do livro "O Pequeno Príncipe" de Antoine de Saint-Exupéry.
Ficha de leitura do livro "O Pequeno Príncipe" de Antoine de Saint-Exupéry.
 
Andreia
AndreiaAndreia
Andreia
 
O principezinho
O principezinhoO principezinho
O principezinho
 
Análise Crítica - O Pequeno Príncipe
Análise Crítica -  O Pequeno PríncipeAnálise Crítica -  O Pequeno Príncipe
Análise Crítica - O Pequeno Príncipe
 
O principezinho
O principezinhoO principezinho
O principezinho
 
Pequeno príncipe - por Gustavo Guimarães Gonçalves
Pequeno príncipe  -  por Gustavo Guimarães GonçalvesPequeno príncipe  -  por Gustavo Guimarães Gonçalves
Pequeno príncipe - por Gustavo Guimarães Gonçalves
 
Historia do principezinho_isabel_d
Historia do principezinho_isabel_dHistoria do principezinho_isabel_d
Historia do principezinho_isabel_d
 
O principezinho jl
O principezinho jlO principezinho jl
O principezinho jl
 
O principezinho rodrigo cordeiro
O principezinho   rodrigo cordeiroO principezinho   rodrigo cordeiro
O principezinho rodrigo cordeiro
 
O principezinho rodrigo cordeiro
O principezinho   rodrigo cordeiroO principezinho   rodrigo cordeiro
O principezinho rodrigo cordeiro
 
O principezinho rodrigo cordeiro
O principezinho   rodrigo cordeiroO principezinho   rodrigo cordeiro
O principezinho rodrigo cordeiro
 
Anexo planejamento - Merces
Anexo planejamento - MercesAnexo planejamento - Merces
Anexo planejamento - Merces
 
A galinha que sabia ler
A galinha que sabia lerA galinha que sabia ler
A galinha que sabia ler
 
O principezinho - resumo
O principezinho - resumoO principezinho - resumo
O principezinho - resumo
 
Folha da biblioteca 30
Folha da biblioteca 30Folha da biblioteca 30
Folha da biblioteca 30
 
A volta de ami
A volta de amiA volta de ami
A volta de ami
 

Mais de Silvia Fernandes (20)

Ana caroline
Ana carolineAna caroline
Ana caroline
 
Uma pequena luz na escuridão
Uma pequena luz na escuridãoUma pequena luz na escuridão
Uma pequena luz na escuridão
 
Yan
YanYan
Yan
 
Ariane santos
Ariane santosAriane santos
Ariane santos
 
Allana
AllanaAllana
Allana
 
Projeto leitura bruno
Projeto leitura brunoProjeto leitura bruno
Projeto leitura bruno
 
Projeto leitura (3)
Projeto leitura (3)Projeto leitura (3)
Projeto leitura (3)
 
Projeto leitura (1)
Projeto leitura (1)Projeto leitura (1)
Projeto leitura (1)
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto leitura a hospedeira
Projeto leitura   a hospedeiraProjeto leitura   a hospedeira
Projeto leitura a hospedeira
 
Ficha técnica
Ficha técnicaFicha técnica
Ficha técnica
 
As crônicas de nárnia
As crônicas de nárniaAs crônicas de nárnia
As crônicas de nárnia
 
Sherlock Holmes
Sherlock HolmesSherlock Holmes
Sherlock Holmes
 
Projeto leitura ana
Projeto leitura   anaProjeto leitura   ana
Projeto leitura ana
 
Trabalho de portuguuuuuuuuues ' '
Trabalho de portuguuuuuuuuues ' 'Trabalho de portuguuuuuuuuues ' '
Trabalho de portuguuuuuuuuues ' '
 
Projeto leitura..
Projeto leitura..Projeto leitura..
Projeto leitura..
 
Hellen
HellenHellen
Hellen
 
Projeto leitura - Beatriz 1ºC
Projeto leitura - Beatriz 1ºCProjeto leitura - Beatriz 1ºC
Projeto leitura - Beatriz 1ºC
 
Projeto fallen
Projeto fallenProjeto fallen
Projeto fallen
 
Projeto leitura gustavo maciel
Projeto leitura   gustavo macielProjeto leitura   gustavo maciel
Projeto leitura gustavo maciel
 

