A HOSPEDEIRA
FICHATÉCNICA Autora: Stephenie Meyer    Editora: Intrinseca Ano de Publicação: 2009
ELEMENTOS NARRATIVOS Narrador: 1° Pessoa - História contada pela Peregrina. Tempo: Psicológico - Não há datas, horas, ne...
MELANIEÉ uma das protagonistas. Seu corpo foi"roubado" para habitar a alma Peg, mas é  resistente (por ser uma "selvagem")...
PEREGRINA   É uma alienígena, que por suanatureza é bondosa, gentil, paciente e    nem um pouco egoísta. Seussentimentos s...
OUTROS PERSONAGENS JARED: é o amor da vida de Melanie e protetor de Jamie, e algum tempo depois criouuma amizade com Peg ...
OUTROS PERSONAGENS IAN: o verdadeiro grande amor de Peregrina, que a princípio era apenas quemtomava conta dela, virou am...
ENREDO   Situaçao Inicial: A Terra não é mais dos humanos, onde não existe maldade, nem egoísmo, pois foi tomada    por a...
ENREDO Clímax: Peg percebe que por mais que goste de viver ali, não era de seudireito, pois o corpo não era dela e sim de...
MINHA OPINIÃO COMO          LEITORA Recomendaria a todos, pois não se trata apenas de uma história deficção científica ro...
I N T E R T E X T UA L I DA D E C O M A M Ú S I C A           Muse - Resistance                                  Justifica...
I N T E R T E X T UA L I DA D E C O M M Ú S I C A      Muse - Resistance                        JustificativaO amor é a no...
NOME: MARJORIE YUKA  N°: 27 - SÉRIE: 1° D
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projeto leitura a hospedeira

977 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
977
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto leitura a hospedeira