O pequeno príncipe

  • 1.
  • 2. Título : O Pequeno Príncipe Autor : Antoine de Saint - Exupéry Editora: Agir Ano de Publicação : 2007
  • 3. Narrador Antoine Personagens : O Pequeno Príncipe = Alegre e sempre de bom humor, esse é o príncipe e único habitante do micro planeta B612. Ele adora cuidar das poucas coisas que seu planeta tem, como as borboletas, a rosa e o vulcão. Ele também gosta de visitar o planeta terra através de meteoros que passam perto do planeta dele e caem no planeta terra. A Rosa = É uma das poucas coisas que tem no mini planeta B612. O príncipe é sempre cuidadoso com ela, rega ela todos os dias para que de manhã ela abra feliz. O príncipe adora conversar com ela todos os dias. Pássaro Espacial = É um grande amigo do príncipe que avisa ao príncipe o que tá acontecendo na Terra. Ele também recomenda ou não o que o Príncipe deve fazer lá na terra.
  • 4. Tempo Presente Espaço No pequeno planeta do Pequeno Príncipe . Enredo Conta a história de um pequeno príncipe que vivia em seu pequeno planeta, junto com a Rosa, as borboletas e seu vulcão. O pequeno príncipe decide deixar o seu planeta, deixando a rosa, sozinha, preocupado ele com seu planeta e a rosa. Caiu na terra e conheceu o autor do livro (Antoine) e pede ajuda. Antoine cai de seu avião no deserto do Saara. Os dois se encontram, e tentam sobreviver juntos, o que não aconteceu com o príncipe.
  • 5. Recomendaria , ele pode ter gostos diferentes do meu , eu não achei o livro tão interessante quando eu imaginava , eu achei ele meio „‟frio‟‟ não teve muitos detalhes , a linguagem não conseguia entender direito . Eu não gostei do livro não me identifiquei , mas se um amigo meu ler talvez ele possa se interessar e entender melhor . Não consegui identificar algumas coisas . Teve partes que eu achei bem legais e outras bem confusas , não é um livro de minha preferencia , gostei do jeito que o Autor coloca de quando era criança , é bom voltar um pouquinho atrás . Mas porém , por minha parte eu não gostei !
  • 6. Esse livro pela capa , parece ter uma conexão com o livro “O Pequeno Príncipe”. Procurei um pouco sobre o livro e vi que fala de um Príncipe e uma Princesa e desde pequeno ele é treinado para sair de teu castelo para reinar em outros mundos .
  • 7. O narrador recorda-se do seu primeiro desenho de criança, tentativa frustrada de os adultos entender o mundo infantil ou o mundo das pessoas de alma pura. Ele havia desenhado um elefante engolido por uma jibóia, porém os adultos só diziam que era um chapéu. Quando cresceu, testava o grau de lucidez das pessoas, mostrando-lhes o desenho e todas respondiam a mesma coisa. Por causa disto, viveu sem amigos com os quais pudesse realmente conversar. Pelas decepções com os desenhos, escolhera a profissão de Piloto e, em certo dia, houve uma pane em seu avião, vindo a cair no Deserto de Saara. Na primeira noite, ele adormeceu sobre a areia. Ao despertar do dia, uma voz estranha o acordou, pedindo para que ele desenhasse um carneiro. Era um pedacinho de gente, um rapazinho de cabelos dourados, o Pequeno Príncipe. O narrador mostrou-lhe o seu desenho. O Pequeno Príncipe disse-lhe que não queria um elefante engolido por uma jibóia e sim um carneiro. Ele teve dificuldades para desenhá-lo, pois fora desencorajado de desenhar quando era pequeno. Depois de várias tentativas, teve a idéia de desenhá-lo dentro de uma caixa. Para surpresa do narrador, o Pequeno aceitou o desenho. Foi deste modo que o narrador travou conhecimentos com o Pequeno Príncipe. Ele contou-lhe que viera de um planeta, do qual o narrador imaginou ser o asteróide B612, visto pelo telescópio uma única vez, em 1909, por um astrônomo turco. O pequeno Planeta era do tamanho de uma casa. O Pequeno Príncipe contou o drama que ele vivia, em seu Planeta, com o baobá, árvore que cresce muito; por este motivo, ele precisava de um carneiro para comer os baobás enquanto eram pequenos. Através do Pequeno Príncipe, o narrador aprendeu a dar valor às pequenas coisas do dia-a-dia; admirar o pôr-do-sol, apreciar a beleza de uma flor, contemplar as estrelas...
  • 8. Ele acreditava que o pequeno havia viajado, segurando nas penas dos pássaros selvagens, que emigravam. O Príncipe conta-lhe as suas aventuras em vários outros planetas: o primeiro era habitado por apenas um rei; o segundo, por um vaidoso; o terceiro, por um bêbado; o quarto, por um homem de negócios; o quinto, um acendedor de lampião; no sexto, um velho geógrafo que escrevia livros enormes, e, por último, ele visitou o nosso Planeta Terra, onde encontrou uma serpente, que lhe prometeu mandá-lo de volta ao seu planeta, através de uma picada. No oitavo dia da pane, o narrador havia bebido o último gole de água e, por este motivo, caminharam até que encontraram um poço. Este poço era perto do local onde o Pequeno Príncipe teria que voltar ao seu planeta. A partida dele seria no dia seguinte. Falou-lhe, também, que a serpente havia combinado com ele de aparecer na hora exata para picá-lo. O narrador ficou triste, ao saber disto, porque tomara afeição ao Pequeno. O Príncipe lhe disse para que não sofresse, quando constatasse que o corpo dele estivesse inerte, afirmando que devemos saber olhar além das simples aparências. Não havia outra forma de ele viajar, pois o seu corpo, no estado em que se encontrava, era muito pesado. Precisava da picada para que se tornasse mais leve. Chegado o momento do encontro com a serpente, o Pequeno Príncipe não gritou. Aceitou corajosamente o seu destino. Tombou como uma árvore tomba. E assim, voltou para o seu planeta, enfim. O narrador, dias mais tarde, conseguiu se salvar, sentindo-se consolado porque sabia que o Pequeno Príncipe havia voltado para o planeta dele, pois ao raiar do dia seguinte à picada, o corpo do Pequeno não estava mais no local. Hoje, ao olhar as estrelas, o narrador sorri, lembrando-se do seu grande Pequeno amigo.