  1. 1. A HOSPEDEIRA
  2. 2. FICHATÉCNICA Autora: Stephenie Meyer Editora: Intrinseca Ano de Publicação: 2009
  3. 3. ELEMENTOS NARRATIVOS Narrador: 1° Pessoa - História contada pela Peregrina. Tempo: Psicológico - Não há datas, horas, nem a contagem dedias ou vista do sol, pois eles não saem da "caverna", então o tempoestá de acordo com a ordem de fatos da vida delas. Espaço: se passa no esconderijo subterrâneo, mas também nascidades ao redor, onde saqueavam para a sobrevivência.
  4. 4. MELANIEÉ uma das protagonistas. Seu corpo foi"roubado" para habitar a alma Peg, mas é resistente (por ser uma "selvagem") e tem presença na mente de Peg. Ela é impulsiva, teimosa, tem paviocurto, multiplicados pela irritação de ter limite de suas capacidades corporais enfim, é o oposto de Peregrina.
  5. 5. PEREGRINA É uma alienígena, que por suanatureza é bondosa, gentil, paciente e nem um pouco egoísta. Seussentimentos se misturam com os de Mel, facilitando a proximidade deJamie e a paixão que tem pelo Jared.
  6. 6. OUTROS PERSONAGENS JARED: é o amor da vida de Melanie e protetor de Jamie, e algum tempo depois criouuma amizade com Peg (achava que gostava dele), depois de tanto odiá-la e a usar para secomunicar com Mel, é um pouco agressivo, mas apaixonado e esperançoso. JAMIE: é irmão mais novo de Melanie, que se torna melhor amigo de Peg, émeigo, carente, mas ao mesmo tempo tenta se mostrar um homem, pois está "naquelafase". DR. DOC: o único doutor do esconderijo, sente uma inveja das tecnologias que osalienígenas possuem para curar e fica curioso em relação à Peg, logo criando laços deamizade.
  7. 7. OUTROS PERSONAGENS IAN: o verdadeiro grande amor de Peregrina, que a princípio era apenas quemtomava conta dela, virou amizade, mas tinha uma atração, não pelo corpo de Melanie, esim pela alma de Peg. KYLE: burro, um pouco egoísta, agressivo e que tinha raiva por Peg, tentando váriasvezes matá-la, mas como fez com todos, conquistou a amizade dele. JEB: tio de Mel e muito sábio, é o líder da resistência, um dos primeiros queconfiaram em Peg. BUSCADORA: é a antagonista da história e que egue todos os passos de Peg a fim dedescobrir o esconderijo dos "selvagens". nem um pouco simpática, ela é violenta eperseguidora.
  8. 8. ENREDO Situaçao Inicial: A Terra não é mais dos humanos, onde não existe maldade, nem egoísmo, pois foi tomada por alienígenas, nomeadas de almas. Peregrina é inserida em Melanie, um dos últimos humanos "selvagens" - e por isso mais díficil de controlar, mas necessário para saber do esconderijo deles. Conflito: O problema é que Melanie insiste em ficar ali, assim, barra sua memória, conversa com peregrina e até controla os sentimentos dela, criando artificialmente um afeto por Jared e Jamie. A alienígena, sem escolha, foge de sua comunidade e sai em busca dos dois. O que melanie não imaginava era que as duas disputariam Jared e a atenção de jamie - que logo se aproxima de Peg, enciumando Mel. Aos poucos a alma conquista a amizade de todos os humanos, inclusive de Mel, que se torna uma irmã e aos poucos vê que está apaixonada por Ian, seu melhor amigo. Muitas coisas acontecem, o doutor Doc morre, Kyle tenta matá- la, mas ela o salva e aos poucos se tornam amigos, encontram a Buscadora e fazem uma experiência para retirar a alma, com sucesso.
  9. 9. ENREDO Clímax: Peg percebe que por mais que goste de viver ali, não era de seudireito, pois o corpo não era dela e sim de sua irmã de "alma", Melanie. De repentetodos ficam a favor de não retirar a inserção, mesmo assim ela se despediu detodos, de Mel e de Ian inclusive, não iria para o Céu ou o Inferno ou em um outroplano, apenas seria o seu fim. Desfecho: Peregrina acorda numa cama cirúrgica, no corpo de outra pessoaencontrada pelos amigos para abrigá-la e voltar a viver na Terra, amando, odiando, esentindo todas as emoções que só os humanos entenderiam.
  10. 10. MINHA OPINIÃO COMO LEITORA Recomendaria a todos, pois não se trata apenas de uma história deficção científica romântica, ela traz reflexões que deveríamos fazercomo a benção de ter um corpo, que muitas vezes é desvalorizado; seapaixonar é pelo o corpo ou pela a alma, que nem sempre andamjuntas; amar todos os seres e o que o ser humano faz quando controlaoutros seres vivos, será que manipular a natureza é justo?
  11. 11. I N T E R T E X T UA L I DA D E C O M A M Ú S I C A Muse - Resistance JustificativaSerá que nosso segredo está seguro esta noite? Na história, os personagens sempre estãoNós estamos fora de vista? receosos, pois a qualquer momentoOu será que nosso mundo está desmoronando?Será que descobriram nosso esconderijo? poderiam ser descobertos, há umSerá esse nosso último abraço? momento em que os Buscadores voamOu será que as paredes começam a desmoronar? sobre a caverna de helicóptero - que intertextualiza com o som no começo daIsto pode estar errado, pode estar errado, música - procurando por peregrinaMas devia estar certo[...] e pondo todos em risco , neste instante ela se arrepende de ter ido ao esconderijo.
  12. 12. I N T E R T E X T UA L I DA D E C O M M Ú S I C A Muse - Resistance JustificativaO amor é a nossa resistência,  O amor é o que os une, mesmoEles vão nos manter confinados num buracoseparados e eles não vão  No começo, a relação de Ian eparar de nos quebrar, Peg não foi bem vista, pois ela eraMe segure, uma traidora e todos se voltavamNossos lábios devem estar contra, mesmo assim ele insistiu.sempre selados.
  13. 13. NOME: MARJORIE YUKA N°: 27 - SÉRIE: 1° D

×